Você está na página 1de 6

0

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO


DEPARTAMENTO DE ZOOTECNIA
CURSO DE GRADUAÇÃO EM ZOOTECNIA

NORMAS DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)

Recife – PE
Junho de 2018
1

1. INTRODUÇÃO

O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) é atividade curricular obrigatória, integrante


do Currículo do Curso de graduação em Zootecnia, sendo requisito para a formação
profissional do Bacharel em Zootecnia.
A disciplina TCC, que tem a supervisão de um professor, será desenvolvida pelo
acadêmico de Zootecnia com carga horária de 30 horas, a partir do nono período do curso. O
estudante construirá com a orientação de um professor-orientador o projeto de TCC para
ser apresentado no final da disciplina no formato de uma monografia. A monografia será
avaliada por suas capacidades: científicas, tecnológicas, de comunicação e expressão através
da elaboração de um trabalho que apresente: a) o tema e sua importância, b) os objetivos, c)
a revisão bibliográfica, d) a metodologia científica e tecnológica, e) o desenvolvimento do
projeto, f) a análise e discussão dos resultados, g) as conclusões e recomendações para
trabalhos futuros e h) referências bibliográficas.
O Trabalho de Conclusão de Curso deverá ter caráter interdisciplinar, podendo
exprimir-se através do desenvolvimento de Pesquisa Experimental, Análise de Dados obtidos
a partir de informações pré-existentes, Revisão de Literatura ou outras atividades
acadêmicas, incluindo atividades de Extensão em comum acordo com o Professor
Orientador.
Assim, os objetivos gerais do Trabalho de Conclusão de Curso são: 1. Propiciar aos
alunos do Curso de Graduação em Zootecnia a oportunidade de demonstrar o grau de
conhecimentos adquiridos; 2. Estimular o aprofundamento temático; 3. Incentivar à
produção científica e as atividades de extensão; 4. Aprimorar as capacidades de
interpretação de assuntos relacionados à Zootecnia.

2. TEMA

A temática a ser abordada deve estar contida no âmbito das atribuições profissionais
do Zootecnista. A Monografia, expressão formal do Trabalho de Conclusão do Curso, deve
ser elaborada considerando-se na sua estrutura formal, os critérios técnicos estabelecidos
pelas normas da ABNT sobre documentação, no que forem aplicáveis, seguindo as
orientações apresentadas no “Manual de Instruções para Confecção do Trabalho de
Conclusão de Curso” (ANEXO 1).

3. SUPERVISOR DA DISCIPLINA

São atribuições do Supervisor da disciplina Trabalho de Conclusão do Curso:

a) Promover eventos com objetivo de esclarecer aos alunos os diversos aspectos envolvidos
na elaboração do Trabalho de Conclusão de Curso;
2

b) Organizar o Seminário de Avaliação dos Resultados Parciais e a Semana de Defesa do TCC,


com vistas à promoção da atividade e a divulgação dos resultados alcançados pelos
trabalhos;
c) Indicar a banca de avaliação do Seminário de Avaliação dos Resultados Parciais;
d) Homologar a constituição da banca de avaliação da defesa da monografia realizada na
Semana de defesa de TCC no semestre corrente, sugerida pelo professor-orientador;
e) Organizar a Semana de defesa dos Trabalhos de Conclusão de Curso, com vistas à
promoção da atividade e à divulgação dos resultados alcançados pelos trabalhos.
f) Publicar a data de envio do arquivo em pdf referente aos resultados parciais que será
encaminhado para os avaliadores;
g) Publicar a data de entrega das monografias no Apoio Didático do Curso;
h) Divulgar o horário e local da defesa, bem como bancas examinadoras.

4. PROFESSOR-ORIENTOR

A realização do TCC de cada aluno deverá ser efetivada sob a orientação de um


professor-orientador devendo ser observado que:

a) A efetivação do professor orientador dependerá da disponibilidade de carga horária e da


aceitação do tema por parte do mesmo;
b) No caso de solicitação de mudança de orientador, compete a Supervisão da disciplina de
Trabalho de Conclusão de Curso julgar o mérito da solicitação no prazo de 15 dias e
indicar nome do novo orientador;
c) No caso de alteração do projeto de monografia, o orientador deverá encaminhar ao
Supervisor da disciplina TCC a solicitação de alteração acompanhada pelo novo projeto,
até 30 dias após o inicio do semestre letivo.

