Você está na página 1de 32

Matemática Elementar

APOSTILA MATEMÁTICA ELEMENTAR

Professora: Ms. Cristiane Vitório Octaviani

Curso:
Aluno: RA:
Termo/Turma: Ano:

Curso de Engenharia Civil 0


Matemática Elementar

SUMÁRIO
1. Matemática Elementar
1.1. Conjuntos Numéricos ........................................................................................................................... 2
*Números Naturais ............................................................................................................................... 2
**Números Inteiros .............................................................................................................................. 2
**Números Racionais .......................................................................................................................... 2
**Números Irracionais ......................................................................................................................... 2
**Números Reais .................................................................................................................................. 2
1.2. Números Reais (Resumo operacional) ................................................................................................ 3
1.2.1. Cálculo do valor de expressões numéricas ............................................................................... 3
1.2.2. Potenciação .................................................................................................................................. 4
1.2.3. Racionalização ............................................................................................................................ 6
1.3. Valor Numérico de Expressões Algébricas ......................................................................................... 7
1.4. Operações com Expressões Algébricas ............................................................................................... 8
1.4.1. Adição, subtração, multiplicação e divisão de expressões literais .......................................... 8
1.4.2. Produtos notáveis ........................................................................................................................ 9
1.4.3. Fatoração (Expressões algébricas) ............................................................................................ 9
1.4.4. Simplificação ............................................................................................................................. 10
1.4.5. Identidades envolvendo divisão de polinômio por polinômio ............................................... 10
1.5. Equações do 1º grau ........................................................................................................................... 13
1.6. Inequações do 1º grau ......................................................................................................................... 16
1.7. Equações do 2º grau ........................................................................................................................... 17
1.8. Sinal do Trinômio do 2º grau ............................................................................................................. 19
1.9. Inequações do 2º grau ......................................................................................................................... 20

2. Funções
2.1. Definição .............................................................................................................................................. 21
**Lista de exercícios .................................................................................................................................. 22

2.2. Tipos de Funções ................................................................................................................................. 22


2.2.1. Função Constante ..................................................................................................................... 23
2.2.2. Função do 1º grau ..................................................................................................................... 23
2.2.3. Função do 2º grau ..................................................................................................................... 24
2.2.4. Função Modular ....................................................................................................................... 26
2.2.5. Função Exponencial ................................................................................................................. 27
2.2.6. Função Logarítmica ................................................................................................................. 27
2.2.7. Funções Trigonométricas ......................................................................................................... 28
2.2.8. Funções Trigonométricas Inversas ......................................................................................... 29
**Lista de exercícios .................................................................................................................................. 29
**Respostas dos exercícios propostos ...................................................................................................... 30

Curso de Engenharia Civil 1


Matemática Elementar

1. MATEMÁTICA ELEMENTAR

SEÇÃO 1.1 – CONJUNTOS NUMÉRICOS

1.1.1 - Números Naturais


Os números naturais surgiram de uma necessidade do ser humano em fiscalizar os seus bens. Os símbolos
que representam os números naturais são chamados de algarismos.

* +

1.1.2 – Números inteiros


Os números inteiros são todos os números naturais e também seus opostos.

* +

1.1.3 – Números Racionais


Os números racionais são aqueles que podem ser obtidos como quociente de dois números inteiros.

* ⁄ +

1.1.4 – Números Irracionais


Os números irracionais são aqueles que não podem ser obtidos como o quociente de dois números
inteiros.

Exemplo: São números irracionais:


1.1.5 – Números Reais


O conjunto dos números reais é definido como união entre os conjuntos dos números irracionais e
racionais.

OBSERVAÇÃO: Módulo de um número.


O módulo, ou valor absoluto, de um número real qualquer é a distancia deste número à origem (zero). O
módulo de um número real pode ser definido também por:

| | 2

Curso de Engenharia Civil 2


Matemática Elementar

Exemplo 1
| | ( )

Exemplo 2
| |

SEÇÃO 1.2 – NÚMEROS REAIS (RESUMO OPERACIONAL)

1.2.1 – CÁLCULO DO VALOR DE EXPRESSÕES NUMÉRICAS

Ordem de operação:

1º  Potenciação e Radiciação;
2º  Multiplicação e Divisão;
3º  Adição e Subtração.

