Você está na página 1de 116

TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO

Instruções: Para responder à(s) questão(ões) a seguir, considere as seguintes informações.

No livro "Serões de Dona Benta - História das Invenções" encontra-se o seguinte texto, relacionado à
descoberta e controle do "fogo" pelo ser humano.

... "Com o fogo derretia certas rochas e tirava uma coisa preciosa, diferente da pedra - o ferro, o cobre,
os metais, em suma." ...

Utilizando a linguagem química, esse texto poderia ser reescrito da seguinte forma:

"Com a energia térmica e substâncias químicas envolvidas na combustão, transformava certos


minerais, obtendo algo diferente dos mesmos - o ferro, o cobre, os metais, em suma."

1. "Entre as substâncias químicas envolvidas na combustão está o monóxido de carbono (redutor). Tal
substância é reagente na obtenção industrial de ........ a partir de ........ ."

Para completar corretamente esse texto, as lacunas devem ser preenchidas, na ordem em que aparecem,
com:
a) ferro - óxidos
b) cobre - sulfetos
c) ferro - sulfetos
d) alumínio - óxidos
e) zinco - sulfetos

TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO


Um estudante recebe quatro frascos, rotulados como A, B, C e D, todos contendo um líquido incolor e
transparente. Cada frasco contém um dos seguintes materiais: água, solução aquosa de nitrato de zinco,
solução aquosa de cloreto de sódio, solução aquosa de nitrato de prata, não necessariamente na ordem
A, B, C e D. Solicita-se ao estudante que identifique o material de cada frasco. Para isto, ele efetua
alguns testes.
2. O estudante sabe que os nitratos são solúveis e que, entre os cloretos, o de zinco é solúvel e o de
prata é de baixa solubilidade em meio aquoso. O estudante adiciona, então, algumas gotas do material
A a amostras dos materiais B, C e D e observa a formação de um precipitado na amostra C. Nada
observa nas amostras B e D.

Levando em conta apenas esta observação, é correto afirmar:


a) O material A é a solução de nitrato de prata.
b) O material C é a solução de cloreto de sódio.
c) O material B é a água.
d) A solução de nitrato de prata pode ser o material A ou o material C.
e) O material D não pode ser a água.

3. De acordo com o texto, ocorre a necessidade de o óxido nítrico ser coletado sob água, pois sua
reação com o oxigênio do ar produz um outro gás de cor marrom, sobre o qual está correta uma das
afirmações abaixo. Qual?
a) Pode reagir com água produzindo ácido nítrico e ácido nitroso.
b) Apresenta número de oxidação +2 para o nitrogênio.
c) É um composto com caráter iônico acentuado.
d) Trata-se de um óxido neutro.
e) Seu dímero é o N‚Oƒ.

TEXTO PARA AS PRÓXIMAS 2 QUESTÕES.


O óxido nítrico, de fórmula NO, é um gás incolor que pode ser facilmente preparado em laboratório -
você simplesmente adiciona ácido nítrico diluído a raspas de cobre e coleta o gás obtido dessa reação
sob a água. Coletando-o sob a água, evita-se que ele entre em contato com o oxigênio do ar, oxigênio
este que reage prontamente com óxido nítrico, transformando-o no gás marrom de dióxido de
nitrogênio. Até 1987, o óxido nítrico era considerado um poluente ambiental. Naquele ano, Salvador
Moncada demonstrou que os vasos sanguíneos poderiam produzir o óxido nítrico e, um ano mais tarde,
descobriram que ele provinha do metabolismo da arginina, um aminoácido abundante no organismo.

4. Quanto ao método de obtenção do óxido nítrico citado no texto, considere que, em meio aquoso
diluído, forma-se, além do óxido, exclusivamente, o nitrato de cobre II e água. Com base no exposto, a
soma dos coeficientes da equação balanceada, com os menores números inteiros, é igual a:
a) 10
b) 12
c) 16
d) 20
e) 22
TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO
Certos legumes e verduras, ao serem cozidos, liberam ácidos, que provocam a perda de sua cor. No
cozimento de ervilhas e brócolis, por exemplo, como forma de preservar a cor, pode-se adicionar uma
pitada de bicarbonato de sódio (NaHCOƒ) que, em água quente, se transforma em carbonato que, por
sua vez, torna a água alcalina.

5. Os brócolis, cozidos em água à qual se adiciona bicarbonato de sódio, ficam bem verdes, porque os
ácidos provenientes desse vegetal:
a) são neutralizados.
b) são solubilizados.
c) precipitam.
d) liquefazem-se.
e) decompõem-se.

TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO


Uma carreta carregada de ácido nítrico provocou um congestionamento de pelo menos 15 quilômetros,
na BR 381, que liga Belo Horizonte a São Paulo. Desgovernada, bateu na mureta e capotou
contaminando a pista da BR com o ácido. Os bombeiros, chamados ao local, agiram rapidamente,
adicionando na pista cal para neutralizar o ácido, evitando a contaminação do local.
(Texto adaptado do jornal "Estado de Minas", de 9 de maio de 2000)

6. A equação da reação que representa a neutralização total do ácido nítrico pela cal está
CORRETAMENTE representada em:

a) 2 HNOƒ + CaO ë Ca(NOƒ)‚ + H‚O


b) H‚NOƒ + CaO ë CaNOƒ + H‚O
c) HNOƒ + CaOH ë CaNOƒ + H‚O
d) H‚NOƒ + Ca(OH)‚ ë CaNOƒ + 2 H‚O

TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO


O Grito de Satanás nas Melancias
in "Zé Limeira, Poeta do Absurdo"
Orlando Tejo

"Possantes candeeiros a carbureto iluminam a sala espaçosa pintada a óleo, refletindo a luz forte nas
lentes escuras que protegem os grandes olhos firmes do poeta, sob as grossas pestanas negras."
7. Nas lanternas a carbureto ocorre a reação entre o carbeto de cálcio ou carbureto (CaC‚) e a água,
gerando hidróxido de cálcio (Ca (OH)‚) e gás acetileno (etino), que queima produzindo uma luz
intensa.

Escreva a equação balanceada da reação de carbeto de cálcio com água.

TEXTO PARA AS PRÓXIMAS 2 QUESTÕES.


Vivemos em uma época notável. Os avanços da ciência e da tecnologia nos possibilitam entender
melhor o planeta em que vivemos. Contudo, apesar dos volumosos investimentos e do enorme esforço
em pesquisa, a Terra ainda permanece misteriosa. O entendimento desse sistema multifacetado,
físico-químico-biológico, que se modifica ao longo do tempo, pode ser comparado a um enorme
quebra-cabeças. Para entendê-lo, é necessário conhecer suas partes e associá-las. Desde fenômenos
inorgânicos até os intrincados e sutis processos biológicos, o nosso desconhecimento ainda é enorme.
Há muito o que aprender. Há muito trabalho a fazer. Nesta prova, vamos fazer um pequeno ensaio na
direção do entendimento do nosso planeta, a Terra, da qual depende a nossa vida.

8. A síntese de alimentos no ambiente marinho é de vital importância para a manutenção do atual


equilíbrio do sistema Terra. Nesse contexto, a penetração da luz na camada superior dos oceanos é um
evento fundamental. Ela possibilita, por exemplo, a fotossíntese, que leva à formação do fitoplâncton,
cuja matéria orgânica serve de alimento para outros seres vivos. A equação química adiante,
não-balanceada, mostra a síntese do fitoplâncton. Nessa equação o fitoplâncton é representado por uma
composição química média.

CO‚ + NO­ƒ + HPO£­„ + H‚O + H® = C³†H‚†ƒO³N†P + 138 O‚

a) Reescreva essa equação química balanceada.


b) De acordo com as informações do enunciado, a formação do fitoplâncton absorve ou libera energia?
Justifique.
c) Além da produção de alimento, que outro benefício a formação do fitoplâncton fornece para o
sistema Terra?
9. Coincidentemente, duas equipes independentes de geólogos brasileiros encontraram dois meteoritos.
Um foi encontrado em Cabaceiras, Paraíba, na região do polígono das secas e o outro em São Félix do
Xingu, na Amazônia. Os dois eram, essencialmente, constituídos por ferro metálico. Um deles (A), no
entanto, apresentava uma película de Fe‚Oƒ.H‚O de 300 x 10­§ m de espessura, enquanto que o outro
(B) apresentava uma superfície pouco alterada. Suspeita-se que ambos tiveram a mesma origem, tendo,
portanto, a mesma composição química original. O gráfico adiante representa a formação de
Fe‚Oƒ.H‚O em função do tempo, em presença de ar atmosférico com umidades relativas diferentes.

a) Qual dos meteoritos, A ou B, caiu na região do Xingu? Justifique.


b) Escreva a equação química que representa a formação da substância que recobre a superfície do
meteorito.
c) Há quanto tempo, pode-se estimar, caiu na Terra o meteorito que foi encontrado oxidado?

TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO


Ação à distância, velocidade, comunicação, linha de montagem, triunfo das massas, Holocausto:
através das metáforas e das realidades que marcaram esses cem últimos anos, aparece a verdadeira
doença do progresso...
O século que chega ao fim é o que presenciou o Holocausto, Hiroshima, os regimes dos
Grandes Irmãos e dos Pequenos Pais, os massacres do Camboja e assim por diante. Não é um balanço
tranquilizador. Mas o horror desses acontecimentos não reside apenas na quantidade, que, certamente, é
assustadora.
Nosso século é o da aceleração tecnológica e científica, que se operou e continua a se operar em
ritmos antes inconcebíveis. Foram necessários milhares de anos para passar do barco a remo à caravela
ou da energia eólica ao motor de explosão; e em algumas décadas se passou do dirigível ao avião, da
hélice ao turborreator e daí ao foguete interplanetário. Em algumas dezenas de anos, assistiu-se ao
triunfo das teorias revolucionárias de Einstein e a seu questionamento. O custo dessa aceleração da
descoberta é a hiperespecialização. Estamos em via de viver a tragédia dos saberes separados: quanto
mais os separamos, tanto mais fácil submeter a ciência aos cálculos do poder. Esse fenômeno está
intimamente ligado ao fato de ter sido neste século que os homens colocaram mais diretamente em
questão a sobrevivência do planeta. Um excelente químico pode imaginar um excelente desodorante,
mas não possui mais o saber que lhe permitiria dar-se conta de que seu produto irá provocar um buraco
na camada de ozônio.
O equivalente tecnológico da separação dos saberes foi a linha de montagem. Nesta, cada um
conhece apenas uma fase do trabalho. Privado da satisfação de ver o produto acabado, cada um é
também liberado de qualquer responsabilidade. Poderia produzir venenos, sem que o soubesse - e isso
ocorre com freqüência. Mas a linha de montagem permite também fabricar aspirina em quantidade para
o mundo todo. E rápido. Tudo se passa num ritmo acelerado, desconhecido dos séculos anteriores. Sem
essa aceleração, o Muro de Berlim poderia ter durado milênios, como a Grande Muralha da China. É
bom que tudo se tenha resolvido no espaço de trinta anos, mas pagamos o preço dessa rapidez.
Poderíamos destruir o planeta num dia.
Nosso século foi o da comunicação instantânea, presenciou o triunfo da ação à distância. Hoje,
aperta-se um botão e entra-se em comunicação com Pequim. Aperta-se um botão e um país inteiro
explode. Aperta-se um botão e um foguete é lançado a Marte. A ação à distância salva numerosas
vidas, mas irresponsabiliza o crime.
Ciência, tecnologia, comunicação, ação à distância, princípio da linha de montagem: tudo isso
tornou possível o Holocausto. A perseguição racial e o genocídio não foram uma invenção de nosso
século; herdamos do passado o hábito de brandir a ameaça de um complô judeu para desviar o
descontentamento dos explorados. Mas o que torna tão terrível o genocídio nazista é que foi rápido,
tecnologicamente eficaz e buscou o consenso servindo-se das comunicações de massa e do prestígio da
ciência.
Foi fácil fazer passar por ciência uma teoria pseudocientífica porque, num regime de separação
dos saberes, o químico que aplicava os gases asfixiantes não julgava necessário ter opiniões sobre a
antropologia física. O Holocausto foi possível porque se podia aceitá-lo e justificá-lo sem ver seus
resultados. Além de um número, afinal restrito, de pessoas responsáveis e de executantes diretos
(sádicos e loucos), milhões de outros puderam colaborar à distância, realizando cada qual um gesto que
nada tinha de aterrador.
Assim, este século soube fazer do melhor de si o pior de si. Tudo o que aconteceu de terrível a
seguir não foi se não repetição, sem grande inovação.
O século do triunfo tecnológico foi também o da descoberta da fragilidade. Um moinho de
vento podia ser reparado, mas o sistema do computador não tem defesa diante da má intenção de um
garoto precoce. O século está estressado porque não sabe de quem se deve defender, nem como: somos
demasiado poderosos para poder evitar nossos inimigos. Encontramos o meio de eliminar a sujeira, mas
não o de eliminar os resíduos. Porque a sujeira nascia da indigência, que podia ser reduzida, ao passo
que os resíduos (inclusive os radioativos) nascem do bem-estar que ninguém quer mais perder. Eis
porque nosso século foi o da angústia e da utopia de curá-la.
Espaço, tempo, informação, crime, castigo, arrependimento, absolvição, indignação,
esquecimento, descoberta, crítica, nascimento, vida mais longa, morte... tudo em altíssima velocidade.
A um ritmo de STRESS. Nosso século é o do enfarte.
(Adaptado de Umberto Eco, Rápida Utopia. VEJA, 25 anos, Reflexões para o futuro. São Paulo,
1993).

10. O uso em larga escala de desodorantes sob a forma de aerossóis contendo clorofluorcarbonos
(CFC) como propelentes foi um dos fatores que levou à formação de "buracos" na camada de ozônio.
Um mecanismo proposto para essa "destruição" envolve átomos de cloro "livres" provenientes da
interação dos CFC com radiação ultravioleta e é o seguinte:

2CØ + 2Oƒ ë 2 CØO + 2O‚

CØO + CØO ë CØ‚O‚

CØ‚O‚ + luz ë CØ + CØOO

CØOO ë CØ + O‚

Analisando-se tal mecanismo, pode-se notar

I - a presença de duas variedades alotrópicas do oxigênio.


II - o envolvimento de radicais livres.
III - que ele ocorre em cadeia.
IV - que a transformação química global é 2Oƒ+luzë3O ‚

Estão corretas as afirmações


a) I e II, somente.
b) II e III, somente.
c) I, II e III, somente.
d) II, III e IV, somente.
e) I, II, III e IV.

TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO


Vestibular, tempo de tensões, de alegrias, de surpresas... Naná e Chuá formam um casal de
namorados. Eles estão prestando o Vestibular da Unicamp 2001. Já passaram pela primeira fase e agora
se preparam para a etapa seguinte. Hoje resolveram rever a matéria de Química. Arrumaram o material
sobre a mesa da sala e iniciaram o estudo:
- Será que estamos preparados para esta prova? - pergunta Naná.
- Acho que sim! - responde Chuá. - O fato de já sabermos que Química não se resume à regra de
três e à decoração de fórmulas nos dá uma certa tranqüilidade.
- Em grande parte graças à nossa professora - observa Naná.
- Bem, vamos ao estudo!

11. - Vamos mudar um pouco de assunto. Lembra-se daquele experimento feito em classe pela
professora? Ele é muito bom para exercitarmos um pouco de estequiometria - diz Naná. - Temos aí as
reações de magnésio metálico e de alumínio metálico com ácido clorídrico. As quantidades em moles
dos sólidos são iguais. Olhe aqui! O alumínio está do lado A e o magnésio do lado B. Agitam-se as
garrafas para virar os recipientes contendo ácido de modo a iniciar as reações.

a) Escreva a equação que representa a reação entre o alumínio e o ácido.

b) Após a reação ter-se completado, os níveis das colunas I e II do líquido no tubo em forma de U irão
se alterar? Explique.

TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO


Um dos grandes avanços da química do século XVIII foi o isolamento e a identificação de substâncias
gasosas. Em 1756, Joseph Black realizou uma experiência que consistia na decomposição térmica de
carbonato de magnésio (MgCOƒ), levando à formação de um óxido básico e de um anidrido gasoso,
conhecido à época como "gás silvestre". O gás produzido foi coletado em um balão invertido, conforme
ilustrado na figura a seguir.
12. Escreva a equação da reação que representa os resultados observados por Joseph Black.
13. Colocou-se um béquer sobre uma balança e ajustou-se o ponteiro para indicar zero gramas
(taragem). Em seguida, acrescentou-se, no béquer, uma certa quantidade de magnésio metálico. Essa
última situação está representada, esquematicamente, pela figura A. Fez-se reagir esta amostra de
magnésio com oxigênio proveniente do ar atmosférico.
a) Escreva a equação química que representa essa reação.
b) Qual das figuras (B, C, D, E ou F) a seguir representa melhor a situação final deste experimento?
c) Justifique a resposta do item b.

Dados:
Massas atômicas:
* Mg = 24 u
* O = 16 u

Densidade na temperatura do experimento:


* Magnésio = 1,7 g/cm¤
* Óxido de magnésio = 3,6 g/cm¤

14. Dada a afirmativa: "... para a remoção da ferrugem podemos utilizar ácidos, enquanto para remover
graxas usamos querosene". Indique os processos químicos nos dois casos.
15. Os ozonizadores são aparelhos capazes de transformar, por meio de descargas elétricas, oxigênio
molecular (O‚) gasoso em ozônio (Oƒ) gasoso. O ozônio produzido é dissolvido em água e a solução
gerada é empregada como oxidante de alto poder bactericida. Um ozonizador comercial típico produz
6,00x10-¤ mol de ozônio por hora. A partir dessas informações, é correto afirmar:

(01) Oxigênio molecular e ozônio são formas alotrópicas do elemento químico oxigênio.
(02) Na molécula de ozônio, os átomos de oxigênio estão em um estado de oxidação maior que no
oxigênio molecular.
(04) À medida que prossegue a reação de obtenção de ozônio, a partir de oxigênio molecular, ocorre
uma diminuição no número de moléculas no estado gasoso.
(08) A solução de ozônio produzida em 2 horas de funcionamento de um ozonizador comercial típico,
com reservatório com capacidade para 2,00 L de água, apresenta-se com uma concentração igual a
3,00x10-¤mol.L-¢.
(16) A soma dos menores coeficientes estequiométricos inteiros da reação de produção de Oƒ (gás), a
partir de O‚ (gás), é igual a 5.
(32) A molécula de O‚ apresenta uma dupla ligação química e é apolar.

