Você está na página 1de 27

1

UNIP – Universidade Paulista

Curso de Psicologia

Atividades Complementares
ENTREGA NO FINAL DO CURSO

 O QUE SÃO ATIVIDADES COMPLEMENTARES?


 OBJETIVOS DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES
 CONTEÚDOS GERAIS
 MODALIDADES E PONTUAÇÕES DAS ATIVIDADES
COMPLEMENTARES
 SUGESTÕES DE LEITURAS
 SUGESTÕES DE FILMES
 ANEXO I – O QUE HÁ DENTRO DA BAGAGEM OU... DO
REPERTÓRIO?
 ANEXO II – O QUE É TERCEIRO SETOR?
 ANEXO III – PROJETO HEMEROTECA
 ORIENTAÇÕES – ELABORAÇÃO DE RELATÓRIOS

(Este guia é exclusivamente para o aluno entender a disciplina Atividades Complementares e não
deve ser entregue junto com a Ficha de Atividades Complementares)

Nome:
RA: CAMPUS: CAMPINAS - SWIFT

UNIP – Curso de Psicologia – Orientações A.C. 2016

Atualizado: 22 de março de 2016


2

O QUE SÃO ATIVIDADES COMPLEMENTARES?

As Atividades Complementares são componentes curriculares que possibilitam o


reconhecimento, por avaliação de habilidades, conhecimentos e competências do aluno, inclusive
adquiridas fora do ambiente escolar, incluindo a prática de estudos e atividades independentes,
transversais, opcionais e de interdisciplinaridade. Estas atividades serão desenvolvidas
especialmente nas relações com o mundo do trabalho e com as ações de extensão junto à
comunidade.
Portanto, as atividades complementares podem abranger um enriquecedor leque de práticas
complementares às aulas incluindo palestras, visitas, leituras e estudos dirigidos, peças teatrais,
semanas e atividades culturais, filmes, cursos de extensão etc. Trata-se de uma complementação ao
planejamento acadêmico relacionada a ampliação da formação profissional e social do aluno.
São consideradas atividades complementares as que o aluno possa vir a desenvolver dentro
ou fora da universidade, nos dias e horários mais diversos. Evidentemente, devem ser atividades
voltadas à sua área profissional ou diretamente relacionadas à complementação de sua formação
geral e, necessariamente, pertinente ao seu curso.

OBJETIVOS DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES:

 Tornar os cursos de graduação mais dinâmicos.


 Estimular a capacidade criativa do aluno e sua co-responsabilidade no processo
formativo.
 Enriquecer o currículo do curso por atividades que transcendem a sala de aula.
 Incentivar o aluno à busca constante de aperfeiçoamento profissional.
 Promover o exercício da CIDADANIA.
 Complementar a formação profissional, cultural e cívica do aluno por intermédio da
realização de atividades extracurriculares obrigatórias, presenciais ou à distância.
 Contribuir para que a formação do futuro egresso seja generalista, humanista, crítica
e reflexiva.
 Despertar o interesse dos alunos para temas sociais, ambientais e culturais.
 Estimular a capacidade analítica do aluno na argumentação de questões e
problemas.
 Auxiliar o aluno na identificação e resolução de problemas, com uma visão ética e
humanista.
 Incentivar o aluno na participação de projetos e ações sociais.

UNIP – Curso de Psicologia – Orientações A.C. 2016

Atualizado: 22 de março de 2016


3

CONTEÚDOS GERAIS:

 Participação em Semana de Estudos.


 Participação em palestras, simpósios, congressos, cursos, seminários e eventos
relacionados à área de estudo.
 Palestras on-line.
 Visitas a museus, exposições de arte e correlatas, centros culturais e feiras.
 Freqüência em peças teatrais e mostras cinematográficas.
 Participação em Defesa de Dissertação / Tese.
 Disciplinas optativas oferecidas por outros cursos do Campus.
 Programa de monitoria.
 Participação em Pesquisa de Docentes.
 Participação em projetos e atividades sociais, além de atividades de cunho
comunitário.
 Voluntariado.
 Atividades filantrópicas.
 Leituras: livros, artigos técnicos, atualidades.

AS HORAS MÍNIMAS EXIGIDAS PARA APROVAÇÃO SÃO DE 200 HORAS (Verificar no


histórico).
SENDO OBRIGATÓRIO DIVIDIR EM QUATRO FICHAS DE ATIVIDADES COMPLEMETRAES,
CONTENDO NO MÍNIMO 50 HORAS CADA.
A ENTREGA SERÁ NO ÚLTIMO SEMESTRE DO CURSO (10° SEM ESTRE).

OBSERVAÇÕES IMPORTANTES:

 TODAS AS ATIVIDADES DEVEM SER RELATADAS NA “FICHA DE ATIVIDADES


COMPLEMENTARES”.
 A FICHA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES SÓ PODERÁ SER ENTREGUE
PESSOALMENTE PELO PRÓPRIO ALUNO, NA DATA AGENDADA NO CRONOGRAMA DE A.C. E
ASSINAR A LISTA DE PRESENÇA NO ATO DA ENTREGA;
 TODOS OS RESUMOS DEVEM SER MANUSCRITOS. NÃO SERÃO ACEITOS
RESUMOS “PRONTOS” OBTIDOS DA INTERNET OU DE OUTRA FONTE DE CONSULTA.
 AS LEITURAS DE ARTIGOS INCLUEM ARTIGOS TÉCNICOS, CIENTÍFICOS, DE
JORNAIS E DE REVISTAS ESPECIALIZADAS. ARTIGOS DE REVISTAS POPULARES (VEJA,
ÉPOCA, EXAME, ISTO É), MESMO COM ASSUNTOS PERTINENTES NÃO SERÃO
CONSIDERADOS.

