Você está na página 1de 13

TREINAMENTO TÉCNICO Nº CETEC

650
Página: 1
de 13
Data da Emissão: Índice:
AJUSTE DO FREIO DA MÁQUINA
12/01/2000 1

Nº Índice Data Alteração/Observações


0 26/03/1997 Liberação do CETEC650- Ajuste do Freio da Máquina.
1 12/01/2000 Alteração da Tabela 2 da página 10.

Elaborado Visto Aprovado visto Disco/Diretório


DECA - Marcelo CONTEÚDO
Verificado Visto DIGQ Arquivo
DECA – Márcio Alexandre Sartori CETEC650.doc
TREINAMENTO TÉCNICO Nº CETEC
650
Página: 2
de 13
Data da Emissão: Índice:
AJUSTE DO FREIO DA MÁQUINA
12/01/2000 1

AJUSTE

DO FREIO

DA MÁQUINA

DECA/DIGQ

Elaborado Visto Aprovado Disco/Diretório


DECA – Marcelo CONTEÚDO
Verificado Visto DIGQ Arquivo
DECA – Márcio Alexandre Sartori CETEC650.doc
TREINAMENTO TÉCNICO Nº CETEC
650
Página: 3
de 13
Data da Emissão: Índice:
AJUSTE DO FREIO DA MÁQUINA
12/01/2000 1

ÍNDICE
Página

1. Objetivos............................................................................................................ 4

2.Definições e Siglas............................................................................................ 4

3.Responsabilidades........................................................................................... 4

4.Descrição............................................................................................................ 4

4.1. Condições Iniciais para Ajuste..................................................................... 4

4.2. Ajuste da sapata do freio(EM25/33)............................................................... 5

4.3. Ajuste da sapata do freio(EM62/71/81).......................................................... 6

4.4. Ajuste dos parafusos A e B (EM25/33/62/71/81)............................................. 7

4.5. Comprimento das Molas C1 e C2..................................................................... 8

4.6. Ajuste do micro-switch(EM33)......................................................................... 11

4.7. Ajuste do contato BK(EM33/62/71/81).............................................................. 11

Elaborado Visto Aprovado Disco/Diretório


DECA – Marcelo CONTEÚDO
Verificado Visto DIGQ Arquivo
DECA – Márcio Alexandre Sartori CETEC650.doc
TREINAMENTO TÉCNICO Nº CETEC
650
Página: 4
de 13
Data da Emissão: Índice:
AJUSTE DO FREIO DA MÁQUINA
12/01/2000 1

1. Objetivos
Este módulo , tem por objetivo, mostrar ao nosso pessoal de campo, os
procedimentos de ajuste do freio das máquinas EM25/33/62/71/81.

2. Definições e Siglas

DECA - Departamento de Engenharia de campo


DIGQ - Divisão de Garantia da Qualidade

3. Responsabilidades

DECA- Elaboração, divulgação e aplicação deste conteúdo nas filiais.

4. Descrição

4.1. Condições iniciais para ajuste:

4.1.1. Manualmente colocar a cabina no limite final do percurso de subida, apoiando o


contrapeso na mola aparachoque e desligar disjuntor na casa de máquinas.

4.1.2. Desmontar os braços das sapatas do freio, núcleo móvel, haste , limpar todas as
peças que compõe o freio e articulações. Verificar se o movimento dos braços das
sapatas estão livres, caso contrário, lixar um pouco os pinos ( Utilizar lixa 400 ou 360 e
estopa seca).

4.1.3. Verificar se há óleo no flange e nas lonas, caso houver, o flange deverá ser limpo e as
lonas trocadas.

4.1.4. Montar novamente o freio e deixar a altura “H” mínima possível, conforme figura 1.

Elaborado Visto Aprovado Disco/Diretório


DECA – Marcelo CONTEÚDO
Verificado Visto DIGQ Arquivo
DECA – Márcio Alexandre Sartori CETEC650.doc
TREINAMENTO TÉCNICO Nº CETEC
650
Página: 5
de 13
Data da Emissão: Índice:
AJUSTE DO FREIO DA MÁQUINA
12/01/2000 1

