Você está na página 1de 40

Relatório Nacional

2014
Ministério da Educação
Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais
Anísio Teixeira
Diretor de Estatísticas Educacionais
Carlos Eduardo Moreno Sampaio

Coordenação Técnica
Ana Carolina Cirotto
Daniel Capistrano

Equipe Técnica
Camila Neves Souto
Carla D’Lourdes do Nascimento
Carlos Augusto dos Santos Almeida
Juliana Marques da Silva
Margarete da Silva Souza

Consultores
Flávio de Oliveira Gonçalves
Paula Baptista Jorge Louzano
SUMÁRIO

APRESENTAÇÃO ............................................ 2
INTRODUÇÃO.................................................. 4
Questionário ....................................................... 4
Amostra .............................................................. 5
Pré-teste .............................................................. 6
Pesquisa principal ............................................... 6
1 Perfil ............................................................. 10
Diretores ........................................................ 10
Professores ..................................................... 11
2 Liderança e clima escolar ........................... 14
Liderança escolar ........................................... 14
Liderança instrucional ................................... 14
Liderança administrativa ............................... 15
Gestão participativa ....................................... 15
Clima escolar .................................................... 16
Violência e delinquência................................ 16
Respeito mútuo .............................................. 17
Disciplina em sala .......................................... 18
3 Formação e avaliação .................................. 19
Formação inicial ............................................ 19
Indução .......................................................... 20
Desenvolvimento profissional ....................... 21
Avaliação ....................................................... 24
4 práticas e profissão ...................................... 26
Práticas pedagógicas ...................................... 26
Autoeficácia ................................................... 28
Profissão ........................................................ 29
Pesquisa TALIS | Relatório Nacional

principais resultados para a amostra de


professores e diretores brasileiros.

APRESENTAÇÃO A introdução deste relatório


contém informações sobre a preparação
e aplicação da pesquisa no Brasil,
incluindo o processo de construção do
questionário e da amostra, descrição do
trabalho de campo e a composição do

A Pesquisa Internacional sobre banco de dados.


Em seguida, são apresentados os
Ensino e Aprendizagem (TALIS –
principais resultados da pesquisa
Teaching and Learning International
organizados pelos seus temas centrais.
Survey) investigou o ambiente de ensino
Na primeira parte, são
e aprendizagem em escolas de educação
apresentadas as características básicas
básica de 34 países durante os anos de
de docentes e gestores escolares no
2012 e 2013.
Brasil.

A segunda parte trata


A TALIS foi coordenada em âmbito
de
internacional pela Organização para
gestão e clima escolar, ou seja, de
Cooperação e Desenvolvimento
aspectos que definem a organização do
Econômico (OCDE). No Brasil, a ambiente de ensino e aprendizagem e
pesquisa foi organizada pelo Instituto como se dá a liderança desses processos

Nacional de Estudos e Pesquisas no âmbito da escola. Também analisa


fatores como violência e indisciplina que
Educacionais Anísio Teixeira (Inep).
compõem o clima escolar.
O relatório internacional (OECD,
2014a), elaborado pela OCDE, trata dos A terceira parte do relatório
resultados da pesquisa considerando discute a formação inicial, o
todos os países participantes e pode ser desenvolvimento profissional e os
acessado no site da referida processos de avaliação do trabalho dos
organização1. professores brasileiros.
O presente relatório, por sua vez,
Por fim, a quarta parte deste
descreve de maneira mais detalhada o
documento explora alguns resultados
processo de aplicação da pesquisa e os
que tratam das crenças e práticas
pedagógicas dos professores, além de
1 uma visão deles sobre a sua profissão.
http://www.oecd.org/edu/

2
Pesquisa TALIS | Relatório Nacional

Ainda nessa parte final, são


apresentados alguns resultados de
questões incluídas pelo Inep no O que é a TALIS ?
questionário nacional.
De maneira complementar a este A pesquisa TALIS entrevista
relatório, o Inep elaborou um boletim professores que atuam em
para cada unidade da federação que
turmas do 6º ao 9º ano do
ensino fundamental, além dos
sintetiza os destaques dos resultados de
cada um dos 27 estados brasileiros.
Além desses boletins mencionados,
diretores de suas respectivas
no site do Inep é possível encontrar
escolas.
tabelas em formato eletrônico com todos
os resultados da TALIS desagregados A primeira rodada foi realizada
por unidade da federação. no ano de 2008 e 34 países
A base de dados da pesquisa é participaram da segunda
pública e pode ser encontrada no site da rodada em 2013.
OCDE. Nela estão presentes os dados de
todos os países, inclusive do Brasil.
O questionário da TALIS contém
É possível ainda relacionar os dados
perguntas sobre a formação
da pesquisa TALIS com o restante dos
dados produzidos pelo Inep, como os do
inicial e continuada dos
Censo Escolar e da Prova Brasil. Para professores, suas práticas e
isso, é necessário utilizar uma tabela, crenças pedagógicas, além de
disponível no site do Inep2, que faz a levantar informações sobre o
correspondência entre a identificação da ambiente escolar.
escola na base de dados da OCDE
(IDSCHOOL) e o código identificador
da escola no censo escolar do Inep
(COD_ESCOLA).

2
http://talis.inep.gov.br

3
Pesquisa TALIS | Relatório Nacional

comissão de especialistas contratada


pela OCDE se baseou para recomendar

INTRODUÇÃO alterações no questionário.


De forma concomitante com o
trabalho dos especialistas, houve um
amplo debate entre os países sobre as
alterações sugeridas e realizou-se um
piloto para testar o formato do
questionário e a tradução. Participaram
No ano de 2009, a Organização para do estudo piloto países de língua
Cooperação e Desenvolvimento inglesa, francesa e espanhola.
Econômico (OCDE) publicou os Após a consolidação do
resultados da primeira rodada da
questionário, um conjunto de atividades
pesquisa TALIS, que contou com a de verificação da tradução foi
participação de 24 países, entre eles, o conduzido pelo International Association
Brasil. for the Evaluation of Educational
Seguindo a repercussão positiva
Achievement (IEA). Essas verificações
que essa pesquisa teve ao produzir tinham como objetivo garantir que as
informações inéditas sobre o ambiente diversas traduções do questionário
de ensino e aprendizagem, a OCDE original da TALIS, elaborado na língua
passou a planejar, no ano seguinte, a
inglesa, pudessem ser compreendidas
realização de uma segunda rodada da
por todos os diretores e professores dos
pesquisa. países participantes da pesquisa. Ao
mesmo tempo, para resguardar a
comparabilidade dos resultados, as

Questionário
diversas versões não podiam desvirtuar
o sentido planejado para cada uma das

O questionário aplicado na primeira questões do instrumento.

rodada serviu de base para a construção Dessa forma, além do

do questionário de 2013. No entanto, foi acompanhamento das regras de

consenso entre os países durante as qualidade de tradução do questionário

discussões do comitê organizador da durante o piloto e o pré-teste, o IEA

pesquisa, que o novo instrumento contratou os serviços de uma agência

deveria incorporar novas dimensões. independente de controle de qualidade

Após diversas discussões, foi aprovado linguístico que realizou a verificação da

o conceptual framework com o qual a qualidade dos instrumentos

4
Pesquisa TALIS | Relatório Nacional

consolidados para cada uma de suas 32 probabilidade proporcional ao tamanho


versões. (systematic sampling with probability
Ainda sobre o questionário, o Inep proportional to size) ou PPS sistemático.
decidiu manter na versão brasileira do Isto significa que, quanto maior a escola
questionário uma bateria de itens (em termos do número de professores),
proposta pelo comitê de especialistas maior seria a probabilidade,
que tem por objetivo identificar o viés proporcionalmente, de esta escola estar
de desejabilidade social (social na amostra em relação às escolas
desirability) recorrente em pesquisas menores serem selecionadas. Nas
desse tipo. Embora opcional, julgou-se escolas selecionadas que possuíam
que essa questão menos de 30
(Questão 47) tem um professores atuando
grande potencial de A pesquisa brasileira em turmas dos anos
aprimorar as análises dos tem como universo finais do ensino
resultados da pesquisa. todas as escolas com fundamental, todos os
turmas do 6º ao 9º ano professores foram
do ensino listados para
Amostra fundamental em participar da pesquisa.
atividade e todos os
Em escolas com mais
Uma das primeiras professores atuando
de 30 professores, foi
decisões relativas à nessas turmas
aplicação da TALIS no selecionada uma

