Você está na página 1de 8

Revisão das aulas de INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO

Quais são as três formas de solucionar um conflito?


R: Autotutela → Quando as partes entre si se resolvem pela imposição
do mais forte.
Autocomposição→ Quando as partes de resolvem a lide, o conflito
(Lide→ Pretensão Resistida)
Meterocomposição→ Quando há um terceiro para resolver o conflito.

O Direito é uma ciência que tem por obrigação?


R= controlar as ações sociais, seja particular ou do estado, objetivando
a manutenção garantidas pré-existentes.

Qual o objetivo do Direito público interno?


R= Tem por interesse tutelar o direito do estado, suas funções e
organizações.

Qual o objetivo do Direito público externo?


R= Tem por objetivo regular as relações jurídicas entre os estados
Soberanos, visando harmonia na comunidade internacional.

Para que serve as divisões do Direito Público interno?


R= Servem para facilitar o conhecimento Jurídico. Sendo assim, é
possível classificar o Direito Público em Direito Constitucional.

Qual a definição de Direito Privado?


R= É o ramo do direito que disciplina a relação Jurídica entre
particulares.

Qual a definição de Direito Civil?


R=É o ramo do Direito Privado que regula as relações Jurídicas, entre
pessoas, empresas ou similares, com ou sem natureza patrimonial,
consideradas em posição de igualdade.
Aplica-se somente ao particular e caso o estado estiver envolvido ele se
comporta como particular.

Qual a definição de Direito (Comercial) Empresarial?


R= É o ramo do Direito privado que regular as relações Jurídicas que
nascem do exercício de atos de comércio.
Qual a definição de Direito do Trabalhador?
R= É o ramo do Direito privado que regulamenta as relações do trabalho
entre empregados e empregador.

Qual a definição do Direito do Consumidor?


R= É o ramo do Direito privado cujas normas Jurídicas(de consumo),
Visam proteger a parte mais fraca da relação de consumo.

Qual a definição do Instrumento de controle Social?


R=São normas que garantem o convívio Harmônico dentro da sociedade.
Estes, instrumentos são basicamente divididos em: Religião, Regras de
trato social, Moral e Direito, sendo apenas este último o que tem poder
coercitivo para garantir a Harmonia social.

Qual a definição de Fontes do Direito?


R=Vem do Latim ‘’Fonti’’ que corresponde á nascente de água. No
cenário Jurídico é empregado como todo aquilo que origina ou produz
Direito.

Como se dividem as fontes?


Matérias→ São constituídas pelos problemas, anseios e circunstâncias
que emergem da sociedade, tais como: Fatores Econômicos, Históricos,
Geográficos, Culturas, Políticos, Morais.
Formais→ Os meios de expressão do Direito, as formas pelas quais as
normas Jurídicas se exteriorizam, como leis, Doutrinas entre
Jurisprudências, Analogia, Costumes e Princípios gerais de Direito.

Qual a definição de Direito Constitucional?


R=É ramo do Direito que compõe a composição do estado, para função
dos seus órgãos e estabelece a garantia fundamental das pessoas.

Qual a definição de Direito Administrativo?


R= Organiza e disciplina a Administração Pública e os serviços públicos,
com o objetivo de satisfazer as necessidades coletivas como
fornecimento de energia elétrica, correio, água e etc…

Qual a definição de Direito Eleitoral?


R= Disciplina a escolha dos governantes pelos governados,
estabelecendo condições para ser eleitor, datas das eleições, a forma
de voto e sua apuração.
Qual a definição de Direito Penitenciário?
R= Tem por objetivo controlar a execução da pena e a recuperação
social do infrator.

Qual a definição de Direito Financeiro e Tributário?


R= É o conjunto de normas que disciplinam arrecadação, gestão e
Distribuição de meios econômicos que necessitam do estado, por
intermédio de impostos e tributos.

Qual a definição do Direito Processual?


R= Reuni os princípios e normas e disciplina o processo Judicial, a
sequência dos atos Judicias, com objetivos de aplicar o direito ao caso
concreto.