Seguindo a ordem de operação da esquerda para a direita, e sempre eliminando primeiro parênteses ( );
depois colchetes [ ]; e finalmente as chaves { }.

OBS.: Números Racionais

Adição e Subtração: Achar o mmc (divide o mmc encontrado pelo denominador, em seguida, multiplica o
resultado pelo numerador).

Exemplo:

Multiplicação: Multiplicar numerador com numerador, e denominador com denominador.

Exemplo:

Divisão: Mantém a primeira fração, multiplicando-a pelo inverso da segunda.

Exemplo:

Exercícios
Calcular o valor das seguintes expressões numéricas, dando a resposta na forma de fração e decimal.

1. * , ( )- +

Curso de Engenharia Civil 3


Matemática Elementar

2. *( ) ,( ) ( )- ( )+ *( ) ( )( )+

3. *,( ) ( ) - ( ) +

4. . /

5. . / . /
6. . /

7. 0. / . /1

8. 2 0 . / 1 3

. / . /
9.
( )

Respostas
1. 35 2. -105 3. 108 4. ⁄ 5. 1

6. 3 7. 1 8. -414 9. -0,23

1.2.2 - POTENCIAÇÃO

Potenciação de expoente inteiro


Seja um número real, e e inteiros positivos. Então:

1. ( ) 2.

3. 4.

5. 6. ( )

7. . / 8. ( )

Exercícios
Calcular o valor das expressões:

1. 2. ( ) 3. ( ) 4.

Curso de Engenharia Civil 4


Matemática Elementar

5. 6. ( ) 7. (( ) ) 8. ( )

9. . / 10. . / 11. 12.

13. , ( ) -

14. ( ) ,( ) ( ) -

15. ( ) ( )

16. [. / . / ] . /

17. . / ( )

18. 2 . /3 {. / }

19. . / . / . / . / . / . /

Respostas
1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8.

9. ⁄ 10. ⁄ 11. 12. 13. 14. 15. 16.

17. ⁄ 18. ⁄ 19. ⁄

Potenciação de expoente racional


Se é um número qualquer, e e são inteiros positivos, definimos:

⁄ ⁄
1. ( √ ) quando ( √ ) existe; 2. Se , ⁄

OBSERVAÇÕES IMPORTANTES:

 √  , onde {

 Se for par e negativo: é positivo, √ não é real.


Exemplo: √  não existe raiz real.

 Se for ímpar e negativo: é negativo, √ é negativo.

Curso de Engenharia Civil 5


Matemática Elementar

Exemplo: √ .

Exemplo 1

(√ )

Exemplo 2

( ) (√ ) ( )

Exemplo 3

( ) ( ) ⁄ √

Exemplo 4

( )
( ) ⁄ .√ / ( )

Exemplo 5

( ) não é um número real, pois não existe √ no conjunto dos números reais.

Exercícios
Calcular as expressões:


1. √ 2. √ 3. . /

4. √ . / . /

⁄ ⁄ ⁄
5. 2( ) 3 [ . / ]

6. {( ) [( ) ( )√ ] [√ ( )]} ( )

Respostas
1. 2. 3. 4. ⁄ 5. 6.

1.2.3 - RACIONALIZAÇÃO

Racionalizar uma fração consiste em eliminar, através de operações algébricas, o radical ou os radicais do
denominador. Existem três casos:

√ √ √
1.
√ √ √ √

Curso de Engenharia Civil 6


Matemática Elementar

√ √ √
2.
√ √ √ √

(√ √ ) (√ √ ) (√ √ )
3.
√ √ (√ √ ) (√ √ ) (√ ) (√ )

Exercícios
1. Racionalize:

a) b) c)
√ √ √ √ √


2. Escreva na forma mais simples possível a expressão .

√ √ √ √
3. Qual o valor real da expressão ?

√ √
4. Efetue o produto: .
√ √

√ √
5. Simplifique: .
√ √

√ √
6. Qual é a forma mais simples de escrever o quociente ?
√ √

Respostas
1. a) √ ⁄ b) (√ √ )⁄ c) (√ )

2. √ 3. √ 4. ( √ )⁄ 5.

