Você está na página 1de 18

CURSO LIVRE

PSICOTERAPIA HOLÍSTICA
MÓDULO IV FINAL
PROCESSO DE CURA
Alternativa Consultoria - Terapias Holísticas
CNPJ 04.226.034/0001-50
Fernando Martins - Terapeuta Holístico - CRT 37.039

O ÚLTIMO MÓDULO

Partimos para o fim do curso neste último módulo que irá versar
sobre o Processo de Cura e suas abordagens. Para tanto, utilizaremos as
informações anteriores. Os procedimentos foram apresentados para serem
ferramentas para a condução do seu autodesenvolvimento ou para
condução do autoconhecimento dos seus futuros clientes.
A Psicoterapia Holística não integra as práticas psicológicas,
embora estudos sobre Psicologia sejam válidos, principalmente as linhas
que foram desenvolvidas a partir da Psicanálise, sendo elas, a Psicologia
Analítica de Jung e a Terapia Reichiana de Reich. Estas também se
desdobraram, sendo pontos de partida para a Psicologia Transpessoal e a
Bioenergética.
A Psicoterapia Holística também bebe destas fontes, além de
utilizar procedimentos voltados para o tratamento da alma e da ordenação
das emoções e sentimentos como o Yoga e a Meditação.
Vemos como é vasto o campo de elementos que compõem as
diversas abordagens da Psicoterapia Holística.
Aqui como em um curso, com suas limitações de ser on line, não
estamos nos atendo a nenhuma abordagem específica, mas sim, buscando
levar ao aluno informações importantes para que ele construa seu próprio
caminho terapêutico, além de dar o impulso inicial para maior
aprofundamento no tema, que não se esgota neste curso.
Neste último módulo, como já dito, falaremos sobre o Processo de
Cura, que se inicia a partir do momento da conscientização do cliente de
que está mergulhando neste processo, o que já é um passo para o resgate
do equilíbrio perdido e, consequentemente, da saúde tão almejada.
Fecharei com um esboço de formulário para entrevista inicial e
cadastro do cliente, bem como com uma questão final.
Boa leitura e bons estudos.

2
Alternativa Consultoria - Terapias Holísticas
CNPJ 04.226.034/0001-50
Fernando Martins - Terapeuta Holístico - CRT 37.039

TIPOS DE ABORDAGEM

Alinhando os quatro corpos


Harmonizar, alinhar, por em sintonia e equilibrar são termos
muito utilizados na Psicoterapia Holística e, por ser holística, envolve os
quatro corpos: emocional, físico, mental e espiritual.
Estes corpos se alinham na percepção do tempo.
Para a mente, o tempo constitui-se na sequência dos fatos
percebidos.
Para o corpo físico, o tempo está associado à velocidade dos
processos metabólicos.
Para o corpo emocional o tempo é o presente. Entendendo o
presente como a sensação dominante num determinado momento. O
presente constitui-se apenas por aquela sensação e nada mais existe. Daí
ser tão difícil lidar com pessoas acometidas momentaneamente por medos
ou outras elaborações, pois para elas, naquele momento, não há percepção
de nada mais do que aquela sensação.
Para o corpo espiritual, o tempo é ação. Ação aqui entendida
como pontos vividos no fluxo de uma vida ou de outras tantas precedidas.
Relembremos aqui as distorções para cada tipo de personalidade
estudada anteriormente.
O desconectado é incapaz de viver o presente.
O carente nunca tem tempo suficiente.
O controlador sempre se lança para o futuro.
O invadido sente que o tempo para.
O rígido sente o movimento mecânico do tempo.
Considerando que em todos os casos existe um desequilíbrio
entre os corpos físico, mental, emocional e espiritual, conduzir o processo
psicoterápico holístico com uma variedade de instrumentos que atendam a
cada um destes corpos é fundamental.
Como exemplo, temos o desconectado que através da meditação,
irá equilibrar seu corpo mental, visto que estar atento e focado lhe é uma
dificuldade. Sessão de massoterapia com óleos será interessante indicação
para que ele sinta seu corpo, visto que parece este não existir bem. Uma
vivência mística que o faça vivenciar o presente como construção de um
futuro é uma opção para um reequilíbrio espiritual assim como através do
aconselhamento poderemos harmonizar seu corpo emocional.
Para cada caso é um caso e mesmo dentro deste quadro de
personalidade, que você percebeu ter ênfase no desconectado, você poderá
utilizar ou indicar outros instrumentos durante o processo psicoterápico
holístico.

3
Alternativa Consultoria - Terapias Holísticas
CNPJ 04.226.034/0001-50
Fernando Martins - Terapeuta Holístico - CRT 37.039

OBS: o exemplo dado é para casos cuja abordagem siga a linha


do equilíbrio dos quatro corpos, sendo que nem sempre esta abordagem é a
mais adequada ou mesmo necessária. Aqui é apresentada, como dito
acima, como uma das possibilidades de abordagem.

