Você está na página 1de 3

Projeto Geométrico é o estudo da geometria de uma rodovia composto por

levantamentos topográficos e análises pertinentes.


Em resumo, o projeto geométrico consiste na apresentação de três elementos
essenciais para avaliação espacial da via projetada. De forma geral, são eles:
Planta: A planta constitui-se de uma vista “de cima” da faixa projetada;
Perfil longitudinal: Corresponde a um corte efetuado no eixo de projeto, no
mesmo sentido e com a mesma referência do estaqueamento da planta. Ou seja,
todos os elementos apresentados em planta, e que cortam ou fazem parte do
eixo estaqueado, aparecem neste perfil;
Seções transversais: Correspondem a cortes efetuados no terreno,
ortogonalmente ao eixo de projeto, nos pontos referidos no estaqueamento;
Diante disso, para elaborar um projeto geométrico de vias, um software deve ser
capaz de desenvolver as 3 fases citadas e, de preferência, de maneira integrada
para permitir a melhor compatibilização do projeto. Quando possível/viável, a
ferramentas de gerenciamento da obra são interessantes.
A terraplenagem relacionada às obras viárias terrestres é a operação destinada
a conformar o terreno existente as condições definidas em projeto. De maneira
geral ela engloba os serviços de corte, que é escavação de materiais, e de aterro,
que consiste na deposição e compactação de materiais escavados. A
conjugação desses dois serviços tem por finalidade proporcionar condições
geométricas compatíveis com o volume e tipo dos veículos que irão utilizar a
rodovia.
Assim, um software para desenvolver projetos de terraplenagem, desde a
concepção até a execução, deve realizar basicamente cálculo de volumes.
Volumes de aterro, volumes de cortes, volumes a serem escavados nas áreas
de empréstimo e, de forma mais completa, algumas funções gerenciais do
serviço como a divisão das etapas em cronogramas.
CAD
Desenho assistido por computador (DAC) ou CAD (do inglês: computer aided
design) é o nome genérico de sistemas computacionais (software) utilizados
pela engenharia, geologia, geografia, arquitetura e design para facilitar o projeto
e desenho técnicos. No caso do design, este pode estar ligado especificamente
a todas as suas vertentes (produtos como vestuário, eletroeletrônicos,
automobilísticos, etc.), de modo que os jargões de cada especialidade são
incorporados na interface de cada programa.
Um programa CAD é uma tecnologia computadorizada com foco no desenho do
produto e na documentação da fase de projeto, durante o processo de
engenharia. O CAD pode facilitar o processo de manufatura, transferindo
diagramas detalhados dos materiais utilizados nos produtos, processos,
tolerâncias e dimensionamentos. Isso pode ser usado tanto para produção do
2D e 3D, possibilitando a rotação em qualquer ângulo para todas as vistas,
quanto para a vista de dentro para fora.

A sigla CAD (Computer Aided Design) por definição é Desenho Assistido por
Computador (DAC), em português. Indispensável para o desenho técnico e
industrial atual, para criar, adaptar e otimizar projetos, ou seja, a tecnologia
focada no desenho de produtos é conhecida por CAD.
Com a demanda de se automatizar desenhos e projetos das mais diversas áreas
da ciência – Matemática, Engenharia Civil, Arquitetura, Mecânica, Agrimensura
entre outras- contou-se com o avanço tecnológico focado em desenhos
industriais, sendo o CAD uma dessas tecnologias. Outras formas de interação
homem-máquina, voltados para o desenho técnico são os CAM e CAE,
respectivamente manufatura assistida por computador e engenharia assistida
por computador.
Apesar de ter se tornada popular com o lançamento do AutoCAD, CAD é uma
sigla que representa a tecnologia do Projeto assistido por computador e não
somente um software comercial como é comum pensar. Existem diversos
softwares de Desenho Assistido por Computador. Esses softwares recebem
novas verões e atualizações quase anualmente, com ferramentas e funções
cada vez mais avançadas para enriquecer a facilitar o processo de criar e
modificar desenhos e projetos. A partir de agora deve ter ficado mais claro o que
é CAD para todos vocês. Em breve mais artigos para complementar os estudos
de CAD.
BIM
O Building Information Modeling (BIM), em português, Modelagem da
Informação da Construção, é o novo conceito quando se trata de projetos para
construções. Diferente do desenho usual em 2D, uma mera representação
planificada do que será construído, a modelagem com o conceito BIM trabalha
com modelos 3D mais fáceis de assimilar e mais fiéis ao produto final. Numa
comparação simples, seria como abandonar a ideia de fazer o planejamento
desenhando mapas e trabalhar diretamente com maquetes.
O projeto ideal realizado em BIM deve agregar todas as partes envolvidas no
planejamento de uma construção, fornecendo informações aprofundadas sobre
cada detalhe da construção e que podem ser utilizadas por todos os envolvidos,
desde engenheiros e arquitetos até planejadores e responsáveis pela compra de
materiais.
Em um software que aplique o conceito, vários profissionais podem trabalhar no
mesmo projeto ao mesmo tempo utilizando o mesmo arquivo, adicionando os
dados que competem à sua especialidade e vendo as atualizações no modelo
em tempo real.
Isso quer dizer que, ao se modelar uma parede usando o BIM, é possível
especificar parâmetros não apenas de espessura, comprimento e altura, mas
também, por exemplo, o material do qual será feita a parede, fabricantes de
materiais, custos, propriedades térmicas e acústicas, custos envolvidos, dentre
outras possibilidades.