Você está na página 1de 22

ANEXO I

Requisitos para Auditoria 2016

(SERVIÇOS TÉCNICOS)

E d i ç ã o 2 0 1 6
Programa de Excelência em Gestão

Requisitos para Auditoria

Objetivo geral

Auxiliar os Fornecedores CELPA quanto ao atendimento dos objetivos


estratégicos (pilares) do programa.

Abrangência dos requisitos

Requisitos válidos para o segmento Serviços Técnicos.

1.SSMA (SAÚDE, SEGURANÇA E MEIO AMBIENTE)

1.1 GESTÃO EM SEGURANÇA DO TRABALHO

1.1.1 Normas Regulamentadoras

NR01 - A empresa deverá apresentar:

• OS para colaboradores específica por função, devidamente


assinada e constando os itens exigidos pela NR 01;
• Procedimentos de trabalho e/ou Instruções de trabalho com lista de
frequência de divulgação do procedimento ou instrução de trabalho;
• Listas de frequência da Integração ou Ambientação de Segurança
em que o tema Riscos e Medidas de Controle existentes na empresa
tenham sido abordados;
• Evidência da empresa que comprove a entrega dos exames
médicos;
• Registro de inspeção que contenham informações sobre o uso ou
não do EPI, bem como, as demais orientações de segurança;
• Relatórios internos da empresa que comprovem advertência,
suspensão ou demissão por descumprimento de O.S.

Edição 2013
NR03 – A empresa deverá apresentar:

• Livro de Inspeção do MTE, com registro da última visita.


• Procedimento ou documento similar formalizado pela direção da
empresa e/ou obra delegando autonomia ao SESMT e aos
trabalhadores para paralisar equipamentos/máquinas;
• Formulário de DR (Direito de Recusa) preenchidos ou outros que
caracterizam que está sendo paralisado determinado serviço,
máquina ou equipamento em condições de risco grave e iminente.

NR04 – A empresa deverá apresentar:

• Lista contendo quadro efetivo total da empresa, para verificar se o


SESMT está dimensionado corretamente;
• Registro do SESMT na SRT com dimensionamento correto de
acordo com grau de risco e nº de colaboradores;
• Documento que comprove que os registrados permanecem na
empresa realizando as atividades pertinentes a Saúde e Segurança
do Trabalho;
• Ficha de registro dos colaboradores que compõem o SESMT para
verificação de dedicação horas/dia;
• Apresentar registro do SESMT na SRT com dimensionamento
correto de acordo com grau de risco e nº de colaboradores. Os
registros devem permanecer na empresa.

NR 05 – A empresa deverá apresentar:


• CIPA com representante designado com lista do efetivo total da
empresa com dimensionamento correto, ata de instalação e posse
com registro de todos os membros da CIPA, documentação que deve
ser protocolada no Sindicato (cópias das atas de eleição e posse e
calendário).
• Mapa de risco atualizado e disposto nos locais de trabalho;
• Atas de reunião que comprovem que a comissão se reuniu para
elaborar ou revisar os mapas;
• Evidência de realização da SIPAT (registro em ata, fotos, relatórios,
etc);
• Estatística de acidentes do trabalho registrados no ano, juntamente
com relatórios de acidentes e seus respectivos planos de ação e ata
de reunião extraordinária;
• Certificados da participação no curso da CIPA juntamente com lista
de frequência do curso com assinatura dos participantes.

NR 06 - A empresa deverá apresentar:


• Inventário dos EPIs fornecidos pela empresa para verificar CA e
estoque mínimo de EPI´s (10% do efetivo que utiliza EPI);
• Ficha de entrega e troca do EPI, frequência de treinamento sobre
uso, guarda, conservação de EPI, relatórios de inspeções que
comprovem o uso ou não pelos colaboradores, relatórios de
advertência aos colaboradores pelo não uso dos EPIs.