6. ( √ )⁄

SEÇÃO 1.3 – VALOR NUMÉRICO DE EXPRESSÕES ALGÉBRICAS

Exercícios
Em cada uma das expressões seguintes, substituir as variáveis e calcular o valor da correspondente da
expressão numérica.

1. ; e

2. ; e ⁄

Curso de Engenharia Civil 7


Matemática Elementar

3. ( )
; e

4. ; ⁄ e ⁄

Respostas
1. 2. ⁄ 3. ⁄ 4. ⁄

SEÇÃO 1.4 – OPERAÇÕES COM EXPRESSÕES ALGÉBRICAS

1.4.1 – ADIÇÃO, SUBTRAÇÃO, MULTIPLICAÇÃO E DIVISÃO DE EXPRESSÕES LITERAIS.

Exercícios
1. Efetuar as operações indicadas em cada um dos casos seguintes:

a) * , ( ) - +

b) ( )

c) . / . /

d) . /

e)

f) ( )

2. Efetue as operações indicadas, em que :

Respostas
1. a) b) c)

d) e) f)

2.

Curso de Engenharia Civil 8


Matemática Elementar

1.4.2 – PRODUTOS NOTÁVEIS

São produtos que aparecem com muita frequência na resolução de equações ou no desenvolvimento de
expressões.

Veja alguns casos:

1. ( ) ( )( )  Trinômio do quadrado perfeito de uma soma.

2. ( ) ( )( )  Trinômio do quadrado perfeito de uma diferença.

3. ( )( )  Diferença de dois quadrados.

Exercícios
1. ( ) 2. . / 3. ( )( ) 4. (√ )(√ )

5. ( ) 6. . / 7. ( )( ) 8. . /. /
√ √

Respostas
1. 2. ⁄ 3. 4.

5. 6. 7. 8.

1.4.3 – FATORAÇÃO (EXPRESSÕES ALGÉBRICAS)

1. ( )  Fator comum.

2. ( ) ( ) ( )( )  Agrupamento.

3. ( )( )  Trinômio do 2º grau, onde, e representam respectivamente a


soma e o produto de números e , ou seja, e .

Exercícios
Fatores as seguintes expressões:

1. 2. 3.

4. 5. 6.

7. 8. 9.

Curso de Engenharia Civil 9


Matemática Elementar

10. 11. 12.

Respostas
1. ( ) 2. ( ) 3. ( )( )

4. ( )( ) 5. ( )( ) 6. ( )

7. ( ) 8. ( ) 9. ( )

10. ( )( ) 11. ( )( ) 12. ( )( )

1.4.4 – SIMPLIFICAÇÃO

Exercícios
Simplifique as seguintes expressões:

1. 2. 3.

( )
4. 5. 6.

7. 8. 9. . / . /

Respostas
1. 2. 3.

4. 5. 6.

7. 8. 9.

1.4.5 – IDENTIDADES ENVOLVENDO DIVISÃO DE POLINÔMIO POR POLINÔMIO

Antes de iniciarmos a divisão de um polinômio por outro polinômio, daremos algumas dicas importantes:
1. O polinômio dividendo deve ser colocado na forma geral e em ordem decrescente em relação à
variável, antes de iniciar a divisão.

2. O grau do polinômio dividendo deverá ser maior ou igual ao grau do divisor.

3. A divisão termina quando o resto for zero (divisão exata), ou quando o resto representar grau menor
que o grau do divisor.

LEMBRETE:

Curso de Engenharia Civil 10


Matemática Elementar

Relação fundamental da divisão:

 ( )

Exemplo:
 ( )

Vamos mostrar, com exemplos, como se determina o quociente de um polinômio por outro. Observe a
sequência utilizada para dividir o polinômio ( ) pelo polinômio ( ).

1º Passo: Escrevemos o polinômio dividendo na ordem decrescente dos graus da variável.

2º Passo: Dividimos o primeiro termo do dividendo pelo primeiro termo do divisor, obtendo assim, o
primeiro termo do quociente.

3º Passo: Multiplicamos o primeiro termo do quociente ( ) pelo divisor ( ) e subtraímos esse


produto do dividendo, obtendo assim, o primeiro resto.