Brasil foi a de expandir a amostra considerando

amostra nacional com vistas a a representatividade de gênero, idade e

possibilitar análises por unidades da área de ensino.

federação (UF). Tal medida foi A amostra brasileira foi construída

acompanhada por um longo trabalho a partir dos dados do Censo Escolar de

conjunto com a agência canadense de 2012 e teve como universo todas as

estatísticas (StatCan), responsável pelo escolas com turmas do 6º ao 9º ano do

desenho da amostra, para discussão do ensino fundamental em atividade e

universo de pesquisa e dos estratos de todos os professores atuando nessas

interesse do Brasil, além do turmas.

cumprimento dos padrões técnicos Considerando a possibilidade

definidos para as amostras nacionais. prevista pelos padrões internacionais e

A amostra de todos os países foi com o objetivo de atenuar os altos custos

selecionada por meio da metodologia de de realização da pesquisa, optou-se pela

amostragem sistemática com pré-exclusão do universo da pesquisa

5
Pesquisa TALIS | Relatório Nacional

escolas com menos de seis professores, abril de 2012. Dos 400 questionários
visto que essas escolas eram, em sua previstos para serem aplicados, 315
maioria, de difícil acesso. A referida pré- foram respondidos.
exclusão seguiu os padrões Os resultados do pré-teste foram
internacionais e ficou dentro da margem importantes para definir as últimas
permitida para tal medida. alterações no questionário internacional
O StatCan foi o responsável pela da TALIS e consolidar os procedimentos
seleção das escolas da amostra a partir previstos para a pesquisa principal,
do banco encaminhado pelo Inep com assim como aperfeiçoar a tradução.
identificação individual das escolas e O pré-teste também se mostrou
suas respectivas Measure of Size (MOS), importante para antever as dificuldades
equivalente ao número de professores de aplicação dos questionários e
atuando em turmas dos anos finais. A identificar as especificidades da
seleção dos professores das escolas foi pesquisa no Brasil. Considerando a falta
feita por meio do software WinW3S, a de infraestrutura das escolas,
partir da listagem dos professores que evidenciada durante a aplicação do pré-
estavam no escopo da pesquisa nas teste, e visando dar maior uniformidade
escolas selecionadas. à aplicação dos procedimentos de
pesquisa entre as escolas, o Brasil optou
por realizar a TALIS somente em papel
Pré-teste (paper data collection) em vez de utilizar a
coleta de dados eletrônica pela internet
O pré-teste foi uma etapa
(online data collection).
obrigatória cumprida por todos os
países participantes da TALIS e teve por
objetivo testar os procedimentos Pesquisa principal
adotados para realização da pesquisa
principal. Em todos os países foi
A primeira atividade da pesquisa
definida uma amostra de 20 escolas e 20
foi o contato inicial por telefone com
professores em cada escola. As escolas
todas as escolas listadas na amostra.
participantes do pré-teste foram
Nesse contato, as escolas receberam
excluídas do universo de escolas da
informações sobre a pesquisa,
pesquisa principal.
confirmaram sua participação na TALIS
Todas as 20 escolas selecionadas
e dados como endereço, nome do
para o pré-teste no Brasil participaram
diretor, e lista de professores em
desta etapa durante os meses de março e
atividade naquela escola que se

6
Pesquisa TALIS | Relatório Nacional

encontravam dentro do escopo da questionários dos professores e, com o


pesquisa. objetivo de deixar os respondentes mais
No caso específico do Brasil, a seguros quanto à privacidade e
utilização de uma lista preliminar com confidencialidade dos dados, o Inep
os dados advindos do Censo Escolar formatou as etiquetas para que
sobre os professores daquela escola apresentassem somente os códigos dos
imprimiu maior celeridade à professores e não seus respectivos
composição da lista final de professores nomes3.
aptos a participarem da pesquisa em Durante a primeira semana de
cada escola. outubro, foram realizados treinamentos
No entanto, dada a diferença de em capitais das cinco regiões do país
alguns meses entre a coleta do censo e a para os coordenadores e aplicadores da
confirmação, alguns professores pesquisa. Todos os treinamentos foram
entraram e saíram das escolas e essas acompanhados pelo Inep e por
listas foram atualizadas. representantes das secretarias
No caso de recusa da escola em educacionais de cada região. Foram
participar da pesquisa, a amostra previa desenvolvidos materiais próprios para o
uma substituta específica a ser treinamento, apresentações e manuais,
convidada. Dentre as escolas além de material de apoio para a
participantes da TALIS no Brasil, apenas aplicação.
sete foram escolas substitutas. A empresa contratada pelo Inep
Após a confirmação de participação para realizar a aplicação dos
de todas as escolas, e da relação de questionários entrou em contato com
professores aptos a participarem, todas cada escola e agendou um dia e horário
essas informações foram incluídas mais conveniente de acordo com o
dentro do software WinW3S, fornecido diretor para realização da pesquisa. Ao
pelo consórcio internacional, que chegar à escola, o procedimento padrão
selecionou a amostra de professores adotado pelos aplicadores foi o seguinte:
participantes da pesquisa, no caso das i) se apresentou e buscou falar
escolas que possuíam mais de 30 pessoalmente com o diretor; ii) entregou
professores. em mãos, a carta de apresentação do
Em escolas com menos de 30
3
professores, o referido software indicou No pré-teste, foram aplicados questionários com
e sem o nome dos professores. Os aplicadores
todos os professores para serem verificaram que nas escolas em que havia o nome
incluídos na amostra. O próprio software do professor impresso na etiqueta do
questionário, havia maior questionamento sobre
criou as etiquetas individuais dos a privacidade e confidencialidade das opiniões
prestadas.

7
Pesquisa TALIS | Relatório Nacional

aplicador, o folheto da pesquisa, a carta todo o procedimento com o intuito de


de agradecimento, o questionário do assegurar a participação de todos os
diretor e a cópia do ofício encaminhado professores; e por fim xi) registrou a
pelo Inep; iii) verificou com o diretor se participação dos professores no
os professores tinham sido Formulário de Acompanhamento dos
antecipadamente convidados a Professores e preencheu a Ata de
participar da aplicação; iv) foi até a sala Aplicação.
previamente separada pelo diretor para As aplicações ocorreram a partir de
aplicação e, após a reunião dos 26 de outubro de 2012 e se desdobraram
professores, fez uma introdução, por dois meses. Do total, 28 escolas se
explicando os recusaram a participar da
objetivos da pesquisa pesquisa ou tiveram uma
Dos 15.584 professores
e ressaltando a taxa de participação de
selecionados na
importância da professores menor que
amostra, 14.291
participação; v) professores 50% e não foram
entregou aos preencheram os consideradas na amostra
professores, em mãos, questionários da TALIS, final.
o questionário do resultando em uma Dos 15.584
professor, o folheto da taxa de participação professores selecionados
pesquisa e a carta de
de 91%. na amostra e que se
apresentação e encontravam dentro do
agradecimento; vi) esclareceu eventuais escopo da pesquisa, 14.291 professores
dúvidas dos professores a respeito da preencheram os questionários da TALIS,
pesquisa TALIS; vii) aguardou o resultando em uma taxa de participação
preenchimento dos questionários no efetiva de 91%.
local de aplicação até que todos os Com o objetivo de garantir o
questionários tivessem sido cumprimento de todos os
preenchidos; viii) garantiu que cada procedimentos estabelecidos
professor e diretor respondesse a internacionalmente, o consórcio
somente o seu respectivo questionário; internacional da pesquisa realizou o
ix) recolheu todos os questionários monitoramento da aplicação em 20
entregues em cada escola, inclusive os escolas no Brasil.
não-utilizados ou não-preenchidos, e O Inep, por sua vez, também
guardou-os no envelope da escola; x) realizou um controle de qualidade
retornou ao local de aplicação, quantas nacional em 10% das escolas
vezes fossem necessárias, repetindo participantes, tanto pelo