Figura 1

4.2. Ajuste da Sapata do Freio (EM-25/33):


Colocar o elevador em baixa velocidade, a fim de regular a distância entre as lonas do
freio e o flange, procedendo da seguinte maneira:
a) Afrouxar a contra-porca do parafuso D e E (figura 2), e soltar os parafusos, até não
encostar mais nas sapatas;
b) Reapertar os parafusos D e E, encostando nas sapatas novamente ( Freio
desoperado );
c) Movimentar o elevador e verificar se existe folga no eixo fixador da sapata, caso
existir, apertar os parafusos D e E na mesma proporção até eliminar a folga existente;
d) Reapertar a contra-porca, fixando o parafuso D e E para não desajustar;
e) Repetir o mesmo procedimento para outra sapata.

Figura 2
Elaborado Visto Aprovado Disco/Diretório
DECA – Marcelo CONTEÚDO
Verificado Visto DIGQ Arquivo
DECA – Márcio Alexandre Sartori CETEC650.doc
TREINAMENTO TÉCNICO Nº CETEC
650
Página: 6
de 13
Data da Emissão: Índice:
AJUSTE DO FREIO DA MÁQUINA
12/01/2000 1

4.3. Ajuste da Sapata do Freio( EM-62/71/81)

a) Afrouxar a porca e o parafuso D (figura 3 - Des. 2X.5220.C ), e apertar o parafuso até


encosta-lo na mola. Com o mesmo fixo pela chave de fenda, deixar entre a porca e o braço
das sapatas uma medida de 3 mm. Apertar o parafuso D, toda a medida até a porca encostar
no braço das sapatas, deixando uma pressão de mola de 3 mm. Reapertar a contra-porca.
OBS.:
* Não existe mais molas no ajuste dos parafusos D e E na EM-33, pois origina-
vam os desgastes dos eixos das sapatas e de ajuste do freio.

** As máquinas EM-62/71/81, usam parafusos com fenda, porém conservaram


as molas na posição D .

Figura 3

Elaborado Visto Aprovado Disco/Diretório


DECA – Marcelo CONTEÚDO
Verificado Visto DIGQ Arquivo
DECA – Márcio Alexandre Sartori CETEC650.doc
TREINAMENTO TÉCNICO Nº CETEC
650
Página: 7
de 13
Data da Emissão: Índice:
AJUSTE DO FREIO DA MÁQUINA
12/01/2000 1

b) Colocar o elevador em movimento de baixa velocidade, no sentido de subida/descida.


c) Afrouxar a contra-porca do parafuso E ( figura 3 ).
d) Girar o parafuso E no sentido horário até que a lona da sapata ( parte inferior )fique
encostando no flange.
e) Girar o parafuso E no sentido anti-horário até que a lona da sapata ( parte superior )
fique encostando no flange, e simultaneamente verificar e anotar a quantidade fracionária de
volta (s) do movimento.
f) O objetivo até aqui, é deixar a sapata do freio centralizada, voltando a metade da fração
anotada no item ( e ) no sentido horário, de modo que a sapata não mais encoste no flange
em nenhuma das posições ( parte superior e inferior ).
g) Proceder de mesma maneira para outra sapata.
OBS:
* Caso não for obtido o ajuste no parafuso E (lonas sempre encostando no
flange) refazer o item 5, porém alterando a altura “H” milímetro a milímetro ( regulada pelos
parafusos A e B ).

4.4. Ajuste dos parafusos A e B (EM25/33/62/71/81): regular os parafusos A e B para que a


altura H seja mínima ( entre 2 a 3 mm ) conforme as figura 4 (núcleo cônico) e figura 5 (núcleo
reto - Des. 3X.5300.D 4/4 ). Para as máquinas EM61/71/81 altura H=1mm (ou no máximo
3mm ).

