Você está na página 1de 2

DECISÃO

Vistos, etc.

Trata-se de TUTELA CAUTELAR EM CARÁTER ANTECEDENTE - PREPARATÓRIA


DE DISSÍDIO COLETIVO DE GREVE - ajuizada pela COMPANHIA DO METROPOLITANO DO
DISTRITO FEDERA - METRÔ/DF em face do SINDICATO DOS TRABALHADORES EM EMPRESAS
DE TRANSPORTES METROVIÁRIOS DO DISTRITO FEDERAL - SINDMETRÔ/DF.

Alega a requerente que por decisão da categoria profissional tomada em assembleia


realizada no último dia primeiro de maio do ano em curso, teve início a paralisação parcial das atividades a
partir da zero hora do dia seguinte, mantendo-se trabalhando, a partir de então, apenas 30% do efetivo de
empregados.

Aduz que a empresa requerente desenvolve atividade essencial e, assim, o montante de 30%
de empregados em atividade é "claramente" insuficiente para atender a demanda do usuário diário do metrô,
não garantindo, portanto, "um mínimo de dignidade à população do Distrito Federal durante o movimento
paredista".

Requer, assim, "seja concedida LIMINAR para manter assegurados os serviços mínimos do
transporte metroviário à população do Distrito Federal, com a mantença de 100% da frota e empregados no
horário de pico (6h00 às 10h00 - 16h00 às 20h00), 60% nos demais horários de todos empregados, sob pena
de multa diária no valor de R$ 300.000,00 (trezentos mil reais)".

A probabilidade do direito invocado estaria retratado nos argumentos deduzidos na peça


inicial e o perigo de dano estaria presente diante dos prejuízos causados aos usuários do transporte
metroviário do Distrito Federal, requisitos constantes do artigo 300 do NCPC que admitem o deferimento da
pretensão.

Vejamos.

A requerente desenvolve atividade de transporte coletivo de passageiros, classificada como


essencial, conforme disposto no artigo 10, inciso V, da Lei nº 7.783/1989 (Lei de Greve), sendo que essa
mesma lei referida, em seu artigo 11, estabelece que 'nos serviços ou atividades essenciais, os sindicatos, os
empregadores e os trabalhadores ficam obrigados, de comum acordo, a garantir, durante a greve, a prestação
dos serviços indispensáveis ao atendimento das necessidades inadiáveis da comunidade".

A greve referida pelo requerente, bem como os prejuízos sociais dela decorrentes, são fatos
públicos e notórios, divulgados na grande mídia escrita e televisionada do Distrito Federal.
Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: MARIA REGINA MACHADO GUIMARAES
http://pje.trt10.jus.br/segundograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19050312175128300000006667207
Número do processo: TutCautAnt-0000230-77.2019.5.10.0000
Número do documento: 19050312175128300000006667207 ID. f27e937 - Pág. 1
Data de Juntada: 03/05/2019 12:17
Assim, a paralisação da atividade essencial desenvolvida pela requerente, consistente no
transporte coletivo diário de milhares de passageiros, implica em prejuízo direto à população do Distrito
Federal, de molde a evidenciar a probabilidade do direito por elas invocado e o perigo de dano, nos termos
previstos no artigo 300 do NCPC.

Por tal razão, e buscando manter a coerência com precedente desta egrégia Corte (DCG
0000250-10.2015.5.10.0000, julgado em 08.11.2017), DEFIRO PARCIALMENTE a liminar requerida
para, nos horários considerados de pico (6h00 às 10h00 - 16h00 às 20h00) seja garantido o funcionamento de
80% (oitenta por cento) da frota e nos demais horários seja mantida em funcionamento 30% (trinta por cento)
da frota, sob pena de multa diária de R$ 100.000,00 (cem mil reais), enquanto durar a paralisação.

De molde a busca uma rápida solução ao litígio e, com isso, acabar com os transtornos e
prejuízos causados à população do DF em virtude do movimento paredista desencadeado, designo audiência
de para conciliação, a ser realizada no dia de hoje, 3 de maio do ano em curso (sexta-feira), às 17 horas e 30
minutos, no andar térreo do edifício SEDE deste egr. Regional, sala de sessões do Tribunal Pleno.

Intimem-se as partes, por oficial de justiça, com a máxima urgência, encaminhando-se ao


requerido a chave para visualização do processo no sistema Pje-JT, a fim de que tome ciência da petição
inicial.

Cientifique-se o d. Ministério Público do Trabalho.

Publique-se.

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: MARIA REGINA MACHADO GUIMARAES


http://pje.trt10.jus.br/segundograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19050312175128300000006667207
Número do processo: TutCautAnt-0000230-77.2019.5.10.0000
Número do documento: 19050312175128300000006667207 ID. f27e937 - Pág. 2
Data de Juntada: 03/05/2019 12:17

Interesses relacionados