8
Pesquisa TALIS | Relatório Nacional

acompanhamento in loco da aplicação, Cronograma de atividades da


quanto por meio do contato com TALIS
diretores e professores a posteriori. No
jul • Compromisso formal do Inep
mês de março de 2013, foi realizada em 2011
Brasília uma reunião de avaliação da
mar • Pré-teste
aplicação da Talis em que os 2012

coordenadores estaduais que apoiaram mai • Contato com as escolas


2012
o Inep no controle de qualidade
puderam relatar suas experiências e out • Treinamento dos aplicadores
2012
discutiu-se a pesquisa como um todo.
out • Aplicação dos questionários (Brasil)
Como resultado do monitoramento 2012

do controle de qualidade internacional, • Digitação dos questionários


nov
que se baseou na análise de toda a 2012

• Aplicação de questionários
documentação enviada pelo Inep, nos mar (hemisfério norte)
2013
testes de consistência da amostra e da
set • Processamento dos dados
taxa de participação, o consórcio 2013
internacional da pesquisa atribui à
mar • Revisão da base de dados
amostra brasileira o melhor conceito de 2014

qualidade dentro de sua avaliação. jun • Lançamento internacional


2014

Atenção!
 Todos os resultados apresentados neste relatório referem-se à amostra de
professores dos anos finais do ensino fundamental e seus respectivos diretores.
 Embora esses professores e diretores possam atuar em outras etapas de ensino,
os resultados aqui apresentados não representam a realidade dos professores e
diretores de outros níveis educacionais.
 Os resultados relativos ao Brasil representam todas as escolas brasileiras desse
nível educacional, incluindo a rede federal, redes estaduais e municipais e escolas
privadas. Quando desagregados por unidade da federação, os resultados
representam somente as escolas estaduais e municipais da referida UF.
 Como toda pesquisa amostral, os resultados da pesquisa TALIS estão baseados
em estimativas. Para cada estimativa, é possível calcular um erro padrão que está
publicado nas tabelas divulgadas na página do Inep.

9
Pesquisa TALIS | Relatório Nacional

1 Perfil

Diretor típico no
Diretores Brasil

Entre os países participantes da


75% são mulheres
pesquisa, os diretores das escolas
brasileiras tem a menor média de idade
(45 anos). Além disso, no Brasil observa- Têm 45 anos de idade, em
se o segundo maior percentual de média
mulheres ocupando o cargo de direção
(75%), enquanto na média dos países 88% concluíram algum
participantes menos da metade dos curso de
cargos são ocupados por mulheres gestão escolar
(49%).
Os diretores das escolas municipais Têm 7 anos de experiência
brasileiras são os que possuem a menor como diretor

média de idade (42 anos), enquanto a


rede federal tem os diretores com a Têm 14 anos de
experiência como professor
maior média de idade (50 anos).
O tempo médio de experiência dos
diretores brasileiros em cargo de direção 53% trabalham em tempo
é de sete anos, enquanto a média dos integral sem obrigações
países participantes da pesquisa é de 9 docentes
anos. Há ainda uma variação
significativa entres os estados brasileiros
sobre essa questão. Enquanto os
Somente uma pequena parte dos
diretores do Rio de Janeiro possuem 10
diretores não tem formação em nível
anos de experiência, em média, seus
superior (2%), no entanto, 12% deles
colegas do Acre possuem, em média
dois anos de experiência como diretor.

10
Pesquisa TALIS | Relatório Nacional

afirmaram que nunca fizeram um curso


específico de administração escolar.
Em relação ao tempo dedicado à
direção da escola, 53% dos diretores
brasileiros trabalham em tempo integral
sem obrigação docente. Entre os países
da TALIS esse percentual é de 62%.
Nesse grupo, destacam-se países como
Itália, Coréia do Sul, Japão e Singapura
Professor típico no
onde praticamente todos os diretores
Brasil
trabalham em tempo integral sem
obrigação de estar em sala de aula.
71% são mulheres
No Brasil, o maior percentual de
diretores nessa condição encontra-se no
estado do Paraná (71%), enquanto Têm 39 anos de idade,
apenas 22% dos diretores alagoanos em média
trabalham em tempo integral na direção
da escola.
94% concluíram algum
curso de educação superior

Professores Têm 14 anos de


experiência como professor
A maior parte dos professores
participantes da TALIS são mulheres 77% têm um contrato
(71%). Percentual próximo à média de permanente
todos os países da pesquisa (68%).
A média de idade dos professores 40% estão empregados
brasileiros participantes da TALIS é de
em tempo integral
39 anos, sendo que a maioria dos
professores (70%) tem entre 29 e 49 anos.
Os professores das redes privadas,
com média de idade de 37 anos, tendem
a ser mais jovens que os seus pares das
Os professores brasileiros têm, em
rede pública.
média, 14 anos de experiência como
docente e os professores da rede federal

11
Pesquisa TALIS | Relatório Nacional

tendem a ter mais experiência docente estadual, observa-se grande variação


que seus pares das redes municipais, entre os estados na formação inicial de
estaduais e privada. Observa-se que a seus professores.
experiência docente está relacionada Por exemplo, enquanto no Distrito
com a idade média dos professores, já Federal e no Paraná não há professores
que a rede privada concentra os sem nível superior entre os
professores mais jovens, enquanto a respondentes da TALIS 2013, no estado
rede federal, os mais velhos. da Bahia, 19% dos docentes não tem
De fato, quase 30% da rede privada formação em nível superior, seguido por
é composta por professores em início de Roraima e Maranhão (16%).
carreira (até cinco anos de experiência), No Brasil, apenas 40% dos docentes
enquanto a rede federal tem quase um estão empregados em tempo integral e
terço de seus docentes com mais de 20 13% dos docentes têm um contrato de
anos de experiência. trabalho menor do que a metade desta
jornada.
Quase um terço dos
professores está há dois Enquanto 51% dos professores que
anos ou menos trabalham em tempo parcial dizem ter
trabalhando em sua escolhido este tipo de jornada de
escola trabalho no momento de sua
Embora a média de experiência na contratação, a outra metade afirma que,
mesma escola seja de sete anos, a no momento de sua contratação, eles
maioria (56%) dos professores dos anos não puderam optar pelo regime de
finais do ensino fundamental tem até tempo integral.
cinco anos de experiência como docente
Gráfico 1 – “Por que você não
na escola em que leciona atualmente, trabalha em tempo integral?
sendo que 31% está nesta escola há dois
anos ou menos.
Por outro lado, há um quantitativo
significativo de docentes (mais de um 49%
51%
quinto deles) que está há mais de 11
anos lecionando na mesma escola.
Entre os professores brasileiros dos
Eu escolhi
anos finais, verificou-se que 96% deles
concluíram algum curso de educação Não houve oportunidade
superior. No entanto, quando Fonte: TALIS 2013
analisamos apenas as redes municipal e

12
Pesquisa TALIS | Relatório Nacional

No que concerne à forma de com necessidades especiais. No entanto,


contratação, 77% dos professores têm essa relação não foi observada entre os
um contrato permanente de trabalho, ou professores brasileiros.
seja, não foram contratados por um
período de tempo determinado. As
redes estaduais são as que mais optam
por contratos temporários menores que
um ano letivo (21% dos professores),
seguidas pelas redes municipais (17%).
Quase um quarto dos professores
dos anos finais trabalha em mais de uma
escola, sendo que menos de 20% dos
professores trabalham em duas escolas e
somente uma minoria trabalha em três
ou mais escolas (5%).
Na maioria dos casos, a diferença
entre o tempo total de trabalho e o
tempo lecionando é de 12 horas
semanais, que os professores utilizam
preparando aulas, corrigindo tarefas e
fazendo reuniões.
A grande maioria dos professores
(68%) informa trabalhar em escolas onde
estão matriculados alunos com
necessidades especiais.
Grande parte dos professores (40%)
também afirma trabalhar com turmas
que possuem mais de um terço de
alunos provenientes de lares
socioeconomicamente desfavorecidos.
Na maioria dos países da pesquisa,
os professores mais experientes ou com
maior nível educacional tendem a
trabalhar em escolas com menor
percentual de alunos
socioeconomicamente desfavorecidos ou

13
Pesquisa TALIS | Relatório Nacional

2 Liderança e do diretor com as dificuldades de


aprendizado e os problemas

clima escolar pedagógicos dos professores em sala de


aula. Está representado pelas três
perguntas abaixo presentes na TALIS:

Questões que compõem o Índice de Liderança


Instrucional
Liderança escolar Tomou medidas para apoiar a cooperação entre os
professores para o desenvolvimento de novas
práticas de ensino
A TALIS descreve dois estilos
principais de liderança: instrucional e Tomou medidas para garantir que os professores
administrativa. O conceito de liderança assumam a responsabilidade por melhorarem suas
habilidades de ensino
instrucional relaciona-se com a
capacidade do diretor de auxiliar e Tomou medidas para garantir que os professores
se sintam responsáveis pelos resultados de
influenciar o processo de ensino e
aprendizado dos alunos
aprendizagem da escola. Essa influência
pode ser feita tanto diretamente quanto
Por meio dos resultados da
indiretamente, através da valorização de
pesquisa, observa-se que as escolas
avaliações e sistemas de incentivo, e
federais são aquelas nas quais há um
promoção de atividades de capacitação
maior envolvimento dos diretores nas
docente. O conceito de liderança
atividades educacionais. Destacam-se os
administrativa relaciona-se com a
envolvimentos com o apoio à
orientação do líder para atividades de
cooperação entre os professores e com a
controle dos processos burocráticos.
responsabilidade dos professores em
Embora não seja objeto de
melhorar suas habilidades de ensino.
detalhamento da pesquisa TALIS, no
As escolas municipais, por outro
Brasil, o Inep buscou utilizar algumas
lado, apresentam o menor nível de
questões para analisar também o nível
envolvimento com a responsabilidade
de participação de atores diversos na
dos professores em melhorar suas
gestão da escola.
habilidades de ensino, e baixo
envolvimento com a responsabilidade
Liderança instrucional
dos professores pelos resultados

O Índice de Liderança Instrucional educacionais.