Para cada professor-orientador serão alocadas, no máximo, três (03) orientações por
semestre. A orientação do TCC será semanal, na proporção de (02) duas horas-aula semanal
dedicada à orientação de cada trabalho.
A função do professor-orientador do Trabalho de Conclusão de Curso deverá ser
preferencialmente exercida pelos professores do quadro permanente do Curso de
Zootecnia. Serão admitidos professores de outros cursos ou instituições devidamente
justificados e aprovados pela Supervisão da disciplina de Trabalho de Conclusão do Curso.

4.1 Atribuições do professor-orientador do TCC:

a) Prestar a orientação técnico-científica necessária aos alunos sob sua responsabilidade.


b) Selecionar os alunos para orientação, com base na área de seu domínio de
conhecimento e sua disponibilidade de carga horária.
c) Indicar os membros da banca avaliadora de defesa da monografia, segundo formulário
de solicitação de defesa (ANEXO 2).
3

d) Participar da Banca Examinadora, presidindo a solenidade de defesa final dos Trabalhos


de Conclusão de Curso de seus orientandos.
e) Preencher a Ata de defesa do trabalho de TCC fornecida pelo Apoio Didático do Curso
(ANEXO 3) e entrega-la ao Supervisor(a) da disciplina TCC junto com as fichas de
avaliações atribuídas pelos membros da banca.

O professor – orientador poderá indicar um professor co-orientador, da própria


instituição ou de instituição externa para colaborar na orientação da monografia.

5. DISCENTE

São direitos e deveres do aluno:

a) Conhecer as normas que regem o TCC e sugerir o nome do orientador, considerando a


disponibilidade para orientação;
b) Elaborar, juntamente com o orientador do TCC, o projeto de monografia;
c) Realizar todas as atividades previstas para conclusão do TCC;
d) Poder solicitar mudança de orientador até 30 dias após o inicio do semestre que está
matriculado na disciplina TCC, por meio de requerimento encaminhado ao supervisor da
disciplina, com as justificativas para a mudança e sugerir nome do provável orientador;
e) Entregar ao supervisor da disciplina TCC, dentro do período estabelecido no cronograma
da disciplina do semestre em que estiver matriculado, o formulário de
acompanhamento do TCC (ANEXO 4) devidamente assinado por ele e pelo orientador;
f) Encaminhar ao supervisor da disciplina TCC o arquivo em PDF da monografia contendo
os resultados parciais que serão apresentados no Seminário de Avaliação, de acordo
com o cronograma da disciplina do semestre em que está matriculado;
g) Entregar no Apoio Didático do Curso de Zootecnia três exemplares impressos da
monografia, juntamente com o Formulário de Solicitação de Defesa (ANEXO 2),
devidamente assinado pelo orientador e membros sugeridos para comporem a banca,
na data estabelecida o cronograma da disciplina;
h) Retirar do Apoio Didático as cópias da monografia, após homologação da banca, e
encaminhá-las a cada membro da banca avaliadora com prazo de no mínimo cinco dias
antes da defesa da monografia;
i) Realizar todas as correções sugeridas pela banca de defesa da monografia, quando
necessárias, em comum acordo com o orientador;
j) Solicitar a ficha catalográfica no Sistema Integrado de Bibliotecas (SIB) da versão final da
monografia, acessando o endereço eletrônico: http://www.sib.ufrpe.br/;
k) Entregar no Apoio Didático do Curso de Zootecnia e na data estabelecida no
cronograma da disciplina, a versão final da monografia em mídia digital (CD-ROM ou
DVD), com capa padrão (ANEXO 5), estando o texto em formato DOC, e não devem
4

constar as assinaturas dos membros da banca, conforme especificações constantes no


termo de autorização.
l) Entregar no Apoio Didático do Curso de Zootecnia junto com a versão final da
monografia, o Termo de Autorização para Publicação Eletrônica de Monografias e TCCs
impresso e assinado, conforme a Resolução Nº 281/2017 do CEPE.

6. AVALIAÇÃO

A nota final será a média daquelas resultantes da avaliação dos “Resultados Parciais” e
da “Defesa da Monografia”, segundo fórmula descrita abaixo.

