Você está na página 1de 2

LISTA DE EXERCÍCIOS FT 5 – Turmas A e B – 1/2017

Profa. Fernanda P. Casciatori

1) A câmara de um congelador é uma cavidade cúbica com 2 m de aresta. O piso da câmara, por
hipótese, está perfeitamente isolado. Qual é a espessura mínima de um isolamento de espuma de
poliestireno (k = 0,030 W/m/K) a ser aplicada às paredes laterais e ao teto da câmara, para garantir
que a perda térmica seja menor que 500 W, quando as superfícies internas e externas estiverem a
– 10 e 35 ºC, respectivamente?

2) Qual é a espessura de uma parede de alvenaria (k = 0,75 W/m/K) para que a taxa de condução de
calor seja 80 % da taxa de condução através de uma parede estrutural composta (k = 0,25 W/m/K)
com espessura de 100 mm? As duas paredes trabalham com a mesma diferença entre as
temperaturas superficiais.

3) Um resistor elétrico de calefação está dentro de um cilindro comprido cujo diâmetro é 30 mm. Quando
a água, na temperatura de 25 ºC e com a velocidade de 1 m/s, escoa transversalmente ao cilindro,
é necessária uma potência de 25 kW/m, por unidade de comprimento, para manter a superfície do
cilindro na temperatura uniforme de 90 ºC. Quando o ar, também a 25 ºC, porém com velocidade de
10 m/s, escoa nas mesmas circunstâncias, a potência por unidade de comprimento necessária para
manter a mesma temperatura superficial é 400 W/m. Calcular e comparar os coeficientes de
transferência convectiva nos escoamentos da água e do ar.

4) Um circuito integrado (chip) quadrado com lado 5 mm opera em condições isotérmicas. O chip está
alojado no interior de um substrato de modo que suas superfícies laterais e inferior estão bem
isoladas termicamente, enquanto sua superfície superior encontra-se exposta ao escoamento de
uma substância refrigerante a 15ºC. A partir de testes de controle da qualidade, sabe-se que a
temperatura do chip não deve exceder a T = 85ºC.
a) Se a substância refrigerante é o ar, com coeficiente de transferência de calor por convecção
correspondente de h = 200 W/m²/K, qual a potência máxima que pode ser dissipada pelo chip?
b) Se a substância refrigerante for um líquido dielétrico para o qual h = 3.000 W/m²/K, qual a potência
máxima que pode ser dissipada pelo chip?
c) Se a transferência líquida de calor por radiação da superfície do chip para uma grande vizinhança
a 15ºC também for considerada, qual é o aumento percentual na potência máxima que pode ser
dissipada pelo chip? A emissividade da superfície do chip é de 0,9.

5) Uma esfera sólida de diâmetro 1 m e emissividade superficial de 0,30 é pré-aquecida e então


suspensa em uma grande câmara de vácuo resfriada criogenicamente cujas superfícies internas são
mantidas a 80 K. Qual a taxa de variação da energia acumulada no sólido quando a sua temperatura
é de 600 K?

6) Uma casca esférica com raios interno e externo ri e re, respectivamente, contém componentes
internos que dissipam calor, de tal modo que em um dado instante de tempo a distribuição de
temperatura na casca é representada por uma expressão com a forma:

T(r) = C1/r + C2

Como o fluxo térmico e a taxa de transferência de calor variam em função do raio?


7) Em um elemento combustível cilíndrico para reator nuclear, com 50 mm de diâmetro, há geração
interna de calor a uma taxa uniforme de q = 5 x 107 W/m³. Em condições de regime estacionário, a
distribuição de temperatura no seu interior tem a forma T (r) = a + b r², onde T está em ºC e r em
metros, enquanto a = 800 ºC e b = – 4,167 x 105 ºC/m². As propriedades do combustível são k = 30
W/m/K, ρ = 1100 kg/m³ e Cp = 800 J/kg/K.
a) Qual a taxa de transferência de calor, por unidade de comprimento do elemento, em r = 0 (linha
do centro) e em r = 25 mm (a superfície)?
b) Se o nível de potência do reator for subitamente aumentado para q = 108 W/m³, qual a taxa inicial
de variação da temperatura em função do tempo em r = 0 e r = 25 mm?

8) Em um dado instante de tempo, a distribuição espacial de temperatura em uma parede com 0,3 m
de espessura é T (x) = a + bx + cx², onde T está em ºC e x em metros, a = 200 ºC, b = – 200 ºC/m e
c = 30 ºC/m². A parede possui uma condutividade térmica de 1 W/m/K.
a) Com base em uma superfície de área unitária, determine a taxa de transferência de calor para
dentro e para fora da parede, bem como a taxa de variação da energia acumulada no interior da
parede.
b) Se a superfície fria está exposta a um fluido a 100 ºC, qual o coeficiente de transferência de calor
por convecção entre esta superfície e o fluido?

9) Em um dado instante de tempo, a distribuição de temperatura ao longo de uma parede com 1 m de


espessura é dada por: T (x) = a + bx + cx², onde T está em ºC e x está em metros, enquanto a = 900
ºC, b = – 300 ºC/m e c = – 50 ºC/m². Uma geração de calor uniforme de 1000 W/m³ está presente na
parede, cuja área é de 10 m². O seu material possui as seguintes propriedades: ρ = 1600 kg/m³, k =
40 W/m/K e Cp = 4 kJ/kg/K.
a) Determine a taxa de transferência de calor que entra na parede e que deixa a parede.
b) Determine a taxa de variação da energia armazenada na parede.
c) Determine a taxa de variação da temperatura em relação ao tempo nas posições x = 0; 0,25 e
0,5 m.

10) Em um dado instante de tempo, a distribuição de temperatura no interior de um corpo homogêneo


infinito é dada pela função:
T (x, y, z) = x² - 2 y² + z² - xy + 2yz
Considerando propriedades constantes e nenhuma geração de calor no interior do corpo, determine
as regiões onde a temperatura varia ao longo do tempo.

Você também pode gostar