Você está na página 1de 3

1) Segundo Heisenberg, é difícil se prever a posição correta de um elétron na

sua eletrosfera. Schrodinger, em 1926, calculou a região mais provável onde o


elétron possa estar. Para essa região deu o nome de orbital.

Orbital – região do espaço que está ao redor do núcleo, onde há máxima


probabilidade de se encontrar um elétron.

É importante ressaltar que não se pode ver um átomo isolado exatamente


como foi descrito nos modelos atômicos. Algumas técnicas utilizadas por
supercomputadores mostram manchas coloridas, mostrando a localização dos
átomos de um determinado material. Essas imagens são obtidas por um
microscópio de tunelamento, que pode aumentar até 28 milhões de vezes.

De acordo com o modelo de Rutherford-Bohr, o átomo apresenta níveis de


energia ou camadas energéticas, onde cada nível possui um número máximo
de elétrons. O número do nível representa o número quântico principal (n).

Cada nível está dividido em subníveis de energia s, p, d, f. Representam o


número quântico secundário ou azimutal (l).

Número máximo de elétrons em cada subnível:

K = 1 ; 1s²
L = 2 ; 2s² 2p6
M = 3 ; 3s² 3p6 3d10
N = 4 ; 4s² 4p6 4d10 4f14
O = 5 ; 5s² 5p6 5d10 5f14
P = 6 ; 6s² 6p6 6d10
Q = 7 ; 7s²

Admitindo um átomo qualquer com Z=35, informe:

a) Seu número atômico

b) Quantos prótons, nêutrons e elétrons (admitindo p=n)

c) Se o mesmo é metal ou não metal

d) Faça a ligação deste com Na (Z=11) e a ligação com o O (Z=8) fornecendo o


tipo de ligação e suas respectivas fórmulas.
2) Concentração é o termo que utilizamos para fazer a relação entre a
quantidade de soluto e a quantidade de solvente em uma solução.

As quantidades podem ser dadas em massa, volume, mol, etc.

Observe:
m= 2g
n = 0,5mol
V = 14L

Cada grandeza tem um índice. Utilizamos índice:

Exemplos:

massa de 2g do soluto NaCl: m= 2g


número de mols de 0,5mol do solvente água: n = 0,5mol
volume da solução de 14L: V = 14L

As concentrações podem ser:

1. Concentração comum
2. Molaridade
3. Título
4. Fração molar
5. Normalidade

A concentração comum de uma solução é a relação entre a massa do soluto


em gramas e o volume da solução em litros.
𝑚
𝐶=
𝑉

A molaridade de uma solução, ou concentração em quantidade de matéria


(mol/L), é a relação entre o número de mols de soluto e o volume da solução
em litros.
𝑛
𝑀=
𝑉

Onde n pode ser determinado por (MM = massa molar):


𝑚
𝑛=
𝑀𝑀

Determine a concentração comum, a molaridade (concentração molar) e o


título percentual de uma solução de 3L com 87,75g de NaCl? (Na=23u.m.a.;
Cl=35,5u.m.a.).
3) Ácido é toda substância que em água produz o cátion H+. Quando um ácido
entra em contato com a água, ele se ioniza e libera H+.

Base é toda substância que em água produz o ânion OH- (hidroxila). Quando
uma base entra em contato com água, ela se dissocia e libera OH-.

Complete a tabela (consultar tabelas do livro texto do classroom):

Fórmula Nome
HBr
Ácido Sulfídroco
H3BO3
Hidróxido de sódio
Mg(OH)2
Hidróxido férrico

A concentração hidrogeniônica do suco de limão puro é 10-3 mol/L. Qual


o pH de um refresco preparado com 15 mL de suco de limão e água
suficiente para completar 300 mL?

pH = -log [H+]

N1V1 = N2V2