Integrando o inconsciente
Sob uma forma simples, poderíamos dizer que inconsciente é
tudo aquilo que está fora da percepção captada direta e racionalmente. O
processo terapêutico, em sua evolução, tende a abrir caminho para que a
pessoa possa integrar a manifestação de seu inconsciente, tanto a nível
pessoal quanto coletivo. Como parte do sistema de equilíbrio psíquico, a
manifestação do nosso inconsciente é simplesmente um fato, uma
característica do nosso estado de ser. Quanto mais reprimida estiver sua
integração ao eu, mais o inconsciente se manifestará sob formas cada vez
mais “densas”, aparecendo evolutivamente como: pensamentos
dominantes, fixos; incômodos emocionais e/ou físicos; atos falhos; padrões
de comportamento e ação autodestrutivos; doenças físicas, etc.
Aceitar que a vida é composta não somente de racionalidade é
um bom passo para abrir-se para o processo de integração do inconsciente.
Conhecer, assimilar, aceitar e respeitar as mensagens do corpo e seus
inúmeros sinais, bem como dos nossos sistemas energéticos é forte
instrumento para a busca da cura. Uma forma prazerosa de se atingir esta
integração é pela interação com os sonhos, o despertar da intuição, uma
vida atenta ao sutil sem perder o foco do equilíbrio, o caminho do meio.
Sobre os sonhos, já vimos no módulo anterior.
Citando novamente Jung, não há, dentro de uma avaliação
objetiva e racional, meios confiáveis de fazermos uma análise adequada de
nós mesmos.
Só o inconsciente, por estar livre de nossas ações reflexas
racionais, pode nos dar um feedback cristalino a nosso próprio respeito.
Conhecer e interagir com seu inconsciente é um dos processos e
para tanto, várias técnicas e estudos existem. O que fizemos sobre as
estruturas de defesa da personalidade são fundamentais. Voltaremos a este
tópico ao final do módulo.
Expandindo a consciência
A consciência se expande a partir de nossa autopercepção do que
somos e de nossa relação com o mundo a nossa volta. O trabalho
terapêutico visa conscientizar o indivíduo que é necessário aceitar suas
responsabilidades por todos os acontecimentos de sua vida.
De posse desta responsabilidade, o indivíduo parte para enfrentar
as dificuldades buscando evoluir nesta jornada. Evoluir é o sentido da vida e
expandir a consciência é exatamente integrar essa evolução na jornada de
vida do indivíduo.
Bárbara Brennan diz que a doença começa quando começamos a
esquecer de nós e de quem nós somos.

4
Alternativa Consultoria - Terapias Holísticas
CNPJ 04.226.034/0001-50
Fernando Martins - Terapeuta Holístico - CRT 37.039

Este resgate de quem somos é sentido nos processos de cura em


uma sensação real. Um momento de grande evolução é quando percebemos
nossas capacidades e potencialidades. Esta percepção é bloqueada pelos
conflitos com o meio externo, a não aceitação de nossas falhas e
dificuldades e, principalmente, a baixa autoestima.
A evolução é o sentido da vida. Expandir a consciência é integrar
evolução em nossa jornada.
Voltaremos ao tema no fim do módulo.
Entendendo os Canais de Cura
Um canal de cura pode ser uma pessoa, um remédio, uma
situação, um sonho, enfim, qualquer veículo para o qual a pessoa esteja
atenta, aberta e saiba aceitar e receber a vivência e o aprendizado de cura.
Na qualidade de psicoterapeuta holístico, deve ter em mente que
a variedade de técnicas utilizadas por você na condução terapêutica de seu
cliente trará grande eficácia o quanto maior forem estas técnicas, pois
assim sendo, as vivências serão amplas.
Por vezes, irás despertar no cliente a percepção de que a
resposta está dentro dele mesmo, que é ele o seu próprio canal de cura.
Como já visto anteriormente, o cliente mudando sua postura diante de si
mesmo e do mundo que o cerca, estará promovendo por si só sua própria
cura.
Em alguns casos é necessário o uso de técnicas específicas, como
florais ou massoterapia, mas sempre na direção de que o objetivo final é
fazer com que o cliente caminhe com as próprias pernas.
Todos têm em si a capacidade de se autocurar, cabe a nós como
terapeutas, conduzirmos este processo.
Enfim, é importante saber que a técnica utilizada, seja ela qual
for, deverá refletir em todos os aspectos do ser, daí a orientação
diversificada. Por exemplo, a Massoterapia para o corpo, refletindo na
mente que também será trabalhada com a Meditação, refletindo no espírito
e aí por adiante.
É preciso lembrar que o maior canal de cura consiste em a pessoa
desenvolver a capacidade de atrair para a sua vida os fatos e os
acontecimentos necessários para o seu desenvolvimento e crescimento
global.

5
Alternativa Consultoria - Terapias Holísticas
CNPJ 04.226.034/0001-50
Fernando Martins - Terapeuta Holístico - CRT 37.039

AS FASES DO PROCESSO

Vou agora conduzir as fases e pormenores do processo


terapêutico. Aguardo dúvidas e comentários de sua parte, pois tudo que foi
visto até aqui, foram informações que neste momento se transformarão na
base para as fases que irá estudar.

