Você está na página 1de 5

Aula 1

O amor como base e motivação para tocar o mundo.


I. Introdução

A. Meu verdadeiro desejo e oração é para todos depois dessa aula sejam
capacitados e equipados para ver a influência do Céu na terra multiplicada.

B. Deus tem despertado a Igreja a ser um povo que demonstre seu amor e
poder para o mundo. A mensagem do Reino está no ar, e o Espírito de
Deus quer fazer parceria com pessoas comuns.
“Porque a ardente expectação da criatura espera a manifestação dos filhos
de Deus. “
​ ​ Romanos
​​ ​ 8:19 ARC

C. Deus quer revelar que estamos em parceria com Ele para receber a vida
abundante que Ele pagou na cruz.

II. Estilo de Vida no Sobrenatural

A. Precisamos sermos ativados, com poder, e guiado para um estilo de vida


no Sobrenatural. Precisamos ver regularmente sinais, maravilhas, curas e
salvações nas ruas.

B. Se estamos dispostos a nos submeter regularmente à liderança do Espírito


Santo, e escolher viver uma vida de risco, vamos ser a resposta
sobrenatural que o mundo está esperando.

C. A hora é agora! Você tem uma vida.


Como você vai escolher viver?
O que você vai viver?
O que você diria para inspirar alguém para viver?

D. Se a sua história de vida não desafiar as pessoas a abraçar oportunidades


para mostrar o Reino de Deus com amor e poder, eu questiono se você
está realmente vivendo a vida em sua plenitude, potencial dado por Deus.

E. Quero desafiá-lo a ter o potencial de transformar a sua visão sobre o


ministério.

F. Convido a viver a vida ao máximo, caminhando em sua verdadeira herança


como um filho ou filha de Deus, uma pessoa que exibe o Reino de Deus
em todos os aspectos da sua vida com amor vitorioso e poder
transformador.
G. Deus é bom o tempo todo, e Seu amor estabelece a identidade perfeita em
nós. Como nós experimentamos o amor de Deus, somos capazes de dar
esse amor fora para o mundo.

H. Para conhecer o amor de Deus é preciso experimentar o amor de Deus. O


que experimentamos, nós somos capazes de dar aos outros. Mike Bickle

E conhecer o amor de Cristo, que excede todo o entendimento, para que


sejais cheios de toda a plenitude de Deus.
Ora, àquele que é poderoso para fazer tudo muito mais abundantemente
além daquilo que pedimos ou pensamos, segundo o poder que em nós
opera,
Efésios 3:19,20

I. O amor de Deus muda o mundo dentro de nós, que por sua vez muda o
mundo ao nosso redor.

J. Muitas pessoas tentam reunir coragem suficiente para compartilhar Cristo


com os outros, o profetizar, e para curar os doentes. Quando que o
necessário são as coisas simples, com a nossa motivação sendo amor,
que o amor vai abrir a porta para outras coisas milagrosas que terá lugar
em e através de nossas vidas.

III. O Rei e Seu Reino

A. Jesus viveu de outro mundo. Ele nasceu do Céu, e ele trabalhou para
trazer o Céu à Terra. Jesus trouxe a Seu mundo com Ele.

B. Nosso foco é o Céu, e nosso mandato é para trazê-lo para a terra.

C. A vida de Jesus mostrando Sua autoridade real através de manifestações


de milagres, sinais e maravilhas. Tudo o que Ele fez foi dependente do
Espírito de Deus. Se Jesus, como homem, precisava do Espírito de Deus
para demonstrar o Reino, então precisamos de Seu Espírito também!

Portanto, vós orareis assim: Pai nosso, que estás nos céus, santificado
seja o teu nome;
Venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu;
Mateus 6:9,10

IV. Vivendo de um outro reino


A. Assim como Jesus veio para destruir as obras do diabo, assim também
você foi enviado para destruir as obras do diabo.

B. As obras do diabo são os trabalhos que tentam nos impedir de


experimentar tudo o que Cristo veio para nos dar: vida abundante na terra
como no céu. O pecado e a doença são do diabo e não de Deus. Deus é
bom, e o diabo é mau. Deus é cheio de verdade. O diabo é um mentiroso.

C. Quando nossos olhos estão continuamente focados no Céu, vivemos de


uma perspectiva celestial. Deus é bom e no céu não há nenhuma doença,
o pecado, a pobreza, depressão, ansiedade, medo, dor ou rejeição. O que
vemos no céu é saúde, restauração, paz, redenção divina relação com
Jesus, encontros celestiais, esperança, alegria e prosperidade.

D. Colossenses 3: 2 diz: ​"Pensai nas coisas do alto, não nas que são da
terra".

E. Para viver da realidade do Céu é preciso ter em nossas mentes


desenvolvido a mentalidade do reino dos céus. O Espírito Santo é nosso
ajudante, e Ele está empenhado em nos ajudar a transformar a maneira
que nós pensamos, para que se alinham com a Sua cosmovisão celestial.

F. Nós devemos ser preenchidos com o Espírito Santo e capaz de permitir


que Ele opere através de nós livremente.

G. O Espírito Santo nos dá poder para mudar a nossa mente para uma
mentalidade do Reino em uma base contínua.

E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela


renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa,
agradável e perfeita vontade de Deus (Romanos 12: 2).

