Você está na página 1de 4

Questão-aula 4.1. QA4.1.

Nome da Escola Ano letivo 20 - 20 Matemática A | 11.º ano

Nome do Aluno Turma N.º Data

Professor - - 20

Item de seleção
1  2 x
Considere a função f de domínio \ 4 definida por f  x   .
4 x

Qual é o valor de lim f  x  ?


x 4

(A)  (B) 
(C) 4 (D) 7

Item de construção
Calcule os seguintes limites, começando por identificar, caso exista, o tipo de indeterminação.
4  x2
1. lim
x 2 3 x 2  5 x  2

3  x  2x
2. lim
x  x
2x  2
3. lim
x 1
x2  1

x2  3
4. lim
x  3x  2

Página 1
Questão-aula 4.2. QA4.2.
Nome da Escola Ano letivo 20 - 20 Matemática A | 11.º ano

Nome do Aluno Turma N.º Data

Professor - - 20

Item de seleção
Na figura está parte da representação gráfica de uma função f de
domínio e contínua em \ 0 .

2
Considere a sucessão de termo geral un  .
n

Qual é o valor de . lim f  un  .?

(A)  (B) 0 (C) 2 (D) 

Item de construção
Seja f a função de domínio definida por:
 x
3  9  x se x  0

f  x   6 se x  0
 2 x  12
 se x  0
 x  2
Estude a função f quanto à continuidade.

Página 2
Proposta de resoluções

Questão-aula 4.1.  3 3

  x 2 1  2  x 1 2
x2  3     x  x
4. lim  lim  lim 
Item de seleção x  3 x  2 x  3x  2 x   2
x3  
 x
1  2 x 7
lim f  x   lim     3 3
x  4 x4 4 x 0 x 1   1 2
x 2
x  1 0 1
lim  lim  
x   2  x 
3
2 30 3
Resposta: (A) x3  
 x x

Questão-aula 4.2.
Item de construção
Item de seleção
0
 
4 x 2 0
2
1. lim  lim un  lim  0 , pelo que lim f  un   lim f  x  .
x 2 3x  5 x  2
2
n x 0

Utilizando a Regra de Ruffini: Por observação da representação gráfica de f temos,


lim f  x   2 .
x 0
3 5 –2

–2 –6 2 Resposta: (C)

3 –1 0 Item de construção

Logo, 3x 2  5 x  2   x  2  3x  1 . ■ Em  , 0 , a função f é contínua pois é o quociente


de duas funções contínuas: uma que é uma função
afim e outra que é a diferença entre uma função

 lim
4  x2
 lim
 2  x  2  x   lim 2  x   4 constante e a raiz quadrada de uma função afim.
x 2 3x 2  5 x  2 x 2  x  2  3x  1 x 2 3x  1 7
■ Em 0 ,   , a função f é contínua pois é o quociente
de duas funções contínuas: duas funções afins.

 
3  x  2x 
■ Em x  0 :
2. lim 
x  x
2 x  12 2  0  12 12
lim f  x   lim   6
3  x se x  3 x  0 x 0 x2 02 2
3 x  
  3  x  se x  3
0
 
x 0
lim f  x   lim 
3  x  2x  3  x   2x x 0 x 0 3  9  x
 lim  lim
x  x x  x

 lim

x 3 9 x   lim

x 3 9 x 
3  x  2 x 3x  3
 lim
x  x
 lim
x  x
 lim
x 
3x
x
3 x 0
3  
9 x 3 9 x  x 0 9  9  x 

0
 2 x  2    lim
 
2x  2 0 x2  1 x 3 9 x
3. lim
x 1
x2  1
 lim
x 1
x2  1  x2  1
  lim
x 0 x x  0
3  
9 x  3 9  6

2  x  1 x 2  1 2  x  1 x 2  1
 lim  lim  ■ f  0  6
x 1 x2  1 x 1  x  1 x  1
Como lim f  x   lim f  x   f  0 , existe lim f  x 
x 0 x 0 x 0
2 x2  1 2  0
 lim  0 Logo, f é contínua no ponto x  0 pelo que, f é
x 1 x 1 2
contínua em .

Resposta: f é contínua em .

Página 3
Proposta de resoluções

Página 7