Você está na página 1de 13

Escola Humaniversidade Holística

Orientações Importantes para


As Práticas Laboratoriais

“O que é ser um terapeuta


Aquele que trabalha com as mãos é um artesão!
Aquele que trabalha com a mente é um sábio!
Aquele que trabalha com a inspiração é um artista!
Aquele que trabalha com a técnica é um profissional!
Aquele que trabalha com a intuição é um místico!
Aquele que trabalha com o coração é um espiritualista!
Aquele que trabalha com as mãos, mente, inspiração, técnica, intuição e com o coração é
um terapeuta.”
Otávio Leal (Dhyan Prem)

SUPERVISORES DAS PRÁTICAS LABORATORIAIS:


Responsáveis por orientar o aluno no estágio, instrumentalizando-o para desenvolver
formas de raciocínio e segurança na condução da Terapia Corporal, além de manter o
ambiente harmonioso e silencioso.
Adalberto Baptista
Gilson Giombeli
Iara Rita de Godoi
João Julio Diogo de Almeida
Luciana Sumie
Marcos Rogerio Marchi
Vanderlei Aparecido Grott

REGRAS E NORMAS A SEREM OBSERVADAS PARA O ESTÁGIO

Para que haja um bom aproveitamento nos estágios, pedimos a todos que colaborem e
participem observando alguns itens importantes:

O estágio deve ser cumprido durante o curso, considerando a carga horária de: 50horas no
módulo I, 50 horas no módulo II e 80 horas no módulo III.

É exigido o cumprimento de um mínimo de 50% das horas de estágio para a aprovação


em cada módulo e consequentemente, para dar sequência ao curso.

Humaniversidade Holística 1
Horário:

Atendimentos com os estagiários


Manhã: 08h00 às 12h00
Massagem 6ª feira Tarde: 14h00 às 18h00 R$ 30,00
Noite: 18h00 às 22h00
Manhã: 08h00 às 12h00
Acupuntura 6ª feira R$ 30,00
Noite: 19h00 às 22h00

Obs: Pontualidade é essencial!

Para o atendimento você precisará:

 Vir vestido com roupas brancas, confortáveis e discretas. Lembre-se que as roupas mais
sóbrias transmitem profissionalismo e comprometimento.
 Trazer seu kit para massagem, que deverá conter: óleo ou creme, dois lençóis, cobertor
(para os dias frios), uma fronha, toalhas ou fraldas, um borrifador com álcool ou lenços
umedecidos.
 Se for utilizar moxa, ventosa, cromoterapia e auriculopuntura; trazer o material necessário.
 O material de auriculopuntura e acupuntura deve estar dentro de um recipiente de metal
apropriado e deve conter luvas descartáveis e algodão.
Usar o material esterilizado e trocar lençóis, toalhas, etc; quando mudar de cliente.

Material Didático:

Uma pasta que tenha material de apoio como: as orientações para o atendimento no estágio,
meridianos destacando os principais pontos, ficha de anamnese, pulso/ língua, reflexologia,
leitura corporal e outros métodos de avaliação.

Avaliação escrita:

Todo aluno fará uso de uma ficha de avaliação energética (ficha de anamnese). Cada um
deverá controlar o tempo da entrevista para que possa desenvolver um bom atendimento
desde a primeira sessão.
A ficha de avaliação do cliente deverá ser devolvida para o coordenador do estágio quando
terminar a sessão. Esta permanecerá numa pasta, juntamente com o prontuário de cada
estagiário e os relatórios de cada sessão aplicada.
O estagiário deverá fazer um resumo, no seu caderno de estágio, com os principais dados do
seu cliente para que possa desenvolver, para a próxima sessão, uma estratégia de
atendimento.

Como proceder com seus clientes:

Não falar consulta e sim sessão.


Não falar paciente e sim cliente.
Não falar tratamento e sim processo terapêutico.
Use sempre as palavras: ótimo e excelente para exaltar algo ou lidar com alguma objeção do
cliente.
Focar nas queixas do cliente.
Mostrar para o cliente confiança e credibilidade.
Receber o cliente com GENTILEZA E BOM HUMOR, quebre o gelo com perguntas como: Foi
fácil encontrar o endereço? Você já conhece nosso trabalho? Já conhecia nossa escola?
Humaniversidade Holística 2
Dar sempre informações objetivas.
Perguntar para seu cliente: Você tem o costume de investir tempo em você?

Orientação para marcar as sessões por telefone:

Seja Profissional ao marcar a sessão com seu cliente, você é responsável por isso. A partir da
primeira sessão, registre os telefones para que mantenha contato direto com seu cliente, em
caso de atrasos ou impossibilidade de atender.

