Você está na página 1de 4

a: CCJ0072 - MERCADO DE CAPITAIS

1a Questão

Quantas bolsas temos em pleno funcionamento atualmente no Brasil?

Duas, a Bolsa de Valores do Estado de São Paulo (BOVESPA) e a Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F)
Uma somente, em Porto Alegre
Somente uma, a Bolsa de Mercadorias e Futuros
Somente uma, a Bolsa de Valores do Estado de São Paulo (BOVESPA)
Três duas em São Paulo e uma no Rio de Janeiro

Explicação:

Conforme trabalhado no material didático do Curso, as bolsas de valores regionais e a Bolsa de Valores do Rio de Janeiro foram integradas à
Bolsa de Valores de São Paulo (BOVESPA), após os anos 1980. Esta última, por sua vez, se associou à Bolsa de Mercantil e Futuros (BM&F).
Portanto, essas são hoje as duas bolsas em operação nestes mercados no Brasil. A opção correta para a pergunta é:

Duas, a Bolsa de Valores do Estado de São Paulo (BOVESPA) e a Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F).

Gabarito
Coment.

2a Questão

O que podemos extrair do estudo dos objetivos das normas regulamentadoras do Mercado de Capitais?

Não existem regras de controle às práticas abusivas cometidas pelos administradores e controladores das Companhias emissoras de
valores mobiliários.
Nenhum Administrador ou Controlador de uma Companhia poderá agir no seu próprio interesse e sim no interesse da Companhia,
acionistas e nos que nela trabalham, sempre visando o interesse econômico e o lucro.
Que todos os investidores tem sempre que lucrar.
As regras positivadas quanto às práticas abusivas dos controladores das Sociedades Anônimas emissoras de valores mobiliários, não
têm eficácia no que se refere às medidas punitivas de suas ações.
Nenhum Administrador ou Controlador de uma Companhia poderá agir no seu próprio interesse e sim no interesse da Companhia,
acionistas e nos que nela trabalham.

Explicação:

O estudo dos objetivos das normas regulamentadoras do mercado de capitais nos conduz como alternativa correta a resposta:

Nenhum Administrador ou Controlador de uma Companhia poderá agir no seu próprio interesse e sim no interesse da Companhia, acionistas e
nos que nela trabalham.

A correção está no fato de que o melhor desempenho da companhia e, com isso de quem nela trabalha e/ou investe como acionista, é o
objetivo do Administrador ou de seu Controlador, e não a busca de interesses próprios. A propósito, quem investiria numa empresa em que
não há compromissos com a ética e a transparência nos processos de decisão e de gestão corporativos?

Quanto às demais alternativas:

Existem regras de controle a eventuais abusos em ações e práticas cometidas pelos administradores e controladores de companhias emissoras
de valores mobiliários.

Visar ao lucro e a interesses econômicos é algo fundamental, mas nem SEMPRE se pode buscá-los sem que haja limites, decorrentes do
respeito a conceitos e valores éticos.

A legislação e a regulação governamental no mercado de capitais (pela Comissão de Valores Mobiliários) preveem sanções a eventuais abusos
cometidos por controladores de Sociedades Anônimas. Isso é fundamental para a credibilidade do próprio mercado de capitais.

Os investidores, obviamente, visam à obtenção de lucro, mas há limites éticos à atuação no mercado e na sociedade.

Gabarito
Coment.
3a Questão

Qual a Instituição criada em 1945 que realizava as funções do Banco Central e do Conselho Monetário Nacional antes do advento da Lei de
Reforma Bancária e da Lei de Mercado de Capitais?

Superintendência da Moeda e do Crédito (SUMOC).


Corretora de Fundos.
Banco do Brasil
Bancos de Investimento
Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Explicação:

De acordo com o que pede o comando da questão, objetivamente, a resposta é a SUMOC, Superintendência da Moeda e do Crédito, que
estava vinculada institucionalmente ao Banco do Brasil (este fundado em 1808). A SUMOC seria a base para a fundação do Banco Central, em
1964. A Comissão de Valores Mobiliários foi fundada apenas em 1976, no contexto da edição da Lei 6.385/76, voltada para a regulação do
mercado de capitais. As opções Corretora de Valores e Bancos de Investimentos não atendem ao enunciado.

4a Questão

Até a promulgação da Lei de Reforma Bancária, os empréstimos ao setor privado eram realizados exclusivamente por determinadas
Instituições, denominadas:

Bancos de Investimento.
Bancos Comerciais.
Sociedades de Crédito e Financiamento.
Corretoras de Valores
Bancos Múltiplos.

Explicação:

Esta questão tem como resposta possível apenas a alternativa que fala nos bancos comerciais, de acordo com o que se pode ler no
material didático do Curso.

Até a promulgação da Lei da Reforma Bancária, os empréstimos ao setor privado eram exclusivamente realizados pelos bancos
comerciais.

Os bancos de investimentos têm sua atuação relacionada a operações de underwriting ou subscrição de ações, assim como à
administração de fundos de investimentos em ações.

A cargo das sociedades de crédito, financiamento e investimento estão as atividades de financiamento de capital de giro às empresas e
de bens duráveis ao consumidor.

