Você está na página 1de 19

Universidade Federal de Campina Grande

Centro de Desenvolvimento Sustentável do Semiárido


Unidade Acadêmica de Tecnologia do Desenvolvimento
Engenharia de Biossistemas
Topografia

Métodos de Levantamentos Topográficos


Planimétricos

Dr. George do N. Ribeiro


Professor

Sumé – Paraíba
Aula 8 – 25 de maio de 2015
1. Classificações dos Métodos de Levantamentos
Topográficos
Dividido em dois grupos:
-Principais: triangulação e método da poligonal para a
planimetria e nivelamento geométrico para a altimetria.
-Secundários: irradiação, coordenadas retangulares,
decomposição em triângulos, para a planimetria e nivelamento
trigonométrico para a altimetria.
NOTAS IMPORTANTES
 Para a topografia regular deve-se utilizar métodos principais
como base e métodos secundários para os detalhes.
 Os métodos principais permitem avaliar e corrigir os erros de
medição (ajustamento de erros) através de recursos da geometria.
 Os métodos secundários não permitem avaliar os erros.
 Para levantamento topográfico expedito, pode-se usar apenas
métodos secundários.
2. Na execução de um levantamento topográfico podemos
considerar três fases:
a) - Reconhecimento da área:
Percorrer a região a ser levantada e definir os pontos que
caracterizam a mesma. Os pontos são aqueles que definem o contorno
do terreno e a posição dos acidentes naturais e artificiais no seu interior.
b) - Levantamento da poligonal básica:
Consiste no levantamento dos pontos que definem as linhas
divisórias da propriedade.
Se a propriedade for muito
grande, em vez de um só polígono
pode-se dividi-la em dois ou
mais polígonos.
A divisão pode ser feita com base
nas linhas de divisas internas
tais como cercas, estradas, córregos etc.
c) - Levantamento de detalhes:
Consiste em definir os acidentes naturais e artificiais existentes
na área a ser levantada, tais como: estradas, cursos d’água, pontos que
definem o relevo, benfeitorias etc.

3. O que é Poligonação?
Uma poligonal consiste em uma série de linhas consecutivas
onde são conhecidos os comprimentos e direções, obtidos através de
medições em campo.
• O levantamento de uma poligonal é realizado através do método de
caminhamento, percorrendo-se o contorno de um itinerário definido por
uma série de pontos, medindo-se todos os ângulos, lados e uma
orientação inicial.
3.1. Classificações das poligonais: NBR 13.133
Para o levantamento de uma poligonal é necessário ter no
mínimo um ponto com coordenadas conhecidas e uma orientação.

• Poligonal principal: poligonal que determina os pontos de apoio


topográfico de primeira ordem;
• Poligonal secundária: aquela que, apoiada nos vértice da poligonal
principal determina os pontos de apoio topográfico de segunda ordem;
• Poligonal auxiliar: poligonal que, baseada nos pontos de apoio
topográfico planimétrico, tem seus vértices distribuídos na área ou faixa
a ser levantada, de tal forma que seja possível coletar, direta ou
indiretamente, por irradiação, interseção ou ordenadas sobre uma linha
de base, os pontos de detalhes julgados importantes, que devem ser
estabelecidos pela escala ou nível de detalhamento do levantamento.
As poligonais levantadas em campo poderão ser:
• Poligonal fechada: parte de um ponto com coordenadas conhecidas
e retorna ao mesmo ponto. Sua principal vantagem é permitir a
verificação de erro de fechamento angular e linear.

• Poligonal enquadrada: parte de dois pontos com coordenadas


conhecidas e acaba em outros dois pontos com coordenadas
conhecidas. Permite a verificação do erro de fechamento angular e
linear.
• Poligonal aberta: parte de um ponto com coordenadas conhecidas e
acaba em um ponto cujas coordenadas deseja-se determinar. Não é
possível determinar erros de fechamento, portanto devem-se tomar
todos os cuidados necessários durante o levantamento de campo para
evitá-los.
4. Métodos de levantamentos topográficos:
• Irradiação
• Interseção
• Caminhamento
4.1. Irradiação
ESPARTEL (1977): também é conhecido como método da
Decomposição em Triângulos ou das Coordenadas Polares.
É empregado na avaliação de pequenas superfícies
relativamente planas e descampadas.
A posição escolhida para instalar o instrumento deve permitir a
visada de todos os pontos que caracterizam o perímetro e os acidentes
naturais e artificiais do terreno.
A medida das distâncias (através de método direto, indireto ou
eletrônico); a medida dos ângulos (através do emprego de teodolitos
óticos ou eletrônicos).
• Metodologia:
1º O método consiste em localizar, estrategicamente, um ponto (P),
dentro ou fora da superfície demarcada, e de onde possam ser
avistados todos os demais pontos que a definem.
2º Deste ponto (P), são medidas as distâncias aos pontos
definidores da referida superfície, bem como, os ângulos horizontais
entre os alinhamentos que possuem (P) como vértice.
 Exemplo: Ponto (P) estrategicamente localizado no interior. De
(P) são medidos os ângulos horizontais (Hz1 a Hz7) e as distâncias
horizontais (DH1 a DH7).
4.2. Interseção
ESPARTEL (1977): também conhecido como método das
Coordenadas Bipolares. É empregado na avaliação de pequenas
superfícies de relevo acidentado.
• Metodologia:
1º Uma vez demarcado o contorno da superfície a ser levantada, o método
consiste em localizar, estrategicamente, dois pontos (P) e (Q), dentro ou
fora da superfície demarcada, e de onde possam ser avistados todos os
demais pontos que a definem.
2º Assim, mede-se a distância horizontal
entre os pontos (P) e (Q), que
constituirão uma base de
referência, bem como, todos os
ângulos horizontais formados
entre a base e os demais
pontos demarcados. De cada
triângulo são conhecidos dois ângulos
e um lado.
4.3. Caminhamento
Consiste numa medição sucessiva de ângulos e distâncias
descrevendo uma poligonal fechada.