UNIP – Curso de Psicologia – Orientações A.C. 2016

Atualizado: 22 de março de 2016


4

 SOMENTE SERÃO VALIDADAS COMO CUMPRIMENTO DE HORAS DE


ATIVIDADES COMPLEMENTARES NO ÚLTIMO SEMESTRE (10° S EMESTRE) AS ATIVIDADES
REALIZADAS DURANTE O CURSO.
 NÃO SERÃO ACEITAS, EM HIPÓTESE ALGUMA, ATIVIDADES DE ALUNOS QUE
NÃO TENHAM CUMPRIDO O TOTAL DE HORAS EXIGIDAS PARA APROVAÇÃO.
 NÃO SERÃO ACEITAS, EM HIPÓTESE ALGUMA, DOAÇÕES EM DINHEIRO À
INSTITUIÇÕES FILANTRÓPICAS COMO TRABALHO VOLUNTÁRIO E NEM DOAÇÃO DE
SANGUE.

MODALIDADES E PONTUAÇÃO – ATIVIDADES COMPLEMENTARES – ICH


Psicologia – 2016

ATIVIDADES DE ESTUDO E PESQUISA:

TIPO COMPROVANTE PONTUAÇÃO

Leitura de livros pertinentes ao curso de


Apresentação de resumo (conforme
Psicologia, que não fazem parte da 05 horas
modelo – anexo).
ementa da disciplina.
Apresentação de resumo + cópia do
Leitura de artigos científicos. artigo original (conforme modelo – 05 horas
anexo).
Tradução de artigos, livros e revistas
Cópia do original + tradução. 10 horas
científicas.
Produção Acadêmica e científica (artigos, Cópia do artigo e comprovante da
10 horas por
textos, etc.) publicados em eventos, publicação fornecida pela instituição
artigo
periódicos, site, outros. organizadora do evento

ATIVIDADES CULTURAIS E ESPORTIVAS:


TIPO COMPROVANTE PONTUAÇÃO
Palestras oferecidas PELO CURSO DE Assinatura em lista de presença e
05 horas
PSICOLOGIA. relatório do evento.
Palestras externas (ou oferecidas por
outros cursos da UNIP), seminários, Relatório do evento ou apresentação
workshop, conferências, feiras de certificado ou comprovação de 05 horas
profissionais e eventos correlatos à área presença (fotos).
profissional.
Relatório do evento ou apresentação
Congressos e Jornadas. 10 horas
de certificado ou comprovação de

UNIP – Curso de Psicologia – Orientações A.C. 2016

Atualizado: 22 de março de 2016


5

presença (fotos).
Relatório do evento e apresentação
Simpósios. de certificado ou comprovação de 05 horas
presença (fotos).
Apresentação de resumo e
Participação e visitas em eventos comprovante de entrada. Eventos
culturais, como: teatro, cinema, gratuitos podem ser comprovados
05 horas
exposição de arte, museu, show de por fotos ou folder + relatório. É
música, outros. obrigatório participar de 2 atividades
para obter as 05 h.
Apresentação de resumo. É
Filmes ou documentários relacionados a obrigatório 2 filmes ou 05 horas
temas pertinentes ao curso. documentários para obter as 05 h.

ATIVIDADES DE EXTENSÃO À COMUNIDADE:


TIPO COMPROVANTE PONTUAÇÃO
Apresentação de relatório das
Voluntário em entidades sem fins atividades desenvolvidas na
lucrativos com alguma finalidade social instituição (conforme modelo –
10 horas
(orfanatos, asilos, creches, igrejas, anexo) e declaração fornecida pela
outros). entidade (papel timbrado + carimbo +
assinatura).
Apresentação de relatório
Visita em entidades sem fins lucrativos observacional do aluno (conforme
com alguma finalidade social (orfanatos, modelo – anexo) e declaração 05 horas
asilos, creches, igrejas, outros). fornecida pela entidade (papel
timbrado + carimbo + assinatura).
Apresentação de relatório das
Estágio voluntário ou remunerado atividades desenvolvidas na
10 horas
pertinente ao curso. instituição + Cópia do Termo de
Compromisso de Estágio.

ATIVIDADES EXTRA-CAMPUS:
TIPO COMPROVANTE PONTUAÇÃO
Certificado, comprovante de
matrícula e/ou freqüência fornecido
Cursos extracurriculares. pela escola. 10 horas
Boleto bancário não será aceito
como comprovante.

UNIP – Curso de Psicologia – Orientações A.C. 2016

Atualizado: 22 de março de 2016


6

Propostas e projetos relacionados ao Declarações feitas pelas empresas +


10 horas
curso. relatório.

Visita aos órgãos representantes da Declaração da entidade. Relatório do 05 horas por


classe profissional. motivo da visita. visita

ATIVIDADES INTERNAS:
TIPO COMPROVANTE PONTUAÇÃO

Participação em Defesa de Trabalho Assinatura em lista de presença.


de Conclusão de Curso (T.C.C.) de É obrigatório participar de 2 5 horas
Psicologia. apresentações.
Cópia da “Ficha Ponto” de Monitoria
ou declaração do professor
Prestação de serviços de monitoria. responsável e relatório das atividades 5 horas
desenvolvidas na monitoria c/
impressões pessoais.
Participação no Programa de Iniciação Apresentação da pesquisa + relatório
10 horas
Científica da UNIP/PIBIC e CNpQ c/ impressões pessoais

COTAS MÁXIMAS A CADA 50 HORAS (POR FICHA):

ATIVIDADE COTA MÁXIMA


FILMES 2 filmes
PEÇAS TEATRAIS, MUSEU, SHOW e EXPOSIÇÕES. 2 de cada
PALESTRAS (internas) Sem limite
PALESTRAS (externas), SEMINÁRIOS, WORKSHOPS e FEIRAS. Sem limite
CONGRESSO, JORNADA e SIMPÓSIO 2 de cada
LEITURA DE LIVROS 2 livros
LEITURA DE ARTIGO 2 artigos
CURSOS EXTRACURRICULARES (de extensão ou outros) 2 cursos
TRABALHO VOLUNTÁRIO (orfanatos, asilos, creches, igrejas, 2 trabalhos (no total
outros). de 200 horas)

UNIP – Curso de Psicologia – Orientações A.C. 2016

Atualizado: 22 de março de 2016


7

SUGESTÕES DE LEITURA:

 LIVROS

1. 1984 – George Orwell;


2. A Batalha de Salamina – Barry Strauss;
3. A Dança do Universo;
4. A Distância entre Nós – Thrity Umrigar;
5. A Estrela Solitária – Ruy Castro;
6. A Filha de Galileu – D. Sobel;
7. A Hora da Estrela – Clarice Lispector;
8. A Insustentável Leveza do Ser – Milan Kundera;
9. A Janela de Euclides – Leonard Mlodinow;
10. A Menina que Roubava Livros – Marzus Zusak;
11. A Montanha e o Rio – Da Chen;
12. A Origem do Universo – J. Barrow;
13. A Última Grande Lição – M. Albom;
14. Anita Garibaldi – Paulo Markun;
15. Anne Frank – Um Biografia – M. Muller;
16. As Vozes de Marrakech – Elias Canetti;
17. Auto-de-Fé – Elias Canetti;
18. Borboletas da Alma – Escritos sobre Ciência e Saúde – D. Varella;
19. Cabul no Inverno – Ann Jones;
20. Campo da Esperança – C. Galvão;
21. Carta ao Pai – Franz Kafka;
22. Cartas a Paula – isabel Allende;
23. Cartas de Herat – C. Lamb;
24. Cem Anos de Solidão – Gabriel Garcia Márquez;
25. Cem Dias entre Céu e Mar – Amyr Klink;
26. China – Uma Nova História – M. Goldman;
27. Cinderela Chinesa – Adeline Yan Mah;
28. Contracultura Através dos Tempos – K. Goffman;
29. Crime e Castigo – F. Dostoiewski;
30. De Costas para o Mundo – Asne Seierstad;
31. Descoberta do Mundo – Clarice Lispector;
32. DNA – O Segredo da vida – J. D. Watson;
33. Dom Casmurro – Machado de Assis;
34. Ébano – Minha Vida na África – R. Kapuscinski;
35. Estação Carandiru – D. Varella;

UNIP – Curso de Psicologia – Orientações A.C. 2016

Atualizado: 22 de março de 2016


8

36. Estrela Solitária – Ruy Castro;


37. Eu Sou o Livreiro de Cabul – Shah Muhammad Rais;
38. Filho do Holocausto – J. Mautner;
39. Gênio Obsessivo – O Mundo Interior de Marie Curie – B. Goldsmith;
40. Gênios da Ciência – Sobre os Ombros de Gigantes – S. Hawking;
41. Gigantes no Coração – A Emocionante História da Trupe lilliput – E. Negev;
42. Grande Sertão: Veredas – João Guimarães Rosa;
43. História da Leitura – Steven R. Fischer;
44. História das Guerras – Demétrio Magnoli;
45. Infância – Graciliano Ramos;
46. Limiares da Imagem – A. Fatorelli;
47. Maria Antonieta – Biografia;
48. Massa e Poder – Elias Canetti;
49. Max Weber – J. P. Diggins;
50. Memórias do Cárcere – Graciliano Ramos;
51. Memórias Póstumas de Brás Cubas – Machado de Assis;
52. Minha Guerra Particular – M. Sultan;
53. Minha Vida – C. Chaplin;
54. Mulheres de Cabul – H. Logan;
55. Na Natureza Selvagem – Jon Krakauer;
56. Neve – Orhan Pamuk;
57. No Coração do Mar – N. Philbrick;
58. No País do Jabuti – Beatrice Tanaka;
59. O Caçador de Pipas – K. Hosseini;
60. O Livreiro de Cabul – A. Seierstad;
61. O Mundo Contemporâneo – Demétrio Magnoli;
62. O Mundo de Sofia – Jostein Gaarder;
63. O Mundo que Eu Vi – S. Zueig;
64. O Nome da Rosa – Umberto eco;
65. O Tempo e o Vento (trilogia) – Érico Veríssimo;
66. Os Sertões – Euclides da Cunha;
67. Por um Fio – D. Varella;
68. Roosevelt – R. Jenkins;
69. Sua Resposta Vale um Bilhão – V. Swarup;
70. Sutil é o Senhor – Abraham Pais;
71. Um Homem Célebre – Moacyr Scliar;
72. Uma Mente Brilhante – Sylvia Nasar;
73. Uma Vida entre Livros – José Mindlin;
74. Vidas Secas – Graciliano Ramos;
75. Viver para Contar – Gabriel Garcia Márquez;
UNIP – Curso de Psicologia – Orientações A.C. 2016

Atualizado: 22 de março de 2016


9

 ARTIGOS

1. A invenção do ressentimento no século XIX e os desafios da Psicologia Social no século


XXI;
2. Famílias e violência doméstica: condições psicossocias após ações do Conselho Tutelar;
3. Como é ser adolescente do sexo feminino na periferia?
4. A representação social da maternidade de crianças em idade escolar;
5. O lado de dentro da experiência: atenção a si mesmo e produção de subjetividade numa
oficina de cerâmica para pessoas com deficiência visual adquirida;

