Você está na página 1de 38

Questão 01)

Os animais de estimação mais comuns são os gatos e os cães, que são carnívoros.
Como o próprio nome já diz, animais de estimação são os bichos que foram
antropomorfizados, recebendo nomes, roupas, brinquedos etc.. Apesar de
“domesticados”, as necessidades nutricionais são as mesmas de um animal
carnívoro selvagem, isto é, precisam comer carne. Se um dono de animal de
estimação resolver que seu cão ou gato passará a ter uma dieta vegetariana, privará
o animal de componentes orgânicos importantes, que são

a) as proteínas, essenciais para a construção das células e tecidos.


b) os carboidratos, fontes de energia.
c) os lipídios, reserva de energia e isolamento térmico.
d) vitaminas, importantes para o metabolismo energético.
e) ácidos nucleicos, para a renovação celular.

Questão 02)

De acordo com a hipótese heterotrófica, o primeiro ser vivo do planeta Terra


obtinha energia para seu metabolismo por meio de um processo adequado às
condições existentes na atmosfera primitiva.
Assinale a alternativa que apresenta, corretamente, a sequência ordenada dos
processos energéticos, desde o surgimento do primeiro ser vivo do planeta.

a) Fotossíntese, respiração aeróbia e fermentação.


b) Respiração aeróbia, fermentação e fotossíntese.
c) Respiração aeróbia, fotossíntese e fermentação.
d) Fermentação, fotossíntese e respiração aeróbia.
e) Fernentação, respiração aeróbia e fotossíntese.

Questão 03)

Você já deve ter ouvido que é comum a produção de ácido lático nos músculos de
uma pessoa, em ocasiões que há esforço muscular exagerado. A quantidade de
oxigênio que as células musculares recebem para a respiração aeróbia é insuficiente
para a liberação da energia necessária para a atividade muscular intensa.

Nessas condições, ao mesmo tempo em que as células musculares continuam


respirando, elas começam a fermentar uma parte da glicose, na tentativa de liberar
energia extra.
Fonte: http://www.sobiologia.com.br/conteudos/
bioquimica/bioquimica4.php
Acesso em 27 out. 2014. (com adaptações)
Considerando o texto acima, sobre a fermentação láctica, marque a alternativa
correta.

a) A fermentação láctica ocorre em células musculares com o objetivo de re-


oxidar o NADH em NAD+.
b) Nas células musculares, o oxigênio é requerido como aceptor final dos elétrons
provenientes da fermentação láctica.
c) A liberação de energia na fermentação láctica ocorre na reação que metaboliza
piruvato em lactato.
d) A liberação de energia na fermentação láctica é superior a energia liberada na
oxidação da molécula de glicose até CO2 e H2O.
e) O lactato produzido durante a fermentação láctica é convertido em acetil-CoA
com objetivo de liberar energia.

Questão 04)

A figura ilustra um esquema de uma região da mitocôndria, mostrando os


complexos moleculares integrantes da cadeia transportadora de elétrons.
A respeito do processo representado, é correto afirmar.

a) O complexo IV, citocromo C oxidase, é especificamente potencializado pelo


cianeto que se liga à forma férrica do citocromo.
b) A maior parte do NADH é produzida no citosol durante a transformação do
ácido pirúvico em acetilCoA, que migra para o interior da mitocôndria, na
fosforilação oxidativa.
c) Quatro grandes complexos de proteínas dispostos em sequência na membrana
interna da mitocôndria participam na condução dos elétrons do NADH e do
FADH2 até o gás oxigênio.
d) Um par de elétrons de alta energia do NADH é transferido para o primeiro
aceptor da cadeia respiratória, fazendo com que esses elétrons percam energia,
repentinamente, até seu último aceptor.
e) O rendimento máximo da respiração celular obtido de uma molécula de
glicose, assim que conclui a passagem dos elétrons com alta energia pela
cadeia respiratória, corresponde a 26 ATP.

Questão 05)

A figura abaixo representa a interdependência entre dois processos celulares.


(NABORS, M.W. Introdução à Botânica. São Paulo: Roca. 2012. p. 191. Adaptado).

a) Identifique as estruturas I, II, III e IV, indicadas na figura.


b) Explique a relação entre os processos representados por a e por b.
c) Cite as etapas envolvidas no processo representado por b.

Questão 06)

Entre as organelas celulares presentes nas células eucarióticas encontram-se as


mitocôndrias. Elas são responsáveis pela produção de energia no interior da célula,
sendo bastante numerosas principalmente em células onde a demanda por energia
for muito grande, como por exemplo, células nervosas.
Acerca das informações acima e dos conhecimentos relacionados ao tema, analise
as afirmações a seguir.

I. O ATP, ou adenosina trifosfato, é a molécula responsável por maior parte das


trocas energéticas a nível celular num organismo, catalisando reações, ativando
proteínas e enzimas. Essa molécula consiste numa adenosina (formada a partir
da base azotada adenina, ligada a uma pentose) ligada a três grupos fosfato.
II. A fotossíntese e a respiração são os processos mais importantes de
transformação de energia dos seres vivos, mas a fermentação e a
quimiossíntese também são processos celulares de transformação de energia
em alguns seres vivos. Na fermentação, a energia liberada nas reações de
degradação é armazenada em 38 ATPs, enquanto na respiração aeróbica e
anaeróbica são armazenados 2 ATPs.
III. Metabolicamente falando, a fotossíntese e a respiração são reações inversas. A
matéria prima utilizada para reação da fotossíntese (os reagentes CO 2 e H2O)
são os produtos da reação da respiração. O inverso também é verdadeiro, ou
seja, a matéria-prima utilizada para a reação da respiração (os reagentes
C6H12O6, O2 e H2O) são os produtos da reação da fotossíntese.
IV. A degradação da glicose na respiração celular se dá em três etapas
fundamentais: glicólise, ciclo de Krebs e cadeia respiratória. A glicólise e a
cadeia respiratória ocorrem no hialoplasma da célula, enquanto o ciclo de
Krebs ocorre no interior das mitocôndrias.
V. A fotossíntese ocorre em duas grandes etapas, que envolvem várias reações
químicas: a primeira é a fase clara (também chamada de fotoquímica) e a
segunda é a fase escura (também conhecida como fase química).

Todas as afirmações corretas estão em:


a) II - IV
b) IV - V
c) I - II - III
d) I - III - V

Questão 07)

Sabe-se que a glicose é usada como combustível para a respiração celular.


Entretanto, aminoácidos, glicerol e ácidos graxos também podem participar desse
processo. A respiração se processa em três etapas distintas: glicólise, cadeia
respiratória e ciclo de Krebs que visam à liberação de energia a partir da quebra de
moléculas orgânicas complexas. Assinale a alternativa CORRETA com relação a
essas etapas:

a) O uso de O2 se dá no citoplasma, durante a glicólise.


b) Tanto a glicólise quanto a cadeia respiratória ocorrem no citoplasma da célula.
c) Durante o ciclo de Krebs, uma molécula de glicose é quebrada em 2 moléculas
de ácido pirúvico.
d) Por meio da cadeia respiratória, que acontece nas cristas mitocondriais, ocorre
transferência dos hidrogênios pelo NAD e FAD, formando água.
e) Das fases de respiração, a glicólise é uma via metabólica que acontece apenas
nos processos de aerobiose, enquanto que, o ciclo de Krebs ocorre também em
anaerobiose.

Questão 08)

Carl Woese propôs, em 1990, uma nova classificação na qual os seres vivos são
divididos em três domínios, sendo eles Bacteria, Archaea e Eukaria.

(http://pt.wikipedia.org. Adaptado)

A partir da análise da árvore filogenética proposta, é correto afirmar que se trata de


um sistema de classificação

a) no qual os vírus não estão incluídos por serem procariontes, ou seja, acelulares.
b) que agrupa os seres vivos em função de características na organização e
evolução celular.
c) fundamentado no metabolismo energético, autótrofo ou heterótrofo das células.
d) que não inclui os organismos anteriormente classificados nos reinos Monera e
Protista.
e) baseado na organização uni ou pluricelular dos integrantes de cada domínio.

Questão 09)

A produtividade primária abastece todas as cadeias alimentares de um ecossistema,


sendo diretamente dependente de fatores ambientais abióticos relacionados,
principalmente, à disponibilidade de água e luz.
A produtividade primária bruta em um ecossistema, durante certo período, é
essencialmente a

a) taxa de energia obtida a partir da alimentação dos consumidores primários


heterotróficos.
b) disponibilidade decrescente de energia presente em cada nível trófico da teia
alimentar.
c) energia contida nas moléculas orgânicas sintetizadas pelo metabolismo
heterotrófico.
d) taxa de energia luminosa transformada pelos organismos autotróficos da base
da teia alimentar.
e) energia capturada pelos organismos autotróficos, menos seus gastos energético
metabólicos.

