Você está na página 1de 20

PUB

Quinta-feira • 09 de maio de 2019 • •1

Novas Instalações
Rua Marquês de Pombal, nº 45 Rch Também nas

GUARDA Passamos atestados para carta de condução


Tel. 969 431 832 • Tel. 271 227 360
(ao lado da Papelaria Véritas)
Galerias do Intermarché (Guarda)
www.ergovisaoguarda.com Tel. 924 290 689 • Tel. 271 225 114

PUB
1009
09 maio 2019
Ano 19
quinta-feira
 0.75 iva incluído
Diretor: Luís Baptista-Martins
semanário

Pedida insolvência da Associação


Comercial da Guarda
Já se sabe que a Associação Comercial da Guarda não vive dias fáceis, mas poderá ficar pior com o pedido de insolvência apresentado na semana passada. Uma antiga
funcionária antecipou-se aos principais credores por considerar que a ACG já não tem capacidade para pagar as dívidas vencidas, que serão «muito superiores» ao
valor do seu património Pág.5

Municípios
Trancoso é o mais
sustentável
A linha abandonada
da região
O Rating Municipal Português
que é atração dos
caminheiros
(RMP), que analisou a susten-
tabilidade dos municípios em
2018, classifica Celorico da Beira,
Fornos de Algodres e Figueira de
Castelo Rodrigo entre os municí-
pios menos sustentáveis do país.
A Guarda ocupa o 110º lugar do
ranking global e a Covilhã está na
234ª posição ________________ 7

Portagens
Ministro
desvaloriza custo
das portagens
Ministro Adjunto e da Econo-
mia considera que não são as
Fechado há mais de 30 anos, o troço ferroviário da Linha do
portagens que «desencorajam
Douro entre o Pocinho e Barca d’Alva tornou-se uma referência
os turistas» a visitar a região e
para caminhantes de vários pontos do país que vêm apreciar a
que atualmente elas são «as mais
beleza das margens do rio. Apesar de várias intenções de rea-
baratas do país» para os pesados
bilitação, a linha permanece ao abandono e só não está pior
de mercadorias e comerciais das
graças ao voluntarismo destes amantes da natureza Pág. 4
empresas situadas no interior __ 6
PUB

Turismo Futebol
Uma rota equestre Sp. Sabugal e Almeida
pela história da raia descem à IIª Divisão
Percurso de quase 200 quilómetros li- Os sabugalenses perderam 3-1 em Tran-
gará a Sierra de Gata (Cáceres) à Guarda coso e selaram a descida ao terminar o
seguindo pelos caminhos das Invasões campeonato na última posição com 19
Francesas__________________________ 10 pontos. Renderam o Estrela de Almeida,
que venceu em Vilar Formoso mas não
evitou a despromoção______________ 17
PUB
Parque Industrial do Tortosendo,
Insufláveis 6200-865 Covilhã
Equipamentos de diversão
geral@izifun.pt | 926 060 731
Animação de rua
www.facebook.com/izifun
Decoração de eventos
Aluguer de Meios Especialistas em espaços temáticos
2• • Quinta-feira • 09 de maio de 2019

Cara
Entrevista
no  fio  da  navalha

a P e r f i l
cara

«Tirar partido
Artur dos Santos Aleixo
Câmara de Trancoso Naturalidade: Peso (Covilhã)

O município presidido por Amílcar Sal- Idade: 66 anos

da natureza
vador (PS) voltou a estar em destaque esta
semana por bons motivos ao ser o melhor Profissão: Professor, empresário e artista
classificado da região no Rating Municipal
Português. Trancoso está na 72ª posição do Currículo: Licenciado em Filosofia, foi

selvagem
ranking global das 308 autarquias e muito à professor do Ensino Secundário na Co-
frente de Câmaras como as da Guarda e da vilhã. Paralelamente, criou a ZIMBRO (Li-
Covilhã com melhores avaliações em todos cores Serrano, Lda.), sendo desde então
os critérios deste estudo apoiado pela Ordem o diretor-geral da empresa produtora de
dos Economistas. licores e espirituosas. É também artista

deste zimbro
com trabalhos na pintura, escultura e
escrita

Filme preferido: “A Grande Farra”, de

pareceu-nos
Chaves Monteiro Marco Ferreri

Não era uma prova de fogo, mas a sexta Livro preferido: “Dia por Ama”, de Edu-
edição da FIT foi o palco para o aparecimento ardo Prado Coelho e Ana Calhau
em público do novo Presidente da Câmara da

mandatório»
Guarda. Carlos Chaves Monteiro soube ocu- Hobbies: Pintura, escultura, escrita e
par o espaço e esteve sempre presente junto agricultura.
dos visitantes e expositores, depois de ter
aberto a feira, com uma intervenção longa,
mas assertiva e bem conseguida - nem o lap-
so de se referir a Siza Vieira como «Primeiro P - O Wild Snow Dog Cherry R – Foi uma reação muito positi-
Ministro da Economia» incomodaram a boa Gin, produzido pela Zimbro, foi va. Contámos com o envolvimento do
prestação do novo edil. premiado com uma medalha presidente da Câmara do Fundão e
de bronze na London Spirits da equipa de comunicação e turismo
Competition. O que significa da autarquia, e estabelecemos um
deste prémio para a empresa protocolo de cooperação que continu-
e para a região? amos a cumprir. A adesão, porque se
R - É Uma distinção que trata de um produto diferenciador que
nos enche de orgulho, prin- tem como protagonista um fruto de
cipalmente porque na génese inegável e reconhecida qualidade, foi
da criação deste premium gin muito boa, especialmente por parte de
Ministro Pedro Siza esteve a vontade de homenagear a
nossa região-berço, unindo as duas
quem gosta de um gin mais frutado,
que combina o doce da cereja com o
Vieira serras que nos rodeiam pelo melhor
que oferecem: o zimbro selvagem
amargo do zimbro.

O Ministro Adjunto e da Economia, da Serra da Estrela e a cereja P - A Zimbro é uma empresa


durante a inauguração da sexta edição da do Fundão, proveniente do interior, com produtos
FIT,desvalorizou a influência das portagens das encostas da Serra de alcance nacional. Pla-
no desenvolvimento do interior e referiu da Gardunha. A Lon- neiam a utilização de
que «Não são as portagens que desen- don Spirits Com- mais produtos típicos
corajam os turistas». Apesar do impacto petition, que re- da região no futuro?
negativo que os preços das portagens do gistou mais de Quais?
interior continuam a ter, não só para os 2.000 partici- R - Estamos a
turistas, mas para quem cá vive, a questão pações de todo plantar 8.000 me-
continua a ser desvalorizada e ignorada o mundo, dis- dronheiros nas en-
pela política nacional, perpetuando o tingue bebidas c o s t a s a rd i d a s d a
subdesenvolvimento das regiões de baixa espirituosas de S e r ra d a E s t r e l a ,
densidade relativamente ao litoral, em es- elevada quali- n u m a p ro p r i e d a -
pecial no que toca à mobilidade e acessos. dade e que si- de de 10 hectares
multaneamen- que a empresa ad-
te ofereçam ao quiriu. Queremos
consumidor também tornar o
uma excelente medronho da Serra
Governo relação quali-
d a d e / p re ç o e
d a E s t re l a n u m a
marca de qualida-
O troço ferroviário da Linha do Douro uma imagem e embalagem de e referência do
entre o Pocinho e Barca d’Alva, encer- apelativas, assentando a ava- interior, estando
rado em 1988, continua ao abandono. liação, por isso, numa conjuga- neste momento
Apesar do interesse crescente de grupos ção de três fatores distintos, o P - Como surgiu a ideia de iniciar a ter o apoio da
de caminhantes no percurso e paisagem que releva ainda mais a importância a produção de um gin a partir de autarquia da Covilhã.
envolventes, as propostas de recuperação deste prémio internacional. Com este zimbro da Serra da Estrela?
da linha mantêm-se no papel. O estado prémio, a Zimbro vê distinguida a R - Essencialmente, o facto da Serra P - Na sua opinião, qual o elemen-
«desolador» em que se encontra a ferro- qualidade do Wild Snow Dog Cherry da Estrela ser das poucas regiões em to fundamental para manter e criar
via, como relatam estes grupos, é apenas Gin, reflexo do empenho que coloca na Portugal em que vegeta zimbro espon- empresas de sucesso nestas regiões
contrariado por ações de limpeza feitas sua produção artesanal e na escolha tâneo em grande quantidade e qualida- de baixa densidade?
por voluntários, que autonomamente e das melhores matérias-primas endó- de. Tirar partido da natureza selvagem R - Resiliência. Sempre que quere-
sem qualquer apoio de entidades, tentam genas, dando um importante passo deste zimbro – ingrediente essencial do mos avançar com uma ideia inovadora
combater a inevitável degradação. no caminho que traçou como missão: gin – pareceu-nos mandatório. ou um projeto diferenciador existem
oferecer ao mercado produtos que re- grandes obstáculos que muitos bu-
presentem, na sua essência, o “espíri- P - Como reagiu inicialmente o rocratas se encarregam de criar, mas
to serrano”, promovendo a Beira Baixa público ao lançamento deste gin feito “grandes batalhas só são dadas a gran-
e impulsionando a economia local. com cereja do Fundão? des guerreiros”.
Quinta-feira • 09 de maio de 2019 • •3

editorial Luís Baptista-Martins


baptista-martins@ointerior.pt

Mais integração
europeia
A proximidade das eleições europeias devia ser motivo
para discutirmos a Europa e o futuro. Porém, olhamos para o
Parlamento Europeu como algo distante, sobre o qual não temos
grande curiosidade, a não ser o facto de se pressupor (e ser ver-
dade) que o lugar de deputado europeu é muito bem pago (em
especial considerando o rendimento médio dos portugueses, mas
que está de acordo com o parâmetro médio europeu em que os
políticos são, na generalidade, bem pagos – ao contrário do que
ocorre em Portugal, e depois queixamo-nos que os políticos são
corruptos). Aprofundar a Europa, num tempo em que o Reino
Unido poderá sair da União, se o “Brexit” se confirmar, é uma
discussão que, quase sempre, vai sendo secundarizada em relação
aos interesses nacionais.
A Europa comunitária, mesmo com as suas contradições e
os seus “defeitos”, é a maior construção do “velho continente”
no século XX, enquanto espaço de desenvolvimento social,
económico e cultural. É também um espaço de oportunidade, de
crescimento, de liberdade e democracia, e um espaço de paz –
nunca a Europa viveu tantos anos seguidos em paz como desde
que a União juntou nações historicamente desavindas. E Portugal,
desde que entrou para a União Europeia, mesmo com as muitas
fragilidades e desigualdades de que ainda enferma, transformou-
se de forma extraordinária. Portugal é hoje um país moderno e

opinião
Esquerda, Direita com níveis de desenvolvimento humano – social, económico e
cultural – excelentes, e que são resultado da integração europeia,
António Ferreira
antonio.ferreira.adv@netvisao.pt e mais além da partilha de riqueza, de desenvolvimento de um projeto comum.
Um país com uma enorme falta de coesão territorial, com um
fosso impressionante entre litoral e interior, entre Lisboa e o resto
A esquerda francesa dos anos 70 e 80 do século ser possível, deverão até diminuir os impostos. Como
do país, mas, ainda assim, um país que se transformou imenso,
passado desprezava profundamente a direita que lhe satisfazer este caderno de encargos? «Fácil», dizem-me os
que sofreu uma metamorfose excecional impulsionada pelos
tinha caído em sorte. Diziam que era a mais estúpida do meus amigos de esquerda lutando esforçadamente com a
fundos comunitários e, ainda mais, pela matriz modernizadora que
mundo. Essa esquerda dominava as artes, a literatura, calculadora, «Se há quatro mil milhões para o Novo Banco,
a Europa representa – ainda que tantos continuemos a duvidar
definia grandiosamente o mundo em belas frases de uma então também há para os professores e para o resto da
do sucesso da nossa integração, e até haja tantos movimentos e
sintaxe impecável. Mas não sabia fazer contas. malta!». Tento dizer que o dinheiro gasto com o Novo
partidos que clamam pela defesa da saída da Europa.
As várias esquerdas e direitas de hoje não reclamam já Banco não significa que haja outro tanto no cofre para
Portugal irá eleger 21 deputados para um parlamento onde
superioridade intelectual sobre ninguém e pouco recordam pagar a fatura dos aumentos, ou que o incumprimento da
as “sensibilidades” regionais têm pouca relevância e o mais im-
dos princípios de antigamente. A sintaxe empobreceu e dívida irá impedir o financiamento futuro do Estado, que
portante é o aprofundamento da integração europeia e a defesa
ninguém aprendeu a fazer contas. Por isso alguém me necessitará de crédito para cobrir os necessários défices,
dos interesses nacionais. Mas onde as regiões periféricas, ainda
dizia, a propósito da crise dos professores, que «temos a mas o melhor que consigo ouvir em resposta é um sibilino
que com pouco peso, precisam de ser defendidas. Álvaro Amaro
esquerda mais lunática a leste de Maduro e a direita mais «os advogados deviam pagar mais impostos». Os meus
será o “representante” do interior, num mandato em que Miguel
estúpida a norte de Bolsonaro». amigos de direita, entretanto, vão dizendo que no tempo
Viegas, originário dos Trinta (Guarda), eleito há cinco anos pela
Não vou por aí. Não podemos esquecer, entre outros, do Salazar é que era bom, que havia respeito e dinheiro
CDU, deixa Bruxelas. Defender os territórios de baixa densidade
Donald Trump. Mas devíamos ouvir o que têm a dizer-nos nos cofres do Estado.
e a majoração de medidas que possam contribuir para estancar o
uns e outros, dos dois lados da barricada, e fazer-lhes as Deixo-os a discutir uns com os outros. Podia ter
despovoamento das regiões periféricas e a promoção da coesão
perguntas necessárias. provocado os de esquerda e perguntado porque são tão
territorial têm de ser as primeiras opções da Europa dos próximos
Antes de mais, há que esclarecer as posições fun- a favor da cannabis para fins recreativos (apesar dos seus
anos. O PS irá vencer com diferença (deverá ter 10 mandatos),
damentais de que devemos partir. Idealmente, devíamos efeitos perniciosos) e tão contra os alimentos transgénicos
com a imagem do partido moderado e responsável (como se viu
todos ter tudo, e já. Como dizem todos os que reclamam, (que acusam da possibilidade de efeitos perniciosos), ou
na farsa da “crise política” da última semana); o PSD, depois de
é da mais elementar justiça. Devem recuperar as suas os de direita recordando-lhes a miséria, a guerra e a falta
uma enorme aproximação, vai perder pontos pela surpreendente
carreiras os professores, mas também os enfermeiros, de liberdade, mas tenho outras preocupações.
inabilidade de Rui Rio (porque depois de se juntar à extrema es-
os polícias, os magistrados, os funcionários judiciais, Segundo o “Público” de terça-feira, em consequência
querda, recuou ainda que diga que não, fazendo dos portugueses
os militares e devem ser aumentados substancialmente da ação humana há o risco da extinção de mais de um
tontos, como sempre, por culpa da comunicação social) e porque
todos aqueles que tenham uma profissão com progressão milhão de espécies a curto e médio prazo. A única solu-
se vai votar também pela análise à vida política nacional (mas
independente do decurso do tempo. ção para evitar chegarmos ao ponto de não retorno, na
deverá conseguir eleger 6 a 7 deputados); a CDU, o Bloco e o
Tudo isto deve ser conseguido sem aumento de im- proteção da natureza, da diversidade das espécies e nas
CDS deverão manter a representação de há cinco anos, Marinho
postos, uma vez que a classe média exterior ao Estado, alterações climáticas, será desistir muito depressa do
e Pinto vai desaparecer do PE e falta perceber se o Aliança (de
de onde vem o grosso da receita em IRS, também tem crescimento económico, do consumo, do nível de vida
Santana Lopes) conseguirá eleger Paulo Sande.
direito a recuperar a sua vida de antes da crise. Para isso que temos ou pretendemos recuperar.

PUB
4• • Quinta-feira • 09 de maio de 2019

A linha abandonada Gouveia


Campeonato
dos Jogos da

que é atração
Matemática
no dia 15
O Instituto de Gouveia –
Escola Profissional será palco

dos caminheiros
de mais uma edição da compe-
tição matemática, na próxima
quarta-feira.
As 25 equipas participan-
Blog “Os Meus Trilhos” tes, que frequentam cursos de
Sofia Craveiro nível IV em escolas profissio-
nais de todo o país, são desa-
fiadas a resolver problemas
Fechado há mais de matemática recorrendo ao
de 30 anos, o troço engenho e imaginação. O Insti-
ferroviário da Linha tuto irá ainda organizar a fase
do Douro entre o final nacional do concurso que
Pocinho e Barca procurar fomentar nos jovens
d’Alva tornou-se o gosto por esta disciplina. A
uma referência para organização espera a partici-
caminhantes de pação de cerca de 200 pessoas.
vários pontos do país Além das provas, António Ben-
que vêm apreciar a to, professor da Universidade
beleza das margens da Beira Interior, irá dar uma
do rio. Apesar de palestra sobre “A magia dos
várias intenções quadrdados mágicos” no Tea-
de reabilitação, a tro Cine de Gouveia. Segue-se
linha permanece ao um concerto de Isaura, natural
abandono. deste concelho.