SUGESTÕES DE FILMES

1. A árvore dos sonhos;


2. A cor púrpura;
3. A encantadora de baleias;
4. A escolha de Sofia;
5. A festa de Babette;
6. A hora da estrela;
7. A lista de Schindler;
8. A noiva síria;
9. A queda: as últimas horas de Hitler;
10. A revolução dos robôs;
11. A rosa púrpura do Cairo;
12. A vida é um milagre;
13. Abril despedazado;
14. Adivinhe quem vem para jantar;
15. Além da linha vermelha;
16. Amadeus;
17. Amistad;
18. Antes da chuva;
19. Apollo 13;
20. Arquitetura da destruição;
21. As aventuras de Azur e Asmar;
22. As chaves de casa;
23. As invasões bárbaras;
24. Band of brothers;
25. Beleza americana;
26. Bicho de sete cabeças;
27. Bopha – à flor da pele;

UNIP – Curso de Psicologia – Orientações A.C. 2016

Atualizado: 22 de março de 2016


10

28. Camelos também choram!


29. Caráter (Karakter);
30. Carruagens de fogo;
31. Cartas de Iwo Jima;
32. Cidadão Kane;
33. Cientistas brasileiros;
34. Cinema paradiso;
35. Cinema, aspirina e urubus;
36. Coisas belas e sujas;
37. Coronel Redl;
38. Crianzas invisíveis;
39. Desde que Otar partiu;
40. Desmundo;
41. Em minha terra;
42. Eu, robô;
43. Fanny e Alexander;
44. Fellini oito e meio;
45. Festa de familia;
46. Forrest Gump – o contador de histórias;
47. Frida;
48. Hurricane – o furacão;
49. Kolya – uma lição de amor
50. Lavoura arcaica;
51. Lições para toda vida;
52. Lucero;
53. Mar adentro;
54. Matriz;
55. Menina de ouro;
56. Me upé esquerdo;
57. Minha vida de cachorro;
58. Mutum;
59. Na naturaza selvagem;
60. Noites de Cabíria;
61. O ano em que meus pais saíram de férias;
62. O auto da compadecida;
63. O caminho das nuvens;
64. O caminho para Guantánamo;
65. O discreto charme da burguesía;
66. O escafandro e a borboleta;
67. O homem elefante;
UNIP – Curso de Psicologia – Orientações A.C. 2016

Atualizado: 22 de março de 2016


11

68. O nome da rosa;


69. O paciente inglês;
70. O pianista;
71. O planeta Branco;
72. O quarto do filho;
73. O sétimo selo;
74. O tambor;
75. O último rei da Escócia;
76. O violinista que veio do mar:
77. Obrigado por fumar;
78. Os últimos passos de um homem;
79. Osama;
80. Palabras de amor;
81. Peixe grande e outras histórias;
82. Pelle – o conquistador;
83. Pequena miss sunshine;
84. Pingüe pongue na Mongolia;
85. Powaqqatsi – a vida em transformação;
86. Rain Man;
87. Regras da vida;
88. Retratos da vida;
89. Sob o céu do Líbano;
90. Sociedade dos poetas mortos;
91. Tartarugas podem voar;
92. Tempos modernos;
93. Terra de ninguém;
94. Trem da vida;
95. Um grito de liberdade;
96. Uma lição de amor;
97. Uma mente brillante;
98. Uma mulher contra Hitler;
99. Uma verdade inconveniente;
100. Uma vida iluminada;
101. Vermelho como o céu;

UNIP – Curso de Psicologia – Orientações A.C. 2016

Atualizado: 22 de março de 2016


12

ANEXO I - O que há dentro da bagagem ou... do repertório?

Todo indivíduo tem a sua história de vida, a sua educação, a sua família: freqüentou escola,
clube ou igreja, viajou, casou, leu, conheceu outros indivíduos, viu filmes, teatro ou TV, ouviu rádio,
discos, gostou de certos alimentos e detestou outros. A partir dessa variadíssima experiência, cada
um de nós vai criando uma porção de conhecimentos e referências históricas, geográficas, afetivas,
profissionais, artísticas, científicas, místicas, religiosas etc. Forma-se, dentro de nós, uma complicada
e vastíssima rede de referências, valores e conhecimentos:

Nível
Religião Profissão
econômico
Infância História
Educação Emprego
de vida
REPERTÓRIO Filmes
Escola
Família Livros Rádio
Cultura
TV
Clube
Viagens Ideologia
Amigos

Esta rede constitui a nossa bagagem cultural ou repertório. O repertório vem a ser, portanto,
toda uma rede de referências, valores e conhecimento históricos, afetivos, culturais, religiosos,
profissionais, científicos etc.
Essas referências, valores e conhecimentos mudam de indivíduo para indivíduo e de
comunidade para comunidade. Assim, para um paulistano, que vive boa parte de sua vida sob um
céu chuvoso e encoberto, a referência a céu azul pode despertar sensações bem agradáveis; para
um habitante da caatinga nordestina, assolada pela seca, a expressão céu azul pode representar
uma trágica referência, pois estará indicando ausência de chuva.
Como se pode observar, referências e conhecimentos diferentes levam, é claro, a repertórios
diferentes e, consequentemente, a um modo diferente de percebermos o mundo, as pessoas e os
acontecimentos. Repertórios diferentes levam as diferentes percepções e visões de mundo.

UNIP – Curso de Psicologia – Orientações A.C. 2016

Atualizado: 22 de março de 2016


13

ANEXO II - O Que é Terceiro Setor?