Comportamento
Há uma questão particularmente interessante em relação às
mudanças de atitudes ligadas aos processos de cura: o estabelecimento de
alternativas em relação a padrões e hábitos que nos eram comuns.
Vejamos, por exemplo, essa sequência de hábitos (ou ainda de tantos
outros comportamentos depreciativos do nosso estado geral de saúde e
manifestação que verá em consultório):
 Mudança de hábitos alimentares pautados na busca de um
prazer que na verdade vem “tapar” vazios, estes sim, devendo ser
preenchidos (chocolate, café, etc.).
 A utilização de drogas. Uma forma mais grave de “tapar” os
vazios citados anteriormente.
 Sedentarismo, que pode ser consequência de estados
depressivos, de melancolia ou falta de estímulo por conta de desesperanças
ou decepções.
Estes são hábitos que podemos chamar de psicossomáticos, pois
envolvem o corpo na busca de satisfações por uma desordem psíquica que,
por sua vez, pode atingir o próprio corpo (bulimia, anorexia, por exemplo).
A condução de aconselhamento que irá promover as mudanças
deve ser não só no sentido de desfazer estes hábitos, mas também no
sentido de apresentar em diálogo com o cliente, uma alternativa que
preencha as lacunas criadas ao se deixar esses hábitos para trás.
Alternativas que se mostrem eficientes e prazerosas, em um primeiro
momento, visto que o próximo passo será conduzir o cliente ao cerne da
questão: que “falta” é esta que o levou a ter tais comportamentos. Nesse
sentido, a pessoa deve estar atenta para os resultados não imediatos que
as mudanças podem proporcionar e focar em seu bem-estar, o que ajuda e
facilita a encontrar prazer e satisfação em atingir as mudanças desejadas
e/ou necessárias.
Ou seja, em um primeiro momento, devemos tão somente
aconselhar as mudanças de hábitos, criando uma programação que,
utilizando o exemplo acima, conduza o cliente a se alimentar de forma mais
saudável, exercitar-se fisicamente, etc, etc.

6
Alternativa Consultoria - Terapias Holísticas
CNPJ 04.226.034/0001-50
Fernando Martins - Terapeuta Holístico - CRT 37.039

Indicação da alopatia
É importante tanto para o terapeuta quanto para o cliente terem
a consciência que a chamada Terapia Holística, em um primeiro momento
denominou-se, e assim ainda é chamada até hoje, de “Terapia
Complementar”, visto que no seu início funcionava como suporte para
outras técnicas mais ortodoxas.
Hoje, com o desenvolvimento de estudos mais aprofundados e
um índice de eficácia significativo, muitas pessoas que recorrem às terapias
holísticas passam a ignorar as terapias ortodoxas, principalmente no que
tange a medicação alopática, o que é um erro.
A cura se dá de diversas formas e diversas são as técnicas, sendo
que, muitas vezes, a orientação para que o cliente procure um médico ou
psicólogo se faz necessária. No tocante a medicação, o que é prerrogativa
dos médicos, não devemos titubear se percebermos a necessidade de
aconselhar a consulta com um, de preferência por nós indicado. Da mesma
forma, certas técnicas específicas da Psicologia, como a Psicanálise ou TCC,
precisam ser recomendadas.
OBS: Florais não são remédios nem tão pouco fitoterápicos, daí
podermos como terapeutas holísticos, recomendá-los (não utilizar o termo
receitar). No curso de Florais que ofereço apresento a forma de recomendar
o floral.
Crises no processo
Ocorrerá em sua prática, momentos em que ao resgatar
sentimentos, emoções e se defrontar com elas, o cliente irá sofrer efeitos
colaterais do processo de cura, como alterações no sono, gripes,
desarranjos intestinais. Estes efeitos colaterais na verdade são sinais que
devem ser observados. Em um entendimento como na técnica dos Florais
de Bach, por exemplo, (um dos cursos que oferecemos) onde os primeiros
florais trazem à tona novas emoções a serem trabalhadas e, com isto,
novos florais são recomendados.
Isto ocorre por conta das descargas emocionais vivenciadas irem
além das capacidades do indivíduo. Daí ocorrer uma grande perda de
energias, o que gera, consequentemente, uma baixa na capacidade
imunológica.
Responsabilidade Pessoal
A responsabilidade por si próprio é um dos maiores canais de
cura. Entretanto, este é um caminho que se trilha lentamente, ancorando
progressivamente consciência e responsabilidade sobre tudo o que possa
nos acontecer.
Toda manifestação de nosso ser possui um correspondente em
cada um de nossos corpos. Assim, em relação às doenças que são objeto de
queixa, é importante mostrarmos ao cliente as correspondências
psicossomáticas que já vimos em módulos anteriores, levando-o a se
autoquestionar, se autoavaliar.

7
Alternativa Consultoria - Terapias Holísticas
CNPJ 04.226.034/0001-50
Fernando Martins - Terapeuta Holístico - CRT 37.039