Os vértices e os lados da poligonal são utilizados para


levantamentos dos acidentes topográficos que existem em suas
imediações pelo emprego dos processos auxiliares.

O método de levantamento por caminhamento é caracterizado


pela natureza dos ângulos que se mede, daí classificar-se em:

-Caminhamento à bússola;
-Caminhamento pelos ângulos de deflexões.
- Caminhamento pelos ângulos horários;
a) Caminhamento pelos ângulos horários

• Quando o caminhamento é feito no sentido horário, os ângulos


horizontais medidos são externos.
• Quando o caminhamento é feito no sentido anti horário os ângulos
horizontais medidos são chamados ângulos internos.
• Exemplo de um levantamento topográfico por Caminhamento
utilizando teodolito

• Fórmula para o cálculo dos azimutes


Azimute calculado = azimute anterior + ângulo horário
< 180º => +180º
> 180º < 540º => -180º
> 540º => -540º
• Observação:
O azimute do alinhamento 0-1 é medido no limbo horizontal do
teodolito devidamente orientado.
• Preenchimento da Caderneta de campo

• Cálculos:
Azimute calc 1-2 = azimute anterior 145º 00’ + ângulo horário
Azimute calc 1-2= 145º 00’+ 116º = 261º 00’ – 180º = 81º 00’
Azimute calc 2-3 = 81º 00’+ 295º 00’= 376º 00’- 180º = 196º 00’
Azimute calc 3-4 = 196º 00’+ 263º 30’ = 459º 30’ – 180º =279º 30’
Azimute calc 3-A = 196º 00’+ 310º 45’ = 506º 45’ – 180º = 326º 45’
Azimute calc 4-5 = 279º 30’ + 227º 30’ = 507º 00’ – 180º = 327º 00’
Azimute calc 5-0 = 327º 00’ + 270º 30’ = 597º 30’ – 540º = 57º 30’
Azimute calc 0-1 = 57º 30’ + 267º 40’ = 324º 70’ = 325º 10’ – 180º = 145º 10’
• Cálculos:
Soma dos ângulos externos de um polígono
Sae = 180 . (n+2) n = nº de lados

Sae = 180 . (6+2)


Sae = 1440º 00’

Somando os ângulos externos do polígono em estudo,


excluindo aqueles correspondentes às irradiações teremos 1440º 10’.

Erro angular de fechamento do polígono = 0º 10’

Observação: O erro angular obtido deve coincidir com a diferença entre


o primeiro azimute lido e o calculado (alinhamento 0-1). Isto indica que
os cálculos dos azimutes estão corretos. Em caso contrário, deve-se
refazer os cálculos.
• Tolerância do erro angular

T= 5’ n n é o nº de lados do polígono.

T= 5’ 6 » 12’

Erro angular = 10’


Tolerância = 12’ à este caso, o erro angular de fechamento é permitido.

• Correção do erro angular de fechamento


O erro angular de fechamento do polígono, igual a 10’, deverá
ser distribuídos nos últimos lados. Isto é, 2’ para cada um dos quatro
últimos lados e 2’ no primeiro lado.
A correção é cumulativa, sendo somada ou subtraída de acordo
com os azimutes lido e calculado do alinhamento 0-1
• Observação: Não se corrige os azimutes dos pontos levantados por
processos auxiliares.
• Correção do erro angular de fechamento
EXERCÍCIOS
1. Comente, sucintamente, como se dá os métodos de levantamentos por caminhamento,
irradiação e interseção
2. Em uma área, no qual você consegue visualizar apenas os limites da propriedade, de
que forma você faria um levantamento planimétrico?
3. Refazer o exemplo dado em aula com os ângulos lá apresentados.
3. Se lhes fosse dado uma imagem da área do lixão, de acordo com o desenho abaixo,
qual seria o tipo de levantamento indicado por você?

Área a ser levantada de


1,5km de perímetro