Você está na página 1de 8

Centro de Ciências Biológicas e da Saúde

UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DA BAHIA

Disciplina: Química Analítica

Lista de Exercícios - Soluções

1) Calcule a molaridade do soluto em cada uma das seguintes soluções:

a) 32,0 g de NaCl dissolvidos em 500 mL de solução. (Resposta = 1,10 mol L-


1)

Massa soluto = 32,00 g


Massa molar NaCl = 23 + 35= 58 g/mol
Volume = 500 ml = 0,5 L
Molaridade = mol/L−1
M = m / mm x V
M = 32,00 / 58 x 0,5
M = 32,00 / 29
M = 1,10 mol L-1

b) 4,00 g de H2SO4 dissolvidos em 4 L de solução. (Resposta = 1,02 x 10-2


mol L-1)
Massa soluto = 4,00 g
Massa molar H2SO4 = 1 x 2 + 32 + 16 x 4 = 98 g/mol
Volume = 4,00 L
Molaridade = mol/L−1
M = m / mm x V
M = 4,00 / 98 x 4,00
M = 4,00 / 392
M = 0,0102 mol/L-1 = 1,02 x 𝟏𝟎−𝟐 mol 𝐋−𝟏

c) 8,00 g de NaOH dissolvidos em 55,0 mL de solução. (Resposta = 3,64 mol


L-1)

Massa do soluto = 8,00 g


Massa molar do NaOH = 23 + 16 + 1 = 40 g/mol
Volume = 55,0 mL = 55,0 / 1000 = 0,055 L
Molaridade = mol/L-1
M = m / mm x V
M = 8,00 / 40 x 0,055
M = 8,00 / 2,2
M = 3,636 mol/L-1
Centro de Ciências Biológicas e da Saúde
UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DA BAHIA

2) Calcule a molalidade do soluto em cada uma das seguintes soluções:


a) 3,00 g de metanol (CH3OH) dissolvido em 1Kg de água. (Resposta = 9,36 x
10-2 m)
Massa do soluto = 3,00 g
Massa molar do CH3OH = 12 + (1x3) + 16 + 1 = 32 g/mol
Volume = 1 kg
Número de mols (N) = m (g) / mm
N = 3,00 / 32 = 0,09375 mol
M0 = Nº mols de soluto (mol)/ massa de solvente (kg)= 0,09375/1kg =
𝐌𝟎 = 9,37 x 10-2 m

b) 3,00 g de metanol (CH3OH) dissolvidos em 1,00 Kg de tetracloreto de


carbono (CCl4). (Resposta = 9,36 x 10-2 m)
Massa do soluto = 3,00 g
Massa molar do CH3OH = 12 + (1x3) + 16 + 1 = 32 g/mol
Volume = 1 kg
Número de mols (N) = m (g) / mm
N = 3,00 / 32 = 0,09375 mol
M0 = Nº mols de soluto (mol)/ massa de solvente (kg) = 0,09375/1kg =
𝐌𝟎 = 9,37 x 10-2 m

c) 14,0 g de benzeno (C6H6) dissolvidos em 25,0 g de CCl4. (Resposta = 7,17


m)
Massa do soluto = 14,00 g
Massa molar do C6H6 = (12x6) + (1x6) = 78 g/mol
Volume = 25,0 g
Número de mols (N) = m (g) / mm
N = 14,00 / 78 = 0,179487 g mol
M0 = N/V = 0,179487 g mol /25,0 g =
𝐌𝟎 = 7,17 m

3) Calcule a fração molar do benzeno (C6H6) em cada uma das seguintes


soluções:
a) 6,00 g de C6H6 + 6,00 g de CCl4. (Resposta = 0,663)
Massa molar C6H6 = 78
Massa molar CCl4 = 152
Número de mols (N) = m (g) / mm
Número de mols (C6H6) = 6 g/78 g/mol = 0,07692 mol
Número de mols (CCl4) = 6 g/152 g/mol = 0,03947 mol
Número de mols da solução = 0,07692 mol + 0,03947 mol = 0,11639 mols
Centro de Ciências Biológicas e da Saúde
UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DA BAHIA

Fração Molar (X) = N de X/ N da solução


Fração Molar (C6H6) = 0,07692/0,11639 ≅ 0,660

b) 6,00 g de C6H6 + 6,00 g de CCl4 + 6,00 g de dissulfeto de carbono (CS2).


