Você está na página 1de 28

CLASSIFICAÇÃO DAS VIAS

Engenharia de Tráfego e Planejamento


dos Transportes

Docente: Felipe Alves


DISCENTES

● Bárbara Fernanda Silva Simões;


● Evanio Almeida Santos;
● Milene Cunha Costa;
● Ricardo Junio dos Santos;
● Samuel Henrique Oliveira Lima.

2
OBJETIVOS

● Classificar as vias do bairro Nova Esperança da cidade de


Piumhi-MG, quanto à espécie, funcionalidade, gênero,
posição e tipo, e propor melhorias no sistema viário do
mesmo, quando necessário.

3
INTRODUÇÃO

● Em Piumhi, Minas Gerais, houve a criação de um órgão


através de um projeto de lei complementar n° 59/2018,
estabelecendo competências para a Divisão de Trânsito e
Mobilidade Urbana, o qual ficou denominado
“TRANSPIUMHI”. O órgão ainda está em fase de
estruturação e não encontra-se em exercício no momento.

4
INTRODUÇÃO
● Segundo o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), as vias
abertas à circulação, de acordo com sua utilização,
classificam-se em arteriais, coletoras, locais e de trânsito
rápido. No entanto, Goldner (2008) classifica também quanto
à espécie, ao gênero, à posição e ao tipo;

● Essas classificações serão apresentadas detalhadamente no


decorrer do trabalho.

5
METODOLOGIA
Figura 1: Bairro Nova Esperança, Piumhi-MG

Fonte: Google My Maps, com adaptações.

6
REVISÃO BIBLIOGRÁFICA

● Via é a “superfície por onde transitam veículos, pessoas e


animais, compreendendo a pista, a calçada, o acostamento,
ilha e canteiro central”.
● A classificação das vias é feita levando em consideração a
função, o gênero, a espécie, a posição e o tipo (superfície
natural do terreno, número de pistas, natureza da superfície
de rolamento, condições operacionais, jurisdição).

7
● . Quanto ao gênero:
● Aerovias;
● Dutovias;
● Ferrovias;
● Hidrovias;
● Rodovias.

8
● . Quanto à espécie:
● Urbanas;
● Interurbanas;
● Metropolitanas;
● Rurais.

9
● Quanto à posição:
● Radiais;
● Perimetrais;
● Longitudinais;
● Transversais;
● Anulares;
● Tangenciais;
● Diametrais.

10
● Quanto ao tipo (em relação à superfície natural do terreno):
● Em nível;
● Rebaixadas;
● Elevadas;
● Em túnel.

11
● Quanto ao tipo (em relação ao número de pistas):
● Simples;
● Múltiplas;

● Quanto ao tipo (em relação à natureza da superfície de


rolamento - rodoviário):
● Pavimentadas;
● Simplesmente revestidas;
● Em terreno natural.

12
● Quanto ao tipo (em relação às condições operacionais -
uso/regra circulação):
● Sentido único;
● Sentido duplo;
● Reversível;
● Interditada (a alguns ou todos os veículos);
● Com ou sem estacionamento.

13
● Quanto ao tipo (quanto à jurisdição):
● Federais;
● Estaduais;
● Municipais;
● Particulares.

● Quanto à função (rurais):


● Rodovias;
● Estradas;

14
● Quanto à função (urbanas):
● Locais;
● Coletoras;
● Arteriais;
● Trânsito rápido;

15
CLASSIFICAÇÃO DAS VIAS
Figura 2: Rua Américo Arantes Figura 3: Rua Artede Almada Alvim

Fonte: Autoria Própria.

Fonte: Autoria Própria.

16
CLASSIFICAÇÃO DAS VIAS
● Rodovias;
● Urbanas;
Figura 4: Rua Rodolfo Mourão
● Transversais;
● Em nível;
● Simples;
● Pavimentadas (sendo que a
Rodolfo Mourão apresenta um
trecho em terreno natural);
● Duplo sentido de circulação;
Fonte: Autoria Própria.
● Municipais;
● Coletoras.

