Você está na página 1de 19

PROGRAMA ROADMAP DE OPORTUNIDADES

DE MELHORIAS NA OPERAÇÃO E
MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS MÓVEIS
OBJETIVOS

Melhorar os RESULTADOS das atividades


mecanizadas, através da ....

Roadmap • Identificação de oportunidades de melhorias


Operação e nos processos de Operação e Manutenção
• Estruturação da implantação dessas
Manutenção de oportunidades
equipamentos • Integração das áreas de Operação e
móveis Manutenção ...

... e proporcionando a participação e capacitação


dos líderes ao longo de todo o programa.
OBJETIVOS ESPECÍFICOS

• Realizar o Diagnóstico da Maturidade da Gestão da operação e manutenção.

• Desenvolver nos colaboradores a autonomia, capacidades e qualidade


pessoais, tornando-os mais eficientes, eficazes e efetivos no desempenho de
suas funções.

• Estimular a organização para a obtenção de melhorias, por meio da integração


e o alinhamento sistêmico, sempre com vistas à geração de resultados que
tornem a organização mais competitiva.

• Permitir aos participantes refletir e adequar seus processos de operação e


manutenção de equipamentos móveis respeitando a cultura existente na
organização.
RESULTADOS ESPERADOS

MELHORA NOS INDICADORES DE DESEMPENHO

– custos operacionais
– custos de manutenção
– consumo de combustíveis e lubrificantes
– riscos de acidentes
– impactos ambientais
– riscos de incêndios
– disponibilidade mecânica
– produtividade
RESULTADOS ADICIONAIS

• Promover a sustentabilidade e continuidade das ações de melhorias.

• Promover o aprendizado organizacional.

• Possibilitar a avaliação e melhoria das atividades de forma abrangente e


participativa.

• Desenvolver a visão sistemica dos colaboradores.

• Identificar o grau de maturidade das atividades da operação e manutenção.


SUPORTE METODOLÓGICO
Na condução dos trabalhos, é utilizado a sequência dada pelo PDCA. Iniciando-se pelo
planejamento, execução das ações planejadas, controle das ações, análise dos indicadores de
desempenho e atividades. Tudo suportado pelas áreas de apoio em sintonia com as
estratégias definidas pela organização.
SUPORTE METODOLÓGICO

Alguns conceitos, ferramentas e metodologias utilizadas no desenvolvimento do


programa:

Modelo de Excelência da Gestão® (MEG)

ISO 55000 – The Assset Managment Handbook

Metodologias de análises qualitativas do trabalho

Metodologia SENAI de Formação Profissional

Ferramenta 5W2H – PDCA – GUT - Fatores Críticos de Sucesso

Meta Ensino

Experiência de Aprendizagem Mediada

Mapas mentais
DIMENSÕES E SUB-DIMENSÕES
(sugeridas)

DIMENSÃO ESTRATÉGIA
Sub-dimensão:
Estruturação da área de manutenção e operação
Definição e seleção das estratégias de manutenção
Foco 80/20 de manutenção
Máquinas
Jornada do Conhecimento – Aprendizagem em equipe -
Inovação

DIMENSÃO PLANEJAMENTO
Sub-dimensão:
Estrutura de manutenção
Planejamento da manutenção e operação
Integração dos planejamentos de manutenção, operação e suprimentos
DIMENSÃO EXECUÇÃO
Sub-dimensão:
Abastecimento, lubrificação e lavagem
Meio ambiente, segurança e descartes
Manutenção preventiva (execusão, equipamentos e ferramentas)
Manutenção corretiva (execusão, equipamentos e ferramentas)
Manutenção preditiva (execusão, equipamentos e ferramentas)
Estrutura de manutenção campo (equipamentos e ferramentas)
Comunicação (pessoal)
Serviços de recuperação (interno e externo)
Serviços de apoio externos
Atendimento dos 5s

DIMENSÃO CONTROLE
Sub-dimensão:
Metas e indicadores de desempenho
Database, registros, coleta de informações, processamento, software, cokpit
Gestão a vista
Registro de atividades realizadas pelos terceiros
Cumprimento do planejamento
Competências dos supervisores, mecânicos e operadores
DIMENSÃO CONTROLE
Sub-dimensão:
Metas e indicadores de desempenho
Database, registros, coleta de informações, processamento, software, cokpit
Gestão a vista
Registro de atividades realizadas pelos terceiros
Cumprimento do planejamento
Competências dos supervisores, mecânicos e operadores

DIMENSÃO ANÁLISE DOS RESULTADOS


Sub-dimensão:
Metas e indicadores de desempenho
Gestão das atividades realizadas pelos terceiros
After Action Review – AAR

DIMENSÃO APOIO
Sub-dimensão:
Recursos Humanos - recrutamento e seleção
Recursos Humanos - administrativo
Área de treinamento e desenvolvimento
Suprimentos
Transporte (pessoas – máquinas – peças, consumíveis)
ETAPAS DO ROADMAP
ETAPA 0: Definir com a empresa as Dimensões da Operação e Manutenção que serão analisadas

ETAPA 1: SITUAÇÃO ATUAL - entendimento de cada dimensão e sub-dimensão. O que é isso? Por que
fazer isso? Como fazer isso? Ferramentas a utilizar e Recursos necessários.

