Você está na página 1de 2

Ptolomeu

Ptolomeu nasceu na cidade de Ptolomais, à beira do rio Nilo, 200 anos DC. Ele foi o último astrólogo. Não era
parente dos reis do Egito com o mesmo nome. Ele defendeu o mundo geocêntrico (a Terra como centro do universo)
que foi assim considerada por 1500 anos! Isso mostra que muitas cabeças inteligentes podem ficar completamente
erradas por séculos.Todos eles acreditavam que os planetas giravam em círculos perfeitos ao redor da Terra. Os
astrólogos de hoje não sabem nada sobre precessão dos equinócios (o eixo da Terra gira num círculo de 360º durante
23000 anos) mas Ptolomeu sabia.
Eles não sabiam nada sobre galáxias, pulsares, aglomerações, buracos negros, etc. Tudo isso foi descoberto
depois, mas Ptolomeu era um observador e não um astrólogo de cadeira. Ele deu nomes às estrelas, fez uma lista
delas, previu os eclipses - mas com um pequeno erro, que ele simplesmente falsificou depois (o que nos é muito
familiar). Ele acreditava que a Terra era o centro do universo e os planetas giravam ao redor dela.
Ptolomeu foi o último dos grandes cientistas gregos, responsável por sintetizar a obra de seus predecessores,
estudando não só astronomia, mas também matemática, física e geografia.
A obra principal de Ptolomeu é A grande síntese, geralmente citada com o título da tradução árabe: Almagesto.
Nesse livro, o cientista adota o sistema geocêntrico: a Terra encontra-se no centro do universo, e em torno dela giram
Mercúrio, Lua, Vênus, Sol, Marte, Júpiter e Saturno. De acordo com Platão e Aristóteles, as órbitas desses astros
seriam círculos perfeitos. Mas a observação astronômica forneceu elementos incompatíveis com esse esquema. Por
isso, Ptolomeu inventou um complicado sistema de oitenta epiciclos em que se movimentariam esses astros. Segundo
Ptolomeu, um epiciclo é a órbita circular descrita por um planeta, enquanto o centro dessa órbita descreve outra,
igualmente circular, ao redor da Terra.

A ideia do astrônomo foi adotada pelos teólogos medievais, que rejeitavam qualquer teoria que não conferisse
à Terra o lugar de centro do universo. O sistema de Ptolomeu foi mantido e ensinado durante quase 14 séculos. Só no
século 16 Copérnico o substituiu pelo sistema heliocêntrico, depois confirmado por Galileu. No começo do século 17,
Kepler removeu as últimas dificuldades, demonstrando que os planetas não giram em círculos, mas em elipses.

Na área da física, temos duas de suas obras: Óptica, em que ele trata da refração, e Harmonias, na qual se
refere à acústica e à teoria matemática dos sons empregados na música grega.
Mas Ptolomeu também foi geógrafo. Sua obra Introdução à geografia exerceu profunda influência nas
gerações seguintes. Inúmeras edições foram publicadas. Erasmo de Roterdã editou o texto grego em 1533. Dividida em
oito livros, a Introdução contém 27 mapas. Apesar de numerosos erros, foi considerada obra clássica até o século 16.
Foi através da obra de Ptolomeu que a civilização medieval fez seu primeiro contato com a ciência grega. Os árabes,
que o consideravam um grande mestre, traduziram do grego os seus livros e foram os responsáveis pela preservação
do Almagesto.

Nicolau Copérnico
Nicolau Copérnico nasceu em 19 de fevereiro de 1473 na cidade de Torun na Polônia aos 11 anos ficou órfão
de pai e então morar com o seu tio. Nicolau Copérnico foi um importante matemático e astrônomo polonês, Pode ser
chamado de pai da astronomia moderna, pois foi ele quem, através de seus estados e cálculos percebeu e defendeu a
tese de que a terra assim como os demais planetas gira em torno do sol em uma teoria chamada heliocentrismo. Foi
Copérnico quem deduziu, também que a terra gira em torno do seu próprio eixo ate então acreditava-se que a terra era
o centro do universo.
Sua teoria do Heliocentrismo que colocou o sol como o centro do sistema solar contrariando a então vigente
teoria geocêntrica (que considerava, a terra como o centro) e tida como uma das mais importantes hipóteses cientifica
de todos os tempos, tendo constituído o ponto de partida da astronomia moderna. Copérnico faleceu no ano de 1543,
após uma vida de grandes descobertas e de grandes contribuições à astronomia.