(PINSLEADS) elaborado pela TALIS A distribuição geográfica dos

2013 está relacionado ao envolvimento índices de liderança instrucional

14
Pesquisa TALIS | Relatório Nacional

calculados pela TALIS 2013 é da escola. Os estados da Paraíba,


apresentada na figura a seguir. Pode-se Alagoas, Bahia, Amapá, Acre, Roraima e
observar que alguns estados mais ao sul Distrito Federal apresentam as menores
apresentam um maior envolvimento dos médias.
diretores nas questões educacionais (Rio
Grande do Sul, Paraná, São Paulo e Gestão participativa
Mato Grosso do Sul), e, ao norte,
Para analisar essa dimensão, foi
integram esse grupo os estados do
criado o Índice de Gestão Participativa,
Ceará, Amapá e Amazonas.
que busca resumir o nível de
envolvimento de atores diversos na
Figura 1 - Distribuição geográfica das
médias do Índice de Liderança Instrucional gestão e na tomada de decisão dentro da
escola.
O referido índice foi criado por
meio de Análise Fatorial Exploratória e
inclui três indicadores que buscam
expressar essa dimensão: o primeiro
sobre a participação dos diversos atores
escolares (professores, alunos, pais e
conselho escolar) nas discussões, o

Fonte: TALIS 2013


segundo sobre a efetiva participação
desses atores nas decisões da escola e o
terceiro sobre a capacidade destas
Liderança administrativa decisões tornarem-se efetivas.
Um indicativo da importância dessa
Quatro entre cinco diretores de
dimensão é a observação de que existe
escolas no Brasil envolvem-se
uma correlação positiva entre a gestão
frequentemente (ou sempre) com a
participativa e o grau de satisfação
verificação de erros de procedimento
médio dos professores. Por meio do
das escolas. Este percentual é maior nas
cruzamento dos questionários do diretor
escolas privadas do que nas redes
e dos professores, verificou-se que um
públicas de ensino.
nível maior de participação de atores
Os estados de Goiás, Mato Grosso
diversos na gestão escolar, segundo o
do Sul, Minas Gerais, São Paulo, Rio de
depoimento dos diretores, está
Janeiro e Rio Grande do Sul exibem as
associado a um nível médio maior de
maiores médias de envolvimento com a
verificação de erros de procedimentos

15
Pesquisa TALIS | Relatório Nacional

satisfação relatada pelos professores de processos de discussão e planejamento.


sua escola. Dos aspectos mencionados, a TALIS
As escolas nas regiões Norte e 2013 deu maior ênfase às questões
Nordeste apresentam maiores níveis de disciplinares, estruturas organizacionais
gestão participativa que aquelas mais ao e relacionamentos interpessoais dentro
sul do país. da escola e com a comunidade.
O questionário dos professores gera
Figura 2 - Distribuição geográfica das
um índice para clima escolar baseado
médias do Índice de Gestão Participativa
em quatro itens que perguntam aos
professores a extensão em que: o diretor
acredita que existe um bom
relacionamento entre professores e
alunos; os professores se preocupam
com o bem estar dos alunos; os
professores estão interessados no que os
alunos têm a dizer; e os alunos tem
atenção extra da escola quando
Fonte: TALIS 2013
necessário.

Clima escolar Violência e delinquência

Entre os elementos comumente No Brasil, mais de um terço dos

encontrados na discussão sobre clima professores (34%) estão em escolas cujos

escolar, estão práticas de ensino e diretores afirmam que verificam

aprendizado, normas disciplinares, intimidação ou ofensa verbal entre os

processos de tomada de decisão, alunos semanalmente. Esse é o maior


percentual verificado entre os países
estruturas organizacionais, segurança,
senso de comunidade e relações participantes da pesquisa.

interpessoais. O Brasil (12%) e o México (13%)

Além disto, o clima escolar pode ser apresentam também o maior percentual
com relação à frequência de ocorrências
influenciado por variáveis adicionais do
de vandalismo e furto.
nível da escola, como a forma de
liderança do diretor, a formação do Embora em magnitude menor, se

professor, as oportunidades de comparadas a outras variáveis, nas

desenvolvimento profissional e o escolas brasileiras se verificam os

engajamento dos professores nos maiores percentuais de ocorrência de

16
Pesquisa TALIS | Relatório Nacional

intimidação ou ofensa verbal a e alunos e uma discussão aberta da


professores ou membros da equipe equipe escolar sobre eventuais
escolar (12%), e uso/posse de drogas ou dificuldades.
bebidas alcoólicas (6,9%)
Questões que compõem o índice de respeito
mútuo
Gráfico 2 – Percentual de professores A equipe escolar discute abertamente as
em escolas cujos diretores observam
dificuldades
as seguintes ocorrências toda semana
Há um respeito mútuo pelas ideias dos colegas
Ofensa verbal 3,4
a professores 12,5
Existe uma cultura de compartilhar o êxito
Uso/posse 1,2
O relacionamento entre os professores e os
de drogas 6,9
estudantes é bom
Intimidação 16,0
entre alunos 34,4

Figura 3 - Distribuição geográfica do


Vandalismo 4,4
índice de respeito mútuo
ou furto 11,8

0,0 10,0 20,0 30,0 40,0

Média TALIS Brasil

Fonte: TALIS 2013

Respeito mútuo

Na pesquisa TALIS 2013 foi


elaborado um índice de respeito mútuo.
Este índice é composto por quatro
variáveis que expressam a opinião do Fonte: TALIS 2013

diretor sobre as relações entre


Sobre a distribuição geográfica do
professores, entre professores e alunos e
índice, podemos notar que os estados
dentro da equipe escolar.
mais ao norte apresentam os maiores
As escolas federais apresentam o
níveis, enquanto os estados do Centro-
maior nível deste índice e têm destaque
Oeste apresentam os menores índices
em todas as variáveis que o compõe,
(exceto Distrito Federal que está no
apresentando, portanto, uma maior
grupo com índices mais altos). Destaca-
cultura de compartilhamento do
se ainda o estado de São Paulo no grupo
sucesso, maior respeito pelas ideias dos
de maior respeito mútuo nas escolas.
colegas, boas relações entre professores

17
Pesquisa TALIS | Relatório Nacional

Disciplina em sala médio em sala de aula com ensino e


aprendizagem de fato.
Os professores brasileiros são os
que declaram passar mais tempo
mantendo a ordem em sala de aula Gráfico 4 – Percentual do tempo de
sala de aula gasto nas seguintes
(19,8%) entre todos os professores
atividades – 2008 e 2013
participantes da pesquisa.
20,0
Também é no Brasil que se observa Tarefas administrativas
15,0 16,5

o maior percentual médio de tempo 10,0 13,0


12,2 11,7

8,7 8,1
5,0
gasto com tarefas administrativas em 6,2 6,0

0,0
sala de aula, por exemplo, registrando Brasil México Média Dinamarca
TALIS
frequência, distribuindo informativos e
25,0
formulários da escola (12,2%) . No ano Mantendo a ordem
20,0
19,8
de 2008, esse posto era ocupado pelo 15,0 17,8

10,0 13,4 12,9 13,3


12,3 12,3
México, que conseguiu reduzir essa 5,0
9,8

proporção em quatro pontos 0,0


Brasil Média México Dinamarca
percentuais. TALIS

2008 2013

Fonte: TALIS 2008 e 2013


Gráfico 3 – Percentual do tempo de
sala de aula gasto nas seguintes
atividades

Dinamarca 84,1

Média TALIS 78,7 Mais da metade dos


professores concordam com
México 75,4 cada uma das seguintes
afirmações
Brasil 66,7

0% 50% 100%

Administrativo


Mantendo ordem
Ensino e aprendizagem
Fonte: TALIS 2013 Há muito barulho nessa sala
de aula

No início da aula, tenho que


Como consequência, entre os países
esperar muito tempo para que
pesquisados, o Brasil é o local onde os os alunos se acalmem
professores dedicam o menor tempo
Eu perco muito tempo porque
os alunos interrompem a aula
18
Pesquisa TALIS | Relatório Nacional

3 Formação e de Janeiro e São Paulo, mais de 70% dos


professores receberam formação acerca

avaliação do conteúdo de todas as disciplinas que


ensinam, contra menos de 40% dos
professores do Tocantins, Rio Grande do
Norte e Maranhão.