Muitos clientes não assumem esta posição, são aqueles que


culpam a tudo e a todos e nunca assumem para si a responsabilidade de
suas vidas e de seus problemas.
A profundidade de envolvimento com o processo deve ser do
cliente. Cabe-nos esclarecer a ele, mesmo que isso lhe desagrade, a
eventual condição de estar procurando, mesmo que inconscientemente, um
determinado processo terapêutico apenas para, mais uma vez, provar que
"é um pobre coitado", "que seu caso não tem remédio" ou ainda apenas
para reforçar novamente seu padrão de que nenhum canal de cura ou
processo consegue vencê-lo em seu propósito em continuar doente,
inconsciente à sua própria realidade ou irresponsável por sua própria
condição.
Um dos grandes males é exatamente o indivíduo crer que ele e
seu comportamento não tem nada a ver com as doenças que manifesta,
que não cabe a ele próprio nenhum tipo de responsabilidade sobre o que
acontece exatamente dentro dele.
Esse tipo de pensamento é uma muleta social amplamente aceita.
É muito fácil taxar alguém de vagabundo ou preguiçoso por não conseguir
carregar forças suficientes para trabalhar ou vencer suas próprias limitações
(inclusive, as pessoas que fazem esse tipo de taxação ignoram, dentre
muitos outros conhecimentos, as manifestações ligadas à depressão e à
oralidade). Entretanto, todo mundo aceita de bom grado quando alguém
sofre algum tipo de ataque ou mal qualquer, sendo os mais comuns, os
cardíacos, vasculares e os de coluna.
Quando alguém cai doente, tudo bem se a pessoa “estava
fazendo sua parte”, entendendo isso como ir além dos seus próprios limites
para se adequar às expectativas e falsas crenças das outras pessoas, da
sociedade ou até mesmo para sufocar suas próprias limitações em perceber
e definir o que realmente está errado consigo. Enganar-se é um artifício que
serve apenas à consciência e à razão, mas não é o suficiente para a
emoção, o corpo e o espírito.
Muitas pessoas atribuem às causas externas a responsabilidade
por tudo o que acontece em suas vidas, aos pais, à criação, às condições de
sua infância, aos infortúnios que vivenciou, às condições sociais desiguais,
ao governo, à falta de oportunidade, enfim. Para quem já está há mais
tempo no caminho da busca pessoal, fica clara a própria responsabilidade e
participação inclusive sobre os infortúnios, fracassos e até mesmo acidentes
nos quais se envolvam. Este tipo de cliente se envolve mais fácil no
processo, mas não podemos escolher clientes.
IMPORTANTE: Vale ressaltar que a questão deve ser focada sob a
ótica da responsabilidade e não da culpa (que são polaridades do mesmo
sentimento...), tanto por parte de quem passa por qualquer sofrimento
quanto por quem se apresenta apenas como parte externa do processo.
Claro que uma criatura não sofre por opção consciente (a razão é limitada
para isso, o espírito e o plano causal não...).

8
Alternativa Consultoria - Terapias Holísticas
CNPJ 04.226.034/0001-50
Fernando Martins - Terapeuta Holístico - CRT 37.039

Muitas vezes, o que ocorre em clínica é maravilhoso, até


espantoso. Entretanto, o mais importante é que a pessoa possa consolidar o
que se alcançou, resgatar voluntária e permanentemente qualquer eventual
sensação que tenha se evidenciado à sua memória em uma vivência de
cura. Por exemplo: às vezes, determinada pessoa vive há tantos anos com
medo, ansiedade, uma determinada dor específica ou qualquer outro
sentimento desagradável e dominante, que nem sabe mais ou nem tem
mais a noção de como é o estado de não ter aquilo incorporado a sua
autopercepção.
Durante um processo terapêutico, o cliente pode sentir-se
(seguindo a sequência de exemplos acima...) confiante, sereno, leve e
fluído... Este estado pode não ser a cura em si, mas pode perfeitamente
servir de parâmetro para que a lembrança de seu real estado de saúde seja
resgatado, abrindo um portal para que, no dia a dia, ele possa trabalhar
para si próprio, com o intuito de resgatar e incorporar o benefício
alcançado. Seria um recondicionamento.
O trabalho pessoal é fundamental para a consolidação e
continuidade dos benefícios alcançados dentro de trabalhos da clínica.
Temos para ele as estruturas de defesa já estudadas e a partir
delas, indicações como meditação e os autoquestionamentos, seguidos do
aconselhamento sempre fundamental no trabalho do Psicoterapeuta
Holístico, sendo que não só no que tange ao comportamento em geral, mas
em detalhes do dia a dia como vimos anteriormente (alimentação,
sedentarismo, etc.).

POSTURAS
As mudanças no sentido da cura tendem a ser mais lentas e
envolvendo processos mais demorados nas primeiras vezes em que ocorre
com o indivíduo, especialmente sob sua vivência/entendimento como sendo
um processo integral e completo. À medida que a pessoa vai interiorizando
o conhecimento além da razão, especialmente os conhecimentos físicos e
emocionais do seu estado de cura, de saúde plena, os processos de
mudança vão ficando mais rápidos, podendo em alguns casos pontuais se
manifestarem instantânea e definitivamente.
Alguns sentimentos ou percepções são mais passíveis de serem
mudados definitivamente e quase que instantaneamente após algumas
sessões terapêuticas. Esses sentimentos normalmente estão ligados a
percepções e/ou expectativas distorcidas da realidade como, por exemplo,
sensação de que algo extraordinário irá acontecer e mudar sua vida ou até
mesmo a sociedade e o mundo; necessidade de reconhecimento e
acolhimento além da realidade (normalmente a pessoa se quer tem noção
que sua carência de afeto e reconhecimento é gigante e definitivamente
fora da realidade: não importa o quanto ela seja reconhecida, sua
expectativa será ainda maior...).

