Você está na página 1de 28

GRAMÁTICA

Claiton Natal
Meio

Morfologia
Morfossintaxe
Finalidade

Pontuação
Regência
Crase
Concordância
Colocação pronominal
MORFOLOGIA

1 -ÁREA DOS NOMES

Substantivo (regente)

Adjetivo (regido)
Locução adjetiva (regido)
Artigo (regido)
Pronome adjetivo (regido)
Numeral adjetivo (regido)
2 – ÁREA DOS VERBOS

VERBO (regente)

Advérbio (regido)
Locução adverbial (regido)
3 – ÁREA DOS CONECTIVOS

Preposição (conectivo nominal)


Conjunção (conectivo oracional)
Analise os seguintes trechos

Encontramos aqui um mecanismo de "feedback" positivo. Quanto (1)mais


gente é presa, (2)mais insuportáveis se tornam as condições na cadeia.

As (3)mais recentes descobertas indicam que a prática regular de exercícios


ajuda a pensar com (4)mais clareza, melhora a memória e proporciona um
grande ganho.
Pode haver alguma coisa mais tola, me diga, que a maneira de viver desses
homens que deixam a prudência de lado? Vivem (1)ocupados para poder viver
(2)melhor: acumulam a vida, dissipando-a. Fazem seus projetos para longo
tempo, porém esse adiamento é prejudicial para vida, já que nos tira o dia a dia,
rouba o presente comprometendo o futuro.

O poeta, que esplendidamente censura tua cogitação infinita, não fala de


(3)melhor idade, mas melhor dia. Estendes, com a tua avidez, aquilo que parece
lento e seguro do tempo, mas que te foge de tal maneira em uma longa série
de anos e meses?
Na manhã de 13 de dezembro de 2009, um avião de pequeno porte decolou
(1)de Imperatriz, (2)no Maranhão, com destino a Timon, no mesmo estado

Cuidado!!!
"Quando eles voltam (1)sedentos / Querem arrancar (2)violentos / Carícias
plenas / Obscenas"
Análise
Muitos confundem com advérbio os adjetivos pospostos a verbos que denotam
ação. Isso acontece porque os adjetivos pospostos a verbos de ação possuem
relação incontestável com o verbo. No entanto, não podemos chamá-los de
advérbio, pois esta classe de palavra é invariável – e, como você pode notar, os
vocábulos em destaque estão flexionados no plural (concordam com o pronome
substantivo “eles”), por isso são adjetivos. Advirto: todas as palavras da área
dos nomes concordam com o substantivo, e o advérbio (área dos verbos) é
invariável. Isso ajudará você a diferenciá-los.
QUESTÕES DE PROVAS

