Você está na página 1de 249

Hinário de

Iluminação

Brilho do Sol
2
3
PAI NOSSO

Pai nosso que estais no céu


Santificado seja o Vosso nome
Vamos nós ao Vosso reino
Seja feita a Vossa vontade
Assim na Terra como no céu
O pão nosso de cada dia
Nos dai hoje, Senhor
Perdoai as nossas dívidas
Assim como nós perdoamos
Aos nossos devedores
Não nos deixe, Senhor
Cair em tentação
Mas livrai-me e defendei-me
Senhor, de todo mal.

Amém, Jesus, Maria e José.

4
AVE MARIA

Ave Maria, cheia de graça


O Senhor é convosco
Bendita sois Vós
Entre as mulheres
Bendito é o fruto do
Vosso ventre Jesus
Santa Maria, Mãe de Deus
Rogai a Deus por nós pecadores
Agora e na hora da nossa morte.

Amém, Jesus, Maria e José.

5
INDICE

Parte 1
- Oração ... pg. 7
- Santa Maria ... pg. 49
- Hinos de iluminação... pg. 83

Parte 2
- Povo da rua ... pg. 141
- Orixás ... pg. 167
- Hinos de Encerramento pg. 221

6
7
ORAÇÃO

8
9
1. EXAMINE A CONSCIÊNCIA
(Padrinho Sebastião – 71)

Examine a consciência
Examine direitinho
Sou Pai não sou filho
Mas eu não faço assim

Chamo de um a um
A todos eu mostro o caminho
Fazendo como eu mando
Tudo fica bem facinho
Todos podem se lembrar
Do tempo de Noé
A Doutrina do meu Pai
Eu ensino como é
Vamos meus irmãos
Vamos todos se humilhar
Pedir nosso perdão
Para o nosso Pai nos perdoar

Quem quiser que se agüente


Não tem a quem se queixar
Eu bem que avisei

10
Que havia de chegar

11
2. A MEU PAI PEÇO FIRMEZA
De pé – (Padrinho Sebastião – 86)

A meu Pai peço firmeza


E não saia da minha mente
Dou ensino a quem não sabe
E aconselho os inocentes

Meu Pai a ti eu peço


E não saio do meu lugar
Dai-me força e dai-me amor
Para eu poder trabalhar

Meu Pai a ti eu peço


E aos teus pés estou
Rogando pelo povo
Para ser merecedor

Oh! Minha Virgem Mãe


Oh! Virgem Protetora
És Rainha do mar
És minha professora

12
Oh! Meu bendito Pai
Oh! Meu Juramidam
Chama de um a um
Para receber o perdão

Se todos conhecessem
O poder que meu Pai tem
Deixavam a ilusão
Que é coisa que não convêm

O mundo está em balanço


E tudo vai balançar
Mas nos pés do meu Pai
Todos têm que se curvar

13
3. EU VIVO COM MEU MESTRE
(Padrinho Sebastião – 88)

Eu vivo com meu Mestre


Eu vivo com meus irmãos
Eu vivo na Santa Luz
Estou no pé da cruz com Juramidam

Eu peço a meu Pai


O que eu pedir Ele me dá
Os inimigos que vierem contra
Eu peço força para derribar

Oh! Minha Virgem Mãe


Oh! Virgem da Conceição
Eu peço a Jesus Cristo
Para dar força aqui na sessão

14
4. É PEDINDO E ROGANDO
(Padrinho Sebastião – 93)

É pedindo e rogando
Que podemos alcançar
Não é falar um do outro
Querendo caluniar

Me apresento a meu Pai


E minha história eu sei contar
Peço que todos se unam
E aprendam a respeitar

É no Céu e na Terra
E é beirando a beira mar
O meu encontro com Jesus
Só eu sei destrinchar

Foi aí neste dia


E foi nas águas de Jordão
Que ambos foram batizados
E começou sua missão

15
5. DEM DUM
(Padrinho Sebastião – 97)

Dem dum, dem dum


Dem dum, dem dum
Deus sabe o que está fazendo
Sentado no seu lugar
Às doze horas do dia
Nós precisamos rezar
Pai nosso que estais no Céu
Recebemos com alegria
Nosso Pai e nossa Mãe
A sempre Virgem Maria

O poder de Deus é grande


Seja feita a Vossa vontade
É quem nos dá o perdão
E é a nossa Majestade
Todo mundo pede a Deus
Mas não sabem se explicar
Guardai-me, defendei-me
Livrai-me de todo mal

16
6. AQUI EU VOU EXPOR
(Padrinho Sebastião – 105)

Aqui eu vou expor


Eu vim para lembrar
O mistério da oração
Não é somente rezar
É rezar e por em prática
E entrar em comunhão
Se lembrar de Jesus Cristo
E esquecer a ilusão
A minha Mãe sempre me olha
E meu Pai comigo está
Me entrega estes ensinos
Para aqui eu explicar
Cada um cuida de si
Eu também cuido de mim
Vou zelando esta estrada
Estou fazendo o meu jardim

O que é do meu Pai é meu


O que é dele eu posso usar

17
Só não uso o que é dos outros
Que pode me derribar

18
7. EU VOU REZAR
(Padrinho Sebastião – 108)

Eu vou rezar que é para todo mundo ver


Pai Nosso que estais no Céu
Vós queira me defender

Pão nosso de cada dia


Jesus no alto da cruz
Sofreu toda agonia

Eu pedi e meu Pai me deu


Para nunca me esquecer
De São Irineu

A Cruz ele sempre consagrou


É no Céu e na Terra
Aqui está o meu amor

Amei e bem soube amar


Meu Mestre me chamou
Eu vim lhe acompanhar

19
Jesus ele tem todo o amor
É aqui que ele está
E é aqui que eu estou

Esta mensagem ele mandou explandir


Quem não quiser escutar
Faça favor ouvir

Meu Mestre Ele não se esconde


Eu sempre estou atento
Ao o Santíssimo Sacramento

Não digas que o Mestre não tem saber


Ele bem ensinou
E você não quis aprender

Agora é que eu quero ver


É andar direitinho
Sob pena de sofrer

20
8. PARA ESTAR JUNTO A
ESTE CRUZEIRO
(Padrinho Sebastião – 118)

Para estar junto a este cruzeiro


É mudar de opinião
Quem ama a Jesus Cristo
Não fala do seu irmão

O Mestre está aqui


Ele fala bem baixinho
Ensina a quem procura
Deixando quem não quer seguir

Aqui estou dizendo


Para os meus irmãos ouvir
Quem for filho vem chegando
E quem não for vai escapulir

Não adianta ser grande


Sem possuir nobreza
Meu Pai e Minha Mãe
Nos mostram sua beleza

21
22
9. NÃO CREIA NOS MESTRES
QUE TE APARECEM
(Padrinho Sebastião – 139)

Não creia nos mestres que te aparecem


E nem com eles no caminho queira andar
Creia somente em seu Jesus
Que é ele é quem tem para te dar

Meu Mestre aqui a vós eu peço


Para Vós me guiar
Me guie no caminho da santa luz
Não deixa ninguém me atacar
Segue sempre o teu caminho
Deixa quem quiser falar
Recebe a tua luz de cristal
Te firma e te compõe em teu lugar
Recebe todos que chegar
Faz o que eu te mandar
Não deixa fazer o que eles querem
Espera até o dia que Eu chegar

23
10. PEÇO QUE VÓS ME OUÇA
Valsa – (Padrinho Sebastião – 145)

Meu Pai peço que Vós me ouça


Para eu pedir o perdão
Eu peço não só para mim
Para mim e os meus irmãos

Meu Pai quando for perdoar


Perdoa como lhe convêm
Eu peço que Vós nos perdoe
Como perdoou em Belém

A barca que corre no Mar


Corre no meu coração
Aquele que aqui batiza
Batizou no rio de Jordão

24
11- O AMOR É PARA SER DISTRIBUÍDO
(Padrinho Sebastião – 147)

O amor é para se distribuído


E não amor fingido
Porque ele causa dor
O amor é o campo da formosura
Onde está minha imagem pura
Deus foi que criou
O amor é o trono da verdade
Onde está a majestade
Cristo Nosso Senhor
O amor deve ser bem profundo
Mas não é em todo mundo
É para quem acreditou
O amor é o trono de harmonia
Aonde eu descanso
E rezo todo dia

O amor é da sempre Virgem Maria


Jesus Cristo Salvador
Ele é quem me guia

25
12. EU NÃO SOU DEUS
De pé – (Padrinho Sebastião – 152)

Eu não sou Deus


Mas tenho uma esperança
Melodia
Eu não sou Deus
A - D - F#
Mas sou Sua semelhança
D-B-A

A-E-G
Deus é fogo
F# - D - A - D
Deus é água Deus é tudo
Eu convido os meus irmãos
D - F# - D - B - A
Pra começar nossos estudos
A-D-F#-G-F#-D-A-D

Eu não sou Deus


Acompanhamento
Mas tenho uma esperança

26
Eu não sou Deus
D -Bm - A
Mas sou sua semelhança
G - A7 - D

Deus no céu
D -Bm - A
Deus na Terra Deus no mar
Em - A7 - D
Eu convido os meus irmãos
Para ficar em seu lugar

13. EU PEDI E TIVE UM TOQUE


(Padrinho Alfredo – 82)

Eu pedi e tive o toque


Da Floresta e do Astral
Aqui estou avisando
Que devemos ser igual

Examinando o firmamento
O tesouro universal
Sinto profundo este toque

27
Deste Rei Imperial

Digo assim esclarecendo


E mostrando a todos que
Está neste caminho
Que procure compreender

Vou dizendo e quero ver


Esta oração vibrar
No coração de quem ama
Para sempre confortar

Digo sempre com firmeza


Pois sou capaz de provar
Quem é firme balanceia
E quem zombar pode tombar

Esta força balanceia


Faz as estrelas brilhar
Foge o vento das alturas
Treme a Terra e geme o Mar

28
A meu Pai eu agradeço
Por esta compreensão
Todos busquem a Santa Paz
Para si e seus irmãos

29
14. A MAGIA DA ORAÇÃO
(Madrinha Nonata)

Meu São João meu São João


Foi quem cantou essa canção
Para mim e para ti
Na magia da Oração

Examine a consciência
E acalme seu coração
Através das minhas palavras
Refletidas na Oração

A meu Pai peço firmeza


E não saio do meu lugar
Eu vivo é com meu Mestre
Na barca que corre no Mar

É pedindo e rogando
Que devemos sempre estar
Às seis horas da tarde
Com amor vamos cantar

30
Dem dum dem dum dem dum
Eu não sou Deus mas tenho esperança
Eu pedi e tive o toque
Quem reza com Deus nunca se cansa

Estou rezando e sempre zelando


Dentro do meu coração
O que o Senhor deixou comigo
A hora sagrada da Oração

31
CONSAGRAÇÃO
DO APOSENTO
Dentro do círculo infinito da divina
presença que me envolve
inteiramente, afirmo:
Há uma só presença aqui, é a da
Harmonia, que faz vibrar todos os
corações de felicidade e alegria.
Quem quer que aqui entre, sentirá
as vibrações da Divina Harmonia.
Há uma só presença aqui, é a do
Amor. Deus é o Amor que envolve
todos os seres num só sentimento
de unidade. Este recinto está cheio
da presença do Amor. No Amor eu
vivo, me movo e existo. Quem quer
que aqui entre, sentirá a pura e
santa presença do Amor.

32
Há uma só presença aqui, é a da
Verdade. Tudo que aqui existe, tudo
que aqui se fala, tudo que se pensa é
a expressão da Verdade. Quem quer
que aqui entre, sentirá a presença da
Verdade.
Há uma só presença aqui, é a da
Justiça. A Justiça reina neste recinto.
Todos os atos aqui praticados são
regidos e inspirados pela Justiça.
Quem quer que aqui entre, sentirá a
presença da Justiça.
Há uma só presença aqui, é a presença
de Deus o Bem. Nenhum mal pode
entrar aqui. Não há mal em Deus.
Deus, o bem, reside aqui. Quem quer
que aqui entre, sentirá a presença
divina do Bem.

33
Há uma só presença aqui, é a presença
de Deus a Vida. Deus é a Vida
essencial de todos os seres. É a Saúde
do corpo e da mente. Quem quer que
aqui entre, sentirá a divina presença da
Vida e da Saúde.
Há uma só presença aqui, é a presença
de Deus a Prosperidade. Deus é
Prosperidade, pois Ele faz tudo crescer
e prosperar. Deus se expressa na
Prosperidade de tudo o que aqui é
empreendido em seu nome. Quem quer
que aqui entre, sentirá a divina
presença da Prosperidade e da
Abundância.
Pelo símbolo esotérico das Asas Divinas
estou em vibração harmoniosa com as
correntes universais da Sabedoria, do
Poder e da Alegria.

34
A presença da Divina Sabedoria
manifesta-se aqui. A presença da
Alegria Divina é profundamente sentida
por todos os que aqui penetram.
Na mais perfeita comunhão entre o
meu Eu Inferior e o meu Eu Superior,
que é Deus em mim, consagro este
recinto a mais perfeita expressão de
todas as qualidades divinas que há em
mim e em todos os seres.
As vibrações do meu pensamento são
forças de Deus em mim, que aqui ficam
armazenadas e daqui se irradiam para
todos os seres, constituindo este lugar
um centro de emissão e recepção de
tudo o quanto é Bom, Alegre e
Próspero.

