Você está na página 1de 4

Código:ADM-006

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO

TREINAMENTO COLABORADORES Folhas: 01/05

Revisão: Data:

1ª emissão: Data:07/03/2019

1. Objetivo

1.1. Estabelecer o processo de treinamento, provisão de recursos e obtenção de


capacitação de todos os envolvidos no Sistema da Qualidade.
1.2. Determinar que os colaboradores tornem-se qualificados e tenham
competência profissional para executar as suas tarefas, papéis e
responsabilidades levando em consideração os critérios de educação,
treinamento e/ou experiência apropriados.
1.3. Garantir a conscientização dos colaboradores em relação à pertinência e
importância de suas atividades e de como elas contribuem para atingir os
objetivos da qualidade, utilizam-se as ferramentas como, treinamento, reunião
de cafezinho, entre outros.
2. Responsabilidades

2.1. Controle de Qualidade - Responsável Técnica elabora cronograma de


treinamento e aplica aos demais colaboradores. É de responsabilidade da
responsável técnica os treinamentos relacionados ao armazenamento,
recepção, quarentena, expedição, produtos recolhidos, devolvidos e não-
conformes, a explicação do Manual de Boas Práticas e como devem ser
preenchidos os POPS;

2.2. Departamento Administrativo – Gerente Administrativo solicita a responsável


técnica os registros de treinamentos preenchidos; faz as avaliações durante o
ano referente à capacidade de entendimento dos colaboradores referente aos
treinamentos recebidos pela responsável técnica.
3. Referências
3.1. RDC 47, DE 25 DE OUTUBRO DE 2013.

4. Setor de Aplicação
Todas as dependências da indústria e áreas externas adjacentes

Área de Recepção/Conferência Matéria-Prima, Embalagens Primárias, Secundárias

Área de Quarentena Matéria-Prima, Embalagens Primárias, Secundárias

Sala de Pesagem

Área de Produção

Área de Envasamento

Área de Rotulagem

Área de Separação/Expedição

Área de Armazenamento Produto Acabado

Área de Produtos Devolvidos/Recolhidos Matéria-Prima, Embalagens Primárias,


Secundárias, Produto Acabado

Área Externa

5. Definições
5.1. Treinamentos Técnicos: são ministrados pela responsável técnica e tem como
objetivo capacitar os Colaboradores em suas técnicas de trabalho são
elaborados e realizados de acordo com a necessidade de cada área, mediante
preenchimento do Relatório de Aprovação de Treinamento em anexo.

6. Treinamentos Técnicos os relacionados à:


6.1. Produção: são todos os treinamentos relacionados às técnicas necessárias
para a atuação profissional.
6.2. Tecnologia: são todos os treinamentos relacionados ao sistema de informação
vigente na área de produção.
6.3. Atendimento: são todos os treinamentos relacionados à capacitação técnica
dos Colaboradores em atender aos clientes.
7. Treinamentos Abertos: são treinamentos oferecidos a todos os Colaboradores da
empresa.
8. Treinamentos Internos: são aqueles oferecidos pela própria empresa.
9. Treinamentos Externos: são aqueles realizados por empresas terceiras e fora do
ambiente de trabalho. No caso do Treinamento externo, é identificada a
necessidade de treinamento externo, preenchido o formulário “Solicitação de
Curso Externo”, com a devida aprovação de seu diretor legal.

10. Procedimentos

10.1. Treinamento Técnico Interno

10.1.1. A responsável técnica elabora o cronograma de treinamentos e


apresenta ao diretor da empresa;
10.1.2. Emite um aviso aos colaboradores a data e hora do treinamento, em
horário que não atrapalhe o fluxo de trabalho da empresa;
10.1.3. Aplica o treinamento aos colaboradores;
10.1.4. Após participação do Colaborador no treinamento preencher o registro
Relatório de Treinamento;
10.1.5. Solicitar a assinatura dos participantes;
10.1.6. Arquivar em armário próprio na administração.

11. Treinamentos Externos e Abertos

11.1. O responsável técnico juntamente com os colaboradores que receberam o


treinamento preencher o registro de Avaliação de Reação para medir o grau de
satisfação do treinando;
11.2. Solicitar a assinatura dos participantes;
11.3. Arquivar em armário próprio na administração.