Soma ( )

16. Considere as seguintes situações:

Situação I - em proporções estequiométricas, foram colocados limalha de ferro e enxofre em pó em um


tubo de ensaio.
Situação II - esse tubo foi a seguir aquecido convenientemente por três minutos.

Podemos afirmar que, na situação:


a) I -um ímã atrairá os dois componentes.
b) II - formou-se uma mistura homogênea de sulfeto ferroso.
c) I - tem-se em exemplo de combinação.
d) II - ocorreu uma combinação, cujo produto reage com ácido clorídrico.
e) II - após o tubo ter esfriado, a propriedade do magnetismo é observada.
17. Nitrogênio é um dos elementos mais importantes para o desenvolvimento das plantas. Apesar dos
processos naturais de fornecimento do mesmo, grande parte necessária para a agricultura é suprida
através da adição de fertilizantes. Tais fertilizantes são comercializados sob forma de uréia, sulfato de
amônio e nitrato de amônio.
A tabela a seguir apresenta os preços desses fertilizantes por tonelada.
Dados
Massas molares (g/mol): H=1,0; N=14,0; O=16,0; S=32,0

a) Com base na proporção (em massa) de nitrogênio em cada um dos fertilizantes, indique qual deles é
o mais barato? Justifique.

b) O sulfato de amônio pode ser obtido industrialmente pela reação do carbonato de amônio com o
sulfato de cálcio. Escreva a equação que descreve esta reação química.

18. Quando soluções aquosas de sulfeto de sódio e de nitrato de prata são misturadas observa-se uma
lenta turvação da mistura, que com o passar do tempo é sedimentada na forma de um precipitado preto.
Qual das equações químicas a seguir é mais indicada para descrever a transformação química que
ocorre?

a) Na‚S + 2AgNOƒ ë 2NaNOƒ + Ag‚S


b) Na®(aq) + NOƒ­(aq) ë NaNOƒ(s)
c) S£­(aq) + 2Ag®(aq) ë Ag‚S(s)
d) 2Na®(aq) + S£­(aq) + 2Ag®(aq) + 2(NOƒ)­(aq) ë NaNOƒ(s) + Ag‚S(s)
e) Na‚S + 2AgNOƒ ë 2NaNOƒ + Ag‚Sä

19. Escreva as equações químicas balanceadas, indicando as fórmulas e os nomes oficiais dos produtos
das reações entre:
a) Óxido de sódio e água.
b) Zinco metálico e ácido sulfúrico
20. Holanda quer deixar de ser um País Baixo.
(Da Reuter.)

Cientistas estão pesquisando a viabilidade de se elevar o litoral holandês - que é muito baixo e há
séculos vem sendo ameaçado por enchentes - através da injeção de substâncias químicas na terra.
Os pesquisadores acreditam poder elevar o litoral injetando ácido sulfúrico numa camada de rocha
calcárea 1,5km abaixo da superfície. A reação química resultante produziria gipsita, que ocupa o dobro
do espaço do calcáreo e que empurra a superfície terrestre para cima.
(Notícia publicada na "Folha de São Paulo", outubro de 1992.)

Sabendo que a gipsita é CaSO„ hidratado e que o calcáreo é CaCOƒ, a reação citada produz também
a) H‚S.
b) CO‚.
c) CH„.
d) SOƒ.
e) NHƒ.

21. Considere as reações de cálcio metálico com água de SOƒ com água.
a) Escreva as equações químicas balanceadas, indicando os nomes e as fórmulas dos produtos dessas
reações.
b) Escreva a equação balanceada da reação que ocorre, e o nome do composto formado, se as soluções
dos produtos resultantes destas reações forem misturadas. Suponha que cada uma das soluções tenha
concentração igual a 1mol/L.

22. Considere as reações de K‚O com água e de SOƒ com água.


Escreva:
a) as equações químicas balanceadas, indicando os nomes e as fórmulas dos produtos dessas reações;
b) a equação balanceada da reação que ocorre e o nome do composto formado, se as soluções dos
produtos resultantes dessas reações forem misturadas. Suponha que cada uma das soluções tenha
concentração igual a 1 mol/L.
23. Paredes pintadas com cal extinta (apagada), com o tempo, ficam recobertas por película de
carbonato de cálcio devido à reação da cal extinta com o gás carbônico do ar. A equação que representa
essa reação é:

a) CaO + CO‚ ë CaCOƒ


b) Ca(OH)‚ + CO‚ ë CaCOƒ + H‚O
c) Ca(HCOƒ)‚ ë CaCOƒ + CO‚ + H‚O
d) Ca(HCOƒ)‚ + CaO ë 2 CaCOƒ + H‚O
e) 2 CaOH + CO‚ ë Ca‚COƒ + H‚O

24. Deseja-se obter BaSO„, sólido praticamente insolúvel em água, misturando-se A com B, conforme
a tabela a seguir. Supondo que as únicas operações a serem feitas sejam misturar e filtrar, qual das
combinações 1, 2 e 3 permite obter BaSO„:
a) na maior quantidade possível?
b) com maior pureza possível?
Explique suas respostas.

25. a) Dê os nomes dos compostos representados pelas fórmulas H‚SO„ e NHƒ.


b) Escreva a equação da reação entre esses compostos e dê o nome do sal formado.

26. Cal viva é óxido de cálcio (CaO).


a) Escreva a equação da reação da cal viva com a água.
b) Por que, na agricultura, a cal viva é adicionada ao solo?
27. Para se manter a vela acesa, na aparelhagem a seguir esquematizada, bombeia-se ar,
continuadamente, através do sistema.

a) O que se observará no frasco III, após um certo tempo?


b) Escreva a equação química que representa a reação verificada no frasco III.

28. Ocorre reação de precipitação quando se misturam:


a) soluções aquosas de cloreto de potássio e de hidróxido de lítio.
b) solução aquosa de ácido nítrico e carbonato de sódio sólido.
c) soluções aquosas de cloreto de bário e de sulfato de potássio.
d) soluções aquosas de ácido clorídrico e de hidróxido de sódio.
e) solução aquosa diluída de ácido sulfúrico e zinco metálico.

29. a) Escreva a equação química correspondente a uma reação de um ácido com uma base, na qual há
formação de um sal pouco solúvel.
b) Indique as fórmulas e os nomes de reagentes e produtos.

30. Você tem diante de si um frasco com um pó branco que pode ser um dos seguintes sais: cloreto de
sódio (NaCØ), carbonato de sódio (Na‚COƒ) ou carbonato de cálcio (CaCOƒ). Num livro de química
você encontrou as seguintes informações:
a) "Todos os carbonatos em presença de ácido clorídrico produzem efervescência."
b) "Todos os carbonatos são insolúveis, com exceção dos carbonatos de metais alcalinos (Li,Na,Rb,Cs)
e de amônio (NH„)®."
c) "Todos os cloretos são solúveis, com exceção dos cloretos de chumbo, prata e mercúrio."
Dispondo apenas de recipientes de vidro, água e ácido clorídrico, como você faria para identificar o
sal?

31. O fósforo vermelho (P„, sólido) reage com bromo (líquido) para dar tribrometo de fósforo, que é
um líquido fumegante. O tribrometo de fósforo, por sua vez, reage com água para formar ácido
fosforoso e brometo de hidrogênio em solução. Escreva as equações químicas balanceadas das duas
reações.

32. Ácido clorídrico comercial, vendido com o nome de ácido muriático, é muito empregado na
limpeza de pisos de pedra. Entretanto ele não deve ser usado em piso de mármore, devido à reação que
ocorre entre esse ácido e o carbonato de cálcio constituinte do mármore.
a) Escreva a equação química que representa essa reação.
Na limpeza de uma casa, acidentalmente, caiu um pouco de ácido muriático sobre o piso de mármore.
O dono da casa agiu rapidamente. Absorveu o ácido com um pano e, a seguir, espalhou sobre o local
atingido um dos seguintes "produtos" comumente encontrados numa residência: vinagre, água,
amoníaco ou sal de cozinha. Dentre essas opções o dono escolheu a melhor.
b) Qual foi essa opção? Justifique sua resposta.

33. O "leite de magnésia" é o resultado da mistura de sulfato de magnésio com hidróxido de sódio e
água destilada, aquecida ao fogo e submetida a várias lavagens. É usado como antiácido e laxante. No
combate à acidez estomacal o "leite de magnésia" reage produzindo:
a) MgSO„
b) Na‚SO„
c) NaCØ
d) Mg(OH)‚
e) MgCØ‚

34. Todas as alternativas contêm substâncias que reagem completamente formando um sistema
homogêneo, EXCETO

a) CaO(s) e HNOƒ(aq)
b) Mg(OH)‚(s) e H‚SO„(aq)
c) NaHCOƒ(s) e CHƒCOOH(aq)
d) NaOH(s) e CO‚(g)
e) SiO‚(s) e H‚O(Ø)
35. "Treze toneladas de ácido sulfúrico fumegante foram despejadas ontem, no rio Paraíba, em
decorrência de um acidente envolvendo dois caminhões no km 17,5 da via Dutra, na divisão de São
Paulo com o Rio de Janeiro, município de Queluz...
Com o choque, o tanque furou, provocando vazamento do ácido, atingindo o rio Claro, afluente do
Paraíba. A regional da Cetesb, em Taubaté, foi comunicada, mas quando seus técnicos chegaram ao
local depararam com soldados do corpo de Bombeiros que jogaram água sobre o ácido tentando limpar
a pista, o que fez com que uma maior quantidade de líquido fosse carregado para o rio. A solução foi
derramar cal sobre a área para neutralizar o efeito altamente corrosivo do produto, que já havia
queimado toda a vegetação das margens da rodovia."

O texto anterior refere-se a um acidente ecológico noticiado pelos jornais. Explique o procedimento
dos técnicos da Cetesb (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental) quando ao emprego do
óxido de cálcio, e represente a equação química envolvida.

36. Quando se adiciona uma solução aquosa de carbonato de sódio a uma solução aquosa de mesma
concentração, em mol/L, de cloreto de bário, forma-se um precipitado branco. Adicionando-se ácido
nítrico, ocorre a dissolução do precipitado.
a) Escreva a equação química da reação de formação do precipitado, identificando-o.
b) Escreva a equação química da reação de dissolução do precipitado.

37. Na reação a seguir equacionada, que ocorre quando se eliminam com vinagre manchas de ferrugem
em tecido, é correto afirmar que a substância:

a) I é o hidróxido de ferro II.


b) II é um ácido inorgânico.
c) III é um óxido de ferro.
d) IV apresenta um coeficiente de balanceamento y igual a três.
e) IV é uma substância simples.
38. Soprando ar, através de um canudo introduzido num tubo de ensaio que contém água de barita
(Ba(OH)‚), verifica-se que a solução turva, pela formação de um precipitado branco. O precipitado e o
gás que provoca a sua formação são, respectivamente:
a) BaO e O‚.
b) BaCOƒ e CO‚.
c) Ba e CO‚.
d) BaCOƒ e CO.
e) Ba(OH)‚ e O‚.

39. Pb(NOƒ)‚ + 2Kl ë PbI‚ ä + 2KN0ƒ

Relativamente à equação anterior, é INCORRETO afirmar que:


a) a soma do número de mols dos reagentes é igual à dos produtos.
b) um dos reagentes possui chumbo em sua estrutura.
c) um dos produtos é um precipitado.
d) representa uma reação de dupla troca.
e) a soma de todos os coeficientes do balanceamento é igual a quatro.

40. Na decomposição térmica do calcário (CaCOƒ), obtêm-se um gás e um sólido branco chamado de
cal viva ou virgem, que, por sua vez, ao reagir com água, forma a CAL EXTINTA, cuja fórmula é:
a) CaC‚
b) Ca(OH)‚
c) CaO
d) CO‚
e) H‚COƒ

41. Quando se aproxima um frasco aberto de ácido clorídrico concentrado, de outro contendo hidróxido
de amônio também concentrado, há a formação de uma névoa branca. Essa névoa, que é formada por
pequenas partículas sólidas suspensas no ar, tem fórmula:
a) NHƒ
b) HNOƒ
c) NH„CØ
d) N‚
e) CØ‚
42. O sal sulfato de magnésio pode ser obtido pela reação de carbonato de magnésio com
a) ácido sulfuroso
b) sulfato de sódio
c) ácido sulfúrico
d) persulfato de potássio
e) sulfito de sódio

43. A observação que leva a concluir que há reação química quando solução aquosa de NaOH é
misturada com solução aquosa de H‚SO„, nas condições ambiente, é a
a) formação de produto gasoso.
b) mudança de cor.
c) mudança de cheiro.
d) formação de precipitado.
e) liberação de calor.

44. Na reação do ácido fosfórico (HƒPO„) com nitrato de prata (AgNOƒ), formam-se um sal e um ácido,
cujas fórmulas corretas são, respectivamente:

a) AgPO„ e H(NOƒ)„
b) AgƒPO„ e H(NOƒ)ƒ
c) AgPO„ e HƒNOƒ
d) AgƒPO„ e HNOƒ
e) Ag(PO„)ƒ e HNOƒ

45. Os corais, animais marinhos encontrados unicamente em mares tropicais, são dotados de um
esqueleto formado por carbonato de cálcio. O carbonato de cálcio é capaz de reagir com água e com o
gás carbônico nela dissolvido para formar o sal solúvel bicarbonato de cálcio:
a) Escreva a equação balanceada de dissolução do carbonato de cálcio, segundo a reação mencionada,
indicando o estado físico de cada reagente.
b) Sabendo que a dissolução de dióxido de carbono em água é um processo exotérmico, justifique
porque não existem corais em mares frios.
46. Considere as seguintes experiências de laboratório:

I - Adição de uma solução aquosa de brometo de sódio a uma solução aquosa de nitrato de prata, ambas
de mesma concentração em mol/L.
II - Adição de uma solução aquosa de ácido sulfúrico a um pedaço de zinco metálico.
III - Adição de um pedaço de sódio metálico à água.
IV - Borbulhamento de cloreto de hidrogênio em água.
V - Adição de uma solução aquosa concentrada de cloreto de bário a uma solução aquosa, de igual
concentração em mol/L, de carbonato de sódio.

a) Escreva as equações químicas balanceadas correspondentes às experiências nas quais há formação


de precipitado.
b) Escreva os nomes oficiais dos precipitados formados.

47. A respeito de alguns ácidos comercialmente utilizados na indústria, são feitas as afirmativas a
seguir.

I - O ácido bromídrico é mais forte que o ácido fluorídrico em solução aquosa.


II - O ácido sulfúrico pode ser obtido pela reação do anidrido sulfúrico com água.
III - O ácido clorídrico reage com óxido de sódio formando cloreto de sódio e água.
IV - O ácido nítrico reage com cobre e mercúrio e não reage com ouro.

São corretas as afirmativas:


a) I e II apenas.
b) II e III apenas.
c) I, II e III apenas.
d) I, II e IV apenas.
e) I, II, III e IV.

48. Reações de deslocamento ou simples troca são aquelas em que uma substância simples de um
elemento mais reativo desloca outro de uma substância composta.
Um exemplo de reação de deslocamento, em que o cálcio desloca o hidrogênio, é apresentado a seguir:

Ca(s) + 2 HNOƒ(aq) ë Ca(NOƒ)‚(aq) + H‚(g)

a) Qual o nome do sal formado nessa reação?


b) Por analogia, apresente a equação da reação em que o alumínio desloca o hidrogênio do ácido
clorídrico.
49. Têm-se dois tubos, cada um contendo uma solução saturada de KCØ (tubo 1) e CaSO„ (tubo2).
Indique a opção que apresenta o par de substâncias que ao serem adicionadas causarão a formação de
precipitado nos dois tubos.
a) tubo 1: HCØ, tubo 2: CaCØ‚
b) tubo 1: HCØ, tubo 2: KNOƒ
c) tubo 1: CaCØ‚, tubo 2: KNOƒ
d) tubo 1: H‚SO„, tubo 2: K‚SO„
e) tubo 1: H‚SO„, tubo 2: CaCØ‚

50. Uma pequena quantidade de diferentes sólidos brancos, aparentemente muito semelhantes, foi
colocada em pequenos frascos, como discriminado a seguir:

I. Óxido de alumínio
II. Sulfato de magnésio
III. Carbonato de magnésio
IV. Maisena

Adicionando-se a cada um dos frascos certo volume de HCØ 1 mol/L, será observada forte
efervescência
a) apenas no frasco III.
b) apenas no frasco II.
c) apenas no frasco I.
d) nos frascos III e IV.
e) nos frascos I, II e III.
51. Suponha que um agricultor esteja interessado em fazer uma plantação de girassóis. Procurando
informação, leu a seguinte reportagem:

SOLO ÁCIDO NÃO FAVORECE PLANTIO

Alguns cuidados devem ser tomados por quem decide iniciar o cultivo do girassol. A oleaginosa deve
ser plantada em solos descompactados, com pH acima de 5,2 (que indica menor acidez da terra).
Conforme as recomendações da Embrapa, o agricultor deve colocar, por hectare, 40kg a 60kg de
nitrogênio, 40kg a 80kg de potássio e 40kg a 80kg de fósforo.
O pH do solo, na região do agricultor, é de 4,8. Dessa forma, o agricultor deverá fazer a "calagem".
(Folha de S. Paulo, 25/09/1996)

Suponha que o agricultor vá fazer calagem (aumento do pH do solo por adição de cal virgem - CaO).
De maneira simplificada, a diminuição da acidez se dá pela interação da cal (CaO) com a água presente
no solo, gerando hidróxido de cálcio (Ca(OH)‚), que reage com os ions H® (dos ácidos), ocorrendo,
então, a formação de água e deixando ions Ca£® no solo.
Considere as seguintes equações:

I. CaO + 2H‚O ë Ca (OH)ƒ

II. CaO + H‚O ë Ca (OH)‚

III. Ca (OH)‚ + 2H® ë Ca£® + 2H‚O

IV. Ca (OH)‚ + H® ë CaO + H‚O

O processo de calagem descrito pode ser representado pelas equações:


a) I e II
b) I e IV
c) II e III
d) II e IV
e) III e IV
52. Complete as equações das reações a seguir e preencha a tabela com os nomes e funções das
substâncias indicadas:

a) HƒPO„ + Mg(OH)‚ ë _________+_________

b) BaCØ‚ + Na‚COƒ ë __________+_________

c) Na‚O + H‚O ë _____________________

53. Considere as seguintes reações não-balanceadas entre um sal e uma base:

I. NaƒPO„ + Mg(OH)‚ ë _________ (A) + NaOH

II. FeC؃ + KOH ë ____________(B) + KCØ

Os produtos A e B, resultantes dessas equações, são, respectivamente,


a) sal pouco solúvel - base pouco solúvel.
b) sal pouco solúvel - ácido volátil.
c) base pouco solúvel - sal pouco solúvel.
d) base pouco solúvel - ácido volátil.
e) ácido volátil - base pouco solúvel.
54. (I) A reação entre os gases nitrogênio e oxigênio produz dióxido de nitrogênio.
(II) Na atmosfera, a reação entre o dióxido de nitrogênio e a água produz substâncias que podem
ionizar, abaixando assim o pH da água da chuva.
(III) O dióxido de nitrogênio também reage com o gás oxigênio, formando-se um óxido neutro, além de
ozone.
(IV) Um óxido neutro não reage com água, ácido ou base.