35
ORAÇÃO
Agradeço-te ó Deus, porque este
recinto está cheio da Tua
Presença.

Agradeço-te, porque vivo e me


movo por Ti.

Agradeço-te, porque vivo em Tua


Vida, Verdade, Saúde,
Prosperidade, Paz, Sabedoria,
Alegria e Amor.

Agradeço-te, porque estou em


Harmonia, Amor, Verdade e Justiça
com todos os seres. Amém.

36
37
Continuação hinos de despacho

1. O REI DA VIDA
(Alexandre Tarifa) mazurca 2x

É o Rei da vida e da saúde


Do amor, paz e alegria
Vamos cantar para ele
Jesus filho de Maria

Água que virou vinho


Com as mãos ele transformou
Nos trouxe estes ensinos
Com amor ele deixou

Terra e mar dominou


Poder que o Pai lhe deu
Os peixes que multiplicou
O vento que lhe obedeceu

Pelo poder de Deus Pai


Que criou todas as coisas
Criou o nosso mundo
Para colher almas boas

38
Água que mata a sede
Fonte da vida eterna
Pois viverá para sempre
Quem beber de lá

Jesus é o nosso caminho


Ele é quem nos guia
Da água que virou vinho
Salve o daime com alegria

39
2. PROFESSOR DE ESTRELA
(Odemir - #63)

O Daime é meu professor


Ele está de olho
Ele está de olho
Ele está de olho
Na minha mudança

O Daime é meu professor


Sempre está de olho
Sempre está de olho
Sempre está de olho
Na minha esperança

É grande professor
De palavra verdadeira
Obrigado senhor
Professor de estrela

40
3. PROFESSOR
(Deividson - #01)

O Daime é
A minha forma de vida
Meu professor
Que vem curar minhas feridas

Oh! Meu Jesus


Oh! Iajé
Mamãe Oxum
Me ensinando como é

41
4. SANTO DAIME ESTELAR
(Mad. Maria do Carmo)

O Santo Daime é estelar


O Santo Daime é estelar
Ele veio para a Terra
Só veio para curar

Cura um e cura dois


E aquele que quiser
Suas forças curativas
Vêm das forças estelares

Quem não estiver limpo


Para nessa casa entrar
Por favor güente firme
Não se ponha a correr

42
5. EU TOMO DAIME
(Vera Gail)

Eu tomo Daime é para conhecer


Eu tomo Daime é para conhecer
Conhecer a beleza de viver
Dentro dessa luz do meu Eu superior

Eu tomo Daime é para aprender


Eu tomo Daime é para aprender
Aprender a ter amor no coração
Andar pela estrada da vida com toda
liberdade

Eu tomo Daime é para renascer


Eu tomo Daime é para renascer
Renascer no caminho da verdade
Para encontrar a paz Vós me livre dos
enganos

43
6. O JAGUBE ESTÁ AÍ
(Francisco Grangeiro - #14)

O Jagube está aí
É para todos ter amor
Para poder conhecer
O nosso Pai Criador
A folha chegou a tempo
Ela veio mostrar seu valor
Para nos levar à presença
Do nosso Mestre ensinador
O cipó, a folha e a água
Se junta toda harmonia
Para nos levar à presença
Da Sempre Virgem Maria
Estou aqui pra te ajudar
Procura saber quem é
Aí é um filho de Deus
De Jesus, Maria e José
Fique aqui vá trabalhar
E não me negue a seus irmãos
Quem está dizendo sou Eu
É o velho Juramidam

44
7. AQUI EU RECEBI
(Padrinho Sebastião - 130)

Aqui eu recebi
Para mim distribuir
É o Santo Daime
Para com meu Pai seguir

Se meus irmãos soubessem


O que é que vem fazer
Saíam bem limpinhos
Pois o meu Pai tem poder

Este é o poder
Esta é a verdade
Quem não ama com firmeza
Sempre carrega a maldade

Eu gosto de dizer
Também gosto de mostrar
Tá... tum
Veja aonde está

45
Quem não souber o que é
Puxe pela consciência
Quem ama com lealdade
Sempre rende obediência

46
47
Continuação hinos de cura

l. UM PEDIDO AO MEU MESTRE


(Dalvina Corrente - #34) valsa

Eu fiz um pedido a meu Mestre


Para ele vir me ajudar
Vir curar a minha matéria
Que Jesus Cristo é quem pode curar

São Miguel é um anjo guerreiro


Vencedor de toda demanda
Ele veio limpar o terreiro
De Jesus Cristo e de Juramidam

O terreiro é o nosso coração


Onde Deus pode habitar
São Miguel e São Rafael
E São Gabriel são anjos curadores

48
ll. BONS CURADORES
(O Reinadinho - #29 of. por Agarrube)

Oh! Meu Pai bom curador


Estou aqui a rezar
Se eu for merecedor
Vós venha me curar

No caminho dos espinhos


Eu estou a caminhar
No Jardim de belas flores
Uma rosa vai brilhar

E o perfume do Amor
Eu hei de encontrar
É Jesus Cristo Redentor
Que chegou para curar

No caminho eu vou seguir


Nos caminhos eu vou seguir
No meu caminho eu vou seguir
Até as luzes clarear

49
lll. TRANFORMAÇÃO
(Lúcio Mortimer - #36) valsa

Deus de misericórdia
Meu Pai Soberano
Me dê a Vossa mão
Nas provas que estão passando

Dai-me a paciência
Que o gosto é de fel
Seja feita Vossa vontade
Na Terra como no Céu

Assim é nossa vida


Alegrias e sofrimento
Agradeço pela vez
De estar neste padecimento

Crescei a minha fé
Dai-me a conformação
Precisa ter firmeza
E entender a transformação

50
Eu estou em pé firme
Firmado no meu lugar
Que tudo aqui passado
Seja para Vos louvar

51
lV. JANAGUBA
(Pad. Eduardo - #11)

Cheguei no pé da Janaguba
Comecei logo a rezar
Pedindo o leite dela
Para me curar
Para me curar
E curar os meus irmãos
Para eu poder viajar
Essa cura é da Virgem Mãe
E da Mãe Iemanjá
Pedi firmeza
Para trabalhar
Pedi a Virgem Mãe
E a Rainha Zigongar
A Rainha Zigongar
Mandou que eu me firmasse
E ficasse em meu lugar
Com a Rainha Iemanjá

52
Santa Maria
53
54
55
1. QUEM PROCURAR ESTA CASA
(Mestre Irineu - #122)

Quem procurar esta casa


Que aqui nela chegar
Encontra com a Virgem Maria
Sua saúde Ela dá

Minha Sempre Virgem Maria


Perdoai os filhos seus
Vós como Mãe soberana
A Divina Mãe de Deus

Eu peço a vós, bem contrito


Fazendo as minhas orações
Peço a vós a Santa Luz
Para iluminar o meu perdão

Aqui dentro desta casa


Tem tudo que procurar
Seguindo o bom caminho
Fazer bem, não fazer mal

56
2. AVE MARIA
(Pad. Alfredo - #95) (valsa)

Ave Maria
Para me lembrar
Que é minha Mãe
Mãe do nosso Pai
Santa Maria
Para não esquecer
Que o nosso Pai
É o Rei do Poder
Tem vosso Filho
O Príncipe da Paz
Que é quem segura
O balanço do Pai
Todo mundo geme
E vai estremecer
Só não Jesus Cristo
E quem lhe obedecer
Palavras minhas
Palavras de Deus
Pedindo e rogando
Por todos seres

57
Que nos acoberte
E quem quiser seguir
E a vossa vontade
Há de se cumprir

Eu estou aqui
Ali, estou lá
Em toda parte
Que me procurar

Eu sou pequenino
Mas dá para ser ver
Sou o infinito
Para quem perceber

Vou esclarecendo
Não vim enganar
Meu Pai reuniu
E mandou apurar

Segurem o balanço
Não vão esmorecer
Que esta vitória
Vai acontecer

58
3. SANTA MARIA
(Padrinho Alfredo - #108)

Quem não conhece Santa Maria


Faz uso dela todo dia
Vive sempre em agonia
Mas agora chegou como eu queria

Meu Senhor São João Batista


Jesus Cristo e São José
Agora chegou como eu queria
Agora chegou como Deus quer

Chegando como Deus quer


Daí tudo fica bem
Chegando como meu Pai quer
Chegou como eu quero também

Na vontade da Virgem Maria


Ela agora vai vigorar
Ela é do meu comando
E manda eu comandar

59
Eu comando aquele que crê
Em Jesus Cristo e São João
Que esta é a verdade
Que temos na nossa união
Vou dizendo assim para todos
E quero cumprir o que digo
Quem não for me ajudando
Não prova que é meu amigo
Para todos nos manda esta ordem
Agora respeita quem quer
Mas aqui eu digo a todos
Vamos ser todos como Deus quer
Olhem todos bem para o sol
E todos olhem bem para mim
Se ainda tem confusão
Mas meu Pai não pratica assim
Deus Pai e Espírito Santo
Na nossa Mãe se encerra
Vamos todos afirmar paz
Deixa quem quiser afirmar guerra

60
4. VOU RECEBER MINHA MÃE
(Padrinho Alfredo - #27)

Vou receber minha Mãe


Dentro do meu coração
Para eu poder caminhar
Neste mundo de ilusão

Vou colocar minha Mãe


Bem juntinho do meu Pai
Vida, paz e harmonia
Com isto nos satisfaz

Amor, verdade e justiça


Fé, firmeza e consciência
Serenidade, respeito
São partes da providência

Calma e tranquilidade
Obediência e coragem
Humilhação e prudência
São partes desta imagem

61
Este é o amor divino
Do trono celestial
Que resplandece nas matas
Iluminando todos iguais

Iluminando todos iguais


Examinando um por um
Castigando os mentirosos
Nesta Linha do Tucum

São Miguel e todos arcanjos


Da Virgem da Conceição
Que são as nobres defesas
Que temos em nossas mãos

Digo a todos meus irmãos


E fico eterno agradecido
Receba com alegria
O que lhe é oferecido

62
5. SANTA MARIA
(Paulo Roberto)

Louvada seja
Nossa Mãe Santa Maria
Que nos dá a alegria
De com Ela festejar
A união do Sagrado Vosso Filho
Com o Divino Pai Eterno
Para sempre eu devo amar
Eu peço a Vós
Na esperança de um dia
Eu mais a minha família
Junto a Vós se apresentar
Para louvar, amar e testemunhar
Oferecer meu coração
Para ser Vosso altar

Louvado seja
Jesus Cristo Redentor
E Vosso Império de amor
Com todos Seres Divinos

63
Agradeço todo esse conhecimento
Esta força e o vigor
Que recebemos em nossos hinos

Santa Maria
Está chegando e vai ficar
Para todos reunir
E saber se respeitar

Andando na estrada com amor


Ter firmeza, sem temor
E com calma alcançar

Agradeço
Ontem, hoje e todo dia
Santa paz e união
Da luz de Santa Maria

A Vós eu peço na esperança de chegar


Sempre a Vossa proteção
Para eu poder atravessar

64
6. E Ê SANTA MARIA
(Maria Alice)

E Ê Santa Maria
E Ê Santa Maria
Nos confortai nesta agonia

E Ê Mamãe Jurema
E Ê Mamãe Jurema
A sua folha tem lei suprema

E Ê meu Rei ogum


Com a lança na mão
Defende a lei, sois guardião

E Ê meu Rei Ogum


E Ê meu Rei Ogum
Vai ordenando de um a um

E Ê meu Rei Ogum


Dentro da viração
Guarda Mamãe no coração

65
7. MINHA SANTA MARIA É LIVRE

Minha Santa Maria é livre


No lugar onde Ela está
Mas a gente é que lhe acusa
Quando a gente usa sem saber usar

Santa Maria é nossa Mãe


É nossas filhas e nossas mulheres
Mas é preciso muito amor
E todas elas se consagrar

Aqui dentro desta irmandade


Alguns irmãos precisam entender
Que para usar a Santa Maria
É com lealdade pra lhe defender

Mas é com fé e paciência


Que para todos vai se libertar
Quem estiver firme vai sorrir
Quem não estiver pode até chorar

66
8. SANTA MARIA FOI QUEM ME CHAMOU
(Ronaldo Rocha) (mazurca)

Santa Maria foi quem me chamou


E convidou-me à obedecer
Para eu ver a sua Luz
E conhecer o Vosso Poder
Foi aí que eu me firmei
Foi aí que eu enxerguei
Meu São João, meu São João
Na Vossa glória e no Vosso Poder
Ele me disse: - Tu segue em frente
Ele me disse: - Preste atenção
Que esta luz sempre reinará
Na Santa Casa de São João
Cada cabeça traz sua justiça
Cada justiça traz sua razão
Cada flor tem o seu perfume
Cada amor tem o seu coração
Eu agradeço ao meu Senhor Jesus
Eu agradeço à minha Mãe
Eu agradeço a meu São João
Eu agradeço a todos meus irmãos

67
68
9. UMA BELA HISTÓRIA
(Lúcio Mortimer) (mazurca)