NR 07 - A empresa deverá apresentar:


• Documento base e/ou Relatório anual do PCMSO atualizado
contendo número e natureza dos exames médicos, avaliações
clínicas, exames complementares, estatísticas de resultados anormais
e planejamento para o próximo ano;
• PPRA/PCMSO (tabela de identificação dos riscos registrados no
PPRA devem constar no PCMSO) documento deve ser elaborado com
base no PPRA;
• Cronograma de realização de exames de acordo com o periódico
ASO (admissional, periódico, retorno, mudança de função e
demissional) - contendo no mínimo: nome do trabalhador, registro,
função, riscos ocupacionais existentes ou a ausência deles,
procedimentos médicos, carimbo e assinatura do médico do trabalho.
NR 08 - A empresa deverá atender:

• Os pisos não devem possuir saliências ou depressões que


prejudique a circulação de pessoas ou movimentação de materiais;
• Andares acima do solo que não possuem paredes externas devem
possuir guarda corpo de proteção contra quedas;
• A cobertura do local de trabalho deve assegurar proteção contra
chuva.

NR 09 - A empresa deverá apresentar:


• PPRA com resultado das avaliações ambientais e/ou LTCAT;
• Lista de frequência de divulgação do PPRA / resultado das
avaliações ambientais;
• Evidências de realizações das ações previstas no documento e
protocolo de entrega de cópia do PPRA para a área de Segurança do
Trabalho da CELPA;
• Assinatura da direção do Fornecedor CELPA no documento PPRA.

NR 10 – A empresa deverá apresentar:


• Prontuário de Instalações elétricas, contendo procedimentos e
instruções técnicas e administrativas de segurança e saúde e
descrição das medidas de controle existentes;
• Documentação das inspeções e medições do sistema de proteção
contra descarga atmosférica;
• Especificação de equipamentos de proteção e ferramental;
• Documentação comprobatória da qualificação, habilitação,
capacitação, autorização e treinamentos;
• Testes de isolação elétrica realizados em equipamentos de
proteção;
• Certificações dos equipamentos e materiais elétricos em área
classificada;
• Relatório técnico das inspeções atualizado com recomendações e
cronograma de adequações;
• Esquema unifilar atualizado das instalações elétricas com
especificação do sistema de aterramento e proteções (somente para
estabelecimentos com carga instalada superior a 75kW);
• Apresentar certificados de habilitação, qualificação, capacitação e
autorização dos colaboradores, certificados de treinamentos
específicos em segurança no sistema elétrico de potência - SEP
(Qualificação ou Capacitação em Eletricidade; NR 10 Básico,
Complementar e Reciclagem bienal) atualizado para os
colaboradores, que efetuam intervenções em instalações elétricas
com tensão igual ou superior a 50 volts (corrente alternada) e 120
volts (corrente contínua);
• Trabalho em instalações elétricas energizadas em AT, bem como,
aquelas que interajam com o SEP deverão apresentar ordem de
serviço de trabalho específica para data e local, assinada por superior
habilitado e devidamente registrado no conselho de classe
responsável pela área técnica;
• Plano de Emergência da Empresa e evidências de capacitação dos
colaboradores autorizados a executar resgate e prestar os primeiros
socorros a acidentados, especialmente por meio de reanimação
cardiorrespiratória.

NR 11 – A empresa deverá apresentar:


• Formulários de inspeção, plano de Manutenção, recibos ou notas
fiscais de serviços realizados em equipamentos utilizados na
movimentação de materiais, tais como: ascensores, elevadores de
carga, guindastes, monta-carga, pontes-rolantes, talhas,
empilhadeiras, guinchos, esteiras-rolantes, transportadores de
diferentes tipos;
• Formulários de inspeção, relatórios, ficha de entrega e troca aos
cabos de aço, cordas, correntes e roldanas;
• O material empilhado no local de trabalho deverá ficar afastado das
estruturas laterais do prédio a uma distância de pelo menos 50 cm
(cinquenta centímetros);
• O material armazenado deverá ser disposto de forma a evitar a
obstrução de portas, equipamentos contra incêndio, saídas de
emergências, etc.;
• A disposição da carga não deverá dificultar o trânsito, a iluminação,
e o acesso às saídas de emergência.

