Você está na página 1de 16

GEOGRAFIA DE LOANDA

Um Estado Nação ou país é uma instituição político-administrativa que exerce uma


autoridade e um controle sobre determinado território (Brasil, Espanha, Argentina etc..).
Um país é comandado por um presidente, Rei, Ditador, Primeiro Ministro, etc. Nós somos
brasileiros porque nascemos no território do Brasil, temos como regime de governo um
sistema de República Presidencialista e a autoridade máxima do nosso país é o
Presidente da República, eleito democraticamente através de voto popular.
Os Estados ou Unidades de Federação são as divisões territoriais dentro de um
mesmo país, para facilitar a administração. O estado é comandado por um Governador.
O Paraná é um dos 26 estados do Brasil e está localizado na região Sul do Brasil e sua
capital é Curitiba. Quem nasce no Paraná tem o gentílico de Paranaense.
Os Municípios ou cidades são uma divisão territorial dentro de um estado, para
regionalizar e facilitar ainda mais a administração. As cidades são comandadas por um
prefeito. O município de Loanda é um dos 399 municípios que fazem parte do Estado do
Paraná.

MAPA MUNDI LOCALIZAÇÃO DE


LOANDA

LOANDA

BRASIL

PARANÁ
AMÉRICA DO SUL

FONTE: WWW.DIADIAEDUCAÇÃO.PR.GOV.BR – ADAPTADO PELOS AUTORES

Aspecto Físicos do Município de Loanda


Localizacão Geográfica:

De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o município


de Loanda está situado na mesorregião do noroeste Paranaense e na microrregião do
Norte novíssimo de Paranavaí.
Loanda

FONTE: WWW.DIADIAEDUCAÇÃO.PR.GOV.BR – ADAPTADO PELOS AUTORES

LIMITES:

O municipio de Loanda tem suas fronteiras ou limites com as seguintes cidades:


AO NORTE: pelos municípios de São Pedro do Paraná , Marilena e Nova Londrina;
AO SUL : pelos municípios de Santa Isabel do Ivaí ,Santa Mônica e Planaltina do Paraná;
A LESTE: pelos municípios de Guairaça e Planaltina do Paraná;
A OESTE: pelos municípios de São Pedro do Paraná , Porto Rico e Santa Cruz de Monte
Castelo.

                                                                                                                                          FONTE:  PLUGIN
´S 

Vegetação
A floresta primitiva que existia na área do município de Loanda, foi inicialmente
derrubada para a formação da cidade, área urbana e rural a partir da década de 1950.

Fotos de uma área de Mata


original, a chamada Mata do
Zequinha, uma área preservada
de reserva legal particular, na
Fazenda Nova Esperança,
rodovia PR 153, entre Loanda e
Santa Isabel.

Fonte: Fotografada pelos autores.

CIDADE DE LOANDA ESTRADA EM


CONSTRUÇÃO
No lugar da mata primitiva surgem as primeiras construções de casas na área
urbana e as primeiras plantações na área rural.

Para dar início à ocupação da área de Loanda a densa e imponente massa verde
que existia no local, foi derrubada pelo homem com machado, serras, máquinas (trator
esteira), e uma grande parte sucumbiu diante do fogo – a única forma de ir abrindo
rapidamente as clareiras. Em poucas horas, a intensa massa verde desaparecia em meio
às vigorosas labaredas e cortinas de fumaça, desnudando o solo recoberto de troncos
que continuavam a arder por semanas. Era tanto fogo e fumaça que o dia parecia noite,
escondendo a luz do sol, ao passo que à noite o clarão dos incêndios simulava um eterno
amanhecer mesmo a muitos quilômetros de distância .
O Surgimento do Município de Loanda
O fator histórico que contribuiu para o surgimento do município de Loanda, foi a
expansão da cafeicultura para o oeste paulista e depois para o norte do Paraná, e
consequentemente ao noroeste do nosso estado, pois na época o café era o principal
produto agrícola de exportação do Brasil. A cidade de Loanda surgiu através da Empresa
colonizadora Norte do Paraná em 1952, que adquiriu as terras, fez um loteamento urbano
e rural e vendeu os lotes de terra.
Foram atraídos para nossa cidade em busca de melhores condições de vida um
grande número de paulistas, mineiros, nordestinos, gaúchos e catarinenses. Muitos dos
quais descendentes de Italianos, Espanhóis, Portugueses, Alemães, Árabes e Japoneses
que pincelaram traços de suas culturas na história de Loanda.
Para atrair habitantes para a compra de lotes de terras em nossa cidade a
Empresa Colonizadora Norte do Paraná espalhou cartazes de publicidade em algumas
cidades e notas em jornais incentivando a vinda e aquisição de terras no município de
Loanda.

