Você está na página 1de 38

Contabilidade Gerencial

Módulo I – 30h
Fevereiro de 2019

CAPÍTULO 3 – Contabilidade de Custos como


Ferramenta de Gestão

Prof. Esp. Valquimar Souto


CAPÍTULO 3 – Contabilidade de Custos como Ferramenta de Gestão

3.1 – Introdução
3.2 – Por que as informações de custos são importantes?
3.3 – Custos, Despesas e Investimentos Módulo I – 30h
3.4 – Diferença entre custos e despesa Fevereiro de 2019
3.5 – Custo de Fabricação
3.6 – Custos dos Produtos Vendidos
3.7 – Custos das Mercadorias Vendidas
3.8 – Custos dos Serviços Prestados
3.9 – Sistemas de Produção
3.10 – O Custo da Ociosidade
3.11 – O Custo de Oportunidade
3.12 – Atividades Teóricas

Prof. Esp. Valquimar Souto


CAPÍTULO 3 – Contabilidade de Custos como Ferramenta de Gestão
3.1 – Introdução
Contabilidade
Segundo Marion e Ribeiro a contabilidade de custos, como Comercial e
a própria denominação
Financeira
induz, cuida dos custos da empresa, não tendo atenção voltada para as despesas.

Módulo
Por extensão, a contabilidade custos está preocupada com a apuraçãoIdo–resultado,
30h ou
seja, identificar o lucro de forma mais adequada.

A Função da contabilidade de custos não se limita somente a isso!!!!

Preocupa-se com:
• Controle dos Custos;
• Fornece dados para estabelecimento de padrões e orçamento;
• Realiza comparação Real vs Orçado;
• Analisa as variações;
• Redução dos Custos.

Prof. Esp. Valquimar Souto


CAPÍTULO 3 – Contabilidade de Custos como Ferramenta de Gestão
3.1 – Introdução
Contabilidade
A Função da contabilidade de custos não se limitaComercial
somente a isso!!!! e
TAMBÉM ESTÁ VOLTADA PARA AS TOMADAS DE DECISÃO: Financeira
pois
Módulo
busca responder algumas perguntas no ambiente I – 30h
dos negócios.
• Qual é a quantidade mínima que se deve produzir e vender para não se ter
prejuízo?
• Qual produto é mais rentável para estimular sua produção?
• Qual produto devemos cortar para estimular a sua produção?
• E certos itens: é melhor produzi-los ou comprá-los de terceiros?
• Qual é o preço adequado para cada produto?
• Qual item de custo devemos exercer melhor controle?
• Como reduzir custos?
Prof. Esp. Valquimar Souto
CAPÍTULO 3 – Contabilidade de Custos como Ferramenta de Gestão
3.2 – Por que as informações de custos são importantes?
Contabilidade
Segundo Marion e Ribeiro para que se possa desempenhar Comercial adequadamentee o
Financeira
gerenciamento de qualquer tipo de organização, são imprescindíveis as informações não
Módulo I – 30h
só da estrutura organizacional, mas também da composição do custo da atividade que se
pretende gerenciar.

Atividade – Exemplo na pagina 39 do Livro de


Contabilidade Gerencial de Marion e Ribeiro, 2018

Prof. Esp. Valquimar Souto


CAPÍTULO 3 – Contabilidade de Custos como Ferramenta de Gestão
3.2 – Por que as informações de custos são importantes?
Contabilidade
Comercial e
Financeira
Nota: O Contador Gerencial deve estar sempreMódulo I –que30h
alerta e incentivar todos os
agentes internos tenham conhecimento dos custos das atividades pelas quais sejam
responsáveis – apurados não só pelo sistema oficial de absorção, mas também
calculados por outros critérios e sistemas que possibilitem o estudo comparativo....

Prof. Esp. Valquimar Souto


CAPÍTULO 3 – Contabilidade de Custos como Ferramenta de Gestão
3.2 – Por que as informações de custos são importantes?
Contabilidade
Comercial
Custeio por Absorção - CA
e
Financeira
Módulo
Custeio por Atividades - ABC; I – 30h

Gestão Estratégica de Custo - GEC;


Outros Critérios
de Alocação de Custeio Alvo - CA;
Custos

Gestão Interorganizacional de Custos - GIC;

Custo da Qualidade – CQ;

Análise de Custos de Concorrentes – ACC.