ETAPA 2: EXEMPLOS Apresentar para cada dimensão e sub-dimensão exemplos e “estado da arte”

Realizar o diagnóstico da maturidade das dimensões e sub-dimensões

ETAPA 3: PROPOSIÇÕES DE OPORTUNIDADES DE MELHORIAS

ETAPA 4: DEFINIÇÃO DAS OPORTUNIDADES DE MELHORIAS

ETAPA 5: DEFINIÇÃO DO ROADMAP - Definir as prioridades de melhorias.

ETAPA 6: Análise das BARREIRAS

ETAPA 7: Análise dos FATORES CRÍTICOS DE SUCESSO

ETAPA 8: PLANO DE AÇÃO

ETAPA 9: GRÁFICO DE GANTT

ETAPA 10: GESTÃO DA IMPLEMENTAÇÃO DAS OPORTUNIDADES DE MELHORIAS


REPRESENTAÇÃO DAS ETAPAS DO ROADMAP
AS DIMENSÕES DO ROAD MAP
CADA DIMENSÃO TERÁ SUAS SUB-DIMENSÕES
Exemplo das sub-dimensões - ESTRATÉGIA
APRESENTAÇÃO DO NÍVEL DE MATURIDADE DA
OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO

A GESTÃO DAS INFORMAÇÕES


SERÁ REALIZADA NO
SOFTWARE GOALSCAPE
DIONISIO JOÃO PARISE

• Diretor do IEFP - Instituto de Educação e Formação Profissional e


responsável técnico por todos os projetos que são conduzidos pela
empresa.

• Experiência de 14 na Empresa Valmet Equipamentos Florestais Ltda


(atual Komatsu Forest) como gerente de engenharia do produto, gerente
de produção e gerente de serviços, com participação expressiva no
processo de mecanização da colheita florestal no Brasil.

• Experiência de 15 anos no SENAI Departamento Regional do Paraná em


Educação Profissional (Metodologia SENAI de Educação Profissional) com
a Elaboração de Perfis Profissionais, Desenho Curricular, Planos de
Cursos, Elaboração de cursos in company, Pratica Pedagógica e
Experiência da Aprendizagem Mediada.

• Consultor, palestrante e docente nas temáticas educação profissional e


gestão de instituição de educação profissional em diversos países tais
como: Argentina, Armênia, Cabo Verde, Canada, Chile, Estados Unidos,
Finlândia, Itália, Moçambique, Nicarágua, Palestina, Paraguai e Rússia.
JOSÉ EDUARDO PACCOLA

• Engenheiro Mecânico formado pela Unesp-Guaratinguetá em 1981 e com


MBA pela Fundação Getúlio Vargas. Durante quase 30 anos trabalhou em
grupos nacionais em empresas de grande porte (Duratex, Votorantim,
Fibria), nas áreas de Manutenção Mecânica, Desenvolvimento,
Treinamento, Qualidade e Novos Projetos, sempre com atuação
corporativa nas diversas frentes de operação no Brasil. Atuou como
Engenheiro, Consultor, Gerente. Foi o coordenador de implantação de 5S
e TPM para equipamentos móveis com grande sucesso, durante os anos
de 1996 a 2003. Também coordenou a implantação da Qualidade Total
em operações de campo.

• É Instrutor Internacional TPM pela JIPM.

• Atualmente é diretor da ZDP Consultoria e presta consultoria para


diversas empresas no Brasil, com foco na melhoria dos resultados dos
clientes, através de análise de processos, formação de liderança,
implantação do gerenciamento da rotina e práticas de melhorias.
WILSON DE MELLO JR

• Administrador de empresas , com pós graduação em análise de sistema


e MBA em Supply Chain.

• Desenvolveu sua carreira em empresas do segmento de construção


pesada (CBPO, Cetenco, Camargo Correa, Odebrecht, MILLS e ROHR)
com passagem por indústria eletrônica do grupo Odebrecht.

• Experiência em operações nacionais e internacionais.

• Nos últimos anos foi responsável pelos programas de formação e


certificação profissional na Sobratema.
Dionisio Parise
www.iefpbrazil.com.br
contato@iefpbrazil.com.br
parisedionisio@gmail.com
+55 41 98871-9658