NR 12 – A empresa deverá apresentar:


• Fotos de proteções de máquinas, equipamentos e relatórios; As
zonas de perigo das máquinas e equipamentos devem possuir
sistemas de segurança, caracterizadas por proteções fixas ou móveis
e dispositivos de segurança interligados, que garantam proteção à
saúde e à integridade física dos colaboradores;
• Plano de manutenção preventiva e corretiva conforme determinada
pelo fabricante das máquinas e equipamentos, controle de
manutenções realizadas, recibos ou notas fiscais dos serviços
realizados;
• Registro em Ata de Reunião da CIPA da existência do Controle de
Manutenção, acesso ao Controle de manutenção pela CIPA e SESMT.
O registro das manutenções deve ficar disponível aos trabalhadores
envolvidos na operação, manutenção e reparos, bem como, à
Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - CIPA, ao Serviço de
Segurança e Medicina do Trabalho - SESMT e à fiscalização do
Ministério do Trabalho e Emprego;
• A operação, manutenção, inspeção e demais intervenções em
máquinas e equipamentos devem ser realizadas por trabalhadores
habilitados, qualificados, capacitados ou autorizados para este fim.
Apresentar os certificados de qualificação e capacitação dos
operadores, CREA do habilitado (Eng. Mecânico);
• Ancoragem para cinto de segurança tipo paraquedista, conforme
projeto e sinalização do fabricante e fotos do ponto de ancoragem do
equipamento juntamente com relatórios;
• Sistema de operação de emergência que permita a movimentação
dos braços e rotação da torre em caso de pane, exceto, no caso
previsto na alínea “0”, manual descritivo do equipamento, relatórios;
• Recurso para operação de emergência que permita a
movimentação dos braços e rotação da torre em caso de ruptura de
mangueiras hidráulicas, manual descritivo do equipamento,
relatórios;
• A caçamba das cestas aéreas isoladas deve ser dotada de cuba
isolante (liner), exceto para trabalho pelo método ao potencial;
• É proibida a movimentação de carga, exceto as ferramentas,
equipamentos e materiais necessários, procedimento de operação do
equipamento, relatórios;
• As cestas aéreas devem ter placa de identificação, localizada na
parte inferior do equipamento;
• As cestas aéreas devem ser submetidas às inspeções e ensaios
previstos na NBR 14.631, apresentar relatórios de ensaios.

NR 15 – A empresa deve apresentar:

• PPRA com resultado das avaliações ambientais, nível de ação


aplicável aos agentes, medidas de controle implementadas referentes
a atividades e operações insalubres.

NR 17 – A empresa deve apresentar:


• Análise Ergonômica do Trabalho (atualizada), plano de ação em
cronograma definindo prazos para implantação das medidas para
controle ou eliminação das situações ergonomicamente incorretas;
• Laudo Ergonômico dos postos de trabalho das funções que realizam
atividades administrativas de digitação e processamento de dados
para verificar se consta a pausa de 10 min para cada 50 minutos
trabalhados.

NR 18 – A empresa deve apresentar:


• Programa de Condições e Meio Ambiente do Trabalho na Indústria
da Construção – PCMAT, das obras com 20 ou mais trabalhadores,
elaborado por profissional legalmente habilitado na área de
segurança do trabalho.

NR 21 – A empresa deve apresentar:

• Trabalhos a céu aberto deverão dispor de abrigos de proteção;


• Carteira de vacinação dos colaboradores e controle de campanha
de vacinação interna para trabalhadores que executam atividades em
áreas pantanosas e/ou alagadiças;
• Condições sanitárias adequadas na moradia, relatórios de
inspeções e registros fotográficos do local.

NR 23 – A empresa deve apresentar:

• Plano de Emergência da Empresa, com especificação dos recursos


disponíveis para combate ao fogo, layout do canteiro/escritório com
indicação das rotas de fuga e saídas de emergência e controle de
recarga de extintores;
• PAE com cronograma para realização dos exercícios de alerta,
registro fotográfico ou outro que comprove que foram realizados os
exercícios conforme cronograma do PAE, evidência de treinamento de
brigadistas conforme quadro de funcionários e instalações.
NR 24 – A empresa deve disponibilizar:

• Laudo de potabilidade da água, evidências de que é feito controle


de pragas (contratos com empresas especializadas, notas fiscais,
etc).

NR 25 – A empresa deve disponibilizar:

• Resíduos líquidos e sólidos produzidos por processos e operações


industriais deverão ser tratados e/ou dispostos e/ou retirados dos
limites da indústria, de forma a evitar riscos à saúde e à segurança
dos colaboradores, documento de destinação, procedimento
específico.

NR 26 – A empresa deve disponibilizar:

• Observar a padronização de cores definidas pela NR-26, na pintura


de equipamentos, máquinas, escadas, tubulações.