Prof. Esp. Valquimar Souto
CAPÍTULO 3 – Contabilidade de Custos como Ferramenta de Gestão
3.2.1 – Exemplos de outros critérios de alocação dos custos
Contabilidade
❑ Custeio por Absorção – CA: Comercial e
Financeira
Módulo
É o método derivado da aplicação dos princípios I – 30h
de contabilidade
geralmente aceitos, nascido da situação histórica mencionada. Consiste
na apropriação de todos os custos de produção aos bens
elaborados...todos os gastos relativos ao esforço de produção são
distribuídos para todos os produtos ou serviços feitos.
(MARTINS, 2018)

Prof. Esp. Valquimar Souto


CAPÍTULO 3 – Contabilidade de Custos como Ferramenta de Gestão
3.2.1 – Exemplos de outros critérios de alocação dos custos
Contabilidade
❑ Custeio por Absorção – CA: Comercial e
Financeira
Módulo I – 30h

Prof. Esp. Valquimar Souto


CAPÍTULO 3 – Contabilidade de Custos como Ferramenta de Gestão
3.2.1 – Exemplos de outros critérios de alocação dos custos
Contabilidade
❑ Custeio por Atividades - ABC: Comercial e
Financeira
Módulo I – 30h
❑ O custeio baseado em atividades, também conhecido como Custeio ABC -
Activity Based Costing é um método de custeio que
está baseado unicamente nas atividades que a empresa efetua no processo
de fabricação de seus produtos.

Fonte: www.administradores.com.br/artigos/academico/custeio-baseado-por-
atividades/109925/

Prof. Esp. Valquimar Souto


CAPÍTULO 3 – Contabilidade de Custos como Ferramenta de Gestão
3.2.1 – Exemplos de outros critérios de alocação dos custos
Contabilidade
❑ Custeio por Atividades - ABC: Comercial e
Financeira
Módulo I – 30h

Prof. Esp. Valquimar Souto


CAPÍTULO 3 – Contabilidade de Custos como Ferramenta de Gestão
3.2.1 – Exemplos de outros critérios de alocação dos custos
❑ Gestão Estratégica de Custo - GEC :
Contabilidade
Comercial e
Financeira
Módulo I – 30h

Prof. Esp. Valquimar Souto


CAPÍTULO 3 – Contabilidade de Custos como Ferramenta de Gestão
3.2.1 – Exemplos de outros critérios de alocação dos custos
Contabilidade
❑ Custeio Alvo - CA: Comercial e
Financeira
É um processo estratégico de gerenciamento de custos para reduzir os custos totais,
Módulo I –Sakurai,
nos estágios de planejamento e de desenho do produto. 30h 1997

Prof. Esp. Valquimar Souto


CAPÍTULO 3 – Contabilidade de Custos como Ferramenta de Gestão
3.2.1 – Exemplos de outros critérios de alocação dos custos
Contabilidade
❑ Gestão Interorganizacional de Custos - GIC : Comercial e
Financeira
Gestão de Custos Interorganizacionais é um enfoque estruturado de coordenação das
Módulo
atividades das empresas em uma rede de fornecimento I – 30h
que propicia que o custo
total da rede seja reduzido.
COOPER; SLAGMULDER, 1999

Gestão de Custos Interorganizacionais é um processo cooperativo de gerenciamento


de custos que inclui outras organizações dentro de uma cadeia de valor além da
própria empresa.
SOUZA, B, 2008