 ( )

4º Passo: Dividimos, agora, o primeiro termo do resto ( ) pelo primeiro termo do divisor ( ),
obtendo, com isso, o segundo termo do quociente.

( ) ( )

5º Passo: Multiplicamos o segundo termo do quociente ( ) pelo polinômio divisor ( ) e


subtraímos esse produto do primeiro resto, obtendo, dessa forma, o segundo resto.

( )( )

Curso de Engenharia Civil 11


Matemática Elementar

6º Passo: Dividimos, agora, o segundo resto pelo divisor, procedendo da mesma maneira utilizada nos 4º e
5º passos.

( ) ( )

O processo vai se repetindo até que o grau do resto seja menor que o do divisor, ou esse resto seja zero, e
aí a divisão é exata.

No caso do nosso exemplo, o resto é grau zero ( ), como o divisor tem grau um
( ), temos e, com isso, encerramos a divisão.

Portanto, a resposta é: Quociente ( ) e Resto ( ) .

A relação fundamental da divisão é utilizada para verificar se a divisão está correta.

No exemplo estudado, temos:

( )( ) .

Exercícios
Usando o dispositivo prático, descubra o quociente e o resto de cada divisão.

1. ( ) por ( )

2. ( ) por ( )

3. ( ) por ( )

4. ( ) por ( )

Curso de Engenharia Civil 12


Matemática Elementar

5. ( ) por ( )

6. ( ) por ( )

7. ( ) por ( )

8. ( ) por ( )

Respostas
1. e 2. e

3. e 4. e

5. e 6. e

7. e 8. e

SEÇÃO 1.5 – EQUAÇÕES DO 1º GRAU

É toda equação do tipo , com e . Para determinar o conjunto solução ( ) de uma


equação do 1º grau, procedemos assim:

Forma geral: , onde

Solução: , ou seja, 2 3

Exemplo 1
Resolva a equação ( )( ) ( ) ( ) ( ), para .

Solução:
( )( ) ( ) ( ) ( )

Como , então * +.
#
Curso de Engenharia Civil 13
Matemática Elementar

Exemplo 2
Resolva a equação , para .

Solução:
 ( )

( ) ( )

( ) ( )

Como , então 2 3. #

Exemplo 3
Resolva a equação , para * +.

Solução:

Determinando o dos denominadores, temos,

( )( )

( )

( ) ( )( )

( )

Assim,

Curso de Engenharia Civil 14


Matemática Elementar

( ) ( ) ( )
( )( ) ( )( )

( ) ( ) ( )

, ou seja, .

Como * +, então * +. #

Exercícios
Resolva as equações do 1º grau:

1. ( ) 2. ( ) ( )

3. 4.

5. ( ) 6. ( )

7. ( ) 8. ( )

9. ( ) 10. ( ) ( )

11. 12.

13. 14.

15. 16.

17. 18.

19. 20.

21. 22. (incógnita )

23. (incógnita ) 24. (incógnita )

Resolvas os seguintes problemas:

Curso de Engenharia Civil 15


Matemática Elementar

25. O lucro mensal de uma empresa é dado por , em que é a quantidade mensal vendida
de seu produto. Qual a quantidade que deve ser vendida mensalmente para que o lucro mensal seja
igual a R$

26. O custo mensal de produção de camisas de uma fábrica é . Qual a quantidade


mensal produzida sabendo-se que o custo mensal é R$ ?

27. O saldo de uma aplicação financeira após meses de aplicação é dado por . Após
quanto tempo da aplicação o saldo dobra?
Respostas
1. * + 2. * + 3. * +

4. * + 5. * ⁄ + 6. * +

7. * + 8. * + 9. * +

10. * ⁄ + 11. * ⁄ + 12. * ⁄ +

13. * ⁄ + 14. * + 15. * ⁄ +

16. * ⁄ + 17. * ⁄ + 18. * ⁄ +

19. * + 20. * + 21. * ⁄ +

22. *( )⁄ + 23. *( )⁄ + 24. *( ) ⁄( )+,

25. unidades 26. camisas 27. meses

SEÇÃO 1.6 – INEQUAÇÕES DO 1º GRAU

Chama-se de inequação do 1º grau a toda sentença aberta do tipo ou ou


ou , onde e .

