Você está na página 1de 11

Disciplina: Arte

Prof. Willian Gomes de Almeida

Ribeirão Preto-SP

2017
Renascimento e Humanismo

“Foi o Renascimento que, no campo da arte, pôs fim à "doce primavera".


Seu antropocentrismo rebelou-se contra a cosmovisão teológica medieval.
Enquanto a Idade Média Cristã via tudo em função de Deus - princípio, centro e
fim de todas as coisas -- o Renascimento pagão colocou o homem no lugar de
Deus, o ser contingente no lugar do Ser Absoluto.
O Renascimento renegou todos os valores da estética medieval e quis
reviver a arte greco-romana. É claro que isto não era senão o fruto da aceitação
da cosmovisão pagã que o renascimento considerava a única verdadeira. O
Renascimento foi, portanto, uma apostasia.”
As três revoluções na Arte- Orlando Fedeli.

Cronologia Historica
Características gerais:

▪ Racionalidade;
▪ Dignidade do Ser Humano;
▪ Rigor Científico;
▪ Ideal Humanista;
▪ Reutilização das artes greco-romana.

Principais características na pintura:

▪ Perspectiva: arte de figura, no desenho ou pintura, as diversas distâncias e


proporções que têm entre si os objetos vistos à distância, segundo os
princípios da matemática e da geometria;
▪ Uso do claro-escuro: pintar algumas áreas iluminadas e outras na sombra,
esse jogo de contrastes reforça a sugestão de volume dos corpos;
▪ Realismo: o artista do Renascimento não vê mais o homem como simples
observador do mundo que expressa a grandeza de Deus, mas como a
expressão mais grandiosa do próprio Deus. E o mundo é pensado como uma
realidade a ser compreendida cientificamente, e não apenas admirada;
▪ Inicia-se o uso da tela e da tinta à óleo;
▪ Tanto a pintura como a escultura que antes apareciam quase que
exclusivamente como detalhes de obras arquitetônicas, tornam-se
manifestações independentes;
▪ Surgimento de artistas com um estilo pessoal, diferente dos demais, já que o
período é marcado pelo ideal de liberdade e, consequentemente, pelo
individualismo.
A Criação de Adão: Michelangelo Buonarotti.1508-1512. Teto da Capela
Sistina, Roma.

Características principais:

As posições de Deus e Adão, a pintura do braço direito de Deus e esquerdo de


Adão são quase idênticas e representam o fato de que, como diz o Gênesis 1:27,
"Deus criou o homem à sua imagem e semelhança".

Por outra perspectiva, alguns estudiosos das artes dizem que uma mensagem é
imposta subliminarmente. Quando, olhado de forma diferente, Deus estaria
representado dentro de um cérebro e com o seu toque à Adão, o racionalismo
seria representado de forma escondida..
Miguel Ângelo: "David"
“A Virgem Velada”, Giovanni Strazza.
“Rapto de Proserpina”
Gian

Lorenzo Bernini (1598-1680)

Discóbolo. 455 a.C


Escultura Medieval