Qual a definição do Direito Penal?


R= Define e enumera os crimes e as respectivas penas, bem como
prescrever medidas de segurança.

Qual a definição do Direito Ambiental?


R= Regulamenta e controla a qualidade do meio ambiente.

Qual a definição da Jurisprudência?


R= Decisão reiterada dos tribunais superiores.

Qual a definição de Costume?


R= Ao contrário da lei, surge de forma indeterminada e imprevisível
através do uso ou hábito da sociedade, que por ser reiterados
influenciam no mundo Jurídico. A sua aplicabilidade está relacionada a
realidade dos fatos, uma vez que esteja em desarmonia com a vida
fática perde vigência pelo desuso.

Qual a definição de Lei?


R= É um ato do poder legislativo que estabelece normas de
comportamento social, são regras de conduta que regem as relações
sociais, sancionadas pelo direito e dotadas de carácter permanente,
geral e abstrato. Caracteriza-se uma norma geral, abstrata e permanente
com o objetivo de controlar a atuação do homem na sociedade.

Quais são suas características?


R= Permanência, Abstração, Sanção, Coercitividade, Imperatividade.

Qual a definição de Analogia?


R= É o ponto de semelhança entre coisas diferentes. utiliza-se a analogia
com o objetivo de analisar algo que não esteja disciplinado por lei

Quais são os Princípios Gerais de Direito?


R= São aqueles Princípios que se assentam a legislação e muio embora
não se achem formulados em nenhum lugar formam o pressuposto
necessário de Várias normas.

Qual a definição de Doutrina?


R= Não é considerada fonte formal de Direito, há autores que a
classificam coo fonte secundária pois a mesma não possuí capacidade
de alto aplicação. É a mera interpretação por um Jurista.

Quais são os Pensamentos Jurídicos?


R= Jurisnaturalismo (três concepções: Cosmológica, Divino, Racional)
Leis superiores
Direitos como produtos de ideia
Leis Naturais

Qual a definição de Juspositivismo?


R= Nega as leis naturais. Acredita que as leis devem ser imposta pelo
estado, como produto da ação humana, exigindo o ordenamento positivo
do estado (leis formais).

Explique sobre Normativismo Jurídico?


R= Ao longo da História defendia-se no direito era um desdobramento da
sociologia e filosofia.
Hans Kelson apresentou a teoria pura do direito, que defendia o direito
como sendo uma ciência autônoma, com princípios e conceitos próprios
e que tem como interesse análise das normas jurídicas. Sendo assim o
universo jurídico adotou essa tese consagrando a independência do
direito como ciência autônoma.
Explique sobre Teoria Trismedencional do direito?
R=Defende Miguel Reale que o direito é o fenômeno que acontece na
sociedade, sendo dividido em fatos social, valor moral ou ético e
produção de normas. Esses três elementos interagem entre si não
havendo hierarquia entre eles.

Teoria Trimendecional Ciência Pergunta


do Direito
Fato (fato da sociedade) Sociologia Jurídica Como ocorreu o fato?
Valor ( é o elemento de Filosofia Jurídica Por que aconteceu isso?
natureza moral)
Norma Jurídica( é o elemento Introdução ao estudo do direito O que é esse direito?
regulamentador)

O que é Processo Legislativo?


R= É o conjunto de ações realizadas pelo poder legislativo com o objetivo de
proceder a elaboração das leis, sejam elas constitucionais, complementares,
ordinárias bem como as resoluções e decretos legislativos. É um conjunto de
fases de elaboração previsto na constituição federal nos Artigo 59 a 69. O
processo legislativo compreende a legislação de emendas a constituição
federal, leis complementares, leis ordinárias, leis delegadas, medida provisória,
decretos legislativos e resoluções.

Quais são as Fases de formação da lei e qual a função de cada uma?

• Iniciativa: É quando se apresenta o projeto de lei formulada, com vistas á


sua aprovação em lei, impulsionando o processo legislativo (esboço da lei)

• Discussão: Após as manifestações das comissões competente para o


estudo da matéria, são emitidos pareceres favoráveis ou não à sua aprovação,
sendo admitido emendas substitutivos ao projeto, ocorre a discussão das
matérias pautadas nos pareceres da comissão.