Sérgio Lopes, natural de


Satão, e Sandra Saraiva, de
Guarda
Trancoso, são fãs ávidos de
«Falta investimento na recuperação da linha para fins turísticos», afirmam Sérgio Lopes e Sara Saraiva
Fernando Paulouro
percursos pedestres. Além das
viagens que realizam e relatam Sérgio Lopes e Sandra Sa- na Internet que já esgotou o nú- no entanto, o estado em que a
apresenta novo
no seu blog “Os Meus Trilhos”, o raiva fazem parte dos vários mero de inscrições. Este grupo linha se encontra «Infelizmente, livro
casal de funcionários públicos grupos de caminheiros que deslocar-se-á do Porto a Foz Côa, a linha e as obras de arte do lado “O Informador” é o título
residente na Guarda, com 36 se organizam para explorar e local onde se farão ao caminho português estão efetivamente em do novo livro de Fernando Pau-
e 37 anos, respetivamente, vê apreciar a paisagem durien- rumo a Barca d’Alva. «Todo o troço muito mau estado, especialmente louro Neves que será apresen-
nas caminhadas uma «forma se que acompanha a ferrovia desde o Pocinho, atravessando a as antigas casas de apoio, estações tado na Biblioteca Municipal
de descobrir recantos mara- abandonada. Vêm de todos os fronteira até La Fregeneda, é dos e apeadeiros, isto para não falar Eduardo Lourenço, na Guarda,
vilhosos por esse mundo fora, pontos do país, sozinhos ou percursos que mais prazer me dos carris que já não existem esta sexta-feira (18h30).
de exercitar o corpo e mente», organizados, com o objetivo deu. É sensacional. Passamos por em muitas zonas», afirma João Nesta publicação o an-
explica Sérgio Lopes. de percorrer as antigas linhas imensas vinhas, produtores de vi- Dias, contrastando com o que se tigo diretor do “Jornal do
Um deles é o percurso na férreas e documentar a beleza nhos muito conhecidos, pontes e passa do lado espanhol: «Há uma Fundão” reúne um conjunto
Linha do Douro, que, para o ca- da experiência. João Dias, pro- túneis de cortar a respiração e que preocupação, embora recente, na de 20 contos que, na linha
sal, «é uma das paisagens mais gramador de profissão, natural do são fruto de um esforço humano conservação e aproveitamento de de “Os Fantasmas Não Fazem
bonitas do país, principalmente Porto, é o principal organizador que se perpetua há mais de 100 toda a estrutura ferroviária para a Barba” e “Fellini na Praça
nesta altura do ano. Há pontes de uma caminhada agendada anos», exemplifica João Dias. fins turísticos. Já em Portugal a Velha”, constituem narrativas
metálicas que oferecem vistas para este sábado. Após ter explo- Este caminheiro considera linha está totalmente entregue a si habitadas por personagens
fantásticas e túneis de cortar rado o percurso com amigos, de mesmo que, «após tantos anos mesma ou a algumas associações de um mundo imaginário
a respiração». Experientes na forma autónoma, abriu a outros a de abandono, possuímos um e movimentos de preservação», que, às vezes, é memória
exploração deste tipo de tri- possibilidade de visitar este terri- diamante por lapidar bem ali refere. Estas organizações são dilacerada de (i)realidades
lhos, Sérgio Lopes e Sandra tório através de um evento criado no vale do Douro». Lamenta, sobretudo de voluntários ligados quotidianas.
Saraiva alertam que este «é a grupos de caminheiros que,
um percurso com algum grau
de dificuldade, não só pela sua
A linha abandonada com história de forma independente, fazem
pontualmente a manutenção da
Literatura
extensão, mas também pelo
centenária linha para evitar que se torne João Morgado
facto de caminharmos em piso
muito irregular com gravilha,
definitivamente inacessível.
O grupo “The Brave Ones”,
em Paris
O percurso que se tornou célebre entre caminhantes cor- O romancista João Morga-
barrotes, pedras, etc...». Apesar constituído por portuenses en-
responde a um troço da linha que fazia a ligação entre o Porto do vai declamar poesia em Pa-
do estado de abandono da linha, tusiastas das caminhadas por
e Salamanca. ris num recital agendado para
que afirmam ser «desolador», caminhos de ferro, é um exemplo
A antiga Linha do Douro terminava em Barca d’Alva antes domingo na Casa de Portugal.
o casal de bloggers assegura deste tipo de trabalho voluntário
de entrar em terras espanholas através de uma ponte sobre o O escritor estará acompa-
que «o percurso está ao nível tendo já realizado diversas ações
rio Águeda e de um túnel. O percurso inaugurado em 1887, com nhado do consagrado pianista
de outros grandes trilhos por de limpeza na linha do Douro.
uma extensão total de cerca de 200 quilómetros, foi uma das Bruno Belthoise num concerto
esse mundo fora, falta é investi- No próximo dia 8 de junho têm
grandes obras de engenharia ferroviária da Península Ibérica e intitulado “Étrange Amour”
mento na recuperação da linha mais um encontro marcado para
funcionou durante quase um século. A ligação internacional foi que vai incluir poemas de
para fins turísticos», lamentam, limpar a zona da estação do Côa,
encerrada em 1985, sendo que o troço entre o Pocinho e Barca Fernando Pessoa, Miguel Tor-
acrescentando que «nalguns de acordo com fonte do grupo.
d’Alva fechou três anos depois. A sua reabilitação esteve em ga, Sophia de Mello Breyner,
lugares têm apostado na recu- Apesar da contínua degradação
cima da mesa por várias ocasiões, mas nunca passou do plano Eugénio de Andrade, Florbela
peração destas antigas linhas, deste histórico troço ferroviário,
das intenções. Considerada «um exemplo de engenharia civil Espanca, Joaquim Pessoa, Ary
convertendo-as em ciclovias ou João Dias afirma que o interesse
único», o Ministério da Cultura espanhol classificou-a como Bem dos Santos e do próprio autor.
simples percursos pedestres. «por toda a zona do Douro é
de Interesse Cultural, com a categoria de monumento. Deste lado João Morgado ruma depois
Esse seria o caminho natural crescente e são cada vez mais
da fronteira a via está totalmente votada ao abandono, apesar para Nova Friburgo e Rio de
também para esta linha, porque as pessoas a querer conhecer e
de, em 2009, ter sido assinado um acordo para a reabilitação do Janeiro, no Brasil, para lançar
é inegável o seu potencial turís- arriscar naquela “selva de aço e
troço entre o Pocinho e Barca d’Alva. o seu último livro “Vera Cruz”.
tico», sublinham. pedra”», assegura o programador.
Quinta-feira • 09 de maio de 2019 • •5

Guarda
Universidade de Salamanca
apoia candidatura a Capital
Pedida insolvência
Europeia da Cultura
A Universidade de Sala- para ser Capital Europeia da
da Associação
Comercial da
manca vai apoiar a candidatura Cultura. «É uma cidade que vive
da Guarda a Capital Europeia para a cultura, para a educação,
da Cultura de 2027 no âmbito com um rico património histó-
de um protocolo assinado na rico e com um ritmo cultural

Guarda
sexta-feira na Guarda. excelente», considerou Enrique
Henrique Cabero Morán, Cabero Morán.
vice-reitor daquela univer- Segundo o protocolo,
sidade espanhola, adiantou será constituído um grupo
que a instituição vai colaborar de trabalho, coordenado pelo AR

com a autarquia em projetos vice-reitor da Universidade


e atividades que «reforcem a de Salamanca, que integrará
qualidade da candidatura» e representantes da Estrutu-
compromete-se ainda a dispo- ra de Missão e da Comissão
nibilizar «a experiência e o tra- Executiva da candidatura e do
balho realizado» após a esco- Centro de Estudos Ibéricos,
lha de Salamanca para Capital sediado na Guarda. Para Carlos
Europeia da Cultura em 2002. Chaves Monteiro, presidente
«Podemos e devemos traba- da autarquia guardense, «com
lhar juntos ainda mais», disse o este apoio e esta cooperação
também ex-coordenador-geral transfronteiriça, a Universidade
daquele projeto, para quem a de Salamanca presta um grande
Guarda reúne «os requisitos» e brilhante serviço à Guarda».

Igreja
Dioceses obrigas a criar comissões
de proteção de menores
Os bispos portugueses seguintes dimensões: «A tute-
comprometeram-se a «criar la das crianças; a seriedade
instâncias de prevenção e impecável; uma verdadeira Futuro da ACG está nas mãos do tribunal, que vai decidir se a instituição tem viabilidade para continuar
acompanhamento em ordem purificação; a formação; o
Luis Martins o pagamento de 21.212 euros contra ela demonstram «a sua
à proteção de menores» nas reforço e verificação das
de dívida contabilizados a 15 incapacidade em pagar» as
suas dioceses e «atualizar as diretrizes das Conferências
de abril desse ano. A nova ação dívidas vencidas, que serão de
diretrizes aprovadas pela Con- Episcopais; o acompanha-
ferência Episcopal em 2012», mento das pessoas abusadas;
Pode ser o fim da judicial resultou no pagamento montante «muito superior» ao
tendo em conta as orientações a atenção pastoral ao fenóme-
Associação Comercial de 4.336,08 euros, mas, pelas do valor do seu património co-
da Santa Sé. no crescente dos abusos no
da Guarda. Uma suas contas, a antiga funcionária nhecido. Este será talvez o golpe
Esta foi uma das conclu- mundo digital e no turismo
antiga funcionária entendia que a ACG ainda lhe final na Comercial da Guarda,
sões saídas da última assem- sexual».
antecipou-se aos devia 20.792,77 euros, valor cujos associados chumbaram,
bleia plenária da Conferência Há quatro padres con-
principais credores e resultante do capital em dívida em outubro de 2018, a proposta
Episcopal Portuguesa (CEP), denados por abusos sexuais
requereu a insolvência acrescido dos juros moratórios da direção presidida por Miguel
que terminou em Fátima na em Portugal. Os casos mais
da instituição por e compulsórios entretanto ven- Alves de venda da sede para
quinta-feira. Segundo o comu- recentes são os do vice-reitor
considerar que a ACG cidos. pagamento das dívidas. Nessa
nicado final desta reunião, os do Seminário do Fundão, con-
já não tem capacidade A Comercial foi novamente Assembleia-Geral, o dirigente
bispos refletiram sobre as denado a 10 anos de prisão em
para pagar as dívidas executada, mas a ação não re- revelou que o passivo da asso-
orientações acerca da pro- 2013. Já o padre da Golegã foi
vencidas, que serão sultou e foi declarada extinta ciação era de 487.899 euros,
teção de menores na Igreja, condenado a 14 meses, com
«muito superiores» pelo tribunal por inexistência dos quais 186.775 euros eram
que decorreu em fevereiro pena suspensa, em 2015. Tam-
ao valor do seu de bens. Alarmada com as re- dívidas por empréstimos de
no Vaticano, destacando os bém um padre em Vila Real foi
património. centes notícias sobre a situação fornecedores, e pouco depois o
da associação e sobretudo pelo mesmo intentou uma ação exe-
pontos principais do discurso alvo de uma condenação de
Já se sabe que a Associação facto da instituição centenária cutiva contra a ACG pelos seus
do Papa Francisco. Para o CEP, 20 meses, em 2016, por estes
Comercial da Guarda não vive ter pendentes outras execuções próprios créditos, avaliados em
a resposta eclesial deve ter as crimes.
dias fáceis, mas poderá ficar pior por dívidas superiores a 47 mil mais de 100 mil euros.
com o pedido de insolvência euros, a ex-funcionária avançou Mais recentemente, em
GNR apresentado na semana passada na semana passada com o pedi- março último, conforme noti-
por uma antiga funcionária. do de insolvência da ACG junto ciou O INTERIOR, o que res-
Operação “Smartphone, Smartdrive” O caso remonta a 2015 do Tribunal da Guarda, ao qual tava da direção da associação
nas estradas do distrito quando a técnica superior in-
terpôs uma ação judicial na
caberá decidir sobre o futuro
da instituição. Na fundamenta-
demitiu-se. Este elenco diretivo
era composto pelo presidente
O Comando Territorial do risco de ocorrência de
então Secção do Trabalho do ção do pedido de insolvência, a Miguel Alves e por Nuno Mar-
da GNR da Guarda, através acidentes e para a adoção
Tribunal da Guarda para obter que O INTERIOR teve acesso, a tins e António Monteirinho
do Destacamento de Trânsito, de comportamentos mais
o pagamento dos seus créditos antiga trabalhadora justifica a (os demais eleitos já se tinham
está a promover até domingo seguros por parte dos con-
laborais, incluindo retribui- ação alegando que a Associação demitido). Os demissionários
uma operação de fiscalização dutores». Em 2018, a GNR
ções em dívida e compensação Comercial «não tem pago impos- justificaram a decisão com o
do uso indevido do telemóvel da Guarda detetou mais de
pela cessação do contrato de tos e dívidas a fornecedores ou facto de «não existirem projetos
durante a condução, deno- 192 condutores que faziam
trabalho. Na altura as partes salários a trabalhadores», tendo de futuro para a ACG» e de ser
minada “Smartphone, Smar- o uso indevido do telemóvel
chegaram a acordo, sendo que a atualmente apenas um funcio- necessário «dar o lugar a novos
tdrive”. enquanto conduziam e, nos
ACG a se comprometeu a pagar nário ao serviço «com vários protagonistas e a novas ideias»,
Segundo a GNR, a ação, primeiros quatro meses de
à ex-funcionária 25 mil euros meses de salários em atraso». adiantou na altura António
que incide nas vias onde se 2019, já foram detetados
até agosto de 2016. Só que a Outro argumento invocado Monteirinho a O INTERIOR. As
tem registado um maior índi- cerca de 92 automobilistas
Comercial não cumpriu inte- é que as dívidas da AGC «ultra- eleições para os novos corpos
ce de sinistralidade, pretende em infração nas estradas do
gralmente o deliberado e acabou passam os ativos conhecidos» sociais já estão marcadas e terão
«contribuir para a diminuição distrito guardense.
por ser executada para garantir e que as execuções pendentes lugar a 7 de junho.
6• • Quinta-feira • 09 de maio de 2019

«Não são as portagens


S que desencorajam os
Sociedade turistas», diz ministro
Paul
Siza Vieira
Ministro Adjunto e da
SC