Formação inicial
Gráfico 5 – Percentual de professores
que receberam formação inicial nas
Ainda que 96% dos docentes
seguintes áreas em relação a todas as
brasileiros tenham obtido algum disciplinas que lecionam
diploma de nível superior ou pós-
Conteúdo
graduação, somente 76% deles afirmam
ter recebido formação específica para a
docência. Esse percentual é maior nas
redes estaduais e federal, do que nas 62,3
demais. A rede federal, apesar de ter um
maior percentual de professores com
pós, também é a que tem mais Pedagogia
professores sem a formação específica
para a docência (31%).
Ao serem questionados a respeito
50,9
dos componentes incluídos em sua
formação, 62% dos professores
brasileiros afirmam que estes programas
cobriram os conteúdos de todas as
Prática em sala de aula
disciplinas que eles lecionam, mas só
para 51% dos docentes esses programas
incorporaram a pedagogia ou a didática
de todas as disciplinas. 61,3

Professores dos estados do Sul e


Sudeste tendem a reportar maior Sim Não
incidência da presença do conteúdo de
Fonte: TALIS 2013
todas as disciplinas que lecionam em
seus programas de formação inicial do Considerando a exposição a que os
que professores dos estados do Norte e professores tiveram a estes tópicos em
Nordeste. Por exemplo, no Paraná, Rio sua formação inicial, eles se sentem

19
Pesquisa TALIS | Relatório Nacional

melhor preparados no conteúdo das políticas para a iniciação de novos


disciplinas que lecionam e na prática de professores pode explicar, ainda que em
sala de aula do que na didática deste parte, a baixa retenção de docentes nos
conteúdo, já que eles foram menos seus postos de trabalho, especialmente
preparados para isto durante a sua nos primeiros anos de docência.
formação como docente. Diferentemente do conceito de
Enquanto 60% dos professores avaliação – abordado de maneira
brasileiros sentem que estão muito bem separada no modelo conceitual da
preparados no conteúdo das disciplinas TALIS – a temática da indução4 é parte
que lecionam e 54% sentem o mesmo na do conceito mais amplo sobre formação
prática destas disciplinas em sala de docente e seu desenvolvimento
aula, apenas 38% dos professores se profissional, e deve, portanto, ser
sentem muito bem preparados na compreendido articulado a estes temas.
pedagogia das disciplinas que ensinam.
Um em cada três
O percentual de professores que se professores passaram
sentem preparados nos três aspectos da por programas formais
profissão docente é maior nas redes ou informais de indução
privada e federal, e menor nas redes em seu primeiro
estaduais e municipais. emprego
O padrão encontrado nas Segundo a TALIS, menos de um
características da formação inicial dos terço dos professores brasileiros
professores se repete na percepção reportam participar de programas
destes docentes quanto ao seu preparo formais ou informais de indução no seu
profissional. Professores dos estados do primeiro emprego como professor. Esse
Norte e Nordeste tendem a sentir-se é um dos menores percentuais
menos preparados do que seus colegas verificados entre os países que
do Sul e Sudeste em relação ao conteúdo participaram da pesquisa.
e à pedagogia das disciplinas que Os professores da rede privada são
lecionam, bem como à prática em sala os que mais participam deste tipo de
de aula. programa (36%), seguidos pelos
professores das escolas federais (34%) e,
por último, os docentes das redes
Indução
4
Um “programa de indução” é definido como
uma gama de atividades estruturadas para dar
A literatura sobre processos de apoio à introdução do professor em sua
indução tem mostrado como a falta de profissão, por exemplo, trabalho em pares com
outros professores novatos, tutoria com
professores mais experientes, etc.

20
Pesquisa TALIS | Relatório Nacional

estaduais e municipais (30% e 31%, conferências e seminários sobre


respectivamente). educação (39%), formação continuada
A média brasileira é uma das em locais de trabalho, organizações
menores registradas entre os países governamentais e ONGs (38%) e
participantes da pesquisa. Em países programas de qualificação, como cursos
como a Inglaterra (76%) e a Coréia do de graduação e de pós-graduação (37%).
Sul (72%), a maior parte dos professores A menor incidência está nas
declaram ter participado de programas atividades relacionadas à mentoria
formais de indução. (35%), participação em redes de
As redes estaduais do Acre e do professores formadas para o trabalho de
Mato Grosso, bem como as redes formação continuada (26%), observação
municipais do Acre e da Bahia, por colega, visitas de observação a
apresentam maior incidência deste tipo outras escolas (12%) e outros locais de
de programa (mais de 45% de trabalho (16%).
participação).
Na maioria dos estados brasileiros,
Gráfico 6 – Percentual de professores
as redes municipais tendem a oferecer que participaram das seguintes
mais programas formais de indução aos atividades de desenvolvimento
profissional no último ano
seus docentes que as redes estaduais.
Formação continuada 14
em org. púb., ONG 38

Desenvolvimento Visitas de observação 19

profissional a outras escolas 12

Seminários 44
Dois terços dos professores sobre educação 39

participaram de cursos e oficinas nos 12


71
Cursos/oficinas
meses anteriores à pesquisa. Esses 66

cursos e oficinas podem ser sobre a 0 20 40 60 80


disciplina que lecionam ou mesmo sobre Média TALIS Brasil
tópicos relacionados à educação. Quase
metade dos docentes relata participar de Fonte: TALIS 2013

atividades que envolvam pesquisa


individual ou em colaboração com
outros docentes sobre um tópico de seu Ao avaliar sua percepção sobre o

interesse. impacto das atividades de

Cerca de 40% dos professores desenvolvimento profissional da qual

respondem ter participado de participaram, a maioria dos docentes

21
Pesquisa TALIS | Relatório Nacional

brasileiros (60%) acredita que estas Inglaterra (93%) e Singapura (90%)


atividades tiveram um grande impacto destacam-se como os países onde há o
positivo sobre seu desempenho em maior percentual de professores que
relação às competências pedagógicas na realizaram suas atividades de
área de ensino, mas apenas 38% desenvolvimento profissional
acreditam que estas atividades tiveram gratuitamente.
impacto sobre seu conhecimento No Brasil, por volta de um quinto
disciplinar. dos professores (22%) financiam
No Brasil, a maioria dos professores parcialmente sua formação continuada e
(58%) não paga nada para participar de outro quinto (20%) tem que arcar com os
atividades de desenvolvimento custos completos de sua formação.
profissional. Esse percentual é maior nas Enquanto nos estados do Acre e de
redes federal e estaduais de ensino (65% Tocantins mais de 70% dos professores
e 61%, respectivamente) e menor nas não pagam nada para participar de
redes privada e municipais (57% e 56%, atividades de desenvolvimento
respectivamente). profissional, no estado de Goiás, menos
de 40% dos professores estão nessa
No Brasil, 58% dos
professores não tiveram mesma condição.
que pagar por suas Se considerarmos a escola como um
atividades de espaço coletivo de aprendizagem, cujos
desenvolvimento professores e gestores necessitam
profissional. Na Inglaterra trabalhar em conjunto para garantir a
e em Singapura, mais de melhoria de sua qualidade, é
90%
fundamental entender como a formação
Esse percentual médio, no Brasil, continuada atinge o conjunto de
aumentou de 2008 para 2013. Na profissionais da escola.
primeira pesquisa, 54% dos professores Um quinto dos professores
fizeram todas as suas atividades de brasileiros participou de atividades de
desenvolvimento profissional sem custo desenvolvimento profissional sem que
pessoal. seus colegas da mesma escola
O maior aumento nesse sentido foi estivessem presentes e apenas 13% dos
verificado na Polônia. Em 2008, apenas professores responderam que, em todas
44% dos professores poloneses não as atividades de desenvolvimento
tiveram que pagar por suas atividades, profissional, seus colegas da mesma
enquanto no ano de 2013, esse escola estiveram presentes.
percentual aumentou para 61%.