1º Apresentação: “Sou aluno da HH... Sr/ Sra deixou seu nome mostrando interesse em
participar do nosso ambulatório/estágio, o Sr/Sra ainda está interessado?
2º Se sim verifique a preferência do horário com o cliente, oriente sobre o número de sessões,
valores e vestuário;
3º Certifique-se que o cliente esteja comprometido em comparecer à sessão e avise, com
antecedência, caso tenha algum imprevisto.
4º Deixe seu telefone para contato;
5º Caso o cliente não tenha interesse em participar pergunte (de maneira calma) o porquê e
argumente, sendo objetivo, o quanto especial é este trabalho e o quanto ele pode se beneficiar
com os atendimentos.

O silêncio é fundamental nas dependências da escola.

Conduta terapêutica a ser desenvolvida

Reler o texto “Atitude do terapeuta”, onde estão destacados os itens principais:


 Atitude Interior
 Desejo
 Julgamentos e Preconceitos
 Compaixão e Amor
 Transmutação
 Atitude Exterior
 Profissionalismo
 Ética
 Neutralidade
 Seja ÓTIMO no que você faz, assim se tornará um EXCELENTE profissional.

Controlar tom de voz durante todo o trabalho, buscando manter a harmonia do ambiente. Evitar
conversas desnecessárias.
Manter os celulares desligados e orientar, também seu cliente sobre isso.
Ao entrar e sair da sala de estágio procurar ser cuidadoso para não atrapalhar os demais
colegas. Não bata portas nem as esqueça abertas. Ao sair da sala, lembre-se de calçar os
sapatos; não ande descalço ou de meias nas escadas e corredores da escola para manter as
salas de aula e de atendimentos sempre limpas.

Seja consciente

Fazer uma harmonização interna antes de começar o atendimento.


Ser sempre gentil e amoroso com seu cliente, demonstrando segurança e respeitando os limites
do mesmo.
Não deixar cair suor sobre o cliente (usar uma toalhinha pessoal). Observar sua postura e sua
respiração durante todo o atendimento.
Humaniversidade Holística 3
Cuidar da higiene pessoal e do hálito, lembre-se, você estará muito próximo do cliente durante
todo o atendimento.
Pontualidade é extremamente importante, controle seu tempo entre preencher a ficha e o
atendimento para não ultrapassar o tempo determinado para cada sessão e não atrapalhar o
andamento do estágio.
Aguardar orientação do coordenador para entrar com o cliente na troca de cada período.
Disponibilizar sem muita demora o local de trabalho para outro estagiário, caso não vá mais
utilizá-lo.

Harmonização do Ambiente:

Todo o estagiário tem como responsabilidade, ajudar a arrumar adequadamente os colchonetes


e o ambiente para que o mesmo fique harmônico, seguindo a orientação do professor
responsável.
Mantenha o local do seu atendimento organizado, não deixe seu material espalhado,
atrapalhando os demais colegas que compartilham o mesmo espaço.
Deixar a área o mais livre possível e observar que o espaço ficará mais harmonizado se cada
estagiário colaborar (procure utilizar os armários ou almoxarifado para guardar seus pertences
não necessários durante a prática).

Procedimentos para o atendimento:

O estagiário deverá tomar cuidados especiais em seus atendimentos. Ex: prender cabelos
compridos, vestir-se adequadamente com roupas brancas e limpas (evitar decotes ou peças
que marquem através da roupa), manter a higiene pessoal é fundamental (banho tomado, mãos
e pés limpos, bom hálito, as unhas curtas e tirar metais como relógios, brincos, anéis, etc.).
Arrumar o local do atendimento antecipadamente mantendo o ambiente arejado. Se a
temperatura estiver muito fria, utilizar aquecedor, lençol térmico ou cobertor.
Na primeira sessão, fazer a ficha de avaliação (anamnese) e uma massagem para reconhecer o
estado do corpo e da energia do cliente, já especificando uma conduta e uma sequencia para o
processo terapêutico (objetivo). O estagiário deverá pesquisar os dados do cliente ao longo da
semana e devolver para o professor, as anotações feitas e a conduta escolhida.
Em todas as sessões, deverá fazer um relatório onde constará tudo o que foi realizado (técnicas
auxiliares, tipo de massagem e pontos utilizados) e o que o cliente relatar.
Para fazer uma verificação geral, use os métodos de diagnóstico: pulsologia, pontos de
assentamento, reflexologia, etc. Utilize o que você se sentir mais apto a aplicar.
Em caso de dúvidas, solicite o professor e junto com o mesmo, avalie qual a melhor forma de
proceder.
Fazer “cabaninha” com lençol para que o cliente não fique constrangido ao tirar a roupa. Pedir
para tirar brincos, anéis, relógios, etc...
Cobrir o cliente adequadamente para não deixá-lo exposto (os cuidados com os clientes são
sempre muito importantes).
Fazer uma seqüência de massagem coerente, com pressão firme, seguindo sempre trajetos de
meridianos, utilizando pontos indicados, alongamento e respiração.
Pedir para o cliente ficar com os olhos abertos e consciente, prestar atenção na respiração
durante as manobras profundas. Isso proporcionará segurança para o mesmo.
Usar técnicas auxiliares, se necessário, como: cromoterapia, aurículopuntura, moxabustão,
ventosa, quiropraxia, florais, compressas, entre outras. (na dúvida, peça orientação ao
professor).
Evitar perder o foco prestando atenção nas coisas que acontecem a sua volta. Concentre-se e
esteja atento ao corpo do seu cliente durante a sessão.
Terminar sempre a sessão com uma energização (reiki, calatonia, etc.).