Eu vou contar uma bela história


Da plantinha que mais tem Amor
Ela era bem pequenina
Padrinho viu e abençoou

Ele disse preste atenção


Aqui tem uma força divina
Quem souber dar consagração
Tem uma Mãe que nos ensina
Ela cura e alimenta
O Amor em nosso coração
O seu perfume nos acalenta
E nos conforta em nossa missão
Um anjo veio e foi dizendo
No sonho de nosso Padrinho
Com esta planta também se cura
E tem mais luz no seu caminho
Com o galho verde em sua mão
O anjo veio e fez a profecia
Agora vamos ter união

69
E mais respeito à Santa Maria

70
10. SALVE RAINHA
(Alex Polari- #43) (valsa)

Santa Maria
Que veio do céu
Pra me agraciar
Pra me agraciar

Santa Maria
Que minha Mãe mandou
Veio para unir
Veio para unir

Seu perfume
Resume a terra
Veio para mostrar
Veio para mostrar

Este mistério
É minha Mãe que dá
Ela veio reinar
Ela veio reinar

71
Tanto poder
Presente está
Vamos se calar
Vamos se calar

Neste silêncio
É que Deus está
Vamos escutar
Vamos escutar

Se escutarem hino
Tratem de gravar
Sou eu quem mando
Para te brindar

Salve Rainha
Dona desse ensino
Eu apenas zelo
Vós que determina

72
11. SANTA MARIA
(Sônia Palhares)

Eu venho trazer
Uma declaração
Que vem da Virgem Maria
E do meu Senhor São João

Que é pra se estudar


Que é pra se calar
Junto com a Santa Maria
Que é pra Ela escutar

73
12. LUZ DE JESUS
(Isabela Coutinho)

Oh! Virgem Mãe eu peço a vós um dia


A Santa Maria eu saber amar
E firmar sempre o meu pensamento
Neste entendimento
Para eu poder me salvar

Oh! Meu querido e santo Padrinho


No dia de sua passagem consagrou a união
E foi limpar bem o seu terreiro
Nos deixando o seu amor
Dentro de cada coração

Essa missão agora é do seu filho


Que tem nosso amor e nossa gratidão
E nele está a luz de Jesus Cristo
Que se traduzindo o nome é Juramidam

74
13. SÃO PAULO
(Glauco - #20)

Viva Casa de Maria


Viva ela como está
Vamos todos ficar firmes
Cada um em seu lugar
Que vai chegar mais aparelho
Pra mais força aparelhar
Esta casa é de Maria
É de Jesus Cristo Redentor
Eu vou receber esta força
A força do meu Senhor
Para fundar com meu São Paulo
Uma casa de Amor
Viva casa de Maria
E viva Mamãe Iemanjá
Vamos todos balançando
Como nas ondas do mar
É meu Pai que está apurando
O que tem para apurar
Oh! Minha Santa Maria
Vem aqui nos perfumar
Vem aqui tirar o medo
Vem aqui nos clarear
Que o comando é de São Pedro
Ninguém queira duvidar

75
14. ESTRELAS DIVINAS
(Madrinha Tetê)

Louvado seja meu Divino Pai


Meu Divino Pai, louvado seja
Santa Maria aqui na terra
Nos entregando a paz
Para vencer a guerra

Vamos, vamos meus irmãos


Vamos todos, vamos caminhar
Que a ordem vem severa
É da Virgem Mãe
E de São João

Meu São João é quem está mandando


É quem está vibrando
E é quem vai brilhar
Com as estrelas divinas
De Jesus Cristo
E de Santa Maria

76
77
15. SÃO DAMIÃO
(Keila)

Santa Maria me mostrou


O caminho do Senhor
Dai-me, dai-me, dai-me luz
Dai-me, dai-me o seu amor

O Santo que me guia


Meu Senhor São Damião
Vós sois a minha força
Vós sois o meu perdão

A Vós me ofereço
Em Santa comunhão
Dai-me força, Dai-me amor
Dai-me, dai-me união

78
l – MATÉRIA
(Glauco #22)

A minha Santa Maria


Foi ela quem nos mandou
Para nós cantar na Terra
A doutrina do amor
Que ela vem colher os filhos
Que no Daime se firmou

A minha Santa Maria


Ela bem nos avisou
Sobre o grande esquecimento
Da matéria pecadora
Ninguém se lembra do Mestre
Nem da Virgem Redentora

A minha Santa Maria


Que eu faço um pedido
Iluminai meu pensamento
Que eu me acho esquecido
E não me lembro direito
Do que Vós me confiou

79
Agora vou te lembrando
Veja se tu não esquece
Que mandei juntar um povo
Antes da peia terrestre
Cantando para o mundo
Que o mestre já voltou

80
II - EU VI
(Dona Cidú - #04)

Eu vi a Mãe Santa Maria


Cheia de alegria lá no seu jardim
Havia um anjo iluminado
Junto à seu lado rindo para mim

Eu vi a lua radiante
Lá no céu distante derramar sua luz
Em meio de tanta beleza
Com sua realeza apareceu Jesus

Não sei por quanto tempo eu


Permaneci parado no mesmo lugar
Aquele olhar lindo e sereno
Me senti pequeno e me pus a chorar

Aos poucos tudo foi sumindo


Foi se desmanchando na imensidão
Então eu enxuguei meu pranto
Nunca chorei tanto, feliz de emoção

81
lll - CONSAGRAÇÃO
(Orlandinho - #07)
Sou Santa Maria na noite e no dia
Sou Santa Maria na estrela sou guia
Firme a disciplina o Mestre é Irineu
Ordem e respeito em nome de Deus
Ordem e respeito em nome de Deus
Oh! Virgem Maria, Oh! Mãe de Jesus
Minha Santa Maria é caminho de luz
Sou Santa Maria na noite e no dia
Sou Santa Maria na Estrela sou guia
O silêncio é templo de minha Rainha
Concentração em nome de Deus
Concentração em nome de Deus
Oh! Virgem Maria, Oh! Mãe de Jesus
Minha Santa Maria é caminho de Luz
Sou Santa Maria na noite e no dia
Sou Santa Maria na Estrela sou Guia
Passe à direita esta Consagração
É Sol, Lua e Estrela em nome de Deus
É Sol, Lua e Estrela em nome de Deus

82
Oh! Virgem Maria, Oh! Mãe de Jesus
Minha Santa Maria é caminho de luz

lV - TRANQUILIDADE
(Agarrube)

Tranquilidade, o comandante já falou


Para usar Santa Maria é preciso ter amor
O mestre manda, o Mestre diz, o Mestre fala
E o povo se atrapalha na linha do amor

Te lembra do tempo de Noé


Tu segue esta doutrina
Que é assim que meu Pai quer

Eu vou seguindo construindo minha barquinha


Para eu poder entrar dentro da minha nave
Para eu seguir viagem
E entrar noutra dimensão

83
V – VOSSO ENSINAMENTO
(Anay dos Anjos of. p/ Simone) (mazurca)

Santa Maria, aqui me apresento


Vim receber o Vosso ensinamento
Mais uma vez eu venho agradecer
Só o Vosso amor me faz compreender

As minhas mágoas Vós me fez levar


Pras profundezas, pra Mãe Yemanjá
É no balanço das ondas do mar
Que Espuma Branca vem purificar

Santa Maria, Vós veio ensinar


Eu receber cabocla Juremá
Sob o Poder e Graça de Deus Pai
O Santo Daime eu vim consagrar

Ao Sol Levante no Céu todo dia


Reverencio com toda alegria
De ter saúde e viver contente

84
Louvando a cada dia o Onipotente

O Mestre Irineu, Vós nos enviou


Com o poder de cura em sua mão
Perfeitamente em Sua Missão
Tudo deixou na mão de São João.

85
Vl - SANTA MARIA VEM CHEGANDO
(Irineu Barsé) (valsa)

Santa Maria vem chegando neste batalhão


Trazendo as forças da Rainha da floresta
São essas forças vindas de Nossa Senhora
Que centralizam essa luz aqui na Terra

Eu vou pedindo sempre a minha coragem


Para seguir nessa batalha do Amor
Com o conforto da minha Mãezinha
Com sua luz, com seu resplendor

Eu vou seguindo sempre no caminho


Sempre guiado pela luz divina
Sempre buscando aprender nessa doutrina

86
87
APELO A SÃO MIGUEL
Com o poder do Sol, da Lua e das
Estrelas, com as forças superiores da
nossa Divina Presença Eu Sou,
ordenamos ao Poderoso Arcanjo São
Miguel e às suas milícias celestes, que
levantem suas espadas de Chama Azul e
criem um círculo de proteção em torno do
planeta Terra, que atinja todas as
emanações de vida que nele habitam, de
maneira que se afastem definitivamente
deste planeta todas as sombras, todos os
espíritos rebeldes, embusteiros,
zombadores e emanações malignas, e
sejam levados pelas vossas mãos aos
lugares que lhes estão reservados para
sua regeneração, libertando os filhos da
terra das influências do mal, para que se
estabeleça o plano divino sobre a Terra e
em toda a humanidade.
Através da autoridade vitoriosa da
Divina Presença Eu Sou eu peço e

88
comando que este apelo seja
atendido hoje e sempre. Nós vos
agradecemos.
Em nome e com o poder da
autoridade vitoriosa da Divina Presença
Eu Sou em toda a humanidade ordenamos
ao Arcanjo Miguel e a suas Milícias
celestes que criem um círculo de proteção
em torno de nossos santuários, de modo
que todos os espíritos rebeldes,
embusteiros e zombadores que
penetrarem em nossos trabalhos
espirituais, sejam doutrinados pela vossa
espada luminosa elevados aos lugares
adequados para sua futura salvação.

89
90
91
HINOS DE
ILUMINAÇÃO

92
93
1. EU PEÇO FORÇA DAS ESTRELAS
(Padrinho Valdete - #03)

Eu peço força
Das estrelas que me guiam
A Jesus Cristo Redentor
E a Sempre Virgem Maria

São João Batista


Patriarca São José
Meu Senhor São Irineu
Segurai a minha fé

Que esta fé
Que me leva nas alturas
E me tira as amarguras
Deste mundo de ilusão

Eu peço a Vós
Que aumente a minha Luz
Para eu crer em meu Jesus
E me livrar da tentação

94
A tentação
É a treva do astral
Que só faz o mal
A quem mal nunca praticou
Até Jesus
Nas suas orações
No Monte das Oliveiras
Foi quem veio e Lhe atentou
Mais Ele disse:
Sai-te daí, Satanás
Não me atentarás mais
Só a Meu Pai amarei
Aqui
De ti não quero nada
Que deste mundo
Tudo eu já sei
Também falou
Para tentação
Que o homem neste mundo
Não vive só de pão

95
E sim
Das palavras do Senhor
E se tiver amor
No seu coração

O coração
É a peça principal
Que Deus nos colocou
Para transformar o amor

Amar
Sem falsidade
É com lealdade
Foi o que Cristo falou

96
2. SEREIA DO MAR
(Pad. Eduardo - #62) marcha e ½ valsa

Estou aqui
Iluminando meus irmãos
Se firma em Deus
Que vocês vão se iluminar

Te firma nas alturas


Para um dia lá chegar
Precisa conhecimento
Com a Rainha Iemanjá

Eu estou no mar
Eu vou balançar
Nas ondas do mar
Com as princesas do mar

Estou nesse ponto


Eu vou balançar
Nas ondas do mar
Com a sereia do mar
Eu vou balançar
Com a Rainha Iemanjá

97
Olhe para os meus olhos
Que eu sou filho da Rainha
Aqui eu estou cantando
Ensinando os passarinhos

Ensinando os passarinhos
E pondo em seu lugar

Eu vou balançar
Nas ondas do mar
Com a sereia do mar

Estou na maré
Eu vou balançar
Nas ondas do mar
Com a Rainha de Congá

98
3. ESTA ESCOLA
(Mad. Brilhante #188)

Aqui eu domino os tigres


E faço os leões se curvar
Com a força do meu Pai
Tudo eu vou dominar

É com paz e alegria


É com amor para vencer
O meu pai me dá a força
Minha mãe me determina

Essa escola é divina


É do Mestre Juramidam
Essa escola está entregue
A meu senhor São João

99
4. FORÇA DAS ÁGUAS
(Mad. Brilhante - #133)

Não tem caminho que eu não ande


E não tem rio que eu não atravesse
E nem tem pau que eu não arranque
E nem tem pedras que eu não quebre
E nem tem pedras que eu não quebre
E nem tem pedras que eu não quebre
Não tem doenças que eu não cure
E nem tem mal que eu não afaste
É porque eu sou filho de Deus
É porque eu sou filho de Deus
É porque eu sou filho de Deus
É porque eu sou filho de Deus
Tenho a força das montanhas
Tenho a força da floresta
Eu tenho a força das águas
Que me vem das cachoeiras
Eu tenho a força das águas
Que me vem das cachoeiras
Eu tenho a força das águas
Que me vem das cachoeiras

100
5. FORTALEZA
(Mad. Brilhante - #197)

Estou em coma
O Mestre veio me visitar
Com seu amor
Ele veio me confortar
Estou em coma
O Mestre veio me visitar
Com seus companheiros
Para vir me ajudar
Nesse hospital
De fortaleza
Da Virgem Mãe
E do Nosso Pai Verdadeiro
Eu sou o sol
Eu sou a lua, sou as estrelas
Eu sou o vento
Eu sou a terra, eu sou o mar
Eu sou a luz que ilumina
Essa estrada
E todos aqueles
Que por ela caminhar