Questão 10)

Toda energia para a manutenção dos seres vivos tem origem a partir da degradação
de moléculas orgânicas. No entanto, nos seres vivos, esta degradação não transfere
a energia diretamente para os processos celulares, e sim para uma molécula que é
utilizada em diferentes processos metabólicos das células.

Assinale a alternativa que contém o nome da molécula utilizada nos processos


metabólicos celulares.

a) trifosfato de adenosina
b) glicose
c) glicídio
d) glucagon
e) glicina

Questão 11)

Toda cadeia alimentar depende da presença, em sua base, de populações de


organismos que consigam utilizar alguma fonte externa de energia e de matéria
inorgânica para produzir sua própria matéria orgânica. Esses organismos são
denominados produtores.
As populações de produtores são a fonte de alimento das populações de
consumidores primários, as quais são consumidas pelas de consumidores
secundários, e assim por diante, dando sequência à cadeia alimentar.
Ao longo dessa sequência de populações que compõe uma mesma cadeia alimentar,
a quantidade total de energia tende a
a) aumentar, pois a energia disponível em uma população se acumula na
população que compõe o nível trófico seguinte.
b) aumentar, pois os organismos que formam as diferentes populações aumentam
de tamanho ao longo da cadeia.
c) diminuir, pois ao menos parte da energia obtida por uma população de um
determinado nível trófico é sempre utilizada nos processos metabólicos dos
organismos.
d) diminuir, pois os organismos que compõem os últimos níveis tróficos sempre
apresentam, individualmente, metabolismo com menor taxa de consumo
energético.
e) se manter constante, pois não há desperdício nem acúmulo de energia ao longo
da cadeia.

Questão 12)

A energia que movimenta e mantém a vida no Planeta é o ATP, a moeda energética.


A maioria dos seres vivos produz ATP por meio da respiração celular. Observe o
quadro abaixo que representa o balanço energético de uma respiração aeróbia.

Fonte: MAZZOCO, A. TORRES, B. T. Bioquímica básica.


2. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Roogan, 1999. p. 154. (Adaptado.)

Assinale a alternativa que completa correta e respectivamente os itens I, II, III, IV e


V.

a) 1ATP; zero ATPs; 1 vez; 6 ATPs ; total= 36 ATPs


b) 1NADH2; 1 ATP; 1 vez; 2 ATPs ; total= 34 ATPs
c) 2ATPs; 3ATPs; 2 vezes; 4 ATPs ; total= 32 ATPs
d) 2FADH2; 2ATPs; 1 vez; 4 ATPs ; total= 38 ATPs
e) 2 ATPs; 3 ATPs; 2 vezes; 4 ATPs; total= 38 ATPs

Questão 13)

Assim como o crescimento corporal, o envelhecimento tem características diferentes nos variados grupos
de organismos. Um fator que contribui para a incapacidade da manutenção da integridade das células e
dos tecidos é o acúmulo de danos causados pelos radicais livres de oxigênio (RLO). No interior da célula,
os RLO alteram fosfolipídeos e nucleotídeos, causando danos, respectivamente, às estruturas de

a) carioteca e centríolos.
b) lâmina celular e cromátides.
c) parede celular e fuso acromático.
d) membrana celular e cromossomos.
e) membrana plasmática e citoesqueleto.

Questão 14)

Laudos confirmam que todas as mortes na Kiss ocorreram pela inalação da fumaça
Necropsia das 234 vítimas daquela noite revela que todas as mortes ocorreram
devido à inalação de gás cianídrico e de monóxido de carbono gerados pela queima
do revestimento acústico da boate.
Adaptado de ultimosegundo.ig.com.br, 5/03/20 3.

Os dois agentes químicos citados no texto, quando absorvidos, provocam o mesmo


resultado: paralisação dos músculos e asfixia, culminando na morte do indivíduo.
Com base nessas informações, pode-se afirmar que tanto o gás cianídrico quanto o
monóxido de carbono interferem no processo denominado:

a) síntese de DNA
b) transporte de íons
c) eliminação de excretas
d) metabolismo energético

Questão 15)

Assinale a alternativa correta quanto à respiração celular.

a) Uma das etapas da respiração celular aeróbia é a glicólise, ocorre na matriz


mitocondrial e produz Acetil-CoA.
b) A respiração celular aeróbia é um mecanismo de quebra de glicose na presença
de oxigênio, produzindo gás carbônico, água e energia.
c) O Ciclo de Krebs é uma das etapas da respiração celular, ocorre no citoplasma
da célula e produz duas moléculas de ácido pirúvico.
d) A etapa final da respiração celular é a glicólise, ocorre na membrana interna da
mitocôndria e produz três moléculas de NAD.2H, uma molécula de FAD.2H e
uma molécula de ATP.
e) A cadeia respiratória é a etapa final da respiração celular, ocorre no citoplasma
da célula, produzindo glicose e oxigênio.

Questão 16)

Sobre o processo de obtenção de energia pelos seres vivos é correto afirmar, exceto:

a) A respiração anaeróbica é o processo de extração de energia de compostos


orgânicos sem a utilização do O2 como aceptor final de elétrons.
b) A respiração aeróbica compreende três fases, que ocorrem no interior das
mitocôndrias: glicólise, ciclo de Krebs e cadeia respiratória.
c) A quebra da glicose através da fermentação produz 2 ATPs como saldo
energético.
d) Ao contrário da fermentação alcoólica, a fermentação lática não produz CO2.

Questão 17)

A figura ilustra o comportamento de um animal vertebrado do Cerrado brasileiro.


(http://salabioquimica.blogspot.com.br)

Assinale a alternativa correta com relação à explicação para tal comportamento


termorregulador.

a) Trata-se da endotermia, na qual o animal captura o calor da rocha aquecida ou


diretamente do Sol.
b) Os répteis necessitam de altas temperaturas corpóreas, independentemente do
ambiente habitado.
c) Os répteis apresentam alto metabolismo energético, necessitando aquecerem-se
no fim da tarde.
d) Trata-se da ectotermia, na qual a temperatura corpórea depende da temperatura
do ambiente.
e) Os répteis são ectotérmicos, mantendo constante sua temperatura,
independentemente do hábitat.

Questão 18)

A produção de adenosina trifosfato (ATP) nas células eucarióticas animais acontece,


essencialmente, nas cristas mitocondriais, em função de uma cadeia de proteínas
transportadoras de elétrons, a cadeia respiratória.
O número de moléculas de ATP produzidas nas mitocôndrias é diretamente
proporcional ao número de moléculas de

a) glicose e gás oxigênio que atravessam as membranas mitocondriais.


b) gás oxigênio consumido no ciclo de Krebs, etapa anterior à cadeia respiratória.
c) glicose oxidada no citoplasma celular, na etapa da glicólise.
d) gás carbônico produzido na cadeia transportadora de elétrons.
e) água produzida a partir do consumo de gás oxigênio.

Questão 19)

Em uma célula vegetal, o gás carbônico liberado a partir de reações que ocorrem
em uma organela (I) é utilizado em reações que ocorrem em outra organela (II).
No trecho acima, a organela indicada por I é

a) a mitocôndria e o gás carbônico liberado é utilizado na organela II para a


realização da respiração celular.
b) a mitocôndria e o gás carbônico liberado é utilizado na organela II para a
realização da fotossíntese.
c) o cloroplasto e o gás carbônico liberado é utilizado na organela II para a
realização da respiração celular.
d) o cloroplasto e o gás carbônico liberado é utilizado na organela II para a
realização da fotossíntese.
e) o cloroplasto e a indicada por II, a mitocôndria, onde ocorrem,
respectivamente, a respiração celular e a fotossíntese.

Questão 20)

Classificadas de acordo com o produto final obtido no processo, as fermentações


podem ser alcoólica, lática e acética. A figura mostra, de forma esquemática e
simplificada, as principais etapas de cada uma das fermentações.

Quando realizada pela levedura adequada, o tipo de fermentação que leva a massa
do pão a inflar e tornar-se macia é aquela representada

a) pela produção de ácido lático.


b) pela produção de ácido acético.
c) pela produção de álcool etílico.
d) pela produção de ácido pirúvico.
e) pelas produções de ácidos lático e acético.

Questão 21)

Pão, mel, macarrão, carne, batata, feijão e arroz são diferentes alimentos que a
população humana ingere para a manutenção do metabolismo energético do seu
organismo. A composição nutricional dos alimentos geralmente é apresentada em
percentuais nos rótulos, como apresentado a seguir.

Disponível em: < http://www.google.com.br/imgres?


imgurl=http://www2.ibb.unesp.br>.
Acesso em: 30 set. 2013.