Humaniversidade Holística 4
Prestar atenção no tempo de duração do seu atendimento, finalizando 10 min antes do término
do período.
Indicar exercícios ao cliente: alongamentos, respiração, florais, etc.
Marcar a próxima sessão com seu cliente, trocando os telefones, para no caso de acontecer um
imprevisto, ter como entrar em contato. (trabalhar responsabilidade e compromisso entre
terapeuta/cliente).

Número de sessões:

Cada estagiário acompanhará o cliente durante quatro a seis sessões, no máximo. Ao término
das sessões, o cliente poderá optar em continuar com outro estagiário.
È importante entrar em contato antecipadamente com seu cliente confirmando seu
comparecimento para que não se desloque à toa. Caso tenha vindo e o seu cliente não, verifique
se há clientes esperando, para que você possa atender.

Como cobrar:

A cobrança do valor estipulado será efetuada antecipadamente na recepção, onde o cliente irá
retirar uma comanda de atendimento. Se o cliente preferir, poderá deixar pagas as próximas
sessões, isso o motivará a comparecer nas próximas sessões.

Promoção de Estágio:

Todo aluno tem o dever de promover e indicar os atendimentos de estágio da escola, para que
sempre haja clientes suficientes se beneficiando dessa maravilhosa atividade.

Finalização do estágio:

Ao término de cada sessão entregar ao professor sua ficha de controle de estágio para ser
rubricado e, se ainda não o tiver feito, assinar a ata de presença.
Obrigada por sua participação e dedicação em querer ampliar e amadurecer seu conhecimento
junto à prática de estágio oferecido por nós.
Importante lembrarmos que para o bom andamento de um trabalho em grupo, bem como a
manutenção de um convívio social saudável, é necessário que haja cooperação, bom senso,
educação e respeito. Assim, aproveitaremos da melhor maneira este período, aprofundando o
nosso aprendizado e o mantendo um relacionamento harmônico.

Outras possibilidades de estágio:

 Acontece toda 6ª feira, das 8h00 às 10h00, sob a supervisão do professor Gilson, o grupo
de Deficientes Visuais (DEVIS). O auxílio nas práticas com os Devis, pode ser vivenciado,
por 4 horas de estágio para os alunos do curso Técnico. Vocês precisarão se inscrever, no
departamento acadêmico, com 1 semana de antecedência, pois só há 5 vagas para
estagiários por 6ª feira. Importante lembrar que isto não quer dizer que vocês não possam
participar livremente desta atividade com os devis, que possibilita a ampliação da sua
formação como terapeuta, capaz de perceber o mundo com sua amplitude e diversidade.
 Sob a supervisão dos professores Gilson e Vanderlei, acontece, em 1 domingo por mês, o
estágio em Cotia, com os idosos. Os alunos do curso técnico podem fazer 8 horas no
módulo I e 8 horas no módulo II.
 Eventualmente acontecem feiras na cidade, como a de Gestantes, Bebês e Crianças, que
são oportunidades interessantes para um outro tipo de experiência e por isso, quando elas
acontecerem, vocês serão avisados e a sua participação poderá contar por 8 horas de
estágio.

PROCEDIMENTOS PARA A DIAGNOSE

Humaniversidade Holística 5
Diagnose é um conjunto de procedimentos, características ou sinais.

 Ficha de ananmnese – avaliação energética

1. Dados pessoais.
2. Dados investigatórios e históricos anterior.
3. Dados físicos.
4. Dados emocionais.
5. Dados das características do pulso, língua e pontos de comando.
6. Traçar uma forma de intervenção terapêutica  Pontos, Massagem (seqüência), Técnicas
auxiliares.

ATENÇÃO: Ao término da ficha fazer um resumo das principais queixas.

1. Ex: Daniela, 20 anos, solteira, apresenta...


2. Dores ou patologias físicas e há quanto tempo as tem.
3. Dados emocionais, e há quanto tempo os tem e constância.
4. Dados dos sinais de pulso, língua e outros métodos.
5. Procedimento utilizado para intervenção terapêutica.

