Você está na página 1de 2

Faculdades- FACVEST

Engenharia Elétrica- 3° fase


Disciplina: QUÍMICA ANALITICA INSTRUMENTAL II
Prof.ª.: Maria Benta Cassetari Rodrigues
Aluno; Levi Jonatan Duffeck Moretto Turma; 3003 N
Lages, 30/11/2016

Aula Prática nº 03 – PADRONIZAÇÃO DE SOLUÇÕES

1. Introdução
A titulometria de neutralização, compreende titulações de espécies ácidas com
solução padrão alcalina e titulações de espécies básicas com solução padrão ácida. O
ponto final da titulometria de neutralização é sinalizado com auxílio de indicadores
ácido-base. É importante lembrar que cada indicador possui uma zona de transição
(ponto de viragem) dependendo do valor do pH.
As padronizações de soluções com concentrações desconhecidas são tituladas com
padrões primários, de modo a determinar a concentração exata de uma solução
problema. Os padrões primários são substâncias de elevado grau de pureza, elevado
peso molecular, muito estável na forma sólida, utilizadas para preparar soluções com
concentrações exatas.
Para padronizar base geralmente utiliza-se:
Idrogenoiodato de Potássio (KHI2O6)
Ftalato de potássio (C6H4COOK.COOH) (utilizado no experimento)
2. OBJETIVOS
-Padronizar uma solução de NaOH utilizando o padrão primário (Ftalato de
potássio), utilizando o método titulométrico
3. PROCEDIMENTO:
Materiais e reagentes:
1. Reagentes; ( Na OH) , Ftalato de potássio, Fenolftaleína 5.Suporte universal;
2. Balança analítica; 6.Bureta;
3. Erlenmeyer; 7. Garra;
4. Pipeta; 8.Béquer
Determinar a concentração de hidróxido de sódio (NaOH) utilizando (Ftalato de
potássio)
- Primeiro pipetei 10 ml de NaOH e adicionei no erlenmeyer juntamente com 4- 5
gotas de fenolftaleína.
- Na bureta adicionei o Ftalato de potássio e titulei esse padrão primário até o ponto
de viragem (róseo)
Para calcular a molaridade do NaOH (Comparar com o valor estabelecido 1
MOLAR) usamos a seguinte fórmula;
MAC. VAC= MB. VB onde:
MAC: Molaridade do Ftalato de potássio (0,1 Molar)
VAC: Volume do Ftalato gasto na bureta (titulação até o ponto de viragem)
MB: Molaridade da base (NaOH) XXXXXXX (o que procuramos)
VB: Volume da base NaOH (volume colocado no erlenmeyer)
Resultados
Volume de Ftalato de Potássio utilizado para atingir o ponto de viragem= 8,9 ml
Calculando a molaridade do NaOH então;
0,1*8,9 = MB*10 → MB= 0,89/10
MB= 0,089
Agora calculando o erro;
0,1⸻
100% x= 8,9/0,1
0,089⸻
x x= 89
Erro= 100-89
Erro= 11%
CONCLUSÃO
A partir dos conhecimentos vistos até aqui sobre titulação podemos ver que a titulação é
uma técnica muito comum para descobrir a molaridade de um titulado, principalmente a
de ácido-base, e através da mesma podemos encontrar um valor próximo da molaridade
do titulado NaOH, pois no experimento é impossível chegar ao valor real perfeito já que
estamos sujeitos a erros humanos ou mesmo dos materiais usados (calibração da balança
por exemplo). Realizando o experimento encontrei o valor de 0,089 mol/L para a
molaridade do NaOH, usando como titulante Ftalato de Potássio de molaridade
conhecida em 0,1 mol/L e a fenolftaleína para indicar quando a solução se neutralizasse,
chegando à conclusão que na reação de neutralização as molaridades do titulado tem
uma relação de igualdade em si, ou seja se para neutralizar uma quantia de titulado
ácido for usado mesmo volume de um titulante base ou vice-versa a molaridade dos dois
será a mesma, também podem ser descobertas usando da proporcionalidade para ter o
valor que buscamos pois quando, por exemplo, quando é usado o dobro de titulante em
relação ao titulado o valor da molaridade do titulado então será o dobro da molaridade
do titulante.

Você também pode gostar