Você está na página 1de 12
O Papel do Sebrae na Geração de Emprego e Renda e na Promoção do Empreendedorismo
O Papel do Sebrae na
Geração de Emprego e
Renda e na Promoção do
Empreendedorismo
O Papel do Sebrae na Geração de Emprego e Renda e na Promoção do Empreendedorismo

O Papel do Sebrae na Geração de Emprego e

Renda e na Promoção do Empreendedorismo

FORUM PERMANENTE DE DESENVOLVIMENTO ESTRATÉGICO DO ESTADO

JORNALISTA ROBERTO MARINHO

TITO RYFF GERENTE DE POLÍTICAS PÚBLICAS JULIANA LOHMANN ANALISTA III

DO ESTADO JORNALISTA ROBERTO MARINHO TITO RYFF – GERENTE DE POLÍTICAS PÚBLICAS JULIANA LOHMANN – ANALISTA

Introdução

O QUE GERA DESEMPREGO?

RECESSÃO ECONÔMICA

INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS DISRUPTIVAS

DESEMPREGO FRICCIONAL (OU RESIDUAL)

DESEMPREGO SAZONAL

FALTA DE INFORMAÇÃO

INADEQUAÇÃO NA QUALIFICAÇÃO DA MÃO DE OBRA

❖ DESEMPREGO SAZONAL ❖ FALTA DE INFORMAÇÃO ❖ INADEQUAÇÃO NA QUALIFICAÇÃO DA MÃO DE OBRA

Emprego no Brasil e no Rio de Janeiro

 

2010

2011

2012

2013

2014

2015

2016

2017

Brasil

44.068.355

46.310.631

47.458.712

48.948.433

49.571.510

48.060.807

46.060.198

46.281.590

Região Sudeste

22.460.999

23.514.877

24.099.808

24.623.001

24.792.464

23.892.188

22.851.175

22.758.090

ERJ

4.080.082

4.349.052

4.461.706

4.586.790

4.641.380

4.448.859

4.159.481

4.044.736

Cidade do Rio de Janeiro

2.348.611

2.497.662

2.572.044

2.614.937

2.654.076

2.520.718

2.381.304

2.304.692

Região Metropolitana do RJ

834.863

878.485

906.321

928.144

940.363

912.179

842.097

809.457

Interior do RJ

896.608

972.905

983.341

1.043.709

1.046.941

1.015.962

936.080

930.587

O ERJ possui 4,04 milhões de postos formais de trabalho, entre os quais a Cidade do Rio de

 

Janeiro responde por 57%. Apenas 23% dos empregos formais estão no interior do Estado

;

O interior do Estado apresentou aumento de 4% na quantidade de empregos formais entre 2010 e 2017. Já a Região Metropolitana apresentou queda de 3% na quantidade de empregos com carteira assinada no mesmo período.

Fonte: RAIS Obs.: não foram considerados os estabelecimentos que declararam a RAIS negativa (estabelecimentos que não possuíam empregados e/ou mantiveram suas atividades paralisadas durante o ano-base). Esta abordagem evita distorções na análise, já que não é possível diferenciar empresas paralisadas de empresas sem empregados.

evita distorções na análise, já que não é possível diferenciar empresas paralisadas de empresas sem empregados.

Quantidade de Empresas

2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 Brasil 3.403.448 3.590.616 3.695.735 3.836.771 3.949.979 3.971.108
2010
2011
2012
2013
2014
2015
2016
2017
Brasil
3.403.448
3.590.616
3.695.735
3.836.771
3.949.979
3.971.108
3.921.448
3.887.449
Região Sudeste
1.700.339
1.783.087
1.822.884
1.880.759
1.924.374
1.925.253
1.895.293
1.872.050
ERJ
255.611
267.647
274.736
282.154
287.851
288.294
284.200
278.195
Cidade do Rio de Janeiro
126.011
130.525
134.912
136.686
138.626
137.614
136.609
133.790
Região Metropolitana do RJ
54.186
57.477
58.050
60.622
62.239
63.498
62.065
60.532
Interior do RJ
75.414
79.645
81.774
84.846
86.986
87.182
85.526
83.873
❖ 97% dos Estabelecimentos, no Brasil, são MPES; ❖ O ERJ apresentou aumento na quantidade
❖ 97% dos Estabelecimentos, no Brasil, são MPES;
❖ O ERJ apresentou aumento na quantidade de empresas de 9% no período
(2010-2017), superior apenas ao apresentado na Cidade do Rio de Janeiro;
❖ Quase metade dos estabelecimentos estão concentrados na Cidade do Rio de Janeiro
(48%). Apenas 30% dos estabelecimentos estão concentrados no interior do Estado.

Fonte: RAIS Obs.: não foram considerados os estabelecimentos que declararam a RAIS negativa (estabelecimentos que não possuíam empregados e/ou mantiveram suas atividades paralisadas durante o ano-base). Esta abordagem evita distorções na análise, já que não é possível diferenciar empresas paralisadas de empresas sem empregados.

evita distorções na análise, já que não é possível diferenciar empresas paralisadas de empresas sem empregados.
11,4 8,5 7,9
11,4
8,5
7,9

14,8

11,6

Taxa de Desemprego

A

taxa

de

desemprego no Brasil

fechou o último trimestre de 2018 em 11,6%.