22
Pesquisa TALIS | Relatório Nacional

No Brasil, 60% dos docentes


Gráfico 7 – Percentual de professores
que afirmam ter alta necessidade de relataram apresentar “alta necessidade”
desenvolvimento profissional nas de desenvolvimento profissional para
seguintes áreas
lidar com ensino de alunos com
necessidades especiais, seguida de
TIC para o ensino ensino em um ambiente multicultural
60,0 ou multilíngue (46%). Em outro polo,
50,0

40,0 35,9 encontram-se áreas nas quais poucos


27,5
30,0
18,9 21,0 professores brasileiros afirmaram ter
20,0
7,7 9,2
10,0 alta necessidade de maior formação:
0,0
Inglaterra Portugal Média México Brasil Itália
práticas de avaliação de estudantes
TALIS
(10%), conhecimento do currículo (7%) e
Ensino para alunos com conhecimento e entendimento de suas
necessidades especiais áreas de ensino (7%).
60,1
60,0 47,4
50,0 No período compreendido entre a
40,0 32,3
26,5
30,0 22,3 primeira e a segunda rodada da
20,0
6,4
10,0 pesquisa (2008 a 2013), houve uma
0,0
Inglaterra Média Portugal Itália México Brasil
TALIS diminuição de 8 pontos percentuais na
proporção de professores que
Ensino em um ambiente afirmavam ter alta necessidade de
multicultural desenvolvimento profissional em uso de
60,0
46,4 TIC para o ensino e conhecimento da
50,0
40,0 33,2
27,4
30,0
16,8
sua área de ensino.
20,0 12,7
6,9
10,0 Reduções significativas no
0,0
Inglaterra Média Portugal Itália México Brasil
TALIS
percentual de professores com alta
necessidade de desenvolvimento
Conhecimento da área de
ensino profissional também foram observadas

60,0 em Portugal e na Polônia.


50,0
40,0 A alta necessidade de formação
30,0
20,0
16,6 para estudantes com necessidades
6,7 8,7
10,0 1,8 4,4 4,7
0,0
especiais diminuiu de 50% para 26%
Inglaterra México Portugal Brasil Média Itália
TALIS entre os professores portugueses nesse
período. Também em Portugal, a
Fonte: TALIS 2013
diminuição da necessidade na área de
competências em tecnologias da

23
Pesquisa TALIS | Relatório Nacional

informação e comunicação para o ensino formal do professor foram fornecidas


foi da ordem de 15 pontos percentuais. pelos diretores.
O retorno recebido pelo professor
Gráfico 8 – Percentual de professores com
alta necessidade de desenvolvimento (feedback) foi definido de maneira ampla
profissional – 2008 e 2013
e inclui qualquer tipo de diálogo com o
40,0 35,6 professor sobre o seu trabalho, tendo
27,5
30,0
como base algum tipo de interação com
20,0 14,9
6,7 este trabalho, seja por meio de
10,0

0,0
observação de sala de aula, seja
Conhecimento da TIC para o ensino
área de ensino analisando e discutindo o planejamento,
2008 2013 o currículo ou os resultados dos alunos.

Fonte: TALIS 2008 e 2013 Este feedback pode ser dado por meio de
conversas informais ou de maneira mais
formal e estruturada. Na TALIS, os

Avaliação professores responderam sobre algum


feedback recebido por eles na sua escola.
De acordo com os próprios
O conceito de avaliação da pesquisa
docentes, o retorno mais recebido por
TALIS distingue de avaliação formal do
eles sobre seu ensino resulta de uma
professor, o processo de retorno dessa
análise das notas dos alunos (83%) e de
avaliação aos professores
observação direta do ensino em sala de
individualmente (feedback) e os sistemas
aula (81%), seguido de retorno de
de avaliação docente organizados pela
pesquisas ou discussões com os pais ou
escola e pelos sistemas de ensino.
responsáveis (70%), de avaliação do
Avaliação formal de professores
conhecimento docente sobre o conteúdo
ocorre quando o trabalho de um
(67%), de pesquisas com estudantes
professor é analisado pelo diretor, um
sobre o ensino (67%) e, por último,
supervisor externo ou por seus pares. A
resulta de uma autoavaliação do
avaliação de professores é considerada
trabalho docente.
formal quando ela faz parte de um
Destaca-se o fato da rede estadual
sistema de gestão de desempenho,
de Goiás apresentar alta incidência de
envolvendo procedimentos e critérios
feedback de todos os tipos, destacando-se
definidos, ao contrário de uma
dos demais estados do país pela
abordagem mais informal (por exemplo,
consistência entre as diversas áreas.
através de conversas informais). Na
A TALIS buscou captar as áreas
TALIS, informações sobre avaliação
abordadas no feedback (retorno) recebido

24
Pesquisa TALIS | Relatório Nacional

pelos professores no seu processo de responsabilidades de trabalho na escola.


avaliação. Nesse sentido, 76% dos Além disso, 39% dos professores
professores relataram que os temas de relataram que o feedback recebido levou
maior importância neste processo são: o a uma grande mudança positiva no
desempenho dos estudantes (76% dos conhecimento de sua principal área de
professores), o conhecimento da área de ensino e em suas práticas de ensino.
ensino (69%) e as competências Quando comparado aos resultados
pedagógicas para lecionar (68%). de outros países, o impacto desse
A Pesquisa TALIS buscou captar o retorno sobre o trabalho do professor é
impacto desse tipo de avaliação docente maior no Brasil do que na média dos
medido pela capacidade de gerar países investigados.
mudanças positivas em uma série de Por meio de análise de regressão,
aspectos relacionados à carreira e ao verificou-se, na maioria dos países, que
cotidiano docente. o feedback dado aos professores possui
No Brasil, 56% dos professores um impacto positivo sobre sua
relataram que o feedback recebido levou satisfação no trabalho, bem como sobre
a uma grande mudança positiva na sua o seu sentimento de autoeficácia,
confiança como professor. Além disso, controlando por variáveis como sexo,
36% indicaram que esta prática experiência, escolaridade e disciplina
aumentou a sua motivação. Quase que leciona. Essa relação é
metade dos docentes (47%) aponta que significativamente mais forte entre os
houve impacto positivo nas suas professores brasileiros (OECD, 2014a).

Gráfico 9 – Percentual de professores que afirmam ter verificado uma mudança positiva moderada
ou grande nas seguintes áreas após receberem um feedback (retorno) sobre seu trabalho na escola

100
86
80 75 78 80 80
70
60 71
59 62
56 55
40 46
20
0
Quantidade de Gestão da sala de Avaliação de Práticas Responsabilidades Confiança como
des. aula estudantes pedagógicas no trabalho professor
profissional para melhorar o
aprendizado

Média TALIS Brasil

Fonte: TALIS 2013

25
Pesquisa TALIS | Relatório Nacional

4 Práticas e Figura 4 - Distribuição geográfica das


médias do Índice de Crenças
Construtivistas
profissão

Práticas pedagógicas

A Pesquisa TALIS também buscou


investigar as múltiplas formas como os
professores enxergam o processo de
Fonte: TALIS 2013
ensino e aprendizagem.
Um dos passos desse
O gráfico abaixo apresenta o grau
empreendimento foi a inclusão de uma
de concordância médio de um dos
série de questões que buscaram
componentes do índice para alguns
identificar aspectos relacionados às
países.
crenças sobre educação. A partir daí, a
Gráfico 10 – Percentual de professores que
pesquisa elaborou o Índice de Crenças
concordam com a afirmação de que
Construtivistas que mensura o grau de “pensamento e raciocínio são mais
importantes que o conteúdo curricular”
concordância com uma visão sobre
como os estudantes aprendem e como os Singapura 95,0
Portugal
professores podem facilitar esse Finlândia
Chile
processo de aprendizagem. Itália
Espanha
Estados Unidos
Questões que compõem o Índice de Crenças Polônia
Construtivistas Média TALIS
Rio de Janeiro 79,6
Meu papel como professor é o de facilitar que Noruega
investigações sejam feitas pelos próprios alunos. Inglaterra
México
Os processos de pensamento e raciocínio são mais França

importantes que o conteúdo curricular específico Japão


Brasil 69,5
Os alunos aprendem melhor quando eles mesmos Holanda

encontram soluções para os problemas 55,8


Paraná

0 20 40 60 80
Estudantes devem ter a possibilidade de pensar em
soluções para problemas práticos por si próprios Fonte: TALIS 2013
antes do professor mostrar como solucioná-los.

