Você está na página 1de 4

1

II ENCONTRO DE PAGANISMO E ESPIRITUALIDADES DA NATUREZA


NA AMAZÔNIA

DATA II EPENA: Maio 2019 * LOCAL: Templo da Deusa-Benfica/PA *


TAXA : R$15,00 (para custear alimentação e agua)

PÚBLICO : Integrantes da comunidade pagã; de espiritualidades da natureza.


Pesquisadores do campo religiões e entidades que atuam com o diálogo inter-
religioso.
Meta de Público: 120 participantes

Justificativa:

Retoma os fundamentos que incidiram na realização do I Encontro de


Paganismo e Espiritualidades da Natureza na Amazônia. Recolocamos que: “A
Amazônia se mostra como um terreno bastante fértil para a espiritualidade.
Sendo uma das maiores florestas do mundo, com um vasto território verde, rios
e diferentes espécies animais e vegetais, a região é povoada por diversas
etnias indígenas, muitas das quais ainda vivem sobre pouca ou nenhuma
influência colonizadora. As metrópoles da Amazônia brasileira são territórios de
pluralidade religiosa. A capital paraense, Belém, é um local onde se
concentram diferentes grupos que, em sua prática religiosa, sacralizam a
natureza. É dessa pluralidade que Os EncontroS de Paganismo e
Espiritualidades da Natureza na Amazônia – EPENA’S emergem, em virtude da
necessidade de uma união entre esses diversos filhos da Terra. O Encontro
possui um corpo de atividades como: palestras, vivências, feiras e espaços de
socialização para os adeptos das religiões pagãs ou de espiritualidades
centradas na natureza.”

OBJETIVOS:

- Maior integração e união do paganismo;


- Estarmos juntos de forma engajada e política com nosso segmento e demais
em honra a sacralidade da terra;
- Promover o diálogo com outras frentes religiosas que se afinam com o
paganismo contemporâneo e ecoespiritualidades;

HISTÓRICO:

O I Encontro de Paganismo e Espiritualidades da Natureza na Amazônia, foi


realizado em Belém, Pará em 2017 e reuniu diferentes grupos praticantes de
Paganismoe espiritualidades da natureza
2

Entre as vertentes do Paganismo tivemos: Wicca, Druidismo, Ásatrú, Bruxaria


Tradicional, Odinismo, entre outras tradições. Naturalmente que reivindicavam
um momento articulado para o fortalecimento da comunidade religiosa pagã na
cidade de Belém.

A organização foi estabelecida a partir dos grupos: o grupo druídico Clann an


Samaúma e os wiccanos Círculo Pássaros de Cy e Anam Cara. Já para o II
EPENA, a organização se amplia com a inserção do Coven de Bruxaria
Tradicional Akasha.

No I Encontro s atividades realizadas simultaneamente onde duas palestras ou


vivencias eram realizadas no dia 25/03/2017 – na Sala Multiuso e área social
do Centro de Ciências Naturais e Tecnologia- CCNT/UEPA.
Entre as atividades, a programação constou de:

Roda de conversa "Vivendo o Paganismo na Amazônia hoje", com Mayra


Darona Ní Brighid, Aondê Airequecê, Filipe Almeida, Hórus Kalti, Danna Myr e
Dannyel de Castro

VIVÊNCIAS SIMULTANEAS: Vivência: 1 – “Deusa das Abelhas e as dádivas


do mel: movimentando as fontes e os níveis de energia vital”, Aondê Airequecê
(Tradição Diânica do Brasil); Vivência 2 – “Espiritualidade Celta: um caminho
de conexão com a ancestralidade e a natureza”, Mayra Darona Ní Brighid
(Clann an Samaúma); Vivência 3 – “Sagrado Masculino e os Deuses
Brasileiros”, Hórus Kalti (Tradição Diânica do Brasil);Vivência 4 – “Serpente,
Puma e Condor: uma jornada de sabedoria e poder pela cultura inca”, Filipe
Almeida (Coven Anam Cara).

PALESTRAS: Palestra - 1 – "Entre o sagrado e o profano na antiga fé


germânica", Valmir Júnior (Clã Draka); Palestra 2 – “Os arquétipos da Deusa e
do Deus”, Walter Franco (Tradição Labirinto das Espirais); Palestra 3 – “Os
deuses celtas da Península Ibérica”, Dannyel de Castro (Clann an Samaúma)
Palestra 4 – “Venenos”, Danna Myr (Tradição Diânica do Brasil).

O Encerramento foi com a realização da RODA DE TAMBORES onde todas


cantaram e dançaram com a diversidade de cantos e danças voltadas para a
espiritualidades da Terra.
3

Para o II EPENA foi indicado o Tema " DIÁLOGO ENTRE


ECOESPIRITUALIDADES", que terá três eixos:
* E1: práticas de religiões da natureza e reconexão
* E2: Diversidade Religiosa Pagã e diálogo inter-religioso
* E3: Vida Pagã e espiritualidades da Terra

CONVIDADOS: (Roda Inter-religiosa)


Taissa Tavernard - Curso
Betânia Albuquerque – PESQUISADORA DA CIÊNCIAS DA RELIGIÃO
FLORI Jácomo - TONANZIN
Osomilon Argidão – BRUXARIA TRADIIONAL
NANGETU – CANDOBLÉ e Comitê Inter-religioso
OUTROS ESTADOS

PROGRAMAÇÃO POR EIXOS:


E1: Práticas de religiões da natureza e reconexão
Atividades:
- Sagrado Masculino- Dannyel Castro
- Yashã Kuru, e o nascimento da anciã - Sacerdotisa Aonde Yra Airequecê
- Danças- Deusas Celtas - Mayra Faro
- Deusa Vestia- Sacerdotisa Danna MYr

* E2: Diversidade Religiosa Pagã e diálogo inter-religioso


- Roda Interreligiosa (representantes de cada segmento presente no evento)
- Oficina de objetos sagrados com vários sacerdotes de diferentes vertentes
* E3: Vida pagã e reconhecimentos dos direitos à religiosidade no Brasil
hj (relatos de experiências)
- Vivência: Oráculo de Cy e práticas de wicca Brasil de Mavesper Cy Ceridwen
- Sacerdotisa Aondê Yra Airequecê

(Programação aguardando outros temas - ainda em construção)

LOCAL: Será realizado em Sitio Templo da Deusa II, que fica situado na Rua
João Coelho Nº30, Benfica – Benevides, Pará.

As inscrições estão previstas até o dia do evento e através do e-


mail :
Proposta de participação com Vivências ou palestras (devem
atender aos objetivos do evento) até o dia: 29 de março, 2019. –
Não serão aceitas propostas a partir desta data.

ORGANIZADORES:
Clan Samauma
Tradição Labirinto das Espirais
Coven Akasha,
Coven Anan Cara,
Tradição Diânica do Brasil (Circulo Pássaros de Cy)
Clã Draka
Apoiadores: Comitê Inter-religioso, UEPA – Curso Ciências da Religião, Grupo
de Pesquisa ARTEMI –outros
4

SOLICITAÇÃO DE APOIO

 PASTAS PARA OS PARTICIPANTES


 CANETAS
 BLOCO DE PAPEL
 AGUA
 LANCHES
 PAPEL E IMPRESSÃO DE CERTIFICADOS