A única equação que traduz INCORRETAMENTE uma das informações dadas é:

a) 2 NO‚(g) + H‚O ë HNO‚(aq.) + HNOƒ(aq.)


b) NO‚ + O‚ ë NO + Oƒ
c) NO + H‚O ë H‚ + NO‚
d) HNOƒ + H‚O ë HƒO¢®(aq.) + NOƒ¢­(aq.)
e) N‚ + 2 O‚ ë 2 NO‚

55. Num tubo de ensaio dissolve-se açúcar em água e acrescenta-se uma porção de fermento biológico
do tipo utilizado na fabricação de pães. Após certo tempo observa-se a liberação de gás nesta mistura.
O borbulhamento deste gás em uma solução aquosa não saturada em Ba(OH)‚ provoca, inicialmente,
sua turvação. Esta desaparece com o borbulhamento prolongado do gás. A respeito das descrições
feitas nestes experimentos são feitas as seguintes afirmações:

I. O produto gasoso formado, e responsável pela turvação inicial da solução de Ba(OH)‚, é o monóxido
de carbono (CO).
II. O produto gasoso formado, e responsável pela turvação inicial da solução de Ba(OH)‚, é o etanol.
III. A turvação inicial da solução de Ba(OH)‚ é justificada pela precipitação do Ba(HCOƒ)‚(c).
IV. A turvação inicial da solução de Ba(OH)‚ é justificada pela precipitação do Ba(OH)‚(c).
V. O desaparecimento da turvação inicial da solução de Ba(OH)‚ é justificado pela reação química
representada pela seguinte equação:

Ba(OH)‚(c)+HCOƒ­(aq)ëBaCOƒ(aq)+H‚O(Ø)+OH­(aq).

Das informações acima estão ERRADAS.


a) apenas I e III.
b) apenas I e V.
c) apenas II e IV.
d) apenas II, IV e V.
e) todas.
56. Observe a equação e, após, assinale a alternativa que completa, corretamente, as lacunas.

X(aq) + Na‚COƒ(s) ë Y(aq) + CO‚(g) + H‚O(Ø)

O composto representado por X é um(a) ______ e pode ter fórmula________.

a) ácido - H‚SO„
b) base - NH„OH
c) óxido ácido - MgO
d) sal neutro - NaCØ
e) sal básico - NH„CØ

57. Tem-se as reações químicas:

I) óxido férrico(s) + ácido sulfúrico(aq)


II) hidróxido de alumínio(s) + ácido sulfúrico(aq)
III) óxido de cálcio(s) + ácido ortofosfórico(aq)
IV) cloreto de magnésio(aq) + carbonato de sódio(aq)

Considerando as reações químicas acima:

a) Escreva a equação balanceada correspondente a cada reação.

b) Dê o nome oficial (IUPAC) de todos os sais formados nestas reações.

c) Identifique a reação de precipitação.

58. Em dois tubos de ensaio contendo água destilada, são dissolvidas quantidades significativas de
óxido de enxofre IV, no tubo 1, e de óxido de sódio, no tubo 2.
Após a dissolução, as soluções contidas em cada tubo apresentam, respectivamente, o seguinte caráter:
a) ácido e ácido
b) ácido e básico
c) básico e ácido
d) básico e básico
59. O magnésio pode ser obtido da água do mar. A etapa inicial deste processo envolve o tratamento da
água do mar com óxido de cálcio. Nesta etapa, o magnésio é precipitado na forma de:
a) MgCØ‚.
b) Mg(OH)‚.
c) MgO.
d) MgSO„.
e) Mg metálico.

60. Quais das substâncias abaixo, que, em solução aquosa, ao reagirem, formam um produto gasoso:

Na‚COƒ H‚SO„ Mg(OH)‚ KMnO„ CaO

a) CaO + H‚O ë
b) Na‚COƒ + KMnO„ ë
c) Na‚COƒ + H‚SO„ ë
d) H‚SO„ + Mg(OH)‚ ë
e) CaO + Mg(OH)‚ ë

61. Dadas as substâncias (PbCØ‚, Na‚SO„, Zn, H‚SO„, C, O‚ e Na‚S), combine-as duas a duas de tal
modo que se obtenha um produto com:

a) formação de um precipitado.

b) formação de um óxido gasoso.

c) formação de um hidrácido.

d) variação do número de oxidação.

62. Alguns produtos de uso doméstico contêm substâncias que, se ingeridas, podem levar uma pessoa à
morte. É o caso de um produto utilizado para tirar "ferrugem" de roupas, que contém solução aquosa de
ácido oxálico (ácido etanodióico), altamente tóxico. Se ingerido, "remove" íons cálcio do sangue,
precipitando-os sob forma de oxalato de cálcio. A equação iônica que representa essa precipitação é

a) 2Ca®(aq) + C‚O„£­(aq) ë Ca‚C‚O„(s)


b) Ca®(aq) + C‚O„­(aq) ë CaC‚O„(s)
c) Ca£®(aq) + 2C‚HƒO‚­(aq) ëCa(C‚HƒO‚)‚(s)
d) Ca£®(aq) + C‚HƒO‚£­(aq) ë CaC‚HƒO‚(s)
e) Ca£®(aq) + C‚O„£­(aq) ë CaC‚O„(s)
63. Uma possível alternativa para neutralizar parte do ácido sulfúrico derramado no porto de Rio
Grande, durante o acidente ocorrido no ano passado, seria adicionar grandes quantidades de
a) carbonato de cálcio.
b) cloreto de sódio.
c) sulfato de cálcio.
d) nitrato de sódio.
e) peróxido de hidrogênio.

64. Com base nas propriedades funcionais das substâncias inorgânicas, uma das reações abaixo não
ocorre:
a) 2NaNOƒ + H‚SO„ ë 2HNOƒ + Na‚SO„
b) HƒPO„ + 3KOH ë KƒPO„ + 3H‚O
c) CØ‚ + 2NaBr ë 2NaCØ + Br‚
d) AgNOƒ + NaOH ë AgOH + NaNOƒ
e) CaO + H‚O ë Ca(OH)‚

65. Sobre o estudo das principais FUNÇÕES INORGÂNICAS (ácidos, bases, sais e óxidos) pode-se
afirmar que:

( ) A amônia (NHƒ) tem propriedades básicas.


( ) A reação entre NaCØ sólido e H‚SO„ concentrado produz HCØ gasoso.
( ) Cal viva (CaO) é óxido ácido.
( ) Quando ácido muriático é gotejado sobre o mármore há efervescência causada pela produção de
H‚S.
( ) No sulfato de alumínio, AØ‚(SO„)ƒ o número de oxidação do enxofre é -6.
66. A reação entre os gases nitrogênio e oxigênio, presentes no ar, é muito difícil de ocorrer. Porém, em
presença de grande quantidade de energia, como por exemplo em motores a combustão interna ou em
regiões onde há grande ocorrência de relâmpagos, a referida reação pode ocorrer, formando-se o
anidrido nitroso-nítrico (dióxido de nitrogênio).

a) Escreva a equação balanceada que representa a reação entre os gases nitrogênio e oxigênio, com
formação do anidrido nitroso-nítrico.

b) A principal conseqüência da formação do anidrido nitroso-nítrico é que este composto reage com a
água, contribuindo para a formação de um tipo de chuva chamada "chuva ácida", que provoca um
grande impacto ambiental. O esquema a seguir representa a reação do anidrido nitroso-nítrico com a
água:

Classifique as substâncias (I), (II) e (III) como ácidos, bases, sais ou óxidos.

c) O ácido nítrico, produzido em laboratório através da reação representada no item "b", pode ser
utilizado para neutralizar o hidróxido de sódio.
Calcule o volume de dióxido de nitrogênio, em litros, nas condições normais de temperatura e pressão,
que produz a quantidade de ácido nítrico necessária para neutralizar completamente 2 L de uma
solução de hidróxido de sódio a 1 mol/L.
Dado: Volume Molar nas CNTP: 22,7 L
67. Para auxiliar a digestão dos alimentos, o estômago secreta ácidos e o excesso destes pode gerar as
chamadas úlceras. Um dos ácidos secretados pelo estômago é o ácido clorídrico. Os antiácidos são
formulações farmacêuticas contendo um princípio ativo capaz de remover o excesso de ácidos. Dois
antiácidos comercialmente conhecidos são o Alka-Seltzer e o Leite de Magnésia.

a) Sabendo-se que o princípio ativo do Alka-Seltzer é o hidrogenocarbonato de sódio (bicarbonato de


sódio), explique, com o auxílio de uma equação química, porque os antiácidos são utilizados no
combate à azia.

b) Represente a fórmula estrutural do íon bicarbonato.

c) No Leite de Magnésia, o princípio ativo é o hidróxido de magnésio. Escreva a configuração


eletrônica do cátion formado após a reação química estomacal.

d) Se desejarmos reproduzir, no laboratório, a reação ocorrida no estômago entre o hidróxido de


magnésio e ácido clorídrico, como se poderia identificar o final da reação, considerando os seguintes
dados de solubilidade em água?

hidróxido de magnésio: insolúvel


cloreto de magnésio: solúvel

68. 1 KBrOƒ ë 1KBr + yO‚

Relativamente à equação acima, podemos afirmar que:


a) representa uma reação de síntese.
b) apresenta, como produtos, duas substâncias compostas.
c) se y for igual a 3/2, a equação fica corretamente balanceada.
d) KBrOƒ é o brometo de potássio.
e) não se verifica, nas substâncias, mudança do número de oxidação.

69. Da equação 2NaBr + Cl‚ ë 2NaCl + Br‚, conclui-se que:


a) o bromo é mais reativo que o cloro.
b) ocorre uma reação de dupla troca.
c) o cloro é mais reativo que o bromo, deslocando-o.
d) o sódio é mais eletronegativo que o cloro.
e) a molécula de bromo é monoatômica.
70. O "gasolixo", um combustível alternativo obtido pela fermentação anaeróbica do lixo, é composto
aproximadamente por 65% de CH„, 30% de CO‚ e 5% de uma mistura de H‚S, H‚ e traços de outros
gases. Para melhorar o rendimento do "gasolixo" e diminuir a poluição provocada por sua queima, é
necessário remover CO‚ e H‚S. Isto pode ser feito convenientemente borbulhando-se o "gasolixo"
através de
a) água pura.
b) solução concentrada de NaCØ.
c) solução concentrada de H‚SO„.
d) solução concentrada de SO‚.
e) solução concentrada de NaOH.

71.

A reação acima equacionada ocorre, quando em caso de colisão de um veículo, o "air bag" é acionado.
Assinalar a alternativa INCORRETA.
a) Os valores dos coeficientes x e y que tornam a equação corretamente balanceada são,
respectivamente, 3 e 9.
b) O ferro, no Fe‚Oƒ, sofre oxidação.
c) A soma dos menores coeficientes inteiros do balanceamento é igual a 21.
d) Um dos produtos da reação é o óxido de sódio.
e) O "air bag" é inflado pelo gás nitrogênio produzido.

72. Os hidretos de metais alcalinos-terrosos reagem com água para produzir hidrogênio gasoso, além
do hidróxido correspondente. Por isso, tais hidretos podem ser utilizados para inflar salva vidas ou
balões.
Escreva a equação química balanceada e calcular a volume de hidrogênio produzido a 27°C e 1,00
atmosfera, produzido pela reação de 84,0g de hidreto de cálcio, CaH‚ com água.

Massas atômicas: Ca = 40; H = 1; O = 16.


Constante Universal dos gases: 0,0821Latm/molK.
73. Pinturas a óleo escurecem com o decorrer do tempo, devido à reação do óxido de chumbo (PbO),
usado como pigmento branco das tintas, com o gás sulfídrico (H‚S), proveniente da poluição do ar,
formando um produto de cor preta, sulfeto de chumbo (PbS). A recuperação de valorosos trabalhos
artísticos originais requer o tratamento químico com soluções de peróxido de hidrogênio (H‚O‚), o qual
atua segundo a reação:

PbS(s) + 4H‚O‚(aq) ë PbSO„(s) + 4H‚O (Ø)


preto branco

a) Que volume de solução 0,1mol/L de H‚O‚ deve ser utilizado para remover, completamente, uma
camada contendo 0,24g de PbS?
b) Escreva a equação balanceada da citada reação que origina o escurecimento das pinturas a óleo.

Dados: Pb = 207 ; S = 32.

74. Uma amostra gasosa de H‚S e CS‚, a 120°C, reagiu com excesso de O‚ formando uma mistura
gasosa contendo 2,16g de água, 9,24g de dióxido de carbono e uma certa quantidade de dióxido de
enxofre.
Dados: Massas molares
H‚O = 18,0 g.mol­¢
SO‚ = 64,1 g.mol-¢
CO‚ = 44 g.mol­¢
a) Escreva a equação química que representa a reação de dissulfeto de carbono com oxigênio.
b) Calcule a massa de dióxido de enxofre formada na reação da amostra gasosa com oxigênio.

75. Certa massa de sódio reagiu com água, produzindo o composto X, que reagiu com ácido clorídrico
fornecendo a substância Y. Quando se tratou Y com excesso e nitrato de prata, obteve-se um
precipitado que, depois de lavado e seco, apresentou uma massa de 14,35 g.
A massa de sódio usada é igual a:
a) 2,30 g
b) 1,15 g
c) 7,18 g
d) 3,56 g
e) 14,35 g
76. A equação química ilustra a formação de estalactites naturais em cavernas.

Ca(HCOƒ)‚(aq) ë CaCOƒ(s) + CO‚(g) + H‚O(Ø)


estalactite

Em construções de concreto também podem se formar "estalactites" com a mesma composição química
das naturais. Esse processo se deve a dois fatores: a infiltração de água facilitada pela porosidade do
concreto e a presença de óxido de cálcio residual do processo de fabricação do cimento.

No concreto, as "estalactites" se formam em duas etapas correspondentes às seguintes reações:

I - óxido de cálcio com água, produzindo a substância X;


II - substância X com gás carbônico atmosférico, produzindo água e "estalactite".

a) Calcule a massa de estalactite natural que será produzida para 2,46L de gás carbônico formado, nas
condições de 27°C e 1,00 atm.
Dado
Massa molar do CaCOƒ = 100 g/mol

b) Em relação à formação das "estalactites" no concreto, escreva a equação química completa e


balanceada que corresponde à etapa II e classifique o tipo da ligação presente no óxido de cálcio.
77. O gráfico a seguir mostra a proporção, em número de átomos, de um ametal X e de oxigênio,
quando se ligam para formar um óxido:

Pela análise do gráfico, concluímos que, ao reagir uma molécula do óxido com uma molécula de água,
haverá formação do seguinte composto:
a) H X O.
b) H X O‚.
c) H X Oƒ.
d) H X O„.
e) H X O….
78. Numa balança improvisada, feita com um cabide, como mostra a figura abaixo, nos recipientes
(AeB) foram colocadas quantidades iguais de um mesmo sólido, que poderia ou ser palha de ferro ou
ser carvão.
Foi ateado fogo à amostra contida no recipiente B. Após cessada a queima, o arranjo tomou a seguinte
disposição:

a) Considerando o resultado do experimento, decida se o sólido colocado em A e B era palha de ferro


ou carvão. Justifique.
b) Escreva a equação química da reação que ocorreu.

79. Um processo de gravação em vidro envolve a ação corrosiva do ácido fluorídrico. O ácido
fluorídrico, em solução aquosa, reage com o dióxido de silício da superfície do vidro, originando
tetrafluoreto de silício gasoso e água.
Escreva a equação química balanceada da reação que ocorre no processo de gravação em vidro,
indicando os estados físicos dos reagentes e produtos.

80. Inúmeros incêndios vêm destruindo grande parte de nossas florestas em regiões de estiagem
prolongada. De acordo com a natureza química da queima da vegetação, assinale a reação
representativa desse fenômeno.

a) C + O‚ ë CO‚
b) CaCOƒ ë CaO + CO‚
c) I‚ + H‚ ë 2HI
d) 2H‚O ë 2H‚ + O‚
e) Fe‚Oƒ + C ë 2FeO + CO
81. "Chuva ácida" resulta da combinação de água atmosférica com dióxido de enxofre ou com trióxido
de enxofre. Escreva:
a) as equações químicas balanceadas das reações de cada um dos dois óxidos com água;
b) os nomes oficiais dos produtos das reações dos dois óxidos com água.

82. As duas substâncias gasosas presentes em maior concentração na atmosfera não reagem entre si nas
condições de pressão e temperatura como as reinantes nesta sala. Nas tempestades, em conseqüência
dos raios, há reação dessas duas substâncias entre si, produzindo óxidos de nitrogênio, principalmente
NO e NO‚.
a) Escreva o nome e a fórmula das duas substâncias presentes no ar em maior concentração.
b) Escreva a equação de formação, em conseqüência dos raios, de um dos óxidos mencionados acima,
indicando qual é o redutor.

83. Numa cuba de vidro colocou-se água destilada com gotas de solução de fenolftaleína. A solução
continuou incolor. Em seguida, foi adicionado um pedaço de sódio metálico, que reagiu violentamente,
provocando movimentos desordenados e aparecimento de chama. A solução resultante passou à
coloração vermelha.

Em relação a esta experiência, assinale a(s) afirmativa(s) correta(s):

01. A reação ocorrida foi Na‚O+2HCØë2NaCØ+H‚O.


02. A solução com fenolftaleína ficou vermelha devido à produção de NaOH.
04. O sódio é um metal alcalino bastante reativo.
08. Após a reação, houve aumento do pH da solução.
16. Houve desprendimento de gás hidrogênio, o qual entra em combustão, provocada pelo próprio calor
da reação.
32. Durante a reação do sódio com água, o calor liberado evapora água do meio, provocando
movimentos desordenados do fragmento.
84. Na figura, está representado um tubo de ensaio, que contém vinagre, ligado, por uma mangueira, a
um béquer, que contém uma solução diluída de hidróxido de sódio, à qual foram adicionadas gotas do
indicador fenolftaleína, o que resultou numa solução de cor rosa:

Após a adição de bicarbonato de sódio sólido, NaHCOƒ(s), ao tubo de ensaio, observou-se que,

- no líquido contido no tubo de ensaio, se formaram bolhas de um gás, que se transferiu para o béquer;
- progressivamente, a solução contida no béquer se descoloriu, até se tornar incolor.

Todas as alternativas apresentam conclusões compatíveis com essas observações, EXCETO


a) A cor rosa da solução do béquer indica que ela está básica.
b) A descoloração da solução do béquer é causada pelo vinagre.
c) A descoloração da solução do béquer indica um abaixamento do pH do meio.
d) As bolhas formadas no tubo de ensaio são de gás carbônico.

85. O sódio, Na, reage com cloro, CØ‚, dando cloreto de sódio, segundo a reação representada pela
equação química:

2Na + CØ‚ ë 2NaCØ

Baseando-se nessas informações e na Classificação Periódica, escreva:


a) A equação química que representa a reação entre o potássio, K, e o cloro, CØ‚
b) A equação química que representa a reação entre o cálcio, Ca e o bromo, Br‚.
86. Ao colocarmos uma barra de ferro e chumbo numa solução aquosa de sulfato de zinco, a reação:
a) não ocorre, pois o chumbo é menos reativo que o zinco.
b) é de síntese.
c) ocorre, produzindo sulfato de chumbo II.
d) é de dupla troca.
e) ocorre, separando os componentes SOƒ, chumbo e zinco na água.

87. Quando se sopra por algum tempo em água de cal observa-se a formação de um sólido branco. A
equação química que representa esse fenômeno é:

a) CO‚+Ca(OH)‚ ë CaCOƒ+H‚O.
b) 2CO‚+Ca(OH)‚ ë Ca(HCOƒ)‚.
c) CO‚+CaCØ‚+H‚O ë CaCOƒ+2HCØ.
d) CO‚+1/2O‚+Ca ë CaCOƒ.
e) O‚+4CaCØ‚+2H‚O ë 4CaO+4HCØ+2CØ‚.

88. Leia a frase seguinte e transforme-a em uma equação química (balanceada), utilizando símbolos e
fórmulas: "uma molécula de nitrogênio gasoso, contendo dois átomos de nitrogênio por molécula,
reage com três moléculas de hidrogênio diatômico, gasoso, produzindo duas moléculas de amônia
gasosa, a qual é formada por três átomos de hidrogênio e um de nitrogênio".

89. O óxido de cobre-II, CuO, é reduzido pelo H‚(g) a cobre metálico, em uma aparelhagem
esquematizada a seguir:

a) Faça a equação da reação química correspondente.


b) Além do hidrogênio, qual outro componente encontra-se na mistura gasosa?
90. KCØOƒ precisa ser aquecido até cerca de 400°C para que se decomponha, formando O‚ e KCØ.
Quando uma pequena quantidade de MnO‚ é adicionada, o KCØOƒ decompõe-se facilmente a 270°C, e
no final da reação o MnO‚ permanece quimicamente inalterado.
a) Escreva a equação balanceada da decomposição por aquecimento do KCØOƒ.
b) Explique porque a presença de MnO‚ reduz a temperatura de decomposição do KCØOƒ.

91. Soluções aquosas de cloreto de sódio, cloreto de bário e nitrato de potássio estão contidas em três
frascos, rotulados S, S‚ e Sƒ.
Observa-se que experimentalmente que:
1Ž) as soluções S e Sƒ reagem com nitrato de prata produzindo um precipitado, enquanto a solução S‚
não reage;
2Ž) somente a solução S• reage com carbonato de amônio produzindo um precipitado branco.
Com base nessas observações, identifique as soluções contidas nos frascos S, S‚ e Sƒ. Justifique a
resposta, escrevendo as equações das reações químicas utilizadas na identificação.

92. O "pãozinho francês" é o pão mais consumido pelos brasileiros. Sua receita é muito simples. Para a
sua fabricação é necessário farinha de trigo, fermento biológico, água e um pouco de sal. Sabe-se que a
adição de bromato de potássio(KBrOƒ) proporciona um aumento do volume do produto final. Nesse
caso pode-se considerar, simplesmente, que o KBrOƒ se decompõe dando KBr e um gás.
a) Escreva a equação química que representa essa reação de decomposição do bromato de potássio e
escreva o nome do gás formado.

Tempos atrás tornou-se prática comum o uso de bromato de potássio em massas e pães. Em função
deste uso, ainda hoje é comum observarmos, afixadas em algumas padarias, frases como "pão sem
elementos químicos".
Em vista das informações anteriores e de seu conhecimento em química pergunta-se:
b) Do ponto de vista químico essa frase é verdadeira? Justifique.
93. O óxido de zinco é um óxido tipicamente anfótero.
Considere as reações:

I. ZnO + 2HCØ ë X + H‚O

II. ZnO + 2NaOH ë Y + H‚O

A respeito de X e Y, podemos afirmar corretamente que:


a) X é ZnOCØ e Y, Zn(OH)‚.
b) X é ZnCØ‚ e Y, Na‚ZnO‚.
c) X é ZnOCØ‚ e Y não existe porque não ocorre a reação II.
d) X não existe porque a reação I não ocorre e Y é Na‚ZnO‚.
e) X e Y não existem porque a reação I e II são impossíveis.

94. Três recipientes iguais de 4 litros de capacidade, chamados de 1, 2 e 3, mantidos na mesma


temperatura, contêm 180ml de água. A cada um destes recipientes se junta, respectivamente, 0,10mol e
cada uma das seguintes substâncias: óxido de cálcio, cálcio metálico e hidreto de cálcio. Após a
introdução do respectivo sólido, cada frasco é bem fechado.
Escreva as equações químicas, completas e balanceadas, para cada uma das reações que ocorre em cada
recipiente.
95. Tem-se uma solução aquosa que pode conter apenas os nitratos de alumínio, magnésio e zinco.
Essa solução foi submetida ao seguinte tratamento:

I) Adicionou-se solução de NaOH em excesso. Formou-se um precipitado A, que foi separado por
filtração.

II) Ao filtrado do item I, adicionou-se HNOƒ diluído até o meio ficar ácido. A seguir juntou-se solução
de NH„OH em excesso, formando-se um precipitado B que foi separado por filtração. Restou uma
solução C.

Com base nas informações acima e na tabela a seguir:

a) Escreva a equação química da reação de precipitação de A.


b) Considerando a solução aquosa inicial, que cátion não se pode ter certeza que exista nela? Justifique.
96. Um tubo inicialmente cheio de água (B) foi conectado a outro tubo (A), ao qual foi adicionada
solução de ácido clorídrico e raspas de zinco. O sistema foi fechado e após algum tempo,
apresentava-se como indicado na figura.

Em relação ao sistema e ao que nele ocorreu, estão corretas todas as afirmativas, EXCETO
a) A pressão do gás no tubo B é maior do que a pressão atmosférica.
b) A reação que ocorre no tubo A é de oxi-redução.
c) O gás hidrogênio é produzido no tubo A.
d) O tubo B contém algum vapor de água.
e) O volume de água deslocado no tubo B é igual ao volume do gás recolhido.
97. Considere a montagem, na qual 1,0×10-¤ mol de cobre metálico é aquecido no tubo ligado às duas
seringas, as quais contêm um total de 100cm¤ de ar seco, medidos às CNTP. Os êmbolos das seringas
são sucessivamente empurrados, de modo a fazer com que o ar circule pelo tubo contendo o cobre.

Observa-se que o cobre se torna negro e que o volume de ar nas seringas diminui. Sabe-se que o ar
contém aproximadamente 21% de oxigênio em volume.
1- INDIQUE as evidências que demonstram a ocorrência de uma reação química no sistema
considerado.
2- ESCREVA a equação balanceada da reação, considerando que ela se processou até a oxidação
completa do cobre.
3- Sabendo-se que todo o cobre reagiu, DETERMINE o volume do ar total contido nas seringas, no
final da experiência, medido às CNTP.

98. O íon magnésio está presente na água do mar em quantidade apreciável. O íon Mg£® é precipitado
da água do mar como hidróxido, que é convertido a cloreto por tratamento com ácido clorídrico. Após
evaporação da água o cloreto de magnésio é fundido e submetido à eletrólise.
a) Escrever as equações de todas as reações que ocorrem.
b) Quais os produtos da eletrólise e seus estados físicos?

99. A reação entre alumínio metálico e cloreto de cobre (II) produz cloreto de alumínio e cobre
metálico.
a) Escrever a equação balanceada da reação.
b) Qual é o agente oxidante e o agente redutor da reação?

100. Explicar e justificar, utilizando, se for o caso, equações de reações, o que ocorre quando se
adiciona solução aquosa de nitrato de prata a:
a) solução aquosa concentrada de cloreto de sódio;
b) tetracloreto de carbono líquido.
101. Considere o ouro, o ferro e o sódio expostos ao ar e à umidade.
a) Explique o que acontece a cada um dos metais, nessas condições.
b) Escreva duas equações químicas de reações que ocorrem, nas mesmas condições.

102. Uma dona de casa jogou, por acaso, cascas de ovos dentro de um recipiente que continha suco de
limão e, após algum tempo, notou que da superfície das cascas desprendiam-se pequenas pequenas
bolhas de gás. Sabendo que nas cascas há carbonato de cálcio, podemos dizer que houve uma reação
de:
a) dupla troca com desprendimento de CO‚.
b) simples troca com desprendimento de H‚.
c) dupla troca com desprendimento de O‚.
d) síntese com formação de vapor de H‚O.
e) análise com desprendimento de N‚.

103. Os vapores de HCØ e de NH„OH reagem no ar e formam um compostos que aparece como
fumaça branca. O composto é:
a) NHƒ
b) CØ‚
c) NH„CØ
d) H‚O
104. Uma das principais aplicações do ácido nítrico é na produção de fertilizantes. Industrialmente este
ácido é obtido a partir do oxigênio e nitrogênio do ar e da água, de acordo com o seguinte esquema.

Para obtenção do HNOƒ, a seqüência das reações químicas que ocorrem são:

a) N‚ + O‚ + faísca elétrica ë 2NO e 2NO + O‚ + H‚ ì 2HNOƒ


b) N‚ + O‚ + faísca elétrica ë 2NO; 2NO‚ ë 2NO+ O‚ e 2NO‚ + H‚O ë HNO‚ + HNOƒ
c) N‚ + 2O‚ + faísca elétrica ë 2NO‚ e 2NO‚ +H‚O ë HNO‚ + HNOƒ
d) N‚ + O‚ + faísca elétrica ë 2NO; 2NO + O‚ ë 2NO‚ e 2NO‚+ H‚O ë HNO‚ + HNOƒ

105. Determinada indústria trata, preliminarmente, seus efluentes com sulfato de alumínio e cal. A
formação do hidróxido de alumínio permite que haja a eliminação de materiais.
a) em solução, por meio de destilação simples.
b) em suspensão, por meio de decantação e filtração.
c) sólidos, utilizando cristalização fracionada.
d) sólidos, por meio de fusão e filtração.
e) líquidos, utilizando a sifonação e a evaporação.
106. A seqüência de reações:

xKHCOƒ ë M + CO‚ + H‚O

CO‚ + Ba(OH)‚ ë N + H‚O

ficará correta se x, M e N forem substituídos respectivamente por:


a) 1, K‚COƒ e Ba‚COƒ
b) 1, K‚O‚ e Ba‚C
c) 2, K‚O e BaHCOƒ
d) 2, K‚COƒ e Ba‚HCOƒ
e) 2, K‚COƒ e BaCOƒ

107. Determinar se as reações químicas a seguir estão balanceadas:

a)Ca(OH)‚ + H‚SO„ ë CaSO„ + 2H‚0

b) 3NaOH + HƒPO„ ë NaƒPO„ + 2H‚O

108. Determinar se as reações a seguir estão equilibradas.

a) H‚COƒ + Mg(OH)‚ ë MgCOƒ + H‚O

b) HƒPO„ + Ni(OH)ƒ ë NiPO„ + 3H‚O

109. Para as equações químicas a seguir, verifique se as mesmas estão equilibradas:

a) 3H‚SO„ + 2AØ ë AØ‚(SO„)ƒ + 3H‚

b) KOH + HCN ë KCN + H‚O

c) Fe(OH)‚ + HƒPO„ ë Feƒ(PO„)‚ + H‚O

110. Examine atentamente as duas equações seguintes. Estão equilibradas? Justifique.

a) 2HCØ + Mg ë MgCØ‚ + H‚

b) 3H‚SO„ + AØ ë AØ‚(SO„)ƒ + 3H‚


111. Verifique se as equações químicas a seguir, estão equilibradas. Caso não estejam, faça o
equilíbrio:

a) Na + HCØO„ ë NaCØO„ + H‚

b) C†H† + 5/2O‚ ë 3CO‚ + 3H‚O

c) 2Ca(OH)‚ + 3HƒBOƒ ë Caƒ(BOƒ)‚ + 6H‚O

112. Uma mistura de óxido de cobre (II) e carvão em pó foi aquecida usando-se a aparelhagem
esquematizada a seguir. Observou-se, após algum tempo, que a água de cal, inicialmente límpida,
apresentou sólido branco em suspensão. No interior do tubo apareceram grânulos metálicos
avermelhados. Qual a equação química que representa a transformação ocorrida nesse aquecimento?

a) 2CuO + C ë 2Cu + CO‚


b) CuO + C ë Cu + CO
c) 2CuO + C ë Cu‚O + CO
d) 2Cu‚O + C ë 4Cu + CO‚
e) Cu‚O + C ë 2Cu + CO
113. Lâmpadas de flash descartáveis emitem luz produzida pela reação de magnésio com oxigênio.
Essa reação corretamente equacionada e balanceada é:
Dados:
Mg (Metal Alcalino-Terroso)
O (Calcogênio)

a) Mg + O‚ ë MgO‚
b) Mg + O‚ ë MgO
c) 2 Mg + O‚ ë 2MgO
d) Mg + O‚ ë 2MgO
e) Mg + O‚ ë Mg‚O

114. O ferrocianeto férrico (Fe„[Fe (CN)†]ƒ) pode ser obtido na reação entre:

a) K„ [Fe (CN)†] e FeC؃


b) FeCØ‚ e Fe (CN)ƒ
c) FeC؃ e Naƒ [Fe(CN)†]
d) Fe (OH)‚ e K„ [Fe (CN)†]
e) FeC؃ e HCN

115. Sobre o mármore (CaCOƒ) colocou-se ácido clorídrico. O ácido reagiu com o mármore,
observando-se desprendimento de gás, cuja fórmula é:
a) H‚
b) O‚
c) CØ‚
d) CO‚
e) CaO

116. A equação

2Mg (OH)‚ + xHCØ ë 2 MgCØ‚ + 4H‚O,

estará balanceada se x for igual a:


a) 8
b) 6
c) 2
d) 4
e) 1
117. Dada a equação química:

(NH„)‚Cr‚O‡ ë N‚ + CrÖOÙ + zH‚O.

Os valores de x, y e z são respectivamente:


a) 2, 3 e 4
b) 2, 7 e 4
c) 2, 7 e 8
d) 3, 2 e 4
e) 3, 2 e 8

118. Na equação química não balanceada mostrada na figura a seguir:

a) observa-se uma reação de neutralização.


b) a soma dos menores coeficientes inteiros do balanceamento é igual a quatro.
c) o gás formado é sulfeto de hidrogênio.
d) ocorre com formação de um sal insolúvel.
e) o sal formado é clorato de prata.

119. Complete a equação a seguir dando o nome do sal formado.

......H‚COƒ + ......Ca(OH)‚ ë..... ............. + ...... .........

120. Acertar os coeficientes da equação a seguir com os menores números inteiros possíveis:

......H‚SO„+......AI(OH)ƒ ë ......Al‚(SO„)ƒ+......H‚O
121. O produto formado junto com a água na reação a seguir é muito utilizado em nossa casa. A que
função da química inorgânica ele pertence, qual o seu nome correto e qual a sua fórmula?

HCØ + NaOH ë .................... + ....................

122. Reações de neutralização ou salificação, são reações entre ácidos e bases formando sais e água.
Complete a equação a seguir, fazendo o balanceamento da mesma.

......HƒPO„ + ......NH„OH ë ..... ................ + .....H‚O

123. Dar a fórmula e o nome do sal formado na reação de neutralização a seguir:

HNOƒ + Fe(OH)ƒ ë

124. Dada a equação a seguir determinar os valores de x, y, z, w, a fórmula e o nome do sal formado
nesta reação:

x H‚S + y NaOH ë z sal + W H‚O

125. Acertar os coeficientes, se necessário, das equações a seguir:

a) ...H‚COƒ + ...Ca(OH)‚ ë ...CaCOƒ + ...H‚O

b) ...HƒPO„ +... Fe(OH)‚ ë ...Feƒ(PO„)‚ + ...H‚O

126. Sabe-se que o sódio (Na), reage com o cloro (CØ‚) produzindo cloreto de sódio (NaCØ). Qual a
equação química, balanceada, que representa a reação citada?

127. Classificar e fazer o balanceamento da equação:

....KBrOƒ ë.... KBr + ....O‚

128. Efetuar o balanceamento da equação:

...Ag‚SOƒ + ...HCØ ë... AgCØ + ...H‚O +... SO‚


129. Derramaram-se algumas gotas de ácido clorídrico em uma pia de mármore e, observou-se uma
leve efervescência. Este fenômeno pode ser representado pela equação não balanceada:

CaCOƒ + HCØ ë CaCØ‚ + H‚O + CO‚

Acertando-se os coeficientes da equação com os menores valores inteiros, a soma será:


a) 2
b) 3
c) 4
d) 5
e) 6

130. Uma das maneiras de impedir que o SO‚, um dos responsáveis pela chuva ácida, seja liberado para
a atmosfera é tratá-lo previamente com óxido de magnésio em presença de ar. Analisando a equação
dada e, balanceando-a, o menor coeficiente inteiro do oxigênio é:

Dado: SO‚ + MgO + O‚ ë MgSO„

a) 1/2
b) 1
c) 1,5
d) 2
e) 2,5

131. A soma dos menores coeficientes inteiros da equação

...Ca(OH)‚ + ...H‚SO„ ë...CaSO„ + ...H‚O é:

a) 1
b) 2
c) 3
d) 4
e) 5
132. A equação: AgNOƒ + HCØ ë AgCØ + HNOƒ, estará perfeitamente balanceada se o menor
coeficiente inteiro do AgNOƒ for:
a) 1
b) 2
c) 3
d) 4
e) 5

133. O menor coeficiente inteiro do HCØ na equação

...AØ‚(COƒ)ƒ + ...HCØ ë ...AØC؃ + ....H‚COƒ é:

a) 2
b) 4
c) 6
d) 8
e) 10

134. Efetuar o balanceamento da equação:

...H‚SO„ + ...AØ(OH)ƒ ë ...AØ‚(SO„)ƒ + ...H‚O

135. A soma dos menores coeficientes inteiros da equação a seguir é:

...P‚O… + ...KOH ë ...KƒPO„ + ...H‚O

a) 10
b) 12
c) 14
d) 16
e) 18

136. Ajustar os coeficientes da equação a seguir com os menores valores inteiros possíveis:

....Ca + ....HCØO„ ë ....Ca(CØO„)‚ + ....H‚


137. O sistema a seguir mostra a ocorrência de reação química entre um ácido e um metal, com
liberação do gás X.

O gás X, liberado neste sistema, é o :


a) O‚
b) CØ‚
c) Oƒ
d) H‚

138. O cianeto de sódio é um cristal incolor e pode ser obtido por:


a) adição de HCN liquefeito em solução alcoólica anidra de hidróxido de sódio
b) purificação de bicarbonato de sódio
c) passagem do gás cianídrico numa solução de brometo de sódio
d) passagem do gás H‚S em solução saturada fria de carbonato de sódio
139. Seja o sistema a seguir. Os produtos da reação entre HCØ e CaCOƒ são:

a) CaO, H‚COƒ e CØ‚


b) CaCØ‚, H‚O e CO‚
c) CaCØ‚, CO‚ e H‚
d) CaH‚, CO‚ e CØ‚

140. Objetos de prata escurecem, principalmente pela formação de uma camada de sulfeto de prata
(Ag‚S) em sua superfície. Uma forma de se limpar um objeto de prata escurecido consiste em
envolvê-lo em folha de papel alumínio e mergulhá-lo em solução aquosa de carbonato de sódio.
a) Explique o princípio deste método de limpeza.
b) Ocorre diminuição da massa de prata do objeto nesse processo de limpeza? Justifique.

141. Um composto oxigenado reage com ácido sulfúrico, dando como produto um sal, peróxido de
hidrogênio e oxigênio. O composto oxigenado é:
a) K‚O
b) KO‚
c) K‚O‚
d) KOH
e) KMnO„
142. Relativamente à equação mostrada a seguir, é INCORRETO afirmar que:

2AØ + x HCØ ë 2AØC؃ + y H‚(g)

a) um gás foi liberado.


b) formaram-se dois produtos.
c) o alumínio é mais relativo que o hidrogênio, deslocando-o.
d) o coeficiente x é igual a y£.
e) a equação ficará corretamente balanceada se y igual a x/2.

143. Ao completar as reações representadas pelas equações abaixo, assinale a alternativa falsa :

I. FeClƒ + NaOH ë

II. Na‚COƒ + H‚SO„ ë

III. NaBr + I‚ ë

IV. HCl + Na(CHƒCOO) ë

V. KNOƒ + NaCl ë

a) em I haverá formação de um produto insolúvel


b) em II haverá formação de substância volátil
c) em III não haverá reação
d) em IV haverá formação de um produto pouco dissociado
e) em V haverá reação de dupla troca

144. Dadas as substâncias a seguir, assinale aquela que, reagindo com um ácido, produz 2 sais:
a) FeƒO„
b) BaO‚
c) FeO
d) MnO
e) Fe‚Oƒ
145. Mergulhando-se uma pastilha de zinco em uma solução aquosa de ácido clorídrico observa-se uma
intensa formação de bolhas na superfície da pastilha, indicando liberação gasosa. Ao final deste
processo, observa-se que todo o zinco foi consumido.
A equação química representativa deste processo, com os coeficientes ajustados, é:

a) Zn + 2 HCØë ZnCØ‚ + H‚
b) Zn + HCØ ë ZnCØ + 1/2 H‚
c) Zn + 2 HCØO ë Zn(OH)‚ + CØ‚
d) Zn + 2HCØO ë ZnCØ‚ + H‚ + O‚
e) Zn + 2HCØë ZnH‚ + CØ‚

146. Pedaços de sódio metálico quando adicionados à água à temperatura ambiente,


a) flutuam e não reagem com a água.
b) afundam e reagem produzindo hidrogênio.
c) flutuam e reagem produzindo hidrogênio.
d) flutuam e reagem produzindo oxigênio.
e) afundam e reagem produzindo oxigênio.

147. No laboratório, para se obter hidrogênio (H‚) faz-se reagir zinco metálico com ácido
a) acético glacial.
b) nítrico concentrado.
c) clorídrico.
d) carbônico.
e) benzóico.

148. Adicionando-se soda cáustica a uma solução aquosa e concentrada de cloreto de amônio há
desprendimento de vapores de
a) hidrogênio.
b) amônia.
c) oxigênio.
d) ozônio.
e) cloreto de hidrogênio.
149. Na atmosfera, poluentes produzidos na combustão de materiais podem reagir entre si originando
novos poluentes. Assim:

monóxido de carbono + dióxido de enxofre ë


ë dióxido de carbono + sulfeto de carbonila

Quantos mols de sulfeto de carbonila (COS) se formam pela reação total de 6 mols de monóxido de
carbono?
a) 1
b) 2
c) 3
d) 5
e) 6

150. Um pedaço de palha de aço foi suavemente comprimido no fundo de um tubo de ensaio e este foi
cuidadosamente emborcado em um béquer contendo água à temperatura ambiente, conforme o
ilustração a seguir:
Decorridos alguns dias à temperatura ambiente, qual das figuras a diante representa o que será
observado?
151. Um sólido S é decomposto por aquecimento e o produto sólido obtido, ao reagir com água, forma
hidróxido de cálcio. Este reage com carbonato de sódio produzindo soda cáustica (NaOH) e
regenerando o sólido S que é reciclado. Qual a fórmula de S e sua respectiva massa necessária para
iniciar um ciclo de produção de soda cáustica a partir de 1,06 toneladas de carbonato de sódio ?
massas molares (g/mol)
C...........12
O...........16
Na......... 23
Ca......... 40
Admita em todas as etapas um rendimento de 100%.
a) CaO e 0,56t
b) CaO e 1,12t
c) Ca(OH)‚ e 1,06t
d) CaCOƒ e 1,00t
e) CaCOƒ e 2,00t

152. A classificação de substâncias como ácidas ou básicas e a distinção entre ácidos ou bases fortes e
fracos ajudam a prever o seu comportamento químico. Sabe-se, por exemplo, que o ácido clorídrico é
um ácido forte e que o ácido acético é um ácido fraco. Sabe-se, também, que o hidróxido de sódio é
uma base forte e que a amônia é uma base fraca.
Com relação às propriedades ácido-básicas dessas substâncias, assinale a afirmativa FALSA.
a) A água é um dos produtos da reação entre ácido acético e hidróxido de sódio.
b) A amônia, ao dissolver-se em água, provoca um aumento na concentração de íons hidróxido.
c) A concentração de íons acetato, em uma solução aquosa 1mol/L de ácido acético, é 1mol/L.
d) A concentração de íons hidrogênio, em uma solução aquosa 0,01mol/L de ácido clorídrico, é
0,01mol/L.
153. A equação não balanceada que representa o ataque do ácido fluorídríco ao vidro, deixando-o
fosco, é a seguinte:

HF + SiO‚ ë H‚SiF† + H‚O

A soma total dos coeficientes mínimos e inteiros das espécies químicas envolvidas, após o
balanceamento da equação, é:
a) 5
b) 7
c) 8
d) 10
e) 12

154. Ao se fazer o balanceamento, usando os menores coeficientes inteiros, a equação cuja soma desses
coeficientes é igual a sete é:

a) C + O‚ ë CO‚
b) P + O‚ ë P‚O…
c) Fe + O‚ ë Fe‚Oƒ
d) S + O‚ ë SOƒ
e) N‚O… + H‚O ë HNOƒ

155. I - Quando exposto ao ar, um anel de prata escurece.


II - Quando tocada pela chama de um isqueiro, uma folha de papel escurece e posteriormente
transforma-se em cinzas, vapor de água e gás.

A respeito das transformações I e II acima, é INCORRETO afirmar que:


a) ocorre oxidação em ambas.
b) na (I), ao escurecer, o anel tem a sua massa aumentada.
c) na (II), ocorre a combustão do papel.
d) na (II), o gás carbônico é um dos produtos da transformação do papel.
e) somente numa dessas transformações, a Lei de Lavoisier (Lei da Conservação da Massa) é
obedecida.
156. A equação INCORRETAMENTE balanceada é:

a) 2Hg‚O ë 4Hg + O‚
b) K‚O‚ + 2H‚O ë 2KOH + H‚O‚
c) 2NH„NOƒ ë 2N‚ + O‚ + 4H‚O
d) CaCOƒ + H‚SO„ ë CaSO„ + CO‚ + H‚O
e) AØ + 3HCØ ë AØC؃ + 3H‚

157. Considere as reações:

I - 4 Li + O‚ ë 2 Li‚O

II - 2 Li + MgO ë Li‚O + Mg

III - 2 KCØOƒ ë 2KCØ + 3O‚

IV - CØ‚ + 2FeCØ‚ ë 2 FeC؃

V - H‚O‚ ë H‚O + 1/2 O‚

A reação de substituição é indicada por:


a) I
b) IV
c) III
d) II
e) V

158. Quando se adiciona ácido sulfúrico concentrado a um frasco contendo NaCØ sólido, forma-se HCØ
gasoso. Se o frasco contiver também MnO‚ sólido, forma-se CØ‚ gasoso. Entretanto, se o frasco
contiver NaBr sólido (ao invés de NaCØ) vai se formar Br‚ líquido, tanto na reação com ácido sulfúrico
concentrado quanto na reação com MnO‚ e ácido sulfúrico concentrado.
a) Qual dos reagentes, H‚SO„ ou MnO‚ em meio ácido, deve ser melhor oxidante? Explique seu
raciocínio, com base nos experimentos relatados.
b) Cloreto de sódio reage com bromo líquido produzindo brometo de sódio e cloro gasoso? Explique
com base nos fatos experimentais relatados.
159. A camada de ozônio é formada na estratosfera por ação da radiação solar - que contém raios
ultravioleta - sobre as moléculas de oxigênio, através da seguinte seqüência de reações:

Diante do exposto, podemos afirmar que na etapa:


a) I ocorre uma cisão heterolítica.
b) I ocorre uma cisão homolítica, com formação de espécies O¡.
c) I formam-se espécies O® que reagem com O‚ na etapa II.
d) II ocorre uma cisão homolítica.
e) II estão presentes espécies O-, formadas na etapa I.

160. Silicatos de sódio podem ser preparados por reação química entre carbonato de sódio e sílica. Os
produtos desta reação podem ser representados por:

(Na‚O)Ö (SiO‚)Ù + xZ.

onde "x" e "y" são números inteiros possíveis e "Z" representa uma certa substância
São feitas as afirmações:

I) A letra "Z" está representando o dióxido de carbono.


II) A reação de formação do silicato de sódio é uma reação tipo ácido-base.
III) O valor de "y/x" é igual a razão (massa/massa) entre SiO‚/Na‚O.
IV) O valor de "y/x" é igual à razão (mol/mol) entre SiO‚/Na‚O.

Estão CORRETAS apenas:


a) I, II e IV.
b) II, III e IV.
c) I e II.
d) I e IV.
e) III e IV.
161. Quando um ovo é colocado em um béquer com vinagre (solução diluída de ácido acético) ocorre
uma reação com o carbonato de cálcio de casca. Após algum tempo, a casca é dissolvida, mas a
membrana interna ao redor do ovo se mantém intacta.
Se o ovo, sem a casca, for imerso em água, ele incha.
Se for mergulhado numa solução aquosa de cloreto de sódio (salmoura), ele murcha.
Explique, utilizando equações químicas balanceadas e propriedades de soluções, conforme for
necessário, por que
a) a casca do ovo se dissolve no vinagre.
b) o ovo sem casca incha, quando mergulhado em água, e murcha quando mergulhado em salmoura.

162. Um estudante quer obter no laboratório exatamente 14,9 g de cloreto de potássio sólido. Ele tem, à
sua disposição, três soluções de concentração 0,500 mol/L, dos seguintes compostos:

I. carbonato de potássio,
II. hidróxido de potássio,
III. ácido clorídrico.

Escolha duas dessas soluções, que permitam obter o composto desejado.


a) Escreva a equação química da reação correspondente.
b) Calcule as quantidades necessárias de cada solução escolhida, em mL, para se obter a massa
requerida de KCØ, supondo rendimento de 100%.

Dado: Massa molar do KCØ = 74,5 g/mol.


163. Magnésio e seus compostos podem ser produzidos a partir da água do mar, como mostra o
esquema a seguir.

a) Identifique X, Y e Z, dando suas respectivas fórmulas.


b) Escreva a equação que representa a formação do composto X a partir do Mg(OH)‚ (s). Esta equação
é de uma reação de oxirredução? Justifique.
164. O gráfico descreve a variação de massa observada quando 84mg de bicarbonato de sódio,
NaHCOƒ(s), são submetidos a aquecimento. A diminuição de massa deve-se à perda dos produtos
gasosos.

Considerando o gráfico, assinale a alternativa que apresenta uma reação compatível com a variação de
massa observada.

a) NaHCOƒ(s)ëNaH(s)+CO‚(g)+1/2O‚(g)
b) NaHCOƒ(s)ë1/2Na‚COƒ(s)+1/2CO‚(g)+1/2H‚O(g)
c) NaHCOƒ(s)ëNaOH(s)+CO‚(g)
d) NaHCOƒ(s)ë1/2Na‚O(s)+1/2H‚O(g)+CO‚(g)
165. O ácido nítrico é um produto industrial da maior importância. Ele é fundamental para a indústria
de explosivos (trinitrotolueno - TNT), para a indústria de fertilizantes (nitratos) e em muitas outras
aplicações.
O esquema a seguir representa o processo de obtenção do ácido nítrico a partir do nitrogênio e do
amoníaco.

a) Observe a reação do amoníaco com o oxigênio. Além do NO, um outro composto, que não está
representado no esquema, é produzido.
Apresente a equação desta reação.
b) Escreva a equação da reação de neutralização do ácido nítrico com o hidróxido de bário.
166.

Supondo que os círculos vazio e cheio, respectivamente, signifiquem átomos diferentes, então o
esquema anterior representará uma reação química balanceada se substituirmos as letras X, Y e W,
respectivamente, pelos valores:
a) 1, 2 e 3.
b) 1, 2 e 2.
c) 2, 1 e 3.
d) 3, 1 e 2.
e) 3, 2 e 2.

167. As substância produzidas na redução da cassiterita (SnO‚) com monóxido de carbono são:
a) óxido de estanho II e carbono.
b) dióxido de carbono e estanho.
c) dióxido de carbono e óxido de estanho IV.
d) óxido de estanho IV e carbono.
e) carbono e estanho.

168. Na equação química que representa a transformação de oxigênio diatômico em ozônio, quando o
coeficiente estequiométrico do oxigênio diatômico é 1, o do ozônio é
a) 1/2
b) 2/3
c) 1
d) 3/2
e) 2
169. Fosgênio, COCØ‚(g) quando inalado é muito nocivo à saúde, pois nos pulmões reage com a água
produzindo ácido clorídrico. O outro produto dessa reação é o
a) hidrogênio.
b) oxigênio.
c) cloro.
d) monóxido de carbono.
e) dióxido de carbono.

170. Quando uma planta é aquecida em estufa a temperaturas de 80°C a 100°C, obtém-se uma matéria
seca em que há mais átomos de nitrogênio do que de todos os demais elementos minerais juntos.
Somente essa informação já evidencia a importância desse elemento na adubação agrícola e justifica o
fato de os adubos nitrogenados serem os mais consumidos entre os adubos.
Os solos pobres em nitrogênio são enriquecidos pela adição de fertilizantes nitrogenados. As principais
substâncias utilizadas como fertilizantes são o nitrato de amônio (NH„NOƒ) e a uréia (H‚NCONH‚). A
matéria-prima para a obtenção dessas substâncias é a amônia (NHƒ).
Com relação às substâncias envolvidas nos processos citados, julgue os itens seguintes.

(1) A amônia é obtida a partir das substâncias simples N e Hƒ.


(2) O nitrato de amônio, por ser um sal, pode ser obtido por uma reação de neutralização.
(3) Os fertilizantes uréia e nitrato de amônio podem oferecer riscos de poluição de rios e lagos.

171. A fotossíntese é uma reação importantíssima para o equilíbrio da vida na Terra. Genericamente,
ela pode ser representada pela equação: xH‚O+yCO‚ë(CH‚O)Š+zO‚, em que (CH‚O)Š representa o
hidrato de carbono. Quando n é igual a 6, tem-se uma molécula de glicose. Com base nessa equação,
julgue os seguintes itens.

(1) O processo da respiração humana também consome dióxido de carbono.


(2) No caso da formação de glicose, x+y=9.
(3) A fotossíntese é uma reação de oxirredução.

172. A floculação de partículas sólidas em uma suspensão é uma etapa fundamental no processo de
obtenção de água potável, e se baseia na formação de aglomerados que, ao se precipitarem, arrastam
consigo as partículas em suspensão, permitindo a clarificação da água. No tratamento de água potável,
usa-se adicionar sulfato de alumínio e hidróxido de cálcio para produzir o agente floculante hidróxido
de alumínio, gerando como co-produto o sulfato de cálcio.
a) Apresente a equação que representa a reação descrita.
b) Quantos átomos de oxigênio estão presentes em 171g de sulfato de alumínio?

Dados: O = 16 u; AØ = 27 u; S = 32 u
173. Um processo de obtenção de níquel consiste em:

I) separação do sulfeto de níquel, Ni‚Sƒ do minério pentlandita (constituídos dos sulfetos de níquel e
ferro);
II) aquecimento do sulfeto de níquel ao ar, com formação do óxido de níquel NiO, e de dióxido de
enxofre.
III) aquecimento do óxido de níquel, em forno com carvão, obtendo-se o metal e monóxido de carbono.

A equação química global que representa a transformação do sulfeto ao metal é

a) Ni‚Sƒ + 3O‚ ë 2Ni + 3SO‚


b) Ni‚Sƒ + 4O‚ ë 2NiO + 3SO‚
c) Ni‚Sƒ + 5O‚ + 2C ë 2Ni + 3SO‚ + 2CO‚
d) Ni‚Sƒ + 4O‚ + 2C ë 2Ni + 3SO‚ + 2CO
e) Ni‚Sƒ + O‚ + 2C ë 2Ni + 3S + 2CO

174. Têm-se amostra de 3 gases incolores X, Y e Z que devem ser H‚, He e SO‚, não necessariamente
nesta ordem. Para identificá-los, determinaram-se algumas de suas propriedades, as quais estão na
tabela a seguir:

Com base nessas propriedades, conclui-se que X, Y e Z são respectivamente,


a) H‚, He e SO‚.
b) H‚, SO‚ e He.
c) He, SO‚ e H‚.
d) SO‚ He e H‚.
e) SO‚, H‚ e He.
175. Uma mistura de hidrogênio, H‚(g), e oxigênio, O‚(g), reage, num recipiente hermeticamente
fechado, em alta temperatura e em presença de um catalisador, produzindo vapor de água, H‚O(g).
A figura I representa a mistura, antes da reação.
Supondo que a reação seja completa, o desenho que representa o estado final do sistema dentro do
recipiente, considerando a quantidade de moléculas representadas para o estado inicial, é

176. Considere as seguintes reações químicas, que ocorrem em recipientes abertos, colocados sobre
uma balança:

I - Reação de bicarbonato de sódio com vinagre, em um copo.


II - Queima de álcool, em um vidro de relógio.
III - Enferrujamento de um prego de ferro, colocado sobre um vidro de relógio.
IV - Dissolução de um comprimido efervescente, em um copo com água.

Em todos os exemplos, durante a reação química, a balança indicará uma diminuição da massa
contida no recipiente, EXCETO em
a) II
b) I
c) IV
d) III
177. Um grupo de estudantes coloca um giz em um copo com água. Inicialmente, o giz flutua na
superfície e, em seguida, afunda. Há um grande desprendimento de bolhas, acompanhado de um
chiado.
Procurando interpretar o fenômeno, alguns deles consideram que está havendo uma reação química,
representada pela equação

CaCOƒ (s) + H‚O(Ø) ë CO‚ (g) + Ca(OH)‚ (aq)

Outro grupo acredita que está havendo o deslocamento do ar, presente nos poros do giz, e não uma
reação química.
Todos os testes a seguir permitem distinguir entre as duas hipóteses feitas, EXCETO
a) Comparar a produção de bolhas de um giz inteiro e de um giz pulverizado.
b) Colocar o giz em álcool anidro ao invés de água.
c) Testar a presença de um gás inflamável.
d) ) Medir o pH da água antes e depois da produção das bolhas.

178. A liga metálica "Advantage" utilizada em odontologia é constituída de 77% de Pd (paládio), 10%
de Cu, 6% de In (índio), 5% de Ga (gálio), 1% de Au e 1% de Pt (% em massa).
Para a dissolução completa de uma amostra dessa liga deve-se utilizar uma mistura de
a) ácido acético e acetato de sódio.
b) cal viva e água (água de cal).
c) ácido clorídrico e ácido nítrico (água régia).
d) soda e soda cáustica.
e) ácido sulfúrico e água.

179. Ácido sulfúrico concentrado difere do ácido sulfúrico diluído, quanto às propriedades químicas.
Pois, somente o
a) primeiro é muito dissociado em íons H® e SO„£­
b) segundo é agente desidratante.
c) primeiro é agente oxidante.
d) segundo precipita o bário formado (BaSO„) de uma solução aquosa de cloreto de bário (BaCØ‚).
e) primeiro reage com bases produzindo sais.
180. Há reações químicas que são percebidas pela visualização do desprendimento de gases como, por
exemplo, as ilustradas a seguir.

Assinale a opção que indica os gases liberados nas reações I, II e III, respectivamente.

a) H‚, H‚, CO
b) H‚, O‚, CO‚
c) CØ, O‚, CO
d) CØ, H‚, CO‚
e) H‚, H‚, CO‚

181. Um aluno recebeu uma amostra de um material sólido desconhecido de coloração azul. Em um
tubo de ensaio contendo 10mL de água destilada foram adicionados aproximadamente 0,50g dessa
amostra. Em outro tubo contendo 10mL de uma solução aquosa de ácido acético foi adicionada a
mesma quantidade da mesma amostra. No tubo contendo água destilada nada foi observado, não
ocorrendo dissolução e nem mudança de coloração do sólido. No tubo contendo ácido acético foi
observada a formação de bolhas de gás, bem como a coloração azulada da solução. A partir dessas
informações, qual das substâncias a seguir poderia corresponder ao material recebido pelo aluno?
a) Cloreto ferroso.
b) Sulfato cuproso.
c) Carbonato férrico.
d) Hidróxido cuproso.
e) Carbonato básico de cobre.
182. O ácido clorídrico (HCØ), em contato com mármore constituído basicamente por carbonato de
cálcio (CaCOƒ), produz efervescência causada pela evolução do gás:

a) O‚
b) H‚
c) CØ‚
d) CO‚
e) CH„

183. Considere a reação de neutralização total entre o ácido fosfórico e o hidróxido de cálcio.

a) Complete a equação da reação com as fórmulas dos reagentes:


_________ + _________ ë Caƒ(PO„)‚ + H‚O

b) Dê o nome do sal formado na reação:


____________________________________

c) Escreva a equação balanceada da reação representada no item a:


____________________________________

d) O termo MASSA MOLECULAR é usado para substâncias moleculares. Para substâncias iônicas
como Caƒ(PO„)‚ o nome mais apropriado é MASSA-FÓRMULA.
Calcule a MASSA-FÓRMULA do Caƒ(PO„)‚.
Dados: Ca=40u; P=31u; O=16u
_____________________________________

e) Qual o tipo de ligação química existente na molécula de água (H‚O)?


_____________________________________

184. Uma forma de retirar íons de cálcio ou magnésio de uma solução aquosa (água dura) consiste em
a) filtrar a solução.
b) centrifugar a solução.
c) precipitar o cátion da solução com ânion adequado.
d) precipitar o ânion da solução com cátion adequado.
e) decantar a solução.
185. Gipsita (CaSO„.2H‚O) pode ser diferenciada de calcita (CaCOƒ) pela observação do que acontece
quando, sobre amostras desses minerais, é gotejada a solução conhecida como
a) tintura de iodo.
b) água sanitária.
c) salmoura.
d) água de cal.
e) ácido muriático.

186. A base, que na dissociação iônica total produz um número de hidroxilas, por mol, igual ao número
de cátions obtidos na ionização total do ácido sulfúrico, é:

a) Mg(OH)‚
b) NaOH
c) NH„OH
d) AØ(OH)ƒ
e) Pb(OH)„

187. Na equação x Fe‚Oƒ + 3 CO ë y CO‚ + 2Fe, a soma dos coeficientes x e y que tornam a
equação corretamente balanceada é:
a) 5
b) 3
c) 7
d) 2
e) 4
188. Do livro de Antoine Laurent Lavoisier, "Traité Élémentaire de Chimie", traduziu-se o seguinte
trecho:

"Ácido cítrico é mais facilmente obtido saturando-se suco de limão com cal suficiente para formar
citrato de cálcio, que é insolúvel em água. Lava-se esse sal e acrescenta-se quantidade apropriada de
ácido sulfúrico. Forma-se sulfato de cálcio, que precipita, deixando o ácido cítrico livre na parte
líquida".

Representando-se o ácido cítrico por HƒCit, o procedimento descrito por Lavoisier pode ser
esquematizado pela seqüência de equações:

2HƒCit(aq) + x CaO(s) ë Y(s) + 3H‚O(Ø)

Y(s) + zH‚SO„(aq) ë 3CaSO„(s) + 2HƒCit(aq)

Em tal seqüência, x, Y, e z correspondem, respectivamente, a

a) 3, Caƒ(Cit)‚ e 3
b) 2, Ca‚(Cit)ƒ e 3
c) 3, Caƒ(Cit)‚ e 2
d) 3, Ca‚(Cit)ƒ e 3
e) 2, Caƒ(Cit)‚ e 2
189. Ácido clorídrico pode reagir com diversos materiais, formando diferentes produtos, como
mostrado no esquema a seguir:

Os seguintes sinais evidentes de transformações químicas: liberação de gás, desaparecimento parcial ou


total de sólido e formação de sólido são observáveis, respectivamente, em:
a) I, II e III
b) II, I e III
c) II, III e I
d) lII, I e II
e) III, II e I

190. Alguns extintores de incêndio de espuma contêm bicarbonato de sódio NaHCOƒ e ácido sulfúrico
em compartimentos separados. Quando o extintor é acionado, estas substâncias entram em contato,
produzindo gás carbônico, que sai misturado com uma solução e forma uma espuma que atua apagando
o fogo.

a) Explique como a espuma atua para apagar o fogo.

b) Escreva a equação da reação do ácido sulfúrico com o bicarbonato de sódio.

c) O bicarbonato de sódio também é utilizado como antiácido. Explique por que a solução aquosa deste
sal, apresenta um pH acima de 7.
191. A figura mostra um experimento para a conversão, em escala laboratorial, de óxido de cobre,
CuO, em cobre.

O tubo de ensaio contém uma mistura de óxido de cobre e carvão, dois componentes pretos,
anteriormente triturados, juntos, até se reduzirem a pó. Uma mangueira que penetra no interior do tubo
de ensaio tem sua outra extremidade mergulhada em uma solução de água de cal, contida num béquer.
Após o aquecimento da mistura, durante alguns minutos, num bico de gás, são feitas as seguintes
observações:

- forma-se um resíduo avermelhado no tubo de ensaio;


- a cor desse resíduo permanece depois do resfriamento do tubo de ensaio;
- formam-se bolhas na ponta da mangueira dentro do béquer, durante o aquecimento; e
- ocorre uma turvação na água de cal.

Com relação a esse experimento, é INCORRETO afirmar que


a) a coloração vermelha indica a formação de cobre metálico.
b) a reação que ocorre no tubo de ensaio é catalisada pelo carvão.
c) a turvação da água de cal revela a formação de CaCOƒ(s).
d) as bolhas indicam a entrada de gás no béquer.
192. O carbonato de bário é um insumo importante na indústria eletro-eletrônica, onde é utilizado na
fabricação de cinescópios de televisores e de monitores para computadores.
O carbonato de bário pode ser obtido a partir da barita, um mineral rico em sulfato de bário, pelo
processo esquematizado a seguir.

Dados:
Massas Molares (g/mol)- Ba=137; S=32; O=16; C=12.

a) Escreva a reação que ocorre no forno de calcinação.

b) Sabendo que o rendimento global do processo é de 50%, calcule a quantidade, em kg, de carbonato
de bário puro obtida a partir do processamento de 4,66kg de sulfato de bário.
193. Em 1953, Stanley Miller realizou um experimento, esquematizado abaixo, que objetivava simular
a origem da atmosfera primitiva da Terra. Neste experimento uma mistura gasosa, constituída por
metano, amônia, hidrogênio e vapor de água, foi submetida a descargas elétricas. Após um determinado
tempo, verificou-se que os gases CO, CO‚ e N‚ também passaram a constituir a mistura gasosa. A
partir da condensação desta mistura, quantidades significativas de aminoácidos (biomoléculas) foram
encontradas na fase líquida contida no balão.

Esquema da experiência realizada por Stanley Miller.

Com base nas informações acima, é correto afirmar:

(01) Os aminoácidos formados pelo processo acima só apresentam os elementos químicos carbono,
oxigênio e hidrogênio.
(02) Na região (I) do esquema acima, a descarga elétrica fornece a energia necessária para quebrar as
ligações químicas nos gases constituintes da mistura.
(04) Neste experimento, a ocorrência tanto da ebulição quanto da condensação só foi possível porque o
sistema recebeu energia do meio externo.
(08) A fase líquida, presente na região (II) do esquema acima, passa para o estado gasoso a uma
temperatura constante.
(16) O gás N‚ é proveniente do processo de oxidação de NHƒ(gás).

Soma ( )
194. Com a revolução industrial do século XVIII, a sociedade ocidental experimentou uma nova
escala de produção de bens. A indústria se mecanizou e, desde então, este processo está em
crescimento.

O ácido sulfúrico, a substância mais produzida industrialmente no mundo, é importante na fabricação


de fertilizantes, na limpeza de metais ferrosos, na produção de muitos produtos químicos e no refino do
petróleo. Sua produção industrial ocorre da seguinte forma: queima-se o enxofre elementar com
oxigênio, o que dá origem ao dióxido de enxofre; este, por sua vez, reage com mais oxigênio para
formar o trióxido de enxofre, um gás que, em contato com a água, forma finalmente o ácido sulfúrico.

a) Escreva a equação química que representa a reação da água com o trióxido de enxofre na última
etapa da produção do ácido sulfúrico, conforme descrito no texto.

Numa mesma fábrica, o ácido sulfúrico pode ser produzido em diferentes graus de concentração por
exemplo: 78%, 93% e 98%. O congelamento destes três produtos ocorre aproximadamente em: 3°C,
-32°C e -38°C (não necessariamente na mesma seqüência dos graus de pureza).

b) Qual é a mais baixa temperatura de fusão dentre as três?

c) A qual dos três produtos comerciais relaciona-se a temperatura de fusão apontada no item b?
Justifique.

195. Uma solução aquosa de ácido clorídrico (HCØ) dissolve ferro e zinco, mas, para dissolver cobre ou
prata, é necessário usar ácido nítrico (HNOƒ).
Isso ocorre porque
a) cobre e prata são metais mais duros que ferro e zinco.
b) HCØ é um ácido fixo e HNOƒ é um ácido volátil.
c) HNOƒ é um ácido mais oxidante que HCØ.
d) cobre e prata são metais que se oxidam mais facilmente do que ferro e zinco.
e) ferro e zinco são metais mais nobres do que cobre e prata.
196. Uma solução saturada em hidróxido de cálcio é preparada pela dissolução de excesso dessa
substância em água na temperatura de 25°C. Considere as afirmações seguintes relativas ao que
acontece nos primeiros instantes (segundos) em que dióxido de carbono marcado com carbono
quatorze (¢¥C) é borbulhado nesta mistura heterogênea:

I. Radioatividade será detectada na fase líquida.


II. Radioatividade será detectada na fase sólida.
III. O pH da fase líquida diminui.
IV. A massa de hidróxido de cálcio sólido permanece constante.
V. O sólido em contato com o líquido será uma mistura de carbonato e hidróxido de cálcio.

Das afirmações feitas, estão CORRETAS


a) apenas I, II e V.
b) apenas I, III e IV.
c) apenas II, III e V.
d) apenas II e IV.
e) todas.

197. Considere o sistema esquematizado a seguir.

Ele pode ser utilizado, com segurança, para exemplificar ocorrência de reações químicas, quer no tubo
P quanto no tubo Q. Para isso, os tubos P e Q podem conter inicialmente, respectivamente,

a) Na‚COƒ (s) + H‚O e Ba(OH)‚ (aq)


b) HCØ (aq) e Na‚COƒ (aq)
c) Na‚COƒ (s) + HCØ (aq) e Ba(OH)‚ (aq)
d) HCØ (aq) e NaOH (aq)
e) Na‚COƒ (s) + NaOH (aq) e Ba(OH)‚ (aq)
198. I. Aquecimento do nitrito de amônio, produzindo N‚(g)
II. Combustão da amônia, produzindo NO‚(g)
III. Combustão do enxofre, produzindo SO‚(g)
IV. Combustão do carbono, produzindo CO‚(g)
V. Eletrólise da salmoura, produzindo CØ‚(g)

Origina um ácido forte e de poder oxidante, quando é borbulhado em água, o produto gasoso produzido
em
a) I
b) II
c) III
d) IV
e) V

199. Na tabela, a seguir, representam-se reações químicas de decomposição, que ocorrem com
explosivos:

Na explosão de 1mol de cada um desses explosivos, mantidos nas CNTP,

( ) o que ocorre é a combustão das substâncias.


( ) o TNT é o que produz resíduo sólido.
( ) o inorgânico é o que produz menor volume gasoso.
( ) a nitrocelulose é a que produz maior volume gasoso.
200. A vida aquática só é possível, devido á solubilidade de vários gases na água. Borbulhando, na
água,

( ) o gás hidrogênio, forma-se o íon HƒO®.


( ) o SO‚, o meio torna-se condutor de corrente elétrica.
( ) o ácido clorídrico, ocorre reação química.
( ) o oxigênio, forma-se o peróxido de hidrogênio ou água oxigenada.

201. A 100mL de solução aquosa de nitrato de bário, adicionaram-se, gota a gota, 200mL de solução
aquosa de ácido sulfúrico. As soluções de nitrato de bário e de ácido sulfúrico têm, inicialmente, a
mesma concentração, em mol/L. Entre os gráficos a seguir, um deles mostra corretamente o que
acontece com as concentrações dos íons Ba£®e NOƒ­ durante o experimento. Esse gráfico é
202. Existem indícios geológicos de que há, aproximadamente, 2 bilhões de anos, a atmosfera primitiva
da Terra era constituída de cerca de 35% (em volume) de dióxido de carbono (gás carbônico), o que
tornava improvável o surgimento de vida na superfície do planeta. Todavia, o aparecimento dos
moluscos com conchas nos oceanos veio a colaborar significativamente para diminuir esta
concentração.

a) Sabendo que as conchas dos moluscos são constituídas de carbonato de cálcio, escreva a equação
global que representa as etapas reacionais de 1 a 4, relacionadas ao fenômeno acima.

CO‚(g) Ï CO‚(aq) etapa 1

CO‚(aq)+H‚O(Ø) Ï H®(aq)+HCOƒ­(aq) etapa 2

HCOƒ­(aq) Ï H®(aq)+COƒ­£(aq) etapa 3

CaCOƒ(s) Ï Ca®£(aq)+COƒ­£(aq) etapa 4

b) Explique como os moluscos com conchas participaram da diminuição da concentração do dióxido de


carbono na atmosfera.
203. A suspensão de cristais diminutos de haletos de prata (sais sensíveis à luz) é o que se denomina,
correntemente, emulsão fotográfica. Esta é preparada misturando-se um sal solúvel de prata,
normalmente o nitrato de prata (AgNOƒ), com um haleto solúvel (podem ser utilizados sais de potássio,
sódio ou amônio) numa solução aquecida de água contendo gelatina. Imediatamente após a mistura, os
cristais precipitam-se na estrutura coloidal, que, resfriada, assume a forma de gel transparente.

a) Sabendo-se que a maioria dos filmes coloridos e preto e branco possuem, em sua camada
fotossensível, haleto do quarto período da Tabela Periódica, escreva a equação da reação que represente
um processo de formação do sal sensível à luz.

b) Na formação da imagem fotográfica, íon prata, advindo do haleto de prata sensibilizado pela luz,
transforma-se em prata metálica pela ação de um revelador. Tendo como base os Potenciais Padrão de
Redução (Er¡ nas equações de semi-reações a seguir), explique, a partir da equação da reação global e
do cálculo da diferença de potencial, por que a hidroquinona (p-dihidroxi benzeno) pode ser usada
como agente revelador.

204. Uma camada escura é formada sobre objetos de prata expostos a uma atmosfera poluída contendo
compostos de enxofre. Esta camada pode ser removida quimicamente envolvendo os objetos em
questão com uma folha de alumínio. A equação química que melhor representa a reação que ocorre
neste caso é

a) 3Ag‚S(s)+2AØ(s)ë6Ag(s)+AØ‚Sƒ(s)
b) 3Ag‚O(s)+2AØ(s)ë6Ag(s)+AØ‚Oƒ(s)
c) 3AgH(s)+AØ(s)ë3Ag(s)+AØHƒ(s)
d) 3Ag‚SO„(s)+2AØ(s)ë6Ag(s)+AØ‚Sƒ(s)+6O‚(g)
e) 3Ag‚SOƒ(s)+2AØ(s)ë6Ag(s)+AØ‚Sƒ(s)+9/2O‚(g)
205. Quando carbeto de alumínio (AØ„Cƒ) é adicionado em um béquer contendo água líquida a 25°C,
ocorre a formação de hidróxido de alumínio e a liberação de um gás. O gás formado é o
a) H‚
b) CO
c) CO‚
d) CH„
e) C‚H‚

206. Quando se deseja detectar a presença de NH„® em soluções aquosas, aquece-se uma mistura da
solução que contém esse íon com uma base forte, NaOH por exemplo; testa-se então o gás produzido
com papel indicador tornassol vermelho umedecido em água.
Explique por que esse experimento permite detectar a presença de íons NH„® em soluções aquosas. Em
sua explicação devem constar a(s) equação(ões) química(s) balanceadas da(s) reação(ões) envolvidas.

207. Assinale qual(is) das substâncias abaixo reage(m) com a água líquida, produzindo hidrogênio
gasoso (H‚).

01. Sódio metálico.


02. Hidróxido de potássio.
04. Ácido clorídrico.
08. Potássio metálico.
16. Cloro gasoso.
32. Gás carbônico.
208. Assinale qual(is) dos compostos abaixo é capaz de:

- neutralizar o hidróxido de amônio


- reagir com o sódio metálico, liberando hidrogênio.
- liberar íon H® em solução aquosa.

209. Escreva equações químicas balanceadas para os seguintes casos:

a) I. Reação de lítio metálico com cloro gasoso.


II. Queima de enxofre ao ar.

b) I. Eletrólise de iodeto de potássio fundido.


II. Reação de óxido de cobre (II) com ácido sulfúrico.
210. I) A chuva ácida é um problema ambiental que atinge os grandes centros industriais. A liberação
de óxidos de enxofre na queima de combustíveis em larga escala é uma das principais causas desse
problema. Para evitar que esses gases sejam despejados na atmosfera, as fábricas devem utilizar filtros
contendo X.
II) O suco gástrico é o responsável pela etapa de digestão que ocorre no estômago. Esse suco contém
uma solução aquosa de ácido clorídrico e as enzimas responsáveis pela hidrólise das proteínas. Uma
disfunção comum no estômago é o excesso de acidez, causando azia e gastrite. Para combater o
excesso de acidez no estômago, pode-se tomar Y como medicamento.
III) Os refrigerantes são soluções que contêm grande quantidade de açúcar, tornando-se um meio
propício para o desenvolvimento de fungos e bactérias. Para conservá-los, é necessário manter o seu
pH baixo (em torno de 3) e, para isso, é geralmente utilizado Z.

A alternativa que apresenta as substâncias adequadas para as situações descritas é

211. Ao se misturar uma solução aquosa de iodeto de potássio com uma solução aquosa de nitrato de
chumbo, ocorre a formação imediata de um precipitado amarelo. Aquecendo-se a mistura até próximo
da ebulição, o precipitado é totalmente dissolvido, sendo formado novamente com o resfriamento da
mistura até a temperatura ambiente.
Quanto à fórmula do precipitado formado e à natureza termoquímica de seu processo de dissolução,
pode-se afirmar com acerto que são, respectivamente,
a) KNOƒ - endotérmica.
b) KNOƒ - exotérmica.
c) Pb(NOƒ)‚ - exotérmica.
d) PbI‚ - exotérmica.
e) PbI‚ - endotérmica.
212. A reação de formação de amônia segundo a equação

NH„CØ + NaNH‚ ë NaCØ + 2NHƒ

ocorre porque
a) o cloreto de amônio é um sal.
b) é uma reação de simples troca.
c) é uma reação ácido-base.
d) o cloreto de sódio é branco.
e) o íon amônio é uma base.

213. Cu(NOƒ)‚ + Ag ë não ocorre reação

2 AgNOƒ + Cu ë Cu(NOƒ)‚ + 2 Ag

CuSO„ + Zn ë ZnSO„ + Cu

ZnSO„ + Cu ë não ocorre reação

Os resultados observados nas experiências acima equacionadas nos permitem afirmar que a ordem
decrescente de reatividade dos metais envolvidos é:
a) Zn > Cu > Ag
b) Ag > Cu > Zn
c) Cu > Zn > Ag
d) Ag > Zn > Cu
e) Zn > Ag > Cu
214. Considere as reações químicas abaixo:

1) 2 K(s) + CØ‚(g) ë KCØ(s)

2) 2 Mg(s) + O‚(g) ë 2 MgO(s)

3) PbSO„(aq) + Na‚S(aq) ë PbS(s) + NaSO„(s)

4) CH„(g) + 2 O‚(g) ë CO‚(g) + 2 H‚O(Ø)

5) SO‚(g) + H‚O(Ø) ë H‚SO„(aq)

Podemos afirmar que:


a) Todas estão balanceadas
b) 2, 3 e 4 estão balanceadas
c) Somente 2 e 4 estão balanceadas
d) Somente 1 não está balanceada
e) Nenhuma está corretamente balanceada, porque os estados físicos dos reagentes e produtos são
diferentes.

215. A ferrugem é o produto da reação do ferro com:


a) nitrogênio e umidade do ar.
b) oxigênio e umidade do ar.
c) hidrogênio e umidade do ar.
d) umidade do ar, apenas.
e) hidrogênio e nitrogênio do ar.

216. Considere a equação química não balanceada:

SO‚ + O‚ ë SOƒ

Efetuando-se o balanceamento, a soma dos coeficientes estequiométricos é igual a:


a) 4
b) 3
c) 7
d) 5
e) zero
217. Chumbo é utilizado, entre outras aplicações, na fabricação de "acumuladores de chumbo". Pode
ser obtido a partir dos minérios PbS e PbO juntos, por fusão, em ausência de ar. Em que proporção, em
mols, devem ser misturados, respectivamente, PbS e PbO, para que na obtenção do Pb não sobre
nenhum reagente?
a) 1:1
b) 1:2
c) 2:1
d) 3:1
e) 4:1

218. Amônia, NHƒ, é liberada ao ar quando, em sistema aberto, se adiciona uma base forte, NaOH(aq)
ao cloreto de amônio, ou carbonato de amônio, ou sulfato de amônio. A solução aquosa resultante,
isenta de NHƒ, poderá também liberar ao ar, composto gasoso, quando a ela se adiciona HCØ(aq). Isto
acontece quando o sal de origem é o
a) cloreto de amônio, somente.
b) carbonato de amônio, somente.
c) sulfato de amônio, somente.
d) cloreto de amônio e carbonato de amônio.
e) sulfato de amônio e carbonato de amônio.

219. O iodo pode ser obtido a partir dos iodetos naturais, tais como NaI, ao se tratar soluções aquosas
do iodeto com
a) cal extinta.
b) cloreto de sódio.
c) ácido clorídrico.
d) soda cáustica.
e) cloro.

220. A reação: x Ca(OH)‚+yH‚SO„ ë zA+wB, depois de corretamente balanceada, resulta para a


soma x+y+z+w o número:
a) 6
b) 5
c) 4
d) 7
e) 10

221. O cobre pode ser obtido a partir da calcopirita, CuFeS‚, por aquecimento com ar atmosférico.
Escreva a equação dessa reação sabendo que a fase sólida obtida é composta de cobre e óxido de ferro
(II).
222. A reação de X com Y é representada abaixo. Indique qual das equações melhor representa a
equação química balanceada.

a) 2X + Y‚ ë 2XY
b) 6X + 8Y ë 6XY + 2Y
c) 3X + Y‚ ë 3XY + Y
d) X + Y ë XY
e) 3X + 2Y‚ ë 3XY + Y‚

223. As informações a seguir, referem-se a uma seqüência de reações. Faça o balanceamento de cada
uma delas, escrevendo as fórmulas das substâncias nas reações.

Reação nŽ I
A + Bë Cloreto de prata + Nitrato de sódio

Reação nŽ II
C+DëB+E

Reação nŽ III
D + J ë Hidróxido férrico + B

Reação nŽ IV
Peróxido de hidrogênio + luz/calor ë E + Oxigênio

Dados:
B ë é o sal de cozinha.
C ë é um ácido que participa no processo digestivo.
224. Em um tubo de ensaio, uma pequena mecha de palha de aço foi suavemente comprimida. Em
seguida, inverteu-se esse tubo em um béquer contendo água, conforme mostra a figura

Após alguns dias, deve-se afirmar que a massa do material sólido no interior do tubo
a) diminui, e o nível da água dentro do tubo de ensaio subiu.
b) diminui, e o nível da água dentro do tubo de ensaio baixou.
c) aumentou, e o nível da água dentro do tubo de ensaio baixou.
d) aumentou, e o nível da água dentro do tubo de ensaio subiu.
e) aumentou, e o nível da água dentro do tubo de ensaio permaneceu o mesmo.
GABARITO
1. [A]

2. [D]

3. [A]

4. [D]

5. [A]

6. [A]

7. CaC‚ + 2H‚O ë Ca(OH)‚ + C‚H‚

8. a) 106CO‚ + 16NOƒ­ + HPO„£­ + 122H‚O + 18H® = C³†H‚†ƒO³N†P + 138O‚

b) Absorve energia, pois para a formação de fitoplâncton é necessária a presença de luz.

c) Absorção de CO‚ com diminuição e prevenção do efeito estufa.

9. a) O meteorito A caiu na região de São Félix do Xingu, pois a película de Fe‚Oƒ.H‚O de 300 x 10­
§m é mais espessa, indicando maior umidade relativa do ar.

b) 4Fe(s) + 3O‚(g) + H‚O(l) ë 2Fe‚Oƒ.H‚O(s)

c) 9 anos atrás.

10. [E]

11. a) AØ(s)+3HCØ(aq) ë AØC؃(aq)+(3/2)H‚(g)

b) Vamos admitir que as soluções de HCØ(aq) em A e B têm a mesma concentração e igual volume.
Com isso, a quantidade de HCØ em mol é igual em A e em B. O enunciado da questão diz que:
n Mg = n AØ = n
Admitimos agora que o alumínio reagiu estequiometricamente com o HCØ.

AØ(s) + 3HCØ(aq) ë AØC؃(aq) + (3/2)H‚(g)


1 3 1 3/2
n 3n n (3/2)n

Mg(s) + 2HCØ(aq) ë MgCØ‚(aq) + H‚(g)


1 2 1 1
n 3n n n
excesso

n AØ ë 1,5 n H‚(g)
n Mg ë 1,0 n H‚(g)

Como os volumes de A e B são iguais e a temperatura é a mesma, a pressão em A é maior que em B,


pois o número de mols de gás em A é maior que em B. Com isso, o nível da coluna de água colorida no
tubo em U abaixa em I e sobe em II.
Vamos agora admitir que o magnésio reagiu estequiometricamente com o HCØ(aq). Neste caso, haverá
excesso em AØ em A.
Mg(s) + 2HCØ(aq) ë MgCØ‚(aq) + H‚(g)
n 2n n n

Como nHCØ é igual em A e B:


AØ(s) + 3HCØ(aq) ë AØC؃(aq) + (3/2)H‚(g)
(2/3)n 2n (2/3)n 1n

Neste caso haverá (1/3)n AØ em excesso, e, como nH‚(g) é igual em A e B, o nível da água colorida no
tubo em U não se altera.
Finalmente admitamos que a quantidade de HCØ(aq) em A e B é suficiente para reagir com todo o AØ e
todo o Mg.
Neste caso, o nível da água colorida no tubo U desce em I e sobe em II, pelo motivo já explicado.

12. MgCOƒ (s) ì MgO (s) + CO‚ (g)

13. a) 2Mg + O‚ ë 2MgO


b) E
c) Em função da densidade do MgO, o volume final deverá ser menor do que o volume inicial.

14. Na remoção da ferrugem o Fe‚Oƒ reage com ácidos.

Por exemplo: Fe‚Oƒ + 6HCl ë 2FeClƒ + 3H‚O


Na remoção da graxa, que é substância apolar, usamos querosene que também é apolar (semelhante
tende a dissolver semelhante).

15. 01 + 04 + 16 + 32 = 53

16. [D]

17. a) 1. Percentagem de Nitrogênio em massa em cada fertilizante:


Uréia: 28/60 x 100 = 47%
Sulfato de amônio: 28/132 x 100 = 21%
Nitrato de amônio: 28/80 x 100 = 100 = 35%

2. Preços dos fertilizantes por mol:


Uréia: 10§g/60=16.667 mols
R$230,00 / 16.667=R$0,0138 por mol
Sulfato de amônio: 10§g/132=7.576 mols
R$210,00 / 7.576=R$0,0277 por mol
Nitrato de amônio: 10§g/80=12.500 mols
R$335,00 / 12.500=R$0,0268 por mol

Ou seja, o mais barato é a uréia que além de ter o menor custo por mol, também apresenta a maior
percentagem de nitrogênio. (Comentário: em seguida o nitrato de amônio, e por fim, o mais caro, o
sulfato de amônio.)

b) (NH„)‚ COƒ + CaSO„ ë (NH„)‚SO„+CaCOƒ

18. [C]

19. a) Na‚O(s) + H‚O(Ø) ë 2NaOH(aq)


hidróxido de sódio

b) Zn(s) + H‚SO„(aq) ë ZnSO„(aq) + H‚(g)


sulfato gás
de zinco hidrogênio

20. [B]

21. a) Ca + H‚O ë Ca(OH)‚ + H‚


Ca(OH)‚ - hidróxido de cálcio
H‚ - gás carbônico

SOƒ + H‚O ë H‚SO„

H‚SO„ - ácido sulfúrico

b) Ca(OH)‚ + H‚SO„ ë CaSO„ + 2 H‚O

CaSO„ - sulfato de cálcio

22. a) K‚O + H‚O ë 2KOH


KOH - hidróxido de potássio

SOƒ + H‚O ë H‚SO„


H‚SO„ - ácido sulfúrico

b) KOH + H‚SO„ ë KHSO„ + H‚O

23. [B]

24. a) Combinação 1
b) Combinação 2

25. a) H‚SO„ ë ácido sulfúrico


NHƒ ë amônia

b) H‚ SO„ + NHƒ ë (NH„)‚ SO„ sulfato de amônio.

26. a) CaO + H‚O ë Ca (OH)‚


b) Para diminuir a acidez do solo.

27. a) Observar-se a turvação da solução

b) Ca(OH)‚(aq) + CO‚(g) ë CaCOƒ(s) + H‚O(Ø)

28. [C]

29. a) H‚SO„(aq) + Ba(OH)‚(aq) ë


ë BaSO„(s) + 2H‚O(Ø)

b) H‚SO„ - ácido sulfúrico


Ba(OH)‚ - hidróxido de bário
BaSO„ - sulfato de bário
H‚O - água

30. - insolúvel em H‚O = CaCOƒ


- produz e efervescência em contato com HCØ=Na‚COƒ

31. P„(s) + 6 Br‚(Ø) ë 4 PBrƒ(Ø)

PBrƒ(Ø) + 3 H‚O ë HƒPOƒ(aq) + 3 HBr(aq)

32. a) 2HCØ + CaCOƒ ë CaCØ‚ + H‚O + CO‚


b) O amoníaco, por ser alcalino e neutralizar a ação do ácido.

33. [E]

34. [E]

35. Óxido de cálcio é óxido básico, logo neutraliza o ácido.

CaO + H‚SO„ ë CaSO„ + H‚O

36. a) Na‚COƒ(aq)+BaCØ‚(aq)ëBaCOƒ(s)+2NaCØ(aq)
precipitado: carbonato de bário

b) BaCOƒ(s)+2HNOƒ(aq)ë
ëBa(NOƒ)‚(aq)+CO‚(g)+H‚O(Ø)

37. [D]

38. [B]

39. [E]

40. [B]
41. [C]

42. [C]

43. [E]

44. [D]

45. a) A equação química de dissolução do carbonato de cálcio é:

CaCOƒ(s) + H‚O(Ø)+CO‚(aq)Ï Ca(HCOƒ)‚(aq)

b) A dissolução do carbonato de cálcio na água é um processo exotérmico.