26
Pesquisa TALIS | Relatório Nacional

No entanto, é importante ressaltar Por outro lado, uma prática mais


que qualquer análise advinda da frequente, principalmente no Brasil, é a
comparação internacional de questões de participar em atividades envolvendo
como essas – crenças sobre a educação – diferentes turmas e grupos etários.
deve ser feita com cautela, uma vez que
Gráfico 11 – Percentual de professores
esses construtos teóricos sobre que afirmam nunca adotarem as
construtivismo guardam consigo cargas seguintes práticas
culturais que têm influência forte sobre
os resultados.
Nunca leciona em conjunto
A relação entre essas crenças e as com outros professores
práticas pedagógicas dos professores 80,0
70,0
60,0
pode ser verificada por meio dos 50,0
41,9
32,9
40,0
resultados da pesquisa. O Índice de 30,0
20,0
10,0
Crenças Construtivistas tem relação 0,0

Chile
Média TALIS

Coréia do Sul

Goiás
Brasil
Noruega

Polônia
Japão

Singapura
México
França
Espanha

Estados Unidos
positiva com a propensão do professor
em trabalhar com os estudantes em
grupos menores para que cheguem
conjuntamente a uma solução para um
problema.
Nunca observa o trabalho de
Também é possível observar uma outros professores
100,0
relação positiva, embora mais fraca, com 76,9
80,0
a frequência em que o professor 60,0
40,0
organiza projetos em que estudantes 20,0
0,0
levam ao menos uma semana para
Brasil
Espanha
França

Chile
Estados Unidos
Noruega

Polônia
México

Singapura

Japão
Coréia do Sul
Média TALIS

concluí-los. Padrões semelhantes a esses


são encontrados em todos os países
participantes da pesquisa.

Analisando práticas específicas, a Nunca participa de projetos


TALIS, observou que cerca de três entre diferentes séries
quartos dos professores brasileiros 60,0
50,0
(77%) afirmam que nunca observam as 40,0
28,5
30,0
aulas de outros professores e 17,9
20,0
apresentam um feedback (retorno) sobre 10,0
0,0
a observação. Esse percentual também é
Brasil
Espanha
Estados Unidos

França
Chile

Noruega

Polônia
México
Japão
Coréia do Sul

Singapura
Paraná

Média TALIS

alto entre os países participantes da


TALIS cuja média é de 44%. Outra
prática infrequente entre os professores
Fonte: TALIS 2013
da TALIS é a de “lecionar para uma
turma em parceria com outros colegas”.

27
Pesquisa TALIS | Relatório Nacional

As práticas de avaliação de Autoeficácia


estudantes variam consideravelmente
entre os países. A prática mais A pesquisa TALIS define
recorrente de avaliação entre os autoeficácia como a crença individual
professores brasileiros é a “elaboração e
do professor acerca de sua capacidade
aplicação de suas próprias avaliações”.
de cumprir com êxito o seu papel
93% dos professores o fazem
profissional.
frequentemente ou em todas as aulas.
Esse é o percentual mais alto encontrado Para investigar essa questão, a
em todos os países. Na Coréia do Sul e pesquisa criou três índices que
no Japão, por exemplo, cerca de 30% dos procuram mensurar distintos aspectos
professores afirmam adotar essa prática do sentimento de autoeficácia:
com frequência.

Questões que compõem o Índice de


Gráfico 12 – Percentual de professores que
Autoeficácia na Gestão da Sala de Aula
afirmam adotar as seguintes práticas de
avaliação frequentemente Capaz de controlar comportamento perturbador
100
90 93 em sala de aula
80

Capaz de deixar claro o que espero do


70
60
50 48
40
30 36 comportamento dos alunos
20
10
0
Elabora e aplica Aplica um teste Alunos
Capaz de fazer com que os alunos sigam as regras
a própria padronizado respondem de sala de aula
avaliação individualmente
questões na

Capaz de acalmar um estudante que interrompe


frente da turma

Média TALIS Brasil muito ou faz muito barulho

Fonte: TALIS 2013

Questões que compõem o Índice de


Cerca de metade (48%) dos
Autoeficácia no Ensino
professores brasileiros na TALIS
aplicam um teste padronizado com Capaz de formular boas questões para os meus
alunos
frequência para os seus alunos. Esse
percentual varia de 71%, no estado do Capaz de aplicar estratégias de ensino alternativas
Maranhão, até 35% entre os professores em minha sala de aula
de Santa Catarina. Capaz de oferecer explicações alternativas, por
exemplo, quando os alunos estão confusos

Capaz de aplicar estratégias de ensino alternativas


em minha sala de aula

28
Pesquisa TALIS | Relatório Nacional

Em média, nas escolas da rede


Questões que compõem o Índice de privada, se encontram índices maiores
Autoeficácia no Empenho dos Alunos de autoeficácia se comparadas às escolas
Capaz de fazer com que os alunos acreditem que das redes estaduais, municipais e
eles podem ir bem nos trabalhos escolares
federal.
Capaz de ajudar os meus alunos a valorizar o Os dados da pesquisa permitem
aprendizado
identificar os fatores que estão
Capaz de motivar alunos que demostram baixo associados a um maior nível de
interesse sobre os trabalhos escolares autoeficácia entre os professores. Entre
esses fatores, os seguintes destacam-se
Capaz de ajudar os alunos a pensarem de forma
crítica. para os professores brasileiros:

Na comparação entre os índices, os


professores brasileiros relatam se sentir O que está relacionado a um

mais capazes em garantir o empenho sentimento maior de autoeficácia?

dos alunos e, de forma coerente com


Maior experiência no magistério
outros resultados da comparação
internacional, apresentam menor Maior satisfação profissional
autoeficácia na gestão de sala de aula.
Participação em programa de indução
Em comparação com outros países,
Feedback (retorno) sobre seu trabalho
os professores apresentam, em média,
um sentimento de autoeficácia maior
que o da média dos países,
permanecendo no quartil mais alto, com
exceção do índice de autoeficácia na
gestão de sala de aula. Profissão
Entre os diferentes estados
brasileiros, destaca-se que, para todas as O questionário da pesquisa também

dimensões analisadas, os professores da inclui perguntas sobre a visão do

rede pública do estado do Paraná e de professor em relação à sua profissão de

Goiás apresentam médias maiores de maneira mais geral.

autoeficácia, enquanto seus colegas Para analisá-las de maneira mais

professores de São Paulo e do Distrito sistemática, foram criados dois índices

Federal apresentam as menores médias que procuram captar o nível de

desses índices. satisfação do docente com relação a dois


domínios:

29
Pesquisa TALIS | Relatório Nacional

Questões que compõem o Índice de Satisfação Questões que compõem o Índice de Satisfação
com o Atual Ambiente de Trabalho com a Profissão
Eu gostaria de mudar para outra escolar se isso As vantagens de ser professor superam
fosse possível (-) claramente as desvantagens (+)

Se eu pudesse decidir novamente, eu ainda


Eu gosto de trabalhar nesta escola (+)
escolheria trabalhar como professor (+)

Eu recomendaria minha escolar como um bom Eu me arrependo de ter decidido me tornar um


lugar para trabalhar (+) professor (-)

Eu estou satisfeito com o meu desempenho nesta Eu penso se seria melhor se eu tivesse escolhido
escola (+) outra profissão (-)

Figura 5 - Distribuição geográfica das Figura 6 - Distribuição geográfica das


médias do Índice de Satisfação com o médias do Índice de Satisfação com a
Ambiente de Trabalho Profissão

10,79 13,18 10,63 13,46

Nota: Os valores do Canadá e da Bélgica referem-se à Nota: Os valores do Canadá e da Bélgica referem-se à
província de Alberta e à região de Flandres província de Alberta e à região de Flandres
Fonte: TALIS 2013 Fonte: TALIS 2013

Por meio da comparação entre os Os professores dos estados do Rio


dois índices nos países participantes da Grande do Sul, Ceará e Paraná estão
pesquisa, nota-se que os professores entre os mais satisfeitos tanto com seu
brasileiros apresentam uma média de ambiente de trabalho quanto com sua
satisfação com o seu ambiente de profissão.
trabalho acima da média dos outros Nas escolas privadas, o índice de
países. Por outro lado, a satisfação com a satisfação com o ambiente de trabalho é
profissão é mais baixa que a média. maior se comparado às médias das
Na comparação entre os estados redes públicas. Com relação à satisfação
brasileiros, é possível observar que para com a profissão, a média do índice
ambos os índices um mesmo grupo de apresenta-se mais alta para os
estados se destaca com as maiores professores da rede federal de escolas
médias. públicas.