Obs: Lembre-se de focar na insatisfação do cliente e observe o todo.

OBSERVAR NO CLIENTE:

 Tom de voz
 Postura do cliente
 Possíveis sinais da pele, unhas, olhos e rosto
 Possíveis tiques
 O andar
 Leitura do corpo
 Tamanho do cliente (pequeno, médio, grande), tônus muscular, peso, altura, coloração e
manchas da pele.

ORIENTAÇÃO AO CLIENTE:

 Cuidar da alimentação
 Tomar bastante água
 Realizar exercícios respiratórios diariamente
 Avisar que ele pode sentir possíveis dores musculares por causa da massagem e que seus
intestinos podem alterar-se.

TIPOS DE AVALIAÇÃO ENERGÉTICA

No pulso devemos observar:

1- Colocar o cliente sentado no colchonete de forma confortável, com os braços flexionados


sobre uma almofada (que deve estar no colo dele) na altura do coração.
2- Ao mensurar o pulso sempre começar posicionando o dedo médio no ponto P8
3- Verificar a intensidade, ritmo e fluxo do pulso, se a pessoa é Yin ou Yang.
4- Mensurar primeiro o pulso profundo para verificar os órgãos yin.
5- Mensurar segundo o pulso superficial para verificar as vísceras yang.

Na Língua devemos observar:

Humaniversidade Holística 6
1- Observar primeiro a cor, movimento e projeção, pois o esforço pode fazer com que o língua
mude estas características.
2- Observar a saburra e marcas nas línguas e por fim se há alguma alteração no corpo da língua.
3- Se a língua apresentar alguma marca ou cor estranha, questionar ao cliente se comeu algo
que pudesse manchá-la ou se houve alguma lesão.

Na Reflexologia devemos observar:

1- Ao começar verifique se há alguma marca, inchaço, rachaduras ou alteração de cor e se


houver verificar no mapa e questionar ao cliente se ocorreu algo que caracteriza aquelas
mudanças.
2- Higienizar o pé com solução anti-séptica.
3- Começar pela área dos dedos, aumentar gradativamente a pressão durante a massagem,
observando a resistência do cliente.
4- Não esquecer de fazer alongamentos.

Na Leitura Corporal devemos observar:

1- O aspecto postural; se há algum desvio prestando maior atenção nos detalhes.


2-As expressões fisignômicas do cliente, a coloração da pele e sua condição energética geral.
3- As 4 posições básicas:
- bípede (em pé)
- anfíbia ou fetal
- quadrúpedes (seis apoios)
- réptil (frente e trás)

Nos Pontos de Alarme devemos observar:

1- O grau de tonicidade e maleabilidade do ponto.


2- O aspecto geral em termos de temperatura e coloração da área.
3- A resistência ao toque do terapeuta (força de oposição).
4- A natureza da dor (aguda /difusa / de presença).

Nos Pontos de Assentamento devemos observar:

1- O aspecto da região onde se situa o ponto (tríade).


2- Alterações vertebrais na adjacência do ponto.
3- A condição de maleabilidade do ponto referente.

QUADRO EMOCIONAL

YANG – PLENITUDE DE YIN – FALTA DE ENERGIA EQUILIBRIO


ENERGIA EMOCIONAL EMOCIONAL (vazio)
(estagnação)
MADEIRA . Raiva e Irritabilidade . Apatia Atitude
. Ciúme . Falta de Garra
Correta
(F, VB) . Mau humor . Insatisfação
. Saco cheio
. Ressentimento
Ministro da
. Inveja
defesa
FOGO . Excitação . Deprimido Criatividade
. Arrogância . Fadiga
e
(C, ID, CS, TA) . Histeria . Confusão Mental
. Euforia . Falta alegria Alegria
. Hiper-atividade mental . Falta Iniciativa
Ministro
. Distraído/ Desligado . Desânimo
supremo . Emotivo

Humaniversidade Holística 7
METAL . Angustia . Dificuldades em relacionar-se Gratidão/
. Intolerante . Humilhação
Sentir-se
(P, IG) . Sensível a criticas . Melancolia
. Apego . Tristeza Pleno
. Não se expõe . Dificuldade em respirar
Ministro da
. Falta de vontade
justiça . Magoa
ÁGUA . Inquieto . Apego ao passado Sabedoria/
. Imprudência . Pessimismo
Coragem
(R, B) . Autoritarismo . Medo
. Detalhista . Insegurança
. Age sem pensar . Falta de vontade
Ministro do
. Impulsos Inconseqüentes . Falta de coragem
trabalho . Não suporta pressão
TERRA . Ansiedade . Dificuldade em digerir Centrado
. Desconfiança excessiva emoções
(E, BP) . Pensamentos Obsessivos . Sonolência
. Preocupação
. Depressão Física
Ministro da
. Falta de memória
economia