Sobre a composição nutricional apresentada, verifica-se o seguinte:

a) O sódio com %VD não tão elevado, presente no sal de cozinha e em alimentos
industrializados – salgadinhos de pacote, molhos prontos e embutidos – atua na
regulação hídrica e independente da quantidade consumida minimiza a
retenção de líquidos e mantém a pressão arterial.
b) As proteínas encontradas em alimentos de origem animal e vegetal, como
carne, pele de frango, queijos, toucinho, leite integral e verduras, quando
ingeridas com alto %VD, podem aumentar o risco de doenças cardiovasculares.
c) O consumo de alimentos com alto %VD de fibras ajuda a controlar as taxas de
glicemia e de colesterol, bem como melhora o trabalho do intestino e ainda
aumenta a sensação de saciedade, diferentemente da ingestão de gorduras.
d) O consumo de gorduras saturadas retarda o metabolismo, gerando um menor
gasto calórico pelo organismo e favorecendo o %VD consumido, visto que
essas substâncias atuarão na construção e manutenção dos tecidos e órgãos do
nosso organismo.

Questão 22)

Algumas substâncias orgânicas podem ser utilizadas no metabolismo energético. O


esquema mostra rotas bioquímicas que podem ocorrer em uma célula.

(Sônia Lopes e Sérgio Rosso. Bio, 2010. Adaptado.)

Considerando as informações contidas no esquema e outros conhecimentos sobre o


assunto, é correto afirmar que

a) as unidades de carboidratos, lipídios e proteínas são utilizadas para gerar


energia, pois podem entrar em alguma etapa da respiração celular.
b) os ácidos graxos e as proteínas são transformados em carboidratos, os quais são
utilizados na cadeia respiratória que ocorre no citosol das células musculares.
c) as unidades de lipídios, proteínas e carboidratos atuam diretamente no ciclo de
Krebs, gerando um elevado saldo de ATP, o qual é prontamente utilizado no
metabolismo celular.
d) as proteínas, os carboidratos e os lipídios podem ser utilizados diretamente na
cadeia respiratória para gerar ATP, o qual é prontamente utilizado no
metabolismo celular.
e) os lipídios e os carboidratos são transformados em proteínas, as quais são
metabolizadas na glicólise e reservadas nos adipócitos para posterior síntese de
energia.

TEXTO: 1 - Comum à questão: 23

Uma das hipóteses — desequilíbrio hormonal — para explicar a obesidade


considera a complexa regulação fisiológica de células adiposas.
A figura esquematiza aspectos básicos dessa hipótese.
TAUBES, Gary. Qual deles engorda? Scientific American Brasil,
São Paulo: Abril, ano 12, n. 137, out. 2013, p. 57.

Questão 23)

Sobre as células adiposas, constituintes de um tipo especial de tecido conjuntivo, é


correto afirmar:

a) Perdem o núcleo ao longo do seu ciclo de vida pelo acúmulo de reserva


energética sob a forma de gotículas de gordura.
b) Exibem uma rede de fibras colágenas que retém os depósitos de gordura no
interior do compartimento citoplasmático.
c) Sofrem processo de diferenciação, a partir de células mesenquimatosas e
alteram seu volume em função da dinâmica fisiológica.
d) Aumentam de número por constantes divisões mitóticas, mantendo a relação
superfície-volume no limite peculiar a todas as células humanas.
e) Apresentam um extenso sistema de endomembranas, em virtude da ausência de
organelas envolvidas no metabolismo bioenergético.

Questão 24)

Respiração e fotossíntese são fenômenos bioquímicos que interagem


sinergicamente, um fornecendo matéria prima para as necessidades do outro. A
figura abaixo apresenta esquema de um cloroplasto e uma mitocôndria,
participantes desses fenômenos, e uma representação bioquímica da relação entre os
dois processos. Sobre esses fenômenos, podemos fazer as afirmações seguintes.

00. O processo bioquímico que ocorre em A é essencial para a função dos


organismos produtores na cadeia trófica.
01. O processo bioquímico que ocorre em B é encontrado apenas nas células
animais.
02. Embora a relação entre A e B seja cíclica, ela só se mantém com energia
externa, que é capturada por A e acrescentada ao sistema.
03. Na figura, o C6H12O6 é resultante do processamento de gás carbônico, água e
energia solar nas mitocôndrias dos vegetais.
04. A reação química que ocorre em B pode ser resumida pela equação:
6O2 + C6H12O6  6CO2 + 6H2O + Energia

Questão 25)

O processo de respiração celular ocorre em três etapas: Glicólise, Ciclo de Krebs e


Cadeia Respiratória. Marque a alternativa correta com relação a essas etapas.

a) O ciclo de Krebs e a glicólise ocorrem na matriz mitocondrial.


b) No ciclo de Krebs, uma molécula de glicose é quebrada em duas moléculas de
ácido pirúvico.
c) Nas cristas mitocondriais, há transferência dos hidrogênios transportados pelo
NAD e pelo FAD através da cadeia respiratória, levando à formação de água.
d) A utilização de O2 se dá nas cristas mitocondriais, durante o ciclo de Krebs.
e) A via glicolítica ocorre somente nos processos anaeróbios, enquanto o ciclo de
Krebs ocorre nos processos aeróbios.

Questão 26)

A respiração celular é o processo pelo qual a energia contida em moléculas


orgânicas é gradualmente transferida para moléculas de ATP. A esse respeito,
considere as afirmações abaixo sobre respiração celular.

I. A glicose é totalmente degradada durante a glicólise.


II. No ciclo do ácido cítrico ocorre liberação de CO2.
III. A formação de ATP ocorre somente dentro da mitocôndria.
IV. Na respiração aeróbia o oxigênio é utilizado como aceptor final de hidrogênio
formando água.

É correto APENAS o que se afirma em

a) II.
b) III.
c) I e IV.
d) II e IV.
e) III e IV.

Questão 27)

Sobre mitocôndrias e respiração celular, assinale o que for correto:

01. A mitocôndria é limitada por uma membrana dupla e apresenta, na membrana


interna, dobras (cristas) nas quais ocorre a cadeia respiratória.
02. As mitocôndrias são as únicas organelas celulares com capacidade de
autoduplicação e de síntese de proteínas.
04. O ciclo de Krebs é a primeira etapa da respiração celular e ocorre no
hialoplasma, na ausência de oxigênio.
08. Segundo a teoria da endossimbiose, as mitocôndrias surgiram de bactérias que
foram fagocitadas por células maiores e que passaram a estabelecer uma
relação de benefícios mútuos.
16. As células dos músculos esqueléticos consomem grande quantidade de energia
e, por isso, apresentam mais mitocôndrias do que as células do tecido epitelial.

Questão 28)

Leia o texto a seguir.

Fermentação é um processo de obtenção de energia em que substâncias orgânicas


do alimento são degradadas parcialmente, originando moléculas orgânicas menores.
A fermentação é utilizada por muitos fungos e bactérias. Células musculares
humanas também podem produzir ATP por fermentação. Isso ocorre durante os
primeiros estágios de um exercício extenuante, quando a exigência muscular é
acentuada.
CAMPBELL, Neil. A. et al. Biologia.
8. ed. Porto Alegre: Artmed, 2010. p. 178.

O que leva à fermentação nas células musculares humanas é

a) a produção de ATP pela fosforilação oxidativa.


b) a respiração aeróbica, em que as células utilizam oxigênio.
c) a produção de álcool etílico e gás carbônico.
d) o esgotamento do oxigênio do sangue no músculo.

Questão 29)

Considere os seguintes processos metabólicos:

I. Fermentação alcoólica realizada por leveduras


II. Fotossíntese realizada por algas verdes
III. Respiração aeróbica realizada por plantas
IV. Fermentação lática realizada por células musculares

A produção de ATP (A) e a liberação de CO (B) ocorrem 2

a) (A) apenas em I e III e (B) apenas em I e III.


b) (A) apenas em I, III e IV e (B) apenas em I e II.
c) (A) apenas em II, III e IV e (B) apenas em II e III.
d) (A) em I, II, III e IV e (B) apenas em I e III.
e) (A) em I, II, III e IV e (B) apenas em I, III e IV.

Questão 30)

Em um erlenmeyer foi colocada suspensão de levedura em solução de glicose a 5%.


Esse erlenmeyer foi conectado a um frasco contendo Ba(OH) 2 ou água de barita,
como é mostrado na figura abaixo:
Depois de algum tempo, constatou-se no frasco um precipitado esbranquiçado. Isso
ocorreu devido à liberação de

a) oxigênio no processo de fotossíntese, o que levou à produção de óxido de bário


no frasco.
b) oxigênio no processo de fermentação, o que levou à produção de óxido de bário
no frasco.
c) gás carbônico no processo de fotossíntese, o que levou à produção de carbonato
de bário no frasco.
d) gás carbônico no processo de fermentação, o que levou à produção de
carbonato de bário no frasco.
e) gás carbônico nos processos de fotossíntese e respiração, o que levou à
produção de carbonato de bário no frasco.

Questão 31)

Parte do gás carbônico da atmosfera é absorvida pela água do mar. O esquema


representa reações que ocorrem naturalmente, em equilíbrio, no sistema ambiental
marinho. O excesso de dióxido de carbono na atmosfera pode afetar os recifes de
corais.