30
Pesquisa TALIS | Relatório Nacional

Questões nacionais acreditam em um impacto ruim ou


nenhum impacto. Para 69% dos
O Inep, em acordo com o consórcio professores, haveria um impacto
internacional da pesquisa, incluiu positivo com a criação de um exame
questões específicas do sistema nacional de ingresso na carreira docente.
educacional brasileiro nos questionários Ainda sobre impactos, 81% dos
aplicados no país. professores acreditam que a “divulgação
Dessa forma, buscou-se investigar a do Ideb por escola” tem um impacto
visão dos professores e diretores da positivo sobre a educação no país.
TALIS com relação à avaliação externa, No tema da avaliação, quando
reprovação, exame de ingresso na perguntados se concordavam com a
carreira docente, IDEB, entre outros afirmação de que “Os resultados de
temas. avaliações externas, como Prova Brasil,
Um dos aspectos analisados foi a SAEB e avaliações estaduais, têm
opinião dos professores sobre o impacto, ajudado a melhorar o processo de
positivo ou negativo, que determinadas ensino e aprendizagem nesta escola”,
ações poderiam vir a ter sobre a 64% dos professores concordam (54%
educação brasileira. “concordam” e 10% “concordam
totalmente”). Esse percentual é de 68%
entre os professores de escolas
Gráfico 13 – Percentual de professores
que observam um impacto positivo ou municipais e de 50% entre professores
negativo na participação em de escolas federais.
programas que avaliem o seu trabalho
Gráfico 14 – Percentual de professores
que concorda com a seguinte
100 79,7 afirmação
80
60
“Os resultados de avaliações externas, como
40 Prova Brasil, SAEB e avaliações estaduais, têm
16
20 4,3 ajudado a melhorar o processo de ensino e
0 aprendizagem nesta escola”
Impacto Nenhum Impacto
ruim impacto bom

Fonte: TALIS 2013


36

Quando questionados sobre “a 64

participação dos professores em


programas que avaliem o seu trabalho”,
Fonte: TALIS 2013
80% dos professores acreditam que ela
tem impacto bom, enquanto 20% deles

31
Pesquisa TALIS | Relatório Nacional

Esse percentual de concordância Esse percentual de concordância


varia também entre os estados. varia de 79% no Rio de Janeiro e 76% em
Enquanto no Acre (90%) e no Ceará Santa Catarina, até 54% em Roraima e
(81%) grande parte concorda que essas 52% em Sergipe.
avaliações externas tem ajudado a Outro tema tratado nesse conjunto
melhorar o ensino e a aprendizagem, de questões foi a visão do professor em
percentuais mais baixos são encontrados relação à diferenciação salarial entre
no Rio Grande do Sul (51%), Distrito eles.
Federal (53%) e Paraná (53%).
Gráfico 16 – Percentual de professores
Quando questionados sobre a que concordam com as seguintes
criação de um exame nacional de afirmações

ingresso na carreira docente, 68,5% dos “Professores mais dedicados deveriam


professores acreditam que haveria um receber maiores salários”

impacto bom sobre a educação


brasileira. 31

Sobre a prática de reprovação e


69
repetência no sistema educacional
brasileiro, 68% dos professores dos anos
finais afirmam concordar que “é bom
“Os salários dos professores deveriam
para a formação do aluno que ele repita variar de acordo com o desempenho de
seus alunos nas avaliações externas”
o ano/série caso tenha recebido notas
baixas durante o ano todo”. 18

Gráfico 15 – Percentual de professores


que concordam com a seguinte
afirmação 82

“É bom para a formação do aluno que ele


repita o ano/série caso tenha recebido notas
baixas durante o ano todo”
Fonte: TALIS 2013

32
Segundo a pesquisa, 69% dos

68 professores declaram concordar que


“Professores mais dedicados deveriam
receber maiores salários”, enquanto 18%
deles concordam que “Os salários dos
Fonte: TALIS 2013
professores deveriam variar de acordo

32
Pesquisa TALIS | Relatório Nacional

com o desempenho de seus alunos nas Referências bibliográficas


avaliações externas”.
Por fim, a pesquisa também OECD. TALIS 2013 Results: An
questiona a percepção do professor em International Perspective on Teaching
relação à melhoria da educação em sua and Learning. Paris: OECD Publications,
escola e no Brasil. Em geral, 83,6% dos 2014.
professores concordam que a educação
em sua escola está melhorando. Por OECD. TALIS 2013 Technical
outro lado, 53,3% deles acreditam que, Report. Paris: OECD Publications, 2014.
de modo geral, a educação no Brasil está http://www.oecd.org/edu/school/TALIS-
melhorando. technical-report-2013.pdf

Gráfico 17 – Percentual de professores


que concordam com as seguintes
afirmações

“De modo geral, acredito que a


educação na minha escola está
melhorando”

16

84

“De modo geral, acredito que a


educação no Brasil está melhorando”

45
54

Fonte: TALIS 2013

33
Informações adicionais
O Inep torna pública uma série de documentos com informações adicionais sobre
a pesquisa TALIS no endereço http://talis.inep.gov.br. Nessa página, é possível encontrar
os questionários do diretor e do professor aplicados no Brasil, tabelas com os resultados
desagregados por unidade da federação, os microdados da pesquisa, entre outros
documentos.
Pesquisa TALIS | Relatório Nacional

Lista de colaboradores
A realização da segunda rodada da pesquisa TALIS no Brasil é resultado de um
esforço colaborativo que envolveu o apoio de organizações como o CONSED e a
UNDIME, além de servidores do Inep e das secretarias de educação de todas as
unidades da federação. O compromisso e o empenho dos profissionais listados abaixo
foram fundamentais para o sucesso da pesquisa.

Inep Goiás Piauí


Célia Gedeon Cláudia Gomes Ferreira Peres Fernanda Maria Araujo Lopes

Inep Maranhão Piauí


Fabio Bravin Vera Lúcia Gonçalves Pires Paulo Rubens Oliveira Jales de
Carvalho
Inep Mato Grosso Rio de Janeiro
Luciana Briner Josinete Aparecida da Silva Ferraz Alasir Bispo da Costa

Acre Mato Grosso do Sul Rio de Janeiro


Maria de Lima Victor Delfina Cafure Melgarejo Eduardo Batista Gomes Chaves

Alagoas Minas Gerais Rio Grande do Norte


Liziana Ferro Novaes Eduardo Martins de Melo e Souza Senise Doriana de Sousa Feitosa

Alagoas Minas Gerais Rio Grande do Sul


Suely Santos Silva Liège Cardoso de Araújo Maria Ivone Alves Serpa

Amapá Pará Rio Grande do Sul


Maria do Socorro Brazão Tolosa Eliane Cordeiro da Silva Salete Albuquerque Borella

Amapá Paraíba Rondônia


Claudia Iracema Gonçalves Cunha Antonio de Caldas Irmão Otacílio Antonio de Melo
Barbosa
Amazonas Paraíba Roraima
Silvana da Silva Morais José Risomar Silva Selma Assunção Mariot

Bahia Paraná Santa Catarina


Marcos Antonio Santos de Pinho Karla Tereza Jurgensen Maria José Linhares Teixeira

Ceará Pernambuco São Paulo


Carmilva Souza Flores Tereza Cristina Pedrosa Silva Isabel Cristina de Almeida Theodoro

Distrito Federal Pernambuco Sergipe


Andréa Batista de Queiroz Victor Hugo de Albuquerque Rosângela Francisco da Conceição
Pimenta Oliveira
Espírito Santo Pernambuco Tocantins
Denise Moraes e Silva Márcia da Silva Souza Rozângela Maria de Souza