Manuel Cargaleiro Economia desvalorizou


homenageado no na inauguração
sábado da sexta edição da
O Paul vai ser palco, este
FIT a influência
sábado, de uma homenagem
das portagens no
ao mestre Manuel Cargalei-
desenvolvimento do
ro, que estará presente no
interior e referiu que
evento.
«para os veículos
A sessão decorre na Casa
comerciais de
da Cultura José Marmelo e
empresas situadas no
Silva, a partir das 15 horas,
interior as portagens
com intervenções de Nelson
são hoje uma fração do
Marmelo e Silva, curador da
que se paga no litoral».
instituição, e dos jornalistas
Pedro Siza Vieira afirmou na
António Melo e António Val-
Guarda, na passada quinta-feira,
demar. O tributo ao ceramista
que com «as vantagens destes
e pintor natural de Vila Velha
territórios e todas as riquezas
de Ródão prossegue pelas
que nos são mostradas na Feira
18 horas no salão nobre dos
Ibérica de Turismo não são as
Paços do Concelho, na Co-
portagens que desencorajam
vilhã, com uma alocução de
os turistas de aqui virem, como
Fernando Paulouro Neves,
temos visto pelo crescimento dos
curador da exposição “A Es-
números nestes últimos anos».
sência da Cor”, da autoria do Para Siza Vieira, «as riquezas» dos territórios do interior superam o valor das portagens
O governante falava na in-
homenageado, e termina na
auguração da sexta edição da seu papel para a dinamização do perda do atual principal cliente tamente dar um contributo muito
galeria A Tinturaria.
FIT, onde, em declarações aos turismo no interior de Portugal. vai «prejudicar a manutenção dos positivo para a qualidade e sat-
jornalistas, afirmou que o valor «É agora o tempo de promover 160 postos de trabalho e a cria- isfação da prestação de serviços
Justiça das portagens em autoestradas estratégias para que os milhões ção de riqueza neste território». turísticos na região».
do interior tem vindo a ser di- de turistas que chegam ao nosso Chaves Monteiro pediu mesmo Sobre a FIT, o ministro Siza
Ana Abrunhosa minuído de forma a «reduzir os país, em grande parte a Lisboa, a Siza Vieira que use a sua «mag- Vieira elogiou o certame afirman-
absolvida de custos de contexto de atividades
económicas no interior do país».
Porto e Algarve, sejam incenti-
vados a visitar as cidades, vilas
istratura de influência» junto do
conselho de administração da
do ser «uma boa ideia que hoje se
tornou num projeto de sucesso»
difamação Siza Vieira salientou ainda o facto e aldeias do Interior», defendeu empresa, situada no Carregado, e que demonstra «a importância
e denúncia de as portagens serem «hoje, para Carlos Chaves Monteiro. onde poderá ter «capacidade de do turismo na valorização dos
os veículos comerciais de em- Para o autarca, «promover transferir algum trabalho» para territórios de baixa densidade»,
caluniosa presas situadas no interior, uma o turismo do interior tem de ser a unidade de Vila Cortês do Mon- assim como a «importância do
Ana Abrunhosa, presi- fração do que se paga no litoral», assumido como uma prioridade dego, no concelho da Guarda. O interior para o desenvolvimento
dente da Comissão de Coor- sendo que «no caso dos veículos nacional», acrescentando que presidente do município não se do turismo em Portugal». Dedi-
denação e Desenvolvimento de mercadorias, as portagens a FIT já é «uma referência» na esqueceu igualmente do Hotel cada ao turismo de interior, a FIT
Regional do Centro (CCDRC), [das autoestradas do interior] afirmação do interior. O edil Turismo, afirmando que espera decorreu durante quatro dias no
foi absolvida dos crimes de são as mais baratas do país». Na guardense aproveitou também receber o projeto «o mais breve Parque Urbano do Rio Diz envol-
difamação e denúncia calu- sua intervenção, o presidente da para apelar ao ministro para possível para que seja requalifi- vendo cerca de 500 expositores.
niosa do seu antecessor no Câmara da Guarda destacou o intervir na situação da Dura cado em 2021». Na sua opinião, La Coruña foi o destino convidado
cargo. sucesso desta feira, salientando o Automotive, sublinhando que a a unidade requalificada «irá cer- este ano.
Na sexta-feira, o Tribunal
de Coimbra entendeu não
terem ficado provados os Gastronomia

D. Sancho, cavacas de Pinhel e sardinhas doces de


crimes contra a dirigente,
natural da Mêda, e o seu ex-
marido, Luís Borrego, com
quem ainda estava casada à
altura das denúncias. A juíza Trancoso são finalistas distritais das 7 Maravilhas
disse não ser «possível im- O D. Sancho, da Guarda, Negro de Loriga (Seia), as doces a concurso: as Cavacas Guarda e 20 de Castelo Branco,
putar os atos aos arguidos» integra a lista de finalistas distri- Cavacas de Pinhel e os Doces e o Fidalgo de Cherovia. No que foram agora reduzidos a 7
e absolveu-os “in dubio pro tais do concurso “7 Maravilhas de Amêndoa (Vila Nova de Fundão o doce que passou à por cada distrito. Os finalistas
reu”. Ana Abrunhosa estava Doces de Portugal” na categoria Foz Côa). A Flor de Escalhão fase seguinte do concurso foi o serão votados pelo público em
acusada de fazer circular, Doce de Inovação. (Figueira de Castelo Rodrigo) e Folar de Cereja de Ouro. 20 programas da RTP, emitidos
dentro da CCDRC, emails Nesta fase foram selecio- o Ouriço de Castanha (Seia) fo- Das 907 candidaturas fo- em julho e agosto. A finalíssima
anónimos em que difamava nados sete doces por distrito ram outros doces selecionados, ram apurados 140 doces a nível que revelará as “7 Maravilhas
o então presidente da Comis- e região autónoma. Na Guarda, juntamente com a Sardinha nacional. Na fase anterior do Doces de Portugal” realiza-se a 7
são, Pedro Saraiva, em 2013 além do D. Sancho, o painel de Doce de Trancoso. Já o con- concurso tinham sido selecio- de setembro e será transmitida
e 2014. especialistas escolheu o Bolo celho da Covilhã possui dois nados 21 doces da região da pela RTP1.
Quinta-feira • 09 de maio de 2019 • •7

Celorico, Fornos e UBI


Propinas baixam 165 euros

Figueira entre os
A propina anual das li- são decorre da medida incluída
cenciaturas e dos mestrados no Orçamento de Estado de
integrados da Universidade da 2019, que prevê um novo teto
Beira Interior (UBI) vai passar máximo para o valor a pagar

municípios menos
a ser de 871,52 euros a partir pelos estudantes de licenciatu-
do próximo ano letivo. ra ou mestrado integrado em
O valor foi aprovado pelo Portugal, que é cerca de 20 por
Conselho Geral, que reuniu no cento inferior ao valor fixado

sustentáveis do país
passado 30 de abril. A descida anteriormente. A nova regra
é de 165 euros face ao mon- não abrange, contudo, os alunos
tante atualmente em vigor, de internacionais que frequentem
1.037,20 euros anuais. A deci- os mesmos graus de ensino.

Trancoso é o melhor classificado no Rating Municipal Português, Aguiar da Beira


com um 72º lugar, muito à frente da Guarda e da Covilhã 132.500 euros de indemnização para pais
do GNR morto por Pedro Dias AR

O Rating Municipal Portu- dimensão do município, medida em Portugal que têm um impacto Os pais de Carlos Caetano, entretanto condenado à pena
guês (RMP), que analisou a sus- pela sua população residente, é significativo em várias decisões militar da GNR morto a tiro em máxima de 25 anos de prisão,
tentabilidade dos municípios em um determinante significativo de gestão», sendo ainda referido outubro de 2016 por Pedro em cúmulo jurídico, por vários
2018, classifica Celorico da Beira do desempenho» e, neste sentido, que «genericamente, ser do Norte Dias, vão receber 132.500 crimes cometidos nesse dia,
como o menos sustentável do os mais pequenos têm, «global- e do Centro parece ser sinónimo euros de indemnização, se- entre os quais o homicídio do
país na 308ª posição. No fundo mente, maiores dificuldades de de sustentabilidade». Outra con- gundo o despacho publicado GNR e de Liliane e Luís Pinto,
da lista estão também Fornos de sustentabilidade». De um modo clusão do RMP é a deteção de «um na quinta-feira em “Diário da um casal que viajava na Estra-
Algodres, que ocupa o 301º lugar, geral é possível observar que os maior nível de sustentabilidade República”. da Nacional (EN) 229 naquela
e Figueira de Castelo Rodrigo em municípios de pequena dimensão nos municípios do “não interior”, O despacho conjunto dos noite. O despacho refere que o
297º. são os que têm pior desempenho comparativamente aos do inte- ministérios da Administração inquérito aberto para apurar
De acordo com o RMP, Lisboa, em termos de sustentabilidade, rior». Segundo os autores, este Interna e das Finanças refere os factos constitutivos do di-
Porto e Oeiras foram, em termos enquanto os de grande e média facto «implica a velha questão que o montante de compen- reito à compensação especial
globais, os concelhos mais sus- dimensão têm tendência para ser de obrigatoriedade de políticas sação foi calculado de acordo por morte concluiu que o
tentáveis, apresentado métricas mais sustentáveis. públicas para o desenvolvimento com o estipulado na lei, ou seja, acidente «ocorreu durante a
superiores no conjunto global É também destacada a im- de concelhos do interior», em 250 vezes «a retribuição mí- execução do serviço policial de
das quatro dimensões avaliadas, portância da «integração regio- especial investimentos e incenti- nima mensal garantida», que patrulha», para o qual Carlos
relativas a governança, serviços nal», que constitui «uma impor- vos financeiros «para a fixação e à data da morte do guarda de Caetano estava «superiormen-
ao cidadão, desenvolvimento tante influência no desempenho atração das populações». Aguiar da Beira estava fixada te nomeado», além de se ter ve-
económico e social e susten- e na sustentabilidade» do muni- O RMP relativo a 2018 – uma em 530 euros. rificado «o nexo de causalidade
tabilidade financeira. Uma das cípio. Este facto resulta da «di- tese de doutoramento do econo- Carlos Caetano foi morto a entre o risco inerente à função
conclusões deste estudo é que «a nâmica das regiões e sub-regiões mista e ex-autarca Paulo Caldas 11 de outubro de 2016, naque- policial ou de segurança e a
– foi apresentado esta semana le concelho, por Pedro Dias, morte do militar».

Trancoso é o mais sustentável em Lisboa, com o apoio da Ordem


dos Economistas. Trata-se de Guarda
das Beiras e Serra da Estrela um modelo integrado que avalia
metricamente os municípios, Cidade debate Capital da Cultura no Dia
A Guarda ocupa a 110ª posição do RMP fruto do 49º lugar
analisando 25 indicadores que
se dividem nas quatro dimensões
da Europa
no critério da eficiência da Câmara Municipal, do 40º posto no Esta quinta-feira celebra- Centro. A segunda parte terá
referidas. Estas dimensões, e res-
desenvolvimento económico e social, do 149º na governança e se o Dia da Europa, que na como tema “A Europa Central,
petivos critérios de classificação,
do 261º em termos de sustentabilidade financeira. Guarda será evocado com a que futuro?” e conta com a
foram estabelecidos e pondera-
A Covilhã está pior classificada, encontrando-se no 234º lugar conferência “Guarda Capital participação de José Amaral
dos em colaboração com entida-
do ranking global, sendo 133º na eficiência da Câmara Munici- 2027, que futuro?”, a partir Lopes, coordenador da can-
des como o Tribunal de Contas,
pal, 165º na governança, 170º no desenvolvimento económico das 10 horas nos Paços do didatura da Guarda a Capital
a Direção-Geral das Autarquias
e social e 273º na sustentabilidade financeira. Na 249ª posição Concelho. Europeia da Cultura 2027;
Locais, a Associação Nacional
encontra-se o Fundão por causa do 89º lugar na governança, do Participam investigadores Pedro Roseta, ex-ministro da
dos Municípios Portugueses e a
96º na eficiência da Câmara Municipal, do 207º no desenvolvi- da UBI, IPG e Universidade Cultura, Luís Araújo, presiden-
Inspeção-Geral de Finanças. Dos
mento económico e social e 288º na sustentabilidade financeira. de Salamanca, a par de Ana te do Instituto do Turismo de
308 municípios portugueses,
Pelo contrário, o município de Trancoso é o mais sustentável das Abrunhosa, presidente da Portugal; e Susana Menezes,
185 são considerados pequenos,
Beiras e Serra da Estrela, ocupando o 72º lugar do ranking global, Comissão de Coordenação e diretora regional da Cultura
possuindo menos de 20 mil habi-
seguido de Gouveia (87º). São os dois únicos concelhos da região Desenvolvimento Regional do Centro. As comemorações
tantes. 99 concelhos são de média
que integram o top 100 do RPM. Acima dessa posição encontram- do Centro; João Mendes Rosa, Dia da Europa terminam com
dimensão (entre 20 mil e 100 mil
se Aguiar da Beira (123º), Almeida (132º), Vila Nova de Foz Côa diretor do Museu da Guarda, um concerto da Orquestra Fi-
habitantes) e 24 são de grande
(143º), Sabugal (146º), Manteigas (153º), Pinhel (160º), Mêda e Pedro Machado, presidente larmónica Portuguesa no TMG
dimensão, tendo mais de 100 mil
(170º) e Belmonte (273º). Já Castelo Branco é 33º a nível nacional. da Entidade de Turismo do (21h30).
habitantes.
8• • Quinta-feira • 09 de maio de 2019

Que estratégias para atrair turistas?


Quais são os trunfos e as estratégias de alguns dos municípios da região para atrair visitantes e dinamizar o setor do turismo
nos seus territórios? Os autarcas de Almeida, Figueira de Castelo Rodrigo, Pinhel, Trancoso e Vila Nova de Foz Côa respondem.

António Machado, presidente da Câmara de Almeida Amílcar Salvador, presidente da Câmara de Trancoso
Equestre Napoleónica é mais um veículo
para atrair turistas. O município integra
também, com Valença, Marvão e Elvas, a
candidatura das Fortalezas Abaluartadas
da Raia a Património da Humanidade.
Acreditamos que unidos pelo sistema
defensivo que está na fronteira da raia
ibérica teremos todas as condições para
podermos almejar esse galardão. De
resto, este projeto está aberto ao ter-
ritório espanhol, porque todas as nossas «A nossa aposta de turismo passa por todo o ano atraem turistas à cidade. Temos
fortalezas têm o seu par do outro lado valorizar o nosso património histórico, a recriação da batalha de Trancoso, as Bo-
da fronteira, o que reforça ainda mais a arquitetónico e ambiental. das Reais, o festival de música no castelo,
nossa candidatura. Além destas ações, Al- A nível histórico as Portas D’El Rey, a Feira de São Bartolomeu, além de outros
meida tem como atrativos a praça-forte, as muralhas medievais, o castelo, assim eventos programados, como o próximo
«A nossa estratégia está imple- palco de uma recriação anual do cerco como as igrejas, fazem parte da lista de jantar de gala dos vinhos da Beira Interior,
mentada há muito anos. Temos cultura, pelas tropas napoleónicas, o picadeiro, o locais de interesse singulares na região. que contribuem para o desenvolvimento do
património, História, natureza e estamos Museu Histórico-Militar e temos investi- Da mesma forma as nossas paisagens e sector turístico no município. Trancoso foi
situados num território transfronteiriço. do noutras temáticas, como o judaísmo e tranquilidade são elementos positivos do o concelho que mais cresceu em termos de
Almeida criou com Ciudad Rodrigo o na fronteira com o projeto “Vilar Formoso munícipio, valorizados pela qualidade dos dormidas entre 2016 e 2017 na região, com
consórcio de cidades amuralhados com o – Fronteira de Paz”. O objetivo é termos acessos rodoviários que possuímos. Entre um aumento de 38,3 por cento. Para esse
qual temos participados nas principais vários produtos para atrair mais visitan- as nossas grandes valências estão também crescimento também contribuíram os nossos
feiras de turismo para mostrar o que tes – que são cada vez mais – e fazer com os eventos, abundantes em qualidade e empresários, a nossa gastronomia tradicional
de melhor temos. A recém-criada Rota que fiquem mais tempo no território». quantidade, que durante praticamente e os vinhos de Vila Franca das Naves».

Rui Ventura, presidente da Câmara de Pinhel


«Pinhel divulga o território como de maio a 2 de junho, e o certame “Beira
destino de várias experiências, que vão do Interior Vinhos & Sabores, em novembro.
turismo de natureza ao turismo cultural, Todos eles trazem milhares de visitantes
passando pelos vinhos, a gastronomia e à cidade e ao concelho. Nos últimos anos
o património histórico e arquitetónico. não temos descurado a participação nas
Nunca é demais lembrar que somos a principais feiras de turismo de Portugal
cidade portuguesa com mais solares por e Espanha para promover os nossos
metro quadrado fruto da sua importância vinhos, a doçaria, com destaque para as
histórica no passado. Apostamos também cavacas, e outros produtos endógenos
em eventos de grande notoriedade como de qualidade, a par da divulgação do
a Feira das Tradições, que é o maior território concelhio. Pinhel tem ainda,
certame de Inverno na região e que em Cidadelhe, a porta sul do Parque Ar-
acontece no fim de semana do Carnaval, queológico do Vale do Côa com notáveis
a feira medieval, que este ano será de 31 e bem preservadas gravuras rupestres».