Disponível em: http://news.bbc.co.uk.


Acesso em: 20 maio 2014 (adaptado).

O resultado desse processo nos corais é o(a)

a) seu branqueamento, levando à sua morte e extinção.


b) excesso de fixação de cálcio, provocando calcificação indesejável.
c) menor incorporação de carbono, afetando seu metabolismo energético.
d) estímulo da atividade enzimática, evitando a descalcificação dos esqueletos.
e) dano à estrutura dos esqueletos calcários, diminuindo o tamanho das
populações.

Questão 32)

Parte do gás carbônico da atmosfera é absorvida pela água do mar. O esquema


representa reações que ocorrem naturalmente, em equilíbrio, no sistema ambiental
marinho. O excesso de dióxido de carbono na atmosfera pode afetar os recifes de
corais.

Disponível em: http://news.bbc.co.uk.


Acesso em: 20 maio 2014 (adaptado).

O resultado desse processo nos corais é o(a)

a) seu branqueamento, levando à sua morte e extinção.


b) excesso de fixação de cálcio, provocando calcificação indesejável.
c) menor incorporação de carbono, afetando seu metabolismo energético.
d) estímulo da atividade enzimática, evitando a descalcificação dos esqueletos.
e) dano à estrutura dos esqueletos calcários, diminuindo o tamanho das
populações.

Questão 33)

A rota metabólica da respiração celular responsável pela maior produção de ATP é

a) a glicólise, que ocorre no citoplasma.


b) a fermentação, que ocorre na membrana externa da mitocôndria.
c) a oxidação do piruvato, que ocorre na membrana externa da mitocôndria.
d) a cadeia de transporte de elétrons, que ocorre na membrana interna da
mitocôndria.
e) o ciclo do ácido cítrico, que ocorre na matriz da mitocôndria.

Questão 34)

A figura ilustra a divisão dos seres vivos em grandes grupos.


(César e Sezar. Biologia, vol. 2, 2002.)

Trata-se de uma divisão na qual um dos critérios adotados para o estabelecimento


dos seres vivos em grupos é

a) a complexidade de seus tecidos celulares.


b) o número de células presentes em seus integrantes.
c) o tipo de reprodução celular que realizam.
d) o metabolismo energético de suas células.
e) a organização de suas células ou tecidos.

Questão 35)

A respiração celular é um processo aeróbico com rendimento energético elevado. Já


a fermentação, cujo rendimento energético é menor, é um processo anaeróbico.

Ambos os processos

a) ocorrem tanto no citoplasma como nas mitocôndrias.


b) produzem obrigatoriamente gás carbônico e água.
c) são reações bioquímicas para a produção de ATP.
d) dependem do gás oxigênio para a degradação da glicose.
e) não ocorrem na mesma célula, ou no mesmo tecido.

Questão 36)

O cianeto é uma toxina que atua bloqueando a última das três etapas do processo
respiratório aeróbico, impedindo, portanto, a produção de ATP, molécula
responsável pelo abastecimento energético de nosso organismo.

O bloqueio dessa etapa da respiração aeróbica pelo cianeto impede também a

a) síntese de gás carbônico a partir da quebra da glicose.


b) produção de moléculas transportadoras de elétrons.
c) oxidação da glicose e consequente liberação de energia.
d) formação de água a partir do gás oxigênio.
e) quebra da glicose em moléculas de piruvato.

Questão 37)

A lei 7678 de 1988 define que “vinho é a bebida obtida pela fermentação alcoólica
do mosto simples de uva sã, fresca e madura”. Na produção de vinho, são utilizadas
leveduras anaeróbicas facultativas. Os pequenos produtores adicionam essas
leveduras ao mosto (uvas esmagadas, suco e cascas) com os tanques abertos, para
que elas se reproduzam mais rapidamente. Posteriormente, os tanques são
hermeticamente fechados. Nessas condições, pode-se afirmar, corretamente, que

a) o vinho se forma somente após o fechamento dos tanques, pois, na fase


anterior, os produtos da ação das leveduras são a água e o gás carbônico.
b) o vinho começa a ser formado já com os tanques abertos, pois o produto da
ação das leveduras, nessa fase, é utilizado depois como substrato para a
fermentação.
c) a fermentação ocorre principalmente durante a reprodução das leveduras, pois
esses organismos necessitam de grande aporte de energia para sua
multiplicação.
d) a fermentação só é possível se, antes, houver um processo de respiração
aeróbica que forneça energia para as etapas posteriores, que são anaeróbicas.
e) o vinho se forma somente quando os tanques voltam a ser abertos, após a
fermentação se completar, para que as leveduras realizem respiração aeróbica.

TEXTO: 2 - Comuns às questões: 38, 39

O cardiologista John Kheir, do Hospital Infantil de Boston (EUA), liderou um


estudo em que coelhos com a traqueia bloqueada sobreviveram por até 15 minutos
sem respiração natural, apenas por meio de injeção de oxigênio na corrente
sanguínea. A técnica poderá prevenir parada cardíaca e danos cerebrais induzidos
pela privação de oxigênio, além de evitar a paralisia cerebral quando há
comprometimento de oxigenação fetal.
(Revista Quanta, ano 2, n. 6, agosto e setembro de 2012. p. 19)

Questão 38)

O oxigênio é usado no processo de respiração celular, sobre o qual foram feitas as


seguintes afirmações:

I. O CO2 é liberado apenas durante a glicólise.


II. No ciclo de Krebs há formação de ATP.
III. O ciclo de Krebs ocorre nas cristas mitocondriais.
IV. O oxigênio é utilizado apenas na cadeia respiratória.

Está correto o que se afirma APENAS em

a) I, II e III.
b) I e II.
c) II e IV.
d) I e IV.
e) III e IV.

Questão 39)

Na privação de oxigênio, também chamada hipóxia, ocorre produção glicolítica de


energia (glicogenólise) em várias etapas. Na última etapa desse processo, a glicose-
6-fosfato é transformada em glicose e fosfato (Pi):

Nessa transformação, para cada 1 mg de glicose formada, é produzida uma massa


de Pi, em mg, por volta de

a) 0,5.
b) 1,0.
c) 1,5.
d) 2,0.
e) 2,5.

TEXTO: 3 - Comum à questão: 40

A receita mais antiga da história ensina a fazer cerveja e foi escrita na


Mesopotâmia, há cerca de 4 mil anos. Desde aquela época, a matéria-prima básica
da bebida era a cevada, primeiro cultivo da humanidade. O grão desse cereal é tão
duro que, colocado na água, ele não amolece. É por isso que os cervejeiros
precisam fazer o malte −um grão de cevada germinado e seco. O embrião da
semente produz enzimas que quebram as pedrinhas de amido guardadas ali.
Macio, o grão solta na água esse ingrediente energético para formar o mosto. As
enzimas também partem o amido em moléculas de maltose, açúcar que vai
alimentar as leveduras, a seguir, na fermentação.
(Revista Galileu, outubro de 2012. p. 77)

Dado: Reação global que ocorre na fermentação da maltose:

C12H22O11 + H2O  4C2H5OH + 4CO2 + 196 kJ

Questão 40)

Para cada mol de etanol obtido na fermentação da maltose, ocorre

a) absorção de 49 kJ de energia.
b) absorção de 98 kJ de energia.
c) absorção de 196 kJ de energia.
d) liberação de 49 kJ de energia.
e) liberação de 196 kJ de energia.

Questão 41)

A liberação de energia a partir da quebra de moléculas orgânicas complexas


compreende basicamente três fases: glicólise, ciclo de Krebs e cadeia respiratória.
Sobre esse assunto, assinale o que for correto.

01. Na cadeia respiratória, que ocorre nas cristas mitocondriais, o NADH e o


FADH2 funcionam como transportadores de íons H+.
02. A glicólise é um processo metabólico que só ocorre em condições aeróbicas,
enquanto o ciclo de Krebs ocorre também nos processos anaeróbicos.
04. Nas células eucarióticas, a glicólise ocorre no citoplasma, enquanto o ciclo de
Krebs e a cadeia respiratória ocorrem no interior das mitocôndrias.
08. No ciclo de Krebs, uma molécula de glicose é quebrada em duas moléculas de
ácido pirúvico.
16. A utilização de O2 se dá no citoplasma, durante a

Questão 42)

Denomina-se beta-oxidação a fase inicial de oxidação mitocondrial de ácidos


graxos saturados.
Quando esses ácidos têm número par de átomos de carbono, a beta-oxidação produz
apenas acetil-CoA, que pode ser oxidado no ciclo de Krebs.

Considere as seguintes informações:

 cada mol de acetil-CoA oxidado produz 10 mols de ATP;


 cada mol de ATP produzido armazena 7 kcal.