OBSERVAÇÕES IMPORTANTES DURANTE A AVALIAÇÃO ENERGÉTICA

1. INSPEÇÃO:
OBSERVAÇÃO DA FACE, OLHOS, POSTURA, TOM DA VOZ, ETC.tom da voz etc.
2. CABEÇA:

CABELOS:
QUEDA DE CABELOS
(DEF. DE XUE)
CABELOS BRANCOS
(DECLÍNIO DO JING)
CABELOS ENFRAQUECIDOS
(DEF. DE QI DO PULMÃO)
OLHOS:
LACRIMEJANTES, FOTOFOBIA, OLHOS
(DEF. XUE DO FÍGADO)
VERMELHOS, VISÃO TURVA
OLHOS VERMELHOS, EDEMA, DOR
(FOGO DO FÍGADO)
OUVIDOS:
DIMINUIÇÃO DA AUDIÇÃO REPENTINA (É UMA CONDIÇÃO DE CHEIO DO MESMO
TIPO QUE O ZUMBIDO)
DIMINUIÇÃO GRADUAL (CONDIÇÃO DE VAZIO SENDO DEF. DE RIM
E TAMBÉM PODENDO SER DEF. DE XUE DO
CORAÇÃO, DEF. DE QI DO AQUECEDOR
SUPERIOR, DEF. DO YANG QI)

NARIZ:
CORIZA BRANCA FINA (CONDIÇÃO DE FRIO)
CORIZA GROSSA AMARELA (CONDIÇÃO DE CALOR)
SANGRAMENTO NASAL (CALOR NO XUE DO FÍGADO)
VERTIGEM:
LEVE:
OFUSCAÇÃO DA VISTA, APATIA, (DEF. DE YIN DO FÍGADO E RIM)
CANSAÇO NOS JOELHOS, ZUMBIDO,
ESPERMATORRÉIA, CANSAÇO LOMBAR

PALPITAÇÃO, INSÔNIA, ASTENIA, (DEF. DE QI E XUE DO CORAÇÃO E BAÇO)


INAPETÊNCIA LÁBIOS PÁLIDOS
SEVERA:
AGITAÇÃO, INSÔNIA, BOCA AMARGA, (PLENITUDE CAUSADA PELO VENTO DO
ABUNDÂNCIA DE SONHOSCABEÇA FÍGADO).

PESADA, PEITO OPRIMIDO, NÁUSEAS (ACÚMULO DE MUCOSIDADE QUE VÃO


Humaniversidade Holística 8
OBSTRUIR A CIRCULAÇÃO DE QI PURO).

SANGRAMENTO GENGIVAL (CALOR NO ESTOMAGO)


AFTAS (CALOR NO E OU FOGO DO CORAÇÃO)
LÁBIOS (DEF. DE XUE)(PRESENÇA DE CALOR)
PÁLIDOS
LÁBIOS VERMELHOS (PRESENÇA DE CALOR)
DENTES: FORTES OU FRACOS (ESTÃO RELACIONADOS COM O YIN DO RIM)
BRUXISMO (CALOR NO ESTOMAGO OU INFESTAÇÃO DE
VERMES)
GARGANTA:
VERMELHA, INCHADA, DOLORIDA (ACÚMULO DE CALOR NO PULMÃO E NO
ESTOMAGO)
VERMELHO-VIVO POUCO DOLORIDA (VAZIO DE YIN)
DORES DE CABEÇA: OBSERVAR O LOCAL DA DOR, HORÁRIO DA
DOR, O QUE PIORA O QUE MELHORA.
INÍCIO RECENTE DE CURTA DURAÇÃO (ENTRADA DE VENTO-FRIO)
INÍCIO GRADUAL (TIPO ANTERIOR)
DURANTE O DIA (DEF. DE QI OU YANG)
DURANTE A NOITE (DEF. DE YIN OU SANGUE)
NA NUCA (MERID. ID e BE PODE SER INVASÃO
EXTERIOR DE VENTO-FRIO OU INTERIOR
DEF. DE RIM)
FRONTAL CALOR DO ESTOMAGO OU DEF. DE XUE)
TEMPORAL (MERID. TA E VB – ENTRADA DE VENTO-
FRIO EXTERIOR OU VENTO-CALOR OU
AUMENTO DO FOGO DA VB OU DO FÍGADO)
VÉRTICE (DEF. DE SANGUE DO FÍGADO)
CABEÇA INTEIRA (INVASÃO EXTERIOR DE VENTO-FRIO)
DOR COM PESO (UMIDADE)
DOR NO INTERIOR LESANDO O CÉREBRO (DEF. DO RIM)
DOR PULSANTE (AUMENTO DO YANG DO F)
DOR MAÇANTE (ESTASE DE SANGUE)
MELHORA PELO REPOUSO (DEF. DE QI)
AGRAVA PELO FRIO (PADRÃO DE FRIO)
AGRAVA PELO CALOR (PADRÃO DE CALOR)
DOR COM AVERSÃO AO VENTO OU FRIO (INVASÃO EXTERIOR)
SEDE:
MUITA SEDE (CALOR COM DIMINUIÇÃO DE LÍQUIDOS –
JING YE)
SEDE SEM DESEJOS DE LÍQUIDOS (CALOR – UMIDADE)
SEDE COM INGESTÃO DE LÍQUIDOS (DEF. DE YIN)
LENTAMENTE
AUSÊNCIA DE SEDE (PADRÃO DE FRIO)