Prof. Esp. Valquimar Souto


CAPÍTULO 3 – Contabilidade de Custos como Ferramenta de Gestão
3.2.1 – Exemplos de outros critérios de alocação dos custos
Contabilidade
❑ Custo da Qualidade: Comercial e
Custos da qualidade de acordo com Feigenbaum (1986) são os Financeira
custos associados com a
Módulo
definição, criação e controle da qualidade, assim como I – 30h da
a avaliação e retroalimentação
conformação da qualidade, garantia e requisitos de segurança, e aqueles custos
associados com falhas nos requisitos de produção e depois que o produto já se encontra
nas mãos do cliente. Robles Jr., 1994
A classificação mais usada é de Juran & Gryna (1991):
• Custos das falhas internas: detectadas antes da entrega, custos ruins;
• Custos das falhas externas: detectadas após a entrega,, custos ruins;
• Custos de avaliação: grau de conformidade aos requisitos da qualidade, custos bons;
• Custos de prevenção: manter em níveis mínimos os custos das falhas de avaliação,
custos bons.
Alencar e Guerreiro, 2004
Prof. Esp. Valquimar Souto
CAPÍTULO 3 – Contabilidade de Custos como Ferramenta de Gestão
3.2.1 – Exemplos de outros critérios de alocação dos custos
Contabilidade
❑ Análise de Custos de Concorrentes – ACC: Comercial e
Financeira
Módulo
A análise de Custos Concorrentes representa uma forma eficaz I
de – 30h
verificar se a
Companhia se utiliza de uma estrutura de custos competitiva ao se comparar com a
estrutura de seus competidores.
Cassela, Bruna, 2007
Se sua companhia têm um segredo, e que companhia não têm – mantenha-o bem guardado,
mais bem guardado do que no passado. De acordo com pelo menos uma grande agência de
investigação, a tentativa de roubar segredos corporativos estão crescendo....

- Harvard Business Review, 1959 apud Review and modern Industry, August, 1958

Prof. Esp. Valquimar Souto


CAPÍTULO 3 – Contabilidade de Custos como Ferramenta de Gestão
3.2.1 – Exemplos de outros critérios de alocação dos custos
Contabilidade
❑ Análise de Custos de Concorrentes – ACC: Comercial e
Financeira
Módulo I – 30h

Prof. Esp. Valquimar Souto


CAPÍTULO 3 – Contabilidade de Custos como Ferramenta de Gestão
3.2.1 – Exemplos de outros critérios de alocação dos custos
Contabilidade
❑ Análise de Custos de Concorrentes – ACC: Comercial e
Financeira
Módulo I – 30h

Prof. Esp. Valquimar Souto


CAPÍTULO 3 – Contabilidade de Custos como Ferramenta de Gestão
3.3 – Custos, Despesas e Investimentos
Contabilidade
Comercial e
A palavra custo possui significado muito abrangente, como segue:

Empresa Comercial Empresa Prestadora de EmpresaFinanceira


Industrial
Serviço
Módulo I – 30h
• Custo das compras • Custo dos Materiais • Custo das Compras das
com mercadorias; empregados na Matérias-Primas;
• Custo das Mercadorias prestação do Serviço; • Custo das Matérias-
disponíveis para venda; • Custos dos Serviços Primas disponíveis;
• Custo das Mercadorias Prestados. • Custo das Matérias-
Vendidas. • Etc. primas aplicadas na
produção;
• Custos dos Produtos
Vendidos.

Prof. Esp. Valquimar Souto


CAPÍTULO 3 – Contabilidade de Custos como Ferramenta de Gestão
3.3 – Custos, Despesas e Investimentos
Contabilidade
Comercial e
Financeira
Módulo
É preciso ter consciência de que é possível encontrar I – de30h
conceitos distintos custo. A
análise desses conceitos deve ser feita de acordo com o enfoque que estiver sendo dado
a cada caso em particular. Essa prática facilitará o raciocínio, tornando os estudos mais
agradáveis.

Marion e Ribeiro (2018)

Prof. Esp. Valquimar Souto


CAPÍTULO 3 – Contabilidade de Custos como Ferramenta de Gestão
3.3.1 – Conceito de Gasto
Contabilidade
Comercial
É a compra de um produto ou serviço qualquer, que gera e a
sacrifício financeiro para
entidade (desembolso), sacrifício esse representado por Financeira
entrega ou promessa de
entrega de ativos (normalmente em dinheiro). Módulo I – 30h
Martins (2017)

Gasto (dispêndio) desembolso à vista ou a prazo para obtenção de bens ou serviço,


independentemente da destinação que esses bens ou serviços possam ter na empresa.