CO‚ (g) Ï CO‚ (aq) ÐH < 0

Em temperaturas baixas (mares frios) o equilíbrio é deslocado para a direita, aumentando a quantidade
de CO‚ (aq). Com o aumento do CO‚ (aq) aumenta a dissolução do CaCOƒ

46. a) Há formação de precipitado nas seguintes reações químicas: I e V

I) NaBr(aq) + AgNOƒ(aq) ë AgBr(s) + NaNOƒ(aq)

V) BaCØ‚(aq) + Na‚COƒ(aq) ë BaCOƒ(s) +


+ 2NaCØ(aq)

b) AgBr; brometo de prata


BaCOƒ; carbonato de bário

47. [E]

48. a) nitrato de cálcio

b) 2 AØ + 6 HCØ ë 2 AØC؃ + 3 H‚

49. [A]

50. [A]
51. [C]

52. Observe a tabela a seguir:

a) HƒPO„ + Mg(OH)‚ ë MgHPO„ + 2H‚O

ou 2HƒPO„ + 3Mg(OH)‚ ë Mgƒ(PO„)‚ + 6H‚O

b) BaCØ‚ + Na‚COƒ ë 2NaCØ + BaCOƒ

c) Na‚O + H‚O ë 2NaOH

53. [A]

54. [C]

55. [E]

56. [A]

57. a)

I) Fe‚Oƒ(s)+3H‚SO„(aq)ëFe‚(SO„)ƒ(aq)+3H‚O

II) 2AØ(OH)ƒ(s)+3H‚SO„(aq)ëAØ‚(SO„)ƒ(aq)+6H‚O

III) 3CaO(s)+2HƒPO„(aq)ëCaƒ(PO„)‚(aq)+3H‚O

IV) MgCØ‚(aq)+Na‚COƒ(aq)ëMgCOƒ(s)+2NaCØ(aq)
b)

Fe‚(SO„)ƒ: sulfato férrico

AØ‚(SO„)ƒ: sulfato de alumínio

Caƒ(PO„)‚: fosfato de cálcio (ortofosfato de cálcio)

MgCOƒ: carbonato de magnésio

NaCØ: cloreto de sódio.

c) Reação de precipitação

MgCØ‚(aq)+Na‚COƒ(aq) ë äMgCOƒ(s) + 2NaCØ(aq)

58. [B]

59. [B]

60. [C]

61. Observe as equações químicas a seguir:

62. [E]
63. [A]

64. [A]

65. V V F F F

66. a) N‚(g) + 20‚(g) ë 2 NO‚(g)


b) (I): óxido, (II) e (III): ácidos
c) 90,8 L

67. a) HCØ(aq) + NaHCOƒ(aq) ë H‚O(Ø) + CO‚(g) + NaCØ(aq)

b) HCOƒ­

c) 1s£ 2s£ 2p§

d)

68. [C]

69. [C]

70. [E]

71. [B]

72. CaH‚ + 2H‚O ë Ca(OH)‚ + 2H‚


V = 98,52Ø

73. a) 0,04 Ø ou 40 mL

b) PbO + H‚S ë PbS + H‚O

74. a) CS‚ + 3O‚ ë CO‚ + 2SO‚

b) 34,61 g

75. [A]

76. a) 10,0 g

b) Ca(OH)‚ + CO‚ ë CaCOƒ + H‚O


Ligação iônica
ou
predominantemente iônica

77. [D]

78. a) As reações de queima de palha de aço e do carvão podem ser representadas pelas seguintes
equações químicas:

4 Fe(s) + 3 O‚(g) ë 2 Fe‚Oƒ(s)

Conclusão: em sistema aberto, temos um aumento da massa (recipiente B desce, fica mais pesado).

C(s) + O‚(g) ë CO‚(g)

Conclusão: em sistema aberto, temos uma diminuição de massa (recipiente B sobe, fica mais leve).
Portanto, temos palha de aço em B.

b) 4 Fe(s) + 3 O‚(g) ë 2 Fe‚Oƒ(s)

79. SiO‚(s) + 4HF(aq) ë SiF„(g) + 2H‚O(Ø)

80. [A]
81. a) Equações das reações:

SO‚ + H‚O ë H‚SOƒ


SOƒ + H‚O ë H‚SO„

b) Nomes oficiais:

H‚SOƒ - ácido sulfuroso


H‚SO„ - ácido sulfúrico

82. a) Gás nitrogênio:


- fórmula molecular: N‚
- fórmula estrutural: Dois átomos de nitrogênio formam entre si uma ligação tripla.

Gás oxigênio:
- fórmula molecular: O‚
- fórmula estrutural: Dois átomos de oxigênio formam entre si uma ligação dupla.

b) N‚ + O‚ ë 2NO
- agente redutor: N‚

83. F V V V V V

84. [B]

85. a) 2 K + CØ‚ ë 2 KCØ

b) Ca + Br‚ ë CaBr‚

86. [A]

87. [A]

88. 1N‚(g) + 3N‚(g) ë 2NHƒ(g)

89. a) CuO(s) + H‚(g) ë Cu(s) + H‚O(g)

b) H‚O(g)
90. a) KCØOƒ(s) ì KCØ(s) + 3/2 O‚(g)

b) O MmO‚ funciona como catalisador diminuindo a energia de ativação necessária para que a reação
se processe.

91. S = BaCØ‚(aq), S‚ = KNOƒ(aq) e Sƒ = NaCØ(aq)

Equações das reações citadas:

1°)
BaCØ‚(aq)+2AgNOƒ(aq)ë
ë2AgCØ(s)+Ba(NOƒ)‚(aq)

KNOƒ(aq) + AgNOƒ(aq) ë não há reação

NaCØ(aq) + AgNOƒ(aq)ë
ë AgCØ(s) +NaNOƒ(aq)

2°)
BaCØ‚(aq) + (NH„)‚COƒ(aq) ë
ëBaCOƒ(s) + 2NH„CØ(aq)

92. a) 2KBrOƒ(s) ì 2KBr(s) + 3O‚(g)


O gás formado é o gás oxigênio

b) Não, pois todos os materiais utilizados na composição dos pães são constituídos por elementos
químicos.

93. [B]

94. Equações:

Recipiente 1 - CaO(s) + H‚O(Ø) ë Ca(OH)‚

Recipiente 2 - Ca(s) + 2H‚O ë Ca(OH)‚(aq) + 1H‚(g)

Recipiente 3 - CaH‚(s) + 2H‚O(Ø) ë Ca(OH)‚ + 2H‚(g)


95. a) Mg(NOƒ)‚ + 2NaOH ë Mg(OH)‚ ä + 2NaNOƒ

b) Zn£® porque não forma precipitado em nenhuma reação descrita na tabela.

96. [A]

97. 1) Houve mudança de cor.


2) 2 Cu + O‚ ë 2CuO
3) 46,67 cm¤

98. a) Mg(OH)‚ + 2HCØ ë MgCØ‚ + 2H‚O

b) CØ‚ ë gasoso
Mg ë sólido

99. a) 2 AØ + 3 CuCØ‚ ë 2 AØC؃ + 3 Cu

b) oxidante: CuCØ‚
redutor: AØ

100. a) NaCØ(aq) + AgNOƒ(aq) ë NaNOƒ(aq) + AgCØ(s), com a ocorrência de precipitado branco.

b) A reação de solução aquosa de AgNOƒ e tetracloreto de carbono não ocorre pois o tetracloreto de
carbono é um solvente apolar.

101. a) O ouro é pouco reativo, não reage


ferro sofre oxidação produzindo ferrugem
sódio sofre oxidação

b) 2Fe+3/2O‚+nH‚OëFe‚Oƒ.nH‚O

Na+H‚OëNaOH+1/2H‚

2Na+1/2O‚ëNa‚O ou 2Na+O‚ëNa‚O‚

102. [A]

103. [C]
104. [D]

105. [B]

106. [E]

107. a) Está balanceada


b) Não está balanceada.

108. a) H‚COƒ + Mg (OH)‚ ë MgCOƒ + 2H‚O

b) HƒPO„ + Ni (OH)ƒ ë NiPO„ + 3H‚O

109. a) sim
b) sim
c) não

110. a) Sim. As quantidades de cada elemento antes e depois são iguais.


b) Não. O nŽ de átomos de alumínio antes e depois não é o mesmo.

111. a) 2Na + 2HCØO„ ë 2NaCØO„ + H‚

b) C†H† + 15/2 O‚ ë 6CO‚ + 3H‚O

c) 3 Ca(OH)‚ + 2HƒBOƒ ë Caƒ(BOƒ)‚ + 6H‚O

112. [A]

113. [C]

114. [A]

115. [D]

116. [D]

117. [A]

118. [D]
119. 1 H‚COƒ + 1Ca(OH)‚ ë CaCOƒ + 2H‚O

Carbonato de cálcio.

120. 3, 2, 1, 6.

121. Função sal, cloreto de sódio, NaCØ.

122. 1 HƒPO„ + 3 NH„OH ë 1 (NH„)ƒPO„ + 3 H‚O

123. Fe(NOƒ)ƒ - Nitrato férrico ou nitrato de ferro III.

124. x = 1;
y = 2;
z = 1;
w = 2;
Na‚S;
Sulfeto de sódio.

125. a) 1,1,1,2
b) 2,3,1,6

126. 2Na + CØ‚ ë 2NaCØ

127. Reação de decomposição


2,2,3

128. 1,2,2,1,1

129. [E]

130. [B]

131. [E]

132. [A]

133. [C]
134. 3,2,1,6.

135. [B]

136. 1,2,1,1.

137. [D]

138. [A]

139. [B]

140. a) No sistema constituído por um objeto de prata envolvido com papel de alumínio mergulhado
em solução iônica haverá transferência de elétrons.
O íon Ag® tem maior potencial de redução do que o íon Aؤ®.

redução: Ag® + e- ë Ag¡


oxidação: AØ¡ ë 3e- + Aؤ®

A equação do processo seria:

3Ag‚¢®S£­ + 2AØ¡ ë AØ‚¤®Sƒ£­ + 6Ag¡

b) A limpeza feita por este processo não retira partículas de sulfeto de prata (Ag‚S preto) do objeto. Os
íons Ag® da superfície são reduzidos à prata metálica, que permanecem no objeto. Os íons sulfeto (S£-)
são retirados. Logo, não há diminuição da massa do objeto.

141. [B]

142. [D]

143. [E]

144. [A]

145. [A]

146. [C]
147. [C]

148. [B]

149. [B]

150. [D]

151. [D]

152. [C]

153. [D]

154. [D]

155. [E]

156. [E]

157. [D]

158. a) Podemos equacionar:

(I) NaCØ(s)+H‚SO„(Ø)ëNaHSO„(s)+HCØ(g)

4NaCØ(s)+4H‚SO„(Ø)ë4NaHSO„(s)+HCØ(g)
MnO‚(s)+4HCØ(g)ëMnCØ‚(s)+CØ‚(g)+2H‚O

Somando-se as equações anteriores, temos:

(II) 4NaCØ(s)+4H‚SO„(Ø)+MnO‚(s)ë
ë4NaHSO„(s)+MnCØ‚(s)+CØ‚(g+2H‚O

(III) 2NaBr(s)+2H‚SO„(Ø)ëNaHSO„(s)+Br‚(Ø)+
+SO‚(g)+2H‚O

Na equação (III) verifica-se que o Bromo do composto NaBr sofre oxidação passando de -1 para 0 e o
Enxofre do composto H‚SO„ sofre redução passando de +6 para +4.

Comparando-se as equações (I) com (III) conclui-se que o H‚SO„ é um oxidante suficientemente
enérgico para oxidar o Br­ (do Na®Br­) a Br‚, mas não suficientemente enérgico para oxidar o CØ­ (do
Na®CØ­) a CØ‚.

A equação (II) mostra que o MnO‚(s) é um oxidante suficientemente enérgico para oxidar o CØ- a
CØ‚(g), e nessa reação o H‚SO„ não atua como oxidante. Conclusão: o MnO‚(s) é um oxidante mais
enérgico, ou seja, é melhor oxidante que o H‚SO„(Ø).

b) Os fatos experimentais relatados mostram que, entre CØ­ e Br­, somente o Br­ reduz o H‚SO„ a SO‚,
portanto o Br­ é um redutor mais forte que o CØ­. Este fato mostra que o potencial de redução do Br‚ é
menor que o do CØ‚ e que a reação citada não ocorre (espontaneamente).

CØ‚ + 2e­ ë 2CØ­ E red = a

Br‚ + 2e­ ë E red = b

a>b

A reação segundo a equação:

2NaCØ + Br‚ ë 2NaBr + CØ‚

ou

2CØ­ + Br‚ ë 2Br­ + CØ‚

é não espontânea, pois os elétrons teriam que se transferir da semi-reação de maior E red para a de
menor E red.

159. [B]

160. [A]

161. a)
O carbonato de cálcio insolúvel é transformado em acetato de cálcio solúvel.

b) Osmose é a passagem do solvente através de uma membrana semipermeável no meio menos


concentrado (hipotônico) para o meio mais concentrado (hipertônico).
O fenômeno nos dois casos é osmótico
O ovo sem casca incha na água, porque a água é hipotônica em relação ao conteúdo dele.
Na salmoura, murcha, porque esta é hipertônica (maior pressão osmótica) em relação ao conteúdo do
ovo.

162. a) Opção (A)


KOH(aq) + HCØ(aq) ë KCØ(aq) + H‚O (Ø)
ou
Opção (B)
K‚COƒ(aq)+2HCØ(aq)ë2KCØ(aq)+CO‚(g)+H‚O(Ø)

b) Opção (A) 400 mL de KOH(aq)


ou
Opção (B) 200 mL de K‚COƒ(aq)

163. a)
X: MgCOƒ: carbonato de magnésio
Y: MgO: óxido de magnésio
Z: CØ‚: gás cloro

b)
Mg(OH)‚ (s) + CO‚ (g) ë MgCOƒ (s) + H‚O (Ø)

A reação não é de oxirredução, pois não houve transferência de elétrons e, portanto, não houve
variação de número de oxidação.
164. [B]

165. a) 4NHƒ + 5O‚ ë 4NO + 6H‚O

b) 2HNOƒ + Ba(OH)‚ ë Ba(NOƒ)‚ + 2H‚O

166. [D]

167. [B]

168. [B]

169. [E]

170. F V V

171. F F V

172. a) AØ‚(SO„)ƒ+3Ca(OH)‚ë 2AØ(OH)ƒ+3CaSO„

b) 3,6 × 10£¥ átomos de oxigênio

173. [D]

174. [E]

175. [C]

176. [D]

177. [C]

178. [C]

179. [C]

180. [E]
181. [E]

182. [D]

183. a) HƒPO„ e Ca(OH)‚

b) fosfato de cálcio

c) 2HƒPO„ + 3Ca(OH)‚ ë Caƒ(PO„)‚+ 6H‚O

d) 310 u

e) covalente

184. [C]

185. [E]

186. [A]

187. [E]

188. [A]

189. [C]

190. a) A espuma forma uma camada que isola o combustível do comburente (oxigênio), impedindo a
reação de combustão.

b) H‚SO„+2NaHCOƒ ë Na‚SO„+2CO‚+2H‚O

c) O bicarbonato de sódio é um sal formado por um ácido fraco e uma base forte.

191. [B]

192. a) BaSO„ + 4 C ë BaS + 4 CO

b) 1,97 kg de BaCOƒ
193. 02 + 16 = 18

194. a) SOƒ + H‚O ë H‚SO„


b) -38°C
c) Como as soluções de H‚SO„/H‚O são muito concentradas, ocorre apenas a primeira etapa da
ionização:

H‚SO„ Ï H® + HSO„­

Quanto mais diluída for a solução, maior será o grau de ionização do H‚SO„, e esse fato isoladamente
mostra que:

% de H‚SO„: 78%
Ponto de fusão: -38°C

% de H‚SO„: 93%
Ponto de fusão: -32°C

% de H‚SO„: 98%
Ponto de fusão: 3°C

Por outro lado, o aumento da % de H‚SO„ aumenta o número de moléculas no soluto (H‚SO„), e este
fato isoladamente mostra que:

% de H‚SO„: 78%
Ponto de fusão: 3°C

% de H‚SO„: 93%
Ponto de fusão: -32°C

% de H‚SO„: 98%
Ponto de fusão: -38°C

Pelos dados da questão, tanto o H‚SO„ de 78% como o de 98% podem ter o ponto de fusão igual a
-38°C.

195. [C]

196. [A]
197. [C]

198. [B]

199. F V V V

200. F V V F

201. [A]

202. a) CO‚(g)+H‚O(Ø)+Ca®£(aq)Ï2H®(aq)+CaCOƒ(s)

b) Com a formação de carbonato de cálcio o equilíbrio da reação do item a) é deslocado para a direita,
implicando na diminuição da concentração de dióxido de carbono atmosférico, CO‚(g).

203. a) Solução:
KBr(aq)+AgNOƒ(aq) ë AgBr(s)+KNOƒ(aq)

ou
NaBr(aq)+AgNOƒ(aq) ë AgBr(s)+NaNOƒ(aq)

ou
NH„Br(aq)+AgNOƒ(aq) ë AgBr(s)+NH„NOƒ(aq)

b) Reação global:
2Ag®+2H‚O+hidroquinomaë2Ag°+2HƒO+quinona

A ddp da reação global é de +0,1V (positiva), espontânea nas condições padrões, e, portanto, a
hidroquinona reduz o íon prata a prata metálica.

204. [A]

205. [D]

206. As reações químicas podem ser representadas pelas seguintes equações químicas.
Ao aquecer a mistura resultante libera NHƒ.
Em contato com o indicador tornassol vermelho umedecido em água torna-o azul, pois o NHƒ tem
caráter básico.

NHƒ(g) + H‚O(Ø) Ï NH„®(aq) + OH­(aq)

207. 01 + 08 = 09

208. 16 + 32 = 48

209. Observe as equações químicas a seguir:

210. [E]

211. [E]

212. [C]
213. [A]

214. [C]

215. [B]

216. [D]

217. [B]

218. [B]

219. [E]

220. [B]

221. CuFeS‚ + 2 O‚ ë Cu + FeO + 2 SO‚

222. [A]

223. I - AgNOƒ + NaCØ ë AgCØ + NaNOƒ

II - HCØ + NaOH ë NaCØ + H‚O

III - FeC؃ + 3 NaOH ë Fe(OH)ƒ + 3 NaCØ

IV - 2 H‚O‚ ë 2 H‚O + O‚

224. [D]