Você está na página 1de 3

TRABALHO DE ECONOMIA APLICADA AO DIREITO

1º PERÍODO – DIREITO – FACULDADE CAMPO REAL

Professor: Pedro Adircio Nunes


Valor do trabalho: 4,00 pontos

Regras para apresentar o trabalho:

1. O trabalho poderá ser manuscrito ou digitado;


2. Deverá ser entregue até antes do dia da prova, impreterivelmente
ao professor da matéria, e não a outro professor ou ao aplicador da
prova, e nesses caso o trabalho não será aceito;
3. O trabalho consiste na confecção de 10 (dez) questões, conforme
modelo abaixo, e cada questão valerá 0,4 pontos;
4. As questões que não apresentarem o formato exigido poderá ser
atribuída nota parcial ou nenhuma nota, caso não esteja de acordo
com as orientações e o modelo apresentado;
5. A ideia é que os discentes façam questões de forma a pensar a
matéria e os tópicos de forma prática, fixando a matéria.
6. Das 10 (dez) questões, três delas poderão ser objetivas, sendo que
no mínimo 07 (sete) deverão ser discursivas.
7. O aluno deve responder cada questão.

 Qualquer dúvida podem chamar na própria plataforma do


google classroom, ou via WhatsApp.

 As questões deverão ser feitas conforme os tópicos que serão


passados abaixo, cada assunto diz respeito a uma questão.
 Serão repassados mais de 10 (dez) tópicos, para que o aluno
possa escolher dentre os temas, aquele que mais lhe agrada
para a confecção da questão.
 O aluno poderá ainda fazer questões com temas diferentes dos
tópicos, desde que seja tema tratado em sala, ou no material
de apoio fornecido ao aluno na sala virtual do Google
Classroom.

Tópico ou sugestões para as questões:

1. Feudalismo.
2. Surgimento da burguesia.
3. O capitalismo.
4. A teoria clássica ou liberal de (Adam Smith):
5. O socialismo como contraponto ao capitalismo (Karl Marx e
Engels).
6. O Keynesianismo – as ideias modernas de Keynes como
contraponto às ideias anteriores (Adam Smith, Marx, Engels)
7. Motivos da necessária a intervenção do Estado na economia –
proteção da economia, do trabalhador etc.
8. Princípio da atividade econômica (soberania nacional); (obs: os
princípios estão no artigo 170 da Constituição Federal – www.
planalto.gov.br)
9. Princípio da atividade econômica (propriedade privada);
10. Princípio da atividade econômica (função social da
propriedade);
11. Princípio da atividade econômica (livre concorrência);
12. Princípio da atividade econômica (defesa do consumidor);
13. Princípio da atividade econômica (defesa do meio ambiente,
inclusive mediante tratamento diferenciado conforme o
impacto ambiental dos produtos e serviços e de seus
processos de elaboração e prestação;
14. Princípio da redução das desigualdades sociais e
regionais;
15. Princípio da busca pelo pleno emprego;
16. Princípio do tratamento favorecido para as empresas de
pequeno porte constituídas sob as leis brasileiras e que
tenham sua sede e administração no País.
17. As três possibilidades de exploração da atividade econômica
pelo Estado (artigo 173 da Constituição).

Sugestões para elaboração das questões:

 O aluno deve pensar uma situação prática, que envolva


decisões sobre a matéria, de maneira com que seja
possível o desenvolvimento de raciocínio pratico, visando
a aprendizagem.

Exemplo de tema e questão abaixo:

Tema: surgimento da burguesia.

Pergunta: Os primeiros comerciantes, eram mercadores que vendiam


seus produtos em feiras ou burgos, em pequenas cidades formadas a
partir de uma série de acontecimentos, antes disso. Explique, de forma
clara e detalhada, como estes primeiros comerciantes vieram parar nos
burgos, que tipos de fenômenos sociais ocorreu para que eles viessem
se acomodar ali? Cite dois destes fenômenos.

Resposta: Em primeiro lugar podemos citar as cruzadas, onde, em


nome da igreja os soldados que se engajaram nessa luta voltavam das
expedições, saqueando cidades e vilas, e formando feiras para vender
os produtos que conseguiam. Outro fenômeno que ocorreu foi a saída
de vassalos dos feudos, que estavam insatisfeitos com a opressão do
sistema feudalista (senhor feudal), ou até pelo crescimento
populacional à época. Esses dois fatores sociais, além de outros,
alimentaram as pequenas cidades existentes, dando condições para o
crescimento dessa nova classe, os mercadores, negociantes, ou, hoje
conhecida como a burguesia!

Boa sorte!

Lembre-se, a chave do seu sucesso, é você.

Pedro A. Nunes
Professor.