Você está na página 1de 19

Art Déco

Art Déco

Art déco não foi um movimento, mas sim um estilo que afetou a arquitetura , as artes plásticas, o design gráfico e o design indústrial, e que surgiu na década de 1920 ganhando força nas anos 30 na Europa e nas Américas. Representa a adaptação pela sociedade de massa dos princípios do cubismo. Edifícios, esculturas, jóias, luminárias e móveis são geometrizados.

Sem abrir mão do requinte, os objetos têm decoração moderna. Mesmo quando feitos com bases simples, como concreto armado e compensado de madeira, ganham ornamentos de bronze, mármore, prata, marfim e outros materiais nobres. Diferentemente da Art Nouveau, mais rebuscada, a Arte Déco tem mais simplicidade de estilo.

O nome

O estilo deve seu nome à Exposição Internacional de Artes Decorativas e

Industriais Modernas (em francês: Exposition Internationale des Arts Décoratifs et Industriels Modernes), realizada em Paris, em 1925. Na mostra, nus femininos, animais e folhagens são apresentados em cores discretas, traços sintéticos, formas estilizadas ou geométricas. Muitas peças exibem marcas de civilizações antigas. É o caso de uma escrivaninha de madeira laqueada, marfim e metal que reproduz um templo asteca. [editar] Design industrial

Design Indústrial Art Déco do Maurice Ascalon, Pal-Bell, 1939-1950. Ao lado de objetos industrializados, há peças feitas artesanalmente em número

limitado de cópias. Ao contrário do design criado pela Bauhaus, no art déco não há exigência de funcionalidade. O art déco pode ser visto como uma tentativa de modernizar o art nouveau.

O uso de materiais menos nobres – como o baquelite, concreto armado,

compensado de madeira e aço tubular – e o início da produção em série contribuem para baixar o preço unitário das obras. É o caso das luminárias de vidro com esculturas de bronze criadas pelo francês René Lalique (1860-1945), vendidas em grandes lojas. Antes designer de jóias art nouveau, ele é um dos grandes expoentes do art déco.

A Art Deco possui, nos Estados Unidos da América, duas fases formais distintas: na primeira procurou-se inspiração nas máquinas e formas industrias; na segunda seguiu-se o estilo Hollywood de inspiração nos figurinos e cenários dos filmes. [editar] Arquitetura

Empire State Building, Nova York Na arquitetura art déco, as fachadas têm rigor geométrico e ritmo linear, com fortes elementos decorativos em materiais nobres. Dois exemplos são o Empire State Building e o Rockefeller Center, em Nova York.

[editar] Influência do art déco Durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945) o art déco sai de moda, mas, no fim da década de 60, colecionadores do mundo todo voltam a se interessar pelo estilo.