Figura 4 Figura 5
OBS.:
Elaborado Visto Aprovado Disco/Diretório
DECA – Marcelo CONTEÚDO
Verificado Visto DIGQ Arquivo
DECA – Márcio Alexandre Sartori CETEC650.doc
TREINAMENTO TÉCNICO Nº CETEC
650
Página: 8
de 13
Data da Emissão: Índice:
AJUSTE DO FREIO DA MÁQUINA
12/01/2000 1

a) O modelo antigo (núcleo cônico) possuía campo magnético menos intenso e maior
desgaste entre as peças. Já o modelo novo (núcleo reto), possui um campo mag-
nético mais intenso e um desgaste de peças menor.

b) As extremidades das duas articulações devem ficar em contato com a haste do


freio (considerando freio desoperado).

c) Para o modelo novo (núcleo reto) a folga entre o núcleo fixo e o núcleo móvel, com
o freio operado, deve ser de 1 mm (1 espaçador), conforme figura 3. Os anéis ou
espaçadores tem a função criar um entre ferro magnético, evitando assim, o
magnetismo residual dos núcleos fixos e móvel permitindo a desoperação mais
rápida do freio.

4.5. Comprimento das Molas C1 e C2 :Para as máquinas de tração EM-25/33 e EM-62/71,


regular o comprimento das molas C1 e C2 (figura 5) conforme a Tabela 1 a seguir:

EM-33 EM-62 / EM-71


Velocidade C1, C2 (mm) Velocidade C1, C2 (mm)
(m/min) (m/min)
45 38 90 ~ 40
60 37,5 105 ~ 40
75 37 120 ~ 40
90 36,5 150 ~ 50

Tabela 1

OBS.: Para o ajuste da mola do freio (EM-25/33/62/71), a Elevadores SÛR adotou o seguinte:

- Deve-se colocar 50% de carga na cabina para obter o equilíbrio entre a cabina e o
contrapeso.
- Colocar a manivela no eixo do motor.

- Colocar uma alavanca de comprimento L na horizontal, conforme figura 6.

- Colocar um peso P na posição indicada na figura 3, onde P corresponde a um peso


aplicado no eixo do motor, equivalente a 250% acima do torque nominal do motor
Elaborado Visto Aprovado Disco/Diretório
DECA – Marcelo CONTEÚDO
Verificado Visto DIGQ Arquivo
DECA – Márcio Alexandre Sartori CETEC650.doc
TREINAMENTO TÉCNICO Nº CETEC
650
Página: 9
de 13
Data da Emissão: Índice:
AJUSTE DO FREIO DA MÁQUINA
12/01/2000 1

(CN). A partir daí, ajustamos as molas C1 e C2, até atingirmos um equilíbrio


estático, isto é, antes de ocorrer um escorregamento da cabina. As medidas de C1
e C2 são iguais.
CN  3 ,5
Pf 
L

P  Pf  Pav
Onde:
L é o comprimento da alavanca em metros
CN é o torque nominal do motor
Pf é o peso calculado em Kg
Pav é o peso da alavanca em Kg
P é o peso aplicado em Kg

O torque nominal CN do motor de tração é de acordo com a Tabela 2 :

Figura 6

Potência (kW) Frequência(Hz) N de Polos Tensão (V) RPM Cn (kgm)


50 220 1424 3,75
3.7 60 6 1696 3,13
EM-22 50 380 1436 3,75
Elaborado Visto Aprovado Disco/Diretório
DECA – Marcelo CONTEÚDO
Verificado Visto DIGQ Arquivo
DECA – Márcio Alexandre Sartori CETEC650.doc
TREINAMENTO TÉCNICO Nº CETEC
650
Página: 10
de 13
Data da Emissão: Índice:
AJUSTE DO FREIO DA MÁQUINA
12/01/2000 1

60 1698 3,15
50 220 1424 2.52
3.7 60 4 1696 2.12
EM-25 50 380 1436 2.60
60 1698 2.13
50 220 1390 2.54
3.7 60 4 1680 2.20
EM-33 50 380 1387 2.58
60 1658 2.20
50 220 1390 3.80
5.5 60 4 1690 3.18
EM-33 50 380 1382 3.85
60 1675 3.20
50 220 1405 5.18
7.5 60 4 1680 4.35
EM-33 50 380 1430 5.07
60 1710 4.27
50 220 1452 7.37
11.0 EXPORT. 60 4 1740 6.17
EM-33 50 380 1450 7.40
60 1740 6.17
50 220 - -
11.0 60 4 1740 6.18
EM-33 50 380 - -
60 1742 6.18
50 220 965 11.00
11.0 60 6 1165 9.20
EM-62 50 380 965 11.00
60 1165 9.20
50 220 965 15.10
15.0 60 6 1165 12.55
EM-71 ou 62 50 380 965 15.00
60 1165 12.52
50 220 965 18.97
19.0 60 6 1165 15.90
EM-71 50 380 965 19.00
60 1165 15.90
50 220 965 26.12
26.0 60 6 1165 21.80
EM-71 50 380 965 25.90
60 1165 21.70
50 220 965 30.24
30.0 60 6 1165 25.05
EM-71 50 380 965 30.00
60 1165 25.00
50 220 - -
40.0 60 6 - -
EM-81 50 380 965 40.11
60 1165 33.37
50 220 - -
45.0 60 6 - -
EM-81 50 380 975 45.00
60 1165 37.60