101
6. EU ENTREI NESTE CAMINHO
(Pad. Valdete - #30) mazurca

Eu entrei neste caminho


Vou seguindo a minha jornada
Peço a Deus que me ajude
Para eu vencer a batalha

A batalha é pesada
Mas tenho fé de vencer
Com meu Mestre em minha frente
Meu escudo é seu poder

A sempre Virgem Maria


É quem vem nos dar a mão
Protegei nossa Doutrina
Oh Virgem da Conceição

Tirai das mãos dos malvados


E deixa nas mãos dos fiéis
Para ver se a humanidade
Um dia chega no Céu

102
7. MEU PRESENTE
(Odemir - #02)

Estou vivendo o presente


De olho no futuro
Esquecendo o passado
Se não a morte leva
Se não a morte leva
Se não a morte leva

Meu Pai é carinhoso


Me faz viver de novo
Deixo de ser teimoso
A morte não me leva
A morte não me leva
A morte não me leva

Com Papai e Mamãe


Vou viver todo dia
Luz minha estrela guia
Eu vou sair das trevas
Eu vou sair das trevas
Eu já saí das trevas

103
104
8. VINGAS SEGURAS
(Odemir - #06)

Depois de tanto sofrer


Encontrei um médico que me cura de graça
De graça, de graça, dou graças
Esse doutor é o meu Jesus
Livrai-me da má fumaça
Com a boa fumaça da luz

O Bom doutor vem dizer aos doentes


O desprezo não ajuda ninguém
Se alguém lhe deseja o mal
Retribua fazendo o bem
Se contarmos as vingas seguras
Quase não aparece ninguém

105
9. SOU LUZ
(Paulo Roberto - #11)

Sou luz, sou luz


Sou luz na escuridão
Sou eu é quem no meio da batalha
Trago a vitória para todos meus irmãos

Esta vitória é muito simples


De poder se alcançar
É amar ao Divino Pai Eterno
Somente Ele é quem tem para nos dar

É preciso ter coragem


E ter fé no coração
Vamos todos marchar com firmeza
Com Jesus Cristo, São José e São João

O tempo é chegado
De vencer a escuridão
Sou luz, eu ilumino é com certeza
Estou aqui com a minha legião

106
Sou luz, eu trago a paz
Que ilumina o coração
Com amor, verdade e justiça
Para todos se compor neste salão

107
10. JESUS, JESUS
(Paulo Roberto - #137)

Jesus, Jesus, Jesus, Jesus, Jesus, Jesus


Jesus, Jesus, Jesus
Jesus Cristo, Jesus Cristo, Jesus Cristo
Jesus Cristo, Jesus Cristo
Estou aqui neste terreiro
Rezando sem parar
Pelas almas perdidas
Pra que possam se encontrar
Jesus, Jesus...
Pelas almas homicidas
Pelos espíritos obsessores
Pelas almas suicidas

108
Vós perdoe os sofredores
Jesus, Jesus...
Vida de tantos estragos
Só causa dor e ruína
Vós curai os viciados
Pelas santas disciplinas
Jesus, Jesus...

Aqui neste luzeiro


Onde está São Miguel
As almas se doutrinam
Pra poder entrar no céu

É pra poder entrar no céu


Do Divino Pai Eterno
Já livre do terror
E do fogo do inferno

Jesus, Jesus...
( valsa )
Senhor Jesus Cristo Filho de Deus
Senhor Jesus Cristo Filho de Deus
Senhor Jesus Cristo Filho de Deus

109
Senhor Jesus Cristo Filho de Deus

Senhor Jesus Cristo Filho de Deus


Tenha piedade de mim
Senhor Jesus Cristo Filho de Deus
Tenha piedade de mim

11. MENINO JESUS


(Agarrube - #19) valsa

No pé da Santa Cruz
Eu vi o menino Jesus
Ele estava olhando sorrindo para mim
Dizendo, meu filho foi assim

Eu fui amarrado
Eu fui torturado
Eu fui crucificado
Morto e sepultado

Eu desci ao inferno
No terceiro dia

110
Eu estou com a mão direita
Com Nosso Deus Pai Poderoso

Eu me ressuscitei
Para meus filhos verem
Eu subi lá para o céu
Com a Santa Luz de cristal

12. ESPADA DE LUZ


(Agarrube - #03)

São Miguel pega e dá peia


São Miguel pega e clareia
Eia, eia, eia, eia, eia meu São Miguel
O Príncipe guerreiro, o Arcanjo
Mais forte das falanges do céu
Sai de retro satanás
Você não me satisfaz
Sai, sai, sai, Sai, sai, sai
Você não entra no Céu
Aqui quem nos protege
É o Arcanjo São Miguel
Chamo, chamo e vem contente
São Miguel está presente

111
Traz, traz, traz, Traz, traz, traz
A sua Espada de Luz
O Príncipe guerreiro Arcanjo
Mais forte de Jesus
Salve São Miguel
Xô satanás
Salve São Miguel!
13. PASSANDO PRA
OUTRO NÍVEL
(Paulo Roberto - #130)

Eu estou no Sol
Eu estou na Lua
Estou nas estrelas
Sou imagem Sua
Sou imagem Sua
Vim pra clarear
Com o Espírito Santo
Vou iluminar
Eu estou contente
Com os meus irmãos
Os que me acompanham
Aqui na sessão

112
Aqui a sessão
É prodigiosa
A porta da magia
É misteriosa
É misteriosa
Mas eu vou entrar
Para compreender
Poder penetrar

Para poder entrar


Tem que ter pureza
Cada vez mais leve
Com delicadeza

Com delicadeza
Muito mais sensível
Vou purificando
Passando pra outro nível

Nesse outro nível


O Céu da consciência
Encontro com meu Mestre
O Rei da ciência

113
Papapapaparuê
Papapapaparuá
Viva São Miguel Arcanjo
Nas alturas onde está

Nas alturas onde está


Com as falanges do céu
Agradeço a segurança
E prometo ser fiel

114
14. LANÇA PODEROSA
(Agarrube - #02)

Eu peço a São Miguel


Que mate todos demônios
Eu peço a São Jorge
Que mate todos os dragões

Com sua lança poderosa


Enxotando a escuridão

Trazendo a Santa Luz


Irradiante no salão
Trazendo a Santa Luz
Irradiando no salão

São Jorge vem cavalgando


Em cima do seu cavalo branco

Eu finalizo esse ponto


Com a Virgem Santa Maria
Eu finalizo esse ponto
Com minha Santa Milagrosa

115
15. PROTEÇÃO
Em pé - (Léo Artese - #40)

Meu irmão deixa quem quiser falar


Eu firmado em Jesus Cristo
Nenhum mal vai me alcançar
Me firmei com amor e devoção
Muitos seres me rodeiam
Pra me dar a proteção
Uma lei ninguém vai poder mudar
O que se faz para um irmão
Pra si próprio vai voltar
E por isso eu canto com louvor
Pra quem me deseja o mal
Eu retribuo com amor
São Miguel, Gabriel e Rafael
Uriel com todos os Anjos
Trazendo o Poder do Céu
Fico em pé com minha espada na mão
Com São Pedro, São João
e meu São Sebastião

116
16. NO RABO DO DRAGÃO
Em pé - (Gê Marques)

Ele pisou no rabo do Dragão


Sete dias o combate durou
Sete dias de escuridão
E veio a luz e tudo clareou

São Jorge, Arcanjo São Miguel


Gabriel, Rafael, Anael
Cada Arcanjo têm sua legião
Com a Espada do Senhor na Mão

Sete dias combatendo o mal


Cada linha têm seu general
Rei Ogum arremata cada falha
Dos seus filhos que caem na batalha

Sete dias trazendo para a lei


O irmão que quer se desviar
Atenção para o caminho reto
Olhe o rumo que tu queres tomar

117
17. SETE CRUZES DE SÃO MIGUEL

As sete cruzes de São Miguel


Estão aqui pra te libertar
São sete cruzes, são sete cruzes
São sete cruzes pra te libertar

Todos os seres que me acompanham


Vós queiram me respeitar
Eu sou o chefe desta casa
Estou aqui para comandar

Esta é a casa de Deus


Esta é a casa de Deus
Sou Luz, sou Luz
Estou aqui pra te libertar

118
119
18. SANTO PERDÃO
(Beto Aliança Estelar)

Santo perdão vou pedir de coração


É o Daime quem me dá a condição
Eu vou rezar, eu vou me humilhar
Só assim os seres vão me olhar

São sete cruzes, são sete espadas


Salve o seu Sete Encruzilhadas
A balança está na mão de São Miguel
Salve a justiça divina do céu

120
19. MINHA MÃE É A LUA
(Anay dos Anjos)

Minha Mãe é a Lua


Todo dia imaculada
Todo dia iluminada
Todo dia consagrada

Em nome de Deus Pai


De Deus Filho
E do Espírito Santo, Amém

Quanto mais eu me arrependo


Mais eu vejo
A luz do teu perdão
Clareando a escuridão

Oh! Mãe Divina


A Vós eu peço
Dai-me a Vossa benção

121
20. CAVALO BRANCO
(Agarrube - #06)

São Jorge em seu cavalo branco


Com sua lança na mão
Salve São Jorge cavalgando no deserto
Com sua lança na mão

São Jorge em seu cavalo branco


O mal é o dragão
Chamei aqui Rei Ogum da Beira-Mar
Com sua espada de água

Rei Ogum da Beira-Mar


Com sua espada de água
Vai apagando todo o fogo do inferno
Para que São Miguel possa reinar

São Miguel chegando lá


Vai dominar o satanás
Para que ele possa nos livrar
De todo fogo do inferno

122
21. MAR ESPUMANTE
(Alexandre Tarifa )

Nunca desistir
Reconhecer o erro sim
Buscar o rumo da verdade
Ter fé sempre
Para ter merecimento
Oh! Minha Rainha do mar | Iemanjá
Lavai a minha alma
Com seu mar espumante
Vem curar as feridas
Deste seu filho errante
Olho o rei vindo do mar
Ele é meu Rei Ogum
Rei Ogum da Beira Mar
Com sua espada de água
Para vir nos ajudar
É o daime, é o daime
Junto com a Santa Maria
Trazendo a disciplina
Para quem quer se iluminar
22. LUZ E FÉ

123
(Agarrube - #10)

O satanás era um anjo de Deus


Mas logo ele vacilou
Caiu num buraco negro
E logo aí o dragão transformou
Ele virou o ser das trevas
E vagueia na escuridão
Ele está com o seu garfo na mão
Ele é o caminho da perdição
Mas Jesus fez o segundo anjo
O seu Príncipe Ancião
Ele é São Miguel Arcanjo
Ele está com a sua balança na mão
Ele vem com a sua espada
Enxotando todas as tentações
Ele é São Miguel Arcanjo
Ele está com a luz e a fé na mão
São Jorge vai a cavalgar
Em cima do seu cavalo branco
Com a sua lança na mão
Ele está domando este dragão

124
23. ANJOS GUARDIÕES
Em pé (Pad. Valdete - #37) valsa

Meu Pai a Vós eu peço


Livrai-me da escuridão
Eu quero estar com Vós
Meu Pai eu quero o seu clarão

Peço que Vós me defenda


De inveja e olhão
Eu peço que Vós quebre
Como se quebra grão no pilão

Eu peço a São Miguel


À todos anjos guardiões
Para serem meus guarda-costas
Para que eu possa limpar o salão

Limpar de todas maldades


Falsidade e traição
Para que se limpe o trono
Para que sente meu São João

125
24. CONFORTO
(Pad. Alfredo - #26)

Eu peço conforto aos Reis


Do Céu, da Floresta e do Mar
Peço conforto as Rainhas
Para nos iluminar

Eu peço conforto aos Príncipes


Do Céu, da Floresta e do Mar
Peço conforto as Princesas
Para nos iluminar

Eu peço conforto aos Anjos


Do Céu, da Floresta e do Mar
Peço conforto aos Santos
Para nos iluminar

126
25. LUZ DO SANTO DAIME
(Alexandre Tarifa)

Assim é que vão


Se enchendo de culpas no mundo
Até a matéria não aguentar
E adoecer profundo

Profundo e lento
Demorando para se aperceber
Mas chegada a hora da verdade
Nada fará esquecer

Esquecer a dor
Que brotará dentro de ti
Sinal que o seu espírito
Se afastou de mim
De mim se afastou
Quando o ferido tu não socorreu
Quando o pobre tu não ajudou
Assim é que sou eu
Eu sou o Alpha e Ômega
O começo o meio e o fim
Sou também a luz do Santo Daime

127
Oh! Pequenos, vinde a mim

128
26. MEUS PASSOS
(Ricky of. p/ Helen) valsa

Sem tropeços, sem embaraços


Eu chamo meus guias
Para firmar meus passos

Vou seguindo o meu caminho


Sei que nunca estou sozinho

129
27. ESPADA DE SÃO MIGUEL
(Alexandre Tarifa)

Estou aqui em oração com São Miguel


Estou aqui com sua espada de luz
Com o poder do Pai Eterno
Eu curo tudo, expulso tudo
Eu chamo as forças da minha Rainha
Iê Iê Iemanjá
Eu chamo as forças dos meus guardiões
E do Rei Ogum da Beira-Mar

130
28. SOM DA GUITARRA
(Agarrube - #13)

Eu peço força, eu peço força


Eu peço força, eu peço força
À São Jorge guerreiro
Montado em seu cavalo

Eu peço força, eu peço força


Eu peço força, eu peço força
À São Miguel Arcanjo
E os guardiões das sete encruzilhadas

Eu já chamei e vou chamar


É no som da guitarra
Para quem quer escutar

Quem quiser escutar


Que escute com muita atenção
Quem não quiser escutar
Vai ficar perdido
Vagando nas trevas na escuridão

131
29. CHAMEI A FORÇA
(Mad. Brilhante )

Chamei a força de São Miguel


Chamei a força de São Rafael
Mandei o Exú enfiar a faca na bananeira
Chamei a força de São Miguel
Chamei a força de São Rafael
Mandei o Exú atirar na pedreira
Foi na pedreira que realizou
A bala surgiu e nada aconteceu
Graças a Deus, graças a Deus

Chamei a força de São Miguel


Chamei a força de São Rafael
Mandei o Exú jogar o pau nas árvores
Ele revoltou e veio contra mim
Pra quê que você me fez assim?