Sabe-se que a beta-oxidação de 1 mol de ácido palmítico, que possui 16 átomos de


carbono, gera 8 mols de acetil-CoA e 26 mols de ATP.

A oxidação total de 1 mol de ácido palmítico, produzindo CO 2 e H2O, permite


armazenar sob a forma de ATP a seguinte quantidade de energia, em quilocalorias:

a) 36
b) 252
c) 742
d) 1008

Questão 43)

A irisina, um hormônio recentemente descoberto, é produzida por células


musculares durante a atividade física. Ela atua sobre as mitocôndrias de certos tipos
de células adiposas, acelerando a oxidação dos lipídios e liberando energia sob a
forma de calor.
Identifique a alteração provocada pela ação da irisina sobre o metabolismo
energético das mitocôndrias dessas células adiposas.

Nomeie um outro hormônio conhecido cuja atuação seja semelhante à da irisina nas
células do organismo.

Questão 44)

A figura abaixo representa o transporte de elétrons (e-) pela cadeia respiratória


presente na membrana interna das mitocôndrias. Cada complexo possui metais que
recebem e doam elétrons de acordo com seu potencial redox, na sequência descrita.
Caso uma droga iniba o funcionamento do citocromo c (cit. c), como ficarão os
estados redox dos componentes da cadeia?

Complexo Ubiquinona Complexo Complexo


1 (UQ) 3 4
a) reduzido reduzido reduzido oxidado
b) reduzido reduzido neutro oxidado
c) oxidado oxidado reduzido reduzido
d) oxidado oxidado neutro reduzido
e) oxidado oxidado oxidado neutro

Questão 45)

O pâncreas é um importante órgão do corpo humano, sendo responsável pela


produção de substâncias que auxiliam nos processos digestórios e regulam o
metabolismo energético. Devido a essas características, o pâncreas pode ser
classificado como uma glândula

a) endócrina, pois produz o suco pancreático e a insulina, que são liberados dentro
do estômago.
b) exócrina, pois produz e secreta hormônios dentro do intestino delgado.
c) endócrina, pois a secreção de bicarbonato ocorre na corrente sanguínea.
d) mista, pois produz suco pancreático, que é secretado no intestino delgado, e
hormônios, que são secretados na corrente sanguínea.
e) mista, pois produz ácidos, que são secretados na circulação sanguínea, e bases,
que são secretadas dentro do intestino grosso.

TEXTO: 4 - Comum à questão: 46


O etanol é uma solução tipicamente brasileira que está ganhando o mundo. Além de
seu uso em diversos setores industriais, o etanol é um combustível de alto
desempenho para aplicação em motores de combustão interna.
A produção industrial de etanol baseia-se quase que exclusivamente na
fermentação. A fermentação alcoólica é um processo biológico de conversão de
monossacarídeos em energia celular, etanol e gás carbônico. A grande maioria dos
micro-organismos é capaz de metabolizar apenas monossacarídeos, como a glicose
e a frutose.
Diversas estratégias foram desenvolvidas pelos organismos para o aproveitamento
dessa fonte de energia, incluindo a produção direta de enzimas glicolíticas por
fungos e bactérias, ou a combinação de ácidos e ação mecânica.
A quebra das ligações glicosídicas é feita por uma reação de hidrólise e no caso
específico da reação representada pela equação química (C6H10O5)n(s) + nH2O(l) 
nC6H12O6(aq), chamada de celulólise, e para que ocorra de maneira eficiente, deve
ser catalisada pela ação de algum coadjuvante externo, normalmente uma solução
aquosa de ácido ou um coquetel enzimático.
As frações mais recalcitrantes desse processo são hidrolisadas em um segundo
estágio mais severo, tipicamente a 215ºC sob ação do ácido sulfúrico a 0,4%
durante cerca de três minutos, o que gera, principalmente, hexoses. Já a hidrólise na
presença de solução aquosa de ácido menos diluída, produz uma alta concentração
de monossacarídeos, cerca de 90%, e é altamente adaptável a diferentes fontes de
biomassa, além de gerar poucos subprodutos inibidores da fermentação.
(SELEGHIM; POLIKARPOV, 2012, p. 40-45).
SELEGHIM, Paulo ; POLIKARPOV Igor. Desafios para transformar
conceitos em realidade. Scientific American Brasil.
São Paulo: Duetto, ano 1, n. 10, 2012.

Questão 46)

Considerando-se os processos bioquímicos de obtenção de energia nos seres vivos,


é correto afirmar:

01. A exigência de organelas membranosas específicas em um ambiente


intracelular compartimentado limita a ocorrência da fermentação apenas em
seres de padrão eucarionte.
02. A fermentação alcoólica, ao oxidar parcialmente moléculas de carboidratos,
produz grande quantidade de ácido láctico utilizado na fabricação de queijos e
iogurtes.
03. A fermentação é realizada exclusivamente por seres unicelulares procariontes,
como fungos e bactérias devido à simplicidade metabólica pouco exigente de
grandes demandas energéticas.
04. A respiração celular substituiu a fermentação como processo bioquímico de
obtenção de energia em seres que apresentam restrição de captação de oxigênio
molecular do ambiente.
05. As semelhanças nas rotas bioquímicas da fermentação e da respiração celular
denotam uma evolução que privilegiou o aumento na capacidade dos seres
vivos de extrair a energia armazenada em moléculas orgânicas.

Questão 47)
Dados coletados pela sonda Cassini, da Nasa, enquanto passava repetidamente por
Titã, a maior lua de Saturno, oferecem a melhor evidência de que o enfumaçado
satélite tem um grande oceano em forma líquida, que está há 100,0km abaixo da
superfície se movendo sob sua espessa camada de gelo, onde foi detectada presença
de amônia. A flexão de maré da camada gelada de Titã não forneceria calor
suficiente para manter a superfície do oceano líquida. Mas a energia liberada pelo
decaimento de elementos radioativos no núcleo da lua ajudariam a evitar que
congelasse.
Essa flexão de maré, porém, poderia servir de explicação para a presença de metano
na atmosfera de Titã, mesmo que o gás seja normalmente transformado por reações
químicas produzidas pela luz do Sol, depósitos de gelo rico em metano nas porções
superiores da crosta de Titã seriam aquecidos o suficiente pela flexão para
liberarem o gás, assim reabastecendo as concentrações atmosféricas do gás dessa
lua. Em seguida, cairia na forma líquida sobre lagos e oceanos de metano na
superfície. (PERKINS, 2012).
PERKINS, Sid. Evidência de maré sob a gelada crosta de Titã.
Scientific American Brasil. Disponível em:
<http://www.2.uol.com.br/sciam/noticias/evidencia_de_mare_sob_
a_gelada_crosta_de_Tita_htlm >. Acesso em: 02 out. 2012.

Considerando-se as condições geológicas presentes na constituição de Titã,


juntamente com os pré-requisitos para o desenvolvimento de vida conforme o
padrão estabelecido no planeta Terra, é correto afirmar:

01. A inexistência de oxigênio molecular na atmosfera de Titã é considerada como


o principal fator limitante da formação e manutenção da vida nesse tipo de
ambiente.
02. A confirmação da existência de água líquida em Titã ratificou a presença de
micro-organismos de natureza procarionte metanófilos na superfície da Lua.
03. Condições físico-químicas e geológicas semelhantes às existentes na Terra nos
primórdios da formação da vida podem favorecer a origem de sistemas vivos
simples em outros ambientes no universo.
04. A distância de Saturno e de suas luas em relação ao Sol inviabiliza qualquer
possibilidade de vida nesses ambientes devido à ausência total de fontes
energéticas para sustentação dos processos metabólicos celulares.
05. A ausência em Titã de elementos químicos que são próprios do planeta Terra e
que fazem parte da constituição dos seres vivos limita a possibilidade de
formação de vida nesse satélite conforme padrão terrestre.

Questão 48)

A endotermia surgiu ao longo da evolução como uma importante estratégia de


sobrevivência. A rapidez na resposta a estímulos externos garante aos endotérmicos
uma relevante vantagem adaptativa em relação aos ectotérmicos. Alguns estudos
teóricos têm estimado, por exemplo, que o homem seria pelo menos dez vezes mais
lento se não fosse capaz de manter sua temperatura corpórea constante e
relativamente alta (em torno de 37ºC). Por outro lado, o consumo de energia de um
animal endotérmico é muito maior do que o de um animal ectotérmico de igual
tamanho e peso.
a) Compare o comportamento de um mamífero e o de um lagarto em duas
situações que permitam demonstrar as vantagens evolutivas associadas à
endotermia.
b) A energia necessária para um vertebrado endotérmico manter seu metabolismo
é fornecida pelos alimentos. O amido é uma importante fonte energética e está
presente em vários alimentos. Explique como ocorre a digestão do amido e
indique quais são as menores moléculas resultantes dessa digestão.