9
Alternativa Consultoria - Terapias Holísticas
CNPJ 04.226.034/0001-50
Fernando Martins - Terapeuta Holístico - CRT 37.039

Outros sentimentos para serem dissolvidos envolvem o


desdobramento de longos períodos, pois demandam a troca de memórias
de situações adversas por novas experiências compensatórias.
No primeiro caso, temos o grupo das "coisas" que a pessoa
idealizou ou projetou de forma distorcida a partir de suas próprias ideias e
percepções. No segundo, experiências negativas reais efetivamente vividas
e que precisam ser trocadas.
A memória independe da vontade própria, é automática e está
diretamente ligada e influenciada pela qualidade emocional presente
durante o momento de ocorrência e gravação de seus conteúdos. Dessa
forma, uma sensação constante, por exemplo, de fracasso não será passível
de ser esquecida pela pessoa. Entretanto, sua memória emocional de
fracasso poderá ser reeditada por experiências recorrentes de sucesso e
êxito, proporcionalmente tão importantes quanto à(s) experiência(s) que
geraram o sentimento anterior de fracasso e perspectiva de que tudo o que
venha a ser realizado "não levará a nada".
Nesse "mesmo barco", encontram-se experiências de rejeição,
medo/insegurança, fraqueza, dentre tantas outras, que devem ser
reeditados positivamente com experiências bem sucedidas de aceitação,
confiança, força, satisfação, etc. Isso pode levar muitos anos.
Muitas mudanças somente serão passíveis de serem efetivadas e
gravadas como definitivas em nós a partir de exercícios constantes, que
compreendem exercícios físicos e de comportamento e atitudes. Por
exemplo: para acabar com uma sensação constante de ansiedade é
muitíssimo recomendado o exercício de comer lentamente, o que exige
normalmente um esforço tremendo, a confluência de várias pequenas
técnicas e muito, muito tempo, para que a pessoa possa ter êxito nessa
tarefa aparentemente tão simples.
Depois de percebido um determinado padrão indesejável em nós,
haverá ainda um tempo posterior no qual perceberemos a sua ocorrência
novamente, sem que consigamos nos manifestar ainda da forma que já
desejamos. Esse período é crítico. Muita calma e aceitação nesse momento.
Conscientizando o cliente deste fato, cabe aí a programação
terapêutica, com atividades que visem diluir estes sentimentos e
reorganizar a vida com padrões mais adequados.
Frequência de tratamentos
Muitos Psicoterapeutas Holísticos estabelecem uma frequência
pré-determinada de encontros terapêuticos, com número de sessões
definidas. Este formato pode ser aplicado em muitos casos.
Entretanto, tanto em longo prazo, quanto para aplicações
pontuais, o mais importante é que a própria pessoa que busca a terapia
perceba, compreenda e assuma a responsabilidade pessoal de definir para
si própria a frequência e os períodos de suas próprias necessidades de
buscar a cura e ajuda. Pois muitos processos exigem muito mais do que
apenas orientações realizadas no ambiente clínico.

10
Alternativa Consultoria - Terapias Holísticas
CNPJ 04.226.034/0001-50
Fernando Martins - Terapeuta Holístico - CRT 37.039

A frequência de tratamentos também depende da reação da


pessoa após cada sessão, da sua abertura, resistência e capacidade para
integrar o que foi trabalhado, além da confluência imprevisível da força dos
fatos e dos acontecimentos externos.

Resistências
Não ter segurança na proposta de trabalho do profissional que
eventualmente o esteja orientando sobre este assunto pode ser um sinal
vermelho contra uma força que pode estar mais preocupada em tirar
benefícios para si própria do que fazer uma troca justa com você. Ligue a
sua intuição. Esteja atento.
Algumas pessoas têm esse clichê mental internalizado de que não
gostam de terapia. Dizer ou pensar algo assim é como dizer "não gosto de
essências", é trocar um conceito por outro. A pessoa pode não gostar de
determinadas essências, até mesmo de muitas delas, mas com certeza,
existem essências que lhe serão agradáveis.
O que normalmente ocorre em relação a eventuais aversões a
processos terapêuticos, via de regra, vem de dois caminhos:
- um total desconhecimento do que seja um processo
terapêutico;
- uma vivência inicial desagradável ou de pouco ou nenhum
retorno efetivo em algum tipo de processo.
Sob uma determinada ótica, podemos entender a terapia como
sendo uma ajuda. Ajuda é sempre boa, quando ela realmente se constitui
de uma ajuda é buscada ou oferecida no momento adequado.
"Terapia, uma ajuda?... Ajuda pra quê?!!"
Ajuda para conseguir algo que não estamos conseguindo realizar
sozinhos, não apenas restabelecer o estado de saúde sob determinado
aspecto efetivo, mas também para conseguir realizar algo que se vem
tentando sem sucesso, atravessar uma barreira interna que sentimos não
estar conseguindo ultrapassar ou ainda tantas outras e infinitas
necessidades.
O costume que tivemos com a sequência ininterrupta de séculos e
séculos de uma medicina voltada apenas para o socorro de reversão de
males já bem instalados e de intervenções drásticas, inclusive com muitos
processos invasivos, fez perder o foco do sentido terapêutico de ajuda como
resgate para os próprios processos internos de cura e evolução do sistema
humano.
O estado de cura real, de satisfação plena, na realidade,
infelizmente, foi vivenciado por muito poucos de nós.
O processo e o estado de cura são um dos vários conhecimentos
e vivências que vão além do alcance da razão. É um conhecimento
emocional, físico, mental e espiritual, que não se traduz apenas em
palavras, mas que por uma graça da natureza, é passível de ser propagado

