Você está na página 1de 4

Aula 8 – Velocidade média e Equação de Bernoulli

- VELOCIDADE MÉDIA
Vazão:

Define-se velocidade média na seção como uma velocidade uniforme que, substituída no lugar da velocidade
real, reproduziria a mesma vazão na seção. Logo:

Dessa igualdade, surge a expressão para o cálculo da velocidade média na seção:

EXEMPLO 1:
- EQUAÇÃO DE BERNOULLI
A equação de Bernoulli é a aplicação do princípio de conservação de energia ao fluido em movimento. A
figura abaixo representa um fluido ideal escoando. Suponha que o volume V que entra é o mesmo que
sai (continuidade). Sejam h1, v1 e p1 a altura, velocidade e pressão do fluido entrando no lado
esquerdo, e h2, v2 e p2 a altura, velocidade e pressão do fluido saindo no lado direito, podemos
relacionar tais grandezas a partir da equação de Bernoulli da seguinte maneira:

𝜌. 𝑣12 𝜌. 𝑣22
𝑝1 + + 𝜌. 𝑔. ℎ1 = 𝑝2 + + 𝜌. 𝑔. ℎ2
2 2

𝜏𝐹𝑟 = Δ𝐸𝑐
𝜏𝐹1 + 𝜏𝐹2 + 𝜏𝑊 = 𝐸𝑐𝑓 − 𝐸𝑐𝑖
𝑚𝑣22 𝑚𝑣12
𝐹. 𝑑1 − 𝐹. 𝑑2 − 𝑊(ℎ2 − ℎ1) = −
2 2

𝑚𝑣22 𝑚𝑣12
𝑝1. 𝐴1. 𝑑1 − 𝑝2. 𝐴2. 𝑑2 − 𝑚. 𝑔. (ℎ2 − ℎ1) = −
2 2
𝜌. 𝑉2. 𝑣22 𝜌. 𝑉1𝑣12
𝑝1. 𝑉1 − 𝑝2. 𝑉2 − 𝜌. 𝑉. 𝑔. (ℎ2 − ℎ1) = −
2 2

Como V1 e V2 são iguais:


𝜌. 𝑉. 𝑣22 𝜌. 𝑉𝑣12
𝑝1. 𝑉 − 𝑝2. 𝑉 − 𝜌. 𝑉. 𝑔. (ℎ2 − ℎ1) = −
2 2

𝜌. 𝑣22 𝜌. 𝑣12
𝑝1 − 𝑝2 − 𝜌. 𝑔. (ℎ2 − ℎ1) = −
2 2
𝜌. 𝑣12 𝜌. 𝑣22
𝑝1 + − 𝜌. 𝑔. (ℎ2 − ℎ1) = + 𝑝2
2 2
𝜌. 𝑣12 𝜌. 𝑣22
𝑝1 + − 𝜌. 𝑔. ℎ2 + 𝜌. 𝑔. ℎ1 = + 𝑝2
2 2

Como queríamos demonstrar:


𝜌. 𝑣12 𝜌. 𝑣22
𝑝1 + 𝜌. 𝑔. ℎ1 + = 𝑝2 + 𝜌. 𝑔. ℎ2 + = 𝑐𝑡𝑒
2 2
EXEMPLO 2: Água de densidade 1000 kg/m³ escoa através de um tubo horizontal, com uma velocidade de
2m/s, sob pressão de 2.10^5 Pa. Em um certo ponto, o tubo apresenta um estreitamento pelo qual a água
passa a fluir à uma velocidade 4 vezes maior. Qual a pressão neste ponto?

𝜌. 𝑣12 𝜌. 𝑣22
𝑝1 + 𝜌. 𝑔. ℎ1 + = 𝑝2 + 𝜌. 𝑔. ℎ2 + = 𝑐𝑡𝑒
2 2

1000.2² 1000.8²
2.10^5 + = 𝑝2 +
2 2

𝑝2 = 170000 = 1.7.105 𝑃𝑎

EXEMPLO 3: Considere uma tubulação que consiste num tubo de entrada de 2cm de diâmetro por onde a
água entra com velocidade de 2m/s sob pressão de 5.10^5 Pa. Outro tubo de 1cm de diâmetro encontra-se a
7m de altura do tubo de entrada dessa tubulação. Considerando o fluido ideal, sem perdas de cargas e a
densidade da água 1.10^3 kg/m³, calcule a pressão no tubo de saída em m.c.a. (metros de coluna d’água).

𝜌. 𝑣12 𝜌. 𝑣22
𝑝1 + 𝜌. 𝑔. ℎ1 + = 𝑝2 + 𝜌. 𝑔. ℎ2 +
2 2
5
1000.2² 1000. 𝑣22
5. 10 + = 𝑝2 + 1000.10.7 +
2 2
Pela equação da continuidade

𝑣1. 𝐴1 = 𝑣2. 𝐴2
2. 𝜋. 0,02² = 𝑣2. 𝜋. 0,01²
𝑣2 = 8𝑚/𝑠

Logo na equação de Bernoulli:


1000.2² 1000.8²
5. 105 + = 𝑝2 + 1000.10.7 +
2 2
𝑝2 = 4.105 𝑃𝑎

𝑝2 = 𝛾. ℎ
4.105
ℎ= = 40 𝑚. 𝑐. 𝑎
1000.10