Exemplo 1
   , ou seja, * | +. #

Exemplo 2
   , ou seja, * | +. #

Exercícios
Resolver as inequações seguintes:

1. 2.

Curso de Engenharia Civil 16


Matemática Elementar

3. 4.

Respostas
1. * | + 2. * | + 3. * | + 4. * | +

SEÇÃO 1.7 – EQUAÇÕES DO 2º GRAU

É toda equação do tipo , com , e .


As raízes (soluções) desta equação são obtidas a partir da fórmula , com .

Conforme o valor do , têm-se as seguintes possibilidades quanto à natureza das raízes da


equação :

1.  Existem duas raízes reais e que são distintas.

2.  Existem duas raízes reais e que são iguais.

3.  Existem duas raízes que são imaginárias.

OBSERVAÇÕES:
 As equações incompletas que são da forma podem ser resolvidas por fatoração.
 As equações incompletas que são da forma podem ser resolvidas isolando-se o .

Propriedades das Raízes


1. Soma das raízes 

2. Produto das raízes 

3. Equação a partir das raízes 

4. Teorema da decomposição  ( )( )

Exemplo 1
 ( ) 2 2 { .#

Exemplo 2
  ⁄   √  .#

Curso de Engenharia Civil 17


Matemática Elementar

Exemplo 3

{  .

Portanto,

√ ( ) √
{ .#

Exemplo 4

( )( )

( ) ( )( )
( )( ) ( )( )

( )

, ou seja, .

Como esses valores pertencem ao conjunto dos números reais e não anulam o denominador, * +. #

Exercícios
1. Resolva as seguintes equações do 2º grau:

a) b) ( ) ( )

c) d)

e) f)

2. O lucro mensal de uma empresa é dado por , em que é a quantidade vendida.


Para que valores de o lucro é nulo?

3. Em relação ao exercício anterior, para que valores de o lucro é igual a ?

Curso de Engenharia Civil 18


Matemática Elementar

4. A receita diária de um estacionamento para automóveis é , em que é o preço


cobrado por dia de estacionamento por carro. Qual o preço que deve ser cobrado para dar uma receita
diária de R$ ?

Respostas
1. a) * + b) * + c) * +

d) * ⁄ + e) * + f) ⁄ ; ⁄

2. ou 3. 4. R$ ou R$

SEÇÃO 1.8 – SINAL DO TRINÔMIO DO 2º GRAU

1. Se , a equação tem duas raízes reais e distintas.


2. Se , a equação tem duas raízes reais e iguais.
3. Se , a equação não tem raízes reais.

Exemplo 1

{  .

Portanto,

√ ( ) √
{

Como , temos:

+ - +
x#
3 4

Exemplo 2

{  .

Portanto,

√ √
( )
{

Curso de Engenharia Civil 19


Matemática Elementar

Como , temos:

- + -
x#
2 5

Exemplo 3

{  .

Portanto, ( ) ( ) para todo .

Como , temos:

+ +
x#
0

Exemplo 4

{  .

Portanto, ( ) ( ).

Como , temos:

+++++++++++
x#
Exercícios
Estude o sinal das seguintes equações:

1. 2.

3. 4.

SEÇÃO 1.9 – INEQUAÇÕES DO 2º GRAU

Chama-se inequação do 2º grau a toda sentença aberta do tipo ou , ou


ou , com , e .

Resolver, em , uma inequação do 2º grau “do tipo” ( ) é determinar o conjunto


de todos os valores da variável para os quais o gráfico de ( ) se encontra acima do eixo
dos .

Curso de Engenharia Civil 20


Matemática Elementar

Exercícios
Resolva as seguintes inequações do 2º grau:

1. 2.

3. 4.

Respostas
1. * | + 2. * | +

3. * | + 4. * +

2. FUNÇÕES

SEÇÃO 2.1 – DEFINIÇÃO

Dados dois conjunto e , chama-se função a toda relação na qual, para todo elemento de ,
existe um único correspondente em , conforme ilustrado na figura 2.1.1.