SUDORESE: O SUOR É O LÍQUIDO DO CORAÇÃO QUE É


LIBERADO PELO YANG QI, É ENCONTRADO
EM ATAQUES EXTERNOS, ISTO É,
SINDROMES DE SUPERFÍCIE E EM LESÕES
INTERNAS.
SUDORESE ESPONTÂNEA (DEF. DE QI)
SUDORESE DIURNA (DEF. DE YANG)
SUDORESE NOTURNA (DEF. DE YIN)
SUDORESE PROFUSA E FRIA EM (COLAPSO DO YANG)
PATOLOGIA SEVERA
LOCAIS DO CORPO COM SUDORESE:
CABEÇA: (CALOR NO ESTOMAGO OU CALOR-
UMIDADE)
SUDORESE OLEOSA NA TESTA (COLAPSO DO YANG)
SUDORESE SOMENTE NOS MEMBROS (DEF. DO E ESTÔMAGO BAÇO)
SUDORESE SOMENTE NAS MÂOS (DEF. DE QI DO PULMÃO)
SUDORESE NO CORPO INTEIRO (DEF. DE QI DO P)
SUDORESE NOS 5 CENTROS, PALMAS (DEF. DE YIN)
DAS MAÕS, PÉS E TÓRAX
GOSTOS NA BOCA:
Humaniversidade Holística 9
AMARGO (CALOR, LIGADO À PLENITUDE DE F E VB)
DOCE (BAÇO E ESTÃO QUENTE E ÚMIDO)
AZEDO (ESTAGNAÇÃO DE ALIMENTOS)
3. RESPIRAÇÃO:
SONS RESPIRATÓRIOS: RESPIRAÇÃO FRACA (DEF. DE QI DO P E
RIM)
RESPIRAÇÃO DESIGUAL E SONORA (PLENITUDE-CALOR)
OPRESSÃO NO PEITO COM SUSPIROS (ESTAGNAÇÃO DE QI DO FÍGADO)
TOSSE (O QI DO PULMÃO NÃO DESCENDE)
TOSSE COM CATARRO CLARO (UMIDADE-FRIO)
TOSSE COM CATARRO AMARELO OU (UMIDADE-CALOR)
VERDE
TOSSE SECA (DEF. DE YIN)
SOLUÇO FORTE CALOR-PLENITUDE)
SOLUÇO ABAFADO E LONGO FRIO-VAZIO)
SOLUÇOS EM DOENÇA CRÔNICA (DEF. DO QI DI E, ESTADO CRÍTICO)
4. CARDIOVASCULAR: AFERIR A PRESSÃO ARTERIAL, O TÓRAX
ESTA SOB INFLUÊNCIA DO CORAÇÃO,
ESTÔMAGO E PULMÃO
DOR NO TÓRAX (QUASE SEMPRE ESTASE DE SANGUE NO C,
POR DEF. DE YANG)
5. DIGESTÃO:
APETITE NORMAL, EXAGERADO (CALOR NO E)
DIMINUIDO (DEF. DE BAÇO e E)
HÁBITOS ALIMENTARES:
DESEJOS POR ALIMENTOS FRIOS (CALOR)
DESEJOS POR ALIMENTOS QUENTES (FRIO)
SONOLÊNCIA APÓS AS REFEIÇÕES (DEF. DO QI DO BAÇO)
EMPACHAMENTO APÓS AS REFEIÇÕES (DEF. DE QI DO BAÇO)
QUEIMAÇÃO (CALOR NO E)
ARROTOS (INVERSÃO DO QI DO E, ESTAGNAÇÃO DE
ALIMENTOS)
6. URINA:
COR
CHEIRO
NÚMERO DE VEZES AO DIA E À NOITE
ENURESE NOTURNA (DEF. DO RIM)
RETENÇÃO DA URINA (CALOR-UMIDADE NA BEXIGA)
URINA FREQUENTE E ABUNDANTE (DEF. DO RIM)
URINA FREQUENTE E ESCASSA (DEF. DE QI)
DOR ANTES DE URINAR (ESTAGNAÇÃO DO QI NO AQUECEDOR
INFERIOR)
DOR DURANTE A MICÇÃO (CALOR NA BEXIGA)
DOR APÓS A MICÇÃO (DEF. DE QI)
7. FEZES:

Humaniversidade Holística 10
FEZES NORMAIS: DIÁRIAS, PASTOSA, (A PARTIR DA NORMALIDADE VOCE
CILÍNDRICA, MARRON, FLUTUA NO VASO
DESENVOLVE O INTERROGATÓRIO).
SANITÁRIO E SÃO ELIMINADAS COM
FACILIDADE
CONSTIPAÇÃO
AGUDA: SEDE, SABURRA AMARELA, E (CALOR NO ESTÔMAGO E INTESTINOS)
SECA
CONSTIPAÇÃO DOS IDOSOS (DEFICIÊNCIA DE QI)
CONSTIPAÇÃO PÓS-PARTO (DEF. DE XUE)
CONSTIPAÇÃO COM FEZES EM CÍBALAS (ESTAG. DE QI DO FÍGADO E CALOR NOS
INTESTINOS).
CONSTIPAÇÃO COM DOR ABDOMINAL (FRIO INTERIOR, DEF. DE YANG)
CONSTIPAÇÃO COM FEZES SECAS E (DEF. DE YIN DO RIM E ESTÔMAGO)
AUSÊNCIA DE SEDE
CONSTIPAÇÃO ALTERNANDO COM (DESARMONIA DE F E BAÇO)
DIARRÉIA
DIARRÉIA
COM DOR (ENVOLVIMENTO DO F COM PRESENÇA DE
CALOR)
COM CHEIRO PÚTRIDO (CALOR)
SEM CHEIRO (FRIO)
CRÔNICA (DEF. DE YANG DE R E OU BAÇO)
CRÔNICA PELA MANHÃ (DEF. DE YANG DE RIM)
COM MUCO (UMIDADE NOS INTESTINOS)
COM ALIMENTOS NÃO DIGERIDOS (DEF. DE QI DO BAÇO)
ENTERORRAGIA – HEMORRAGIA (UMIDADE-CALOR NOS INTESTINOS).
INTESTINAL
SENSAÇÃO DE QUEIMAÇÃO NO ÂNUS (CALOR)
FEZES FREQUENTES, MAS NÃO (DEF. DE QI DO E ESTÔMAGO E BAÇO)
TOTALMENTE LÍQUIDAS
BORBORIGMOS COM DIARRÉIA (DEF. DE QI DO BAÇO)
BORBORIGMOS C/DISTENSÃO ABDOM. E (ESTAG. DE QI DO F)
AUSÊNCIA DE FEZES LÍQUIDAS
FLATULÊNCIA (GERALMENTE ESTAG. DO QI DO F, COM
ODOR PÚTRIDO É CALOR-UMIDADE, SE NÃO
HOUVER ODOR É DEF. DO YANG DO BAÇO).
8. SONO:
DIFICULDADE PARA CONCILIAR O SONO (DEF DE SANGUE DO C)
DIFICULDADE PARA MANUTENÇÃO DO (DEF. DE YIN DO RIM)
SONO
MUITOS SONHOS (ESTAG. DO QI DO F)
PESADELOS (FOGO NO F OU C)
SONO AGITADO COM SONHOS (RETENÇÃO DE ALIMENTOS)
CAMINHAR LOGO CEDO E DORMIR (DEF. DE VB)
NOVAMENTE
INSÔNIA DEF. DE XUE E DEF. DE YIN)

Humaniversidade Holística 11
9. DORES: PERGUNTAR O LOCAL E EXPLORAR AO
MÁXIMO HORÁRIO, COM O QUE PIORA OU
MELHORA.
CÃIMBRAS (DEF. DE XUE DO F)
PÉS FRIOS (DEF. DE YANG DO RIM)
MÃOS FRIAS (DEF. DE YANG DO C)
CALOR NOS CINCO CENTROS (DEF. DE YIN)
NÁDEGAS FRIAS (DEF. DE YANG DO RIM)
10. CIRURGIAS JÁ REALIZADAS, DOENÇAS IMPORTANTES, E MEDICAMENTOS EM USO.
11. CONDIÇÃO GINECOLÓGICA:
MENARCA, MENOPAUSA, ESTERECTOMIA, USO DE ANTICONCEPCIONAIS, GESTAÇÕES,
TIPOS DE PARTOS, AMAMENTAÇÃO, LIBIDO, EXPLORE A TPM (IRRITABILIDADE, SEIOS
DOLORIDOS, INSÔNIA, ETC).
MENSTRUAÇÃO - CICLO NORMAL = 28 DIAS.
CICLO MAIOR QUE 28 DIAS - LONGO (DEF. DE XUE OU ESTAG. DE XUE OU FRIO)
CICLO MENOR QUE 28 DIAS CURTO (CALOR NO XUE OU DEF. DE QI)
DOR ANTES DA MENSTRUAÇÃO (ESTAG. DE QI OU XUE)
DOR DURANTE A MENSTRUAÇÃO (CALOR NO XUE OU ESTAG. PELO FRIO)
DOR APÓS A MENSTRUAÇÃO (DEF. DE XUE).
LEUCORRÉIA (BRANCA É POR FRIO, AMARELA É CALOR
SEMPRE INDICANDO UMIDADE).
DUM (DATA DA ÚLTIMA MENSTRUAÇÃO, ANOTÁ-
LA PARA CONTROLE DOS SINTOMAS)
LÍNGUA:
CORPO (COR, TAMANHO, CONTORNO, MOBILIDADE).
COBERTURA (COR, UMIDADE, ESPESSURA)