• Votação: Constitui a apuração mediante votos a favor ou contra ao


projeto, seus substitutivos e suas emendas. No senado Federal é tomado por
maiorias de votos, presentes a maiorias de seus membros conforme ao Artigo
288 do regimento interno. Na câmera dos Deputados e tomado por maioria de
votos, presentes a maioria absoluta dos seus membros. Terminada a votação e
apurado os votos validos favoráveis, contrários, brancos e nulos e as
abstenções será aprovado ou não o projeto.

• Aprovação: É a concordância por unanimidade ou maioria de votos ao


projeto. Atenção! votado e aprovado o projeto de lei em uma das casas, a
chamada casa iniciadora, Deverá obrigatoriamente encaminhar para outra
casa (chamada casa revisadora), onde será novamente, discutido, votado e
aprovado, conforme determina o Artigo 65, CRFB/88.

• Sanção: É a aprovação do projeto pelo poder executivo decorrido o prazo


de 15 dias, o silêncio do presidente da república acarretará na sanção. Por
outro lado, o poder executivo poderá concordar apenas em parte ou discordar
do projeto, o que denomina-se veto. O veto total fundamenta-se pelo projeto ser
inconstitucional ou contrário aos interesses públicos. Havendo veto parcial ou
total o projeto deverá retornar ao Congresso Nacional.

• Promulgação: É o ato proclamatório através do qual o que era projeto


passa a ser lei, e consequentemente integrar o direito positivo.

• Publicação: É a divulgação do texto de lei pelo órgão oficial.


TRABALHO OS EXPLORADORES DE CAVERNA
1 – Direito e Justiça são sinônimos? Justifique
2 – O direito aplicado à sociedade, deve ser aplicado nas condições em que estavam os
espeleólogos? Justifique
3 – Após a leitura do livro você considerou a decisão justa ou injusta? Justifique
4 – Qual decisão (indique o juiz) que você concorda e porquê?
5 – Apresente sua posição para a solução deste caso.

1 – Direito e justiça se diferem pois o direito é a ciência que regula o homem na


sociedade a fim de proporcionar a paz social, enquanto justiça é o perfeito equilíbrio
entre duas ou mais partes diante de alguma lide.

2 – Tendo em vista que mesmo estando em situação adversa, os espeleólogos estavam


cientes do risco que corriam ao explorar a caverna, pois deixaram suas famílias
avisadas e indicações na sede da sociedade, o direito deve se aplicar a eles deve ser
aplicado à eles com mesmo rigor que é à sociedade.

3 – Considerando que a lei está escrita com clareza, dizendo “ quem quer que
intencionalmente prive a outrem da vida será punido com a morte”. N.C.S.A (n.s.) §12-
A. Não existe uma mínima abertura para interpretação menos grave, pois no ocorrido,
Roger Whetmore foi intencionalmente assassinado para servir de alimento aos
espeleólogos, ainda que em situação adversa.

4 – Em concordância ao Juiz Keen, J. para julgar este caso é necessário deixar de lado
as concepções sociais de moralidade e aplicar as leis do país ao molde que estão
escritas, e como não há jurisprudência para este caso e nem algo semelhante, mesmo
que seja moralmente difícil, os homens devem ser condenados. Dura Lex Sedi Lex.

5 – Considerando que por livre vontade foram à caverna, e que após dias privados de
alimento decidiram racionalmente por tirar a vida de Roger Whetmore para servi-lhes
de alimento. Como não há jurisprudência de caso semelhante nem outro que se
aproxime e que a lei deixa explícita conduta a ser tomada diante dos que
intencionalmente privam a outrem da vida, devemos abandonar os conceitos da
moralidade social e as emoções e sentimentos que regem nossa vida para
racionalmente decidir que os espeleólogos são culpados pela morte de Roger
Whetmore e devem, portanto, ser levados à forca, conforme a lei.