A cafeicultura é uma lavoura que precisa de um grande número de mão de obra,


para a capinagem, colheita etc. Muitas famílias moravam em colônias nas grandes
propriedades, e os pequenos proprietários também moravam em seus sítios e chácaras.
Até 1970 a maior parte da população vivia no campo. A partir desta década,
começa a ocorrer uma inversão na população do município, que já na década de 1980
passa a ter a maior parte da população morando na cidade.
O principal fator para essa migração rural-urbana foi a gradativa substituição da
cafeicultura por pastagens, pois a criação de gado precisa de pouca mão de obra.

Urbanização de Loanda

Desde a sua formação, Loanda foi uma cidade planejada, uma cidade fundada
para abastecer as necessidades dos moradores do campo que eram a maioria e dos
povoados da região circunvizinha.
A partir da década de 1970, o solo empobrecido, diminuiu a produção dos cafezais,
somado ao baixo preço da saca do café e a fortes geadas, como a famosa geada negra
de Julho de 1975, que foi devastadora para a agricultura no estado do Paraná e
principalmente no Norte do Paraná, atingindo também o município de Loanda,
provocando grande recessão econômica no norte do estado, o que tornou praticamente
inviável a cafeicultura em nossa região.
FOTO GEADA
NEGRA DE 1975-
FONTE :
robertobondarik.blog
spot.com/2008/07/ge
ada-ne...

Os cafezais que exigiam grande quantidade de trabalhadores foram sendo


arrancados para o plantio de pastagem, o boi foi entrando. O homem foi saindo. Uma
história rápida, curta e triste. Com a mesma rapidez com que os homens, mulheres e
crianças chegaram aos sítios e fazendas, foram saindo. Sem emprego na zona rural, as
famílias foram migrando do campo para a cidade, nem todas as famílias conseguiram
emprego na cidade (comércio, pequenas empresas, etc.) e foram embora para outras
regiões (São Paulo, atraídos pelas ofertas de emprego na indústria. Muitos também
foram para Rondônia, Mato Grosso e Amazonas, as novas fronteiras agrícolas do país na
época). A partir da década de 1980 a maior parte da população de Loanda mora na
cidade e começa a ocorrer um lento processo de industrialização que segue ate os dias
atuais.
HISTÓRIA DE LOANDA

Até 1950 o espaço geográfico, onde se situa o município de Loanda, constituía-se


de sertão inexplorado. Registros históricos citam a chegada, em 1950, dos primeiros
habitantes do município. Eram os Srs: João Tavares Souza, Moyses de Souza, Duarte
Celestino de Oliveira, João Macena de Oliveira, Francisco Rocha e Antônio Locheti.
Na época, as empresas colonizadoras determinavam uma etapa de pioneirismo na
fundação de povoados, posteriormente, transformados em municípios. A Empresa
Colonizadora Norte do Paraná (composta pelos sócios Lino Spinardi, Irio Spinardi, Ásio
Montecuco e Sebastião Delfino Machado) adquiriu dos Srs. Santiago Martin Corral e
David Bancow, 200 alqueires que foram subdivididos em lotes urbanos e rurais.

O traçado da cidade e a construção das primeiras casas só foram possíveis depois que a
densa mata foi cortada e queimada.
No mesmo ano surgiram as primeiras serrarias e a primeira indústria cerâmica. O
principal fator econômico – agrícola, que resultou na fundação e no progresso de Loanda
foi a expansão da cafeicultura para o noroeste Paranaense.

Loanda nasceu com previsão de alastramento, ou seja, foi cidade planejada para crescer
e desenvolver.

Histórico
Em 15 de agosto de 1953, pela Lei Estadual nº 47, o núcleo urbano foi elevado à
categoria de Distrito Administrativo. Em 26 de novembro de 1954, Loanda desmembrou-
se de Paranavaí, pela Lei Estadual nº 253.
A instalação oficial deu-se a 27 de novembro de 1955 e em 8 de maio de 1956 o
município é elevado à categoria de Comarca.

CURIOSIDADES HISTÓRICAS DE LOANDA

Como Loanda recebeu este nome?

