Você está na página 1de 10

1

Passado, Presente e Futuro

 Se pudéssemos voltar no tempo, ao passado, o que apagaríamos da história da humanidade?


 As 1ª e 2ª guerras mundiais, o holocausto produzido pelo regime de Adorlf Hitler?
 O ataque ao W.T.C? As guerras do Golfo?
E se pensássemos mais especificamente, olhando cada um para sua própria vida e perguntássemos:
 O que apagarias da história da tua vida?

Constantemente parece que somos lembrados do nosso passado.


Hoje quero que cada um de voz olhe de uma maneira diferente para o passado, presente e futuro.

Toda a humanidade está sujeita a este espaço e tempo. Todos nós estamos confinados a ter um passado,
presente e futuro.
Quando falamos do passado, presente e futuro, temos que reflectir sobre a pessoa de Deus.

A Sua imutabilidade, o mesmo Deus do passado é no presente e o será por toda a eternidade, pois Ele é
eterno.
Apesar de nós, criação Sua, feitos a Sua imagem e semelhança, não temos esta característica de Deus,
imutabilidade.
A nós seres humanos pertence o oposto, a mutabilidade. Somos seres inconstantes, instáveis.
2

2 Co. 5:11-21

Contexto.

Paulo fundou a igreja em Corinto por volta do ano 50-55. D.C. durante a sua 2ª viagem missionária. A igreja
era composta no início por alguns judeus convertidos ao cristianismo e na maioria gentios convertidos.
A cidade de Corinto era a principal rota entre o Leste/oeste, sendo sua população composta por gregos,
romanos e judeus.
Uma cidade de muito movimento financeiro, devido ao comércio. Uma cidade muito sábia em seus filósofos.
Também era uma cidade de disputa partidária, devida a sua constituição de raças diversas.
Resumindo cada um “puxava para o seu lado.”

É engraçado (sem ter graça nenhuma), que encontramos o reflexo da sociedade dentro da igreja em
Corinto. Podemos ver essa disputa partidária, um espírito sectário entre os fiéis.
Uma igreja que se achava espiritual, mas que é conhecida como sendo uma das mais carnais nos tempos da
igreja primitiva.

A igreja era dividida entre Paulo e Apolo, entre os dons e as profecias, entre as mulheres falarem ou não,
etc…
3

A ênfase de Paulo ao escrever a igreja em Corinto é exortar a igreja nos ministérios que a ela pertencem, e
que cada cristão vivesse uma vida prática na fé.
Ao fazer isso Paulo lembra o passado de cada um, os coloca no lugar no presente e lhes dá uma perspectiva
do futuro.

Deus conhece melhor do que nós o nosso passado, o nosso presente e sabe tudo sobre o nosso futuro.
E enquanto igreja do Senhor, Ele nos deu ministérios e distribuiu dons e talentos para cada um de nós
segundo o seu espírito. E hoje vamos reflectir num ministério que foi dado a todos os crentes em Jesus
Cristo: O ministério da reconciliação.

Para isto temos que olhar para o nosso passado, presente e futuro.
Como já disse, muitas vezes o nosso passado vem ao de cima, atitudes que estavam mortas/adormecidas
aparecem e nos querem derrubar, nos fazem muitas vezes pecar contra Deus.

E Deus não aceita o pecado. Uma vida em pecado é a prova da separação com Deus. Não do Seu amor,
porque deste nada nos poderá separar. (Rm. 8:39)

Deus não pode aceitar o, pecado, a impureza, porque Ele é Santo, Santo, Santo.
4

O coração de todo o Evangelho poderíamos resumir da seguinte forma: Jesus já fez algo sobre o nosso
pecado (justificou) para que possamos ser reconciliados com Deus. O Nosso Pai não acusa-nos dos
pecados cometidos, porque Jesus foi quem deu conta deles diante de Deus.

Precisamos entender isso querido irmãos, que uma vez que estamos reconciliados com Deus, temos o poder
para viver uma vida justa diante Dele; porque habita em nós a presença do Espírito Santo e estamos
justificados diante de Deus.

(Neil Anderson – Viver livre em Cristo) “O pecado é somente um sintoma da doença; a enfermidade é a
separação de Deus.”

Somos chamados por Deus para vivermos não segundo a carne, os conceitos deste mundo, mas temos que
viver segundo o coração de Deus e andar no espírito.
Rm. 8:7:8-9…”7 Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus, pois não é sujeita à lei de Deus, nem, em verdade, o pode
ser. 8 Portanto, os que estão na carne não podem agradar a Deus.
9 Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se é que o Espírito de Deus habita em vós. Mas, se alguém não tem o Espírito de
Cristo, esse tal não é dele.

Queridos, se pararmos de andar no espírito, os feitos da carne se tornam evidentes em nós.