Atualmente, a sociedade brasileira é organizada em setores, que visam melhor atingir os


objetivos e necessidades das partes, assim temos:
Primeiro Setor – é constituído pelas instituições de interesse público, mantidas pelo poder
público (governos) e que são responsáveis pelas questões sociais, exemplo: os órgãos públicos
como ministérios e secretarias, os governos autônomos e as empresas de economia mista (que têm
dinheiro público aplicado).
Segundo Setor – é constituído pelas instituições de interesse privado, mantidas pela iniciativa
privada e que são responsáveis pelas questões individuais, exemplo: empresas privadas como
indústrias, comércio e empresas de prestação de serviços. Os interesses são geralmente mercantis,
isto é, “ganhar dinheiro”.
O Terceiro Setor - é constituído por um conjunto de atividades voluntárias, desenvolvidas por
organizações privadas e sem ânimo de lucro, realizadas em prol da sociedade, independentemente
dos demais setores (Governo e Empresa), embora deles possa receber investimentos (públicos e
privados). São capazes de gerar projetos, assumir responsabilidades, empreender iniciativas e
mobilizar recursos necessários ao desenvolvimento do país, promover atividades culturais, sócio-
educativas e oferecer oportunidade de emprego a jovens, que por situações adversas não
conseguiram uma vaga no mercado de trabalho. Todas essas organizações têm como objetivo o
desenvolvimento político, econômico, social e cultural no meio em que atuam, além de gerarem
serviços de caráter público. (O que é Terceiro Setor? 2004).
O Terceiro Setor tem uma importante atuação em processos de democratização, defesa dos
direitos humanos e da liberdade, políticas de meio ambiente, ecologia e educação, entre outros.
O Terceiro Setor surgiu impulsionado pelos inúmeros problemas sociais enfrentados pela
sociedade, e que o Estado e as Empresas (primeiro e segundo setores) demonstraram não ter
condições de resolver ou de promover o desenvolvimento social. O objetivo principal dessas
organizações é de resolver ou minimizar essas carências não resolvidas pelo Governo ou pelas
Empresas, tais como:
• ONG – Organizações Não-Governamentais = entidades que atuam diretamente numa
comunidade e possuem verbas específicas de outras entidades.
• Associação de Pessoas Físicas :
 Associação de Moradores;
 Sociedade Amigos de Bairros;
 Defensores do Meio Ambiente;
 Incentivadores de Educação, Esporte, Ciência, Tecnologia, Cultura, Tradições
populares, Artes, etc.;
• Entidades de Assistência Social (creches, orfanatos, asilo) = setor de caridade ou
assistencial, que lidam com atendimento caritativo e preenchem requisitos para serem
considerados de utilidade pública, e com isso podem realizar convênios com o governo para
auxílio técnico e financeiro.
UNIP – Curso de Psicologia – Orientações A.C. 2016

Atualizado: 22 de março de 2016


14

• Fundações (Amparo a crianças carências, portadores de deficiências, etc.) = entidades


mantidas com receitas da iniciativa privada e administradas através de conselhos. Estão
sujeitas à legislação específica.

I.1 - Áreas de Investimento do Terceiro Setor no Brasil

O Terceiro Setor trabalha basicamente nas áreas de saúde, educação, bem-estar social e
meio ambiente. São organizações voltadas para a defesa dos direitos de grupos específicos da
população: mulheres, negros, povos indígenas, doentes, crianças, terceira idade e projetos sociais
em favelas.

Quadro 1: Comparativo entre Brasil e países latinos em relação à investimentos no


Terceiro Setor

Assistência Cultura e
País Educação Saúde
Social Recreação
Brasil 36,9% 17,8% 16,4% 17%
Média latino-
44,4% 12,2% 10,3% 10,6%
americana
(Pesquisa Global Civil Society, 1999)

I.2 - Voluntariado

Os voluntários são pessoas que prestam serviços não remunerados em benefício da


comunidade e que, ao doar tempo e conhecimento, realizam um trabalho gerado pelo seu impulso
solidário, atendendo às necessidades do próximo ou a uma causa. O voluntário doa motivado pelo
desejo de melhorar a comunidade ou auxiliar pessoas que às vezes nem conhece. O trabalho do
voluntário é de suma importância na sociedade, no entanto, não deve, nunca, substituir ações de
políticas públicas ou desobrigar instituições governamentais.
Qualquer pessoa pode fazer algum tipo de trabalho voluntário. Depende do tempo disponível
e da área que tem mais interesse. No Brasil, existem inúmeras instituições que necessitam de mão-
de-obra voluntária, que é muito valiosa.

I.3 - Números do Trabalho Voluntário no Brasil

Nos últimos anos houve uma expansão extraordinária do Terceiro Setor no Brasil. Segundo o
último censo realizado em 1995 pelo Instituto de Estudos da Religião – ISER, com o apoio do IBGE
foi apurada a existência de cerca de 250 mil ONGs em todo país, na época já empregava cerca de 2
milhões de pessoas e movimentava aproximadamente 12 bilhões de reais, o que equivalia a 1,2% do
PIB nacional, hoje estima-se que já ultrapassem 500 mil organizações.