Para denominar a nova cidade que surgia, os diretores da Empresa Colonizadora


promoveram um concurso na Rádio Clube de Dracena – cidade em que a empresa tinha
sua sede. A Empresa oferecia ao vencedor do concurso um lote urbano na nova cidade.
Foram muitas as sugestões oferecidas. Como a escolha se tornara difícil, foi submetido à
votação os nomes com maior número de preferências entre os radiounvintes. A comissão
optou pelo nome de LOANDA. O vencedor foi o Sr. Lino Spinard, que se inspirou em
Luanda Capital de Angola, na África.
LOANDA COMEÇOU PELA VILA VITÓRIA

A área urbana do município de Loanda iniciou-se na vila Vitória, com a construção


de casas e comércios e também onde se localizavam os primeiros hotéis para hospedar
os visitantes, geralmente pessoas interessadas na compra de terrenos urbanos ou sítios
na área rural.

O centro da cidade era para ser a 700m abaixo do atual, isto é a quadra em frente
a Igreja matriz Nossa Senhora Aparecida. Há quem diz que o centro foi feito na Praça da
República porque era o ponto mais alto da cidade. Outros dizem que é porque foi um dos
primeiros lugares a ser desmatado. Mas a opinião mais aceita é que a cidade era dividida
em duas fazendas, ou seja, a cidade possuía duas escrituras. Para não haver desavenças
entre os donos da fazenda, a administração da época decidiu fazer o centro na divisa
entre as duas fazendas. A avenida que dividia as fazendas é a Avenida Paraná.

Qual era o lazer dos primeiros habitantes de Loanda?

O lazer dos primeiros habitantes de Loanda, lembrando que no inicio a maior parte
da população de Loanda morava na zona rural, eram festas ou bailes nas colônias, ou
então era vir para a cidade para ir a Igreja assistir a missa e depois dar uma volta na
cidade, conversar com os amigos, paquerar, namorar. A população se concentrava na
Praça da República, ficavam dando voltas na praça, a medida que iam caminhando iam
observando para ver se encontravam algum amigo ou um pretendente a namoro.
Após a construção do Cinema, este passou a ser o principal ponto de encontro do
nosso município e, sem dúvidas, cumpriu sua missão de oportunizar lazer e diversão à
população, oferecendo filmes, reuniões, promoções artísticas, shows e etc. Muitos dos
antigos moradores ainda têm lembrança do conforto das poltronas almofadadas, e muitos
são os casais que ali namoravam no “escurinho do Cinema” enquanto o filme desenrolava
na tela.
Durante muitos anos o cinema manteve desativado e em péssimas condições de
conservação, até que na gestão do ex-prefeito Mario Matarézio, a prefeitura adquiriu o
prédio com o intuito de restaurar, vieram para Loanda engenheiros do governo estadual
da época para analisar o que poderia ser feito, e foi em nosso município que começou a
amadurecer a ideia de restaurar antigos cinemas e prepará-los para receber os mais
variados eventos, surgiu então uma parceria Prefeituras/Governo Estadual, num
programa do governo estadual chamado Circuito Velho Cinema Novo que restaurou
antigos cinemas em várias cidades do estado, em Loanda, o Município entrou com o
prédio e o governo Estadual entrou com a verba para reforma e melhorias no mesmo,
que passou a chamar-se Cine Teatro Guanabara, inaugurado em 27 de Dezembro de
2002 na gestão do ex-prefeito Dr. Flávio Aramis Accorsi. Hoje é um local de referência no
extremo noroeste, onde se realizam encontros, palestras, apresentações, formaturas,
filmes, peças teatrais, concursos de dança, balé, etc.

O Parque de Exposição Governador Paulo Pimentel

O Parque de Exposição “Governador Paulo Pimentel” é fruto do trabalho de vários


ex-prefeitos como o Dr. Francisco do Assiz Pinheiro, Ugo Roberto Accorsi e Onézimo
Ferraz, da cooperação de Pecuaristas tais como Dr. José Mário Junqueira, Walter gomes
de Oliveira e do incentivo de Atlhos Marcos Accorsi. O Parque de Exposição foi iniciado
em 1967 tendo como concorrentes apenas Curitiba e Londrina, expositores das mais
distantes regiões prestigiam o evento, apresentando animais premiados em outros
eventos. Rodeios, shows artísticos, queima de fogos, concurso da rainha do rodeio,
atraíam diariamente e durante uma semana, visitantes locais e da circuvizinhança.
Desativado durante algum tempo o Parque voltou a funcionar em 2005 na Gestão do
prefeito Álvaro de Freitas Neto (Arapongas) que resgatou a grandiosidade do evento,
transformando-o em uma das maiores festividades do extremo noroeste.