12. PULSO:
ESQUERDO DIREITO
POSIÇÃO PROFUND
SUPERFICIAL PROFUNDO SUPERFICIAL
O

C ID P IG
POLEGAR

BARREIR F VB BP E
A
3ª PÉ R B CS TA

PULSOLOGIA

Nível Qi defensivo
- flutuante-rápido (invasão de vento-calor exterior)
- vento-calor
- encharcado-lento (deficiencia de Qi por umidade)
- umidade-calor
- flutuante-rápido (vento-calor)
- secura-calor
- encharcado rápido (umidade-calor)
- calor do verão
Nível Qi - deslizante-rápido (umidade-calor ou fleuma-calor)
- calor no pulmão - transbordante-rápido (calor por plenitude)
- calor no estômago - profundo-cheio-rápido (calor no interior,calor por
- secura-calor nos intestinos plenitude)
- calor na vesícula-biliar - em corda-rápido (fogo do Fígado)
- umidade-calor no estômago e baço - encharcado-rápido (calor e umidade)
Nível Qi nutritivo
- fino-rápido (deficiência de yin, calor-vazio)
- calor no nível Qi nutritivo
- fino-rápido (deficiência de yin, calor-vazio)
- calor no pericárdio
Nível do sangue - em corda-rápido (fogo do Fígado)
- calor vitorioso movendo o sangue - em corda-rápido (fogo do Fígado)
- calor vitorioso agitando o vento - fino-rápido (deficiência de yin, calor-vazio)
Humaniversidade Holística 12
- vento por vazio agitando-se no - mínimo-rápido (deficiência de yin com calor-vazio)
interior - escondido-lento-disperso (frio interior, grave def. yang
- colapso de yin e Qi)
- colapso de yang
Profundidade = flutuante, escondido, firme, em couro
Freqüência = lento, rápido, compassado, acelerado, móvel
Força = vazio, cheio, fraco, disperso
Tamanho = grande, transbordante, fino, mínimo
Comprimento = longo, curto, móvel
Forma = deslizante, áspero, em corda, tenso, móvel, oco, firme
Ritmo = atado, precipitado, intermitente
Deficiência de Qi = vazio, curto, disperso
Deficiência de yang = profundo, fraco, escondido
Deficiência de sangue = áspero, fino, disperso
Deficiência de yin = fino, em couro, mínimo
Estagnação de Qi = em corda
Estase de sangue = em corda, áspero, deslizante, firme
Fleuma = deslizante, em corda
Umidade = encharcado, deslizante

13. PROCESSO TERAPEUTICO:

- NÃO ESQUECER DE COLOCAR A TÉCNICA UTILIZADA


- NA FRENTE DE CADA PONTO O SINAL INDICANDO O MÉTODO DA UTILIZAÇÃO DA
AGULHA:
◦ SETA PARA CIMA = MÉTODO DE TONIFICAÇÃO,
◦ SETA PARA BAIXO = MÉTODO DE SEDAÇÃO,
◦ SETA PARA CIMA E PARA BAIXO = HARMONIZAR O PONTO

- OBSERVAÇÃO: A CADA ATENDIMENTO COLOCAR A DATA, O NOME DOS ALUNOS


QUE REALIZARAM O TRATAMENTO E OS TÓPICOS PRINCIPAIS DE PIORA OU
MELHORA DE ACORDO COM O CASO, POR EXEMPLO: DOR DE CABEÇA -
MELHORA DE 50% .

- UTILIZE ESTE ÍNDICE:


◦ SEM MELHORA 0%
◦ POUCA MELHORA 25%
◦ MELHORA REGULAR 50%
◦ BOA MELHORA 75%
◦ ÓTIMA 100%

Humaniversidade Holística 13