Tabela 2

Elaborado Visto Aprovado Disco/Diretório


DECA – Marcelo CONTEÚDO
Verificado Visto DIGQ Arquivo
DECA – Márcio Alexandre Sartori CETEC650.doc
TREINAMENTO TÉCNICO Nº CETEC
650
Página: 11
de 13
Data da Emissão: Índice:
AJUSTE DO FREIO DA MÁQUINA
12/01/2000 1

4.6. Ajuste do micro-switch (EM-33 ): Para máquina EM-33 (linha AC-2) existe uma tampa
com micro-switch, figura 7, que é ajustado para desligar quando com desgaste de sapata.
Esse ajuste é feito com um calço de 2 a 3 mm (figura 8), que quando colocada a tampa, não
deve desligar o contato (normalmente fechada) da série de segurança do elevador.

Figura 7
Figura 8
OBS.: A máquina EM-25 (AC-2 Reduzido) não existe contato de proteção do freio.

4.7. Ajuste do contato BK (EM33/62/71/81): Para obter-se o ajuste do contato BK nas


máquinas EM-33 ( Figura 9 ) , EM-62/71/81 (Figura 10 ), era necessário instalar-se o suporte
conforme as figuras abaixo, porem nesta posição o mesmo estava sujeito a deformações e
portanto provocava falhas de acionamento do contato BK.

Figura 9 - EM33 Figura 10 - EM62/71/81


Elaborado Visto Aprovado Disco/Diretório
DECA – Marcelo CONTEÚDO
Verificado Visto DIGQ Arquivo
DECA – Márcio Alexandre Sartori CETEC650.doc
TREINAMENTO TÉCNICO Nº CETEC
650
Página: 12
de 13
Data da Emissão: Índice:
AJUSTE DO FREIO DA MÁQUINA
12/01/2000 1

OBS.1: Para a solução deste problema a fábrica está fornecendo os novos suportes para os
elevadores já instalados. Os suportes devem ser solicitados pelos seguintes códigos, de
acordo com o tipo de máquina de tração:

-O suporte da maquina EM-33 sofreu uma dobra. Conforme desenho.

Código: 3Z.0093.MK.1
Código Servicenter: 09701.5

- O suporte das máquinas EM-62, EM-71 e EM-81 foi acrescido em 05 mm na altura.

MAQ. EM-62
Código: 3Z.0093.HW.1
Código Servicenter: 09700.0

MAQ. EM-71 e EM-81


Código: 3Z.0930.HW.2

OBS.2:Quando substituído o suporte, o mesmo deve ser instalado conforme as figuras 11 e


12:
- MÁQUINA EM-33 ** CORRETO **

Figura 11
Elaborado Visto Aprovado Disco/Diretório
DECA – Marcelo CONTEÚDO
Verificado Visto DIGQ Arquivo
DECA – Márcio Alexandre Sartori CETEC650.doc
TREINAMENTO TÉCNICO Nº CETEC
650
Página: 13
de 13
Data da Emissão: Índice:
AJUSTE DO FREIO DA MÁQUINA
12/01/2000 1

-MÁQUINA EM-62, EM-71 e EM-81 ** CORRETO **

Figura 12
OBS.3: A cabina poderá retornar no sentido de maior carga quando da partida do elevador.
Para evitar este problema, ajustar o contato BK sincronizando a abertura do freio com o
acionamento do contato.

Elaborado Visto Aprovado Disco/Diretório


DECA – Marcelo CONTEÚDO
Verificado Visto DIGQ Arquivo
DECA – Márcio Alexandre Sartori CETEC650.doc