NR 27 – A empresa deve disponibilizar:

• O técnico de Segurança do Trabalho deve possuir registro do


Ministério do Trabalho e Emprego, a CTPS deverá estar assinada com
seu registro pelo empregador.

NR 31 – A empresa deve disponibilizar:

• Procedimento específico para serviço de exploração florestal


(limpeza de faixa), lista de colaboradores da frente de serviço,
condições de alojamento, refeições, etc.

NR 33 - A empresa deve disponibilizar:

• Procedimento de trabalho em espaço confinado revisado


anualmente ou sempre que for necessário;
• Capacitação (certificados dos treinamentos) para os trabalhadores
que atuam em espaço confinado;
• Equipamentos de segurança necessários ao trabalho em espaço
confinado (Inventário de equipamentos para EC, Ficha de entrega e
troca do EPI).

NR 35 - A empresa deve disponibilizar:


• Capacitação para trabalho em altura (lista de presença do
treinamento, certificados de capacitação em Trabalho em Altura);
• Utilização de cinturão paraquedista, trava-quedas, linha de vida,
talabarte para Trabalho em Altura (inventario de equipamentos para
trabalho em altura, ficha de entrega e troca do EPI).

1.1.2 Segurança
A empresa:
• Deverá orientar seus colaboradores quanto aos riscos aos quais
estão expostos;
• Deverá apresentar cópias de POP’s e RG’s de segurança
devidamente atualizados e seus colaboradores deverão estar
treinados nos mesmos;
• Deverá executar procedimentos de SSMA nas áreas e fazer a APR
(Análise Preliminar de Risco);
• Deverá apresentar inspeção de evidências físicas (EPI, EPC,
fardamento, ferramental e veículo;
• O técnico de segurança deverá utilizar os equipamentos de
segurança padrão (capacete aba frontal branco com jugular, faixas
refletivas; Óculos de segurança; Colete de sinalização verde com 3
bolsos; Botina de segurança; Bolsa para Capacete);
• Apresentar relatórios de Blitz realizadas com índice de
assertividade;
• Apresentar relatórios de Inspeção checklist realizadas;
• Realizar diálogo de segurança;
• Apresentar participação em reuniões de SESMT integrado (registro
em ata, assinatura do participante em folha de participação);
• Apresentar planilha de Estatística de Acidentes; Controle Geral;
Itens de Controle; Planejamento Mensal;
• Apresentar registro, análise e bloqueio das causas de acidentes
ocorridos;
• Apresentar CAT de todos os acidentes pessoas (com lesão);
• Não apresentar acidentes de trabalho LEVE com afastamento com
seus colaboradores; onde será calculado da seguinte forma(exemplo
abaixo):
A nota será o resultado da média obtida nas réguas de número de
acidentes e quantidade de dias de afastamento, conforme fórmula de
cálculo abaixo.

Nota = (A+D)/2

Régua - Quantidade de acidente (A):

0 acidente: nota 10
1 acidente: nota 8
2 acidentes: nota 6
3 acidentes: nota 4
4 acidentes: nota 2
>= 5 acidentes: nota 0

Régua - Quantidade de dias de afastamento (D):

0 dias de afastamento: Nota 10


0 a 30 dias de afastamento: Nota 05
> que 30 dias de afastamento: Nota 0

Ex. Caso a empresa tenha apresentado 2 acidentes sua pontuação


será 06 e se esses acidentes somaram 15 dias de afastamento a
pontuação será 05.

Nota = (6+5)/2=5,5
• Não apresentar acidentes de trabalho GRAVE com afastamento
com seus colaboradores; onde será calculado da seguinte forma
(exemplo abaixo):

A nota será o resultado da média obtida nas réguas de número de


acidentes e quantidade de dias de afastamento, conforme fórmula de
cálculo abaixo:

Nota = (A+D)/2

Régua - Quantidade de acidente (A):

0 acidente: Nota 10
1 acidente: Nota 05
>= 2 acidentes: Nota 0

Régua - Quantidade de dias de afastamento (D):

0 dias de afastamento: Nota 10


0 a 30 dias de afastamento: Nota 05
> que 30 dias de afastamento: Nota 0

Ex. Caso a empresa tenha apresentado 2 acidentes sua pontuação


será 01 e se esses acidentes somaram 15 dias de afastamento a
pontuação será 05.