UNIP – Curso de Psicologia – Orientações A.C. 2016

Atualizado: 22 de março de 2016


15

Apesar da multiplicação das ONGs e de outras categorias de organizações da sociedade civil


no Brasil, ainda apresentamos números muito inferiores aos de países da Europa ou América do
Norte. Nos Estados Unidos, Japão, Alemanha e Itália as cifras chegam a 32 e 42%. Nos Estados
Unidos, o Terceiro Setor movimenta anualmente 600 bilhões de dólares, empregando 12 milhões de
trabalhadores remunerados, além de inúmeros voluntários.
No Brasil, cerca de 20 milhões de brasileiros (22,6% da população) destina seu tempo a
algum trabalho voluntário e, destes, quase 14 milhões dedicam em média seis horas mensais
ao trabalho voluntário.
Um em cada cinco brasileiros faz algum tipo de trabalho não remunerado e estima-se
que 14 milhões de jovens e 10 milhões de adultos querem ser voluntários, mas não sabem por
onde começar. Jovens, adultos, instituições, universidades e empresas estão interessados em
expandir ações de solidariedade, melhorando ou minimizando a realidade social do país.
O Paraná é o quinto estado brasileiro que mais possui voluntários (4,23% do total) e o quarto
em número de instituições sociais: 5,26%.
Somente 7% dos jovens brasileiros são voluntários. Nos Estados Unidos, esse número
sobe para 62%.
Em 2003, as transferências diretas da União Federal para o Terceiro Setor foram da ordem
de 1 bilhão e 300 milhões de reais. Para 55% das ONGs a principal receita é de origem pública.
Das empresas brasileiras, 80,2% delas estabelecem alianças com organizações sociais do
1
Terceiro Setor. Segundo Utsonomiya , 99,5% das entidades do Terceiro Setor, de acordo com o
volume de receita, trabalham com faixas orçamentárias inferiores às de micro-empresas (120 mil
reais) e as cinco maiores entidades no Brasil são: Fundação Bradesco (245 milhões), LBV (192
milhões), CIEE/SP (138 milhões), ACSC (136 milhões) e a Fundação A. Prudente Rede Feminina (61
milhões), tomando como base o ano de 1999.

Quadro 2: Perfil do Terceiro Setor no Brasil: pessoal ocupado por área de atuação

Nº. de
Área de atuação %
pessoas
Educação e pesquisa 381.098 34

Saúde 184.040 16,4

Cultura 175.540 15,7

Assistência Social 169.663 15,2

Associações profissionais 99.203 8,9

Religião 93.769 8,4

Defesa dos direitos 13.721 1,2

Meio ambiente 2.499 0,2

1
UTSUNOMIYA, F. I. O desafio da Gestão da Comunicação Institucional de Organizações do Terceiro Setor Brasileiro. 2001.
Dissertação de Mestrado. Escola de Comunicações e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo,2001.
UNIP – Curso de Psicologia – Orientações A.C. 2016

Atualizado: 22 de março de 2016


16

Ainda segundo os pesquisadores da John Hopkins, o Terceiro Setor é a oitava força


econômica mundial, movimentando 1,1 trilhões de dólares por ano, gerando 10,4 milhões de
empregos.

1.4 - Alguns benefícios do voluntariado para o voluntário:

1. Valorizar a dignidade do ser humano;


2. Mobilizar pessoas e recursos para encontrar soluções criativas;
3. Organizar e direcionar potenciais de atuação nas mais diversas áreas;
4. Fortalecer ações de transformação;
5. Promover oportunidade de experiências e aprendizado enriquecedores;
6. Levar ao prazer de sentir-se útil;
7. Transformar a visão filantrópica em investimento social, possibilitando o crescimento de todos
os envolvidos;

Ainda numa análise sobre os benefícios do trabalho voluntário para os alunos do curso de
Psicologia, especificamente, podem ser apontados quatro pontos importantes:
1. Propicia a troca de experiências;
2. Desenvolve a comunicação;
3. Proporciona o auto-conhecimento;
4. Exercita e desenvolve a percepção de mundo;

UNIP – Curso de Psicologia – Orientações A.C. 2016

Atualizado: 22 de março de 2016


17

ANEXO III – MODELO PARA FICHAMENTO DE FILMES

Título Original e ANO do


Filme

Ficha Técnica
(direção, roteiro, produção e
elenco)

Resumo do Filme

Resenha clara e concisa, escrita à mão, à caneta e com letra legível (mínimo 10 linhas): ______
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________

Roteiro:

Responder, em relação ao filme assistido as questões do roteiro abaixo. Manuscrito (escrito à


mão, à caneta e com letra legível).

1. Qual o motivo da escolha do filme, como AC, neste semestre? _____________________


_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________

UNIP – Curso de Psicologia – Orientações A.C. 2016

Atualizado: 22 de março de 2016


18

2. Como você relaciona o conteúdo do filme com sua futura carreira? ________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________

3. Qual cena e/ou trecho do filme foi mais significativo (importante, interessante) para
você, hoje? Por quê? ______________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________

4. Que comentário crítico você faria ao filme assistido? _____________________________


_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________

5. Destaque uma cena ou trecho que você julgou fundamental no desenvolvimento de


competências, habilidades e comportamentos para o futuro profissional de Psicologia. ______
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________

6. Você seria capaz de articular o conteúdo do filme com alguma disciplina que esteja
estudando neste semestre ou já tenha estudado? Qual? Explique e exemplifique. ___________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________

UNIP – Curso de Psicologia – Orientações A.C. 2016

Atualizado: 22 de março de 2016


19

ANEXO IV – MODELO PARA FICHAMENTO DE LIVROS/ARTIGOS CIENTÍFICOS

Título do Livro/Artigo
Científico

Referência Bibliográfica
(informações sobre o livro /
Artigo Científico: autor,
editora, cidade, ano, nº de
páginas, nome da revista
(artigos científicos) etc.)