BRASÃO DE LOANDA

O Brasão de Armas de Loanda foi oficializado pela Lei Municipal nº 27 de 24 de


novembro de 1965. É um escudo português em faixa e partido. Na primeira faixa
horizontal, quatro estrelas em prata e uma em ouro, colocadas em campo verde.
Representam as quatro famílias pioneiras do município: João Tavares de Souza,
Francisco Rocha, João Macena de Oliveira e Duarte Celestino de Oliveira. A estrela maior,
em ouro, representa a Empresa Colonizadora, a quem muito se deve pela intrepidez. Na
segunda faixa, partida (vertical) uma cabeça de boi em ouro, colocada em campo azul,
representando a pecuária, uma das principais riquezas do município. Na terceira faixa
(vertical) um machado em prata, colocado em campo vermelho, reverenciando a bravura
dos pioneiros que tombaram bravamente as florestas, onde se ergue hoje,
imponentemente, a progressista cidade de Loanda. O machado simboliza o primeiro
instrumento utilizado pelos pioneiros. Em cima do escudo, uma coroa mural em prata,
dentada com cinco torres, representando a cidade. Na base um listel goles (vermelho)
com os seguintes dizeres em prata: 1953 (data da fundação da cidade de Loanda) e do
lado esquerdo 1955 (data da emancipação política). Como suporte à destra e a sinistra,
respectivamente, uma haste de café e uma de algodão em suas devidas cores –
juntamente com a pecuária – que representam as principais fontes de riqueza do
município. Metais e esmalte com o significado: Ouro (força), Prata (candura), Vermelho
(intrepidez), Azul (serenidade), Verde (esperança), Negro (sabedoria).
HINO DE LOANDA

Terra boa, Loanda querida


Berço augusto de sonho e de amor
Nasce em ti a esperança que agita
No sorriso de fé e de amor
O teu céu, o teu sol, tua gente,
Tudo é glória perene imortal
Que ilumina no porvir explendente
Filho altivo de nosso ideal.
Em ti deixamos nossa esperança
Sempre inspirada no teu amor
E só por ti, querida Loanda,
Nos corações haverá louvor.
Em ti deixamos nossa esperança
Sempre inspirada no teu amor
E só por ti, querida Loanda
Nos corações haverá louvor.
Pioneira feliz do progresso
Sintetizas a paz e o labor
E teu solo bendito é acesso
As riquezas que são teu fulgor
O teu nome, Loanda querida
Será sempre divina canção
A inspirar nossos passos
A vida para a tua formosa ascensão

Oficializado pela Lei Municipal nº 27 de 24 de novembro de 1965.


Música de Aniceto Matti e Letra de Ary de Lima.

BANDEIRA DE LOANDA

As cores da Bandeira de Loanda derivam das cores do Brasão de Armas, Amarelo


(força), Vermelho (intrepidez), Azul (serenidade), Verde (esperança).
CONCLUSÃO

Este trabalho de pesquisa se baseou em fontes escritas e orais, todas as fontes


foram verificadas. Este projeto apresenta características Geográficas e Históricas do
Município de Loanda e foi realizado por alunos de 5ª e 6ª séries do Colégio Estadual
Presidente Afonso Camargo, sob orientação do professor Ademilson Francisco dos
Santos. Não se trata de uma obra acabada, eventuais erros podem ser comunicado na
escola acima citada para a devida correção.

Referências Bibliográficas

REVISTA, Empresa Paraná comercial. Loanda 10 anos, nº 2 – Dezembro de 1965.

MUNICÍPIO DE LOANDA, Dados históricos e Estatísticos. Ano 1982.

REVISTA, Loanda. A nova Capital do Zebu, Edição comemorativa do 30º Aniversário de


Loanda. Ano 1985.

LOANDA, Histórico Municipal, Diretoria de Cultura, Ano 1993.

REVISTA, Loanda. Edição comemorativa do 40º Aniversário da Instalação da Comarca de


Loanda. Ano 1997.

LOANDA, Prefeitura Municipal. O Município de Loanda. Secretaria de Educação, Cultura


e Esportes. Ano de 1998.

PREFEITURA MUNICIPAL DE LOANDA. Loanda, PR, 2009. Disponível em


www.Loanda.com.br

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Censo demográfico 2000.


Brasília, DF, 2009. Disponível em www.ibge.gov.br.

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO. Site: Diaadiaeducação. Curitiba. PR, 2009.


Disponível em www.diadiaeducacao.pr.gov.br.

WIKIPÉDIA, A Enciclopédia Livre. Disponível em: www.wikipédia.org.

Você também pode gostar