Marion e Ribeiro (2018)

Prof. Esp. Valquimar Souto


CAPÍTULO 3 – Contabilidade de Custos como Ferramenta de Gestão
3.3.1 – Classificação dos Gastos (dispêndio)
Contabilidade
Comercial e
Investimento Financeira
Módulo I – 30h

Custo

Despesa
Prof. Esp. Valquimar Souto
CAPÍTULO 3 – Contabilidade de Custos como Ferramenta de Gestão
3.3.1 – Conceito de Investimento
Contabilidade
Comercial
Compreendem basicamente os gastos com aquisição dos bens em uso e dos bense que
Financeira
serão inicialmente mantidos em estoques para que no futuro sejam negociados,
Módulo
integrados ao processo de produção ou consumidos.
I – 30h
Marion e Ribeiro (2018)
3.3.2 – Conceito de Custo
Compreende a soma dos gastos com bens ou serviços aplicados ou consumidos na
fabricação de outros bens.
Marion e Ribeiro (2018)
3.3.3 – Conceito de Despesa
Compreende os gastos decorrentes do consumo de bens e da utilização dos serviços das
áreas administrativas, comercial e financeira, que direta ou indiretamente objetivam a
obtenção de receita.
Prof. Esp. Valquimar Souto Marion e Ribeiro (2018)
CAPÍTULO 3 – Contabilidade de Custos como Ferramenta de Gestão
3.3.4 – Conceito de Perdas
Contabilidade
Quando corresponderem a desperdícios normais nosComercial e
processos de produção,
INTEGRARÃO AOS CUSTOS DOS PRODUTOS; quando Financeira correspondem a gastos
Módulo I – 30h
involuntários, anormais ou extraordinários, SERÃO CLASSIFICADOS COMO DESPESAS no
grupo de Outras Despesas.
Marion e Ribeiro (2018)

3.3.5 – Conceito de Desembolso


Entrega de numerário antes, no momento ou depois da ocorrência do gasto.
Marion e Ribeiro (2018)

Prof. Esp. Valquimar Souto


CAPÍTULO 3 – Contabilidade de Custos como Ferramenta de Gestão
3.3.6 – Conceito de Gasto com parte despesa e parte custo
Contabilidade
Compreendem os gastos que beneficiam ao mesmo tempo Comercial ee as
tanto a área de produção
áreas administrativas, comercial e financeira. Financeira
Módulo I – 30h
Neste caso, há necessidade de segregar a parcela que será classificada como Despesas da
parcela que será classificada como Custos.
Marion e Ribeiro (2018)

Prof. Esp. Valquimar Souto


CAPÍTULO 3 – Contabilidade de Custos como Ferramenta de Gestão

Contabilidade
3.3.7 – Diferença entre Custo e Despesa

Comercial e
Financeira
Módulo I – 30h

Prof. Esp. Valquimar Souto


CAPÍTULO 3 – Contabilidade de Custos como Ferramenta de Gestão
3.3 – Custos, Despesas e Investimentos
Contabilidade
Comercial e
Financeira
Módulo I – 30h
ATIVIDADE PARA MEMORIZAÇÃO

Prof. Esp. Valquimar Souto


❑ Classifique os eventos descritos a seguir em Investimento (I), Custo (C), Despesa (D) ou
Perda (P):
Item Descrição do Evento Resposta
1 Compra de matéria-prima
2 Consumo de Energia Elétrica
3 Utilização de Mão-de-Obra
4 Consumo de Combustível
5 Gasto com pessoal do faturamento (salário)
6 Aquisição de máquinas
7 Depreciação das máquinas
8 Remuneração do pessoal da contabilidade (salário)
9 Pagamento de honorários da administração
10 Depreciação do Prédio da empresa
11 Utilização de matéria-prima (transformação)
12 Aquisição de embalagens
13 Deterioração do estoque de matéria-prima por enchente
14 Remuneração do tempo do pessoal em greve
15 Geração de sucata no processo produtivo
16 Estrago acidental e imprevisível de lote de material
17 Gastos com desenvolvimentos de novos produtos e processos
18 Comissões proporcionais às vendas
19 Reconhecimento de duplicada como não recebível
Prof. Esp. Valquimar Souto
CAPÍTULO 3 – Contabilidade de Custos como Ferramenta de Gestão
3.4 – Custos de Fabricação
Contabilidade
❑ Conceito Comercial e
Financeira
Compreende a soma dos gastos com bens e serviços aplicados ou consumidos na
fabricação de outros bens.
Módulo I – 30h
❑ Elementos
São três os elementos componentes do custo de fabricação:
➢ Materiais;

➢ Mão de Obra;

➢ Gastos Gerais de Fabricação ou Custos Indiretos de Fabricação.