(Resposta = 0,395)
Massa molar C6H6 = 78
Massa molar CCl4 = 152
Massa molar CS2 = 76
Número de mols (N) = m (g) / mm
Número de mols (C6H6) = 6 g/78 g/mol = 0,07692 mol
Número de mols (CCl4) = 6 g/152 g/mol = 0,03947 mol
Número de mols (CCl4) = 6 g/76 g/mol = 0,07894 mol
Número de mols da solução = 0,07692 mol + 0,03947 mol + 0,07894 mol=
0,1953 mols
Fração Molar (X) = N de X/ N da solução
Fração Molar (C6H6) = 0,07692/0,1953 ≅ 0,394

4) Uma quantidade de sacarose (C12H22O11) tendo uma massa de 42 g é


adicionada a 58 g de água para formar uma solução com uma densidade
de 1,19 g mL-1. Calcule a percentagem em massa, a percentagem molar, a
molaridade e a molalidade da sacarose na solução. (Resposta: 42%; 3,67%;
1,46 mol L-1; 2,12)
Porcentagem em massa = m1 / (m2 +m1)
m1 = massa sacarose
m2 = massa água
P% = 42 / 42 + 58 = 42 /100 = 0,42 = 42%

Porcentagem molar = N de X/ N da solução


MM C12H22O11 = 342 g
MM H2O = 18g
42 g de Sacarose = 42 / 342 = 0,122 mol
58 g de H2o = 58 / 18 = 3,22 mol
Porcentagem molar = 0,12 / 3,22 + 0,122 = 0,036 = 3,6%

Molaridade. MM = P%. densidade .1000


Molaridade. 342 = 0,42. 1,19x1000(de ml para Litros)
M = 499,8 / 342 M = 1,46 mol /L-1

Molalidade (W)= números de mol / 1kg do soluto


W = 0,122 mol / 0,058 kg = 2,12
Centro de Ciências Biológicas e da Saúde
UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DA BAHIA

5) Quantos gramas de metanol (CH3OH) estão contidos em 100 mL de uma


solução aquosa a 1,71 mol L-1 de metanol? (Resposta = 5,48 g)
Massa Molar (CH3OH) = 12 +(1x3) +16+1= 32 g/mol
Volume= 100 ml= 0,1L
Molaridade= 1,71 mol L-1
M=N/V e N= m/mm
𝑚/𝑚𝑚⁄ 𝑚
M= 𝑉 = ⁄𝑚𝑚 𝑥 𝑉
1,71 mol L-1= m⁄32 gmolx 0,1L

m= 1,71 x 3,2= 5,472 ≅ 5,48 g

6) Uma solução aquosa diluída tem densidade próxima a 1,00 g mL-1.


Suponha que a solução contém 1 ppm de soluto. Expresse a concentração
do soluto em g L-1, μg L-1 , μg mL-1 e mg L-1. (Resposta: 10-3 g L-1 , 103
μg L-1, 1 μg mL-1, 1 mg L-1).

Concentração = massa do soluto (g)/ volume da solução(L)


Densidade = massa do soluto/ volume do soluto.

C = 10-3 g L-1 , 103 μg L-1, 1 μg mL-1, 1 mg L-1

7) Quantos gramas de ácido perclórico (HClO4) estão contidos em 37,6 g


de uma solução aquosa de HClO4 a 70,5 % pp? Quantos gramas de água
estão presentes nessa mesma solução? (Resposta = 26,5 g de HClO4 e 11,1
g H2O)
Massa da solução = 37,6 g

70,50 g de HClO4 --------------- 100 g de solução


Massa de HClO4 ------------------------------------ 37,60 g de solução
Massa de HClO4 = 70,50 x 37,60 / 100
Massa de HClO4 = 26,50 g de HClO4
Massa de H2O = massa da solução – m(HClO4) = 37,60 g - 26,50 g = 11,1g

8) A densidade de uma solução aquosa de ácido perclórico (HClO4) a


70,5% é 1,67 g mL-1.
a) Quantos gramas de solução estão em 1,00 L de solução? (Resp. = 1670 g)

Densidade = 1,67 g mL-1


Volume = 1000 ml
D = massa/volume
Centro de Ciências Biológicas e da Saúde
UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DA BAHIA

1,67 g ml= m/1000ml


M = 1670g
b) Quantos gramas de HClO4 estão em 1,00 L de solução? (Resposta = 1,18 x
103 g)
70,50 g de HClO4 --------------- 100 g de solução
Massa de HClO4 ------------------------------------ 1.670 g de solução

Massa de HClO4 = 1.177,35 g ≅ 1.180 g


c) Quantos mols de HClO4 estão em 1,00 L de solução? (Resposta = 11,7 mols)
Molaridade= 𝑚⁄𝑚𝑚 𝑥 𝑉
M = 117,735 g/ 100 g/mols x 1L = 11,7 mols/L

9) A concentração de açúcar (glicose, C6H12O6) no sangue humano varia


desde cerca de 80 mg/ 100 mL antes das refeições a mais de 120 mg/100
mL após as refeições. Encontre a molaridade de glicose no sangue antes e
após as refeições. (Resposta = 4,4 x 10-3 mol L-1 e 6,7 x 10-3 mol L-1)
Antes:
Massa do sangue = 0,080g
Volume = 0,1L
Massa molar (C6H12O6) = 180 g/mol
Molaridade =?
M=N/V e N= m/mm
𝑚/𝑚𝑚⁄ 𝑚
M= 𝑉 = ⁄𝑚𝑚 𝑥 𝑉
M = 0,080/,0,1x180 = 0,080/18
M = 0,0044mol/L = 4,4 x 10-3 mol L-1

