Você está na página 1de 3

A CONTABILIDADE DE UM MODO MAIS SIMPLES

Para um bom aproveitamento de qualquer assunto que se pretenda


estudar, é importante estar bem situado na matéria.
De nada adianta perder horas e horas de leitura se a cada página o
estudante não consegue adquirir domínio daquilo que até então já leu.
Por mais simples e fácil que seja a matéria, é sempre conveniente que
se tenha um ponto de partida.
A contabilidade é uma matéria fácil de ser entendida e manejada se
estudada gradativamente, obedecendo à seqüência lógica que a disciplina exige.
Contudo, esse estudo gradativo deve abranger principalmente a parte
básica da matéria, pois, uma vez compreendido com bastante precisão o
mecanismo da Contabilidade, o estudante terá condições de assimilar facilmente
qualquer assunto contábil.
A Contabilidade é prática; só é possível compreendê-la e dominá-la se
a exercitarmos. Se o aluno deixa de se exercitar por um período de férias, há
necessidade de uma recapitulação do que já foi estudado, principalmente no que
se refere à parte básica de matéria, para que, com isso, possa obter melhores
resultados nos estudos futuro.

NOÇÕES BÁSICAS

Um atributo a Contabilidade é permitir o controle da movimentação do


Patrimônio das empresas.

O Patrimônio de uma empresa é movimentado em função dos


acontecimentos diários, tais como compras, vendas, pagamentos, recebimentos
etc.
Registrando esses acontecimentos, a contabilidade terá condições de
fornecer informações sobre a situação do Patrimônio, sempre que solicitada.

PATRIMÔNIO

Patrimônio é o conjunto de Bens, Diretos e obrigações de uma empresa.

Bens: são componentes capazes de satisfazer as necessidades humanas e


suscetíveis de avaliação econômica.

Do ponto de vista contábil, BEM é tudo o que uma empresa possui, seja para uso,
troca ou consumo. Por exemplo, ventiladores, discos para venda (mercadoria) e
papel para embalagem, destes os ventiladores são de uso da empresa, os discos
são bens para troca (venda) e o papel para embalagem é bem de consumo.

Os bens são classificados como bens materiais ou imateriais, tangíveis ou


intangíveis, corpóreos ou incorpóreos, ou ainda de concretos ou abstratos.
Os bens materiais dividem-se em: Móveis e Imóveis.

Móveis: bens que podem ser removidos de seus lugares natural por força própria
ou alheia. Ex. Cadeira, máquina, ventilador, mesa, etc.

Imóveis: bens que não podem ser removidos do seu lugar natural. Ex. terrenos,
casas, sítios etc.

Os bens imateriais são determinados gastos que a empresa faz, que por sua
natureza devem ser considerados bens. Os mais comuns são: Fundo de
Comércio, marcas e Patentes etc.

Direitos: são todos os valores que uma empresa tem a receber. Os direitos
normalmente aparecem registrados com o nome do elemento. Quase sempre, um
documento acrescido da expressão a Receber ou a Recuperar. Exemplos:
Duplicatas a receber, Promissórias a receber, Imposto a recuperar.

Obrigações: são todos os valores que uma empresa tem a pagar. As obrigações
são registradas utilizando-se o nome do elemento.Quase sempre, um documento
acrescido da expressão A pagar ou a Recolher.

DICIONÁRIO CONTÁBIL
CONTA:Palavra ou conjunto de palavras que expressam um elemento do
patrimônio. Ex. Caixa, Duplicatas a receber, prêmio de seguro a vencer,
etc.)

ATIVO: onde são registrados os elementos dinâmicos do patrimônio e que são


utilizados para gerar lucro, ou seja, é neste grupo ativo que é feita a
aplicação dos recursos oriundos das pessoas que confiaram na empresa.

PASSIVO: onde são registrados os elementos que deram origem aos recursos da
empresa e que terá que pagar a curto ou a longo prazo.

PATRIMÖNIO LÍQUIDO: onde são registrados os elementos da empresa que


deram origem ao capital inicial, o lucro, o prejuízo, as reservas, etc.

NATUREZA DA CONTA:

a) DEVEDORA: Quando você cria uma empresa, se criou uma pessoa jurídica,
com vida própria e tudo que aplicado no seu ATIVO não é da
empresa ela deve a alguém (sócios, fornecedores etc). Se ela
deve a alguém, implica dizer que todo o elemento registrado no
ATIVO é de natureza devedora. Se for necessário registrar no
ATIVO uma conta de natureza credora esta deverá ser subtraída
do montante do ATIVO.
b) CREDORA: Quando você ou um fornecedor ou os sócios injetam dinheiro na
empresa é porque confiam nesta empresa, e, por isso têm um
crédito com a empresa, daí podemos dizer que a natureza das
contas que são registradas no passivo e patrimônio Líquido são
de natureza credora . Se for necessário registrar no PASSIVO
uma conta de natureza devedora esta deverá ser subtraída do
montante do PASSIVO.

BALANÇO PATRIMONIAL: onde são demonstrados os bens, os direitos e as


obrigações da empresa. A Lei nº 6404/76 regulamenta como fazer essa
demonstração. Para facilitar a apresentação deste documento vamos adotar o
modelo de coluna uma ao lado da outra. Exemplo:

Nome da Demonstração BALANÇO PATRIMONIAL


Nome da Empresa EMPRESA A1 ou B1
Período da demonstração 21/12/2000

ATIVO (A) PASSIVO (P) + P.LÍQUIDO (PL)

ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE


- -
- -
- -
ATIVO REALIZÁVEL A LONGO PRAZO PASSIVO EXIGÍVEL A LONGO PRAZO
- -
- -
ATIVO PERMANENTE RESULTADO DE EXERCÍCIO FUTURO
- Investimento -
- PATRIMÖNIO LÍQUIDO
- - Capital Subscrito
- Imobilizado - Lucro/Prejuízo acumulado
- - Reservas
-
Diferido
-
-