 Olhe para a tua vida no passado (velha natureza) e veja aquilo que fazias, como vivias.
É importante que tu reflictas que antes de conhecer a Cristo, os teus pecados causavam inimizade diante
de Deus.
5

Gl 5:19…” Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, prostituição, impureza, lascívia,
20 Idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias,
21 Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que
os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus.”

O grande problema consiste em andarmos de acordo coma antiga natureza (carne), ao invés de andamos no
espírito.
 Mas como saber se ando na carne ou no espírito?

Os feitos da carne ou os frutos da carne e do espírito são a prova disso.

O outro grande erro que cometemos é que tentamos corrigir, consertar as obras da carne mas a
palavra de Deus é clara enquanto isso.

Gl.5:24…”E os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências.”

Com isso quero dizer que não conseguimos melhorar o velho homem. Não podemos melhorar aquilo que vive
em oposição e inimizade contra Deus; temos tirá-lo de circulação, apagar da nossa história, do nosso
passado.
E isso é possível, não precisamos de uma máquina do tempo para tal.
6

A grande Boa Nova desta noite é que Deus tem o poder para fazer isso, eliminar o teu passado, apagar a tua
história.

Hino 32 C.C…

Novas tenho…dar-vos venho,


Disse um anjo com dulçor:
Eis que é nado o Bem-amado, Jesus Cristo o Salvador.”

Somente Ele pode apagar o pecado da nossa história. Para isto é necessário hoje (presente)
reconciliares com Deus. Hoje!!!!

Faça isso agora, reconcilia-te com Deus, aceita Jesus em tua vida, ande segundo o espírito.

Não lute contigo mesmo, não tente transformar a tua velha natureza, elimina-a da tua vida e viva para Ele.
(v.15)

 Convidar pessoas à reconciliação com Deus.

Ainda não acabou, Deus tem mais algumas coisas para nós hoje.
V.17
7

Por sermos uma “nova criatura”, barro nas mãos do oleiro, estamos unidos a Cristo, edificados Nele.

Cl. 2:6-7…”Como, pois, recebestes o Senhor Jesus Cristo, assim também andai nele,
7 Arraigados e edificados nele, e confirmados na fé, assim como fostes ensinados, crescendo em acção de graças.”

V-18
Por sermos novas criaturas em Cristo, temos um ministério agora pela frente: A reconciliação.

Somos em Cristo a ponte entre a humanidade perdida e Deus redentor.

Agora somos chamados filhos de Deus e segundo a palavra somo os pacificadores.


Mt. 5:9…Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus;

V. 19
Não devemos imputar o pecado aos homens que não conhecem a Deus. Somos portadores das chaves do
reino de Deus.
Não sei se já leste a palavra pastoral de hoje impressa no boletim. Leia!
Ao andarmos em Cristo somos impulsionados pelo espírito para levar a palavra da reconciliação a
todas as pessoas.
Devemos nos importar com aqueles com quem mantemos relacionamentos, por isso devemos estar dispostos
a confrontá-los sobre os seus pecados, não com a intenção de destruí-los, mas sim levá-los ao
arrependimento sincero de coração. É isso que o Espírito quer fazer hoje neste lugar.
8

V. 20

Um embaixador é um representante oficial de um país em outra nação.


Como embaixadores de Cristo somo enviados a pregar as boas novas a todas as pessoas.
E quais boas novas temos? A reconciliação com Deus por Jesus Cristo. É uma missão deveras
importante e que deve ser encarada como tal.

Sobre o futuro não podemos falar muita coisa, porque a própria palavra nos diz que o amanhã a Deus
pertence.
Mas uma coisa posso dizer-vos com toda autoridade.

Se já reconciliaste com Deus és uma nova criatura; e que deve andar no Espírito segundo coração de Deus,
vivendo uma fé verdadeira, reconciliando as pessoas ao teu redor.

Poesia de Joan Deems:


Hoje não vi em ti nenhuma semelhança com Ele,
E já que por ti não mais passarei,
Não faz diferença se ontem Sua luz brilhou no teu rosto,
Nem se amanhã fará o posto,
Pois foi hoje que passei por ti.
Hoje que passei por ti, e não vi nenhuma semelhança com Ele.
9

Ser embaixador é ser semelhante a Cristo, resplandecer a Cristo, viver e depender somente de Cristo.

CONCLUSÃO

Para andar no Espírito é necessário crucificar a carne de uma vez por todas. Reconciliar-se com Deus

significa confiar e andar com Jesus segundo os seus ensinamentos.

Sabendo que somos seus representantes na terra, e que foi no dado o testemunho de Cristo, possuímos as

Boas Novas da Salvação para toda a humanidade. Possuímos as chaves do reino de Deus.

Rogar e persuadir os homens é nossa função, e conduzi-los ao caminho eterno.

O ministério da reconciliação foi nos dado pelo próprio Deus, abramos mãos do nosso conforto, da nossa

inércia, e vivamos segundo o coração de Deus.


10