Depois:

Massa do sangue = 0,120g


Volume = 0,1L
Massa molar (C6H12O6) = 180 g/mol
Molaridade =?
M=N/V e N= m/mm
𝑚/𝑚𝑚⁄ 𝑚
M= 𝑉 = ⁄𝑚𝑚 𝑥 𝑉
M = 0,12/,0,1x180 = 0,12/18
M = 0,0067mol/L = 6,7 x 10-3 mol L-1

10) Qual a molaridade de uma solução de permanganato de potássio


(KMnO4), de volume igual a 500 mL, que foi preparada dissolvendo 1,0 g do
sal em água. (Resposta = 13 mmol L-1)
Massa do soluto = 95 g
Centro de Ciências Biológicas e da Saúde
UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DA BAHIA

Volume solução = 200 mL ou 0,2 L


Massa molar do KMnO4 = 158 g/mol
m/mm⁄ 1g/158gmol
Molaridade (M)= V= ⁄0,5 L
M = 0,013 mol L-1

11) Qual o volume de uma solução 0,25 mol L-1 de hipoclorito de sódio
(NaOCl, água sanitária) que se pode preparar pela diluição de 1,00 L de uma
solução 0,80 mol L-1 de NaOCl? (Resposta = 3,2 L)
M (con) x V (con) = M diluido x V ( diluido)
0,80 x 1 = 0,25 x V
0,80 = 0,25 x V
V = 0,80 / 0,25
V = 3,2 L

12) Quantos gramas de uma solução 50% pp de NaOH devem ser diluídos
para preparar 1,00 L de uma solução 0,10 mol L-1 de NaOH? (Resposta = 8
g)
NaOH= 23+16+1= 40 g/mol
Volume= 1,00 L
Molaridade = 0,10mol L-1
Molaridade = m⁄mm x V =
0,10 mol L-1 = m⁄40x 1L
m=4g (50% pp) = 8g (100%)

13) Um frasco de ácido sulfúrico (H2SO4) concentrado possui a


concentração de 18,0 mol L-1. Quantos mililitros deste reagente devem ser
diluídos para preparar 1,00 L de uma solução 1,00 mol L-1 de H2SO4?
(Resposta = 55,6 mL)
C.V = C.V
V x 18,0 mol/L = 1000 mL x 1 mol/L
V = 55,556 ≅ 55,6 mL de H2SO4 devem ser diluídos.

14) Uma quantidade de ácido cítrico (H3C6H5O7) com uma massa de 30,0
g é dissolvida em 70,0 g de água para formar uma solução tendo uma
densidade de 1,13 g mL-1. Calcule a molaridade de ácido cítrico em
solução. (Resposta = 1,766 mol L-1)

Concentração em g/l
C1=m1/(m1+m2)
C1=30/ (30+70)
C1=30/100
C1=0.3 g/L
Centro de Ciências Biológicas e da Saúde
UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DA BAHIA

C2=C1x densidade x volume


C2=0.3 x 1,13 x 1000
C2=339 g/l

Concentração em mol/l

Massa molar C6H8O7=192g/mol

CT=M x mm
339= M x 192
M=1,766 mol L-1

15) O ácido clorídrico (HCl) pode ser adquirido como uma solução
concentrada de título 37% pp e densidade 1,19 g mL-1, a 20ºC. Calcule os
volumes dessa solução em estoque necessários para preparar as
seguintes soluções, a essa temperatura:

a) 2,00 L, concentração 2,1 mol L-1; (Resposta = 0,35 L)

1 L de solução ------------------2,1 mol de HCl


2 L de solução------------------x
x = 4,2 mol de HCl

Massa Molar de HCl: 36,5 g/mol

1 mol------------36,5 g
4,2 mol--------m
m = 153,3g de HCl

37%------------153,3
100%-------m'
m' =414,3 g de solução

1,19g ---------1 mL
414,3g---------V
V = 348 ml ou 0,348 L

b) 1,00 L, concentração 0,125 mol L-1; (Resposta = 10 mL)


1 L de solução ------------------0,125 mol de HCl

Massa Molar de HCl: 36,5 g/mol


Centro de Ciências Biológicas e da Saúde
UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DA BAHIA

1 mol------------36,5 g
0,125 mol--------m
m = 4,5625 g de HCl

37%------------4,5625 g
100%-------m'
m' = 12,33 g de solução

1,19g ---------1 mL
12,33 g ---------V
V = 10,36 ml

c) 25 mL, concentração 1,10 mol L-1; (Resposta = 2,3 mL)


1 L de solução ------------------1,10 mol L-1de HCl
0,025 L de solução------------------x
x = 0,0275 mol de HCl

Massa Molar de HCl: 36,5 g/mol

1 mol------------36,5 g
0,0275 mol --------m
m = 1,00375 g de HCl

37%------------1,00375 g
100%-------m'
m' = 2,7128 g de solução

1,19g ---------1 mL
2,7128 g ---------V
V = 2,279 ml

Você também pode gostar