Você está na página 1de 2

Cópia não autorizada

FEV 1995 NBR 13280


Argamassa para assentamento de
paredes e revestimento de paredes e
ABNT-Associação
Brasileira de
tetos - Determinação da densidade de
Normas Técnicas massa aparente no estado endurecido
Sede:
Rio de Janeiro
Av. Treze de Maio, 13 - 28º andar
CEP 20003-900 - Caixa Postal 1680
Rio de Janeiro - RJ
Tel.: PABX (021) 210 -3122
Telex: (021) 34333 ABNT - BR
Endereço Telegráfico: Método de ensaio
NORMATÉCNICA

Origem: Projeto 18:406.03-005/1993


CB-18 - Comitê Brasileiro de Cimento, Concreto e Agregados
CE-18:406.03 - Comissão de Estudo de Métodos de Ensaio para Argamassas para
Assentamento e Agregados
NBR 13280 - Mortar - Determination of specific gravity in the hardened stage -
Method of test
Descriptors: Mortar. Wall covering
Copyright © 1995, Válida a partir de 27.03.1995
ABNT–Associação Brasileira
de Normas Técnicas
Printed in Brazil/ Palavras-chave: Argamassa. Revestimento de parede.
Impresso no Brasil
Revestimento de teto 2 páginas
Todos os direitos reservados

1 Objetivo e) soquete metálico;

Esta Norma prescreve o método para a determinação da f) espátula;


densidade de massa aparente de argamassas para as-
sentamento de paredes e revestimento de paredes e tetos, g) capeador de enxofre;
no estado endurecido.
h) câmara úmida.
2 Documentos complementares
Nota: Esta aparelhagem é descrita na NBR 7215.
Na aplicação desta Norma é necessário consultar:
4 Execução do ensaio
NBR 7215 - Cimento Portland - Determinação da
resistência à compressão - Método de ensaio 4.1 Corpos-de-prova

NBR 13279 - Argamassa para assentamento de pa- Neste ensaio são utilizados quatro corpos-de-prova
redes e revestimento de paredes e tetos - Determina- moldados conforme a NBR 13279.
ção da resistência à compressão - Método de ensaio
4.2 Ensaio
3 Aparelhagem
4.2.1 Aos 28 dias de idade, o corpo-de-prova, prepa-
A aparelhagem necessária à execução do ensaio é a rado para este ensaio conforme a NBR 13279, deve ser
seguinte: retirado da água e colocado em estufa, a uma temperatura

a) balança com resolução de 0,1g e capacidade mínima


°
de (110 ± 5) C, onde deve permanecer até atingir cons-
tância de massa.
de 1000 g;
4.2.2 Retirar o corpo-de-prova da estufa e deixá-lo esfriar
b) paquímetro com resolução de 0,1 mm; até a temperatura ambiente.

c) moldes de 5 cm x 10 cm; 4.2.3 Determinar, com auxílio do paquímetro, o diâmetro do


corpo-de-prova em duas posições ortogonais no seu terço
d) misturador mecânico; médio e a sua altura em três pontos diferentes.
Cópia não autorizada
2 NBR 13280/1995

4.2.4 Pesar o corpo-de-prova na balança com resolução de Calcular e registrar o valor da densidade de massa apa-
0,1 g e registrar sua massa (M). rente (γap), em kg/m3, a partir da seguinte equação:

5 Resultados M
γ ap = 1000 .
V
Calcular o volume (V) do corpo-de-prova, em cm3, a partir
Nota: Expressar o resultado em kg/m3, arredondando-o ao número
das médias das medidas do diâmetro (D) e da altura (h).
inteiro mais próximo.