Você está na página 1de 7

Conjuntos Numéricos: Números Naturais e Inteiros

1. Números Naturais (ℕ):

O conjunto dos números naturais é representado por ℕ.

ℕ = {0, 1, 2, 3...}
*
Quando o símbolo é ℕ significa é o conjunto dos números naturais não nulos. Ou seja, é o
conjunto dos números naturais > que 0.

2. Números Inteiros (ℤ):

O conjunto dos números inteiros é representado por ℤ.

ℤ = {... - 3, - 2, - 1, 0, 1, 2, 3, ...}

O conjunto dos números inteiros nasceu da necessidade de se quantizar o número negativo. A


soma dos números naturais 2 - 4 = - 2. Tanto o número 2, quanto o 4 são naturais, mas na
subtração o resultado é um número não natural, um número inteiro.

Obs.:
Aqui observamos que os números que
ℤ = {... - 3, - 2, - 1, 0, 1, 2, 3, ...} estão a partir do 0 são os números
naturais, então ℕ ⊂ ℤ.
ℕ ℕ está contido em ℤ

O conjunto dos números inteiros possui alguns subconjuntos:

a) Inteiros não nulos: b) inteiros positivos:


*
ℤ = { - 3, -2, -1, 1, 2, 3, ...} ℤ+ = ℕ
c) Inteiros positivos: d) inteiros não positivos:
ℤ*+ = ℕ* ℤ - = {...., -3, -2, -1, 0}
e) Inteiros negativos:
ℤ*- = {..., -3, -2, -1}
3. Números Inteiros (ℚ):

É o conjunto dos quocientes entre dois números inteiros:

𝑎 3 −4
ℚ={ | a ϵ ℤ e b ϵ ℤ* } Ex.: , , 4, 6, -2, ....
𝑏 5 6

Os naturais e inteiros são subconjuntos dos números Racionais.

ℕ⊂ℤ⊂ℚ ℚ

Representação decimal das frações:

O resultado de uma fração será um número decimal, que será ou exato ou periódico.

a) Decimal exato:

2 35
= 0,4 = 8,75
5 4

b) Decimal periódico (dízima periódica):

1 7
= 0,333.... = 0,777...
3 9
Como saber se uma determinada fração - irredutível - equivale a um decimal exato ou uma
dízima periódica?

1. Decompor o denominador:

Decimal exato - quando surgirem fatores 2 ou 5.

Dízima periódica - quando surge algum fator diferente de 2 ou 5.

7
Ex: Decomposição: > 50 2
50
25 5 2e5
Periódica 5 5
1
4. Números Irracionais (ℚ):

Assim como existem os números decimais que podem ser escritos como frações - com
numerador e denominador inteiros - que são os números racionais, há números que não
admitem tal representação. São os números decimais não exatos, que possuem
representação infinita e não periódica.

Ex. 2 = 1,4142135...
3 = 1,7320508...

O número PI, surge da divisão da circunferência pelo seu diâmetro, que resulta em:

𝜋= 3,14153265...

5. Números Reais (ℝ):

É o conjunto que surge da união do conjunto dos números racionais com o conjunto dos
números irracionais.


ℤ 𝕀

A união entre esses dois conjuntos resulta no conjunto dos números Reais
Intervalos Reais, Operações e Propriedades

Intervalos

1. Os intervalos são subconjuntos de ℝ determinados por desigualdades.

a) Intervalo Aberto: b) Intervalo Fechado:

] 3, 8 [ = { x ϵ ℝ | 3 < x < 8 } [ 3, 8 ] = { x ϵ ℝ | 3 ≤ x ≤ 8 }

3 8 3 8

c) Intervalo fechado à esquerda e aberto à direita:

[ 3, 8 [ = { x ϵ ℝ | 3 ≤ x < 8 }
3 8

d) Intervalo fechado à direita e aberto à esquerda: e) Intervalos infinitos

] 3, 8 ] = { x ϵ ℝ | 3 < x ≤ 8 } ] - ∞, 5 ] = { x ϵ ℝ | x ≤ 5 }

3 8 5

f) Intervalos infinitos:

] - ∞, 5 [ = { x ϵ ℝ | x < 5 }

5
Operação com Intervalo

É possível fazer operações com intervalos. Algumas dessas operações aparecem muito na
resolução de inequações.

A = { x ϵ ℝ | -1 ≤ x < 4 } = [ -1, 4 [
-1 4
A=
B = { x ϵ ℝ | x > 2 } = ] 2, + ∞ [
2
B=
C = ] - ∞, 3 ] = { x ϵ ℝ | x ≤ 3 }
C= 3

2 4
A⋂B= ]2, 4[

A ∪B= [-1, +∞[

A⋂C= [-2, 3]

A∪C= ]- ∞, 4[

A ⋂ B ⋂ C= ]2, 3]

A−C= [4]
Igualdade de Conjuntos

Dados dois conjuntos eles serão iguais quando os dois possuírem os mesmos elementos: os
elementos de A, pertencerão ao conjunto B e vice versa.

Ex:
Listamos todos os divisores de 4.
A = {1, 2, 4}
B = { 1, 2, 4}
B = { x | x é divisor positivo de 4}

A=B