12. Ações Preventivas

12.1. Todo treinamento recebido pelos colaboradores são registrados e assinados


e posteriormente arquivados;
12.2. A responsável técnica orienta os demais colaboradores caso tenham
dúvidas em determinados procedimentos, evitando deixar em aberto ou não
realizar qualquer dos procedimentos do controle de qualidade necessários por
falta de conhecimento;
12.3. Anualmente faz-se um cronograma dos dados, análise e definição das
ações a serem implantadas, levando em consideração as necessidades e
estratégias da empresa;
12.4. Realizar os treinamentos internos em horários e datas que não interferem no
fluxo normal de trabalho da indústria;
12.5. Os colaboradores mais experientes controlam os que estão começando, de
acordo com suas funções;

12.6. Caso um colaborador não se adapte aos regimentos internos da empresa,


solicitamos que entre em contato direto com a diretoria.
12.7. Todos os treinamentos realizados são registrados;
12.8. Os aplicadores de treinamentos terceirizados devem se adequar a todas as
normas da empresa, marcando hora e data e divulgando o assunto a ser
treinado antecipadamente junto ao diretor da empresa.
12.9.
9. Planejamento e Execução do Treinamento

9.1 Cronograma Anual de Treinamento (CAT)

As necessidades de treinamentos são levantadas pelo responsável técnico e é


elaborado o CAT, incluindo também os treinamentos requeridos e não executados
no ano anterior;
Durante o ano podem ser incluídas ou excluídas às necessidades de treinamento e
o CAT poderá ser revisado, de acordo com as observações da liderança ou
determinações estratégicas da empresa;
No caso dos Treinamentos de Integração, semestralmente, é realizado o Plano
Semestral de Integração (PSI), conforme “Cronograma de Fechamento de Folha”,
disponibilizado pela Administração.

13. Registros de Treinamento


13.1. Após o término dos treinamentos internos, a participação é registrada em
uma planilha informatizada - Banco de Dados ;
13.2. Em caso de treinamento externo, o Colaborador recebe o “Relatório de
Treinamento” que será preenchido após a participação no curso e devolvido
ao gerente administrativo para registro do treinamento e arquivo.

14. Verificação de Eficácia de Treinamento


Considerações gerais: A Verificação de Eficácia de Treinamento é realizada em todos
os treinamentos Comportamentais, Técnicos e Sistema de Gestão da Qualidade.
Critérios para Verificação de Eficácia: O treinamento é considerado eficaz se entre
80% e 100%, responder como satisfatória as questões 01 e 02 do Relatório de
Verificação de Eficácia de Treinamento.

15. Resultados

Eficaz: O Treinamento será considerado eficaz e será dado como encerrado se a nota
e/ou avaliação estiver em conformidade com o respectivo indicador de resultado da
tabela de Verificação de Eficácia.

Ineficaz: O Treinamento será considerado ineficaz caso a nota e/ou avaliação for
menor do que o apontado no respectivo indicador de resultado da tabela de
Verificação de Eficácia. Caso o treinamento seja considerado ineficaz, será definido se
o programa será dado como encerrado ou reprogramado. Tudo dependerá da
necessidade identificada pelos envolvidos.

16. Corporativo
Anualmente, a responsável técnica juntamente com o gerente administrativo avalia
cada operação, através do preenchimento do formulário Pesquisa de Satisfação. Será
considerado como Satisfatória, se a avaliação geral for no mínimo nota 4,0.

17. Competência
Para garantir a competência dos colaboradores, além dos treinamentos
planejados, são exigidos, para os cargos que afetam diretamente a qualidade do
serviço, formação mínima (educação), habilidade e experiência (conforme Descrição
de Cargos).
 Os registros que comprovam tais requisitos são exigidos na admissão ou no
momento da transferência ou promoção e arquivados em prontuário do
colaborador.
 Além disso, anualmente, cada Colaborador é avaliado pelo gerente
administrativo, visando acompanhamento e avaliação do desempenho, através
do formulário de Avaliação de Competências que alimenta o Banco de Dados
de Avaliação de Competências dos Colaboradores.

15. Freqüência
 Semestralmente para integração, quando houver novas admissões de
colaboradores.
 Anualmente para renovação de conhecimentos.
Nome: Aprovação Nome:
Cargo: Cargo:
Elaboração Visto: E Visto:
Data: Liberação Data: