Você está na página 1de 7

BP ITUIUTABA BIOENERGIA LTDA

Relatório Fotográfico de Inspeção nº 022 – 18

DESAERADOR

Vista geral dos bicos de distribuição de água, dois bicos Detalhe dos bicos que saíram, o problema ocorre toda safra.
soltaram e comprometeram completamente a desaeração. É necessário colocar trava rosca e dar pontos de solda nos
dois anéis roscados.

Foto safra 2015, bicos soltos Foto safra 2016, bicos soltos

Foto safra 2015, bicos se soltaram e comprometeram a Foto safra 2016, bicos se soltaram e comprometeram a
desaeração por gerar caminho preferencial. desaeração, esse problema é crônico na unidade.

Arquivo Digital – Helamin Brasil / Parte integrante do Relatório de Inspeção


BP ITUIUTABA BIOENERGIA LTDA
Relatório Fotográfico de Inspeção nº 022 – 18

TANQUE DO DESAERADOR

Foto safra 2015

Detalhe das abraçadeiras de fixação do tubo de injeção de Detalhe de foto da safra 2015, com trinca no tubo de injeção
vapor, existem folgas entre as mesmas e o tubo, não permite de vapor devido má fixação, o fato ocorreu também na safra
fixar corretamente. 2016.

Foto safra 2018

Conexão das partes vertical e horizontal do tubo de injeção de Abraçadeira do tubo de injeção de vapor quebrada, ocorrem
vapor novamente com trinca, a trinca ou quebra é provocada trancos e deslocamentos quando existe injeção de vapor, sem
pela falta de abraçadeiras de fixação ou estas soltas. estar bem fixado causa trinca ou quebra do tubo.

Arquivo Digital – Helamin Brasil / Parte integrante do Relatório de Inspeção


BP BIOENERGIA ITUIUTABA LTDA
Relatório Fotográfico de Inspeção nº 022 - 18

CALDEIRA – BALÃO SUPERIOR

Foto safra 2018 Foto safra 2017

Vista geral do balão superior, fase água mais avermelhada Vista geral do balão superior safra 2017, para comparação.
comparado a safra anterior devido maior formação de
hematita hidrolisada por deficiência na desaeração e resíduo
das contaminações orgânicas constantes que parte adere nas
chapas.

Separadores primários tipo ciclones sem depósitso, sem Detalhe interno de separador primário sem depósitos, sem
incrustações e sem corrosão nas partes externa e interna. incrustações e sem corrosão.

Arquivo Digital – Helamin Brasil / Parte integrante do Relatório de Inspeção


BP BIOENERGIA ITUIUTABA LTDA
Relatório Fotográfico de Inspeção nº 022 - 18

CALDEIRA – BALÃO SUPERIOR

Tubos da fase quente abaixo do corte da chapara defletora, Detalhe sequencia imagem anterior tubos da fase quente.
sem depósito, sem incrustação e corrosão estabilizada.

Tubos da fase fria balão superior vista geral , as duas colunas Detalhe interno de tubo superior da fase fria sem depósito,
no lado esquerdo apresentaram um fino depósito formado sem incrustação, sem corrosão.
pela direção do fluxo da flauta alimentação.

Arquivo Digital – Helamin Brasil / Parte integrante do Relatório de Inspeção


BP BIOENERGIA ITUIUTABA LTDA
Relatório Fotográfico de Inspeção nº 022 - 18

CALDEIRA – BALÃO SUPERIOR

Conjunto de chevrons, detalhe da parte interna das palhetas Detalhe da parte externa de Chevron, chapas e palhetas sem
limpas e bem passivadas (coloração escura). depósitos, sem incrustações, sem corrosão e sem resíduos de
arrastes.

Local mais indicado


para fixar a flauta

Tubo da flauta de descarga contínua, está numa altura boa Nível definido próximo ao centro horizontal do balão, estável
em relação ao centro horizontal do balão, mas o ideal seria sem sinais de oscilação.
fixar sob as cantoneiras das telas redutoras de fluxo, eleva a A diferença de cor é maior formação de hematita hidrolisada
eficiência e economiza água. devido deficiência na desaeração.

Arquivo Digital – Helamin Brasil / Parte integrante do Relatório de Inspeção


BP BIOENERGIA ITUIUTABA LTDA
Relatório Fotográfico de Inspeção nº 022 - 18

CALDEIRA – BALÃO INFERIOR

Vista geral balão inferior, sem depósitos, sem incrustações e Detalhe de resíduo junto à cantoneira de descarga de fundo,
com a corrosão estabiliza. esse resíduo foi encontrado também no balão superior o
Balão úmido devido água restante da drenagem. mesmo não está aderido e é proveniente das contaminações
orgânicas.

Lado esquerdo água restante da drenagem down comer não Lado direito da caldeira seco e down comer drenado.
drenado.
Drenar o down comer e secar a água restante.

Arquivo Digital – Helamin Brasil / Parte integrante do Relatório de Inspeção


BP BIOENERGIA ITUIUTABA LTDA
Relatório Fotográfico de Inspeção nº 022 - 18

CALDEIRA – BALÃO INFERIOR

Vista geral tubos da fase fria e parede do balão inferior. Tubo da fase fria com resíduo depositado na parte inferior, de
fácil remoção, sem incrustações e com a corrosão
estabilizada.

Tubo da fase quente, sem depósitos, sem incrustações e com Cavidade profunda na parte de mandrilhamento em tubo da
a corrosão estabilizada. fase quente, provocada pelo uso incorreto de ferramenta para
mandrilar quando tubos foram selados.
É preciso encher com solda.

Arquivo Digital – Helamin Brasil / Parte integrante do Relatório de Inspeção