Você está na página 1de 42

Resíduos Sólidos

1
Meio Ambiente e Urbanização
 Quais os problemas ambientais e sociais gerados nos grandes
centros urbanos?
 Destruição dos recursos naturais;
 Formas de ocupação do solo informais e irregulares;
 Impermeabilização do solo e susceptibilidade a enchentes;
 Problemas estruturais: saneamento básico, estruturas, serviços
públicos essenciais
 Destinação final de resíduos sólidos;
 Poluição do ar, sonora e hídrica;
 Abandono de áreas verdes e de lazer;
 Perda da identidade cultural.

2
Geração de Resíduos

Lixo:
- Qualquer material sólido que sobra das
atividades humanas, que não mais seja
necessário
Resíduos Sólidos:
- É todos aqueles resíduos nos estado sólido e
semissólido que resultam da atividade da
comunidade de origem antrópica.”

3
Resíduos ou lixo?

Qual a diferença entre resíduos sólidos e lixo?


- Nenhuma

4
Geração de Resíduos

- O Brasil produz 240 mil toneladas de lixo por dia.

- O volume de lixo gerado diariamente no país chega a 1,2 kg


por habitante.

5
Geração de Resíduos

Quanto à origem:
- Domiciliar
- Entulho
- Comercial
- Industrial
- Hospitalar
- Agrícola
- Portos, aeroportos, terminais rodoviários

6
Quanto a natureza

• Orgânico:
Restos de alimentos; cascas de frutas e de ovos;
folhagens, plantas mortas; papéis/papelões.

• Inorgânico:
Vidros; plásticos; metais.

7
Classes de resíduos
ABNT NBR 10004
 a) classe I - Perigosos;
 Inflamabilidade, Corrosividade, Reatividade, Toxidade, Patogenidade.

 b) classe II – Não perigosos;


– resíduos classe II A – Não inertes.

Lixo doméstico.

– resíduos classe II B – Inertes.

entulhos de demolição, pedras.


8
Coleta de Resíduos

9
Resíduos

 Resolução CONAMA No 275 DE 25 DE Abril 2001

10
Resíduos

11
Geração de Resíduos

12
Destinação de Resíduos

Qual a diferença entre lixão, aterro controlado


e aterro sanitário?
- Lixão: disposição final de resíduos sólidos sem
nenhuma preparação anterior do solo;

- Aterro controlado: é uma fase intermediária entre o


lixão e o aterro sanitário(lixão remediado);

- Aterro Sanitário: disposição adequada dos resíduos


sólidos urbanos, ambiente preparado.
13
Destinação de Resíduos

Fonte: lixo.com.br
14
Destinação de Resíduos

Fonte: lixo.com.br
15
Destinação de Resíduos

Fonte: lixo.com.br
16
Destinação de Resíduos

Fonte: ABRELPE
17
Aterro Sanitário

Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei12.305/10).

Fonte: www.g1.com.br
18
Reciclar ou reutilizar? Tem diferença?

 Reciclar: a ideia central é transformá-lo em algo


novo, inserir o material em um novo ciclo de
produção.
 Ex: Pet: Lã de Pet, Camisetas........

 Reutilizar: dispensa o reprocessamento, outra


função para o mesmo material.
 Ex: Papel usado para rascunho

19
Resíduos Sólidos

Reaproveitamento de Resíduos Sólidos

Apenas 3% do lixo produzido no País é reciclado (Fonte: Ecodebate.com.br)


20
Resíduos Sólidos

Fonte: senado.gov.br/noticias 21
Reciclagem de Resíduos Sólidos

22
Reaproveitamento de Resíduos Sólidos

23
Reaproveitamento de Resíduos Sólidos

24
Reciclagem de Resíduos Sólidos

Requisitos:
 Disponibilidade de uma tecnologia de reciclagem fácil;

 Alta concentração da substância a ser recuperada dos


materiais recicláveis;

 Consumo energético compatível;

 Baixa emissão e geração de resíduos no processo de


reciclagem;

 Aplicabilidade do produto secundário obtido (mercado);

25
Reciclagem de Resíduos Sólidos

Requisitos:

 Valor econômico considerável da substância recuperada

 Viabilidade econômica da reciclagem em comparação com


a obtenção da matéria-prima, considerando também o custo
da deposição do produto;

26
Aterro

 Aspectos importantes para construção de aterros:

 Escolha da área
 Levantamento geológico;
 Topográfico;
 Pedológico;
 Águas superficiais;
 Águas subterrâneas;
 Distâncias:
 Centro atendido;
 Moradias.

27
Aterro Sanitário

 Licença Prévia (LP);

Projeto
EIA-RIMA - Memorial descritivo
- Memorial técnico
 Licença de Instalação (LI); - Cronograma de execução
- Desenhos e plantas
 Licença de Operação (LO). - Anexos ao projeto executivo

28
Aterro

Base e impermeabilização

 Durabilidade;

 Resistência mecânica;

 Resistência às intempéries;

 Compatibilidade físico-
química-biológica com os
resíduos a serem aterrrados
e seus percolados.

29
Aterro
 Tipos de Materiais utilizados

 Argila;

 Geomembrana;

 Geocomposto Bentonítico;

30
Aterro

Estruturas: Drenos e dutos para queima de gases


31
Aterro
 Estruturação final dos aterros

32
Sistema de separação e reciclagem
Ao chegar no aterro:

33
Triagem

 Material reciclável:
 Latas de alumínio
 Garrafas PET
 Papelão
 Outros

34
Compostagem

O que é compostagem?
 É um processo biológico de
decomposição da matéria orgânica,
contido em restos de origem animal
ou vegetal.

 Este processo tem como resultado


final um produto que pode ser
aplicado ao solo para melhorar suas
características.

35
Compostagem

36
Aterro
 Deposição dos Resíduos

37
Aterro

Cobertura
Final

N camadas

Cobertura
Intermediária

Cobertura
Intermediária

38
Análise Gravimétrica

Depositado no aterro 42,26%


MO (26,25%), Outros RSUs (2,64%), Rejeitos (13,37%).
39
Aterro Sanitário

40
Resumo da aula

 Resíduos sólidos
 Problema ambiental, social e de infraestrutura

 Solução
 Educação ambiental
 Conscientização ou sensibilização?
 Redução no consumo
 Investimento em reciclagem
 É necessário mais incentivos para a reciclagem de
materiais (mercado promissor)

E a Engenharia Civil?

41
Questões
 1. Quais são os problemas estruturais gerados no processo de
urbanização das grandes cidades?

 2. Em relação ao meio ambiente, em que situações o


engenheiro civil pode intervir, trazendo para seus projetos
aspectos de sustentabilidade?

 3. Enquanto sociedade civil, o que podemos fazer para


melhorar a qualidade de vida nas grandes cidades?

42