Paulo Langrouva, presidente da Câmara de Figueira Gustavo Duarte, presidente da Câmara de Vila Nova
de Castelo Rodrigo de Foz Côa
tradicionais, temos vinhos de excelência, «Não me canso de sublinhar que
em especial os brancos da casta síria. Vila Nova de Foz Côa é o único concelho
No património cultural temos apostado do país com dois patrimónios mundiais
fortemente em eventos diversificados, da UNESCO, o Alto Douro Vinhateiro e
da recriação da Batalha da Salgadela as gravuras rupestres. Assim, a nossa
aos encontros com a história e também estratégia de turismo passa por dinami-
a concertos de música clássica nas igre- zar estes territórios de grande riqueza
jas. Há ainda locais de interesse como cultural e paisagística. Queremos, sobre-
o Centro de Interpretação da Batalha tudo, proporcionar aos turistas que nos
de Castelo Rodrigo, o Centro Judaico e procuram a possibilidade de explorar as
a Torre de Almofala. Tudo isto aliado à potencialidades do turismo de natureza e
Plataforma de Ciência Aberta, projecto aliar este aos nossos recursos endógenos
pioneiro que liga a educação, a ciência e como o vinho, a amêndoa e o xisto. Uma
a cultura através de uma parceria com a ação muito importante para a valorização
Universidade de Leiden (Holanda). Outro do território é a integração do Museu do
potencial de Figueira de Castelo Rodrigo Côa na rede de Centros Ciência Viva, que
«O concelho de Figueira de Castelo é a ligação ao rio Douro, que temos vindo nos permite trazer mais escolas a visitar e
Rodrigo tem vindo a apostar em três áreas a aproveitar de forma exaustiva. Estamos explorar as nossas valências geográficas.
fundamentais de dinamização do turismo: até a tentar incluir nos pacotes turísticos Brevemente iremos também dar início ao vulgar e promover estas potencialidades
património natural, cultural e gastronomia. do Douro o projeto da Ciência Aberta projeto dos passadiços do Côa, que irá de Vila Nova de Foz Côa vamos participar
Estes três eixos, em conjunto, configuram para que seja possível fazer sessões de permitir o acesso às gravuras rupestres. em mais feiras no país e estrangeiro. Es-
aquilo que é a dinâmica do território e do observação de astronomia, após o pas- Estamos apenas a aguardar a aprovação peramos que tudo isto possa contribuir
turismo a ele associado. No património, seio de barco, acompanhadas da degus- das entidades competentes e esperamos para a consolidação do aumento do fluxo
temos vários momunentos nacionais de tação de produtos locais, potenciando a que no fim do mês esteja o concurso para turístico no município, que tem sido
interesse e na gastronomia, além dos pratos economia local» estar concluída no próximo ano. Para di- gradual, mas sustentável»
Quinta-feira • 09 de maio de 2019 • •9

Uma rota equestre


pela história da raia
Percurso de quase 200 quilómetros ligará a Sierra de Gata (Cáceres) à Guarda seguindo
pelos caminhos das Invasões Francesas
LM
Luis Martins em considerar a rota como
«mais um importante recurso»
de promoção do território e do
O turismo equestre é o «pa- seu património. «É um projeto
rente pobre» do turismo em que nos diferencia», sublinhou o
Portugal e a Rota Equestre Na- edil guardense, enquanto o pre-
poleónica, traçada entre a zona sidente almeidense acrescentou
norte de Cáceres (Extremadura) tratar-se de «um projeto impor-
e a Guarda, pode ser um bom tante para o desenvolvimento do
contributo para desenvolver território».
este setor. Essa é a convicção dos Por sua vez, José Sererols
promotores do projeto apresen- i Ciutat, presidente da OMTE,
tado no domingo na Feira Ibéri- congratulou-se com esta ini-
ca de Turismo, que decorreu na ciativa. «Temos aqui uma rota
cidade mais alta. fantástica», afirmou na sua
A ideia foi do guardense intervenção, reconhecendo que,
Paulo Cerca, que pegou num para a OMTE, Portugal «prati-
roteiro de 1748 e no mapa da camente não existia no turismo
Península Ibérica de Tomás equestre porque sempre nos
Lopes datado de 1778 para dedicamos mais à América
traçar um percurso que parte Latina e aos Estados Unidos».
da Sierra de Gata, ruma a Ciu- Nesta apresentação o trajeto
dad Rodrigo, chega a Almeida e do lado português foi contextu-
termina na Guarda. O objetivo é alizado por Fernando Carvalho
Promotores do projeto firmaram acordo na FIT
levar os cavaleiros pelos cami- Rodrigues, que revelou alguns
nhos usados pelas tropas fran- (OMTE) e pela Associação vista à concretização desta rota. de qualidade, só precisamos é dos pormenores históricos de
cesas e luso-inglesas e pelos Nacional do Turismo Eques- Na apresentação do trajeto, de um McNamara do turismo um percurso usado há 2.000
locais onde ocorreram algumas tre (ANTE), com o apoio dos José Veiga Maltez, presiden- equestre para extrapolar os anos «pela 7ª legião romana».
das principais batalhas das municípios de Almeida e da te da Câmara da Golegã e da nossos recursos no mercado Irónico, o cientista acrescentou
Invasões Francesas neste ter- Guarda, bem como da Diputa- ANTE, defendeu que é preciso europeu e norte-americano». Já tratar-se ainda da rota do Reino
ritório transfronteiriço. A rota ción de Salamanca e do Turismo «apostar no parente pobre do os autarcas António Machado de Leão, «que devia voltar se
é organizada pela Organização de Castilla y León. Os parceiros turismo», pois Portugal tem «in- (Almeida) e Carlos Chaves Mon- quisermos povoar este terri-
Mundial de Turismo Equestre assinaram um protocolo com fraestruturas e equipamentos teiro (Guarda) foram unânimes tório».

PUB
Seia
Altice inicia AGORA COM LOJA ONLINE E BLOG
cobertura total WWW.MILJODESIGN.COM
de fibra óptica
no concelho
Seia integra a lista de seis OS NOSSOS
municípios que fazem parte do
projeto-piloto da Altice Portugal SERVIÇOS
de cobertura integral da rede de
fibra óptica no país.
Segundo a operadora, a par-
tir de 30 de junho iniciar-se-á
«o plano de cobertura cem por
cento fibra ótica» nos concelhos
de Beja, Cartaxo, Seia, Seixal,
Sintra e Vieira do Minho, num
total de mais de uma dezena de
freguesias abrangidas. Para o
presidente executivo da Altice
Portugal, «este é um projeto
que começa nestas freguesias,
mas que pretendemos que cubra
todo o país nos próximos anos».
Alexandre Fonseca afirmou ainda,
em comunicado, que a empresa
quer ser «parceira de todos os
territórios do interior do país, AV. CIDADE DE SAFED, Nº28, 6300-537 GUARDA
design concept
que necessitam da mobilização 966 783 854 miljo@coritnasgigante.com
de muitos para que vençam a
adversidade da desertificação».
1
10 • • Quinta-feira • 09 de maio de 2019
Termas e Turismo em Espaço Natureza Quinta-feira, 09 de maio de 2019

Termas Fonte Santa apostam


na saúde e bem-estar
As Termas Fonte Santa locali-
DR

zam-se a 3,5 quilómetros a noroeste Momentos revigorantes


da vila de Almeida, a cerca de 40
quilómetros da Guarda e a 15 quiló- O complexo termal da Fonte
metros da fronteira de Vilar Formoso. Santa é constituído por uma área
As suas águas mineromedi- de tratamentos (balneoterapia),
cinais, de composição sulfúrea, ginásios, sauna, banhos turcos,
bicarbonatada e sódica, brotam gabinetes de massagem e uma
das escarpas dos montes que área médica constituída por sala
formam o vale por onde corre o rio de espera secretaria médica e
Côa, a uma altitude de 560 metros, gabinete médico, tendo como
e apresentam um ph a rondar os principais vocações, para além do
8,70. O complexo está rodeado bem-estar e combate ao stress, o
por uma paisagem verde e é um tratamento de doenças do apa-
ótimo destino para fugir ao stress relho respiratório, doenças reu-
do dia-a-dia graças aos vários pro- máticas e músculo-esqueléticas.
gramas de bem-estar disponíveis. Além da prevenção e tratamento
Há quatro áreas de ação: Natura- da doença, o espaço é também
Corpo, NaturaTermal, NaturaFisio indicado para lidar com efeitos do
e NaturaLúdica. A NaturaCorpo stress, de depressões e esgota-
é um espaço direcionado para o mentos físicos e/ ou intelectuais.
bem-estar, onde se realizam um Uma ida à Fonte Santa é a garan-
conjunto de técnicas de massagem tia de momentos revigorantes, de
tradicional, aliadas a tratamentos descoberta de novas sensações
de estética com aromaterapia e e de relaxamento.
produtos naturais. Alguns dos tra- A visita a este complexo ter-
tamentos realizados nesta vertente mal é ainda uma oportunidade
são o “Duche Massagem Vichy”, para conhecer a fortaleza de
“Esfoliação Fonte Santa” e “Massa- Almeida, com uma das muralhas
gem Pedras Quentes, Facial e Fon- mais bem conservadas da Europa
te Santa”. Esta área disponibiliza e casamatas únicas no mundo,
ainda um conjunto de programas onde está instalado o Museu
que conjugam uma série de tra- Histórico Militar. De resto, o mu-
tamentos: “Conhecer as Termas”, nicípio de Almeida disponibiliza
“Anti-Stress”, “Bem-estar Termal”, visitas guiadas ao cento histó-
“Corpo em Forma” e “Anti Celulite, rico e ao Centro de Estudos de
Lipolítico e Desintoxicante”. Arquitetura Militar. Há também a
Por sua vez, a NaturaTermal possibilidade de fazer equitação
tem como vocação terapêutica as no Picadeiro D’El Rei. Outros
vias respiratórias (sinusites, rinites atrativos são as Aldeias Históri-
alérgicas, entre outras), bem como cas de Almeida e Castelo Mendo,
as doenças reumáticas (tais como bem como o Museu/ Memorial
artrites, tendinites ou osteoarterose). aos Refugiados e ao Cônsul
Das instalações fazem parte uma Aristides de Sousa Mendes, em
piscina termal com hidromassagem Vilar Formoso. Envolvida por uma
e corredor de marcha, duches vichy, paisagem verde e carregada de
hidropressoterapia, bertholaix e sala história, Almeida é um fantástico
de tratamento às vias respiratórias. destino para fugir ao stress do
Já o espaço de ginásio/cardiofitness, dia-a-dia, recarregar energias
NaturaFisio, direciona-se para a e combater o envelhecimento,
melhoria da condição física em ge- através de um programa termal
ral, desenvolvendo especialmente e um serviço de Spa, que aposta
a capacidade cardiorrespiratória, no equilíbrio e bem-estar. A época
vascular e perda de peso. Os trata- termal tem início a 22 de maio e
mentos praticados neste setor são termina a 12 de novembro, sendo
a “Hidroterapia”, a “Massagem Ma- que o complexo funciona das 8
nual”, o “Fortalecimento Muscular” e às 12h30 e das 16 às 20 horas,
a “Drenagem Linfática”. Por último, de segunda a sábado (incluindo
na NaturaLúdica, além da sauna e feriados). Mais informações em
banho turco, está também dispo- www.almeidamunicipia.pt, pelos
nível uma piscina equipada com telefones 271 571 123 e 271
hidromassagem, jacuzzi, cascata e 571 080 ou email geral@almei-
corredor de marcha. damunicipia.pt .
Quinta-feira, 09 de maio de 2019 Quinta-feira • 09 de maio de 2019 •
Termas e Turismo em Espaço Natureza 2
• 11

PUB

TERMAS DE ALMEIDA
- FONTE SANTA
As águas minerais do complexo termal
de Almeida brotam nas escarpas dos montes
que formam o vale por onde corre o rio Côa
a uma altitude de 560m, a cerca de 3,5 km
a noroeste da Vila de Almeida, distrito
da Guarda. Envolvida por uma paisagem verde,
é um ótimo destino para fugir ao stress
do dia-a-dia, recarregando energias através
do bem-estar que um programa termal
pode oferecer.

O complexo termal é constituído por uma área


de tratamentos (balneoterapia), ginásios, sauna,

#DESCUBRA
banhos turcos, gabinetes de massagem e uma
área médica constituída por sala de espera,
secretaria médica, gabinete médico e gabinete
do Diretor clínico, tendo como principais
vocações, para além do bem-estar e combate
ao stress, o tratamento de doenças do aparelho
respiratório, doenças reumáticas
e músculo-esqueléticas.

AS TERMAS DE ALMEIDA A região oferece ainda recursos culturais


e naturais para serem explorados, como o
centro histórico de Almeida - Estrela do Interior,

- FONTE SANTA
Museu histórico-militar de Almeida, o Centro
de Estudos de Arquitetura Militar e o Memorial
aos Refugiados e ao Cônsul Aristides Sousa
Mendes. Há ainda a possibilidade de fazer
passeios de charrete, bicicleta ou pedonal
pelas redondezas, praticar ténis, equitação
e natação.

CARACTERÍSTICAS INDICAÇÕES
DA ÁGUA TERAPÊUTICAS

Mineralização Total:
Fracamente mineralizada
APARELHO
Quimismo: RESPIRATÓRIO TERMAS DE
Sulfúrea, Bicarbonatada, Sódica ALMEIDA - FONTE SANTA
Encosta da Fonte Santa
6350-239 Almeida
T (+351) 271 571 123 /080
T (+351) 938 607 662
REUMÁTICAS T (+351) 271 570 021
E MÚSCULO www.cm-almeida.pt
- ESQUELÉTICAS termas@cm-almeida.pt

ÉPOCA TERMAL: MAIO - NOVEMBRO


De segunda-feira a sábado
(incluindo feriados)
das 09h às 12h / 16h às 20h.
Encerra ao Domingo.
12 • • Quinta-feira • 09 de maio de 2019

Praias fluviais

Valhelhas, Loriga e Lapa dos Dinheiros com Bandeira Azul


AR
Já são conhecidas as praias galardoadas e vai hastear este símbolo da qualidade am-
com a Bandeira Azul. As praias fluviais de biental pelo terceiro ano consecutivo. Todas
Valhelhas (Guarda), Loriga e Lapa dos Di- estas zonas balneares estão integradas no
nheiros (ambas no concelho de Seia) foram Parque Natural da Serra da Estrela (PNSE).
novamente distinguidas pela sua qualidade. A Bandeira Azul é atribuída anualmente às
Este ano, uma das três cerimónias na- praias e portos de recreio que cumpram
cionais de atribuição da Bandeira Azul irá de- critérios como a informação e educação am-
correr em Valhelhas a 5 de junho. Segundo a biental, qualidade da água, gestão ambiental
Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE), e equipamentos e segurança e serviços.
Valhelhas, situada no curso do rio Zêzere, con- Este ano a região Centro possui 16 praias
quista o galardão há dez anos consecutivos e fluviais com Bandeira Azul, mais uma do que
Loriga, na ribeira homónima, desde 2012. Já a no ano passado. Já no país haverá 352 praias
praia fluvial da Lapa dos Dinheiros aproveita oceânicas e fluviais distinguidas – mais 20
a ribeira da Caniça, um afluente do rio Alva, relativamente a 2018. O Algarve é a região
com o maior número de Bandeiras Azuis
PUB (88), seguida da região Norte (75). Segundo
a ABAE, Portugal é o país da União Europeia
com maior percentagem de praias com Ban-
deira Azul. A época balnear nas praias fluviais
de Valhelhas, Loriga e Lapa dos Dinheiros
começa a 1 de julho.

Covilhã
Gin de Cereja do Fundão
premiado em Londres
O Wild Snow Dog Cherry Gin, com
sabor a cereja do Fundão, produzido pela
empresa beirã de licores e espirituosas
Zimbro, foi premiado com uma medalha
de bronze na London Spirits Competition.
Os resultados foram divulgados no passado
dia 30 de abril.
O concurso londrino distingue a
qualidade de bebidas espirituosas que
possuam, simultaneamente, a melhor re-
lação qualidade/preço, imagem apelativa
e destaque da concorrência. Este ano es-
tiveram a concurso mais de 2.000 bebidas
de todo o mundo. Para a empresa sediada
no parque industrial do Tortosendo, esta
é uma distinção que «enche de orgulho a
Zimbro, principalmente porque na génese
da criação deste premium gin esteve a
vontade de homenagear a nossa região
berço, unindo as duas serras que nos ro-
deiam pelo melhor que oferecem: o zimbro
selvagem da Serra da Estrela e a cereja do
Fundão, proveniente das encostas da Serra
da Gardunha».