Questão 49)

Diariamente gastamos energia em tudo o que fazemos – correndo, nadando,


dançando, caminhando, pensando e até dormindo. Sobre o processo de obtenção da
energia que utilizamos para essas e outras atividades, é correto afirmar:

a) O dióxido de carbono e a água se originam durante a glicólise, etapa que ocorre


no citoplasma da célula.
b) Na respiração celular, o oxigênio e a glicose são utilizados para a produção de
ADP pelas células do corpo.
c) A glicose utilizada na respiração celular provém da digestão dos carboidratos
pelo sistema digestório.
d) Nesse processo metabólico, o gás carbônico é gerado em menor quantidade
quando a produção de energia é elevada.

Questão 50)

Dois processos metabólicos distintos estão esquematizados abaixo.

I. GLICOSE – PIRUVATO – OXIDAÇÃO DE PIRUVATO – CICLO


ÁCIDO CÍTRICO – CADEIA DE TRANSPORTE DE ELÉTRONS
II. GLICOSE – PIRUVATO – FERMENTAÇÃO – ÁLCOOL OU LACTATO

Analisando os processos e de acordo com seus conhecimentos sobre o assunto,


marque a afirmativa INCORRETA.

a) Numa atividade física prolongada podem ocorrer os dois processos.


b) O processo I pode ocorrer em atividades metabólicas tanto de plantas como de
animais, dia e noite.
c) O processo II pode ocorrer tanto na produção de vinho como na de coalhada.
d) No processo II há mais gasto de ATP para iniciar a via metabólica do que em I.

Questão 51)

Dois animais vertebrados, com a mesma massa corporal 1 e 2, foram colocados em


câmaras metálicas, cujas temperaturas internas variavam e eram controladas por um
termostato enquanto suas temperaturas corporais eram monitoradas; os resultados
geraram o Gráfico I. Esses mesmos dois animais (agora designados A e B, não
respectivamente) foram também monitorados quanto às taxas de liberação de CO 2
por unidade de tempo e de massa corporal em função de variações nas temperaturas
internas das duas câmaras, e os resultados são apresentados no Gráfico II.
Analisando-se as informações, é INCORRETO afirmar:

a) O animal A pode ser um rato ou uma galinha, e o animal B pode ser um sapo
ou um jacaré.
b) O animal 2 é o animal B, cujo aumento da temperatura corporal aumenta sua
taxa metabólica celular no intervalo testado.
c) O elevado metabolismo do animal A em baixas temperaturas no Gráfico II é
fundamental para os resultados do animal 1 no Gráfico I.
d) A demanda nutricional do animal B é sempre superior à do animal A em função
das suas necessidades energéticas, uma vez que o meio ambiente tem mais
efeito sobre ele.

Questão 52)

Considerando que todos os seres vivos necessitam de uma fonte de carbono para
construir suas moléculas orgânicas, a diferença essencial entre os autotróficos e os
heterotróficos, respectivamente, é usar

a) carbono orgânico e carbono inorgânico.


b) carbono inorgânico e carbono orgânico.
c) carbono da água e do ar.
d) metano e gás carbônico.

TEXTO: 5 - Comum à questão: 53

Existem espécies de plantas, que sobrevivem em solos pobres em nitrogênio. Entre


elas, estão as plantas carnívoras. A Austrália e o Brasil são os países que abrigam
maior número de espécies dessas plantas, especialmente em ambientes de solos
pobres das chapadas e campos rupestres. Algumas delas chegam a morrer se forem
colocadas em solos ricos em nitrogênio. As plantas carnívoras possuem folhas
modificadas capazes de atrair, capturar e digerir animais. Na maioria dos casos,
capturam insetos, mas podem também capturar pequenos vertebrados, como
pererecas e largatos, que são digeridos no interior das folhas modificadas.
(MENDONÇA; LAURENCE, 2010. p. 70).
MENDONÇA, V. ; LAURENCE, J. Biologia para nova geração.
São Paulo: Nova Geração , 2010.
Questão 53)

Em relação ao papel do nitrogênio na química da vida, é correto afirmar:

a) Participa nas reações que mantêm o pH ótimo para a atividade da pepsina no


processo digestório.
b) Forma ligações que mantêm as unidades glicídicas nos polissacarídeos
vegetais, como celulose e amido.
c) Integra a estrutura molecular dos diferentes monômeros que compõem
proteínas e ácidos nucleicos.
d) É constituinte essencial dos esteroides precursores do colesterol.
e) Funciona como cofator de inúmeras enzimas essenciais ao metabolismo
energético.

Questão 54)

Analise as reações a seguir.

Os organismos que realizam as reações I e II e seus respectivos produtos são os


seguintes:

a) I- fungo e antibiótico; II- protozoário e papel.


b) I- fungo e álcool; II- bactéria e coalhada.
c) I- protozoário e papel; II- anelídeo e húmus.
d) I- bactéria e vinagre; II- fungo e antibiótico.
e) I- anelídeo e húmus; II- algas e dentifrício.

Questão 55)
A energia necessária para que ocorra a contração muscular é proveniente da quebra
do ATP (Adenosina Trifosfato) disponível no citoplasma das células musculares.
Em anaerobiose, esse ATP é formado

a) pelo processo de fermentação láctica.


b) pelo processo de fosforilação oxidativa.
c) pelo processo de fermentação alcoólica.
d) pela fosforilação do ADP (Adenosina Difosfato) pela fosfocreatina.
e) pela fosforilação do ADP (Adenosina Difosfato) por fósforo orgânico.

Questão 56)

Em uma padaria, um padeiro recém-contratado, teve muita dificuldade na produção


de pães. Uns não cresceram e outros ficaram sem gosto algum. Observe abaixo os
procedimentos adotados pelo jovem padeiro.

Fornada A – O padeiro acrescentou água fervente ao fermento biológico, em vez de


utilizar água morna.
Fornada B – O padeiro utilizou fermento biológico congelado, em vez de utilizar
fermento fresco.
Fornada C – O padeiro utilizou fermento em pó químico, em vez de utilizar
fermento biológico.
Fornada D – O padeiro esqueceu-se de utilizar o fermento biológico.

Em relação ao processo de fermentação para produção dos pães, marque, para as


afirmativas abaixo, (V) Verdadeira, (F) Falsa ou (SO) Sem Opção.

1. Na fornada A, o padeiro matou com água quente as células do fungo unicelular


Saccharomyces cerevisiae presentes no fermento biológico. Sem as células
viáveis, não ocorreu fermentação alcoólica e não houve liberação de gás
carbônico na massa. Nessa fornada, os pães não cresceram.
2. Na fornada B, o padeiro fez com que as células da levedura presentes no
fermento tivessem sua viabilidade aumentada, devido às baixas temperaturas
que estimulam o crescimento celular. Dessa forma, uma maior quantidade de
gás carbônico foi produzida durante o processo de fermentação. Nessa fornada,
os pães cresceram bastante.
3. Na fornada C, o padeiro obteve pães com sabor muito mais intenso do que
aqueles produzidos com o fermento biológico, pois o fermento químico na
presença de altas temperaturas no forno acelera o processo fermentativo,
caramelizando substâncias que dão gosto ao pão. Nessa fornada, os pães
cresceram bastante e ficaram saborosos.
4. Na fornada D, os pães não cresceram e não ficaram com o sabor característico
de pão, pois, na ausência da levedura, não há fermentação alcoólica.

Questão 57)

Na padaria, a fila para comprar pão era grande. O padeiro justificou que o pão não
estava pronto porque a estufa, onde a massa era mantida, havia quebrado e a massa
não havia crescido.
Na produção do pão, a estufa é importante, pois garante a temperatura adequada
para

a) o processo de respiração anaeróbica das leveduras adicionadas à receita, que


produzem o oxigênio que faz a massa crescer antes de ser assada.
b) a expansão do gás carbônico produzido pela respiração dos fungos adicionados
à receita, expansão essa que garante o crescimento da massa.
c) a evaporação da água produzida pela respiração das leveduras adicionadas à
receita, sem o que a massa não cresceria, pelo excesso de umidade.
d) o processo de fermentação dos fungos adicionados à receita, o que faz com que
a massa cresça antes de ser assada.
e) a evaporação do álcool produzido pela fermentação das leveduras adicionadas à
receita; álcool que, em excesso, mataria essas leveduras, prejudicando o
crescimento da massa.

