Você está na página 1de 14

Quilombolas

Quilombolas são habitantes de


quilombos, um fenômeno típico das
Américas. Enquanto no período da
escravidão o termo referia-se a escravos
africanos e afrodescendentes que
fugiram dos engenhos de cana-de-
açúcar, fazendas e pequenas
propriedades para formar pequenos
vilarejos chamados de quilombos,
contemporaneamente ele refere-se aos
descendentes desses povos
escravizados, que vivem em
comunidades rurais, suburbanas e
urbanas caracterizadas pela agricultura
de subsistência e por manifestações
culturais que têm forte vínculo com o
passado africano[1].

Mais de quinze mil comunidades


quilombolas espalhadas pelo território
brasileiro mantêm-se vivas e atuantes,
lutando pelo direito de propriedade de
suas terras consagrado pela
Constituição Federal desde 1988.[2] Tais
comunidades estão dispersadas pelo
território brasileiro nos estados de
Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Pará,
Bahia, Maranhão, Amapá, Mato Grosso
do Sul, Goiás, Rio de Janeiro, Mato
Grosso, Minas Gerais, São Paulo, Paraná,
Espírito Santo, Santa Catarina e Rio
Grande do Sul.

Comunidades quilombolas, juntamente


com outros movimentos sociais
camponeses articulados, nas últimas
décadas conquistaram o direito à
educação básica do campo. Trata-se de
uma educação com características
diferenciadas do ensino escolar
tradicional, particularmente em relação
ao regime de alternância.

O termo quilombola deriva do tupi-


guarani cañybó, que significa «aquele que
foge muito».[3]
Comunidades
remanescentes quilombolas
1.209 comunidades certificadas
143 áreas com terras já tituladas
Estados com maior número de
comunidades remanescentes
quilombolas: Bahia (229), Maranhão
(112), Minas Gerais (89) e Pará (81).[4]

Comunidades
Abaixo, as comunidades citadas no
arquivo «Títulos Expedidos às
Comunidades Quilombolas» da página
virtual do Instituto Nacional de
Colonização e Reforma Agrária:
Aba Fria Ara n e
cat Alto çá do Beir
al- Ipix Ara Mei a
Aur una cua o Bail
á, n Ara iqu
Alto
Abu Itac de pap e
i uru Bai u Cen
Aca ça xo Ara tro
pú Alto Ara que Bai
Aca Puc cua nbu xinh
raq urui n a a
ui de Bac Bai
Ani
Cim aba xo
Áfri nga
a l Itac
ca l
Ara Bail uru
Águ Apu
cua iqu ça
a i
Ban a Crio ope Crio
ana Boa ulo ma ulas
l Vist s Car Cor
Barr a Ca ará açã
a do mir Cas o
Barr Cu ang tain Cos
o min a ho teir
Ver á Ca o
Cat
mel Bo mp anh Cue
ho m elo adu cê
Bel Re Ca ba Cup
a me mpi Con u
Aur dio nho ceiç Curi
ora Cai Ca ão aú
Boa ana mp dad
Eira
Vist dos
dos
Coq Sort Igar Ivap Joc
ueir e apé oru ojó
os Fur São ndu Jur
Esp nas Joã va uss
irito do o Jar aca
San Dio Igar aua Kal
to nísi ape cá ung
Flex o zinh Jau a
inh Gua o ari Lar
a rajá Itac Jen anji
Fra Miri oã ipa tub
nça Igar Miri po a
Fur apé Ita Jen Mã
nas Pret ma ipa e
da o oari úba Cue
Boa
Ma Cav Con Abu Pilõ
nga alo ceiç i es
l Mo ão Ped Rio
Mar ca Pac ro das
ia mb a Cub Ras
Rib o Pac as Rio
eira Mo oval Poç Tau
Mar cor Pan ão aré-
ia ong cda Port Açu
Ros o o Sag
Pan
a Nos Cori rad
pel
Mat sa ôni s o
a Sen a Port San
Mat hor o ta
Par
a a dos Fé
aná
da
do
San San San Icat Terr
ta tan to u a
Mar a Cris São Pret
ia San to Ped a II
de to São ro Val
Miri Ant Ber e
Serr
nde oni nar do
inh
ua o do Gua
a
San San São por
Silê
ta to Jos é
nci
Rita Ant é Varr
o
de oni e
São Tap
Barr o Ven
Jos age
eira dos to
e m
s Pret do Var
Teó
os zinh
filo
a

Ver também
Calunga Afro- Palmares
Redução brasileiro História
a Moviment da
condição o negro escravidã
análoga à no Brasil o
de Zumbi Tráfico
escravo dos negreiro
Negro Palmares Abolicioni
(pessoa) Quilombo smo
dos
Abolicioni dívida afro-
smo no Escravidã brasileiro
Brasil o na Museu
Lei Áurea África Afro-
Escravidã Lista de Brasileiro
o livros
Escravidã com
o por tema

Referências
1. «Educação Quilombola» .
Consultado em 4 de setembro de
2018
2. Adm. do sítio (2008). «Visões
quilombolas» . Koinonia.org.br.
Consultado em 10 de fevereiro de
2014
3. FFLCH — USP (2005). «Glossário
Sertanejo» (PDF). Cursos de tupi
antigo e lingua geral (Nheengatu).
Consultado em 10 de fevereiro de
2014
4. «Educação Quilombola» .
Consultado em 4 de setembro de
2018

Ligações externas
2011 - ONU lança Ano Internacional
para Afro-Descendentes
www.unmultimedia.org
Observatório Quilombola
www.koinonia.org.br
Programa Brasil Quilombola do
governo federal www.mda.gov.br
Fundação Cultural Palmares
www.palmares.gov.br
Comissão Pró-Índio do estado de São
Paulo www.cpisp.org.br
Cordel Quilombola - tratando do tema
em linguagem de cordel
Título não preenchido, favor adicionar

Obtida de "https://pt.wikipedia.org/w/index.php?
title=Quilombolas&oldid=54529505"

Última modificação há 2 meses po…

Conteúdo disponibilizado nos termos da CC BY-


SA 3.0 , salvo indicação em contrário.