A TEORIA DE COPÉRNICO
A teoria de Copérnico o modelo Heliocêntrico a maior teoria de Copérnico foi publicada em seu livro (Da
revolução de esferas celestes) o livro marcou o começo de uma mudança de universo geocêntrico ou antropocêntrico
com a terra em seu centro. Copérnico acredita que a terra era apenas mais um planeta que concluía uma orbita em
torno de um sol fixo todo ano e que girava em torno do seu eixo todo dia.
Ele chegou a essa correta explicação do conhecimento de outros planetas e explicou a origem dos equinócios
corretamente, através da vagarosa mudança da posição do eixo rotacional da Terra. Ele também deu uma clara
explicação da causa das estações:
O eixo de rotação da terra não é perpendicular ao plano de sua órbita. Em sua teoria, Copérnico descrevia
mais círculos, os quais tinham os mesmos centros, do que a teoria de Ptolomeu (modelo geocêntrico). Apesar de
Copérnico colocar o sol como centro das esferas celestiais, ele não fez do Sol o centro do universo, mas perto dele. O
ponto de vista experimental, o sistema de Copérnico não era melhor do que o de Ptolomeu.
E Copérnico sabia disso, e não apresentou nenhuma prova observacional em seu manuscrito, fundamentando-
se em argumentos sobre qual seria o sistema mais completo e elegante. Os movimentos dos astros são uniformes,
eternos, circulares ou uma composição de vários círculos (epiciclos);O centro do universo é perto do Sol; Perto do Sol,
em ordem, estão mercúrio, Vênus, terra, lua, marte, júpiter, saturno, e as estrelas fixas;
A Terra tem três movimentos: rotação diária volta anual, e inclinação anual de seu eixo; O movimento
retrógrado dos planetas é explicado pelo movimento da Terra; A distância da Terra ao Sol é pequena se comparada à
distância às estrelas.

GALILEU GALILEI

Filho do compositor toscano Vicento Galilei, na mocidade dedicou-se às letras, escrevendo sobre Dante e
Tasso.
Descobriu a lei dos corpos e enunciou o princípio da inércia.
O seu pai queria que fosse médico, mas era um péssimo aluno e só pensava em fazer experiências físicas,
que na época era considerado uma ciência de sonhadores.
Foi nessa época que descobriu como fazer a balança hidrostática, que originária o relógio de pêndulo. A partir
de um folheto, construiu, em 1609, em Veneza a primeira luneta astronômica e fez com ela observações astronômicas.
Pressionado pela igreja, foi para Florença, onde concluiu com seus estudos que o centro planetário era o sol e
não a terra, isso girava ao redor dele como todos os planetas, Galileu foi chamado em Roma em 1611 para defender-se
da acusação de heresia.
Galileu Galilei morreu cego e condenado pela igreja, longe do convívio público. Obras de Galileu foram
censuradas e proibidas pela igreja católica romana.

PRINCIPAIS REALIZAÇÕES
A luneta astronômica, com o qual descobriu as montanhas da lua, os satélites de júpiter, as manchas solares e planetas
até então desconhecidos;
A balança Hidrostática;
O compasso geométrico e militar; Foi o primeiro a contestar as ideias de Aristóteles; Descobriu que a massa não influi
na velocidade de queda dos corpos; Estudou as oscilações do pêndulo e criou o 1º mecanismo pendular.

CONFLITO COM A ESCOLÁSTICA


A corrente escolástica perderia o papel de destaque na filosofia europeia por volta do século XVII, com o
nascimento da filosofia moderna, que traria pensadores e cientistas como Galileu Galilei e René Descartes.
Para os escolásticos, o conhecimento era um dom divino.

Galileu e os escolásticos - Na pintura acima, está representada claramente a postura do escolástico Cesare
Cremonini que simplesmente se recusou a olhar pelo telescópio, alegando que nos livros de Aristóteles não
havia qualquer menção a manchas solares e que, portanto, essas manchas não existiam!
As ideias de Galileu se contrapunham à Física aristotélica.