Você está na página 1de 15

Apostila da segunda aula do curso de Astrologia Preditiva.

Nesta apostila o assunto é


Direções Primárias, uma técnica pontual de previsões baseada no movimento da esfera
celeste.
Curso de Astrologia Preditiva Ana Rodrigues
•••

Aula 3
Direções
Apostila 3 – DIREÇÕES PRIMÁRIAS Primárias
•••
Este módulo ensina
O que são as Direções Primárias?
usar uma antiga
técnica de
previsões conhecida
Existem várias outras técnicas que podem ser usadas no domínio da como Direções
astrologia preditiva. Trânsitos, progressões secundárias, arcos solares, Primárias.
direções (também conhecidas como progressões primárias) - seus O módulo é
métodos diferem, mas sua semelhança é que são todas técnicas apresentado através
de curso on-line,
projetadas para entender a evolução do mapa natal, que é a evolução
com palestra,
da sua alma ao longo da vida. Todos eles mostram influências que atuam material escrito e
no seu mapa de nascimento ao longo de sua vida. Poderíamos dizer que exemplos que
demonstram como
as previsões nos mostram os momentos de quando parte de um aplicar a técnica
aprendizado maior se acentua em termos de possibilidade. de profecções
anuais na prática.

O material contido
“As direções primárias, por princípio, são aquelas que se formam pelo neste módulo foi
movimento da esfera celeste, vista do local do nascimento, logo após o extraído do Curso
de Astrologia
instante em que aconteceu esse nascimento. Nessas direções são clássica, que
considerados os primeiros aspectos, no espaço, que as novas posições na também estará
disponível como
esfera formam com posições iniciais. Os aspectos nessa situação espacial parte do curs
não podem ser medidos da mesma forma como são medidos no plano da versão completa em
breve. Este módulo
eclíptica. Na esfera celeste, vista de um local, dois astros que nascem ao destina-se a quem
mesmo tempo (que possuem a mesma ascensão oblíqua), estando juntos deseja estudar
somente o assunto
ao mesmo tempo no horizonte, são considerados como estando em previsões.
conjunção, embora possam ter longitudes bastante diferentes. Também
Qualquer método,
são considerados em conjunção na esfera celeste, se culminarem juntos, para determinar as
influências
se atingirem ao mesmo tempo o meridiano local. Mas essa situação de
variáveis da
união, de conjunção, não se dá apenas quando dois astros estão ao relação entre um
local e planetas,
mesmo tempo no horizonte ou no meridiano do lugar. ” Constelar.
em dias ou anos
sucessivos após o
nascimento, que se
baseia na rotação
diurna da Terra em
seu eixo, são
conhecidas como
Direções Primárias.

O que são as Direções Primárias?  1


Curso de Astrologia Preditiva Ana Rodrigues
•••

Para entender as Direções Primárias - O que é a Esfera Celeste e Movimento Primário?

Na astrologia, a abóbada dos céus é considerada uma esfera de raio infinito, cujo centro é o próprio centro da
Terra. Os corpos planetários e estelares ocupam pontos na superfície da esfera celeste.

Para um observador na Terra, a esfera celestie parece girar no decorrer de um dia, fazendo com que os
planetas e as estrelas se elevem, culminem e se caiam sucessivamente. Este movimento é conhecido
astrologicamente como primeiro
Movimento, Movimento Primário, Primeiro
Motor, Primary Motion, ou em latin,
Primum Mobile. Em outras termos: A
palavra primária refere-se não apenas à
preeminência da técnica, mas ao
movimento primário em que se baseia. Esta
é simplesmente a rotação diária da Terra
em torno de seu eixo, parecendo como a
rotação do céu - completa com planetas,
estrelas e os signos do zodíaco - em torno
de nosso lugar de observação. Em
aproximadamente 24 horas, não só a Sol,
mas todo planeta e grau zodiacal se
elevarão no leste, culminarão no sul (para
um observador no hemisfério norte), caem
no oeste, e finalmente viajam sem ser vistos
em seu ponto mais baixo no norte (o anti-
culminação abaixo do horizonte) para o lugar onde ele vai subir de novo.

