Você está na página 1de 57

Tecnologia Aviônica

Eduardo dos Santos Ferreira


Apresentação
• A mais de 40 anos o desenvolvimento de aeronaves
tem sido enriquecido com a introdução de sistemas
eletrônicos
• Estes sistemas permitem melhoria da operação,
segurança e eficiência da aeronave
• Estes sistemas eletrônicos são chamados de
aviônicos
• Eles são uma das partes mais importantes no
desenvolvimento de aeronaves no século XXI

2
1930
• Começa a utilização de circuitos eletrônicos em
aeronaves
• Ela toma corpo durante a segunda guerra mundial,
com a utilização de rádios, pilotos automáticos,
sistemas de mira, controle eletrônico de motores,
radares embarcados...

3
1950
• Nos anos 50 circuitos eletrônicos começam a ser
amplamente utilizados em aeronaves civis e
militares
• Isto devido a introdução dos aviões a jato, que
necessitam de um complexo controle de injeção de
combustível
• A aviação comercial demandava sistemas de
navegação mais avançados e confiáveis
• Nessa época era necessário um navegador, um
engenheiro de voo, além do piloto e co-piloto
4
1980
• A evolução da tecnologia microeletrônica culminou
no desenvolvimento dos microprocessadores e na
computação digital
• Sistemas digitais começam a ser empregados no
controle do processos
• Nesta época surgem os computadores de voo, que
calculam rotas, avaliam os dados aéreos do sistema
pitot-estático, controlam os sistemas mecânicos
das aeronaves.
• Aposentadoria do engenheiro de voo e do
navegador
5
A300 – A310 – Boeing 757 / 767
• Quando estas aeronaves foram lançadas a
tecnologia aviônica está suficientemente madura
• O custo para o emprego de sistemas aviônicos
complexos é aceitável e lucrativo, rendendo bons
benefícios no custos de operação das aeronaves e
aumentando a segurança do voo.
• Surgem os barramentos de dados específicos para
aeronaves

6
Resumindo
• Atualmente, aviônica é reconhecida como
representação da eletrônica na aeronáutica, e indo
mais além na indústria aeroespacial.

7
Barramento de
dados: Semicondutores
ARINC 429 Processadores
ARINC 629 Memórias
FDDI (vídeo bus ASICs
firewire) FPGA
Fibras ópticas
(MIL-STD1553B)
Aviônicos para
aeronaves
comerciais

Interface do
piloto
Tecnologia de
displays
Fatores
Software Encapsulamento
humanos
Linguagens de ATR/ARINC 600
Interface de voz
programação IMA
Segurança da
tripulação
8
Evolução da tecnologia aviônica

VLSI
LSI

Sistemas digitais

Transistores
Radar em paraquedas

Válvulas termo-iônicas

1930 1940 1950 1960 1970 1980 1990 2000

9
Evolução da eletrônica no
controle de motor e de voo
Controle Controle analógico de motores
do motor
Controle parcialmente digital de motores
Controle digital de motores

Controle analógico + backup mecânico


Controle digital + backup mecânico
Controle de
voo Controle digital

1930 1940 1950 1960 1970 1980 1990 2000

10
Objetivo da aviônica
• O objetivo da aviônica é auxiliar a tripulação na
execução da missão
• Tirando a tripulação, a aviônica é responsável pelo
controle da execução da missão.