11
Alternativa Consultoria - Terapias Holísticas
CNPJ 04.226.034/0001-50
Fernando Martins - Terapeuta Holístico - CRT 37.039

entre nós pelo poder da transmissão sinestésica. A sinestesia é a


capacidade de perceber uma mensagem de um meio com o sentido de
outro. Assim, podemos ter cores e cheiros "doces" ou "amargos", por
exemplo. Desta forma, o psicoterapeuta possui "uma chave" para nos
transmitir uma emoção, uma sensação, uma força de vontade, seja lá o que
for, que não estamos conseguindo sintonizar por um motivo ou por outro.
De forma resumida, este entendimento deve ser repassado para o
cliente a fim de deixá-lo mais à vontade e quebrar a barreira da resistência.
Os segredos incontáveis
Por vezes, o cliente fala e fala e fala e, no entanto, continua
escondendo um segredo.
Um segredo "incontável" funciona somaticamente para o
organismo da mesma forma que um veneno.
Dessa forma, existem coisas "incontáveis" ou das quais nos
envergonhamos muito, mas para as quais precisamos dar vazão. Pois algo
incontável gera um sentimento de exclusão dentro do grupo humano.
Para esses casos, a figura do Psicoterapeuta Holístico funciona
com alguém que, a partir de um distanciamento proporcional ao tamanho
desse segredo, esteja apto a ouvi-lo e, desta forma, dividir este fardo com
ele.

EXPANDINDO A CONSCIÊNCIA

Conduzir a expansão da consciência do cliente envolve buscar e


conscientizá-lo dos padrões de comportamento que vive e que é a causa de
seus males. Reverter este quadro é o objetivo e proporcionar ao cliente de
que ele mesmo seja o promotor desta mudança é a consagração de nosso
tratamento.
Um direcionamento bastante proveitoso em relação à dissolução
de padrões antigos e consequente liberdade de manifestação de novas
respostas e comportamentos é o seguinte: ao implementar uma mudança
de padrão é sempre bom começarmos por contextos mais simples, até que
o cliente se sinta mais seguro com o novo padrão, aguardando o momento
mais adequado de implementá-lo em situações mais profundas.
Um bom exemplo para isso está ligado aos padrões de reação
dentro dos relacionamentos. Digamos que o cliente se sente oprimido e
imobilizado toda vez que alguém "cresce" pra cima dele com argumentos e
até atitudes mais contundentes. Ele percebe esse padrão e começa a se
trabalhar para mudar isso. Muito pouco provavelmente ele terá êxito se for
tentar mudar isso já numa primeira tentativa exatamente com alguém que
lhe seja muito próxima e constante, como marido/mulher, pai/mãe, chefe
etc. O indicado é que ele possa ir mudando essa sua atitude/sentimento em
contatos primeiramente mais fortuitos, que nem irão acontecer novamente,

12
Alternativa Consultoria - Terapias Holísticas
CNPJ 04.226.034/0001-50
Fernando Martins - Terapeuta Holístico - CRT 37.039

como com uma pessoa qualquer que chame a atenção na rua, um


atendente de uma loja onde passou apenas eventualmente e por aí vai.
Nessa fase, a pessoa verá que apesar de seus esforços, muitas
vezes ainda virá a se sentir oprimida/imobilizada nesse tipo de situação em
questão, mas também que já consegue observar mudanças em algumas ou
muitas vezes. Gradativamente, a pessoa vai se sentir mais segura para
tentar essas mudanças também em contatos um pouco mais frequentes
como, por exemplo, em relação ao síndico de seu prédio, um colega de
outro departamento da empresa, etc.
Chegará o dia em que começará conseguir trazer seu
desprendimento em relação àquele velho padrão para dentro dos
relacionamentos mais íntimos. Geralmente, quando conseguimos mudar
frente a velhos padrões em relação a pai/mãe é um indicativo quase
certeiro que não teremos mais problemas com esse padrão com mais
nenhuma outra pessoa...
Ficando atento para os padrões de comportamento/reação dentro
dos relacionamentos, também vamos adquirindo mais habilidade para
conhecer nossos padrões também em outras áreas e dimensões do nosso
ser como, por exemplo, nossos padrões de nutrição, humor, habilidade em
reagir frente a desafios diversos, doenças, metabolismo, etc.
Os padrões mais profundos que podemos perceber estão ligados
à energia de nossa essência e podem ser denunciados pela análise das
estruturas de defesa, que já vimos anteriormente. Este é um conhecimento
fundamental para um processo psicoterapêutico adequado.
A questão de padrões associa-se à questão de flashbacks. Um
mecanismo psicoterapêutico muito utilizado que vem a ser a sensação,
muitas vezes induzida, de a pessoa resgatar as lembranças e,
principalmente, as sensações e emoções que teve em relações a
determinado trauma, agora sob uma nova condição que lhe permita reviver
a situação, porém integrando o que possa ter ficado de bom ou de
ensinamento, agregando valor sobre aquilo, uma vez que o que ficou de
negativo ou já está bem patente para a consciência ou, bem pior, de tão
intenso foi agregado aos conteúdos inconscientes, como uma forma de
proteção do próprio sistema de equilíbrio psíquico e orgânico.
O flashback pode tanto ser de fatos recentes, quanto à de
qualquer período da vida, como da infância, da época de gestação, sobre
conteúdos de vidas passadas (TVP) ou de origem até mesmo não
identificada. Mesmo que a pessoa não tenha a crença de períodos como os
de vidas passadas, o mais importante sobre este tipo de experiência é que
ela possa viver a verdade de determinado conteúdo que ela traz dentro de
si, e que essa revivência/releitura dentro do contexto terapêutico possa
trazer a ela o resultado de cura que ela procura e/ou precisa.
OBS.: Cito aqui a TVP por ser uma abordagem válida para o
processo de expansão da consciência, mas que é algo muito específico e
que cabe ser estudado em um curso próprio desta técnica.