Aldeias Históricas
Filme gravado em Belmonte,
Piodão e Sortelha premiado
em Espanha
O filme intitulado “Inside”, rodado
no ano passado em Piodão, Sortelha e
Belmonte, no âmbito do Festival Interna-
cional de Cinema de Turismo ART&TUR,
foi premiado no festival de cinema de
turismo “Terres Travel Festival – Films
& Creativity 2019”, que decorreu em
Tortosa (Espanha).
Realizado pela Eureka Films, produ-
tora do Brasil, o filme já tinha vencido a
competição ART&TUR, evento que lançou
o desafio de filmar e promover o Centro
de Portugal a jovens produtores de todo
o mundo. Das seis equipas participantes,
quatro escolheram zonas pertencentes
às Aldeias Históricas de Portugal como
cenário dos seus filmes. O filme foi dis-
tinguido na categoria “Rural Destination”
da terceira edição do festival espanhol,
que decorreu de 26 de abril a 5 de maio.
Quinta-feira • 09 de maio de 2019 • • 13

Opinião TMG

Benjamin Clementine, jazz e


Ovo de Colombo

Todos poderíamos ser Islândia


Melanie Alves*
DR

música contemporânea até julho DR


Quando cheguei à Islândia O concerto de Benjamin Guarda prossegue este sábado
de “Gente Independente”, de Clementine, a 6 de junho – já (21h30) com o concerto de
Halldór Laxness, fiquei com a esgotado, o ciclo de música Dimitri Bokolishvili, primeiro
sensação de que aquele lugar contemporânea Síntese em clarinete na orquestra alemã
não poderia pertencer às coor- maio e o festival “Guarda in Mannheimer Philarmoniker e
denadas mundanas. Parte dele Jazz” em julho, são os principais professor no Conservatório Es-
era feito de areia preta, a outra destaques da programação do tatal de Tiblisi (Geórgia). Do rep-
parte era camadas de liberdade Teatro Municipal da Guarda ertório constarão músicas para
que o tempo sedimentou em (TMG) neste trimestre. clarinete solo de compositores
segredo. No mais jovem país As atividades foram apre- como Jörg Widmann, Ovanes
do mundo (geologicamente sentadas na sexta-feira e entre Ambartsumian, Antonio Fraioli,
falando), a natureza é selvagem elas estão as atuações de Diogo Igor Stravinsky, Linia Tonia, Ol-
e viva e talvez o caos tivesse de Piçarra (18 de maio), também ivier Messiaen e Eduardo Luís
se soltar precisamente nessa “amadurecer é ter descoberto esgotada, e da cantora norte- Concerto de Benjamin Clementine na Patriarca. No teatro destaque
beleza bravia, que dificilmente a América”; já Helgi tem uma americana Julia Holter (28 Guarda a 6 de junho está esgotado para a estreia da peça “Pedro”,
se deixa domesticar. Eles que- inclinação para o oculto e acha de maio). No final deste mês O festival de jazz inclui oito do guardense Teatro do Calafrio
braram antes, eles protestaram ter visto Kólumkilli (o lendário haverá igualmente um con- concertos, com destaque para entre 22 e 25 deste mês.
antes, o governo caiu antes, o feiticeiro que, juntamente com certo solidário por Moçam- o saxofonista Carlos Martins, A Câmara da Guarda anun-
FMI foi chamado antes e hoje, Gunnvör, assombra a vida dos bique. Já no mês seguinte será uma conferência de José Duarte, ciou também que o túnel de liga-
11 anos após a pior crise finan- habitantes desta terra). inaugurada a exposição “O que uma exposição, um bailado e a ção entre os edifícios do Teatro
ceira da sua história, podemos Mas nem sempre conse- faz falta? é malhar na malta!”, exibição de um filme. Para 29 de Municipal será inaugurado a
perceber como as pessoas se guimos estar próximos dos de Luís Herberto, na galeria junho está prevista a inaugura- 29 de junho, num projeto que
organizaram para que o país dias primaveris, por isso existe de arte e está agendado um ção do túnel de ligação entre os permitirá melhorar a acessibili-
adoptasse uma estratégia e, também a alma esquerda de concerto que juntará em palco edifícios do TMG. dade e o conforto do público ao
quando todos recomendavam Ásta que, sem o colo do pai, não os Mão Morta e a coreógrafa Já o XIIIº Síntese - Ciclo complexo cultural construído
que a Islândia fizesse zig, ela consegue encontrar abrigo; um Inês Jacques. de Música Contemporânea da há 14 anos.
fez zag. Por isso, penso que Nonni que diz que o amor é “a
para entrar nas profundezas coisa mais terrível entre todas”,
deste livro tem de se perceber um Gvendur que perde a Amé- Música
primeiro que, mesmo parecen- rica por um deslumbramento; e
do frágil, a Islândia é dona de os ladrões do capitalismo que Vitorino canta António Menano em Fornos de Algodres
forças extraordinárias. vêm contrariar o espírito antigo Para evocar os 50 anos da na rica e diversificada carreira em todo o país através dos
Pelo menos, assim nos da nação de Bjartur, e, mesmo morte de António Menano, o do ilustre fornense, que inclui numerosos discos que gravou.
fazem crer Guðbjartur Jónsson que o fantasma Kólumkilli não município de Fornos de Algo- repertório de fado de Coimbra, Foi médico na sua terra natal,
de Casas de Verão (a persona- seja real, há quem faça questão dres convidou Vitorino para canção tradicional portuguesa, mas nunca se desligou do meio
gem dominante deste livro) e de lembrar que a humanidade cantar um dos grandes músicos fado de Lisboa ou o tango. artístico e académico. Em 1933
seus filhos. Logo nas primeiras acredita no incrível e duvida portugueses. O concerto acon- António Menano nasceu em abandonou a carreira artística
páginas, damos conta de que do credível. Mas, afinal, quem tece esta sexta-feira (21h30) Fornos de Algodres a 5 de maio e partiu voluntariamente para
Bjartur é um ser obstinado cresce num campo aparente- no jardim municipal e tem de 1895 e cedo se destacou pela Inhaminga, em Moçambique,
que luta todos os dias pela sua mente semeado de anátemas? entrada livre. sua voz de tenor. Foi irmão de para exercer medicina, regres-
independência, mas parece Gente Independente é uma lição, O espetáculo, especial- Francisco Menano, também sando definitivamente a Por-
não estar preparado para os que nos mostra a beleza que fica mente concebido para o “Cor- compositor e cultor do fado de tugal em 1961. Faleceu a 11 de
tempos que se avizinham e são para lá de qualquer sonho desfei- rentes de um só rio”, é baseado Coimbra e viria a ser conhecido setembro de 1969, em Lisboa.
os seus filhos que pincelam a to. E se o Japão tem o kintsugi,
Islândia de renovadas espe- a Islândia terá o ‘þetta reddast’,
ranças. Ásta Sóllilja (Ásta quer que significa “tudo vai dar certo”. Cinema Fotolegenda
dizer “amor” e Sóllilja significa Porém, a vida é implacável e a
“lírio do sol”), apesar de estar lua deveria ensinar-nos a sonhar
Filme de aluna da Peter Hammill e Isildurs Bane
confinada ao mundo restrito do para lá do seu brilho para que UBI no Indie Lisboa para a história no GAR DR
pai, percebeu que, quando a luz nos fosse dada a possibilidade O filme produzido pela
do saber brilha, é-lhe permitido de respirar a liberdade desse aluna da UBI Catarina Mendes,
voar nas asas da poesia; Nonni país, que permanece amante da como projeto final da licenciatu-
(ou “pequeno Jón”) nasceu para juventude e da charneca. ra em Cinema, foi escolhido para
descobrir os países mais dis- integrar a secção “Novíssimos”
tantes e sonha em cantar para *A autora escreve de acordo do Indie Lisboa - Festival Inter-
o mundo inteiro; Gvendur sem- com a antiga ortografia nacional de Cinema de Lisboa.
pre seguira o exemplo do pai, **Pode visitar: www. “Corpo” é uma ficção de 13
mas a dada altura acredita que aosomdapele.wordpress.com minutos que conta a história de
uma mulher que «vive numa
pequena aldeia, um lugar re-
Escultura moto onde o tempo parece não
Artistas covilhanenses expõem na Galeria passa. Entre o luto e a solidão,
deambula perdida por espa-
António Lopes ços desabitados», segundo a
Vários escultores da Covilhã movida pelo município local e sinopse. Esta produção tem
protagonizam uma exposição é considerada a mais impor- argumento de Catarina Mendes
coletiva na Galeria António tante exposição de escultura e é interpretada pelas atrizes O Gouveia Art Rock (GAR) tival, juntou duas lendas deste
Lopes até ao final do mês. dos últimos anos na cidade Débora Gonçalves, no papel da voltou a fazer história na música género musical, que foram ca-
A mostra foi inaugurada na por dar a conhecer a obra dos protagonista, e Francisca Ver- progressiva com a estreia do beças de cartaz da segunda noite
sexta-feira e conta com obras de maiores artistas covilhanenses dade. O filme foi exibido na sexta- álbum “In Amazónia”, de Peter do GAR. Peter Hammill e Isildurs
Diogo Fernandes, Fátima Nina, da atualidade. Trata-se de uma feira no Cinema São Jorge, em Hammill e dos Isildurs Bane, no Bane sentiram-se em casa – já
José Manuel Pereira, Maria Eu- atividade da programação do Lisboa. O Indie Lisboa termina no sábado, num esgotado Teatro não é primeira vez que atuam
génia Gomes, Moreira Neves e “Industrial – Covilhã Art Fest”, domingo e conta nesta 16ª edição Cine da “cidade jardim”. em Gouveia – e retribuíram
Sebastião Pimenta. Intitulada que está a decorrer até ao final com a exibição de 270 filmes, 86 Este trabalho, comissionado com um concerto intenso e
“Escultural”, a iniciativa é pro- de maio. longas e 184 curtas metragens. pelo município local e pelo fes- envolvente.
14 • • Quinta-feira • 09 de maio de 2019 Publicidade

PUB

Odontopediatria - Medicina dentária para crianças :)

MEDICINA DENTÁRIA | Drª. Rita Vilar | Dr. Alexis Oliveira | Drª. Soraia Rocha
ODONTOPEDIATRIA | Drª. Rita Vilar

GINECOLOGIA / OBSTETRÍCIA | Drª. Cremilda Sousa PODOLOGIA | Dr. Cristóvão Polónio


CIRURGIA GERAL | Dr. Pedro Caldes MEDICINA CHINESA | Drª. Celina Barreto
ENDOCRINOLOGIA | Drª. Daniela Guelho PSICOLOGIA CLÍNICA | Drª. Maggie Vaz
MEDICINA GERAL E FAMILIAR | Drª. Ana Isabel Santos EXAMES PSICOTÉCNICOS | Drª. Liliana Tavares
PNEUMOLOGIA | Drª. Rita Gomes TERAPIA DA FALA | Drª. Ana Rita Gonçalves
PSIQUIATRIA | Dr. João Campos Mendes ENFERMAGEM | Enf. David Centeio
UROLOGIA | Dr. Gustavo Gomes NUTRIÇÃO CLÍNICA | Drª. Inês Costa
PEDIATRIA | Drª. Rita S. Oliveira OSTEOPATIA | Dr. João Araújo
REUMATOLOGIA | Drª. Joana Ferreira MEDICINA INTEGRATIVA | Drª. Sandra Grilo
ORTOPEDIA | Dr. António Mendes | Dr. Eduardo Ferreira COACHING | Drª. Susana Menoita
ACORDOS - Consulte as especialidades abrangidas
ADVANCECARE, SAMS CENTRO, SAMS QUADROS, SS CGD, CHEQUE DENTISTA, ZURICH, POPULAR SEGUROS, SANTANDER TOTTA
SEGUROS, UNA SEGUROS, GENERALLI, TRANQUILIDADE, MGEN, AÇOREANA, LUSITÂNIA, ASSOCIAÇÃO MUTUALISTA MONTEPIO

Dr. José João Dra Assunção Vaz Patto Prof. Doutor


Garcia Pires L. Taborda Barata
Neurologista
Especialista pelos Hospitais da Universidade de Coimbra
Consultas de Neurologia
Imunoalergologista
ORTOPEDIA Exames: Electromiografia
e Potenciais Evocados
Asma e Doenças Alérgicas
Rua Comendador Campos Melo, nº 29 – 1º Esq, Covilhã;
Consultas: CLIFIG – Clínica Fisiátrica da Guarda
CLIFIG - Rua Pedro Álvares Cabral - Tel: 275334876
Rua Pedro Álvares Cabral, Edíficio Gulbenkian
Edifício Gulbenkian, s/n Cliniform, Rua Mouzinho da Silveira nº 15 R/C, Guarda;
Telef.: 271 231 397 6300-745 Guarda Tel: 271211905

UNIDADE DE OTORRINOLARINGOLOGIA
Prof. Celso Pereira DA BEIRA INTERIOR
Alameda Pêro da Covilhã,

Imuno-Alergologia 29, r/c Esq – COVILHÃ


Telf: 275 324 236 www.uobi.pt
(Doenças Alérgicas) 2ª a 6ª feira 10-13h e 14-19h
Ass Graduado HU Coimbra / Consultas de Otorrinolaringologia
Fac Medicina UC (Ouvidos, Nariz e Garganta)
- Dra. Rafaela Teles Consultas todos os dias
- Prof. Dr. Rui Cerejeira Atendimento URGENTE
Covilhã: Clínica Médica Serra da Estrela Consultas de Pneumologia/Doenças Alérgicas
Galerias de S. Silvestre - Piso 3 Telf: 960023455 - Dr. Nuno Sousa
Guarda: Clínica de Fisioterapia da Guarda Terapia da Fala/Voz
Av. Rainha D. Amélia, nº 6 - 271238581/96 - Terap. Ana Rita Fonseca
Fisioterapia Respiratória / Reabilitação Vestibular
Coimbra: 239802700; 968574777 e 918731560
- Terap. Tânia Churro
EXAMES: Audiograma; Timpanograma; Reflexos
ADVOGADOS ADVOGADOS Estapédicos; Estudo do Sono; Provas funcionais
respiratórias; Testes Cutâneos de Alergia

Vitor Nascimento António Ferreira, Paula Camilo


& Associados Médico
Bárbara Brigas Sociedade de Advogados, RL
Diogo Cabrita
Telefone: 271 086 518 Telefone: 271 213 346 • Fax: 271 082 765 Cirurgião geral
e_mails:
e_mails: antonio.ferreira.adv@gmail.com • paula.m.camilo@gmail.com tratamento de varizes e suas complicações, pequenas
cirurgias, hérnias, hidrocelos, vesícula Litiásica.
vitor.nascimento-5874c@adv.oa.pt Rua Alves Roçadas, nº 27 A, 1º CM2 Marcações : (Clínica Cembi)
barbarabrigas-4041c@adv.oa.pt (ao lado da loja MANGO) Telef.: 271213445
Rua do Encontro, nº 9 - 3º • 6300-704 Guarda 6300-663 Guarda Protocolo com a Médis

Diretor e Editor: Luís Baptista-Martins • Rua da Corredoura, 80 - R/C Dto - C • 6300-825 Guarda •
Redação: Luis Martins (Chefe de Redacção) e Ana Eugénia Inácio. • Conselho Editorial: António Ferreira, Nuno Amaral Jerónimo, Cláudia Quelhas, João Canavilhas, José Carlos Alexandre, Diogo Cabrita e Maurício Vieira.
Colunistas e Colaboradores: Acácio Pereira, Albino Bárbara, Ângela Guerra, António Costa, António Ferreira, António Godinho, Cláudia Quelhas, David Santiago, Diogo Cabrita, Eduardo Lourenço, Fernando Pereira, Fidélia Pissarra, Frederico Lucas, Hélder Sequeira, Honorato Robalo, João Canavilhas, Joana C. Pereira,
Joana Dente, João Mendes Rosa, João Morgado, João Santiago Correia, Joaquim Igreja, Jorge Noutel, José Carlos Alexandre, José Carlos Breia Lopes, José Pires Manso, Júlio Sarmento, Melanie Alves, Miguel Castelo Branco, Miguel Moreira, Miguel Sousa Tavares, Norberto Gonçalves, Nuno Jerónimo, Telma Madaleno e
Víctor Afonso. Desporto: António Silva, Arlindo Marques, Cristina Sofia, Daniel Soares, José Luís Costa, Miguel Machado e Rui Geraldes. • Cartoon: Maurício Vieira. • Paginação: Jorge Coragem • Projeto Gráfico: Maurício Vieira. • Departamento Comercial: Natalina Martins • Impressão:
FIG-Indústrias Gráficas, S.A. • Rua Adriano Lucas – 3020-265 Coimbra • Telefone 239 499 922 • Fax 239 499 981 • e-mail: fig@fig.pt • Sede, Redação e Publicidade: Rua da Corredoura, 80 - R/C Dto - C • 6300-825 Guarda N.I.P.C. – P-504847422. • Nº de registo na ERC: 123436 • Depósito
Legal:146398/00 • Tiragem desta edição: 7.200 exemplares • Periodicidade: Semanário • Edição Internet: O Interior • Propriedade: JORINTERIOR - Jornal • O Interior, Ldª. Detentores de mais de 10% do capital da empresa: José Luís Carrilho Agostinho de Almeida e Luís Baptista-Martins.
Estatuto Editorial: https://www.ointerior.pt/ficha-tecnica/ • Guarda - Redacção/Publicidade: 271212153 • www.ointerior.pt • publicidade@ointerior.pt

Classificados
Imobiliário Vende-se/Arrenda-se/Diversos Emprego Diversos
Férias. Praia da Oura - Albu- Sta Cruz, Guarda: 5,69 ha - Cul- Procuro trabalho como Oferece-se Senhora desem- Executam-se trabalhos de con- Se tem problemas com o divórcio,
feira. T2. A 200 metros da praia. tura - Água - Lameiro - Pastagem. limpezas, passar a ferro, con- pregada cuida de senhora idosa strução civil, pinturas, aplicação nós apoiamos-te. Acolher. Con-
Telef.289367024 Vendo. Tlm. 964278087 domínios, umas horas na res- e trabalhos domésticos. Zona da de pladur, azulejos/mosaicos, en- tacto: 919568551
tauração, cuidar de idosos ou Guarda ou Covilhã. Tlm. 911996779 tre outros. Contacto: 960136446
Vende-se Casa c/ terreno, água Arrendamento parcial, crianças, etc. Contacto móvel: Cavalheiro viúvo, com boa
e árvores de fruto. Mizarela. Bons Apartamento Mobilado na Guar- 969497622 Cavalheiro solteiro, reformado, Senhora procura cavalheiro, situação, procura senhora até aos
acessos. Tlm. 965199646 da-Gare. Tlm.: 968362728 sem filhos, deseja encontrar compa- dos 50 aos 50 anos. Assunto 65 anos. Assunto sério e respeito.
Senhora precisa urgente de tra- nheira dos 50 aos 55 anos. Escrever sério. Tlm.: 965210062 Informa tlm: 916497810
Vende-se Apart. Duplex c/ cobe- balho na Guarda. Tlm. 912216331 para Luís Duarte Rato, Travessa das
rtura, 4 quartos, 3 WC, terraço, Moitinhas nº8, 6200-684 Teixoso Cavalheiro reformado com Cavalheiro reformado, não
garagem, 230m2, acab. de luxo. boa situação e casa própria, fumador e respeitador, com boa
Centro de Viseu. Telm. 910491439 Banda Mega Star - Grandes assunto muito sério, procura se- situação, procura senhora hon-
Músicas - João Marques Almeida. nhora ate aos 70 anos. Informa esta entre os 60 e os 70 anos
Tlm. 914889442/919546447 (24h) telemóvel 911017067 para companheira. Relação séria.
Contacto: 926501732
Quinta-feira • 09 de maio de 2019 • • 15

Leixões empata
Ficha de Jogo
Árbitro: Iancu Vasilica (AF Vila Real)
Árbitros assistentes: Rui Amaral e
Ângelo Carneiro

Sp. Covilhã
E. Santos Pinto,
Covilhã
Sp. Covilhã.................. 1
Bruno Bolas, Tiago Moreira, Zarabi,
João Cunha, Henrique Gomes (Rafael
Serranos apanharam susto no Santos Pinto e só marcaram golo da igualdade Vieira, 39’), Gilberto, Semedo (Kisley,
71’), Mica Silva, Adriano (Diego Me-
quando os nortenhos estavam em inferioridade numérica deiros, 65’), Bonani e Kukula
Filipe Pinto - Foto Académica Treinador: Filó
O Sp. Covilhã foi surpreen-
dido em casa pelo Leixões no do- Leixões....................... 1
mingo na 32ª e antepenúltima Tony, Jorge Silva, Pedro Monteiro,
jornada da IIª Liga. Sem nada a Bura, Stéphane Dass, Ceitil (Anthony,
90’+5’), Erivaldo (André Clóvis, 84’),
perder e com a permanência ga- Luís Silva, Zé Paulo (Oudrhiri, 65’),
rantida, os comandados de Filó Poloni e Evandro Brandão
concederam um empate a uma Treinador: Jorge Casquilha
bola, um resultado que garantiu
Golos: Evandro Brandão (1’) e Kukula
a permanência dos nortenhos
(76’)
e deixou os covilhanenses no
sétimo lugar, com 45 pontos, os Ação disciplinar: Cartão amarelo para
mesmos do sexto Penafiel. Rafael Vieira (41’) e Bura (90’). Cartão
Os locais entraram frouxos vermelho direto para Stéphane Dass
na partida e foram surpreendidos (55’).
pelo golo madrugador da equipa resistiram até aos 76’, quando
de Matosinhos no primeiro minu- Kukula, melhor marcador dos
to. Na sequência de um lançamen- locais com dez golos, restabele-
to da linha lateral, na esquerda, ceu a igualdade com um remate
ninguém intercetou a bola, que certeiro.
foi desviada e chegou à pequena Este domingo o Sp. Covilhã
área, onde Evandro Brandão só viaja até Coimbra para defrontar
Covilhã dominou o jogo mas foi pouco eficaz na finalização
teve de encostar para o fundo das a Académica, quinta classificada
redes. Foi quanto bastou para os O domínio covilhanense os nortenhos compactos a resis- Covilhã. A “muralha” defensiva com 51 pontos e já sem hipóte-
serranos “acordarem” e assumi- prosseguiu na segunda parte tir às sucessivas investidas do do Leixões e o guardião Tony ses de regressar à Iª Liga.
rem o controlo do encontro. A sem se traduzir em verdadeiras Publicidade
formação local subiu no terreno, oportunidades de golo. Só que PUB
teve mais posse de bola, aumen- aos 55’ o Leixões ficou reduzido
tou a pressão atacante e foi a mais a dez unidades devido à expul-
rematadora durante o primeiro são de Stéphane Dass, que viu o
tempo, mas sem grandes conse- vermelho direto após entrada
quências. Neste período apenas dura sobre Adriano, e tudo ficou
uma das investidas covilhanenses mais fácil para os serranos. A
obrigou a uma intervenção do partir desse momento o jogo
guardião leixonense Tony. passou a ter sentido único, com

Fórmula Ford
António Correia segura liderança
nos FunSpeed DR
O fundanense António Cor-
reia conseguiu manter a liderança
da categoria FunSpeed da Fórmu-
la Ford Portugal no passado fim
de semana, na segunda prova do
campeonato realizada no circuito
Vasco Sameiro, em Braga.
O piloto, que celebrou 17
anos, correu condicionado por
alguns problemas mecânicos,
fruto de uma quebra no motor do
seu monolugar nos treinos livres,
mas garantiu o segundo lugar na
primeira de duas mangas reser-
vadas aos FunSpeed. Na segunda,
António Correia foi obrigado a
abandonar na penúltima volta
devido a uma avaria na caixa
de velocidades, mas rubricou
novamente a melhor volta da ca-
tegoria. «Tivemos de ultrapassar
algumas contrariedades este fim
de semana, mas acabo por retirar
algumas ilações positivas desta
prova», declarou o jovem piloto.
A terceira prova da Fórmula Ford
Portugal vai decorrer na pista
espanhola de Jarama, perto de
Madrid, a 15 e 16 de junho.
16 • • Quinta-feira • 09 de maio de 2019 Publicidade

Ralis
Ricardo Teodósio vence
em Mortágua
Rua do Campo, 5 – 1º Dto - 6300-672 Guarda Lic. Nº 2890 – AMI
Rua do Campo,
Telefone: 5 – 1º Dto --6300-672
271211730 Guarda
967543140 Lic. Nº 2890 – AMI
www.predialdaguarda.pt
Telefone: 271211730 - 964126775 www.predialdaguarda.pt DR
VENDE
ID:1220 V3 Guarda Vivenda isolada, no centro de aldeia, arrumos….. ..27.000€
D:1143 Casa Rustica Bem localizada, toda em pedra c/ terrenos …. …35.000€
ID:1158BT4Centro Bem localizado, necessitar obras de remodelação...52.000€
ID:1235 V2 Centro Sala e coz. comum,2 quartos, anexos, logradouro.. 55.000€
ID:1119 T3 Centro Boa localização,3 quartos, 2 wc, 2 varandas,sótão. .60.000€
ID:1252 T2 Centro Lareira na sala, roupeiros, sótão,lugar de garagem .70.000€
ID:1158 T4 Centro Todo remodelado, 2 wc´s, lavandaria, 4 quartos… ..80.000€
2
ID:1237 Lote Com 480 m ,p/ construção de uma moradia isolada ……..85.000€
ID:0971 T3 Centro Remodelado, roupeiros, sótão, lugar de garagem.. ..95.000€
ID:0829 T3 Duplex Com lareira, 3quartos, 2wc´s, lugar de garagem… ..95.000€
ID:1253 T3 Guarda Coz. mobilada, recuperador de calor, 2wc, sótão …95.000€
ID:1254 T3 Guarda Lareira na cozinha, despensa, sótão, garagem .. ...95.000€
2
ID:1105 Casas Rústicas Em pedra c/ 710m de terreno envolvente….100.000€
ID:0577 V3 Nova C/ roupeiros embutidos,3wc´s,varandas,logradouro. 107.500€
ID:1000 V4 Isolada C/4 quartos, 2 wc´s, adega, garagem, quintal… …115.000€
ID:1239 T3 Guarda Aquec. central a lenha e a gás, sótão, garagem… 125.000€
ID:0956B V4 Guarda C/4 quartos, sótão habitável, garagem, quintal.. .150.000€
ID:0000 V5 Guarda Coz. c/ lavandaria, garagem, sótão, logradouro....150.000€
ID:1236 V5 Guarda Sala e coz. comum c/ lareira,garagem p/2 carros. 185.000€ ASSOCIAÇÃO CULTURAL E RECREATIVA SÃO DOMINGOS
ID:1230 V4 Guarda Painéis solares,3wc´s, garagem,sótão,logradouro240.000€ Rua da Igreja do Bairro São Domingos Ricardo Teodósio, ao volante de um Skoda Fabia R5
ID:1251 V4 Quinta C/ 3ha, várias arvores de fruto, toda murada…… ..245.000€ 6300-364 GUARDA
preparado pela ARC Sport, de Aguiar da Beira, venceu
ID:0972C
ARRENDA
Escritório Guarda Centro Com 30m² e óptimas vistas………….150€ CONVOCATÓRIA no sábado o Rali de Mortágua, terceira prova do Cam-
IID:1050 Loja Guarda Espaço amplo, 2 wc´s, e um armazém……… ……...220€ peonato Nacional.
ID:0489C T1 Centro Cozinha mobilada e equipada,quarto mobilado, 1 wc .225€
IID:0972B Loja Guarda Com 2 salas, recepção,2 wc´s, bem localizada.…..225€
Nos termos do nº 2 do artigo 29º dos estatutos, convoco os Sócios da O piloto algarvio beneficiou do despiste e aban-
ID:0265 T2 Centro Cozinha mobilada, quartos mobilados,1wc,1 varanda ..225€
Associação Cultural e Recreativa São Domingos, para uma Assembleia dono de José Pedro Fontes (Citroen C3 R5), quando
Geral ordinária a realizar no dia 26 de Maio de 2019, pelas 19:00 horas, na
ID:1238 T2 Pinhel Coz. c/ lareira, 2 quartos, 1wc, garagem, logradouro ….250€
liderava a duas classificativas do final. Esta vitória
ID:0017 T2 Guarda Totalmente mobilado e equipado, 1 wc, varanda……...260€ sede da Associação, com a seguinte
ID:0653 Escritório Centro Todo remodelado, sala ampla c/varanda,1 wc.. 275€
Ordem de trabalhos: colocou Ricardo Teodósio na liderança do Nacional de
ID:1095 T3 Guarda Coz. c/ lareira, 3 quartos, 2wc´s, roupeiros embutidos. 270€
ID:0982B V1+2 Guarda Coz. mobilada, 1 wc´s, logradouro, garagem...…...300€ 1. Apreciaçao, discussão e aprovação das contas da Direçao relativas ao ralis, ultrapassando o líder anterior, Ricardo Moura,
ID:1005B T3 Guarda Coz. c/marquise, 3 quartos,2 wc´s, sótão e garagem. 330€ ano de 2018 e parecer do Conselho Fiscal. ausente em Mortágua. Armindo Araújo (Hyundai i20
ID:1257 T2 Centro Lareira na sala, roupeiro,2wc´s, garagem individual…..340€
2
2. Eleição dos Orgãos Sociais para o triênio de 2019 - 2021 . R5) terminou no segundo lugar, com mais 8,9 segundos,
IID:1240C Loja Guarda Loja para comércio c/ 163 m , 2 wc´s, 2 salas …...350€
IID:1069 Loja Guarda Licença p/ comércio, 2 pisos, escritório,4 wc´s…. ....400€
3. Tomada de posse dos Orgãos Sociais eleitos. e Miguel Barbosa (Skoda Fabia R5) foi terceiro, a 25,9
4. Outros assuntos de interesse da Associação.
IID:0969 Café Bar Com boa localização, totalmente equipado, 2 wc´s….....450€
segundos do vencedor. Foi a terceira vitória consecutiva
Se à hora marcada não estiverem presentes a maioria dos Sócios com direito para a ARC no campeonato português da modalidade,
Empresa de transportes admite: a volo, a Assembleia reunirá em 2ª convocatória no mesmo dia e local uma que conseguiu colocar quatro carros nos 10 primeiros
COMERCIAL hora depois com qualquer número de Sócios presentes, conforme previsto lugares do Rali de Mortágua.
Procuramos profissional com o seguinte perfil: no nº 1 do artigo 31º dos estatutos.
«Sempre acreditei que podia vencer em Mortágua.
• Fluente na língua francesa (imprescindível); As listas concorrentes as eleições serão apresentadas à Mesa até trinta
minutos antes do início dos trabalhos. Mesmo depois de ter perdido a liderança para o Fontes,
• Conhecimentos de língua inglesa;
acreditei sempre. Os ralis são assim, também já me
• Informática na ótica do utilizador;
Guarda, 4 de maio de 2019 aconteceram situações semelhantes, e estou verdadeira-
• Valorizam-se conhecimentos e relações comerciais
no setor de transportes; mente feliz com este triunfo. Agora estamos na liderança
O Presidente da Mesa da Assembleia Geral
Oferecemos: do campeonato, posição que quero continuar a manter»,
• Formação; afirmou Ricardo Teodósio no final. O Nacional regressa
• Disponibilização de computador portátil; de 30 de maio a 2 de junho, com o Rali de Portugal, em
(Joaquim Silva)
• Trabalho a partir de casa; que a classificação será definida no final da primeira
Enviar Curriculum Vitae para Apartado 196, 6300-909 GUARDA O Interior, nº 1009 de 09/05/2019 etapa do rali.

PUB
XCO
Fundão recebe terceira prova
da Taça de Portugal
Filipe Pinto O Fundão acolhe este fim de semana a terceira etapa
Fotojornalista da Taça de Portugal de XCO (Cross-Country Olímpico)
em BTT, uma prova de categoria internacional C1.
A competição vai decorrer na Serra da Gardunha,
sendo que o “paddock” está instalado no Parque do
Escadas do Quebra Costas, Nº 2 • 6200-170 COVILHÃ Convento, e reunirá praticantes de todas as categorias
Telef. 275 336 805 • Telem. 919 487 978 • Telem. 964 196 950 etárias e de ambos os sexos. O dia de sábado será dedi-
E-mail: filipepintofoto@sapo.pt • fotoacademica@hotmail.com
cado aos treinos e no domingo realizam-se as corridas,
cabendo aos cadetes estrear o percurso pelas 9 horas.
António Gil Advogado Vende-se As elites vão para a pista de 4.200 metros pelas 14h30.
A prova é organizada pelo município do Fundão, BTT-
Tel. / Fax 271 238 344 Quinta com Casa, cerca de 12 ha Gardunha, Federação Portuguesa de Ciclismo e a Union
R. Dr. Lopo de Carvalho, 30-2º • 6300-700 Guarda à beira do rio Mondego, perto das rotundas Cycliste Internationale (UCI). Segundo a autarquia, a
da A25 e IP2 • Lageosa do Mondego pista do XCO Fundão é considerada por muitos como
antonio.gil-5388C@adv.oa.pt Contactos: 966473371 • 271926638 «a melhor pista natural de Portugal».

Cupão de Anúncios Classificados


Envie o seu anúncio classificado para Jornal O Interior, Rua da Corredoura, 80 R/C Dto C • 6300-825 Guarda
Condições gerais dos classificados
Localização Identificação
do anúncio
1. Preencha o cupão com texto em maiúsculas,
deixando um espaço entre cada palavra. Nome: __________________________________________________________________
Grátis

2. O preço é acrescido de IVA à taxa legal em vigor. Imobiliário


*

3. É obrigatório o envio do número de contribuinte (NIF).


4. A identificação é um campo de preenchimento
Vende-se Aluga-se Morada: ________________________________________________________________
obrigatório. A falta de elementos pode implicar a não Trespassa-se Diversos
publicação do anúncio.
5. A “O Interior” reserva-se o direito de rejeitar a
Emprego Código Postal: ________ - _____ Localidade: ___________________________
Euros
2,50

publicidade que não esteja de acordo com a sua Oferece-se Precisa-se


orientação editorial.
6. A recepção de anúncios para cada edição Veículos Contribuinte nº: _________________ Contacto: ______________________
termina 72 horas antes da data da publicação. Vende-se Procura-se
7. Não se aceitam cópias, faxes ou emails deste cupão. Assinatura ________________________________ Data ___/___/______
Euros
4,00

Diversos
* Grátis até à 2ª publicação, a partir
da qual acresce um custo de 2 euros. Para esclarecimentos pode contactar-nos através do telefone 271212153 ou para ointerior@ointerior.pt

Modo de Pagamento: O recibo ser-lhe-á enviado posteriormente


Transferência Bancária (forma mais rápida e vantajosa) Transferência Avulsa Transfira o valor em questão para o NIB indicado e junte
Autorização de pagamento: Exmos Senhores, por crédito na conta abaixo indicada, queiram proceder,
até nova comunicação aos pagamentos das subscrições que vos forem apresentadas pelo Jornal O Interior. IBAN: PT50 001000002256785000177 a este cupão o talão comprovativo da transferência.

Banco _____________ Balcão _____________ NIB _________________________ Data ___/___/______ Assinatura ________________________________________
Nome do Titular _______________________________________________________ Cheque / Vale Postal nº _____________________ Banco _________________
Data ___/___/______ Assinatura ________________________________________ Numerário
Quinta-feira • 09 de maio de 2019 • • 17

Futebol distrital Trail

Histórico Sp. Sabugal Serra da Estrela põe à prova 1.800 atletas


Manteigas recebe no fim ros) e Estrela Ursa Minor

despromovido à IIª Divisão


de semana a corrida de mon- (15 quilómetros). Os percur-
tanha Estrela Grande Trail sos abrangem os concelhos
que contará com a participa- vizinhos de Seia, Gouveia e
DR ção de mais de 1.800 atletas Covilhã, na área do Parque
nacionais e estrangeiros. A Natural da Serra da Estrela
competição inclui quatro dis- (PNSE). O Estrela Grande
tâncias: Estrela Grande Trail Trail é organizado pela Câ-
(80 quilómetros), Estrela mara de Manteigas e pela
Orion Belt (49 quilómetros), Armando Teixeira - Outdoor
Estrela Taurus (26 quilómet- Events.

Atletismo
Hugo Almeida e Emília Pisoeiro vencem
em Gouveia
Hugo Almeida e Emília Paulo Gomes (GDC Guilhovai)
Pisoeiro venceram no domingo e Rosa Madureira (individual)
o 8º Troféu António Brito ganharam em veteranos, en-
Gordo, um grande prémio de quanto Joana Ferreira (GD “Os
atletismo de estrada corrido Ribeirinhos”) e Mateus Palma
em Gouveia. (NDC Gouveia) foram os mel-
O atleta do SC Braga com- hores em benjamins. Leonor
pletou os 7.800 metros da Ferreira (“Os Ribeirinhos”) e
prova masculina em 25m30s, Gustavo Palma (NDC Gouveia)
tendo o colega de equipa Da- venceram em infantis, Carolina
vide Silva cortado a meta 28 Fonseca (Senhora Desterro)
segundos depois. A dupla bra- ganhou em iniciados e João
Caiu o pano sobre o Distrital Os raianos renderam o Estrela da Beira (3º) fez o mesmo em carense destacou-se sobrema- Torres (NDC Gouveia) em
da Iª Divisão da AF Guarda, cujo de Almeida, que somou 20 Celorico da Beira frente ao Sp. neira da concorrência, já que juvenis.
campeão Figueirense terminou pontos graças à vitória em Vilar Celoricense (7º) por 4-2. Por úl- o terceiro classificado, Luís Apadrinhado pelo
a prova com 20 pontos de vanta- Formoso por 4-3 e subiu para o timo, o Vila Cortês do Mondego Martins (ACR Senhora Des- campeão olímpico Carlos
gem sobre o segundo classifica- penúltimo lugar. Já o Sporting da (5º) empatou 1-1 em Fornos de terro), terminou com o tempo Lopes, o troféu é uma hom-
do, o Manteigas. O histórico Sp. vila fronteiriça classificou-se na Algodres (10º). Na despedida de 31m36s. Em femininos, enagem ao professor António
Sabugal e o Estrela de Almeida 12ª e antepenúltima posição da do campeonato destaque para Emília Pisoeiro (RD Águeda) Brito Gordo (1940-2015),
são as equipas despromovidas geral com 22 pontos. Quem ga- a performance do Figueirense, também venceu folgadamente fundador do NDC Gouveia,
à IIª Divisão, sendo promovidas rantiu a permanência na última que teve o melhor ataque, com em 28m45s, com Clarisse Cruz onde se notabilizou como
o Vila Franca das Naves e o De- jornada foi o Soito, que recebeu 73 golos marcados em 26 jogos, (Grecas) a ser segunda com a atleta, dirigente e treinador. A
sportivo de Foz Côa. e derrotou o São Romão (8º) por e a melhor defesa, 19 golos marca de 30m40s e D’Jamila organização foi clube local com
Com o título decidido há 3-0, uma vitória que lhe valeu o sofridos. Este domingo a época Tavares (Senhora Desterro) a colaboração da Associação de
muito, no domingo todas as 11º lugar com 23 pontos. do futebol distrital chega ao fim a fechar o pódio em 31m42s. Atletismo da Guarda.
atenções viraram-se para o Nos restantes jogos da 26ª e com a final da Taça de Honra da
fundo da tabela. Os sabuga- última jornada da prova, o Gou- AF Guarda. Aguiar da Beira e Vila
lenses perderam 3-1 em Tran- veia (6º) foi ganhar 1-0 a Man- Cortês do Mondego vão disputar
Karate
coso (4º) e selaram a descida teigas (2º), o campeão Figuei- o troféu no municipal de Figueira Karatecas da UKSB em treino de seleção
ao terminar o campeonato na rense venceu 3-1 no campo do de Castelo Rodrigo. A partida tem
última posição com 19 pontos. Vilanovenses (9º) e o Aguiar início pelas 17 horas.
regional DR
Os atletas da União de
Karate Shotokan das Beiras
Futebol (UKSB) que subiram ao pó-
Portugal, Bélgica, Paraguai e Suécia jogam torneio dio nos últimos campeonatos
regionais participaram, no
sub-16 no distrito sábado, num treino de seleção
regional FNKP, que decorreu
O distrito da Guarda recebe Gouveia e Figueira de Castelo (17 horas). Os jogos da última
o Torneio de Desenvolvimento Rodrigo. Esta sexta-feira a equipa jornada, agendada para dia 14, em Pombal.
da UEFA entre sexta e a próxima das quinas defronta a Bélgica em decorrem ambos às 10h30 e são Naquele que foi o último
terça-feira. Figueira de Castelo Rodrigo (17 Portugal-Suécia em Celorico da Bei- treino de seleção regional da
Participam as seleções mas- horas) e o Paraguai jogará com a ra e o Bélgica-Paraguai em Gouveia. presente época desportiva par-
culina sub-16 de Portugal, Para- Suécia no Sabugal (15 horas). No A competição é organizada pela ticiparam Rodrigo Rodrigues,
guai, Suécia e Bélgica. Os jogos domingo há um Suécia-Bélgica Federação Portuguesa de Futebol, Íris Silva, Pedro Pereira, José Bar-
terão lugar nos estádios da Guar- em Celorico da Beira (15 horas) em colaboração com a AF Guarda reiros, Erica Marques, Martinho Veloso, Alexandra Veloso, Rodrigo
da, Sabugal, Celorico da Beira, e o Portugal-Paraguai na Guarda e os municípios envolventes. Silva, Nuno Rodrigues, Mariana Granjal e Joana Venâncio.

Cupão de Assinatura
Identificação: Nacional_ ____ Semestral.....(16€) Anual.. (30e)
Nome: _________________________________________________________________________________________________________
Estrangeiro_ Semestral.....(18€) Anual.. (35e)

Morada: ________________________________________________________________________________ Código Postal: _________ - ______ Localidade: _____________________________________________

NIF: ________________________ Telefone/Telemóvel: __________________________________________________ Email: ________________________________________________________________

Modo de Pagamento:
Enviar para: Rua da Corredoura 80, R/C Dto C • 6300-825 Guarda
Transferência Avulsa
IBAN: PT50 001000002256785000177
Data ___/___/______ Assinatura ________________________________________ Assinatura __________________________________________________ Data _____/_____/________
Transfira o valor da Assinatura para o NIB indicado e junte a este cupão o talão comprovativo da transferência.
O Jornal O Interior compromete-se a adoptar as medidas de segurança necessárias para garantir a salvaguarda dos dados
Cheque / Vale Postal nº _____________________ Banco _________________ pessoais / empresas dos assinantes contra a sua eventual utilização abusiva ou contra o acesso não autorizado.
O contrato de assinatura renovar-se-á por iguais e sucessivos períodos de tempo (seis/12 meses), até que qualquer das partes
Numerário denuncie a desistência por meio de comunicação escrita com antecedência mínima de 30 (trinta) dias.
18 • • Quinta-feira • 09 de maio de 2019

crónica Nem algum Abril nem tanto


Júlio Sarmento *
POLÍTICA opinião
Fernando Pereira Novembro!
O muro das
Nas últimas semanas a SIC tem feito um trabalho notável, ao modernidade aos povoados, onde nas estradas as pessoas conviviam
recuperar memórias e depoimentos de um tempo de grande entu- com a lama e tudo o que os animais iam defecando numa urbe que
siasmo nos pós 25 de Abril de 1974 no profundo interior de Portugal. se enchia de moscas no pico do verão e fumo e gelo no Inverno.

lamentações Bom trabalho da jornalista Alexandra Neves!


A memória de uma Nação é a base da sua identidade, e a reali-
Sobre as vilas e aldeias portuguesas, Hans Magnus Enzenberger
dizia: «Surgiu aqui uma arquitetura espontânea, a qual, através da
dade tem sido um continuado exercício da sua desconstrução, fruto imitação dos outros e, depois, de si própria se foi desenvolvendo
Na política, como na
de um desmontar de uma idiossincrasia de momentos passados, em espiral, num pesadelo delirante que ultrapassou os próprios
vida, nada é indiferente!
para a edificação de uma com prazo de validade encurtado pelas modelos originais». Em seguida apontava o motivo desse crime:
Escutam-se lamentos, in-
circunstâncias. «Os emigrantes vingaram-se, de uma forma terrível, do país que
contidos, de quem está pre-
Quando se faz um documentário sobre o que foi o “serviço não havia conseguido alimentá-los». Acertou no alvo!
so à mesma circunstância
médico à periferia”, ou sobre as campanhas de alfabetização, ou As campanhas de dinamização cultural do MFA levaram às al-
geográfica, companheiros
as tão enxovalhadas de forma torpe Campanhas de Dinamização deias teatro com atores profissionais e amadores, cinema, música,
em face dos mesmos desa-
Cultura e Cívica do MFA, conseguimos ver que foi esse voluntarismo desporto e acima de tudo transmitiram a esperança de valores tão
fios, hesitando na dúvida,
de uma juventude engajada numa dinâmica nova que permitiu lançar caros ao 25 de Abril de 1974 como solidariedade, liberdade, demo-
tropeçando no erro, iguais na
as bases de uma constituição de 1976 que salvaguardasse o direito cracia e criação de consciência coletiva pela melhoria das condições
fragilidade, enfrentando as
das populações a algo tão comezinho como a saúde, a educação, a de vida das populações. Com a ajuda dos militares rasgaram-se
mesmas angústias, vivendo
liberdade e o direito de escolher quem queremos que nos governe estradas onde até então havia caminhos entre muros, levou-se
as dificuldades de um cami-
a nível central e local. eletricidade onde só havia candeia, fizeram-se fossas e iniciaram-
nho cada dia mais penoso.
Do Serviço Médico à Periferia, para além dos excelentes resul- se saneamentos, criaram-se campos de jogos e ginásios rurais,
É a vida para quem a
tados no terreno, surgiu a base do SNS que urge manter e valorizar, equiparam-se postos médicos e de enfermagem que pudessem
política lhe não é indife-
mesmo que alguns o queiram destruir, perante a complacência de responder às necessidades primárias das populações, entre tanto
rente!
uns quantos decisores que vão assobiando para o lado. que se fez em tão pouco tempo.
Na pretensão que espe-
Tive o privilégio de ter andado nas Campanhas de Dinamização Houve excessos, houve voluntarismo a mais talvez porque a
ra, no projeto que dorme,
Cultural do MFA e hoje digo com toda a clareza que foi provavelmente revolução se desfazia em ternura, mas o ódio dos que sempre foram
no processo que não anda,
a melhor experiência política e pessoal em que participei. privilegiados e a forma soez como a Igreja fomentou a contestação
no emprego que se perde,
O Portugal que vi nesse tempo era uma miséria construído levou-nos a afirmar que estávamos certos no que queríamos fazer
no trabalho que não chega,
entre fragas, veredas, tugúrios, cheiros nauseabundos em casas valorizando as pessoas.
no jovem que emigra, no
sem água canalizada (nem 40% do país tinha água canalizada e só Sobre essa campanha só se me oferece citar Nelson Rodrigues:
crédito que não vem, no
29% tinha saneamento básico), eletricidade, em suma lugares onde «O mais sórdido dos crápulas tirava o chapéu e tomava a bênção da
concurso que se interrom-
se sobrevivia de geração para geração. Nascia-se, sobrevivia-se e mãe, estava sempre vestido com aprumo, confessava e comungava
pe, no investimento que
morria-se cedo! aos domingos, fazia o sinal da cruz com água benta e pedia um
não chega, no mercado que
Umas poucas casas de emigrantes davam um toque de discutível santinho ao padre!».
mingua, no imposto que
pune quem trabalha.
O preço de toda a espe-
ra é a própria vida de quem
aqui sobrevive. Mas todos

Professores, políticos,
os lamentos, todas as vozes
parecem sair com pedido de
desculpa, como se a razão
de queixa tivesse estatuto
de minoria. Jorge Noutel
crónicaPOLÍTICA banqueiros e bandidos
O interior é assim uma
espécie de muro das lamen- Dou início a esta crónica com uma declaração de princípio. A pergunta que se impõe nestas circunstâncias é sobre o que
tações onde a palavra é dita Alguém, como eu, que ao longo da vida sempre lutou pela dig- andaram os sindicalistas a fazer durante tanto tempo e em tantas
com o credo na boca. Pala- nificação, em todos os aspetos, da função económica e social reuniões com uma tutela, a mesma tutela com a qual o partido
vras que batem no silêncio do trabalhador e contra todo o tipo de injustiças que sobre si das suas simpatias políticas assinou um acordo de incidência
sem resposta, vivendo no sejam cometidas, não pode, não deve ficar indiferente à questão parlamentar?
eco de uma peregrina so- do descongelamento do tempo de serviço dos professores. Não Em terceiro e último lugar, convém não esquecermos que vi-
lidão. concebo o trabalho, seja ele de âmbito intelectual ou manual, vemos num país em que é muito mais fácil descongelar bancos do
Vivemos entre grandes como coisa sem valor, como pretendem fazer as recuperadas e que carreiras de funcionários públicos, e que isso cria desespero
serras paradas e ainda dominantes teorias neoliberais, a coberto das ardilosas formas e empurra as pessoas para os extremos. Noutros países, aonde
erguemos muros altos à que as inúmeras falhas da nossa democracia representativa co- a sensibilidade social é maior do que a nossa, a extrema-direita
volta da nossa quinta. O locam ao seu alcance. tem crescido a olhos vistos.
muro do conformismo, o Feito este ponto prévio e estabelecida esta premissa da de- Por tudo isto, se os professores poderiam até nem ter toda
muro da falta de exigência, fesa dos direitos de todos aqueles que trabalham, passo então a razão ao reivindicarem aquilo que sabiam que jamais seria
o muro do derrotismo, o à denúncia daquilo que considero serem falsidades e injustiças concedido a outros, recuperaram-na no dia em que o primeiro-
muro da desconfiança, o que importa combater. ministro ameaçou demitir-se por sua causa. Primeiro-ministro
muro do egoísmo, o muro Em primeiro lugar é falso que toda a Administração Pública que, recorde-se, nunca se demitiria se amanhã tivesse de entregar
do preconceito ideológico, tenha recuperado todo o tempo de congelamento de salários e mais uma tranche de dois ou três mil milhões a um banco que
o muro da inveja. que tenha existido a correspondente melhoria de rendimentos. As deles necessitasse devido às fraudes e desfalques cometidos por
Muros que nos divi- poucas migalhas, ainda assim repartidas por prestações mensais, amigalhaços do seu próprio partido!
dem, nos cercam, nos per- concedidas aos trabalhadores com remuneração mais baixa, não Parafraseando alguém que colocou nestes termos a questão,
seguem. Muros altos para são por isso argumento atendível para esta discussão. Para agra- a confirmar-se a reposição integral do tempo de serviço dos pro-
quem tem vistas curtas. var a afronta, alguns grupos especiais da administração do Estado fessores e dos funcionários públicos, em geral, que seria sempre
Muros altos que todos aju- ou dos seus órgãos de soberania não sofreram dos mesmos males efetuada de forma faseada, lá para 2023, os funcionários teriam
dámos a erguer. a que foram submetidos os mais humildes. Pode dizer-se que o salários nominais (não reais) equivalentes aos de, aproximada-
mal, quando existiu, não foi repartido pelas aldeias… mente, 2010.
* Antigo presidente da Em segundo lugar, é de tal forma injusta e incoerente esta falta É deste desnorteio financeiro e governativo que falamos. Mal
Câmara de Trancoso, de partilha das migalhas entre todos os funcionários públicos, e já está o país que vê a sua sustentabilidade financeira ameaçada por
ex-líder da Distrital da agora entre privados, que a própria CGTP, cujos sindicatos durante em 2023 dar aos seus funcionários vencimentos de 2010! Afinal,
Guarda do PSD e atual a atual legislatura pouco ou nada fizeram efetivamente em prol da o problema não está nos milhares de milhões que vão para os
presidente da Mesa da verdadeira recuperação de direitos perdidos, que o seu secretário bancos e para as PPP’s, o problema não está nas fortunas que têm
Assembleia Distrital do geral recuperou a pose e veio tardiamente defender o princípio de sido desviadas e perdoadas. O problema está mesmo é no salário
PSD tratamento igual para os trabalhadores da Administração Pública. justo dos funcionários públicos e do sector privado. Apenas.
Quinta-feira • 09 de maio de 2019 • • 19

Observatório de Ornitorrincos
opinião
opinião Nuno Amaral Jerónimo
Carlos Cortes * extremo.acidental@gmail.com

A formação dos médicos Abril de par em par


Cuidados de saúde com qualidade obrigam a e maior preocupação por parte do Ministério da Parece que nas comemorações do todos os tempos. Talvez esta relação íntima
uma formação médica de excelência. Sem ela, o Saúde. O objetivo desta auditoria é analisar todo 25 de Abril andou gente a cantar pela rua envolvendo o maior português de todos os
Serviço Nacional de Saúde e o sistema de saúde, o processo de atribuição de idoneidades e capa- pedindo ao Santo António que levasse tempos e um presidente de uma ex-colónia
em geral, deixariam de ter bons profissionais, e cidades formativas, detetar os constrangimentos Bolsonaro para o pé do Salazar – escre- possa ferir os princípios da narrativa pós-
perder-se-ia a sua reconhecida qualidade. e dificuldades existentes ao nível dos hospitais e vo “parece”, porque pelo segundo ano colonial dos saltimbancos de esquerda,
A formação médica é, por isso, uma área centros de saúde e apontar soluções. consecutivo me ausentei do país durante mas isso pode ser discutido numa tenda
estratégica de desenvolvimento do país. A forma- Têm existido, nestes últimos anos, mais de as festividades, viajando para os Bálticos, perfumada com fragrâncias psicotrópicas
ção médica inicia-se numa faculdade de Medicina 1.700 vagas disponibilizadas pelo Ministério da onde não só esteve mais calor como é um durante o próximo acampamento juvenil
em que o mestrado integrado tem uma duração Saúde para acesso ao internato de especialidade. lugar onde sabem apreciar o real valor do (passe o pleonasmo) da agremiação.
de seis anos. A autonomia na profissão só é Apesar disso, anualmente ficam de fora mais de socialismo, especialmente pelo contacto di- O sexo não escolhe idades e o amor
atribuída após a frequência com aproveitamento 300 médicos, não tendo acesso a uma formação recto que lhes deixou algumas comichões. não precisa de órgãos completos. Bol-
do ano de formação geral do internato médico. especializada. Algumas interpretações atribuem à sonaro pode comprazer-se com carícias
A obtenção do grau de especialista ainda obriga Este processo de atribuição de idoneidades e letra um desejo de morte ao presidente do nas tíbias e nas falanges de Salazar, ou até
um médico a diferenciar-se durante mais quatro capacidades formativas é único no espaço europeu Brasil. Se for verdade, talvez haja métodos um beijo na caveira do antigo Presidente
ou seis anos, dependendo da especialidade, num e é reconhecido como um pilar importante dos mais eficazes do que estes. Como a cantoria do Conselho. O que importa é que sejam
período denominado de formação especializada cuidados de saúde para o futuro. foi entoada por deputadas de um partido felizes.
do internato médico. Daí, para ser especialista, um Esse trabalho, que visa a melhoria da forma- que defende a liberdade no amor, julgo que Notem os leitores que eu não condeno
médico deverá estudar continuadamente entre 11 a ção e o aumento das capacidades formativas para a interpretação é distinta dessa. nem uma palavra do grupo de cantares do
13 anos e continuará a estudar até ao final da sua o país poder formar mais médicos mantendo Como Santo António é um santo monóculo de esquerda. Se há quem cante
vida enveredando por uma das diversas áreas de um alto nível de qualidade, nunca mereceu uma casamenteiro, acredito que o bloco de can- os refrões javardos da Rosinha e os xaropes
diferenciação. intervenção por parte do Ministério da Saúde em tadeiras estivesse a apelar a uma forma de para a tosse do André Sardet, não vejo
Recentemente, a Ordem dos Médicos decidiu hospitais e centros de saúde que apresentam sexualidade de nicho, respeitáveis que são razão para criticar uma cantilena que inclui
avançar com uma auditoria externa e independente dificuldades. todas as opções que cada indivíduo livre e simultaneamente xaropada e javardice.
ao processo de atribuição de idoneidades formati- Esta auditoria é, pois, imprescindível. Em autónomo queira assumir: a homossexua- Sendo uma colectividade nascida no
vas que identifica os locais, nos hospitais e centros nome do futuro da formação médica e em nome lidade necrófila. A trupe foliona da Avenida trotskismo, estou convencido que a sua
de saúde, onde poderão ser formados médicos da qualidade da Medicina. incitava que Bolsonaro, um militar com canção popular não seja o “Ai, ai, ai, minha
especialistas. certeza reprimido na sua expressividade machadinha”.
Esta é uma medida de uma enorme impor- * Presidente da Secção Regional do Centro da sexual plena, experimentasse a ternura de
tância numa área que necessita de transparência Ordem dos Médicos um ditador falecido, é verdade, mas que * O autor escreve de acordo com a
já foi considerado o maior português de antiga ortografia

mitocôndrias e quasares Espaço


Público do Leitor
O que é vivo?
opinião
António Costa
antoniomanuelcosta@gmail.com A grande competência dos
Ainda que à primeira vista pareça fácil a
distinção entre um organismo vivo e um que não
a vida emergisse no planeta Terra começaram
a surgir há, aproximadamente, 4.400 milhões profissionais da ULS da Guarda*
o é, torna-se complicado encontrar uma definição anos. (...) Sou oriundo do Laranjeiro, Alma- sobreviver que resultou em êxito. Bravos
de ser vivo que se aplique com exatidão à mul- Durante os primeiros 600 milhões de anos da da, e fui utente da Unidade Local de Saúde profissionais!
tiplicidade de formas vivas do nosso planeta (e história do planeta Terra formaram-se os compos- da Guarda entre 16 e 23 de abril deste ano. Nunca pensei encontrar num hospital
apenas a elas). tos químicos iniciais que viriam a ser a base para o Numa altura em que se tem posto em do interior pessoas tão dedicadas, vou
No âmbito da Biologia, têm sido propostas, aparecimento dos primeiros seres vivos. causa o nosso SNS e, às vezes, a compe- guardá-las para a vida. (...). Sem esquecer
ao longo do tempo, diferentes definições com Miller e Urey projetaram um aparelho no tência dos seus profissionais médicos, todos os técnicos que me acompanharam
diferentes graus de aceitação no seio da comuni- qual simularam algumas condições da atmosfera enfermeiros e auxiliares, quero deixar o e realizaram exames, não quero deixar
dade científica. da Terra primitiva. A experiência consistiu, basi- meu reconhecimento pela grande compe- de realçar e agradecer o empenho do dr.
Uma dessas definições, por exemplo, propõe camente, em submeter uma mistura de metano, tência que encontrei nos serviços dessa Francisco Luís, de Cardiologia, que no
que a vida existe em todos os organismos capazes amoníaco, hidrogénio e água a descargas elétricas unidade hospitalar. momento decisivo me incentivou a ficar
de evoluir através da seleção natural. Contudo, esta de 60.000 volts. Na Urgência verifiquei grande or- nessa instituição, (...) e um obrigado muito
definição permite incluir os vírus no conjunto de A experiência de Miller e Urey é a primeira ganização na distribuição de tarefas e importante à equipa que estava de serviço
seres vivos, classificação que muitos cientistas demonstração de que moléculas orgânicas podem competência na sua eficácia, com a aten- no Centro de Saúde do Sabugal, que, veri-
rejeitam taxativamente, pelo facto de estes orga- formar-se espontaneamente a partir de substâncias ção necessária. Na Unidade de Cuidados ficando a situação, rapidamente me enviou
nismos carecerem de metabolismo e capacidade inorgânicas simples, em condições ambientais Intensivos uma Família Extraordinária, para o Hospital da Guarda.
desenvolvimento. adequadas. atenciosos, amigos e de uma humanização Muito, muito obrigado, um bem-haja
A definição mais aceite talvez seja a que Há aproximadamente 3.500 milhões de anos que nunca tinha ouvido. Sem dúvida, é uma a todos. Agora vou continuar a minha re-
permite incluir entre os seres vivos as arqueas, começa a ocorrer no fundo dos oceanos acumula- grande equipa. cuperação e aproveitar a oportunidade que
as bactérias, os fungos, as plantas, os protistas e ção de óxido de ferro que, com o passar dos anos, Observei dois momentos que não o fim da vida me deu. Um abraço a todos.
os animais. Todos eles partilham a característica permitiu a formação de recifes de estromatólitos. vou esquecer (para não falar da atenção
de ser conjuntos de moléculas com uma estrutura Esta é a evidência mais antiga de vida na Terra e que todos tiveram comigo): ao longo da * Título da responsabilidade da redação
bem organizada e equilibrada, que interagem com ainda mantém a sua linha evolutiva. noite vi profissionais de fato verde, numa
o meio ambiente, cumprem certas funções básicas, Por se tratar da unidade básica da vida, a célula corrida pela sala, em direção a uma cama José Bandeira Martins, Laranjeiro,
desenvolvem-se, adaptam-se, podem reproduzir-se tem funções de reprodução, nutrição e relação. cuja máquina apitava, foi a luta de fazer carta recebida por email
e mais cedo ou mais tarde morrem. Relaciona-se com o meio captando estímulos
De forma a identificar o início da vida na Ter- simples e reagindo em função dos mesmos. Para
ra, os cientistas recorreram ao aparecimento das se reproduzir, fá-lo recorrendo à divisão celular, e O INTERIOR errou
primeiras moléculas orgânicas. Apesar de existir a nutrição é efetuada pela incorporação de matéria
também uma polémica em torno da distinção entre e energia para manter as suas estruturas celulares Escrevem Vossas Excelências, na página 5, da última edição de O INTERIOR:
moléculas orgânicas e inorgânicas, conseguiu-se e realizar as suas funções vitais. «Alheio a estas polémicas, Aires Diniz, eleito da CDU, participou de cravo na lapela».
chegar a um consenso relativo para definir os Há aproximadamente 540 milhões de anos Mas, de facto não estive na sessão solene da Assembleia Municipal do 25 de Abril,
compostos orgânicos como aqueles que possuem iniciou-se o desenvolvimento da vida pluricelular. pois à mesma hora estive na “Marcha pela Liberdade e emprego com Direitos”. Este
carbono com ligações de hidrogénio. Existiriam, Então, as primeiras plantas e animais pluricelulares, ano também com os trabalhadores da Dura, com quem estou solidário.
então, quatro tipos diferentes de biomoléculas, com tais como as medusas e os braquiópodes, surgi- Aires Diniz, Guarda
composição química diferente: glúcidos, lípidos, ram como resultado da mutação e da adaptação
proteínas e ácidos nucleicos. ao meio, aumentando assim, consideravelmente, N.R.: A confusão resultou do facto de Aires Diniz ter assistido à representação
Regista-se um acordo generalizado entre a diversidade marinha. Pode dizer-se que tudo dos alunos da Secundária da Sé, realizada após a dita sessão – e a manifestação
os cientistas que diz que as condições para que começou no mar. – no átrio dos Paços do Concelho. Ao visado e aos leitores as nossas desculpas.
opinião
20 • • Quinta-feira • 09 de maio de 2019

rua da corredoura, 80 - R/C Dto - C 6300-825 Guarda bilhete postal


Redacção/Publicidade: 271212153 • www.ointerior.pt • publicidade@ointerior.pt • ointerior@ointerior.pt

Guarda dcabrita@iol.pt
Diogo Cabrita

Encontro de uma “Geração” que Três novos desafios


quer ser embaixadora da Guarda DR
Podiam ser piadas, mas são novas realidades.
1- Imaginem que parto o telemóvel e não pago na nuvem a cópia
Realizou-se no sábado mais
um encontro da “Geração X de da informação: morri metade no telemóvel. Imaginem que os números
Guardenses/ Egitanienses”. Foi do amor e do trabalho estão todos naquele aparelho que, tonto, se
o terceiro, depois do sucesso em despenhou na retrete: afoguei-me na sanita. Morre parte de mim no
2017, na Guarda, e em 2018, em aparelho que me acrescenta. O negócio é criar custos mensais para me
Trancoso. garantir a permanência da informação. São remédios de “memofante”
O almoço convívio teve este muito mais caros e com laboratórios distantes que nos controlam.
ano mais de 50 guardenses, mui- Morremos se morre o telemóvel e ficamos despidos se ele não nos
tos deles residentes noutras veste as memórias.
cidades e que se encontraram 2- Outro fenómeno contemporâneo é o dos atrevidos que tapam os
para conviver, recordar a sua ouvidos e caminham descontraídos sem perceberem a importância da
adolescência na cidade mais alta audição. Como nas orelhas não envergam piscas, como não há sinais
nos idos de 80 e 90 e partilhar de aviso no corpo atiram-se para as passadeiras para lidarem o carro
experiências. Mas, além do revi- touro que se aproxima. Não os perturba o tombo ou a pancada, vão
reencontrou-se e «muitos já não e a partilha de conhecimento
ver memórias, o grupo pretende garantidos pelos seus direitos e cheios das suas certezas. Morrem
nos víamos há mais de 20 anos». podemos dar mais a uma cidade
também «discutir e falar sobre o mais que nunca, mas não sabem que não levam auscultadores e
Joaquim Marques refere que nos une e orgulha». O grupo
que podem fazer pela região», as- telemóvel no caixão.
mesmo que, futuramente, este teve ainda a oportunidade de de-
severa Joaquim Marques, um dos 3- Outro fenómeno novo é o das trotinetes que pululam as cidades
grupo poderá «promover o de- gustar os vinhos da Beira Interior
promotores. Para o gestor, natural agora. A ausência de reflexão dos libertinos dos direitos foi que agora
bate sobre o futuro da Guarda» e na loja “Bago a Bago”, junto à Sé
da Guarda e a residir em Lisboa, existem milhares de novos obstáculos para os cegos nos passeios,
«que este pode ser um embrião Catedral. A “Geração X Guarden-
«esta é uma geração com talento milhares de novos problemas para a mobilidade de idosos e assim se
para aglutinar a experiência e o ses/ Egitanienses” provou cinco
e que se afirmou no que faz, com multiplicou o volume de acidentes. Outro fenómeno da falta de reflexão
talento em prol da região». «Va- vinhos “Quinta dos Termos”, com
provas dadas» podendo contri- antes da construção dos projetos é a falta de previsão sobre os gestos
mos tentar juntar as “pontas” e diferentes caraterísticas, como
buir para o desenvolvimento da que se permitem. Podemos educar para a utilização, podemos obrigar
criar um “think-tank” que pense enfatizou Daniel Pires, o escanção
região «como embaixadores da a fazer contas (é mais caro andar de trotinete que de táxi?) podemos
o futuro da Guarda e possa aglu- da “Bago a Bago”, e prometeram
Guarda». Para o organizador, «esta obrigar a livros de instruções, mas não podemos colocar na mão de
tinar ideias e projetos sustentá- reencontra-se em 2020 para
geração que não ficou marcada alguns selvagens uma data de problemas para a sociedade em geral.
veis para a região», acrescenta, uma nova jornada de memória e
pela Internet ou as redes sociais» É o desarrumar para o caos.
concluindo que «com a amizade debate sobre o futuro da região.

PUB