17
CLASSIFICAÇÃO DAS VIAS
Figura 5: Avenida Oswaldo Soares Machado ● Rodovia;
● Urbana;
● Longitudinal;
● Em nível;
● Múltipla;
● Pavimentada;
● Duplo sentido de circulação;
Fonte: Autoria Própria. ● Municipal;
● Arterial.

18
CLASSIFICAÇÃO DAS VIAS
Figura 6: Redutor de velocidade.
● A Avenida Oswaldo Soares
Machado, as ruas Grijalva
Alves Terra, Benedito
Ferreira de Carvalho,
Francisco de Paula Xavier
e Américo Arantes
apresentam redutores de
velocidade.
Fonte: Autoria Própria.

19
CLASSIFICAÇÃO DAS VIAS

Figura 7: Rua Severo Veloso ● Rodovia;


● Urbana;
● Transversal;
● Em nível;
● Simples;
● Pavimentada;
● Duplo sentido de circulação;
● Municipal;
Fonte: Autoria Própria. ● Coletora.

20
CLASSIFICAÇÃO DAS VIAS
Figura 8: Rua Severo Veloso
● Apresenta trechos sem calçada,
pavimentação precária, ausência
de sinalização regulamentadora
de velocidade e de travessia de
pedestres em nível.

Fonte: Autoria Própria.

21
CLASSIFICAÇÃO DAS VIAS
Figura 10: Rua José Soares Oliveira
Figura 9: Rua José Poppe

Fonte: Autoria Própria.


Figura 11: Rua Dr. João Alberto

Fonte: Autoria Própria.


Fonte: Autoria Própria.

22
CLASSIFICAÇÃO DAS VIAS

● Rodovias; ● Apresentam travessia de


● Urbanas; pedestres em nível
● Longitudinais; apagadas e calçadas
● Em nível; obstruídas por vegetação.
● Simples; Além disso, a primeira não
● Pavimentadas; apresenta calçadas em
● Duplo sentido de circulação; determinados trechos.
● Municipais;
● Locais.

23
CLASSIFICAÇÃO DAS VIAS
● Rodovias;
Figura 12: Vias Locais
● Urbanas;
● Longitudinais;
● Em nível;
● Simples;
● Pavimentadas;
● Duplo sentido de
circulação;
Fonte: Google My Maps, com adaptações.
● Municipais;
● Locais.

24
CONCLUSÃO

● Pode-se concluir que o bairro Nova Esperança apresenta


predominantemente vias locais. Muitas vias apresentam travessias
de pedestres em nível apagadas, calçadas estreitas, obstruídas por
lixo e vegetação, e muitas vezes sem calçamento.

● Propõe-se a implantação de outras travessias em nível,


principalmente nas vias arteriais e coletoras, e a fixação de
sinalização vertical regulamentadora de velocidade;

25
CONCLUSÃO

● Recomenda-se também a construção e a manutenção de calçadas


acessíveis ao longo de todas as vias, possibilitando melhor
mobilidade;

● Como o alto tráfego de veículos pesados na Rua Severo Veloso


prejudica o fluxo de veículos e o bom estado do pavimento,
propõe-se a criação de uma via anular, que circunda o município,
para retirada do trânsito pesado de dentro da cidade, tornando
mais ágil tanto o fluxo no núcleo urbano quanto entre as rodovias.

26
REFERÊNCIAS

● BRASIL. Lei complementar n° 59/2018. 29 de outubro de


2018. Piumhi, MG.

● BRASIL. Lei Federal n° 9.503. Código de Trânsito Brasileiro. 23


de setembro de 1997. Brasília, DF. Disponível em:
<http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9 503.htm>. Data de
acesso:18/04/2019.

27
REFERÊNCIAS

● BRASIL. Projeto de lei complementar n° 06/2018. 16 de


agosto de 2018. Piumhi, MG.

● GOLDNER, Lenise Grando. Engenharia de tráfego: 1º


módulo. Florianópolis, 2008. 99p. Material de apoio didático.
(Programa de educação tutorial em engenharia civil da
Universidade Federal de Santa Catarina).

28

Você também pode gostar