As ordens é de Deus e vamos obedecer


Vamos seguir neste caminho

132
30. ILUMINANDO SEU TRANCA RUA
(Mad. Nonata - #13)

Estou aqui neste salão


Para curar meus irmãos
Sou a força de São João
E do Padrinho Sebastião

Muitos não sabem


Por onde eu passei
Era um e era dois
Mas nos três eu triunfei

Este um era o medo


Este dois era a dúvida
Foi ai que eu me entreguei
Iluminando Seu Tranca Rua

Quando ele pediu


Com amor no coração
Para eu lhe iluminar
E ele me chamar de irmão

133
Aí eu consenti
Com prazer e alegria
De ajudar estes seres
Aqui na nossa Doutrina

Aquele que não crê


E nem prestar atenção
Está seguindo outra linha
Isto quer queria ou quer não

134
31. GUARDIÃO
(Baixinha – mensageiros da luz #18)

Seu Tranca é guardião


Da Casa Santa
Na esquerda da direita
Ele está sentado
É preciso respeitar esse guardião
Que São João mandou pra cá

Esta Casa é de cura


Para curar todos enfermos
Que aqui chegar

Aqui não se cria zombeteiro


Não se alimenta sofredor
Os vícios é para ser curado
Esta casa é de Deus
E Deus não tem vicio nenhum

Tomar o Santo Daime


É para se purificar
É ter amor e aprender a amar

135
32. VISÃO DO APOCALIPSE
(Agarrube - #07)

Eu estava na beira do mar


Quando vi Sete Ondas passar

Firmei o meu pensamento


Era a Rainha iemanjá

Ogum da Beira-Mar
Com sua lança prateada

Defendei os seus cavaleiros


Rei Ogum da Beira-Mar

Que a besta fera não me enxergue


E nem possa me acompanhar

Mas para o final dos tempos ela vai


Saindo do fundo do mar

Esta visão do Apocalipse


Eu vi em uma miração

136
Mas eu peço a São Jorge Guerreiro
No deserto aonde ele está

Dominai este dragão


Para poder nos salvar

Os Exus e as Pomba-Giras
Estão vagando na escuridão

Para receber a Santa Luz


Se iluminar e ter o seu perdão

Também peço a São Miguel Arcanjo


Protegei a nossa igreja

Mas para o final dos tempos


Ela vai subindo pro céu

137
33. SENHORAS E SENHORITAS
(Paulo Roberto – Nova Aliança)

Senhoras e senhoritas
Se preparem para receber
Suas Pomba-Giras
Elas também precisam
Elas também querem
Mas não encontram os aparelhos
Para se manifestarem
Elas encontram todas trancadas
E começam a fazer
Tudo ao contrário
Elas ficam com raiva
Ficam com ciúmes
Botam suas energias
Para vir atraiçoar
Atraiçoam e atormentam
Pra fazer ficar
Todo mundo sofrendo
Mas não precisa disto
Podem vir chegando
Aqui está o daime

138
Para ir se iluminando

34. COMPROMISSO
(Mad. Nonata - #14)

Estou alegre e satisfeito


Com estes trabalhos
Graças a Deus, graças a Deus
Meu compromisso foi reatado

Este compromisso
Eu fiz ainda em matéria
Com o Rei Tranca Rua
Pra iluminar os seres das trevas

Quando eles chegaram


Encontraram tudo trancado
Foram fazendo o que eles sabiam
Fazendo tudo ao contrário

Agora estão voltando


Chorando e pedindo socorro
Muitos vêm amarrados
Porque não podem chegar soltos

139
Para receber
O amor e a caridade
A luz da iluminação
Com o poder do Santo Daime

Continue minha filha


Com estes trabalhos
Graças a Deus, graças a Deus
Já estou vendo resultado
Graças a Deus, graças a Deus
Estarei sempre a seu lado

140
35. TUCUM
(Pad. Alfredo - Nova Dimensão #12)

Eu me santifico
Em minhas palavras
E guardo a fé
Em minha memória

E quando eu ordeno
Esse mal vai embora
É em nome de Deus
E de Nossa Senhora

E na minha linha
Verdadeira e reta
Linha do Tucum
Amor da Floresta

Enxotando os maus
Que não querem ouvir
A Justiça do Mestre
Para ser feliz

141
142
143
Continuação Hinos de despacho

l - MANIFESTAÇÃO
(Agarrube - #14)

Eu tomei daime aqui dentro do salão


E fui levado lá pra beira do mar
E perfilado fiquei junto ao capitão
Do batalhão do Rei Ogum da Beira-Mar

O Rei Ogum é um grande comandante


É um guerreiro aqui dentro do salão
Doutrinando todos espíritos rebeldes
E comandando toda manifestação

A disciplina do guerreiro é muito séria


Mas também é muito fácil de seguir
Com calma e tranquilidade na matéria
O daime mostra o caminho para seguir

144
ll – ESTRELA DE DAVI
(Agarrube - #20)

Bota lenha na fornalha


Bota brasa pra queimar
Que o jogo é a vida
E cada um tem o que dá

Tá na estrela de Davi
Tá nos olhos de Iemanjá
Toda cura que vier
Se a gente assim deixar

É raspando o Jagube
É catando a Chacrona
Que a gente vai pra frente
Aparelhando a corrente
Com saber do Rei Salomão

145
lll – BANDA DO APOCALIPSE
(Thálita Vanessa)

Estou aqui neste estudo


Vim me conhecer direito
Santo Daime mostra tudo
Olhando para si mesmo

Olhando para si mesmo


Se propondo a conhecer
Ele mostra seus defeitos
Meu irmão não vá correr

Aparecendo defeito
Não vá esmorecer
Pisa firme, tenha calma
Tome daime pra valer

Tomem daime, tomem daime


Vão deixar de rebeldia
Se humilhem ao nosso Mestre
E à Sempre Virgem Maria

146
Esta é a declaração
Que a muito o Mestre está dizendo
Ninguém ligou importância
E o chicote está comendo

Mas para quem está aqui


E está duvidando
Rei Tucum, Marachimbé
Vem vindo disciplinando

Agradecendo o apuro
E o balanço que nos dá
É na Banda do Apocalipse
Que agora eu vou tocar

147
lV – NO BRILHO DO SOL
(Alexandre Tarifa)

Na sessão Estrela da Mata


Seu Tranca Rua das Almas
Aparelhado no cavalo
Junto a sua tronqueira
Me deu a chave da porteira
E deixou tudo trancado
No Brilho do Sol
Eu tranco e destranco
Todas as tranqueiras
Na sessão Estrela da Mata
Sou guardião da Casa Santa
De corpo e alma entreguei
Com a minha chave na mão
Oh! Meu padrinho Sebastião
Para sempre te amarei
No Brilho do Sol
Eu tranco e destranco
Todas as tranqueiras

148
Na sessão Estrela da Mata
Aqui é para se curar
Aqui é pra se doutrinar | iluminar
Porque aqui é muito sério
Aqui não tem remédio
Para quem veio zombar

No Brilho do Sol
Eu tranco e destranco
Todas as tranqueiras

Na sessão Estrela da Mata


Aqui termino o meu recado
A chave a mim foi entregue
Com a benção de São João
Eu vou seguindo na missão
E quem chegar recebe

No trono de Juramidam
Está o Mestre Irineu
Porque aqui no Brilho do Sol
Eu tranco e destranco
Todas as tranqueiras

149
Continuação hinos de defumação

DEFUMA COM AS ERVAS DA JUREMA


Defuma com as ervas da Jurema
Defuma com as ervas de Iemanjá
Defuma com o som da cachoeira
Defuma é a hora de limpar

Eu sou guerreiro
Eu vou chamar os meus caboclos
Que vem das matas
Vem da terra e vem do mar
Chamo as falanges de Ogum
Seu sete-flechas
Chamo os flecheiros para poder acertar

Jurema, essa casa é de Maria


Defuma com Harmonia
Queira todos perdoar

Jurema, junto com a Santa Maria


Nos traz paz e alegria
Queira todos confortar

150
DEFUMA DEFUMA
Defuma, defuma
Com ervas divinas esta casa Santa
Vem cabocla Jurema
E a força suprema do seu Juremá
Vem pra roda girar, ê ê
Vem pra roda girar, á á
Vem cabocla Jurema
E a força suprema do seu Juremá
Cabocla Erveira seu penacho é verde
E nos traz um encanto
O buquê de suas plantas
Defuma esta casa e quem nela entrar
Vem cabocla limpar, ê ê
Vem para defumar, á á
Rainha das ervas
Jurema chegou, chegou e vai curar
Ela vem pra curar, ê ê
Ela vem pra curar, á á
Vem cabocla Jurema
E a força suprema do seu Juremá

151
PAI OXÓSSI
Ê Pai Oxóssi
Peço licença pra defumar
Eu defumo, eu defumo
Esta aldeia real
***

A minha casa é de Pai Oxalá


E o terreiro é de Águia Dourada

Ê Pai Oxóssi...

A minha casa é de Pai Oxalá


E o terreiro é de seu Pena Branca

Ê Pai Oxóssi...

A minha casa é de Pai Oxalá


E o terreiro é de Tupinambá

Ê Pai Oxóssi...

152
153
POVO DA RUA

154
155
l - LEVANTO ESTA BANDEIRA
(Pad. Sebastião - #89)

Levanto esta bandeira


Porque assim meu Pai mandou
Todos que olharem pra Ela
Têm o mesmo valor
Bendito é meu Pai
É meu Mestre Ensinador
E a minha Virgem Mãe
Foi quem nos acompanhou
Nos braços deste Cruzeiro
Aonde o meu Mestre expirou
E a minha Virgem Mãe
Suas lágrimas derramou
É aonde está a força
É aonde está o poder
E é aonde os pecadores
Todos têm que vir gemer
Pai, Filho, Espírito Santo
Todos três em um só se encerra
Nós precisamos de paz

156
E não precisamos de guerra

ll – PORTEIRO TRANCA-RUAS
(Agarrube #17)

Sou da porteira
Eu sou das encruzilhadas
Vou chamar meus camaradas
Pra mostrar como que é
Salve o seu Tranca-Rua
E o cumpadre Lúcifer
Salve o Exú Caveira,
A Maria Padilha, a Maria Gargalhada
O seu Sete Encruzilhadas
Pra mostrar como que é
Estou aqui, mas vim das bandas de lá
Junto com meus Camaradas
Não tem caminho trancado
Nem porteira que eu não abra

Tenho minha figa


Também tenho meu gato preto
A minha lança de Ogum
Meu Comigo-ninguém-pode
Rosa vermelha, arruda, pé de pimenta

157
Meu Exú bem assentado
Guardando minha porteira

lll - É MEU PAI QUEM ME ENSINA


(Agarrube)

É meu Pai que me ensina


Foi meu pai que me ensinou
Junto com a Virgem Mãe
Jesus Cristo redentor

Jesus Cristo redentor


E a sempre Virgem Maria
Patriarca São José
E o Divino Espírito Santo

O Divino Espírito Santo


E a Virgem da Conceição
Nos cubra com o seu manto
E nos livre da ilusão

A ilusão é tão terrível


É um mar de escuridão
Se você entrar

158
Entra na perdição

Se você já entrou
Mestre assim não ensinou
Só o divino Jesus Cristo
É quem pode dar o perdão

O perdão é muito sério


Tem que ser de coração
Para poder ser perdoado
E receber a salvação

Recebendo a salvação
Você já pode entrar
Na nave espacial
Para poder seguir
Para outra dimensão

Eu aqui não digo nada


Eu aqui não vou dizer
Quem fala é Tranca-Rua

159
Suas almas vem colher

lV – CANCELA
(Baixinha)

Deu meia noite


Quando a cancela bateu
Chamei Seu Tranca-Rua
Para vir me defender

De Ogum Megê
Recebeu sua espada
Para dos seus inimigos
Se defender

De meu Pai Xangô


Recebeu todos ensinos
Para expandir
Para todos seus irmãos

Debaixo do Sol
Debaixo da Lua
Mentiroso é aquele

160
Que diz que Tranca-Rua
Não é filho de Deus

V – AMANHECER DO DIA
(Alexandre Tarifa of. Beto Chileno)