11
Hierarquia de sistemas aviônicos
• Os subsistemas aviônicos são agrupados em cinco
níveis de acordo com a sua função
• Interface homem – máquina
• Sensores de estado da aeronave
• Navegação
• Sensores para o mundo externo
• Automação de tarefas

12
Hierarquia
Displays

Comunicação
Interface homem-máquina
Entrada de dados
/ controles
Sistema de
controle de voo

Sistema de dados
Sensores de estado da aeronave Sensores inerciais
aéreos
Sistemas de
Navegação
navegação

Sensores externos Sensores


Radar
infravermelhos
Barramento
Controle de Automação
Navegação Piloto automático 13
motor de tarefas
Sistemas que interagem com o
piloto
• Estes sistemas compreendem:
• Displays
• Sistemas de comunicação
• Entrada de dados
• Controle de voo

14
Displays
• Os displays permitem a visualização das condições
do voo e da aeronave
• Eles recebem o nome de HUD – head up displays,
quando dispostos no painel (ou parabrisa) da
aeronave
• Quando dispostos em capacetes recebem o nome
de HMD – helmet mount displays
• E se dispostos em consoles se chamam HDD – head
down displays

15
Exemplo de HUD

16
Exemplo de HMD

17
HDD

18
Dentro destes displays:
• Displays coloridos multifunção
• Displays de controle de voo primário – PFD :
altitude, atitude, número de mach, velocidade,
velocidade vertical, horizonte artificial...
• Displays de situação Horizontal – HSI : mostram a
posição da aeronave e a rota

19
Exemplo

20
Sistemas de comunicação
• São de extrema importância na operação de uma
aeronave
• Comunicação de voz
• Comunicação de posição e rastreamento
• Transmissão e recepção de dados
• Sistemas de transmissão por frequência modulada
em VHF (30 – 110MHz) ou UHF (240 – 400MHz)

21
Sistemas de Sensores de estado
da aeronave
• Sistemas de dados aéreos – basicamente tudo ligado ao
tubo de pitot e as portas estáticas da aeronave.
• Altitude, velocidade calibrada, velocidade vertical,
número de Mach e incidência de ar na aeronave –
ângulo de ataque.
• Sistemas de dados inerciais – basicamente tudo ligado
a direção e atitude da aeronave
• Atitude, posição, aceleração (acelerômetros / giros)
• Sistemas de referência de atitude e direção – AHRS –
atitude heading systems

22
Sistemas de navegação
• Sistemas de navegação inercial
• Sistemas de direcionamento por efeito Doppler
(radar)
• Sistemas de referencia de dados aéreos
• Estes sistemas necessitam de correção de posição
• Esta correção vem de sistemas de satélites (GPS) e
informações de transmissores posicionados em
solo.

23
Sensores externos
• RADAR
• RADAR por laser infravermelho
• Altímetro radar
• Detector de colisão (solo ou outra aeronave)
• Sistemas de imagem por infravermelho

24
Sistemas de automação de tarefas:
Sistemas de gerenciamento do voo
• Planejamento de voo
• Gerenciamento da navegação
• Controle dos motores para manter a velocidade
• Controle do caminho da voo da aeronave
• Controle do perfil vertical do voo
• Controle da posição da aeronave na quarta
dimensão : xyz e tempo

25
Sistemas de gerenciamento do
motor
• Tem a função de manter o motor funcionando
dentro de seus parâmetros ótimos
• Full authority digital engine control system (FADEC):
controla a injeção do combustível, aceleração do
motor, giro, temperaturas, etc
• Health monitoring systems : mede e armazena as
informações de pressão do óleo, temperaturas,
rotação, vibração, tempo de operação, alerta de
manutenção... Gera alertas e recomenda ações

26
Automação de tarefas gerais
• Gerenciamento de combustível: fluxo de combustível,
quantidade, consumo
• Gerenciamento do fornecimento de energia elétrica:
geradores, consumo dos sistemas, carga das baterias.
• Gerenciamento do fornecimento de pressão hidráulica
• Gerenciamento da pressurização da cabine
• Sistemas de controle de ambiente interno
• Sistemas de alerta
• Sistemas de manutenção e monitoramento

27
Considerações sobre o projeto
• Princípios da segurança da aeronave civil:
• Civil Aviation Authority
• Federal Aviation Administration

28
Considerações sobre o projeto
• Conseguir o menor peso possível do sistema
• Conseguir suportar o ambiente de operação –
temperatura, radiação, calor, vibração, aceleração,..
• Ter alta confiabilidade, segurança e resistência
• Miniaturização

29
O menor peso possível
• Se conseguirmos reduzir em 10kg o peso da
aeronave, podemos aumentar em até 100kg o peso
da carga útil da missão.