TEXTO: 6 - Comum à questão: 58

As fábricas que produzem gasolina, óleo diesel e combustível para jatos são
enormes aglomerados de dutos de aço e de tanques que consomem quantidades
enormes de energia, liberam vapores tóxicos e funcionam com base em um recurso
finito: o petróleo. Mas elas poderão ser microscópicas e talvez alimentadas pelo lixo
que está por toda parte — papel de revistas, madeiras descartáveis de um projeto de
construção, ou folhas que se rastela do gramado.
O truque é transformar as moléculas à base de hidrogênio e carbono, existentes
nos itens usados no cotidiano, em um líquido à temperatura ambiente, tornando-as
adequadas para ser usadas em máquinas de combustão internas. Os esforços mais
promissores envolvem organismos unicelulares transgênicos, capazes de realizar
esse trabalho de conversão.
Uma solução seria criar organismos que secretam diretamente hidrocarbonetos,
outra estratégia é utilizar açúcares. Quando plantas captam energia, elas armazenam
quimicamente essas energias nos açúcares nas partes lenhosas. Pesquisadores estão
descobrindo meios de extrair os açúcares dessas fontes celulósicas e os transformar
em etanol.
Cientistas e engenheiros esperam produzir substâncias químicas mais úteis
diretamente desses açúcares. No primeiro semestre de 2011, cientistas da LS9,
empresa ao sul de São Francisco, informaram ter modificado a bactéria E.coli para
permitir que os organismos transformassem açúcares em alcanos, uma classe de
hidrocarbonetos idêntica a muitas das produzidas em refinarias de petróleo.
(WALD, 2011, p. 36).
WALD, Matthew. Combustível de Lixo. Scientific American
Brasil. ano 8, n.104, jan. 2011.

Questão 58)

A produção de combustíveis a partir da transformação de açúcares é um


procedimento realizado por processo

01. respiratório, executado por micro-organismos que convertem açúcares em


fontes celulósicas.
02. anabólico, exclusivo de bactérias, produzindo biomassa a partir de água, gás
carbônico e luz solar.
03. fermentativo, catalisado por enzimas, formando etanol e dióxido de carbônico
entre os produtos finais.
04. aeróbico, em que moléculas de celulose e outros polissacarídeos são totalmente
degradadas em glicose e O2(g).
05. fotossintético, em que a energia solar é transformada em energia química
armazenada em moléculas de carboidratos, como nas partes lenhosas das
plantas.

Questão 59)

Recentemente alguns hospitais fizeram uma descoberta inesperada: investimentos


que realmente melhoram os cuidados com pacientes em geral não ficam no topo da
folha de pagamento, com os especialistas famosos, mas no fim, com os anônimos
zeladores.
Hospitais chegaram a essa conclusão enquanto tentavam lidar com uma tendência
alarmante. Na última década, organismos que provocam mais infecções em
pacientes internados se tornaram mais difíceis de tratar. Uma razão é a maior
resistência a medicamentos. Algumas infecções só respondem a um ou dois
fármacos do arsenal de antibióticos. Mas outro motivo é que os organismos
mudaram.
Os primeiros surtos foram provocados por Enterococcus resistentes à vancomicina,
ou VRE, e por Clostridium difficile, conhecida como C.diff, seguidos por um grupo
de bactérias chamadas coletivamente de organismos Gram-negativos: Escherichia
coli, Klebsiella, Pseudomonas e Acinetobacter.
Esse grupo variado chega a quartos de hospital de várias formas. Acinetobacter e
Pseudomonas ocorrem mais no solo e na água, mas são levadas ao ambiente
hospitalar por meio de sapatos e roupas. Em contraste, VRE, E.coli, Klebsiella e
C.diff vivem no organismo de seres humanos. Essas bactérias entram nos hospitais
no intestino dos pacientes e escapam quando eles sofrem de diarreia, contaminando
o leito, o ar e o equipamento ao seu redor.
Mas até o regime de desinfecção mais eficiente pode falhar. Assim, pesquisadores
estão buscando algo inédito como quartos que se limpem sozinhos. A maior parte
de seu trabalho inicial se concentra em pesquisar revestimento e tecidos que possam
repelir ou matar organismos infecciosos. Uma empresa imprime a superfície de
cateteres com um padrão que imita a textura escamosa da pele de tubarão, inovação
inspirada pela percepção de que tubarões, ao contrário de baleias, não desenvolvem
coberturas de algas. Na pesquisa da empresa, a superfície projetada dificulta a
fixação e a multiplicação de bactérias. (MCKENNA, 2012)
MC KENNA, M. LImpeza pesada. Scientific American Brasil,
São Paulo: Duetto, n. 125, p. 26-27, out. 2012. Adaptado.

Uma análise da situação descrita, considerando aspectos da biologia das bactérias,


permite afirmar:

01. O desenvolvimento da resistência bacteriana está associado à ocorrência de


mutações e de fenômenos de recombinação genética sob cenários ecológicos
distintos.
02. Micro-organismos dos gêneros Clostridium, Klebsiella e Acinetobacter
integram o domínio Archaea, grupo de bactérias menos aparentados aos
eucariotos.
03. Bactérias Gram-negativas, que se caracterizam pela presença de plasmídios,
são mais suscetíveis à ação de antibióticos do que as Gram-positivas.
04. A disseminação generalizada de ambientes estéreis, incluindo o próprio
organismo humano, pode garantir a completa erradicação das infecções
hospitalares e da comunidade.
05. A ação bactericida dos antibióticos está restrita ao bloqueio do ciclo vital do
micro-organismo por inviabilizar a obtenção de matéria-prima para o
metabolismo energético.

TEXTO: 7 - Comum à questão: 60

Todas as células vivas, mesmo em princípio, são muito mais complexas do que
qualquer gene ou vírus. As células intercambiam suas partes; elas se mantêm
continuamente por meio de nutrientes e energia retirados do ambiente. Até uma
minúscula esfera fechada por membrana, uma célula bacteriana sem paredes,
precisa de uma equipe de interações moleculares, mais de 15 tipos de DNA e RNA,
cerca de quinhentos e, mais geralmente, até quase cinco mil tipos diferentes de
proteínas. (MARGULIS, 2001, p. 82).
MARGULIS,Lynn. O planeta simbiótico: Uma nova perspectiva
da evolução. Rio de Janeiro: Rocco, 2001.

Questão 60)

A presença de nutrientes e energia retirados do ambiente é fundamental para a


manutenção dessa complexidade celular, como citado no texto.

É possível afirmar a respeito desse fluxo de alimento que

a) os sistemas vivos são sistemas fechados em relação à energia e à matéria que se


obtém do ambiente para a manutenção das suas funções metabólicas.
b) a vida cíclica mantém, ao utilizar os nutrientes e a energia do ambiente de
forma bidirecional, sua complexidade ao gerar mais de si mesma
indefinidamente.
c) os sistemas vivos criam ordem a partir da desordem gerada pelo metabolismo
durante a utilização dos nutrientes orgânicos e inorgânicos retirados do
ambiente.
d) o uso de forma unidirecional da energia captada do ambiente impulsiona os
processos metabólicos ao criar uma ordem interna responsável em desenvolver
os diferentes níveis de complexidade celular.
e) relações alimentares como o predatismo favorecem a disseminação de um fluxo
cíclico de alimento entre os diversos níveis tróficos das cadeias alimentares
presentes nos ecossistemas naturais.

Questão 61)

Se há perigo de superaquecimento [do corpo], o hipotálamo transmite impulsos que


estimulam as glândulas sudoríparas a aumentar sua atividade e dilatar os vasos
sanguíneos na pele, de modo que um aumento no fluxo sanguíneo resulta em uma
perda maior de calor. O hipotálamo também pode estimular o relaxamento dos
músculos e assim minimizar a produção de calor nesses órgãos. (COHEN; WOOD,
2002, p. 378).
COHEN, Barbara Janson; WOOD, Dena Lin. O corpo humano
na saúde e na doença. Barueri: Manole, 2002.

Com base nas informações a respeito da termorregulação corpórea, marque V para


as afirmativas verdadeiras e F, para as falsas.

( ) Os músculos são especialmente importantes na regulação da temperatura,


porque as variações na quantidade de atividade muscular podem prontamente
aumentar ou diminuir a quantidade total de calor produzida.
( ) A atuação da porção endócrina do hipotálamo favorece a termorregulação
corpórea, ao desenvolver estratégias fisiológicas que mantém a temperatura do
corpo na faixa dos 37ºC.
( ) A vasodilatação periférica provoca um resfriamento do corpo em uma ação
característica de ambientes onde a perda de calor seja maior que a produção, a
partir do metabolismo energético celular.
( ) O perigo de um superaquecimento corpóreo se configura na perda progressiva
da ação enzimática, que interfere na capacidade da célula de manter as suas
taxas metabólicas dentro de um padrão de normalidade.

A alternativa que apresenta a sequência correta, de cima para baixo, é a

a) VVVV
b) FFFV
c) VFVF
d) VFFV
e) FVFF

Questão 62)

Uma célula viva, independente do organismo ao qual ela pertence, para manter-se
viva, necessita realizar, ininterruptamente, a produção de

a) glicose.
b) adenosina trifosfato (ATP).
c) aminoácido (aa).
d) ácido graxo.