Viva a estrela do cavalo branco


Viva a estrela do meu Rei Ogum
Viva a Luz, viva alegria
Divina estrela amanhecer do dia

Viva a estrela do meu Rei Oxóssi


Viva estrela do meu Rei Xangô
Viva Deus, Santa Maria
Divina estrela amanhecer do dia

Viva a estrela do seu Tranca Rua


Viva a estrela do seu Zé Pilintra
Viva o Daime, viva a harmonia
Divina estrela amanhecer do dia

161
Vl – ABRINDO AS PORTEIRAS
(Alexandre Tarifa of. Agarrube)

Eu recebo este ponto


E meu corpo eu dou
Trabalhar aparelho
Aqui presente estou

Vamos nos preparar


Para nos entregar

Eu vou sentindo e entrando


E tudo vai se abrindo
Seu Tranca-Rua chegando
Vem abrindo os caminhos

E vai se abrindo as porteiras


Ele que vem abrindo

Salve o Exú Caveira

162
E seu Sete Encruzilhadas
A Maria Padilha
Maria Gargalhada

Salve a todos Exús


E as Pomba Giras também

Quem passou levou


Quem ficou um prêmio ganhou
Se livrou do balanço
E aqui se firmou

Salve os camaradas
Povo da rua que vem

Santo Daime é cura


E é doutrinador
Quem aqui trabalhar
É na linha do amor

Viva Santa Maria


E o Mestre ensinador

163
SOLTEI UM POMBO
Soltei um pombo lá nas matas
E na pedreira não pousou

Ele Pousou na encruzilhada


Foi Tranca-Rua quem mandou
***
SINO DA IGREJINHA
O Sino da Igrejinha
Faz belém, blem, blom
Deu meia-noite o galo já cantou
Seu Tranca-Rua que é dono da rua
Segura a gira
Pai Ogum mandou
***
EU AMEI ALGUÉM
Eu amei alguém
E esse alguém
Não ama ninguém
Eu amei o Sol

164
Eu amei a Lua
Na encruzilhada
Eu amei seu Tranca-Rua
***

165
Ô LUAR
Ô Luar, ô luar.. ô luar
Ele é o dono da rua, ô luar
Oi, com a licença de quem pode mais
Oi, saravá! Seu Tranca-Rua
***
TRANCA RUA DAS ALMAS
Oi, salve ele que segura nossa banda
Oi, salve ele que espanta nossa dor
Mas ele é ordenança de Ogum
E nos trás uma mensagem de amor

Por isso nós vamos cantar e bater palmas


Pra seu Tranca Rua das Almas
Nosso amigo e protetor

E com licença de Oxalá..


Ena ena emojubá, emojubá
Ena ena emojubá, emojubá

No calor das nossas palmas


Seu Tranca Rua das Almas
Vem da luz de Oxalá
***

166
167
ZÉ PILINTRA
Tava dormindo
Na beira do mar
Quando as almas me chamou
Pra trabalhar
Acorda Zé Pilintra
Pra trabalhar
O inimigo está invadindo
A porteira do seu lar

Bota a mão nas suas armas


Pra guerrear
Bota o inimigo pra fora
Para nunca mais voltar

***

168
CHEFE DO TERREIRO
(Guilherme Handro)
Seu Zé
Seu Zé Pilintra
No catimbó ele é doutor
Na umbanda ilumina
No catimbó ele é doutor
Santo Daime ilumina
Seu Zé
Seu Zé Pilintra
O senhor seu tranca rua
Guardião dessa doutrina
Seu Zé
Seu Zé Pilintra
No conga é a esquerda
Oxalá é quem nos guia
Seu Zé
Seu Zé Pilintra
Com a calma o preto velho
Vem trazendo a alegria
Seu Zé
Seu Zé Pilintra
É o chefe do terreiro
Um soldado da Rainha

169
CORTA DEMANDA
Eu vou cortar
Toda demanda
Que vem baixar
Nesse terreiro

Com ordem divina


Seu Exú Caveira
Vai desmanchar
Toda feitiçaria

Vamos preparar
Os aparelhos
Para executar
Este serviço

Se firmar em Deus
Em Jesus Cristo
Na Virgem Mãe
E em Juramidam

***

170
PEMBA
Pemba preta
Pemba branca
Pemba encarnada
Salve Exú e sua banda
Salve o Sete Encruzilhadas
***

EXÚ VELUDO
Vovó,
Lá na rua tem um homem
Que homem de cara feia
Dá risada, trinca os dentes
Seus olhos alumeiam
Menino entre pra dentro
Menino vá se deitar
Esse homem é Exú Veludo
Das águas dos Orirás

***

171
EXÚ MIRIM
No alto pino da força
Eu vou te encontrar
Com calma e tranquilidade
Você vai se equilibrar

Eu sou pequenininho
Muitas vezes me chamam assim
Aqui eu me apresento
Eu sou o Exú Mirim

***

EXÚ VAI EMBORA


Exú vai embora
Pra sua banda
Vai descobrir mironga

***

172
173
UMBANDA SUA RAINHA CHEGOU
Umbanda sua Rainha chegou
Umbanda mais uma estrela brilhou
Oi, salve! Salve a Pomba-Gira
Que vem da encruzilhada
Para alegrar nossa gira
Oi salve o seu ponteiro de aço
Salve a sua tesoura
Que corta todo embaraço
***
MARIA PADILHA
Vestida de preto e vermelho eu cheguei
Com o meu garfo de ferro na mão
Quebro mandinga, venço demanda
Por isso cuidado comigo cidadão

No Campo Santo do meu Pai Omolú


Sou braço forte do Senhor Ogum Megê
Nesse terreiro eu baixo para trabalhar
Sou Maria Padilha, muito prazer

É na calunga, é no Sete Cruzeiros


No cemitério ou lá na encruzilhada
Traga pra mim sete rosas vermelhas, daime
E pito enrolado e tua estrada é bem guardada

174
DEU MEIA-NOITE
Deu meia-noite
A Lua se escondeu
Lá, na encruzilhada
Dando a sua gargalhada
A Padilha apareceu
A laroyê, a laroyê, a laroyê
A mojubá, a mojubá, a mojubá
Ela é Odara
Quem tem fé em pomba-gira
É só pedir que ela dá
***
SALVE POMBA GIRA
Pomba gira, mulher de sete saias
Na encruzilhada
Oi, Quando ela trabalha
Pomba gira, é mulher da rua
Ela é Rainha
Oi, do Seu Tranca- Rua
Salve Pomba gira, Exú mulher
Na encruzilhada
Só se faz o que ela quer

175
FOI UMA ROSA QUE EU PLANTEI
Foi uma rosa
Que eu plantei na encruzilhada
Foi uma rosa
Que eu plantei no meu jardim

Maria Mulambo
Maria Mulher
Maria Padilha
Rainha de quem tem fé
***
MARIA PADILHA É UMA ROSA
Eu falei que Maria Padilha é uma rosa
É uma rosa
Que nasceu entre os espinhos

Eu falei que Maria Padilha é uma rosa


Que trabalha
Para abrir nossos caminhos

***

176
CIGANA DE FÉ
Vinha caminhando a pé
Para ver se encontrava
A minha cigana de fé
Ela parou e leu minha mão
E disse-me toda a verdade
Eu só queria saber onde mora
Pomba Gira, cigana de fé

***

VEM POMBA GIRA (Janaína)


As Pomba-Giras vem bailando
No terreiro de Iemanjá

Vem Pomba-gira
Vem Pomba-Gira
Trabalhar pra se iluminar

***

177
ELA GIRA
Ela gira no ar
Ela gira na praça
Ela gira na rua
ê, Ê, Ê, ê
Ela canta, ela dança
Ela vive sorrindo em noite de lua
Ê, ê
Ela é sincera
Ela é de verdade
Cuidado amigo
Que ela não gosta de falsidade

***

178
ESTRELA DA MATA
(Rosana Corrente)

Eu estou dando
Um aviso da história
Sei que vai chegar a hora
Dos caboclos chacoalhar

Deu meia noite


Na porta da encruzilhada
Tava todos os camaradas
Pronto para trabalhar

As Pomba Gira
Gira no pé do congá
Pula e faz alegria
Mas gosta de gargalhar

Aí veio um príncipe
E falou no meu ouvido
Era o príncipe agarrube
Me avisando do perigo

Aqui termino
Com a minha proteção
Da estrela da mata
Do Padrinho Sebastião

179
SUBIDA

Maré, maré
Quem tem guia bota fora
Maré, maré
As Pomba-Gira vão embora

***

180
ORIXÁS

181
182
l - NA VIBRAÇÃO DE TODOS OS ORIXÁS
(Alexandre Tarifa of. Octávio de sá)

Na vibração de todos os Orixás


Vem do reino de Olorum a força desse congá
Epa Babá! No silêncio Oxalá
Fortalece a fé no filho que eu hei de alcançar

Essa força vem do meu pai Olorum


Salve minha mãe Oxum, suas águas vem lavar
Vou navegando nessas ondas de Iemanjá
Salve os seres do mar! Odoyá! Odocyá!

Esse poder vem do meu pai Olorum


Salve o meu rei Ogum, sua lei a me guiar
Vou bem firmado na justiça de Xangô
Que aqui a linha é reta e é preciso ter amor

Meu pai Oxóssi com os caboclos vem curar


Chegou seu Tupinambá, Sete-Flechas e Jurema
Okê Arô! Oh meu Pai aqui estou
Para ser filho de fé é preciso ter amor

183
Do campo santo do senhor Rei Omulú
Vem chegando Ogum Megê no comando dos Exús
Laroyê Exu! É mojubá!
Que aqui neste cruzeiro nenhum mal vai dominar

Sinto essa força vem dos ventos de Iansã


Bença minha Vó Nanã Buruquê abençoar
Oxumaré trazendo a transformação
Para ser filho de fé e guardar no coração

Eu sempre falo que é pra nunca me esquecer


Do mestre Juramidam o chefe desse poder
Que no Cruzeiro brilha a luz desse conga
Umbanda com Santo Daime para tudo iluminar

184
ll – SALVE ESTA FORÇA
(Beto Chileno – Divina Estrela)

Salve esta força, salve esta luz divina


Salve todo o reino do Pai Oxalá
Salve Ogum e a princesa Soloína
Mamãe Jurema e a Rainha Iemanjá

A minha fé eu elevo ao Pai Eterno


Com muita força peço para os Orixás
Da floresta vem chegando o Rei Oxóssi
Com a luz do Santo Daime a brilhar

Das cachoeiras vem lavar mamãe Oxum


Seu Tranca Rua na porteira a zelar
Vem trabalhar aqui neste terreiro
Trazendo as bênçãos do Senhor Juramidam

185
lll -PRONTO-SOCORRO
(Paulo Roberto - #52)

Vós sois Meu Rei


Oh, Sol que brilha sobre a Terra
Nos ensinando a doutrina do amor
Seu Sete-Flechas, Luar de Prata
Se reunindo para enfrentar o terror

Cobra Coral
Gota de Orvalho, Espuma Branca
As forças juntas na batalha do amor
O Mestre é Rei e aqui está
Pronto socorre quem merece se curar

Está na hora
Da grande real batalha
Cristo Rei já está para dominar
Todas falanges num só momento
Triunfando junto com o Pai do Tempo

186
lV –CHAMO OS GUERREIROS
(Ricky Netto)

Não adianta querer chegar aqui formado


Tem muita história aqui para se destrinchar
Chamo os guerreiros da Linha de Umbanda
Para abrir as portas do Juremá

Chamo os Caboclos, os Caciques e os Pajés


E as entidades das raízes Africanas
Eu chamo os Seres Encantados da floresta
Vem Rouxinol, Pintassilgo e Sabiá

Sou da falanges dos Caboclos curadores


Vem Cobra-Coral, seu Sete-Flechas e Juremá
Meu Pai Oxóssi no comando dos caboclos
Vem Pena Branca e vem o Rei Tupinambá

Firmando a força de cura nesta corrente


Vem São Rafael para vir nos ajudar
Descei à Terra e protegei nossa Igreja
Com sua espada de esmeralda a brilhar

187
188
OXALÁ

QUEM VEM
Quem vem, quem vem lá de tão longe
São nossos guias que vêm trabalhar

Oi, dai-me força pelo amor de Deus


Meu pai
Oi, dai-me força pros trabalhos meus

***
OXALÁ É NOSSO PAI
Oxalá é o nosso pai
Iemanjá é nossa mãe

Ora gira, girei..


Ora gira, girou..