Resumo do Livro/ Artigo Científico

Resenha clara e concisa baseada nas perguntas abaixo, escritas à mão, à caneta e com letra
legível (mínimo 15 linhas).
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________

UNIP – Curso de Psicologia – Orientações A.C. 2016

Atualizado: 22 de março de 2016


20

Roteiro de Leitura

Responder, em relação ao livro/artigo científico lido, às questões do roteiro abaixo. Manuscrito


(escrito à mão, à caneta e com letra legível)

1. Qual o tema tratado pelo autor? _______________________________________________


_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________

2. Qual o problema que ele coloca? ______________________________________________


_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________

3. Qual a posição defendida pelo autor com relação a este problema? _________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________

4. Qual o motivo da escolha do livro/artigo científico, como A. C., neste semestre?


_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________

5. Como você relaciona o conteúdo do livro/artigo científico com sua futura carreira? ___
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________

6. Qual parágrafo e/ou capítulo do livro/artigo científico foi mais significativo (importante,
interessante) para você, hoje? Por quê? ______________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
UNIP – Curso de Psicologia – Orientações A.C. 2016

Atualizado: 22 de março de 2016


21

_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________

7. Que comentário crítico você faria ao livro/artigo científico lido? ____________________


_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________

8. Destaque e copie uma frase/parágrafo do livro/artigo científico que você julgou


fundamental e indique o número da página em que ela/ele está. __________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________

UNIP – Curso de Psicologia – Orientações A.C. 2016

Atualizado: 22 de março de 2016


22

ANEXO V – MODELO PARA TRABALHO VOLUNTÁRIO (orfanatos, asilos,


creches, igrejas, outros).

Designação: Trabalho Voluntário,


Estágio Voluntário, Visita à
Instituição, Propostas e projetos
relacionados ao curso (colocar
nome ao lado)

Local de realização

Data e duração do evento

Relatório Descritivo da Atividade

Descrição da atividade em 1 página – pautada – manuscrita (escrita à mão, à caneta e com


letra legível). Segue exemplo abaixo:

Parágrafo 1: a que se destina o relatório, o nome da instituição, a localização, o público assistido


pela Instituição e o objetivo da atividade realizada
Ex: O presente relatório tem por objetivo descrever minhas atividades como voluntária na Creche
Cantinho Feliz localizada à Rua Francisco Xavier no. 28 do bairro Santa Marta na cidade de
Campinas, onde são atendidas em período integral crianças de 02 a 06 anos.

Parágrafo 2: o horário que você está na instituição e suas atividades (O que ocorreu? Como
ocorreu?)
Ex: Estou presente diariamente nesta instituição das 14h às 16h, em que realizo as seguintes
funções: descrever de modo resumido todas as atividades. Ex: Ajudo no banho e troca das
crianças, na alimentação, conto histórias e desenvolvo atividades recreativas com elas.

Parágrafo 3: destaque uma ou mais atividades que propicie ao psicólogo em formação as


competências, habilidades e comportamentos para o seu futuro profissional  procure sempre
relacionar suas atividades a uma das disciplinas que está (ou já foi) vista no semestre. Neste caso
hipotético poderia ser relacionado com a disciplina de P.D.C.V. Concluir o texto, informando se a
UNIP – Curso de Psicologia – Orientações A.C. 2016

Atualizado: 22 de março de 2016


23

atividade proposta alcançou o objetivo e, ainda, pode conter avaliações, críticas e/ou sugestões sobre
a atividade.
Ex: Na realização desse trabalho voluntário tive a oportunidade de acrescentar experiências e
aprendizado enriquecedores à minha vida profissional; desenvolvi a comunicação, em especial, a
escuta, que é um instrumento de trabalho essencial ao psicólogo; pude desenvolver o auto-
conhecimento, além de exercitar e desenvolver a percepção de mundo;

UNIP – Curso de Psicologia – Orientações A.C. 2016

Atualizado: 22 de março de 2016


24

FICHA DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

NOME:_______________________________________________________________TURMA: _________________RA:__________________
CURSO:_Psicologia____________CAMPUS:__SWIFT___SEMESTRE:_ que está matriculado__TURNO:_Matutino ou Noturno_____
CÓDIGO DA ATIVIDADE:_ Verificar no Histórico__SEMESTRE: __da entrega da atividade complementar__ANO GRADE:_Ano que iniciou o curso_

TOTAL DE ASSINATURA
DATA DA ASSINATURA DO ALUNO HORAS ATRIBUÍDAS (1)
DESCRIÇÃO DA ATIVIDADE HORAS DO PROFESSOR
ATIVIDADE
Horas da ativ. Importante assinar todas as Atividades Pontuação segundo o guia
14/03/2013 Palestra: Psicopatologia 2h Importante assinar todas as Atividades 3h
25/03/2013 Curso: Tanatologia 12h Importante assinar todas as Atividades 10h
15/04/2013 Leitura de Livro: “Título do mesmo” 6h Importante assinar todas as Atividades 5h
08/05/2013 Trabalho Voluntário: “Nome da Instituição” 10h Importante assinar todas as Atividades 10h

Preencher esta ficha relacionando todas as atividades praticadas a cada 50h. Anexar os comprovantes das atividades, seguidas dos relatórios, exceto para
atividades realizadas pelo curso de Psicologia conforme a ordem de descrição na ficha. Preencher em ordem crescente de datas.
NÃO PODE HAVER RASURAS
As fichas só serão aceitadas digitalizadas.