H. Por ter uma mente transformada, podemos conhecer a vontade de Deus,


que nos permite demonstrar a sua vontade na terra. Isso nos permite
responder às necessidades das pessoas sem questionar a intenção de
Deus.
Por ter uma mente transformada, sua audição torna-se muito mais clara e
sabemos que Deus quer curar toda pessoa-espírito, alma e corpo.

V. Tornando-se um Encontro

A. Quando experimentamos Deus, ele muda a forma como vemos o mundo e


nós mesmos.
B. O mesmo Espírito que ressuscitou Cristo dentre os mortos vive dentro de
nós, e que o Espírito anseia sair de nós.

“Cumprindo-se o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo


lugar; e, de repente, veio do céu um som, como de um vento veemente e
impetuoso, e encheu toda a casa em que estavam assentados. E foram
vistas por eles línguas repartidas, como que de fogo, as quais pousaram
sobre cada um deles. E todos foram cheios do Espírito Santo e
começaram a falar em outras línguas, conforme o Espírito Santo lhes
concedia que falassem. E em Jerusalém estavam habitando judeus, varões
religiosos, de todas as nações que estão debaixo do céu. E, correndo
aquela voz, ajuntou-se uma multidão e estava confusa, porque cada um os
ouvia falar na sua própria língua. E todos pasmavam e se maravilhavam,
dizendo uns aos outros: Pois quê! Não são galileus todos esses homens
que estão falando? Como pois os ouvimos, cada um, na nossa própria
língua em que somos nascidos? Partos e medos, elamitas e os que
habitam na Mesopotâmia, e Judeia, e Capadócia, e Ponto, e Ásia, e Frígia,
e Panfília, Egito e partes da Líbia, junto a Cirene, e forasteiros romanos
(tanto judeus como prosélitos), e cretenses, e árabes, todos os temos
ouvido em nossas próprias línguas falar das grandezas de Deus. E todos
se maravilhavam e estavam suspensos, dizendo uns para os outros: Que
quer isto dizer? E outros, zombando, diziam: Estão cheios de mosto.
Pedro, porém, pondo-se em pé com os onze, levantou a voz e disse-lhes:
Varões judeus e todos os que habitais em Jerusalém, seja-vos isto notório,
e escutai as minhas palavras. Estes homens não estão embriagados, como
vós pensais, sendo esta a terceira hora do dia. Mas isto é o que foi dito
pelo profeta Joel:”
Atos 2:1-16 ARC

C. Quando os crentes foram cheios do Espírito, não podiam deixar de falar a


palavra de Deus com ousadia.
Eles tiveram um encontro que mudou sua mentalidade e permitiu-lhes
tornar ativadores de encontro.

D. O batismo do Espírito Santo, que encheram os crentes, deu-lhes poder


para serem testemunhas corajosas. O verdadeiro batismo do Espírito
Santo não é apenas para que possamos orar em línguas. Este é um
presente maravilhoso, no entanto, que é mencionado em I Coríntios
capítulo 12. O verdadeiro batismo nos capacita a ser testemunhas. Pedro
tinha o poder de superar suas inseguranças e medos do passado. Aquele
que negou Jesus três vezes era agora cheio com o Espírito Santo e com
fogo, dando uma chamada de massa para os judeus a chegar ao
conhecimento do Senhor Jesus Cristo.

E. Ter a vontade de ser um encontro para os outros muda a maneira como


vivemos. Já não vivemos para nós mesmos. Em vez disso, vivemos para
os outros.
Isso abre os nossos olhos para as oportunidades ao nosso redor. À
medida que aprendemos a viver na presença de Deus, percebemos o que
realmente somos. Quando começamos a nos ver a maneira como Ele nos
vê, nossas mentes são alteradas para andar na identidade que Ele nos
deu.

VI. Perguntas para refletir:


1. Como Deus me ver?

2. Como é que o amor de Deus muda a maneira que eu vejo o mundo em


torno de mim?

3. Como o conhecimento de Deus irá capacitar-me demonstrá-lo na terra?

4. Como é que os meus encontros pessoais com Deus permiti que eu me


tornasse um encontro a outros em torno de mim?

VII. Questões para Discussão em Grupo


1. Quais são alguns sinais de o verdadeiro batismo do Espírito Santo?

2. Como ser cheio do Espírito Santo capacitar-nos a ser testemunhas


corajosas?

3. Existe alguém neste grupo que não tenha sido batizado no Espírito
Santo?

Aplicação pessoal
Peça ao Espírito Santo que lhe revele qualquer mentira que você acredita
sobre Deus e Seu Reino. Em seguida, pedir ao Espírito Santo para mostrar-lhe
a verdade.

Exercício Espiritual
Tire um tempo agora para ficar a sós com Deus, e perguntar como ele vê
você. Aguardar em Sua presença. Quando você relaxar sua mente,
transformar o afeto de seu coração em direção a Sua presença e permitir que
Ele fale com você. Peça a Ele para lhe mostrar como Ele vê-lo através de Seu
amor. Imagine a coragem que vive dentro de você está se movendo através
de sua vida para exibir grandes atos de poder de Deus. Se você pode vê-lo
em seu coração e você pode acreditar, ele vai se tornar realidade!