Nota = (1+5)/2=3

• Apresentar documentos (formulários, lista de frequências, carteira


de habilitação, fotos), que evidenciem a implantação do Programa
Segundos de Vida

• Apresentar procedimento formalizado da direção da empresa e/ou


obra delegando autonomia ao SESMT e aos trabalhadores para
paralisar equipamentos/máquinas e recusa a serviços que
apresentam graves e iminentes riscos à saúde à ou integridade física.
1.1.3 Legislação Complementar

A empresa deverá apresentar:

• Comprovante de pagamento dos colaboradores (contracheque)


atestando o pagamento da periculosidade;
• Laudo de periculosidade, atestando a realização de trabalhos com
explosivos, inflamáveis, radiações ionizantes, substâncias radioativas
ou eletricidade;
• Apresentar ART (Anotação de Responsabilidade Técnica) para
qualquer contratação de serviço técnico ligado a engenharia.
• Disponibilizar a todos os colaboradores desligados o PPP (Perfil
Profissiográfico Previdenciário) e para colaboradores ativos,
resultados de avaliações ambientais;
• Apresentar Registro de responsabilidade técnica para as atividades
fins desenvolvidas;
• Apresentar atestado de vistoria, certificado de aprovação e
relatório de inspeção emitido por órgão competente atualizado (corpo
de bombeiros).

1.2 Meio Ambiente

1.2.1 Requisitos Legais

• Apresentar licença ambiental necessária ou dispensa emitida por


órgão público responsável para o desenvolvimento de suas atividades
dentro do prazo de validade;
• Deverá apresentar “nada consta” (certidão negativa de débito
ambiental do município de cadastro) e caso aplicável, apresentar
histórico de tratamento de multas.
1.2.2 Gestão Ambiental

• Apresentar programa segregação de resíduos, normas,


procedimentos, uso correto de coletores e destinação adequada aos
resíduos gerados;
• Apresentar documentos comprobatórios de treinamento de seus
colaboradores referente ao programa de segregação de resíduos;
• Comprovante de destinação para associações de catadores ou
empresas que trabalham com reciclagem ou reaproveitamento dos
resíduos recicláveis;
• Apresentar política ambiental formalizada, bem como evidências de
divulgação para colaboradores da empresa;
• Apresentar evidências de ações voltadas para preservação ou
recuperação do Meio Ambiente, como: palestras, oficinas, semana do
meio ambiente, plantio de mudas, cultivo de hortas, limpezas (rios,
ruas, praias ou praças), feiras, eventos, gincanas, etc. e disponibilizar
para publicação no Portal Fala parceiro;
• Apresentar evidências de campanhas de consumo consciente
(educativa) de recursos, tais como: fotos, lista de presença dos
participantes, materiais da campanha, resultados obtidos. Estes
deverão ser disponibilizados para publicação no Portal Fala Parceiro;
• Apresentar evidências sobre o acompanhamento do consumo de
recursos, tais como: planilhas, relatórios, gráficos, etc;
• Apresentar evidências de ações de conscientização para os
colaboradores, tais como: fotos, lista de presença dos participantes,
materiais de divulgação, entre outros, além de disponibilizar para
publicação no portal fala parceiro;
• Apresentar programa de eficiência, tais como: uso de lâmpadas
LED, reaproveitamento de água ou resíduos, uso de água das chuvas,
geração alternativa de energia, torneira econômicas (temporizador),
etc;
• Apresentar programa de controle de emissão de gases de seus
veículos juntamente com relatórios e resultados das avaliações
realizadas;

2 QUALIDADE E PROCESSOS

2.1 Qualidade e Processos

• A empresa deverá dispor de seu planejamento estratégico definido


(Missão, Visão, Valores) documentado, divulgado (treinamentos), de
fácil acesso a todos e compreendido por seus colaboradores;
• Deverá possuir planos de ação e indicadores de acompanhamento
elaborados, atualizados e apresentar evidências de atingimento dos
indicadores (metas) e tratamento de desvios (não conformidades)
dos planos de ação e das metas não alcançadas;
• Deverá possuir fardamentos e/ou veículos de acordo com manual
de padronização disponibilizado pela CELPA;
• A empresa deverá possuir procedimentos operacionais para a
execução das atividades críticas atualizadas e a comprovação de
realização de treinamentos para estes procedimentos;
• Deverá apresentar planejamento anual de auditorias, sejam
processuais, metas ou programas de bonificação, juntamente com
seus respectivos relatórios atualizados;
• Deverão dispor de quadros informativos (atualizados mensalmente)
para socialização de resultados operacionais, treinamentos, ações de
qualidade de vida, ações de responsabilidade social entre outros
(gestão à vista);
• Deverão dispor de certificações reconhecidas como ISO (unidade
auditada), PROCEM, entre outros, com certificados atualizados;
• Deverão dispor de um Sistema de Gestão da Qualidade
organizacional estabelecido, implementado, mantido e melhorado
continuamente. Este deverá conter documentação elaborada
definindo os objetivos do programa, checklist de verificação,
cronograma de execução deste checklist atualizado e atualização
semestral das auditorias do programa implementado. Este processo
deverá ser analisado, medido e monitorado;
• A empresa deverá apresentar seus Programas de Qualidade (5S,
De Olho na Qualidade, GEROT, etc.) que deverá conter no mínimo,
documentação definindo Check List de verificação e periodicidade das
avaliações (no mínimo semestral).

2.2 GESTÃO DE SUPRIMENTOS

2.2.1 Gestão de Materiais

• Espaço físico adequado de almoxarifado;


• Separação física de materiais;
• Armazenamento adequado de materiais (sucatas, materiais
danificados, materiais novos);
• Avaria em materiais no transporte;
• Baixa de reservas de almoxarifado correta;
• Documentos de entradas e saídas de materiais assinados,
arquivados e atualizados;
• Criação de transferência de OS de medidores via sistema;
• Documentos de rastreabilidade via OS sistema CS;
• Devolução de materiais;
• Resultado de inventário geral de movimentação (Meta 0,40%);
• Os resíduos gerados (cabos, sucatas, equipamentos danificados,
postes trocados, madeira, isoladores, entre outros) devem estar
segregados por tipo de material;
• As áreas de armazenamento de óleo mineral e de equipamento
danificados que possuem óleo devem estar cobertas e apresentarem
piso impermeável, canaletas, bacias de contenção ou caixa
separadora de água/óleo;
• Não deverá apresentar vestígio de contaminação em suas
instalações (solo/água) por óleo mineral ou outro produto químico
perigoso como óleo diesel, lubrificantes, tintas entre outros.

2.2.2 Relação Contratual

A Avaliação realizada por gestores de contrato ou área de


Desenvolvimento de Fornecedores:
• Não deverá haver multas por descumprimento de normas de
segurança (avaliação quantitativa);
• Não poderá haver notificações por descumprimento de normas de
segurança (avaliação quantitativa);
• Não deverá haver multas por descumprimento de normas técnicas
e/ou inexecução dos serviços relacionados ao escopo contratual
(avaliação quantitativa);
• Não deverá haver notificações por descumprimento de normas
técnicas e/ou inexecução dos serviços relacionados ao escopo
contratual (avaliação quantitativa);
• Pronto atendimento às solicitações da área de contratos;
• Envio de notas fiscais com informações tributárias corretas. O
fornecedor deverá consignar no documento fiscal de que ele ou a
CELPA sejam beneficiárias, indicando a legislação que concede tais
vantagens, observando o destaque correto das retenções dos
tributos, alíquotas, bases de cálculo, local de prestação do serviço, o
tipo de serviço conforme CNAE, valor da nota fiscal igual da folha de
serviço, folha de serviço já faturada, quantidade de folha de serviço
por nota fiscal e notas fiscais fora da validade.
3 RESULTADO

3.1 Gestão Operacional


• Avaliação realizada pelo gestor do contrato através de indicadores
de desempenho (tabelas de IC’s) CELPA.
• COM PUBLICAÇÃO PREVISTA PARA 30/06/2016(após fechamento
do book de metas)

4 ADMINISTRATIVO-FINANCEIRO
4.1 Gestão de Pessoas

4.1.1 Responsabilidade Subsidiária

• Disponibilização dos comprovantes de pagamento dos encargos


pagos no prazo (FGTS e INSS) devidamente autenticado;
• Apresentar comprovante de pagamento de salários a todos os
colaboradores até o 5° dia útil de cada mês e a folha de pagamento
para a verificação dos valores pagos e conforme padrões mínimos
exigidos pela categoria;
• Não possuir ações trabalhistas que envolvam a CELPA
subsidiariamente;