Nota Final =[ (média obtida nos Resultados parciais*) + (média obtida na Defesa da monografia**)] / 2

* Resultados Parciais- Avaliação do material escrito e apresentação da monografia por uma banca avaliadora sugerida pela supervisora da disciplina;
**Defesa da Monografia - Avaliação do material escrito e apresentação da monografia por uma banca avaliadora sugerida pelo orientador e aprovada
pela supervisora da disciplina.

Os Resultados parciais serão avaliados por uma banca constituída por dois
integrantes, convidados pelo Supervisor da disciplina TCC, em função da área de
conhecimento que contemple a temática abordada. A nota média atribuída pelos membros
da banca será utilizada como nota equivalente a primeira Verificação de Aprendizagem.
A defesa final do Trabalho de Conclusão de Curso consistirá na apreciação do TCC por
uma Banca Examinadora integrada pelo professor-orientador, que presidirá os trabalhos, e
mais dois integrantes.
A apresentação e a defesa, perante a banca examinadora, serão realizadas em sessão
pública, preferencialmente nas dependências do DZ, observada a seguinte distribuição de
tempo:

 Entre 20 (vinte) a 30 (trinta) minutos para a apresentação do trabalho.


 Até 30 (trinta) minutos para arguição da banca examinadora.

A banca examinadora deverá ser composta obrigatoriamente por um professor do


ensino superior, além do orientador. Os demais membros da banca poderão ser profissionais
de nível superior (pesquisador, autônomo com registro no conselho da profissão e
excepcionalmente alunos de curso de doutorado) da área de conhecimento que contemple a
temática abordada.
Deverá ser indicado sempre um membro suplente para substituir os titulares das
bancas em caso de impedimento, preferencialmente professor.
No Seminário de Avaliação dos Resultados Parciais e na Semana de Defesa da
Monografia a nota de cada examinador, resultará da média entre as notas atribuídas para a
parte escrita e para a apresentação oral, segundo ficha de avaliação (ANEXO 6). A nota final
será obtida da média aritmética daquela atribuída pelos membros da banca.
5

Se a média aritmética das duas notas parciais obtidas pelo aluno no Seminário de
Avaliação e na Semana de Defesa for igual ou superior a 7,0 (sete), seu trabalho será aceito
para integralização curricular.
Se o aluno for reprovado por não haver alcançado a média mínima de que trata o
parágrafo anterior, deverá requerer matrícula em TCC para o semestre letivo seguinte,
atendendo aos prazos definidos no calendário da Universidade.
Após a aprovação na disciplina TCC, e feitas às devidas correções na monografia,
quando necessárias, deverá o aluno solicitar a ficha catalográfica da versão final da
monografia, no Sistema Integrado de Bibliotecas (SIB) acessando o endereço eletrônico:
http://www.sib.ufrpe.br/; entregar impresso e assinado pelo autor e orientador no Apoio
Didático do Curso de Zootecnia, na data estabelecida no cronograma da disciplina que segue
o calendário acadêmico institucional, o Termo de Autorização para Publicação Eletrônica de
Monografias e TCCs (Disponível em: http://www.sib.ufrpe.br/deposito-monografias) e, uma
cópia da monografia em mídia digital (CD/DVD), com capa padrão (ANEXO 5), estando o
texto em formato DOC, e não devem constar as assinaturas dos membros da banca
conforme a Resolução Nº 281/2017 do CEPE.

Do contrário, não haverá registro da nota no SIG@, inviabilizando a colação de grau.

7. PREMIAÇÃO

As Monografias consideradas destaque, por pelo menos um membro da banca


examinadora da Jornada de Defesa, reconhecidas por sua excelência como trabalho de
pesquisa, serão encaminhadas a uma Comissão específica, nomeada pela Coordenação do
curso e presidida pelo professor(a) Supervisor(a) do TCC, para julgar e premiar duas delas
como: a) Melhor Monografia (1º lugar) e b) Menção Honrosa (2º lugar):

Cada membro da Comissão especifica para Julgar a premiação fará a avaliação das
monografias indicadas a partir dos seguintes quesitos:

a) As notas atribuídas pelos membros das bancas avaliadoras dos resultados parciais e final;
b) Aplicabilidade do tema a zootecnia;
c) Originalidade temática ou de abordagem;
d) Mérito científico (inovação conceitual/teórica ou experimental/aplicada);
e) Consistência e coerência metodológica;
f) Pertinência e atualidade da bibliografia.