Você está na página 1de 21

LINGUAGEM DO

TEATRO
LILIAN FLEURY DÓRIA
A palavra teatro pode ter muitos significados,
muitas vezes até paradoxais.
Pode ser uma arte eterna ou absolutamente
O QUE É O efêmera, pode ser uma arte que é coletiva ou com
TEATRO? um individuo no centro do palco, porque antes de
tudo, o teatro fala do ser humano, das suas paixões
e das suas contradições.

Márcia
TEATRO COMO
ARTE COLETIVA

Fonte: Google imagem

Márcia
• TEATRO COMO UM
MONOLOGO

Fonte: Google imagem

Márcia
• o teatro está inserido no
universo das artes, é uma
atividade que mistura
artesanato e sofisticação,
teoria e pratica,
espontaneidade e construção
estética, racionalidade e
irracionalidade, criatividade
e técnica.
• O teatro é uma arte que
engloba sempre atividades
de expressão, comunicação e
de reflexão.

Fonte: Google imagem

Márcia
• o teatro é uma caixa de
surpresas, porque com
frequência utiliza a palavra,
mas as vezes um espetáculo
pode não ter nenhuma palavra
e dizer muito.
• O teatro pode acontecer de
uma historia totalmente
inventada ou narrar fatos que
aconteceram, falando de
pessoas de animais ou de
coisas, ou de pensamento.
Mas, sempre com uma
linguagem própria.

Fonte: Google imagem

Márcia
O QUE A ARTE DEVE
PRIORIZAR NA
EDUCAÇÃO?

ALGUMAS REFLEXÕES...

Fonte: Google imagem

Poliana
TEATRO E EDUCAÇÃO

• Uma relação paradoxal.


• Educação tem papel formador.
• Teatro é expressão, liberdade e
criatividade.

Fonte: Google imagem

Poliana
COMO DEVE SER O ORIENTADOR DE
CRIAÇÃO ARTÍSTICA, PARA QUE SE
TENHA UM ESPAÇO DE LIBERDADE E
EXPERIMENTAÇÃO?

• O trabalho de criação artística não


pode ter um fim utilitário. O que
está na essência da arte é o prazer
de jogar, de criar e de contemplar.
A contemplação estética é
primordial para o ser humano, não
porque tenha uma utilidade, mas
sim porque precisamos da arte para
nos sentirmos livres e sonharmos.
Dória (2012, p. 166)

Fonte: Google imagem

Poliana
• O professor orientador precisa
vivenciar a experiência artística.
• O orientador trabalha com os
“tesouros” dos alunos. Tudo é
importante, tudo é especial num
espaço de criação artística: cada
detalhe, cada gesto, cada olhar,
cada objeto colocado, cada som,
cada palavra, cada cor. São
tesouros construídos pelo grupo,
sendo que, para o seu
desenvolvimento, é fundamental
o ambiente que o orientador
consegue criar com seus alunos.
Dória (2012, p. 167).

Fonte: Google imagem

Poliana
JOGO DRAMÁTICO
• Conceito
• São brincadeiras de “faz de conta" dentro
do universo infantil. Busca a
espontaneidade da criança, de forma que
elas improvisem durante a execução da
atividade.
• Definição de aspectos para a
realização do jogo
• 1° Qual o espaço do jogo dramático?
• 2° Quais são os personagens que estarão
presentes nesse espaço?
• 3° Quais são as regras que vão permear a
atividade?

Fonte: Google imagem

Ester
IMPORTÂNCIA DO USO DO
JOGO DRAMÁTICO NA SALA
DE AULA.

• Proporciona o
relacionamento social da
criança com o meio a sua
volta, fazendo com que a
mesma estabeleça
relações de convívio
social através de situações
do cotidiano.

Fonte: Google imagem

Ester
COMO E O QUE O PROFESSOR DEVE TRABALHAR NO JOGO
DRAMÁTICO?

• O professor mediador precisa


compreender como o aluno
aprende, e quais são os processos
mentais que envolvem o domínio do
conhecimento. Dessa forma, para
que o processo de ensino e
aprendizagem se efetive por meio
do jogo é necessário que haja
pesquisas e experiências artísticas,
como meio de conhecimento
estético para a fonte de
humanização.

Fonte: Google imagem

Ester
O QUE FAZER COM
CRIANÇAS NA PRÉ ESCOLA

As propostas de Gianni Rodari e sua Gramática da fantasia


para o trabalho com crianças na pré-escola.
Gianni Rodari (1920-1980), Foi um jornalista, escritor e poeta
italiano, especializado em livros de literatura infantil e
apaixonado pela arte de inventar.

Para Rodari todas as crianças são artistas criativas, ela irá


criar com a nossa ajuda, por isso vamos estimular a
improvisação- movimento, situação e linguagem
improvisados.

Fonte: Google imagem

Daiane
• Rodari apresenta várias técnicas e exercícios
para o desenvolvimento da imaginação e da
criatividade, com propostas práticas e simples
que podem resultar na produção de narrativas
orais ou escritas. Em sua obra Gramática da
fantasia propõe:
• * Uso do som como estimulador inicial, já que as
crianças adoram; criando vários ruídos
interessantes na escola inspirando-as a criarem
a sua própria maneira;
* Divisão do som :
Cadência
Ritmo
Clímax

Fonte: Google imagem

Daiane
ALGUNS EXEMPLOS DA PROPOSTA DE
RODARI
1 Uma palavra dita ao acaso pelo professor;
2 O binômio fantástico;
3 Uma pergunta de reflexão caso algo fora do normal
aconteça;
4 Errando as histórias;
5 Adicionar a uma história conhecida um elemento estranho;
6 Salada de fábulas;
7 Criação de histórias absurdas a partir de uma frase;
8 A criança como protagonista;
• Relato de experiência de jogo dramático com crianças
pequenas
• * Pré escola José de Alencar
* Pré escola Nice Braga

Fonte: Google imagem

Daiane
O QUE FAZER COM
CRIANÇAS DE 7 A 11
ANOS

• Crianças de 7 a 9 anos
Jogo das ideias
• Educador: “Vamos ter
algumas ideias”
• Crianças: ?
• Outra: ?
• Outra: ?
• Educador: “Bom, agora vai a
nossa história”

Fonte: Google imagem

Ana Paula
CRIANÇAS DE 9 A 11
ANOS

• “Sugere então que se trabalhe com


mitos e lendas. Ainda não recomenda
a utilização de peças escritas, mas o
emprego da literatura apenas como
tema para as improvisações”. (DÓRIA,
2012, P.176)
• Regras que devem nortear o jogo
dramático
• Fio dramático;
• Alimentar o jogo dramático;
• Jogo projetado;
• Interação.

Fonte: Google imagem

Ana Paula
TRABALHANDO
COM O LIVRO,
“TEATRO”, NA
SALA DE AULA.

Fonte: Google imagem

Ana Paula
REFERENCIAS

DÓRIA, Lílian Maria Fleury Teixeira. Linguagem do teatro brasileiro. Curitiba:


InterSaberes, 2012.
Obrigada!!

Você também pode gostar