Você está na página 1de 5

O remédio simples para o desespero espiritual (1 Reis 18.46-19.

8)
Ênfase: 19.1-4
1 Reis 19:1 Acabe fez saber a Jezabel tudo quanto Elias havia feito e como
matara todos os profetas à espada.
2 Então, Jezabel mandou um mensageiro a Elias a dizer-lhe: Façam-me os
deuses como lhes aprouver se amanhã a estas horas não fizer eu à tua vida 1
como fizeste a cada um deles.
3 Temendo, pois, Elias, levantou-se, e, para salvar sua vida, se foi, e chegou a
Berseba, que pertence a Judá; e ali deixou o seu moço.
4 Ele mesmo, porém, se foi ao deserto, caminho de um dia, e veio, e se assentou
debaixo de um zimbro; e pediu para si a morte e disse: Basta; toma agora, ó
SENHOR, a minha alma, pois não sou melhor do que meus pais.
Intr.
Quem precisa de remédio para o desespero espiritual? Todos nós precisamos
de remédio para nossa alma.
Jesus veio chamar pecadores para o arrependimento e doentes para serem
curados1. Deus procura adoradores que o adorem em espírito e verdade2 e
também se inclina para o aflito e abatido de coração.
Acompanhamos Elias ao topo da montanha para ver o fogo da presença de
Deus. Agora estamos com ele no deserto, onde ele se senta debaixo de uma
árvore solitária como ele.(1 Reis 19.4)
1. O homem de Deus
Um homem de conquistas também pode ser vencido pela própria solidão.
Cuidado com momentos de solidão!
Esse homem está disposto a obedecer a palavra de Deus, desde que a fé na
providência material de Deus esteja disponível.
Ele está disposto a enfrentar o rei mais perverso e derrubar toda a idolatria mais
bizarra que exista!
Ele pensa e age entendendo que a vida de todos deve ser vivida para a glória
de Deus. Ele encontra satisfação na obra de Deus. Ele não consegue aceitar
que alguém viva e adore outro, senão, o único SENHOR.
Mas, apesar desse zelo, desse cuidado, ele não consegue aceitar que é
limitado, não consegue dividir suas fraquezas. Ele não está disposto a trabalhar
junto com outras pessoas.

1 Mateus 9.11-13
2 João 4.23
Dessa forma, ele não consegue ver saída para enfrentar seus medos. Ele diz: já
terminei minha missão. Porque parece que a missão era dele. Ninguém é tão
importante e útil como ele. Se ele não consegue ser o centro da atenção, então
é melhor morrer do que viver. Se eu, ou alguém não pode me fazer feliz, é melhor
tirar a própria vida. Ele pensa também, que deve viver sem fardo, o que não é
verdade!
Para o crente, o morrer não deve ser uma saída ou solução, morrer, deve ser 2
lucro, ou seja, um ganho em viver apesar de tristezas, sofrimentos durante nossa
peregrinação.
2. Pensamentos suicidas
A força espiritual foi decaindo e os desafios se tornaram maiores do que eram.
Frente a ameaça de uma só pessoa, ele sente medo da morte pela primeira vez,
e quando alguém não está preparado suficiente no campo espiritual, a morte se
torna a senhora do destino.
A confissão de Elias é daquele que identifica a força e ameaça humana como
verdadeira e sobrenatural. Ele começa a fracassar porque todas as suas vitórias
eram uma superação de sua família humilde e insignificante. Devemos entender
que:
1)O ministério não é uma superação, é sim um chamado.
2) Seguir a Deus não é um estado de espírito, algo de juventude rebelde contra
um sistema opressivo. (prossigamos...)
Ele (Elias) começa a pensar não baseado em promessas, mas no seu cansaço,
lembramos de Esaú que vendeu sua herança em troca de lentilhas.
Sobre pensamentos suicidas. Homens de Deus nunca devem se matar. Mas de
vez em quando, até mesmo profetas oram pedindo a morte.
Moisés pediu a Deus que matasse ali mesmo (Nm 11.15). Jonas pediu Deus que
tirasse sua vida, porque era melhor morrer do que viver (Jn 4.3). Jeremias
amaldiçoou o dia do seu nascimento (Jr 20.14)
Esses são exemplos de que as pessoas de Deus pelo menos uma vez, desiste
da vida. Mas, Elias é um homem que não tira a própria vida, ele tem coragem de
desistir proporcionalmente com a vontade de cumprir sua missão. Pessoas
decididas não mudam quando estão erradas também. Tipo de pessoas que
podem cantar: Senhor te quero, quero ouvir tua voz e podem também orar no
desespero: Deus eu não quero mais nada e nem mesmo viver.
Conclusão:
O que se espera no momento do desespero, da tristeza, da dúvida é que o servo
de Deus se incline em oração. Vamos orar.
Na próxima mensagem:

3. As causas da depressão espiritual


4. O complexo de Messias
5. A cura da depressão espiritual
O remédio simples para o desespero espiritual – parte 2. (1 Reis 18.46-19.8)
Ênfase: 19.5-21
1 Reis 19:1 Acabe fez saber a Jezabel tudo quanto Elias havia feito e como
matara todos os profetas à espada.
2 Então, Jezabel mandou um mensageiro a Elias a dizer-lhe: Façam-me os
deuses como lhes aprouver se amanhã a estas horas não fizer eu à tua vida 3
como fizeste a cada um deles.
3 Temendo, pois, Elias, levantou-se, e, para salvar sua vida, se foi, e chegou a
Berseba, que pertence a Judá; e ali deixou o seu moço.
4 Ele mesmo, porém, se foi ao deserto, caminho de um dia, e veio, e se
assentou debaixo de um zimbro; e pediu para si a morte e disse: Basta; toma
agora, ó SENHOR, a minha alma, pois não sou melhor do que meus pais.
5 Deitou-se e dormiu debaixo do zimbro; eis que um anjo o tocou e lhe disse:
Levanta-te e come.
6 Olhou ele e viu, junto à cabeceira, um pão cozido sobre pedras em brasa e
uma botija de água. Comeu, bebeu e tornou a dormir.
7 Voltou segunda vez o anjo do SENHOR, tocou-o e lhe disse: Levanta-te e
come, porque o caminho te será sobremodo longo.
8 Levantou-se, pois, comeu e bebeu; e, com a força daquela comida,
caminhou quarenta dias e quarenta noites até Horebe, o monte de Deus.
9 Ali, entrou numa caverna, onde passou a noite; e eis que lhe veio a palavra
do SENHOR e lhe disse: Que fazes aqui, Elias?
10 Ele respondeu: Tenho sido zeloso pelo SENHOR, Deus dos Exércitos,
porque os filhos de Israel deixaram a tua aliança, derribaram os teus altares e
mataram os teus profetas à espada; e eu fiquei só, e procuram tirar-me a vida.
11 Disse-lhe Deus: Sai e põe-te neste monte perante o SENHOR. Eis que
passava o SENHOR; e um grande e forte vento fendia os montes e
despedaçava as penhas diante do SENHOR, porém o SENHOR não estava no
vento; depois do vento, um terremoto, mas o SENHOR não estava no
terremoto;
12 depois do terremoto, um fogo, mas o SENHOR não estava no fogo; e,
depois do fogo, um cicio tranqüilo e suave.
13 Ouvindo-o Elias, envolveu o rosto no seu manto e, saindo, pôs-se à entrada
da caverna. Eis que lhe veio uma voz e lhe disse: Que fazes aqui, Elias?
14 Ele respondeu: Tenho sido em extremo zeloso pelo SENHOR, Deus dos
Exércitos, porque os filhos de Israel deixaram a tua aliança, derribaram os teus
altares e mataram os teus profetas à espada; e eu fiquei só, e procuram tirar-
me a vida.
15 Disse-lhe o SENHOR: Vai, volta ao teu caminho para o deserto de
Damasco e, em chegando lá, unge a Hazael rei sobre a Síria.
16 A Jeú, filho de Ninsi, ungirás rei sobre Israel e também Eliseu, filho de
Safate, de Abel-Meolá, ungirás profeta em teu lugar.
17 Quem escapar à espada de Hazael, Jeú o matará; quem escapar à espada
de Jeú, Eliseu o matará.
4
18 Também conservei em Israel sete mil, todos os joelhos que não se
dobraram a Baal, e toda boca que o não beijou.
19 Partiu, pois, Elias dali e achou a Eliseu, filho de Safate, que andava
lavrando com doze juntas de bois adiante dele; ele estava com a duodécima.
Elias passou por ele e lançou o seu manto sobre ele.
20 Então, deixou este os bois, correu após Elias e disse: Deixa-me beijar a
meu pai e a minha mãe e, então, te seguirei. Elias respondeu-lhe: Vai e volta;
pois já sabes o que fiz contigo.
21 Voltou Eliseu de seguir a Elias, tomou a junta de bois, e os imolou, e, com
os aparelhos dos bois, cozeu as carnes, e as deu ao povo, e comeram. Então,
se dispôs, e seguiu a Elias, e o servia.
Aprendemos na mensagem passada que:
1. O homem de Deus é complexo em si mesmo
Um homem de conquistas também pode ser vencido pela própria solidão.
2. Pensamentos suicidas podem atacar o servo de Deus
Quando a força espiritual decai, os desafios da vida que aparentam fracos
podem se tornar mais fortes em apenas um instante.
3. Em todas as circunstâncias o servo de Deus deve se dirigir em oração.
A oração do justo pode muito em sua eficácia!

E na mensagem de hoje vamos encontrar um pouco mais do tratamento de


Deus às almas em aflição e tristeza profunda. Encontraremos a descrição
desse remédio simples para o desespero espiritual.
Mensagem: A cura do desespero começa pelo remédio da obediência.
Examinemos o foco da condição do servo de Deus, especificamente os
sintomas de um problema que pode acometer sobre todos nós, ou seja, a
depressão física e espiritual.
1) Os sintomas da depressão de Elias
1.1. Medo
1.2. Isolamento
1.3. Carência de simpatia ou síndrome de perseguição
1.4. Desejo de morrer
1.5. Carência de ocupação e frustração
2. A cura da depressão de Elias
2.1. Deus cuidou fisicamente de Elias
2.2. Deus cuidou emocionalmente de Elias
2.3. Deus cuidou espiritualmente de Elias
2.3.1. Deus fez Elias sentir a seriedade da vida
5
Deus fez três coisas para curar o profeta:
1. Deus se revela a ele através de uma brisa.
Deus revela o seu poder e sua presença nas coisas
simples e tranquilas.
2. Deus lhe deu boas noticias
3. Deus comissionou Elias para novas tarefas.
Foi assim que Deus tratou a depressão de Elias e Ele também trata os que
sofrem pela depressão.
A cura do desespero começa pelo remédio da obediência.
Em sua fraqueza, Elias não teria suportado nada além de um Deus manso.
Uma voz calma e delicada. A multiforme voz de Deus também é uma voz
suave.
Aplicação geral
Síntese da mensagem
Aplicações práticas

Você também pode gostar