Este movimento aparente diurno dos planetas e estrelas é a base para o sistema primário de previsão, e as
previsões obtidas a partir deste são conhecidas como Direções Primárias.

Um planeta ou ponto no zodíaco que se levanta no horizonte oriental é visto com em conjunção com o
ascendente. Ao culminar, está similarmente em conjunção com o meio do céu ou médio caeli (MC); Ao ajustar,
em conjunto com o descendente; e quando se põe, em conjunto com o fundo do céu, ou o imum caeli (IC).
Estes quatro pontos ou ângulos marcam as cúspides das casas 1, 10, 7 e 4, respectivamente, em todos os
sistemas de divisão das casas por quadrantes. No caminho entre dois ângulos, um planeta ou ponto,
obviamente, também irá conjugar as cúspides das casas intermediárias; e também pode passar por lugares
no céu que minutos ou horas anteriores eram ocupados por outros planetas. As Direções Primárias repousam
nesta premissa básica: que o movimento real dos céus nas horas após o nascimento, traz os planetas e outros
pontos para lugares significativos na tabela natal, mostrando o desenrolar dos eventos nos próximos anos; e
que cada grau desse movimento corresponde a aproximadamente um ano de vida.

À medida que a Terra gira seu eixo, aparentemente fazendo o céu virar nosso ponto de vista, ela completa
um círculo de 360 ° em menos de 24 horas ou 1440 minutos. Um grau de movimento primário, portanto, é

O que são as Direções Primárias?  2


Curso de Astrologia Preditiva Ana Rodrigues
•••

igual a cerca de 4 minutos do tempo do relógio (1440/360 = 4). Este movimento de 1 ° é simbolicamente
igualado com um ano, de modo que toda hora do relógio após o nascimento cobre 15 anos de eventos da
vida. As instruções formadas para o mapa natal dentro de seis horas de nascimento corresponderão a um
total de 90 anos de vida; E se um planeta se levante exatamente duas horas após o nascimento de uma pessoa,
poderíamos esperar que o que o planeta significa no mapa pode se manifestar em torno de 30 anos, de uma
maneira que afete a vida, a saúde, o corpo e o temperamento do nativo (significado pelo signo ascendente).

As 24 horas de rotação recebem uma medida constante chamada Ascensão Reta (RA), de modo que 30
graus de RA passam sobre o Meridiano da localização aproximadamente a cada 2 horas do relógio;

360 graus = 24 horas;

24 horas = 1,440 minutos;

Cada um dos 360 graus corresponde a cerca de 4 minutos do tempo do relógio (isto é, 1.440 / 360 = 4). Em
outras palavras, se um planeta culminasse 8 minutos após o nascimento, então converteríamos isso em
graus de RA como sendo uma direção para MC 2 graus (da RA) após o nascimento.

Chave anual:

Para converter esses graus de RA em um ponto da vida, usamos a chave 1 grau de RA = 1 ano de vida. Esta
chave às vezes é chamada de chave Ptolomaica. Esta é a chave anual usada para direções primárias até o
Renascimento e, portanto, é a única que usamos.

IMPOrTANTE*`** 1 grau de RA = 1 ano de vida = 4 minutos do tempo do relógio.

Unidades de tempo menores:

Agora sabemos que 1 grau de RA é simbólico de 1 ano de vida, mas há 365,25 dias por ano, então, quanto
RA é um dia? 1 grau é equivalente a 60 minutos de um grau que é equivalente a 3.600 segundos de um grau.
Ao dividir 3.600 por 365.25, percebemos que um dia é de cerca de 9.86 segundos de um grau de ascenção
reta RA.

