Você está na página 1de 4

Primeira prova

1a Questão: A viscosidade do sangue pode ser determinada medindo-se a tensão de

cisalhamento , τ , e a taxa de deformação por cisalhamento, que é representada


dv
pelo gradiente de velocidade, , num viscosímetro. Utilizando os dados
dy
fornecidos na tabela determine se o sangue pode ser considerado como um
fluido newtoniano e justifique adequadamente. (Valor 1,0)

N
τ( ) 0,04 0,06 0,12 0,18 0,30 0,52 1,12 2,10
m2
dv - 1
(s )
dy 2,25 4,50 11,3 22,5 45,0 90,0 225 450

2a Questão: A figura a seguir mostra uma placa grande e móvel localizada entre duas placas
grandes e fixas. Observe que os espaços entre as placas estão preenchidos com
fluidos que apresentam viscosidades dinâmicas diferentes. Determine a força
r F
unitária F = que deve ser aplicada à placa móvel para que ela tenha uma
A

velocidade constante e igual a 4 m/s. Considere que os diagramas de velocidades


sejam lineares. (Valor 2,0)
placa fixa

6 mm N ×s r
µ = 0,02
m2 F

3 mm V = 4 m/s

µ = 0,01 N × s
m2
placa fixa

1
3a Questão: Um eixo com 25 mm de diâmetro é puxado num mancal cilíndrico conforme
mostra a figura a seguir. O espaço entre o eixo e o mancal, com folga igual a
0,3 mm, está preenchido com um óleo que apresenta viscosidade cinemática
2
igual a 8 × 10 - 4 m e peso específico relativo igual a 0,91. Determine a
s
força F necessária para imprimir ao eixo uma velocidade de 3 m/s. Admita que
a distribuição de velocidade no fluido seja linear. (Valor 2,0)

lubrificante

mancal

F
eixo

mancal

0,5 m

Observação: Trabalhe com a aceleração de gravidade igual a 10 m/s²

2
4a Questão: A figura a seguir representa o trecho de uma instalação hidráulica, onde deseja-se
determinar a pressão na linha do compressor ( p m ), a pressão estática na seção
(2), tanto na escala efetiva como na escala absoluta e a carga de pressão h2. É
conhecida a leitura barométrica igual a 695 mmHg, o peso específico relativo do
kgf
óleo igual a 0,85 e a leitura manométrica na seção (1) igual a 2,1 .
cm 2
(Valor 3,0)

seção (2)
seção (1)
1,2 m
h2

óleo

pm 1,4m

p m1

0,1m

compressor

Hg

Sugestão: Iniciar a análise da questão anterior pelo desenho e em seguida considerando a


pressão estática da seção (1) lida pelo manômetro metálico (1) ( p m1 ) procure
determinar a pressão criada pelo compressor e que será lida no manômetro
metálico ( p m )

3
5a Questão: O manômetro diferencial em forma de U esquematizado a seguir foi criado para
determinar a diferença de pressão entre as seções (1) e (2) onde se utilizou como
fluido manométrico o mercúrio. Com o passar do tempo, procurando-se evitar a
utilização do mercúrio optou-se em substituir o manômetro diferencial em forma
de U por um manômetro metálico diferencial com escala em mbar (milibar),
para isto, além da escala, deve-se fornecer a pressão estática na seção (1).
kgf
Sabendo-se que a pressão estática na seção (2) é 0,648 para a máxima
cm 2
vazão, o que corresponde a situação onde teremos a maior diferença de pressão
entre as seções consideradas, especifique o manômetro metálico diferencial a ser
comprado.

local onde será instalado o manômetro


(1) diferencial que será comprado
buchão

(2)

água

20 cm

Hg

Observações:
1. A representação anterior é obtida para a máxima vazão da instalação.

5 510 5 kgf 10 kgf


N
2. 1 bar = 10 Pa = 10 = = = 1000 mbar
m 2 9,8 m 2 9,8 cm 2
3. Recomendado que o limite superior da faixa do manômetro metálico seja
∆p
aproximadamente igual a
0,8018