13
Alternativa Consultoria - Terapias Holísticas
CNPJ 04.226.034/0001-50
Fernando Martins - Terapeuta Holístico - CRT 37.039

É a partir desta expansão da consciência que se resgata


conteúdos inconscientes de sentimentos e emoções registradas e não
percebidas pelo cliente. A partir de então se dará o passo seguinte, que
vem a ser a integração do inconsciente, para daí termos um indivíduo
inteiro, com um inconsciente integrado ao seu Ser, uma consciência
expandida e, consequentemente, em equilíbrio e harmonia consigo mesmo
e com o mundo que o cerca.

INTEGRANDO O INCONSCIENTE

Segundo Jung, todo indivíduo possui uma tendência para o


autodesenvolvimento, que ele chama de individuação.
Individuação significa tornar-se um ser único, homogêneo, na
medida em que por individualidade entendemos nossa singularidade mais
íntima, última e incomparável, significando também que nos tornamos o
nosso próprio si mesmo. Pode-se traduzir Individuação como tornar-se si
mesmo ou realização do si mesmo.
Individuação é um processo de desenvolvimento da totalidade e,
portanto, de movimento em direção a uma maior liberdade. Isto inclui a
expansão da consciência e a integração de vários elementos que compõe o
nosso Ser.
Na teoria de Jung, a Psicologia Analítica, criou-se termos para
definir estes elementos, como Ego, Persona, Sombra, Anima ou Animus,
que vem a serem arquétipos inconscientes.
Quanto mais conscientes nos tornamos de nós mesmos através
do autoconhecimento, tanto mais se reduzirá a camada do inconsciente
pessoal que recobre o inconsciente coletivo. Desta forma, sai emergindo
uma consciência livre do mundo mesquinho, suscetível e pessoal do Eu,
aberta para a livre participação de um mundo mais amplo de interesses
objetivos.
Essa consciência ampliada não é mais aquele novelo egoísta de
desejos, temores, esperanças e ambições de caráter pessoal, que sempre
deve ser compensado ou corrigido por contra-tendências inconscientes.
Tornar-se-á uma função de relação com o mundo de objetos, colocando o
indivíduo numa comunhão incondicional, obrigatória e indissolúvel com o
mundo.
Do ponto de vista do Ego, crescimento e desenvolvimento
consistem na integração de material novo na consciência, o que inclui a
aquisição de conhecimento a respeito do mundo e da própria pessoa. O
crescimento, para o Ego, é essencialmente a expansão do conhecimento
consciente.
Temos então o autoconhecimento como a integração total entre
os conteúdos inconscientes, nossos desejos profundos, com a consciência,
nosso contato com o mundo.

14
Alternativa Consultoria - Terapias Holísticas
CNPJ 04.226.034/0001-50
Fernando Martins - Terapeuta Holístico - CRT 37.039

Expandindo a consciência teremos uma visão clara do que nos


cerca e a certeza de lidar melhor com as situações. Com os conteúdos
inconscientes integrados, estaremos livres de conflitos internos, pois
estaremos nos compreendendo melhor.
Cabe ao Psicoterapeuta Holístico desenvolver no seu cliente estas
capacidades, a de expandir a consciência e integrar o inconsciente. Daí ter
sido até agora apresentado em forma de informações, vários instrumentos
que possibilitaram a condução deste processo por você.

PALAVRAS FINAIS
Este Curso Livre não se esgota aqui. O objetivo é despertar em
você a linguagem da Psicoterapia Holística, lhe oferecer alguns
instrumentos dentre tantos para a prática psicoterapêutica holística e,
principalmente, fornecer a você uma base para que antes de buscar
promover o autoconhecimento do outro, promova você o seu próprio
autoconhecimento.
Muitos caminhos existem e boa bibliografia também e estarei aqui
à disposição para orientação.
Fecharemos com um esboço de formulário para entrevista inicial
e um caso clínico para sua análise.

15
Alternativa Consultoria - Terapias Holísticas
CNPJ 04.226.034/0001-50
Fernando Martins - Terapeuta Holístico - CRT 37.039

Abaixo um modelo de ficha para cadastro do cliente e ficha para


entrevista inicial.

FICHA CLIENTE

DADOS PESSOAIS
Nome:.........................................................................................................................................
Data de Nasc:..................................Idade:..................Sexo..................Raça:............................
Endereço:...................................................................................................................................
Bairro:.........................................................................Cep.:......................................................
Cidade:......................................................................................Estado:.....................................
Fone:...........................................................................Celular:................................
Naturalidade:.....................................................Nacionalidade:.................................................
R.G.................................................................CPF.....................................................................
Estado Civil:.........................................................
Tipo Sanguíneo:..............................................
Possui convênio médico? ( ) sim ( ) não Qual?...............................................................