Senhores Mestres deste mundo


E dos outros mundos também
Eu peço licença à Oxalá
Na hora de Jesus, amém
***

189
SE ABRIRAM AS NUVENS NO CÉU
Se abriram as nuvens no céu
Festejaram as ondas no mar
No terreiro os filhos de Umbanda
De braços abertos estão a lhe chamar
Oxalá, meu Pai
Numa só corrente
Vamos todos vos saudar
***
TAVA NA BEIRA DO RIO
Tava na beira do rio
Sem poder atravessar
Chamei pelo caboclo
Caboclo Tupinambá
Tupinambá chamei
Chamei tornei chamar, ê a
***
TUPINAMBÁ
Seu Tupinambá quando vem na aldeia
Ela traz na cinta uma cobra-coral
Oie uma cobra coral
Oie uma cobra coral
***

190
EU VI TUPINAMBÁ
(Anay)
Eu vi Tupinambá lá na floresta
Ouvi a Jurema cantar

Eu vi a mata inteira toda em festa


Ouvi Seu Tupinambá chamar

Vem cá chegou a hora de curar


Vem cá Currupipipiraguá
***

EU VI TUPINAMBÁ
Eu vi Tupinambá
Sentado numa pedra
Na sua choupana
Conversando com a Jurema

Ele me disse
A minha flecha vai zoar
É Tupinambá
Que vem se apresentar
***

191
CHEGUEI COM MINHA TRIBO
(Agarrube)

Cheguei com minha tribo


Aqui dentro dessa aldeia
Sou caboclo Pena Branca
Do comando da Jurema
Cheguei
Com minha flecha envenenada
Quem me deu foi a Jurema
E me disse vai guerrear
A minha folha cura
A minha flecha é de matar

Conte Tupi
Conte Tupinambá
Me conte Tupinambá
O que eu tenho de Tupi

Eu vou chamar
Meu Pajé eu vou chamar
Eu vou chamar de muito longe
Meu Cacique Guarani

192
Heya, heya
He-heya, heya, heyou

Vamos todos levantando


Comandante está chamando
E quer
Seu batalhão em pé

Heya, heya
He-heya, heya, heyou

Eu taco fogo no rochedo


A fumaça do meu cachimbo
É a chave do segredo
Para vir queimar meu mal

Heya, heya
He, heya, heya heyou
Eu tomar o meu rapé
Eu vou tomar minha sananga
Eu vou chamar o meu pajé
Hei, hei, hei, hei, Rei Kambô

193
PENA BRANCA
Caboclo Pena Branca é do oriente
Caboclo Pena Branca é do Panaiá
Caboclo pena Branca é do oriente
Que veio da mata pra trabalhar

Esse caboclo
Pena Branca é guerreiro
Esse caboclo
Pena Branca é de paz

***
SOU PENA BRANCA
Sou pena Branca e aqui estou
Sou Pena Branca, sou Rei do amor
Eu vim aqui para assinar
O caminho do Senhor

Trago uma lança na minha mão


Trago no peito um bom coração
Aqui na Umbanda eu sou guerreiro
E levo a paz ao mundo inteiro
***

194
OGUM

MEU REI OGUM


(Maria Alice Campos Freire)

Já vem das matas


Na direção do mar
Com sua lança
É Ogum que vai chegar

É o cavaleiro
Do capacete de aço
Com seu rigor
Vai acertar nosso passo

Meu Rei Ogum


Sois general de Papai
Meu Rei Ogum
Sois guardião Mamãe

Meu Rei Ogum


Eu a Vós venho louvar
E o meu rosário
Também vos apresentar

195
Perante a Vós
De joelhos me formar
Rogando a Vós
Para Vós me ordenar

Para eu vencer
Nesta linha do vigor
Com meus irmãos
E triunfar o amor

PONTO DE SÃO JORGE


(Alex Polari)

São Jorge está aqui


São Jorge aqui está
Com seu cavalo branco
Guerreiro melhor não há

Viva o Rei Ogum


Ele veio anunciar
Que as linhas estão abertas
Que é pra nós se aliar

196
EU TENHO SETE ESPADAS
Eu tenho sete espadas
Pra me defender
Eu tenho Ogum
Na minha companhia
Ogum é meu Pai
Ogum é meu guia
Ogum é meu Pai
Ogum é filho da Virgem Maria
***
PISA NA LINHA DE UMBANDA
Pisa na linha de umbanda
Que eu quero ver
Ogum Sete-Ondas
Pisa na linha de umbanda
Que eu quero ver
Ogum Beira-Mar
Pisa na linha de Umbanda
Que eu quero ver
Ogum Yara, Ogum Megê
Ogum Yara, Ogum Megê
Salve a banda aruê
***

197
SE MEU PAI É OGUM
Se meu Pai é Ogum
Vencedor de demanda
Ele vem de Aruanda
Pra salvar filho de Umbanda
Ogum, Ogum Yara
Ogum, Ogum Yara
Salve os campos de batalha
Salve a sereia do mar
Ogum, Ogum Yara
Ogum, Ogum Yara

***

SEU CAVALO CORRE


Ogum em seu cavalo corre
A sua espada reluz

Ogum, Ogum de Lei


Sua bandeira cobre os filho de Jesus
Ogum iê!

***

198
ELE JUROU BANDEIRA
Ele jurou bandeira
Ele tocou clarim

Com seu exército branco


Ele lutou por mim

Na beira da praia
Ogum Sete-Ondas, Ogum Beira-mar

Ele lutou por mim


Até de madrugada
Saravá Seu Beira-Mar
Saravá Seu Matinada
***
OGUM MATINADA
Que cavaleiro é aquele
Que vem cavalgando pelo céu azul
É Seu Ogum Matinada
Que vem defender o Cruzeiro do Sul

Ê lerê, Ê lerá
Ê lerê Seu Canjira, pisa na umbanda
***

199
SEU MATINADA
Quando os clarins tocavam
Seu batalhão formava

Ele é Ogum da madrugada


Ele vem salvar seus filhos
Dando toque de alvorada
Lá laiá, lá laiá...

Bateu cinco horas da manhã


Ogum tocou alvorada

Acorda, Acorda
Acorda que aí vem Seu Matinada

Lá, laiá, la laiá


Ouvi um toque no clarão do dia
Ouvi um toque no clarão da lua

Ogum foi caça da cavalaria


Hoje é ordenança da Virgem Maria
Lá laiá la laiá...
***

200
SETE-ONDAS
Estava na beira da praia
Quando vi Sete ondas passar

Abre a porta
Oh gente que aí vem OGUM
Com seu cavalo marinho
Ele vem saravá
***
BEIRA-MAR
Beira-Mar Auê Beira-Mar
Beira-Mar Auê Beira-Mar

Beira-Mar, beira-maré
Tão bonito que ele é
Ele vem com sua banda
Jesus, Maria e José
***
ZAMBI ELE É OGUM!
Na lua nova na umbanda ele é ogum

Ogunhê! - (coro): Zambi ele é Ogum!


Ogunhê! - (coro): Zambi ele é Ogum!
Ogunhê! - (coro): Zambi ele é Ogum!

201
CABOCLO BOIADEIRO
(Agarrube - #11)

Amanheceu
E o sol raiou
Anoiteceu
A lua clareou
São Miguel abre as porteiras
Pros guardiões do Senhor
São Miguel abre as porteiras
Sois guardião do Senhor
Eu sou caboclo boiadeiro
Flecheiro eu sou
O meu corpo é o arco
O meu espírito é a flecha
Eu pego o dragão é na ponta do laço
Sou caboclo boiadeiro
E comando esta boiada
Aqui neste salão
Do Padrinho Sebastião
Aqui neste terreiro
Do Senhor Mestre Irineu

202
PEÃO BOIADEIRO
(Agarrube - #18)

Eu sou caboclo
Sou caboclo Boiadeiro
Montado em meu cavalo
Com meu laço na mão
Comandando esta boiada
Derribando touro bravo
Aqui dentro do salão
Eu sou peão
Sou cowboy, sou boiadeiro
Montado em meu cavalo
Com o meu laço na mão
Comandando esta boiada
Derribando touro bravo
Aqui nesta arena
Do Padrinho Sebastião

Quem estiver duvidando


Vai ficar com a cara no barro
Para saber respeitar

203
CABOCLO ARARIBÓIA
Filho de Ogum
Sou caboclo Araribóia
Eu vim aqui
Foi para libertar
Pra desmanchar
As trancas do coração
Com minha lança
Vou libertar o amor
Eu vim aqui
Atender a um clamor
De um filho
De Jesus Nosso Senhor
***
ROMPE MATO E COBRA-CORAL
No centro da mata eu vi
Dois nomes
Gravados num toco de um pau
De um lado o Seu Rompe Mato
Do outro Seu Cobra-Coral
No Centro da mata virgem eu vi
Seu Rompe Mato
Falava na língua de Guarani

204
OGUM SETE ONDAS
(Agarrube - #29)

Eu sou filho de Umbanda


E vou beirando o rio
Salve Ogum Sete-Ondas
Que vem beirando o mar

Ele vem saravar neste terreiro


No pé deste congá
Eu vou chamar os meus caboclos
Que vem lá das matas de lá

Salve o Caboclo Seu Arranca Toco


E o caboclo Seu Tupinambá
Tocando os seus tambores
Chamando a força que a Jurema dá

205
OGUM
(Tarifa – of. Agarrube)

Ogum! Ogum!
Em seu cavalo a galopar

Ouvi o som das trombetas


E vi o sétimo selo se abrindo

Vi muita gente caindo


Naquele poço do abismo

Por não prestarem atenção


E não sabem o que estão dizendo

Já chamei e vou chamar


Marachimbé aqui esta

Ele vem para doutrinar


Aqui dentro desta sessão

206
SUBIDA
Cambono, camboninho meu
Meu cambono
Olha que Ogum vai embora

Vai, vai, vai meu cambono


Ele vai numa linha só

***

SELEI SELEI
Selei selei
O seu cavalo selei

Papai Ogum já vai embora


Seu cavalo selei

***

207
OXÓSSI

OXÓSSI É REI
Oxóssi é Rei lá na Aruanda
Oxóssi afirma o seu Reinado

Vamos saudar quem vem chegando


Trazendo paz, espalhando amor

A Virgem da Conceição
Vem te abençoando
***

OXÓSSI É CAÇADOR
Oxóssi é caçador
Lá no Juremá

Oxóssi é Pai
Da mata em flor

Balança a folha
Que lá vem Oxóssi
Okê Arô
***

208
A MATA ESTAVA ESCURA
A mata estava escura
Veio o luar e clareou
Só se ouvia a voz do Senhor
Quando os caboclos de Oxóssi chegou
Mas ele é rei, ele é rei, ele é rei
Mas ele é rei de Aruanda ele é rei
***
HOUVE UM BOMBARDEIO
Houve um bombardeio na Jurema
Até sua choupana
Oxóssi quis abandonar
Lê lere lere lere lera
Até sua choupana
Oxóssi quis abandonar
***
CABOCLO SETE-FLECHAS
Lê lerê
Caboclo Sete-Flechas no Congá
Lererê
Saravá Seu Sete-Flechas
Ele é o Rei da mata
A sua bodoque atira
Oh Caboclo, sua flecha mata

209
JUREMA

BRILHOU UMA ESTRELA


Brilhou uma estrela no Oriente
Clareou meu Juremá
Jurema ê, Jurema
Abre caminhos que eu quero passar
***
JUREMA SUA FLECHA CURA
Jurema sua flecha cura
Jurema sua flecha mata
Quem é filho da Jurema
Nunca se perde na mata
***
NA MATA DA JUREMA
Na mata da Jurema onde eu nasci
No mar onde Iemanjá me batizou
Jurema nos teus braços me embalou
Ô, Ô, Jurema
Diz à umbanda que eu chorei
Jurema ê Ê
Jurema ê Á
Jurema filha de Tupinambá
***

210
OBALUAÊ
VELHO OMULU
Meu Pai Oxalá
É o Rei
Venha me valer

É um velho Omulu
Atotô Obaluaê

Atotô Obaluaê
Atotô babá
Atotô Obaluaê
É um velho Orixá

ELE VEM PARA CURAR (Lilia )


Atotô, Atotô, Atotô, Atotô
Atotô Obaluaê
Atotô, Atotô, Atotô, Atotô
Ele vem para curar

Os seus filhos aqui na Terra


Para sempre Vos louvar
***

211
FILHO VAI CAMINHANDO
O filho vai caminhando
No caminho
Vê um velho
E um cajado

Toma a benção
E dá a mão
Atotô, meu Pai

***

SE VÊ UM VELHO
Se vê um velho no caminho
Toma a benção

Deus te abençoe, Deus te abençoe


Deus te abençoe, Obaluaê
Deus te abençoe

***

212
BABALAÔ
Ê, Babalaô
Ê Babalaô
Ê Babalaô
Ê Babalaô

Ê Babalaô
Ê Babalaô
Atotô Babá
Ê Babalaô

Ê Babalaô
Ê Babalaô
Ê Babalaô
Ê Babalaô

Ê Babalaô
Ê Babalaô
Anhanhanhanhê
Ê Babalaô

***

213
CHEFE DA CALUNGA
Ele é um grande Orixá
Ele é o chefe da Calunga
Ele é Seu Atotô Obaluaê
Ele é Seu Atotô Obaluaê
Ele é Seu Atotô Obaluaê

***

CHAVE DO BAÚ
Cadê a chave do baú
Está com o Mestre Omulú

***

SEU OMULÚ
Seu Omulú ê, Seu Omulú ê
Seu Omulú ê, Omulú é Orixá

Saravá Seu Omulú, Omulú ê


Saravá Seu Omulú, Omulú é Orixá

***

214
EU QUERIA QUE VOCÊ FICASSE
(Baixinha)
Eu queria que você ficasse
Mas você me acompanhou
Se você pensa
Que me atrapalhou
Você me ajudou
Dai-me sua mão
E vamos caminhar
Vou pedir ao nosso Pai
Para te ajudar
***
VEM CURAR O SEU FILHO (Maria Alice)
Mamãe Sereia vem curar
O seu filho sobre a Terra
Das feridas do seu corpo
Que seu filho lhe entregou
Baluaê!
Ele é filho de Iemanjá
Foi Nanã Boroquê
Quem lhe entregou para lhe curar
***

