Você está na página 1de 20

Processos de óxido-redução

Introdução

2 Fe + O2 + 2 H2O → 2 Fe(OH)2

2 Mg + O2 → 2 MgO
Introdução

Zn(s) + 2 HCl(aq) → H2(g) + ZnCl2(aq)

Zn + 2 H+ + 2Cl- → H2 + Zn2+ + 2Cl-

Zn(s) + 2 H+(aq) → H2(g) + Zn2+(aq)

Processo de óxido-redução
Introdução

Zn(s)→ Zn2+ + 2 e-
Semi-reações

2 H+ + 2 e- → H2(g)
Introdução

Podemos notar que, devido à transferência de elétrons,


ocorreu uma mudança na carga elétrica das espécies
químicas. Essas cargas elétricas são denominadas
número de oxidação (Nox).

O conhecimento do número de oxidação é de grande


importância para o entendimento dos processos de
óxido-redução (3).

Vamos agora estudar as maneiras de determiná-lo.


Introdução
Número de Oxidação (Nox)

No caso dos compostos iônicos, chama-se


Número de Oxidação (Nox) a própria carga
elétrica do íon, ou seja, o número de elétrons
que o átomo realmente perdeu ou ganhou.

No MgO (óxido de magnésio)


Mg+2: Nox = +2

O-2: Nox = -2
Introdução
Introdução

Nos compostos covalentes, não há um átomo


que perca e outro que ganhe elétrons, já que os
átomos estão apenas compartilhando elétrons.
Entretanto, podemos estender o conceito de
número de oxidação também para os compostos
covalentes.
Introdução

Dizendo que:

Seria a carga elétrica teórica que o átomo


iria adquirir se houvesse quebra da ligação
covalente, ficando os elétrons com o átomo
mais eletronegativo.
Introdução
Introdução

Por exemplo: No ácido clorídrico (HCℓ), o cloro


é mais eletronegativo que o hidrogênio e, em
consequência, atrai o par eletrônico covalente
para o seu lado.

δ-
δ+

H Cl H Cl
Introdução

δ-
δ+

H Cl
Exercícios de fixação

Determinar a estrutura de lewis


Definir o átomo central;

Ligar todos átomo com um ligação δ-


simples; δ+

Calcular os elétrons totais;


Cl 𝐻 = 2 𝑒−
Distribuir 8 e- para os átomos 𝑆 = 6 𝑒−
periféricos (menos para o H);
𝑂 = 6 𝑥 4 = 24 𝑒 −
Calcular a carga formal e estabilizar a 𝑇𝑜𝑡𝑎𝑙 = 32 𝑒 −
estrutura
Exercícios de fixação

Determinar a estrutura de lewis


Definir o átomo central;

Ligar todos átomo com um ligação δ-


simples; δ+

Calcular os elétrons totais;


Cl 𝐻 = 2 𝑒−
Distribuir 8 e- para os átomos 𝑆 = 6 𝑒−
periféricos (menos para o H);
𝑂 = 6 𝑥 4 = 24 𝑒 −
Calcular a carga formal e estabilizar a 𝑇𝑜𝑡𝑎𝑙 = 32 𝑒 −
estrutura
Exercícios de fixação

1
𝐶𝑓 = 𝑉 − (𝐿 + . 𝑆)
2

1 δ-
𝐶𝑓𝑆 = 6 − 0 + . 8 δ+
2
= 6 −4
= +2
Cl
1 1
𝐶𝑓𝑂 = 6 − 6 + . 2 𝐶𝑓𝑂 = 6 − 4 + . 4
2 2
= 6 −7 = 6 −6
= −1 =0
Exercícios de fixação

1
𝐶𝑓 = 𝑉 − (𝐿 + . 𝑆)
2

1 δ-
𝐶𝑓𝑆 = 6 − 0 + . 8 δ+
2
= 6 −4
= +2
Cl
1 1
𝐶𝑓𝑂 = 6 − 6 + . 2 𝐶𝑓𝑂 = 6 − 4 + . 4
2 2
= 6 −7 = 6 −6
= −1 =0
Exercícios de fixação

1
𝐶𝑓 = 𝑉 − (𝐿 + . 𝑆)
2

1 δ-
𝐶𝑓𝑆 = 6 − 0 + . 12 δ+
2
= 6 −6
=0
Cl
1 1
𝐶𝑓𝑂 = 6 − 4 + . 2 𝐶𝑓𝑂 = 6 − 4 + . 4
2 2
= 6 −6 = 6 −6
=0 =0
Exercícios de fixação

δ-
δ+

Cl
Exercícios de fixação

δ-
δ+

Cl
Exercícios de fixação

H2 S O4
δ-
+1 +6 -2
+2 +6 Cl -8 0