DADOS PROFISSIONAIS
Nome da empresa que trabalha:.................................................................................................
Endereço Comercial:..................................................................................................................
Bairro:.............................................................................Cep.:...................................
Fone:.....................................................
Profissão:...................................................................................
Horário de Trabalho:..........................................
Cargo que ocupa:.......................................................................................................................
Como é a sua relação com o seu trabalho?................................................................................
....................................................................................................................................................
....................................................................................................................................................

16
Alternativa Consultoria - Terapias Holísticas
CNPJ 04.226.034/0001-50
Fernando Martins - Terapeuta Holístico - CRT 37.039

ENTREVISTA INICIAL
1-Motivo da consulta: ........................................................................................................
....................................................................................................................................................
...................................................................................................................................................
2 -Quando iniciou este problema e como ele se apresenta exatamente?................................
....................................................................................................................................................
....................................................................................................................................................
3-Quais as conseqüências deste problema na sua vida?........................................................
....................................................................................................................................................
....................................................................................................................................................
4-Já se submeteu a algum tipo de Terapia Holística? Se sim diga o
motivo:............................................................................................................................
...................................................................................................................................................
5-Está sob tratamento médico? Qual?......................................................................................
6-Toma algum medicamento? Qual.........................................................................................
7-Já se submeteu a alguma cirurgia? Qual?.............................................................................
8-Já foi hospitalizado? Por quê?..............................................................................................
....................................................................................................................................................
9-Perdeu ou ganhou peso ultimamente? Por quê?...................................................................
....................................................................................................................................................
10-Pratica esportes ou exercícios físicos? Qual?.......................................................................
11-Está grávida?( ) sim ( ) não quantos meses? ( ) meses
12-Consome bebida alcoólica? Qual?.......................................................................................
13-Fuma? ( ) sim ( ) não
14-Consome drogas? ( ) sim ( ) não Qual?..................................................................
Com qual frequência?....................................Desde quando?....................................................
15-Quais as doenças que já teve? Quais? ................................................................................
.......................................................................................
16-Sente palpitações? ( ) sim ( ) não Dores no peito? ( ) sim ( ) não
17-Sentefalta de ar ou cansaço?.................................................................................................
18- É hipotenso (Pressão baixa)?...............................hipertenso(Pressão alta)?........................
19-Tem ou teve algum problema gastrointestinal?....................................................................
20-Tem desmaios freqüentes?....................................................................................................
21-Tem cefaleias (dores de cabeça) frequentes?.................... É epilético?................................
22-Já fez tratamento psiquiátrico ou psicológico?.....................................................................
Quando?.....................................................Por quê?..................................................................
25-Como é a sua alimentação?..................................................................................................
....................................................................................................................................................
26-Como é a sua vida afetiva/sexual? .....................................................................................
....................................................................................................................................................
27-Tem alguém doente na família? ( ) sim ( ) não Qual a moléstia?.................................

17
Alternativa Consultoria - Terapias Holísticas
CNPJ 04.226.034/0001-50
Fernando Martins - Terapeuta Holístico - CRT 37.039

28-Houve algum falecimento recente? Qual?...........................................................................


29-Teve caso na família de câncer, diabetes, infarto, hipertensão, problemas renais? Se sim
dizer qual(is) e se tiver outro também citar:..............................................................................
....................................................................................................................................................
30-O que gosta de fazer nas horas de lazer?..............................................................................
....................................................................................................................................................

CASO CLÍNICO
Leia atentamente e responda as perguntas na sequência, me
retornando sem pressa.
OBS.: Na narrativa, as palavras em negrito significam terem sido
palavras e informações ditas pelas clientes.

Dona Z chega ao consultório com sua filha Y. Dona Z já havia


deixado 5 recados na secretária eletrônica até que obteve seu retorno para
agendar um horário.
Dona Z com 36 anos vem acompanhada de sua filha Y de 18 anos
que está grávida. Falando exageradamente, dona Z diz estar preocupada
com a filha que só faz chorar, pois a gravidez é indesejável e que
pensa inclusive em fazer aborto (a filha interrompe a mãe dizendo ser
ideia da mãe). A mãe a manda se calar, pois está falando com o
doutor. A filha diz que é sempre assim, ela não pode falar nem fazer
nada. A mãe como se nada ouvisse prossegue, dizendo que já passou por
esta situação e sabe o que é o melhor para ela. A diferença é que
não tivera apoio da mãe, mas já sua filha tem todo o seu apoio.
A filha está com muita tristeza e perdida e soube que você
faz um bom trabalho de aconselhamento. Gostaria muito que você a
ajudasse.
1 – Em um primeiro momento, quais estruturas você percebe a
sua frente na figura da mãe e na da filha.
2 – A partir da percepção acima, seria adequado você pedir para
ouvir a filha a sós nesta mesma consulta? Sim ou Não. Por quê?
3 - Você sugeriria um tratamento para ambas ou apenas para
uma? Por quê?
4 – Foram citados dois medicamentos na entrevista, haloperidol e
fluoxetina. Pesquise sobre os dois para responder quem tomaria qual
medicamento. Retornando seus exercícios irei analisá-los, tecer meus
comentários e preparar o envio de seu Certificado.

18