4.1.2 Gestão de Pessoas (Benefícios e Desenvolvimento)

• A empresa deverá ter o planejamento de treinamento para sua


força de trabalho e as evidências do cumprimento do mesmo; bem
como realizar o acompanhamento mensal das ações de capacitação
correlacionadas a atividade e função;
• Deverão evidenciar a existência de uma ferramenta de
recrutamento e seleção para contratação dos funcionários, bem como
formulários de entrevistas, etc.
• Apresentar os termos de convênio ou contratos de prestação de
serviços médicos e odontológicos que disponibiliza aos seus
colaboradores;
• Apresentar documento que comprove a aderência ao seguro de
vida para seus colaboradores;
• Apresentar documentos que comprovem a disponibilização de
algum tipo de benefício complementar (auxílio alimentação, vale
transporte, bônus, entre outros) aos seus colaboradores;
• Apresentar acordo coletivo da categoria, documento de filiação e
folha de pagamento para verificação dos valores pagos em
conformidade ao Acordo Coletivo vigente;
• Planejamento anual de férias de colaboradores;
• Apresentar comprovante de pagamento de horas extras;
• Termos de rescisão de contrato de trabalho calculado e pago de
forma correta e dentro do prazo;
• Apresentar folha de pagamento para análise dos cálculos salariais;
• Apresentar controle de ponto de seus colaboradores;
• Apresentar avaliação por competências de seus colaboradores;
• Apresentar pesquisa de clima, plano de ação com evidências
objetivas com o tratamento dos pontos críticos levantados na
pesquisa;
• Apresentar mapa de sucessores por função e área, ações de
preparação para os colaboradores desenhados como sucessores;
• Apresentar descrição de cargos para todos os níveis hierárquicos
da empresa.

4.1.3 Responsabilidade Social


• Apresentar documento elaborado da sua Política de
Responsabilidade Social;
• Apresentar evidências de divulgação da Política de
Responsabilidade Social para todos os seus colaboradores;
• Possuir representante formalizado para o desenvolvimento de suas
atividades sociais;
• Apresentar planejamento de suas atividades sociais devidamente
atualizados;
• Apresentar evidências das ações sociais realizadas conforme
cronograma;
• Apresentar evidências do envolvimento de seus colaboradores nas
práticas sociais desenvolvidas, bem como, divulgá-las no Portal fala
Parceiro.

4.2 Infraestrutura

4.2.1 Instalações físicas

• Disponibilizar escritório para suportar as operações desenvolvidas


na região de atuação, deverá estar em condições físicas adequadas
de forma a não oferecer risco aos colaboradores, os equipamentos
essenciais como: telefone, computador, impressora, internet, mesas,
armários entre outros para o desenvolvimento da atividade devem
estar sendo disponibilizados;
• Deverão possuir ambiente salubre para os colaboradores
(banheiros, agua potável, vestiários, cantinas etc.) e ambiente seguro
para guarda de materiais, equipamentos e de colaboradores (CFTV,
alarmes, segurança armada ou vigia);
• Não deverá apresentar qualquer vazamento de água em torneiras,
mangueiras, tubulações ou desperdício de energia elétrica (lâmpadas
ou equipamentos ligados sem utilização).
4.2.2 Gestão da Frota

• Apresentar todos os veículos regulares (IPVA do ano);


• Apresentar check list de aplicação periódica na frota atualizada e
evidências desta periodicidade;
• Apresentar plano de manutenção abrangendo todos os veículos
com datas programadas para paradas, tipo de manutenção a serem
realizados, quais itens serão verificados ou trocados, duração prevista
da manutenção e o tempo real;
• Apresentar plano de substituição para todos os veículos com suas
respectivas datas;
• Os veículos operacionais deverão estar com todos os equipamentos
de segurança essenciais (cinto, extintor, triângulo, lanternas, buzina,
bandeirolas de sinalização de escada, chave de roda, pneu de socorro
e macaco), bem como possuir controle de manutenção preventiva.

4.3 Gestão Contábil e Tributária

• Deverá ser disponibilizado Balanço, Balancete (ativo, passivo e


DRE), Diário / Razão e Balanço Social;
• Disponibilizar obrigações acessórias: Declaração de IRPJ, PIS,
COFINS ou DACOM, DCTF, DMS, Planilhas de apurações e
comprovantes de recolhimento.

Você também pode gostar