(1) Horas atribuídas de acordo com o regulamento das Atividades Complementares do curso.
TOTAL DE HORAS ATRIBUÍDAS:___28h___________________
AVALIAÇÃO:__________________________________________
Aprovado ou Reprovado
NOTA:_______________________
DATA:_____/______/__________ (Data da entrega das ACs)
_______________________________________________________________
CARIMBO E ASSINATURA DO COORDENADOR DO CURSO
UNIP – Curso de Psicologia – Orientações A.C. 2016

Atualizado: 22 de março de 2016


25

ORIENTAÇÕES – ELABORAÇÃO DE RELATÓRIOS E/OU RESUMOS

Caro aluno, o resumo é feito à mão, contendo de 10 a 15 linhas. O resumo pode ser
elaborado em três parágrafos: o 1º pode conter uma introdução informando o objetivo da
atividade. O 2º parágrafo pode relatar o que ocorreu e como ocorreu. O 3º parágrafo pode
concluir o texto, informando se a atividade proposta alcançou o objetivo e, ainda, pode conter
avaliações, críticas e/ou sugestões sobre a atividade. O resumo poderia ser escrito também de
outra forma, seja narrativa ou dissertativa. Figuras, gravuras, fotos, ingressos, tickets e desenhos
podem e devem ser afixados no resumo tanto para comprovação com para complementação.

SOBRE ATIVIDADES TÉCNICAS:

 SÃO ATIVIDADES COMO CURSOS, PALESTRAS, WORKSHOPS ETC;


 PARA COMPROVÁ-LAS, BASTA APRESENTAR CERTIFICADO OU DOCUMENTO
QUE COMPROVE SUA PARTICIPAÇÃO (cópia do certificado, declaração emitida pela instituição em
papel timbrado, com carimbo e assinatura do responsável, atestado eletrônico);
 CURSO TÉCNICO E/OU RELIGIOSO NÃO TEM VALIDADE EM INSTANTE ALGUM!

DÚVIDAS FREQUENTES:

1. Todas as atividades (teatro, show, palestras, exposições) realizadas dentro do campus


não precisam de comprovação e/ou relatório?
NÃO. Apenas as atividades realizadas pelo curso de Psicologia não precisam de comprovação e/ou
relatório, pois na ocasião será assinada uma lista de presença própria do evento. Para as atividades
realizadas pelos demais cursos, o aluno deve fazer relatório e apresentar comprovante normalmente.

2. Não consegui completar o total de horas exigidas. O que acontece nesse caso?
As ACs é uma disciplina como outra qualquer da grade curricular, com objetivos, instrumentos e
critérios de avaliação, sendo um dos principais deles a entrega das horas completas. O aluno que
não entrega as horas completas ou não cumpre o prazo de entrega está REPROVADO em AC.

3. Posso entregar as atividades que consegui fazer, mesmo não tendo atingido o total
exigido?
NÃO. Só serão aceitas fichas com o total de horas completas (o n° mínimo de horas exigidas)

4. Posso ultrapassar o nº mínimo de horas exigidas para a aprovação de AC?


SIM. Se o aluno ultrapassou o nº mínimo de horas exigidas para a AC será aprovado normalmente.

UNIP – Curso de Psicologia – Orientações A.C. 2016

Atualizado: 22 de março de 2016


26

5. Posso fazer ACs nas férias, já que tenho mais tempo livre?
NÃO. Como as ACs é uma disciplina da grade curricular, só pode ser considerada a partir do início de
cada semestre letivo. MAS o aluno pode fazer alguma atividade que não exija comprovação da data
como, por exemplo, leitura de livros e artigos científicos.

6. O aluno é obrigado a fazer os livros e filmes que constam no guia de ACs?


NÃO. Este guia trata-se apenas de sugestões. O aluno tem total liberdade de escolher os livros e
filmes que quer entregar para as ACs, desde que siga as orientações, ou seja, respeite as cotas
máximas, entregue os comprovantes exigidos e faça os relatórios nos formulários modelos.

7. No caso de livros e/ou filmes posso fazer só um resumo simples?


NÃO. Além do resumo, o aluno deve obrigatoriamente responder às perguntas que estão nos
formulários próprios, destinados a cada atividade (verificar em anexos).

8. Ministro aulas de informática ou catequese voluntariamente numa igreja do meu bairro,


posso usar como ACs?
NÃO. Ministrar aulas, cursos ou outros, em empresas ou instituições de ensino não têm validade
como A.C., pois já se conhece o conteúdo. Uma atividade para ser validada como complementar
deve ser algo em que o aluno aprenda, conheça um novo assunto;

9. Qualquer curso é válido para as ACs?


NÃO. Apenas cursos relacionados diretamente à área, por exemplo, “Relacionamento Interpessoal”,
“Recrutamento e Seleção”, “Dinâmica e Testes na Seleção” OU que propiciem ao psicólogo em
formação as competências, habilidades e comportamentos para o seu futuro profissional, como
“Cidadania e Meio Ambiente”, “Atitude Empreendedora”, “Administração do Tempo”, “Lógica e
Criatividade”, “Resolução de Problemas” Ou ainda cursos de línguas estrangeiras “Inglês” e
“Espanhol” e os Cursos de Extensão Comunitária, oferecidos pela UNIP.

10. Cursos realizados na modalidade à distância (como os oferecidos pelo CIEE) são
válidos para as ACs?
SIM. Após a realização de todas as etapas previstas, o CIEE disponibiliza ao estudante acesso ao
certificado digital. Esse certificado é aceito sem problemas para a comprovação de realização do
curso, basta imprimi-lo e anexa-lo ao relatório.

UNIP – Curso de Psicologia – Orientações A.C. 2016

Atualizado: 22 de março de 2016


27

BOM TRABALHO A TODOS,

Profa. Dra. Maria da Piedade Romeiro de Araújo Melo


Coordenadora do Curso de Psicologia e Profa. responsável pela disciplina de A.C.
UNIP – Campinas / Swift

UNIP – Curso de Psicologia – Orientações A.C. 2016

Atualizado: 22 de março de 2016