Questão 63)

A figura abaixo ilustra uma parte importante do metabolismo da glicose, conhecida


como fermentação láctica. Analise-a e, com os conhecimentos sobre o assunto,
assinale a alternativa CORRETA.
Fonte: LINHARES, Sérgio & GEWANDSZNAJDER, Fernando. Biologia Hoje.
v. I. 2000. São Paulo: Ed. Ática, p. 164.

a) O processo de fermentação láctica ocorre unicamente no músculo, quando o


oxigênio não é sufi ciente para a produção aeróbica de energia.
b) O processo de fermentação láctica é realizado por certos tipos de bactérias, tais
como os lactobacilos, e é a base do processo de produção de iogurtes e
coalhadas.
c) O processo de fermentação láctica ocorre mesmo nas células musculares que
estejam recebendo suprimento suficiente de oxigênio, pois é o único modo de o
músculo obter energia.
d) O processo de fermentação láctica pode ocorrer em qualquer tecido do corpo
humano, mas sempre na ausência de oxigênio.
e) O processo de fermentação láctica pode ocorrer em qualquer tecido do corpo
humano, independentemente do suprimento de oxigênio para esses tecidos.

Questão 64)

As células musculares podem realizar a respiração celular ou a fermentação


mediante algumas condições. É correto afirmar que

a) a célula muscular utiliza o ATP produzido na respiração celular, pois o gás


oxigênio consegue captar elétrons no ciclo de Krebs enquanto na fermentação
não há transferência de elétrons.
b) a fermentação ocorre somente em condição anaeróbia e a respiração celular
ocorre em condição anaeróbia ou aeróbia, favorecendo a produção de 34 ATP
para o trabalho muscular.
c) a respiração celular fornece o gás oxigênio que será utilizado na fermentação
muscular, reação que produz pouco ATP pelo fato de não ocorrer no interior das
mitocôndrias mas, sim, no citosol.
d) os dois processos dependem das mitocôndrias para ocorrerem, entretanto,
apenas a fermentação ocorre na matriz mitocondrial, gerando 2 ATP e ácido
lático, prejudicial ao músculo.
e) tanto a respiração celular quanto a fermentação iniciam-se com a glicólise,
porém, apenas na primeira ocorre o ciclo de Krebs e a cadeia respiratória, que
geram um elevado saldo energético para o músculo.

Questão 65)

O termo biomoléculas é utilizado para descrever uma classe de compostos químicos


utilizados pelos seres vivos na formação de suas estruturas, regulação metabólica e
fonte energética. Dentre as biomoléculas encontramos proteínas, carboidratos,
lipídios e ácidos nucleicos. Sobre as biomoléculas, assinale a alternativa incorreta:
a) Proteínas são polímeros de aminoácidos, sendo o grupo de moléculas mais
abundante nas células com exceção das moléculas de água.
b) Proteínas podem apresentar tanto função plástica como regulatória e ainda
podem ser utilizadas como fontes de energia.
c) Tecidos com maior atividade metabólica apresentam um maior teor de água.
d) Amido é um polissacarídeo de reserva bastante encontrado em vegetais e
fungos.
e) Citosina e timina são exemplos de bases pirimídicas encontradas no DNA.

TEXTO: 8 - Comum à questão: 66

Nos últimos dez anos, pesquisadores demonstraram que o corpo humano não é a
ilha de autossuficiência que se pensava. Ele parece mais uma rede social com
trilhões de bactérias e outros micro-organismos que habitam nossa pele, áreas
genitais, boca e, principalmente, os intestinos. Na verdade, a maioria das células do
corpo humano não é realmente humana. Em nosso corpo, as células bacterianas
superam as humanas numa relação de 10 para 1. Além disso, essa comunidade
mesclada de células microbianas e dos genes que elas contêm, coletivamente
conhecida como microbioma, não ameaça nossa saúde, mas é de vital importância
em processos fisiológicos básicos. (ACKERMAN, p. 8, 2012).

Essa abordagem representa um avanço na compreensão de que a saúde envolve


fatores múltiplos, e o ser humano é integrante da natureza, não podendo, portanto,
ser dissociado dessa rede natural de interações.

Questão 66)

A visão atual de que o corpo humano não é uma ilha de autossuficiência se


expressa, do ponto de vista da biologia,

01. na síntese bacteriana de vitaminas do complexo B — essenciais ao organismo


humano —, uma vez que constituem alimentos energéticos exigidos em
quantidade que o ser humano não consegue suprir.
02. na dependência do organismo humano em relação às bactérias, revelando
possível ausência, perda ou silenciamento de informações ao longo da evolução
do genoma humano.
03. na associação com a bactéria Helicobacter pylori, que torna o ambiente
gástrico alcalino, favorecendo a ação digestiva nesse órgão.
04. no metabolismo aeróbico de bactérias que habitam o intestino e exigem amplo
espaço, rico em oxigênio, para sua sobrevivência e seu desenvolvimento.
05. no modus vivendi autotrófico de Bacteroides, quando sintetiza glicose e outros
açúcares simples e os transformam em carboidratos complexos.

Questão 67)

Analise o esquema a seguir, que simplifica as etapas da respiração aeróbica a partir


da glicólise.
Assinale a alternativa que está em DESACORDO com o processo de respiração
celular.

a) Nos procariontes, a glicólise ocorre no citoplasma e a cadeia respiratória, na


membrana plasmática voltada ao citoplasma.
b) Nas etapas da respiração, a glicólise e o ciclo de Krebs fazem parte da fase
anaeróbica e a cadeia respiratória, da fase aeróbica da respiração celular.
c) O ciclo de Krebs é importante para liberar todo gás carbônico e a cadeia
respiratória é responsável pela formação da maioria dos ATP’s do processo
respiratório.
d) Durante intensa atividade física, e mesmo sem oxigênio, muitas células
musculares e esqueléticas realizam a glicólise, desviando o metabolismo para a
fermentação lática.

GABARITO:

1) Gab: A

2) Gab: D

3) Gab: A

4) Gab: C

5) Gab:
a) I – cloroplasto; II – granum; III – mitocôndria; IV – cristas mitocondriais.
b) Em a, que representa a fotossíntese, são utilizados CO 2 e água para produzir
açúcares e oxigênio, que são utilizados em b, que representa a respiração, para
produzir ATP, que libera energia para as atividades celulares, CO 2 e água. Em
síntese, um processo depende dos produtos do outro.
c) glicólise, ciclo de Krebs e cadeia respiratória.

6) Gab: D

7) Gab: C
8) Gab: B

9) Gab: D

10) Gab: A

11) Gab: C

12) Gab: E

13) Gab: D

14) Gab: D

15) Gab: B

16) Gab: B

17) Gab: D

18) Gab: E

19) Gab: B

20) Gab: C

21) Gab: C

22) Gab: A

23) Gab: C

24) Gab: VFVFV


25) Gab: C

26) Gab: D

27) Gab: 25

28) Gab: D

29) Gab: D

30) Gab: D

31) Gab: E

32) Gab: E

33) Gab: D

34) Gab: E

35) Gab: C

36) Gab: D

37) Gab: A

38) Gab: C

39) Gab: A

40) Gab: D

41) Gab: 05
42) Gab: C

43) Gab:
Desacoplamento da fosforilação oxidativa.
Hormônios tireoidianos, à exceção da calcitonina.

44) Gab: A

45) Gab: D

46) Gab: 05

47) Gab: 03

48) Gab:
a) Diferentes situações podem ser consideradas nessa questão. Abaixo estão
listadas algumas possibilidades de resposta.

Em situação de perigo (por exemplo, ameaça de predação), um mamífero


(animal endotérmico) consegue fugir mais rapidamente, já que seu
metabolismo permite rápida resposta independentemente das condições
ambientais, enquanto o lagarto (animal ectotérmico) seria mais vulnerável ao
perigo iminente, pois sua resposta é mais lenta e dependente das condições
ambientais. (Poderia ser também considerada uma situação de obtenção de
alimento que exigisse habilidade e rapidez.)
Em uma condição de frio intenso, o mamífero (animal endotérmico) consegue
manter fisiologicamente sua temperatura corporal constante, sem a necessidade
de grandes alterações de comportamento; já o lagarto (animal ectotérmico)
ajusta sua temperatura corporal por meio de estratégias comportamentais,
procurando lugares ensolarados ou locais mais quentes, ficando, portanto, mais
vulnerável do que o mamífero. (Poderia ser também considerada uma situação
de calor intenso, em que o lagarto teria que buscar lugares com temperaturas
mais amenas.)
b) Para responder a esse item, era essencial citar a participação da amilase salivar
e da amilase pancreática na digestão do amido. As menores moléculas
resultantes dessa digestão são moléculas de glicose.

49) Gab: C

50) Gab: D
51) Gab: D

52) Gab: B

53) Gab: C

54) Gab: B

55) Gab: A

56) Gab: VFFV

57) Gab: D

58) Gab: 03

59) Gab: 01

60) Gab: D

61) Gab: D

62) Gab: B

63) Gab: B

64) Gab: E

65) Gab: D

66) Gab: 02
67) Gab: B