Mesmo sem insistir em tal ou qual ação secundária das novas condições de vida
física e social e de contato com os indígenas (e posteriormente com os
africanos), é obvio que a língua popular brasileira tinha de diferençar-se
inelutavelmente da de Portugal, e, com o correr dos tempos, desenvolver um
coloquialismo ou sermo cotidianus seu.
1- (CESPE/SEDF/2017)
Os vocábulos “africanos” (linha 4) e “correr” (linha 6), originalmente
pertencentes à classe dos adjetivos e dos verbos, respectivamente, foram
empregados como substantivos no texto.
Se virasse a cara e apressasse o passo, não me sentiria em desconforto por fugir
de um inoportuno em desamparo. Folgadamente livre para decidir, como se
essa condição fosse o meu conteúdo suficiente para aquele dia.
2 – (CESPE/IPHAN/2018)
Na linha 2, a inserção de uma vírgula imediatamente após “Folgadamente”
manteria a correção gramatical e os sentidos do texto.
Meu querido neto Mizael,
Recebi a sua cartinha. Ver que você se tem adiantado muito me deu muito
prazer.
Fiquei muito contente quando sua mãe me disse que em princípio de maio
estarão cá, pois estou com muitas saudades de vocês todos. Vovó te manda
muitas lembranças.
A menina de Zulmira está muito engraçadinha. Já tem dentinhos.
Com muitas saudades te abraça sua Dindinha e Amiga, Bárbara
3 - (CESPE/2017)
Como modificadora das palavras “prazer” (linha 2) e “engraçadinha” (linha 7), a
palavra “muito” que as acompanha é, do ponto de vista morfossintático, um
advérbio.
Desde o século XIX, porém, apareceram três grupos amplos que, em conjunto,
podem ser chamados reduções ou braquigrafias: a) reduções tradicionais mais
ou menos fixas (V., por você, V. M., por Vossa Mercê, Sr., por Senhor), chamadas
abreviaturas; b) reduções feitas especialmente para uso em certa obra
especializada (abreviações); e c) reduções convencionadas internacionalmente,
ditas símbolos (nesse sentido pertinentes), como é o caso das usadas no
Sistema Metrológico Internacional ou na química etc. (e que se caracterizam por
terem uso de letra maiúscula com valor especial, mas sem ponto final redutor
nem indicação de flexões).
4 – (CESPE/TRE/Analista/2016)
Em “como é o caso das usadas no Sistema Metrológico Internacional ou na
química” (linhas 9 e 10), a palavra as, em “das”, classifica-se como artigo
definido e, na construção em que aparece, permite a elipse do substantivo
“reduções” (linha 7).
O universo da comunicação vem se ampliando com maior dinamismo, nos
últimos anos, para atender à demanda de seus usuários, nas mais diferentes
situações de interatividade. Nele estamos inseridos, exercitando nossa
linguagem oral e escrita, até mesmo na área digital. Por isso, necessitamos
sempre assimilar novos conhecimentos e expressá-los com objetividade e
competência.
5 - (CESPE/SEDF/2017)
A correção gramatical e o sentido do texto seriam preservados caso o trecho
“expressá-los com objetividade e competência” (linhas 7 e 8) fosse reescrito da
seguinte maneira: expressá-los objetiva e competentemente.
A responsabilidade de cada cidadão não deve estar limitada à sua família e ao
seu trabalho. É fundamental que ele estabeleça limites maiores assumindo
compromissos com toda a sociedade e participando ativamente da definição do
seu destino. Os mais de 900 mil profissionais das áreas de engenharia,
arquitetura e agronomia não se furtarão à tarefa de ajudar a transformar o
Brasil em um país social e economicamente desenvolvido.
6 - CESPE – TERRACAP / Advogado tributário
O termo “social” (linha 5) se caracteriza por ser um advérbio que se refere a
“desenvolvido” (linha 5).
7 - (FCC/CLDF/Técnico/2018)
− No dia seguinte entrou a dizer de mim nomes feios, e acabou alcunhando-me
Dom Casmurro (5o parágrafo)
− Contei a anedota aos amigos da cidade (5o parágrafo)
− Meu caro dom Casmurro, não cuide que o dispenso do teatro amanhã (5o
parágrafo)
Nos trechos transcritos, os termos destacados constituem, respectivamente,
(A) pronome, artigo e artigo.
(B) artigo, artigo e pronome.
(C) preposição, preposição e pronome.
(D) artigo, preposição e artigo.
(E) preposição, artigo e pronome.
8 - (IDECAN/2018)
No período “Juca, vai lá fora e vê se consegue algo pro jantar”, observa-se que
foram empregados:
A) Dois verbos no presente do subjuntivo.
B) Um verbo no infinitivo.
C) Dois substantivos próprios.
D) Dois advérbios de lugar
9 - FGV
“Sem o Estado forte, concluiu, o mercado não pode funcionar direito.”
No trecho acima, a palavra direito, originalmente um adjetivo, funciona como
advérbio.
Assinale a alternativa que ocorra caso semelhante.

a) Ele agiu silenciosamente.


b) Estamos bem acompanhados.
c) Pare de falar alto
d) Sempre recomendamos silêncio.
e) A colheita foi muito boa.
10 – (FGV TRE PA 2011)
Aliás, o melhor para a democracia seria separar os fundos partidários dos destinados
às campanhas eleitorais.
A respeito do período acima, analise as afirmativas a seguir:
I. Há três preposições.
II. Há quatro artigos.
III. Há um pronome demonstrativo.
Assinale
(A) se todas as afirmativas estiverem corretas.
(B) se apenas as afirmativas II e III estiverem corretas.
(C) se nenhuma afirmativa estiver correta.
(D) se apenas as afirmativas I e II estiverem corretas.
(E) se apenas as afirmativas I e III estiverem corretas.
* Finalidade da análise sintática.
A análise sintática serve para tornar “claras e racionalmente perceptíveis as
relações entre os membros da frase” (sua concordância, sua regência, sua
colocação); serve, mais, como elemento de verificação da boa construção de
uma frase: “a análise lhe revelará o ponto fraco, a estrutura mal urdida”;
permite, ainda, racionalizar a pontuação. (Cf. Gladstone Chaves de Melo, NMAS,
25, e Augusto Gotardelo, O Emprego da Vírgula, 3.)
MORFOSSINTAXE
MORFOLOGIA SINTAXE
Substantivo núcleo dos termos
Artigo adjunto adnominal
Adjetivo adjunto adnominal ou predicativo
Advérbio adjunto adverbial
Locução adverbial adjunto adverbial
Pronome substantivo núcleo dos termos
Pronome adjetivo adjunto adnominal
Numeral substantivo núcleo dos termos
Numeral adjetivo adjunto adnominal
Preposição não possui função sintática
Conjunção não possui função sintática
Verbo VTD/VTI/VTDI/VI/VL
Como recurso didático, iremos dividir a análise sintática em dois momentos:

1 – Termos relacionados a verbos:


- Objeto direto
- Objeto indireto
- Adjunto adverbial
- Agente da passiva
2 – Termos relacionados a nomes:
- Adjunto adnominal
- Complemento nominal
- Aposto
- Predicativo