A técnica das Direções Primárias

Tecnicamente falando as Direções Primárias são calculadas dos Promissores para os Significadores trazendo
suas longitudes, ou os aspectos de suas longitudes, aos lugares dos Significadores sob os vários polos desses
Significadores. Assim, se Júpiter estivesse no céu ocidental elevado acima do Sol, também no céu ocidental,
Júpiter desceria pelos céus pela rotação da Terra em seu eixo até chegar ao lugar do Sol. Para calcular esta

O que são as Direções Primárias?  3


Curso de Astrologia Preditiva Ana Rodrigues
•••

Direção, devemos considerar que o Sol esteja no Descendente de um lugar cuja latitude é a mesma que o
lugar do Sol, e descobrir quantos graus de Ascensão Direita passam pelo Meio do Céu entre o momento do
nascimento e a configuração de Júpiter sob o lugar do Sol.

Todos os significadores devem permanecer fixos nos lugares de nascimento, ou seja em sua posição
longitudinal no mapa natal, e todos os promissores são movidos para formar conjunções e aspectos a eles.

- O Significador (que pode ser um planeta ou outro ponto na eclíptica) mostra no céu algo sobre a vida, os
usos, as fortunas, etc

- O Promissor, que decide e promete tanto o bem quanto o mal na categoria de vida representada pelo
significador, que será cumprida quando o promissor alcançar o significador.

Os tipos de Direções Primárias

Existem vários sistemas de cálculos para as Direções Primárias, cujo o objetivo é o mesmo, determinar as
datas de eventos, ou momentos da vida onde a probabilidade de certos eventos é marcante.

1) O sistema de medida de Ptolomeu emprega arcos de direção com base no movimento aparente dos
céus sobre a Terra em virtude da rotação da Terra em seu eixo (movimento de rotação), em que o
planeta é trazido para o lugar de outro em uma proporção de seu tempo ascensional ou descensional,
medido pelo seu semi-arco. Assim, um planeta progredirá para o Meio do Céu por graus de Ascensão
Reta, enquanto um abaixo do horizonte progredirá para o Ascendente por graus de Ascensão
Oblíqua, o que leva em conta a latitude do local de nascimento. Um planeta deve ser dirigido sob o
Pólo (elevação), devido à sua distância proporcional do meridiano. O Meio do Céu não tem Pólo,
enquanto um planeta no Ascendente tem o mesmo Pólo que o Ascendente, que é a latitude do local
de nascimento. Todos os outros entre o Meio do Céu e o Ascendente, seja acima ou abaixo do
horizonte, têm um pólo proporcional à distância deles. Ptolomeu limitou suas direções a aspectos
entre os corpos e os lugares dos planetas. Placidus de Titus acrescentou a este sistema os aspectos
mundanos. Em seu sistema, um terço do semi-arco de um planeta era igual ao espaço de uma Casa.

2) O outro método seguido por alguns astrólogos é o método utilizado nas tabelas calculadas por
Johannes Regionontanus, e que é chamado de racional.

Em ambos, os movimentos dos planetas são devidos ao movimento da Terra em seu eixo após o nascimento.
As posições radicais dos planetas, tomadas em conexão com o planeta ao qual a direção é feita, são realizadas

O que são as Direções Primárias?  4


Curso de Astrologia Preditiva Ana Rodrigues
•••

para determinar a natureza do evento. Os Significadores - Sol, Lua, Meio-do Céu e Ascendente - são
direcionados para os pontos onde as conjunções ou os aspectos se formam para posições mundanas e
zodiacais.

A maioria das técnicas de Direções Primárias podem ser trabalhadas dentro de 15 'de arco, ou 3 meses, por
meio de Tabelas de Casas, desde que se conheça os Polos dos vários planetas: o grau de elevação na
Natividade proporcionalmente à latitude do Local de nascimento.

