Você está na página 1de 3

Tradutor Desativar tradução instantânea

trascendente de vida eterna (Benz 2000; Russell 2008, 249-297; transcendente da vida eterna (Benz 2000, Russell 2008, 249-297,
Russell 2012). En la teología cristiana, este futuro no es resultado Russell 2012). Na teologia cristã, o futuro não é o resultado de mero
de un mero proceso físico, ni biológico, ni técnico, sino que tiene processo técnico físico ou biológico, nem, que tem a ver com a
que ver con la respuesta de la libertad humana al amor con que resposta da liberdade humana para o amor com que Deus chamou
Dios ha llamado al ser humano a la existencia, dándole el don de la os seres humanos à existência, dando a Dom da criação para que
creación para que desde ahí alcance con su comportamiento moral daí alcance com seu comportamento moral e religioso seu destino de
y religioso su destino de unión de amor a Quien le ha dado el ser união de amor a quem lhe deu o ser pessoal.
personal.
Em certo sentido, pode-se dizer que o desenvolvimento do universo
En cierto sentido, puede decirse que el desarrollo del universo no ainda não está completo. De acordo com a teologia cristã, o cosmos
está todavía cumplido. Según la teología cristiana, el cosmos irá adquirir seu estatuto final apenas no fim dos tempos, quando a
adquirirá su estatuto final sólo al final de los tiempos, cuando con la glória dos santos receberão uma plenitude definitiva (Maldamé 1993;
gloria de los santos recibirá una plenitud definitiva (Maldamé 1993; Tanzella-Nitti 2015, 754-790). Essa plenitude não pode ser prevista
Tanzella-Nitti 2015, 754-790). Esta plenitud no puede preverse con com o conhecimento humano, mas é o objeto da esperança cristã. O
el saber humano, pero sí es objeto de la esperanza cristiana. El universo renovado será então constituído pelos "novos céus e terra"
universo renovado estará constituido entonces por “los nuevos (Isaías 65, 17, 2 Pedro 3, 13, Apocalipse 21, 1).
cielos y tierra” (Isaías 65, 17; 2 Pedro 3, 13; Apocalipsis 21, 1).
5. Deus e o cosmo
5. Dios y el cosmos ↑
5.1. O problema teológico
5.1. El problema teológico ↑
A visão cosmológica tem sido tradicionalmente relacionada à crença
La visión cosmológica ha estado tradicionalmente relacionada con em Deus como a instância transcendente criativa e ordenadora da
la creencia en Dios como instancia última trascendente creadora y natureza e suas leis. É por isso que quase todas as religiões contêm
ordenadora de la naturaleza y sus leyes. Por eso casi todas las alguma cosmologia ou visão do universo como algo que depende
religiones contienen alguna cosmología o visión del universo como essencialmente de Deus. Ao mesmo tempo, a contemplação do
algo que depende esencialmente de Dios. A su vez, la cosmo físico, com suas harmonias e beleza, levou facilmente o
contemplación del cosmos físico, con sus armonías y belleza, ha homem ao reconhecimento de Deus como Autor de toda a natureza.
llevado al hombre fácilmente al reconocimiento de Dios como Autor
del conjunto de la naturaleza. Deus pode ser visto como imanente no cosmos, se for reconhecido
que penetra intimamente com seu poder e sabedoria, dando o seu
Dios puede verse como inmanente al cosmos, si se reconoce que ser e da ordem, e também como um transcendente, não no sentido
lo penetra íntimamente con su potencia y sabiduría, otorgándole su de que ele está em "outra coisa", mas que não se identifica com a
ser y su orden, y a la vez como trascendente, no en el sentido de natureza material, porque transcende-a como realidade espiritual,
que esté en “otro sitio”, sino de que no se identifica con la pessoal e eterna, não expira nem espaço-tempo. Filósofos que se
naturaleza material, porque la trasciende como una realidad identificam Deus, ou "divino" - com uma racionalidade imanente do
espiritual, personal, eterna, no caduca ni espacio-temporal. Los cosmos ou aspectos cósmicos captados ao infinito, como a energia,