215
MISERICÓRDIA (Maria Alice)
Aqui na Terra
Eu sou posso agradecer
Porque vivo
Com a benção do meu Pai

Misericórdia
Dentro do meu coração
Eternamente
Peço para merecer

Oh! Meu São Lazaro


Vós venha me ajudar
Nessa lembrança
Que o tempo vem me relembrar

Da redenção
Que está no sofrimento
Que aqui na Terra
Eu vim pra testemunhar

216
Misericórdia
Peço a São Irineu
Para eu seguir
Sempre no caminho seu

Do Vosso Amor
Eu não posso me esquecer
Atotô, Atotô
Obaluaê

Rei Salomão
Rogo ao Vosso coração
Pra Vós olhar
Os sofredores da Terra

O meu rosário
Eu Vós apresento aqui
Rogando a Vós
Para abrandar essa guerra

***

217
NANÃ

LINDO RITUAL
(Conceição Bogéa)

Chegou Nanã Boroquê


Seus filhinhos vem ninar
O seu manto é roxo e branco
Nanã traz seu bajará
Seu bajará é azul
Ela chega de mansinho
No terreiro de Babá
Dança bem devagarinho

É patrona dos idosos


Essa velha divindade
Sua força é serena
Força da senilidade
Vou cantar para Nanã
Saluba! Mãe Divinal
Vou dançar para Nanã
Neste lindo ritual

218
É NANÃ
É Nanã, é Nanã, é Nanã Boroquê
Na ponta da fita tem dendê
É Nanã, é Nanã, é Nanã Boroquê
Ela é mãe de Obaluaê

Ela vem varrendo


Ela vem limpando
Com sua vassourinha
É Nanã Boroquê
***
CINTA DE SAPÊ
Ela é Nanã
Ela é Nanã Boroquê
A sua saia é roxa
A sua cinta é de sapê
***
EU VOU LAVANDO
Eu vou lavando devagarinho
Com as minhas preces de mamãe Oxum
Eu sou Oxum da beira mar
Eu sou das águas oh mamãe Iemanjá
Ogum da beira mar ele é meu padrinho
Meu rompendo o caminho

219
Pra Jurema passar

XANGÔ

XANGÔ KAÔ
(Agarrube - #09)

Xangô vem da floresta


Atrás da sua machada

Cadê, Pai Oxalá


A machada de Xangô?

Ele disse para ele


Está no fundo do rio
Ele disse para ele
Está naquelas pedreiras

Xangô foi lá
E achou sua machada

Xangô foi pra floresta


Mas logo ele voltou
Xangô Kaô, ele trouxe na mão
A cabeça do dragão

220
SÃO JOÃO BATISTA
Meu Pai São João Batista
Ele é Xangô
Senhor do meu destino
Até o fim
Se um dia me faltar
A fé no meu Senhor
Que role esta pedreira
Sobre mim
***
PÕE O JOELHO NA PEDRA
Põe o joelho na pedra, ô menina
Por cima do morro
O sol clareou
Esse trovão que roncou nas matas
É a pisada do meu Pai Xangô
***
PEDREIRA LINDA
Pedreira linda que Xangô tava sentado
Com livro, pena na mão
E um lindo leão do lado
Salve Iansã, Rainha do Jacutá
Saravá meu Pai Xangô

221
Ele é chefe de congá
YANSÃ

MAMÃE DOS VENTOS


(Maria Alice Campos Freire)

Mamãe dos ventos


Aqui eu vou chamar
Chamando o tempo
Para vir se adiantar

Justiceira, Vós vem


Na tempestade, Vós vem
Soprando o vento
Com Vosso raio purificar

O Vosso raio
É que rompe a imensidão
Para eu poder
Ouvir a voz do trovão

Eparrê! Iansã
Eparrê! Iansã
Eparrê

222
Dentro do meu coração

Minha Santa Bárbara


Com a Vossa chama na mão
Vós sois rainha
Da comunicação

Estais no fogo
Da fogueira de São João
Vós limpai a casa
Para a justificação

Mamãe dos ventos


A Vós eu vou louvar
E o meu rosário
Também Vos apresentar

Varrei as trevas, Iansã


Na varreção, Iansã
Iluminai
Toda esta escuridão

223
***

SANTA BÁRBARA
Santa Bárbara chegou no salão
Eparrei! Eparrei Iansã!
Vento forte anuncia a chegada
Eparrei! Eparrei Iansã!
Raios fortes em clarões de luz
Vento, chuva, muitas trovoadas
Cheiro forte de terra nativa
Um força por Deus abençoada
Vem coroada de muita luz
Numa onda de pura magia
O seu manto representa o símbolo
Da Santíssima Virgem Maria
Vem trazendo harmonia e vigor
Chega na sua força sagrada
Dispersando energia trevosa
Com a luz da ponta da sua espada
***
ANUNCIANDO NOVO DIA
Eparrei! Eparrei Iansã!

224
Sopra o vento anunciando um novo dia
Anunciando um novo dia
De muita paz, muito amor e alegria
***
YANSÃ ORIXÁ DE UMBANDA
Yansã Orixá de Umbanda
Rainha do nosso congá
Saravá Iansã lá na Aruanda EPARREI!
Eparrei! Iansã venceu demanda
Iansã saravou pra Xangô
No céu trovão roncou
E lá na Mata o leão bradou
Saravá Iansã! Saravá Xangô!
***
LINDA ORIXÁ
Saravá filho de Umbanda
Olha quem vem lá
Firma o ponto no terreiro
Que ela vem girar
Yansã guerreira
Linda Orixá
Ouve a minha reza
E vem me ajudar

225
Yansã ê ô, Yansã ê a
Senhora rainha
Vamos saravá
***

226
OXUM

EU VI MAMÃE OXUM
Eu vi Mamãe Oxum na cachoeira
Sentada na beira do rio

Colhendo lírio, lírio le


Colhendo lírio, lírio lá
Colhendo lírio
Pra enfeitar nosso congá

***

O LÍRIO QUE DÁ NO CAMPO


O lírio que dá no campo
Na água nasce uma flor

É a flor de Oxum Pandá


Oxumaré e Oxum Dokô

***

227
IEMANJÁ

IEMANJÁ Ê!
Iemanjá ê!
Oh! Minha mãe Iemanjá

Olhai seus filhos aqui na terra


Oh! Minha mãe
E vem nos ajudar

***

OH! QUE BARCO TÃO LINDO


Oh! Que barco tão lindo
Quem vem sobre as ondas do mar

Ele traz as vibrações


De nossa mãe Iemanjá
Iemanjá! Iemanjá!
Ela é a Rainha do Mar

***

228
FILHA DE IABÁ
(Anay dos Anjos)

Oh! Minha Rainha do céu


Oh! Minha Rainha do Mar
Dai-me a Vossa proteção
Para eu poder navegar

Eu sou filha de Iabá


Eu vim me apresentar
Receber a minha cura
Com a espuma branca do mar
***
BRILHO DO AMOR
Salve sempre viva a brilhar
A Nossa Mãe Santa Maria
No balanço do mar
No quebrar das ondas
Na beira da praia, oh! Mãe
No brilho do amor
Sinto sua presença vibrar
No brilho do sol, no brilho da lua
No meu coração está
***

229
A MAROLA DO MAR
A Marola do mar
Já vem chegando
E o povo d’água
Descarregando

A marola do mar
Vai levando
Iemanjá
É quem vai navegando

***

Para mais pontos e hinos desta linha e de outros


orixás, consultar Caderno anexo de Umbandaime

230
231
JUNTINHO A FORÇA AQUI ESTOU
(Alexandre Tarifa)

Clareou, clareou
Oh! Santa Clara clareou
Clareou, clareou
Juntinho a Santa aqui estou

Oh! Lua cheia que clareia o salão


Clareia também o meu coração
Dentro desta verdade aqui na terra
Para sempre buscar a redenção

Iluminou, iluminou
Oh! São Francisco iluminou
Iluminou, iluminou
Juntinho ao santo aqui estou

232
De pés descalços nos santos caminhos
Tantos pobres ele ajudou
Afastando os malfazejos
E o sofrimento que lhe apegou

Clareou, iluminou
A nossa Santa e nosso Santo já chegou
Clareou, iluminou
Juntinho a força aqui estou

233
ÚLTIMOS HINOS

ANJOS SERAFINS
(Agarrube - #27)

Eu vi os Anjos
E os Arcanjos
Os Anjos Querubins
E os Anjos Serafins

Tocando suas trombetas


Anunciando o final dos tempos
Eu vi o mar gemer
E a Terra estremecer
Mas eu peço a Jesus Cristo
Para mim e todos verem
O sol nascer
É o tempo, é o tempo
Da Nova Era e do Apocalipse

Mas eu peço a Jesus Cristo


O nascimento da Nova Jerusalém

234
RESGATE FINAL
(Agarrube)

Todos prestem atenção


Novo tempo já chegou
Vamos todos se firmar
No saber do Rei Salomão

É o tempo, é o tempo
É o tempo do resgate final
Novo tempo já chegou
As naves estão se aproximando

Todos já se esqueceram
Do Dilúvio de Noé
Salve São Miguel Arcanjo
No terreiro Estrela da Mata

Com as suas sete espadas


iluminando seiscentos demônios
Com a força de Oxóssi da Mata
E do Rei Ogum da Beira-Mar

235
Hinos de
Encerramento

236
237
DEUS É QUEM ME DOMINA
(Pad. Valdete - #13)

Deus é quem me domina


Em Deus é que eu tenho fé
Porque Deus é quem me determina
E é quem me mantém em pé

Ele é quem me mantém em pé


Assim como os meus irmãos
Por isto é preciso
Nós termos mais atenção

Prestar bem atenção


No que estamos fazendo
Para quando chegar no trabalho
Não ficar só sofrendo

Está em mim e está em ti


É só prestar atenção
O que o Mestre nos ensina
É Amor no coração

238
Não é ficar só sofrendo
Com medo de apanhar
Fazendo o que ele está dizendo
Você pode se salvar

Não é se fazer de surdo


E não querer compreender
Depois não saia dizendo
Que o Mestre não tem saber

239
EM PÉ FIRME NA FLORESTA
(Pad. Alfredo - #99)

Em pé firme na floresta
Recebendo a Santa Luz
Sou humilde, sou humilde
Sou humilde de Jesus
O Império destas matas
Não existe força maior
Agora aqui peço firmeza
Às estrelas, à lua e ao sol
Toquei a minha corneta
Já é a última chamada
Se perfilem comandantes
Para vencer a jornada
Esta força verdadeira
É o reinado do sol
Em cima vivem os astros
E embaixo vivem os paus
Oh! Meu Pai Onipotente
Que me dá força e me segura
Para eu ser Vosso filho
E me livrar das amarguras

240
241
CHUVA É DO ASTRAL
( Maria Damião - #35)

Chuva é do astral
Disciplina na Terra
Todos se preparem
Para ver o fim da guerra

Eu sigo em frente
Com a minha divisão
Porque estou preparado
Com as armas na mão

O meu pai me deu força


Me entregou o poder
Para eu viver neste mundo
E saber me defender

242
A CHAVE DO DESENGANO
(Pad. Sebastião - #67)

A chave do desengano
É para quem nunca ligou
Abri as suas portas
E você mesmo foi quem fechou

Não tem que reclamar


De tudo que aconteceu
Meu Mestre é a sua luz
E você fez foi aborrecer

Leve a sua chave


Para o dia que se lembrar
Se falar do meu Mestre
Esteja pronto para apanhar

Aqui eu garanto
Que sou um irmãos leal
Eu não sou deste mundo
Eu sou do Reino Celestial

243
FLOR DAS ÁGUAS
(Mestre Irineu - #126)

Flor das águas


Da onde vens para onde vais
Vou fazer a minha limpeza
No coração está meu Pai

A morada do meu Pai


É no coração do mundo
Aonde existe todo o amor
E tem um segredo profundo

Este segredo profundo


Está em toda a humanidade
Se todos se conhecerem
Aqui dentro da verdade

244
BRILHO DO SOL
(Pad. Sebastião #26 - Nova Jerusalém)

Sou brilho do sol


Sou brilho da lua
Dou brilho às estrelas
Porque todas me acompanham

Eu sou brilho do mar


Eu vivo no vento
Eu brilho na floresta
Porque ela me pertence

245
246
PAI NOSSO
Pai nosso que estais no céu, santificado
seja o Vosso nome. Vamos nós ao Vosso
reino, seja feita a Vossa vontade assim
na Terra como no céu. O pão nosso de
cada dia nos dai hoje, Senhor. Perdoai as
nossas dívidas, assim como nós
perdoamos, aos nossos devedores. Não
nos deixe, Senhor, cair em tentação. Mas
livrai-me e defendei-me Senhor, de todo
mal. Amém, Jesus, Maria e José.

247
248
Este Hinário pertence a:

Versão 1.2

Edição comemorativa
Aniversário de 4 anos!
21/04/2017

Centro de Iluminação
Brilho do Sol
Piedade/SP
Feliz Aniversário!

249