( )

Figura 2.1.1

DOMÍNIO, IMAGEM E CONTRADOMÍNIO

Sendo a função , o conjunto é chamado de contradomínio da função , e o conjunto formado


pelos elementos de , que estão relacionados através de com elementos do conjunto , é chamado
conjunto imagem.

Exemplo:

Curso de Engenharia Civil 21


Matemática Elementar

Domínio: ( ) * +
Imagem: ( ) * +
Contradomínio: ( ) * +

Exemplo: Seja ( ) . A correspondência define em a função tal que ( ) .

Assim,
( ) ( ) ; ( ) ( ) ; ( ) ( ) .#

LISTA 2.1 – EXERCÍCIOS PROPOSTOS

1. Sendo ( ) definida de em determine:

a) ( ) b) ( ) c) ( ) d) ( ⁄ ) e) (√ )

2. Dada a função de em definida por ( ) , determine ( ) ( ).

3. Dada a função ( ) , obtenha:

a) ( ) b) ( )

c) O valor de tal que ( ) d) O valor de tal que ( )

4. Uma livraria vende uma revista por R$ 5,00 a unidade. Seja a quantidade vendida.

a) Obtenha a função ( ) b) Calcule ( )

c) Qual a quantidade que deve ser vendida para dar uma receita igual a R$ ?

SEÇÃO 2.2 – TIPOS DE FUNÇÕES

Curso de Engenharia Civil 22


Matemática Elementar

2.2.1 – FUNÇÃO CONSTANTE

Uma função é denominada de função constante quando definida por uma sentença do tipo
( ) , onde é um número real.

Exemplo: ( ) .
#
Gráfico de uma função constante
O gráfico de uma função constante, ( ) , será uma reta paralela ao eixo das abcissas, ou seja,

Figura 2.2.1

2.2.2 – FUNÇÃO DO 1º GRAU

Função do 1º grau, ou função afim, é aquela que associa a todo número real , um outro real , tal que
( ) , onde , ( ).

Exemplo: ( ) .#

Gráfico de uma função do 1º grau


O gráfico de uma função do 1º grau é uma reta não paralela ao eixo das abcissas. Graficamente, existem
duas situações a considerar:

1º Caso: Função crescente ( ).

Curso de Engenharia Civil 23


Matemática Elementar

Figura 2.2.2

Exemplo: ( ) ( ; crescente). #

2º Caso: Função decrescente ( )

Figura 2.2.3

Exemplo: ( ) ( ; decrescente). #

2.2.3 – FUNÇÃO DO 2º GRAU

Uma função é denominada de função do 2º grau ou função quadrática, quando associa a todo
número real , um outro número real , tal que ( ) , onde , e ( ).

Exemplo: ( ) .#

Gráfico de uma função do 2º grau


O gráfico de uma função do 2º grau é uma parábola no plano cartesiano. Graficamente, existem duas
situações a considerar:

1º Caso: (concavidade voltada para cima).

Figura 2.2.4

Exemplo: ( ) .
#
Curso de Engenharia Civil 24
Matemática Elementar

2º Caso: (concavidade voltada para baixo).

Figura 2.2.5

Exemplo: ( ) .#

Zeros da função do 2º grau


São valores da variável para os quais a função se anula, ou seja, ( ) . Graficamente
são os pontos de intersecção da parábola com o eixo das abcissas (ver figura 2.2.6).

Figura 2.2.6
OBS.: A intersecção da parábola de equação com o eixo das ordenadas é o ponto de
coordenadas ( ).

Vértice da Parábola
É o ponto externo de uma função do 2º grau da forma ( ) . Se a concavidade é
voltada para cima, o vértice representa um ponto de mínimo da função. Se a concavidade é voltada para
baixo, o vértice representa um ponto de máximo da função.

Curso de Engenharia Civil 25


Matemática Elementar

Figura 2.2.7

Coordenadas do Vértice
As coordenadas do vértice da parábola obtidas através da função do 2º grau é( ),
onde, ⁄ e ⁄ , logo:

. /

Exemplo: ( )

( ) [ ( )( )]
( )
e ( )

Portanto, . /. #

OBS.: O pode ser calculado a partir do valor do , ou seja, ( ).