filósofos que identifican a Dios –o “lo divino”– con una racionalidad todas as forças cósmicas, etc., são frequentemente chamados
inmanente al cosmos o con aspectos cósmicos elevados al infinito, panteísta (e eles são, em vários sentidos, certas religiões naturalistas
como la energía, la totalidad de las fuerzas cósmicas, etc., suelen ou vitalistas, os estóicos, Spinoza, Hegel e outros).
denominarse panteístas (así lo son, en diversos sentidos, ciertas
religiones naturalistas o vitalistas, los estoicos, Spinoza, Hegel y Esse modo de conceber a relação do Divino com o cosmos, oposto à
otros). tese da transcendência de Deus e de seu caráter pessoal, também
poderia ser qualificado como naturalista. Nele o cosmo é interpretado
Esta forma de concebir la relación de la Divinidad con el cosmos, como uma forma de emanação necessária de Deus, ou como sua
contrapuesta a la tesis de la trascendencia de Dios y de su carácter manifestação em forma finita e sensível, tornando assim a natureza
personal, podría calificarse también como de naturalista. En ella el algo do qual o próprio Divino é inseparável. É uma concepção
cosmos se interpreta como una forma de emanación necesaria de comum em certas crenças religiosas pagãs antigas - no sentido de
Dios, o como su manifestación en forma finita y sensible, haciendo religiões estranhas ao judaísmo.
así de la naturaleza algo de lo que lo Divino mismo es inseparable. Cristianismo apoiado pela Bíblia e também pelo Islã - que às vezes
Es una concepción frecuente en ciertas antiguas creencias aparece novamente em nossos tempos em alguns setores da cultura
religiosas paganas –en el sentido de religiones ajenas al judeo- ocidental que perderam a fé no Deus transcendente e pessoal.
cristianismo apoyado en la Biblia y también al Islam–, que a veces
vuelve a presentarse en nuestros tiempos en algunos sectores de A ciência moderna leva a concentrar-se nos aspectos empíricos e
la cultura occidental que han perdido la fe en el Dios trascendente y quantitativos das coisas, deixando de lado as questões filosóficas e
personal. sensoriais. Aplicada à cosmologia, esta metodologia dá lugar a uma
consideração do cosmos puramente físico-matemático. Isso explica
La ciencia moderna conduce a concentrarse en los aspectos por que as investigações cosmológicas não são, como tal, a maneira
empíricos y cuantitativos de las cosas, dejando de lado cuestiones apropriada de elevar o conhecimento de Deus. O ateísmo que
filosóficas y de sentido. Aplicada a la cosmología, esta metodología procura se basear em uma base científica é colocado em uma
da paso a una consideración del cosmos puramente físico- abordagem inadequada, porque a cosmologia científica pura não
matemática. Esto explica por qué las investigaciones cosmológicas pode levar ao conhecimento de Deus, ou qualquer coisa que exceda
no sean como tales el camino apropiado para plantear el o escopo das coisas materiais. A ciência empírica não permite
conocimiento de Dios. El ateísmo que pretende apoyarse en una conhecer a pessoa humana, a liberdade, a ética, o sentido do
base científica se sitúa en un planteamiento inadecuado, porque la mundo. Para aceder a estas realidades em um nível racional e
pura cosmología científica no puede llevar al conocimiento de Dios, sistemático necessário para passar de nível da filosofia, o que reflete
ni de nada que supere el ámbito de las cosas materiales. La ciencia nos dados de conhecimento comum e científico e pode chegar a
empírica no permite conocer la persona humana, la libertad, la4179/5000 conclusões metafísicas, que por sua vez pode mais facilmente
éti l tid d l d P d t lid d definidas com a teologia cosmo
5.2. Teologia de Deus, o Criador

Diante dos dois extremos mencionados - a visão cósmica e o


ateísmo religioso naturalista ou panteísta que vê