30
Requerimentos ambientais
• Requerimentos militares para eletrônicos :
• Faixa de Temperatura -40°C a 70°C
• Suportar altitude de 20.000 ft
• Suportar vibrações de 0,001g2 /Hz

31
Requerimentos de confiabilidade
• Vida útil
• Resistencia a ambientes agressivos
• Índice de falhas

32
Dispositivos Microeletronicos
• Sistemas digitais para controle e gerenciamento de
subsistemas da aeronave precisam se comunicar
entre si e receber informações de natureza
analógica
• Digitalmente parâmetros da aeronave são
representados em vetores binários
• Microprocessadores processam estas informações
conforme algoritmos programados
• Conversores analógicos-digitais e digitais-
analógicos fazem a transformação dos dados
digitais para sinais analógicos e vice-versa
33
Micro-controlador MCU
1011011011
parâmetro

A/D

Memória Processador

D/A tempo

I/O

Barramento de dados 34
Tendências na escala de
microdispositivos

35
Vantagens da miniaturização
• Menores dimensões permitem uma maior escala
de transistores
• Permite a construção de arquiteturas digitais mais
complexas e eficientes
• Aumenta a capacidade de processamento de
informações
• Aumenta a capacidade de armazenamento de
informações

36
Barramentos de dados
• O barramento de dados de aeronaves surgiu em
1974 com a especificação militar MIL-STD-1553
• O padrão ARINC 429 foi o primeiro padrão de
barramento de dados para aeronaves civis , e foi
inicialmente utilizado no Boeing 757
• Este padrão é o mais utilizado atualmente na
aviação civil – Boeing 757/767 Airbus A300/A310
• A evolução deste barramento é o ARINC 629

37
Arquiteturas de barramentos
• Única fonte, único receptor
• Única fonte, vários receptores
• Várias fontes, vários receptores

38
ARINC A429
• Este sistema opera com fonte única e múltiplos
receptores
• Se um dos receptores precisar enviar uma
mensagem, ele terá de ter um transmissor próprio,
com um par de fios a mais.
• Este sistema é chamado de half-duplex

39
Observação

40
Arquitetura A429

41
Arquitetura A429

42
A429
• Usa-se um par de fios
• Aceita até 20 terminais
• A informação é transmitida a uma taxa entre 12-
14k bytes/s ou a uma taxa mais elevada de 100k
bytes/s

43
A429 – palavra (dado digital)

44
MIL-1553B

45
MIL-1553B – formato das palavras

46
MIL-1553B

47
A629
• Basicamente é o A429 em full-duplex

48
Redundância dupla

49
Formação da palavra

50
Exemplo B777

51
Barramento de fibra óptica
• Vantagem: maior velocidade de dados
• Fibras multimodo permitem transmissão full-
duplex de dados

52
Arquitetura de um subsistema
(LRU)

53
Padrão dimensional

54
Interferências eletromagnéticas

55
Foco da disciplina
• Sistemas elétricos de aeronaves / satélites
• Eletricidade Básica – circuitos CC / CA
• Fundamentos de eletrônica
• Fundamentos de Eletrônica Aplicada
• Fundamentos de Eletrônica Digital
• Microcontroladores / software embarcado
• Eletrônica embarcada – Eletrônica de Aeronaves:
Introdução aos Sistemas Aviônicos - Thomas K.
Eismin – Ed. Bookman
56
Questões
• O que é um sistema embutido?
• Quais são os elementos chaves para o
desenvolvimento de um subsistema aviônico de
uma aeronave comercial?
• Quais os protocolos de comunicação de aviônicos?
• Qual é a hierarquia no desenvolvimento de
sistemas aviônicos?

57