Movimento das Direções

Quanto ao movimento, as direções podem ser calculadas de duas maneiras: Diretas ou Conversas. Podemos
refletir sobre este ideia imaginando que a distância em arcos entre dois pontos é diferente, de um para o
outro, e no sentido inverso. Ex. Sol em Leão e Mercúrio em Virgem. A distância em arco de Mercúrio ao Sol é
diferente da direção do Sol ao Mercúrio.

Na direção direta a esfera celeste gira, nas direções conversas a esfera é fixa e a Terra gira.

Nas direções primárias conversas o planeta ou ponto que está sendo dirigido está rigidamente ligado à Terra,
acompanhando seu movimento de rotação, contrário ao da esfera celeste, converso à ela.

Com um exemplo fica mais fácil de entender. Pensemos no exemplo do Sol em Leão estar a 15 graus de
distância do MC e Mercúrio em Virgem a 5 graus do MC. Se o teu interesse estiver na direção do Mercurio ao
MC, as direções diretas trabalham bem, mas se o caso for a verificação das direções de Mercúrio ao Sol, então
as conversas funcionam melhor, vsto que para Mercurio dar a volta no zodíaco até o ponto onde está o Sol,
levaria muito mais anos do que a vida de um Ser Humano comum. Dirigir conversamente produz o mesmo
resultado.

Grupo das Direções

Independenmente do método que você escolha para trabalhar com as direções, existem dois grupos, as
Mundanas e as Zodiacais.

Nas Zodiacais, não movemos o planeta, mas o seu grau na eclíptica. Considerando que são chamadas de
direções "zodiacais", neste caso, chamamos a direção do Sol para Mercúrio (considerando o exemplo citado
acima) porque, aparentemente, estamos nos movendo de acordo com o movimento dos signos, mas isso é
apenas uma ficção, de fato, ainda estamos movendo grau de Mercúrio para o grau de Sol.
Nas zodiacais a longitude do planeta no mapa natal é considerada para a formação dos aspectos

O que são as Direções Primárias?  5


Curso de Astrologia Preditiva Ana Rodrigues
•••

Nas Mundanas, movemos o corpo real do planeta com a sua latitude. Mais uma vez, moveremos Mercúrio,
Promissor para o Sol, o Significador.

Sistema de Domificação

Todos os sistemas de direções primárias estão associados a um sistema de casa quadrante que é capaz de
calcular posições "mundanas" ou "longitudes de casas". Historicamente, Regiomontanus, e Plácidus são os
mais utilizados, embora outros sistemas bem definidos, como Campanus, possam ser usados também.
Plácidus é o método mais comum e seu modelo de ascensão é o mais preciso.

No período helenístico e persa as direções eram mais usadas para se dirigir os ângulos, especialmente o
Ascendente pelos termos egípcios, e são os primeiros tipos de direções usadas. Como citei acima, somente
alguns séculos depois é que Placidus acrescentou os aspectos mundanos.

O CÁLCULO

Usaremos aqui o calculo baseado no software Morinus.

Se quisermos trabalhar com as Direções Mundanas, podemos ver diretamente as "POSIÇÕES" no menu
TABLES.

Selecione a faixa
de idade que
deseja consultar

A tabela com as Direções para esta faixa é gerada, de acordo com os aspectos que serão formados,
conforme abaixo. Depois disto vem a análise.

O que são as Direções Primárias?  6


Curso de Astrologia Preditiva Ana Rodrigues
•••

Se optarmos pelas Direções Zodiacais, devemos eliminar a latitude, vá às OPÇÕES / DIREÇÕES


PRIMÁRIAS. Lá, podemos definir a longitude dos planetas, com latitude zero.

O que são as Direções Primárias?  7


Curso de Astrologia Preditiva Ana Rodrigues
•••

Em um mapa natal fictício, o promissor, de acordo com o software seria um sêxtil a Saturno (posicionado em
19°Sagitário, considerndo o Sol como significador. Em qual momento da vida desta pessoa, este sêxtil seria
formado?