Os bancos múltiplos são instituições financeiras privadas ou públicas que realizam as operações ativas, passivas e acessórias das
diversas instituições financeiras, por intermédio das seguintes carteiras: comercial, de investimento e/ou de desenvolvimento, de crédito
imobiliário, de arrendamento mercantil e de crédito, financiamento e investimento.

Corretoras de Valores trabalham com valores e títulos mobiliários, intermediando a negociação de títulos e valores mobiliários entre
investidores e tomadores de recursos. Oferecem serviços como plataformas de investimento pela internet (home broker), consultoria
financeira, clubes de investimentos, financiamento para compra de ações e administração e custódia de títulos e valores mobiliários
dos clientes.

Gabarito
Coment.

5a Questão

De acordo com o estudo da evolução histórica do Mercado de Capitais, podemos afirmar que a sua função econômica essencial é a de:

Captação de recursos para as empresas através da emissão de debêntures


Devolver ao investidor os recursos com as devidas correções, em razão da natureza de títulos de crédito de todos os valores
mobiliários emitidos pelas companhias.
Permitir às Empresas, mediante a emissão de seus valores mobiliários, a captação de recursos para o financiamento de seus projetos.
Remunerar os investidores com os dividendos das ações
Remunerar os investidores em Títulos Públicos.

Explicação:

O desenvolvimento do mercado de capitais atende a diversos objetivos, sendo que sua função econômica essencial está relacionada
diretamente à captação de recursos para o seu funcionamento, por intermédio da emissão de valores e títulos mobiliários.

Esses títulos remuneram a seus investidores, como por exemplo por meio do pagamento de dividendos das ações. Mas, o pagamento dos
dividendos não é sua função econômica essencial.

A emissão de debêntures (e a consequente captação de recursos) faz parte das alternativas disponíveis para as companhias no mercado de
capitais, mas não é a sua função primordial ou essencial.

Vale lembrar que os títulos ou valores mobiliários têm natureza distinta daquela dos títulos de crédito.

Já os títulos públicos não fazem parte do mercado de capitais e sim do mercado da dívida pública.

6a Questão

A Lei de Reforma Bancária e a Lei do Mercado de Capitais regulamentam o funcionamento e a estrutura do:

Do Mercado de Câmbio
Dos bancos
Sistema Financeiro Nacional
BACEN
Das Sociedades Anônimas

Explicação:

Nos anos 1960, a evolução da economia brasileira criaria demandas por uma devida regulamentação dos mercados financeiros e de capitais.
Nesse contexto, foram editadas leis relativas ao funcionamento e à estrutura do Sistema Financeiro Nacional, quais sejam:
• Lei 4.595/64 - Lei de Reforma Bancária;
• Lei 4.728/65 - Lei do Mercado de Capitais.

Por isso, a única opção que atende ao enunciado da questão é: Sistema Financeiro Nacional.

Gabarito
Coment.

7a Questão

Quais são os principais objetivos regulamentadores do Mercado de Capitais, no que tange a Proteção aos Investidores?

Regular a conduta dos emissores de valores mobiliários e dos intermediadores financeiros, coibindo principalmente as práticas de
manipulação do mercado.
Regular as Sociedades Anônimas.
Primazia na criação e manutençãodas Instituições Financeiras cada vez mais sólidas e competitivas.
Primazia no funcionamento eficiente do Mercado de Capitais.
Regular e obrigar as Sociedades Anônimas a divulgar as cotações de valores mobiliários e informar as melhores formas de aplicação
de recursos por parte dos investidores.

Explicação:

O comando da questão pergunta quais seriam os principais objetivos regulamentadores do Mercado de Capitais quanto à proteção aos investidores. A única
alternativa que atende corretamente é a que diz:

Regular a conduta dos emissores de valores mobiliários e dos intermediadores financeiros, coibindo principalmente as práticas de manipulação do mercado.
As demais alternativas não atendem ao enunciado da questão.

A alternativa que trata da primazia na criação e manutenção das Instituições Financeiras cada vez mais sólidas e competitivas não está diretamente relacionada à
proteção aos investidores, embora seja importante para o mercado de capitais como um todo.

A alternativa que traz a primazia no funcionamento eficiente do Mercado de Capitais se refere a que o mercado funcione com eficiência na divulgação das
cotações de valores mobiliários, na diminuição de custos nas aplicações para os investidores e nas informações das melhores formas de aplicação de recursos
por parte dos investidores.

Não se pode obrigar as sociedades anônimas a divulgarem cotações de valores mobiliários.

A regulação do mercado de capitais vai além da regulação das sociedades anônimas.

8a Questão

Para termos segurança nas aplicações no Mercado de Capitais, observamos que o mesmo é pautado em quatro objetivos. Qual o objetivo, que
prima por fazer com que o mercado funcione com eficiência, quer seja na divulgação das cotações de valores mobiliários, na diminuição de
custos nas aplicações para os investidores e nas informações das melhores formas de aplicação de recursos por parte dos investidores?
Assinale a alternativa correta:

Eficiência
Proteção aos Investidores
Impedimento de situações que possam gerar conflito de interesses
Proteção às Companhias
Solidez

Explicação:

De acordo com o enúnciado da questão, a opção correta é a que diz "eficiência". Se o mercado é eficiente, seus agentes estão fazendo
certo as suas atividades. Sendo eficiente, o mercado poderá ser eficaz (istó é, estará fazendo as coisas certas) economica e socialmente.

Você também pode gostar