2.2.4 – FUNÇÃO MODULAR

A função definida em e dada por | | recebe o nome de função valor absoluto ou função módulo.
Considerando que | | 2 resulta que o gráfico de | | é formado por duas semi-retas que
partem da origem, conforme a figura 2.2.8.

Curso de Engenharia Civil 26


Matemática Elementar

Figura 2.2.8

2.2.5 – FUNÇÃO EXPONENCIAL

A toda função do tipo ( ) ( , ) chamamos de função exponencial.

OBS.: O gráfico de uma função exponencial é crescente se e decrescente se , conforme


mostra a figura 2.2.9.

Figura 2.2.9

2.2.6 – FUNÇÃO LOGARÍTMICA

( )
A toda função logarítmica, definida de em é dada por: ( ) , e 
.

OBSERVAÇÕES:
1. A função logarítmica é, portanto, a inversa da função exponencial.

2. Listemos as propriedades básicas do logaritmo:

Sendo , , e , então:

Curso de Engenharia Civil 27


Matemática Elementar

P1) ( ) P2) ( ⁄ )

P3) ( ) P4) ⁄ ( )

P5)
3. O gráfico é crescente se e decrescente se , conforme mostra a figura 2.2.10.

Figura 2.2.10

2.2.7 – FUNÇÕES TRIGONOMÉTRICAS

Definição 1: Denominamos de circunferência trigonométrica a circunferência de centro na origem do plano


cartesiano, de raio unitário e cujos arcos têm origem no ponto ( ), com sentido anti-horário positivo.

Figura 2.2.11

Definição 2: Considere na circunferência trigonométrica um arco de medida , com origem em e


extremamente em . Então, por definição:

a) Seno de é a ordenada do ponto .


b) Cosseno de é a abcissa do ponto .
c) Tangente de é a ordenada do ponto , intersecção da reta com o eixo tangente à circunferência
pelo ponto .

Curso de Engenharia Civil 28


Matemática Elementar

Figura 2.2.12
Definição 3: Definimos as principais funções trigonométricas da seguinte forma:

a) Função seno: , ( )
b) Função cosseno: , ( )
c) Função tangente: * ⁄ + , ( )

As outras funções trigonométricas são definidas pelas relações:

; ;

2.2.8 – FUNÇÕES TRIGONOMÉTRICAS INVERSAS

Definição: Define-se

a) Função Arco-seno: , - , ⁄ ⁄ -, ( )
b) Função Arco-cosseno: , - , -, ( )
c) Função Arco-tangente: , ⁄ ⁄ -, ( )

LISTA 2.2 – EXERCÍCIOS PROPOSTOS

1. Representar graficamente as seguintes funções:

a) b) c)

d) √ e) √ f)

g) h) , , - i) | |

j) { k) {

Curso de Engenharia Civil 29


Matemática Elementar

2. Usando a calculadora científica, calcule:

a) b) c)

d) e) f)

g) h) i)

3. Usando a calculadora científica, calcule:

a) b) c) ( )

d) e) ( ⁄ ) f) ( ⁄ )

g) h) i) √

RESPOSTAS DOS EXERCÍCIOS PROPOSTOS

LISTA 2.1

1. a) b) c) d) ⁄ e) √

2.

3. a) b) c) d) ⁄

4. a) ( ) b) R$ c) unidades

LISTA 2.2

2. a) b) c)

d) e) f)

g) h) i)

3. a) b) c) ou

d) e) f) ou

g) h) i)

Curso de Engenharia Civil 30


Matemática Elementar

BIBLIOGRAFIA
 Livro: Livro: Gelson Iezzi e Carlos Murakami – Fundamentos da Matemática Elementar – Volume Único
– Editora Atual

BIBLIOGRAFIA ALTERNATIVA PARA ESTUDO


 Livro: Giácomo Bonetto e Afrânio Murolo– Fundamentos de Matemática para Engenharias e
Tecnologias – CENGAGE Learning
 Livro: Ladir Souza de Freitas e Airton Alves Garcia - Matemática: passo a passo, com teorias e
exercícios de aplicação - Editora Avercamp

Curso de Engenharia Civil 31

Você também pode gostar