Prof. Esp. Valquimar Souto


CAPÍTULO 3 – Contabilidade de Custos como Ferramenta de Gestão
3.4 – Custos de Fabricação
Contabilidade
❑ Equação para composição dos custos de fabricação Comercial e
Financeira
Módulo I – 30h

Prof. Esp. Valquimar Souto


CAPÍTULO 3 – Contabilidade de Custos como Ferramenta de Gestão
3.4 – Custos de Fabricação
Contabilidade
❑ Materiais: Comercial e
• Matéria-Prima Financeira
É a substância bruta principal e indispensável na fabricação deMódulo
um produto. I – 30h
• Materiais Secundários
São os materiais aplicados na fabricação em menores quantidades que a matéria-prima.

• Materiais Auxiliares
São os materiais que, embora necessário ao processo de fabricação, não entram na composição dos produtos.

• Materiais de embalagens
São os materiais destinados a acondicionar ou embalar os produtos
antes que eles deixem a área de produção.
Prof. Esp. Valquimar Souto
CAPÍTULO 3 – Contabilidade de Custos como Ferramenta de Gestão
3.4 – Custos de Fabricação
Contabilidade
❑ Mão de Obra Comercial e
Esforço do homem aplicado na fabricação dos produtos. Financeira
Ex.: Salários + Encargos ... Etc.
Módulo I – 30h

❑ Gastos Gerais de Fabricação ou Custos Inderetos de Fabricação

Demais gastos necessários para a fabricação dos produtos, os quais, pela própria
natureza, não se enquadram como materiais ou como mão de obra.

Ex.: Alugueis, Energia elétrica, serviços de terceiros, depreciação ...etc.

Prof. Esp. Valquimar Souto


CAPÍTULO 3 – Contabilidade de Custos como Ferramenta de Gestão
3.4.1 – Classificação dos Custos de Fabricação
Contabilidade
Comercial e
Em relação
ao volume Financeira
Em relação
aos
Produtos Módulo
de I – 30h
produção
Direto Fixo

Indireto Variável
Prof. Esp. Valquimar Souto
CAPÍTULO 3 – Contabilidade de Custos como Ferramenta de Gestão
3.4.1 – Classificação dos Custos de Fabricação
Contabilidade
Comercial e
Financeira
Módulo I – 30h

Prof. Esp. Valquimar Souto


CAPÍTULO 3 – Contabilidade de Custos como Ferramenta de Gestão
3.4.1 – Classificação dos Custos de Fabricação
Contabilidade
Comercial e
Financeira
Módulo I – 30h
ATIVIDADE PARA MEMORIZAÇÃO

Prof. Esp. Valquimar Souto


3.4.1 – Classificação dos Custos de Fabricação
Classificação

nº Descrição dos Gastos Valor (R$) Contabilidade


Quanto a Natureza
Quanto a Produção Quanto ao Volume
do Gasto
Comercial e
1 Comissões dos Vendedores
2 Salários de Fábrica
80.000
120.000 Financeira
3 Matéria-Prima consumida
4 Salários da Administração
350.000
90.000
Módulo I – 30h
5 Depreciação na Fábrica 60.000
6 Seguros da Fábrica 10.000
7 Despesas Financeiras 50.000
8 Honorários da Diretoria 40.000
9 Materiais Diversos - Fábrica 15.000
10 Energia Elétrica - Fábrica 85.000
11 Manutenção - Fábrica 70.000
12 Despesas de Entrega 45.000
13 Correios, Telefone e Telex 5.000
14 Material de Consumo - Escritório 5.000
Total dos Gastos 1.025.000
Prof. Esp. Valquimar Souto
• Bibliográfia

Aula
Básica
Fevereiro e Março
1. MARION, José Carlos. RIBEIRO, Osni Moura. Introdução à Contabilidade Gerencial. – 3. ed. – São Paulo
: Saraiva, 2018.

Complementar

1. RIBEIRO, Osni Moura. Contabilidade Comercial. – 19.ed. – São Paulo: Saraiva, 2017.
2. OLVEIRA, Justino. Introdução à contabilidade: teoria e questões. – 5. ed. – Niterói, RJ: Impetus, 2018.
3. ORNELAS, José Aparecido. Contabilidade. – São Paulo: DCL, 2013.
• Considerações Finais

Aula
Fevereiro

Valquimar Gonzaga Souto


valquimar.souto@gmail.com
(98) 9 9166 8255