O software já nos dá o cálculo pronto, com a data do aspecto, mas se quiséssemos entender seu raciocínio,
precisaríamos chegar a este Semiarco de 51.098, dao pelo software. A informação que precisamos de Morinus
é o semi-arco e a distância do meridiano dos planetas, tendo estabelecido para o cálculo o sistema da casas
Placidus. Estas informações estão na opção da barra TABLES - SPECULUM

Considerando os dados de que um sêxtil a Saturno seria o promissor, e que Saturno está em 19° de Sagitário,
então o sextil relevante será 19 Libra.

Se considerarmos a direção zodiacal (com latitude zero),

19 Libra, Saturno sextil tem:


Semiarco: 83.03.57
Distância do meridiano: 56.19.31
É tudo o que precisamos calcular

O que são as Direções Primárias?  8


Curso de Astrologia Preditiva Ana Rodrigues
•••

Hora temporal = semiarc / 6 = 83.065 / 6 = 13.844


Distância horária = distância do meridiano / hora temporal = 56,325 / 13,844 = 4,068

6 Leão, o Sol tem da mesma maneira


Semiarco: 72,17.39
Distância do meridiano: 54.7.41
Então a hora temporal é 12.049
E a distância horária 4.49
Agora podemos usar a fórmula:

ARCO DE DIREÇÃO = (DISTSTÂNCIA HORÁRIA DO SIGNIFICADOR) * HORA


TEMPORAL DO PROMISSOR
•••

Em outras palavras: Pegue o grau do planeta, ache o Meio do Céu relacionado, depois ache o grau do ponto
de aspecto e do Meio do Ceu relacionado; De onde deduz a diferença no tempo à taxa de 1 ° por ano.

Felizmente alguns Softwares fazem esta tarefa do cálculo para os astrólogos, que fixam seu olhar na análise.

A maneira antiga de usar as Direções

De acordo com a visão Helenística, há três coisas que você deve saber sobre as direções primárias:

1. Há um foco exclusivo no Ascendente.


2. A direção do ascendente para um termo dá origem a um Senhor do Tempo do período como lorde
que dá o tom da época, igual nas Profecções.
3. As direções dos planetas ao Ascendentes, e as direções de planetas em aspecto ao Ascendente
marcam mais comumente ose ventos transitórios.
Dirigir o Ascendente pelo termos egípcios é algo que não é mutio utilizado atualmente, as direções primárias
são mais comumente usadas como um conjunto de trânsitos do que um sistema que dá a visão de Time lord.
No entanto, este era a técnica das Direções primárias do período helenístico até o período persa, onde o
senhor vinculado recebe o termo técnico, jarbakhtar (distribuidor de tempo, bem como o cronócrata grego).
Podemos também estimar estes por relógio astrológico, observando quando o Ascendente passa para outro
termo. Os termos utilizados são sempre os egípcios. Estes eram os termos mais usados da Astrologia
Helenística e testado por várias fontes, parecendo ser o mais relacionado à Astrologia da Mesopotâmia.

O que são as Direções Primárias?  9


Curso de Astrologia Preditiva Ana Rodrigues
•••

TERMOS EGÌPCIOS

A eclíptica está em um ângulo para o horizonte, então os signos ascendem um pouco na diagonal, e é por isso
que eles levam mais ou menos de 2 horas para se elvar. O tempo necessário para que um determinado signo
se eleve depende da latitude da localização, e esse período de tempo é medido na Ascensão reta (RA).

Falamos que 1 grau de RA é basicamente 4 minutos do tempo do relógio. Portanto, se os signos ascendessem
uniformemente, então todos os 30 graus do signo ascenderiam em 30 graus de RA ou 2 horas (30 graus de RA
* 4 minutos de hora do relógio = 120 minutos de tempo do relógio). Se o signo demora mais que esta medida
para ascendner, o chamamos de signo de longa ascensão, e digamos que se elvaria em 3 horas, então
chamaríamos isso de 3 horas de "tempo ascensional" para essa latitude, mas queremos convertê-lo em RA. 2
horas de tempo do relógio é de 30 graus de AR, então 3 horas de tempo do relógio seria de 45 graus de RA, e
o tempo de ascensão para esse signo naquela latitude seria, portanto, de 45 graus.