O desemprego no Rio de Janeiro

 

superou a média brasileira em 11

trimestres consecutivos (desde o 2º tri 2016), alcançando 14,8% no 4º tri de 2018.

1º Tri 2º Tri 3º Tri 4º Tri 1º Tri 2º Tri 3º Tri 4º Tri 1º Tri 2º Tri 3º Tri 4º Tri 1º Tri 2º Tri 3º Tri 4º Tri 1º Tri 2º Tri 3º Tri 4º Tri 1º Tri 2º Tri 3º Tri 4º Tri 1º Tri 2º Tri 3º Tri 4º Tri

12

12

12

12

Fonte: IBGE

13

13

13

13

14

14

14

3º Tri 4º Tri 12 12 12 12 Fonte: IBGE 13 13 13 13 14 14

14

15

Brasil

15

Tri 12 12 12 12 Fonte: IBGE 13 13 13 13 14 14 14 14 15

15

15

16

16

Rio de Janeiro

16

16

17

17

17

17

18

18

18

18

Tri 12 12 12 12 Fonte: IBGE 13 13 13 13 14 14 14 14 15

Taxa de Informalidade Total

Empregados informais + Empreendedores Informais

41,1% 40,4% 39,0% 38,2% 37,1% 34,2%
41,1%
40,4%
39,0%
38,2%
37,1%
34,2%

O percentual de trabalhadores e

 

empreendedores informais em relação ao total de ocupados têm crescido tanto em âmbito nacional quanto estadual.

No ERJ, o percentual tem se aproximado da taxa observada no país com o passar dos anos, fechando 2018 em 38,2%.

Fonte: IBGE

2016

2017

aproximado da taxa observada no país com o passar dos anos, fechando 2018 em 38,2%. Fonte:

ERJ

aproximado da taxa observada no país com o passar dos anos, fechando 2018 em 38,2%. Fonte:

Brasil

2018

aproximado da taxa observada no país com o passar dos anos, fechando 2018 em 38,2%. Fonte:

O Importante papel socioeconômico das MPEs

AMORTIZAÇÃO DAS CRISES

GERAÇÃO DE EMPREGO E RENDA

PORTA DE ENTRADA DE NOVOS EMPREENDEDORES

PROTAGONIZADORA DE INOVAÇÕES

FORTALECIMENTO DAS CADEIAS PRODUTIVAS

DE ENTRADA DE NOVOS EMPREENDEDORES ❖ PROTAGONIZADORA DE INOVAÇÕES ❖ FORTALECIMENTO DAS CADEIAS PRODUTIVAS

ATUAÇÃO DO SEBRAE EM PROL DAS MPEs

CAPACITAÇÃO (Pequenos Empresários, Gestores Públicos e Regionais)

Lideranças

INFORMAÇÃO DE MERCADO

ORIENTAÇÃO PARA OBTENÇÃO DE CRÉDITO

CONSULTORIA EMPRESARIAL E TECNOLÓGICA

PROJETOS SETORIAIS (Agricultura, Turismo, Energia, Construção Civil, etc.)

ESTÍMULO AO EMPREENDEDORISMO

INTELIGÊNCIA EMPRESARIAL (INFORMAÇÃO ESTRATÉGICA)

FACILITAÇÃO, DESBUROCRATIZAÇÃO (REDESIM)

MELHORIA DO AMBIENTE DE NEGÓCIOS

ESTRATÉGICA) ❖ FACILITAÇÃO, DESBUROCRATIZAÇÃO (REDESIM) ❖ MELHORIA DO AMBIENTE DE NEGÓCIOS

A GERÊNCIA DE POLÍTICAS PÚBLICAS E A MELHORIA DO AMBIENTE DE NEGÓCIOS

CIDADES EMPREENDEDORAS

LÍDER REGIONAL (GOVERNANÇA P/ O DESENVOLVIMENTO REGIONAL)

REDESIMPLES (SIMPLIFICAÇÃO E DESBUROCRATIZAÇÃO)

ECOSISTEMA LEGAL (OU AMBIENTE LEGAL)

CAPACITAÇÃO DE GESTORES PÚBLICOS

COMPRAS PÚBLICAS

❖ ECOSISTEMA LEGAL (OU AMBIENTE LEGAL) ❖ CAPACITAÇÃO DE GESTORES PÚBLICOS ❖ COMPRAS PÚBLICAS
OBRIGADO! TITO RYFF – GERENTE DE POLÍTICAS PÚBLICAS JULIANA LOHMANN – ANALISTA III

OBRIGADO!

TITO RYFF GERENTE DE POLÍTICAS PÚBLICAS

JULIANA LOHMANN ANALISTA III

OBRIGADO! TITO RYFF – GERENTE DE POLÍTICAS PÚBLICAS JULIANA LOHMANN – ANALISTA III
OBRIGADO
OBRIGADO