O tempo ascensional dos signos na latitude de nascimento é importante em múltiplos métodos preditivos
helenísticos. A antiga chave de 1 ano para cada grau de AR foi utilizada de várias maneiras na astrologia
helenística. Por exemplo, dizia-se que uma ativação do signo no gráfico ocorre em torno do mesmo número
de anos que o tempo ascensional do signo. Em nosso exemplo de signo de 45 graus, podemos esperar que
alguma ativação especial desse signo ocorra em torno dos 45 anos.

O que são as Direções Primárias?  10


Curso de Astrologia Preditiva Ana Rodrigues
•••

Dirigindo o Ascendente atraves dos Termos pelo Morinus

O primeiro passo a seguir, é verificar se nas chaves de direções está selecionado “Static”, para isto você deve
selecionar conforme abaixo:

Depois vamos definir as outras opções de Direção Primária para um Ascendente tradicional através dos
termos. Clique em Opções, em Direções primárias. Certifique-se de que suas seleções aparecem conforme
abaixo, desmarque tudo e, em seguida, selecione as opções que aparecem na figura abaixo. (lembre-se de
que semiarco e zodiacal sem latitude são praticamente as únicas abordagens antes do século XV) e clique em
OK:

O que são as Direções Primárias?  11


Curso de Astrologia Preditiva Ana Rodrigues
•••

O que são as Direções Primárias?  12


Curso de Astrologia Preditiva Ana Rodrigues
•••

Ele gera uma tabela com todas as datas dentro da idade selecionada, em que o ascendente e o Descendente
mudam de termos.

Signo e planeta
regente do Data da
termo mudança de
Direção termo
Direta
Arco de Direção
Significador:
Ascendente

As direções do Descendente não


são importantes.

A ANÁLISE

As Direções Primárias, junto com outras técnicas de previsões, como as Profecções e o Retorno Solar
formavam um conjunto muito utilizado no período grego.

Na prática, a ideia do Promissor e Significar, e as datas geradas pelos semiarcos dos aspectos indicam
momentos em que as características do Significador encontram mais propensão a se efetivarem na vida de
uma pessoa.

Não há nada de complexo, já que o cálculo, a parte mais difícil e técnica é realizada pelos softwares. O que
você deve fazer é simplesmente verificar os planetas e pontos direcionados e seu ponto de exatidão nas
demais técnicas.

Se, por exemplo, falarmos de Marte se dirigindo a uma quadratura ao Sol em determinada data, devemos
olhar neste período da Revolução Solar, quais são as condições destes planetas. O mesmo fazemos com as
Profecções, e com os Trânsitos.

A ideia básica é que a repetição de importância de um planeta ou ponto em várias técnicas aumentam a
probabilidade de ocorrência. Já um planeta que mesmo direcionado não é importante no período dentro das
demais técnicas, diminui a probabilidade de ocorrência.

É comum se dizer que as direções Primárias marcam as datas de acontecimentos, mas na verdade elas indicam
a probabilidade, e não o evento em si. Desta forma, você irá se deparar com direções que não marcam nada
de importante no período.

O que são as Direções Primárias?  13


Curso de Astrologia Preditiva Ana Rodrigues
•••

Já a análise da direção do ascendente pelos termos, no meu ponto de vista, é mais produtiva em termos de
avaliação da influência do período. Podem indicar, pela data do ingresso em um termo, o momento de
ocorrência, como também indicam a tônica daquela fase.

Um aspecto, ou o ingresso em um termo tem sua influência ativa até que o outro se inicie.

O que são as Direções Primárias?  14